1.ª voz - 3.ª publicação

of 75 /75
ESCOLA SECUNDÁRIA DE FONSECA BENEVIDES BIBLIOTECA ESCOLAR 1ª VOZ 1ª VOZ 1ª VOZ para além dos olhos – 3ª 2012-2013

Embed Size (px)

description

Revista da BE - E. S. de Fonseca Benevides

Transcript of 1.ª voz - 3.ª publicação

  • 1. ESCOLA SECUNDRIA DE FONSECA BENEVIDES BIBLIOTECA ESCOLAR 1 VOZ 1 VOZ 1 VOZ para alm dos olhos 3 2012-2013
  • 2. ESCOLA SECUNDRIA DE FONSECA BENEVIDES BIBLIOTECA ESCOLAR A leitura engrandece a alma Voltaire
  • 3. Continuamos caminhando
  • 4. BIBLIOTECA ESCOLAR Ao longo desta curta caminhada, a Biblioteca Escolar tem tentado edificar algumas pontes de conhecimento no corao da escola e da sua comunidade. Reconhecendo a leitura como um instrumento fundamental e poderoso na reconstruo de uma sociedade, a BE tem assumido um papel ativo e participativo em torno da promoo da leitura e da literacia. Verifica-se, deste modo, com grande satisfao, que o aumento significativo do nmero de requisies de livros reflete todo o trabalho coletivo daqueles que se tm dedicado difuso da leitura e a encaram com um bem essencial. O aumento do nmero de leitores entusiasma, mas, pela frente, existe, ainda, um longo caminho por desbravar. Reitera-se, pois, a necessidade de se continuar a desenvolver um trabalho partilhado e estrategicamente articulado em prol da construo de novas pontes de saber, conducentes solidez de uma Biblioteca moderna, centro difusor de cultura, de formao integral e de crescimento social. No seu caminho, deixe que os seus passos o levem at BE.
  • 5. para alm dos olhos
  • 6. Acontecimentos passados
  • 7. fevereiro 2013 Dia de S. Valentim Por cada livro requisitado, os alunos receberam coraes doces e leram vrias citaes alusivas ao amor.
  • 8. Mesa com palavras de amor e coraes doces.
  • 9. Seleo da citao de amor.
  • 10. Muita alegria circunda a mesa do amor.
  • 11. Caixinha das Citaes
  • 12. As mais lindas palavras de amor so ditas no silncio de um olhar. Leonardo da Vinci _______________________________________________________ O amor no se v com os olhos mas com o corao. William Shakespeare _______________________________________________________________ O amor no se define; sente-se. Sneca ___________________________________________________________ Amor e tosse, impossvel ocult-los. George Herbert
  • 13. Aps a doce leitura, mereceu um corao doce.
  • 14. Doura, alegria, amor e literatura
  • 15. As requisies de livros
  • 16. A promessa de voltar
  • 17. maro 2013 aconteceu na BE No dia 7 de maro, muitos alunos e docentes assistiram ao evento: danando com Pessoa wemakeARTE A simbiose perfeita entre duas variantes das artes, a ilustrao e a dana contempornea, centradas em Fernando Pessoa. Direo artstica: Filipe Narciso & Andr Mariano Coreografia e Interpretao: Filipe Narciso Ilustraes: Andr Mariano Voz: Ruy de Carvalho
  • 18. A wemakeARTE aborda, fundamentalmente, o processo criativo da poesia de Fernando Pessoa e a sua passagem enquanto ortnimo e culmativamente, seus heternimos. , cumulativamente,
  • 19. No final do espetculo, os artistas dialogaram com o pblico.
  • 20. Tenho em mim todos os sonhos do mundo Fernando Pessoa
  • 21. Dia Internacional da Mulher 08-03-2013 Fez-se a divulgao deste dia atravs de cartazes e de algumas obras, relacionadas com a cidadania e igualdade de gnero.
  • 22. Ainda em maro Na BE, os professores do Ensino a Distncia da nossa escola organizaram vrias atividades sobre o Holocausto.
  • 23. XVI a XX. Novidades da BE: Carrinho das Letras A extenso da Biblioteca Escolar Importncia da Biblioteca viajante para a promoo das prticas de leitura
  • 24. Preparao da Viagem das Letras pelas alunas do 9 1.
  • 25. Incio da viagem Sempre conquista de mais leitores
  • 26. Muita oferta literria...
  • 27. Importncia da Biblioteca viajante para a promoo das prticas de leitura
  • 28. Exposio sobre a Biodiversidade Exposio - " Biodiversidade e Jogo Pedaggico, organizados pelos professores: Susana Gonalves e Srgio Carvalho (Grupo 520).
  • 29. Festa da Poesia 14-03-2013
  • 30. FESTA DA POESIA Passadeira de Palavras Numa iniciativa conjunta da BE da Escola Secundria de Fonseca Benevides e a Biblioteca da Junta de Freguesia de Alcntara, comemorou-se, com alguma antecipao, o Dia Mundial da Poesia. Com esta atividade procurou-se promover a importncia que o texto potico representa nas artes e na cultura, ao longo dos tempos, dando a conhecer alguns poetas de expresso portuguesa e lusfona.
  • 31. Participaram neste evento as turmas seguintes: 81, 91, 9 CQ, 10PQ, 111, 11PQ, 12 PI e 12PQ.8. 1., 9. 1., 9. CQ, 10. PQ, 11. 1., 11. PQ, 12. PI e 12. PQ
  • 32. As atividades preparatrias da Festa da Poesia Os alunos prepararam as fichas do concurso: Conheces os Poetas Lusfonos?
  • 33. ESCOLA SECUNDRIA DE FONSECA BENEVIDES Biblioteca Escolar 14-03-2013 FESTA DA POESIA CONCURSO Passadeira de Palavras ___________________________________________ Trilho dos Poetas Teceles de Palavras ________________________________________________ Vamos Identifica os poetas lusfonos e ganha um convite, passaporte potico, para a Festa da Poesia com o grupo Dilogos, no dia 14 de maro de 2013, s 18h.30, na Biblioteca da Escola Secundria de Fonseca Benevides. Nome:________________________ ano:_____ turma:_____ para alm dos olhos
  • 34. IDENTIFICA OS POETAS LUSFONOS:
  • 35. Participao da comunidade educativa num concurso Conheces os Poetas Lusfonos?
  • 36. Os alunos pesquisam e identificam os poetas lusfonos de diferentes pocas.
  • 37. Passadeira de Palavras __________________________________________ _ Trilho dos Poetas Teceles de Palavras __________________________________________ _ Escolha dos poetas e respetivos textos poticos, na BE Transcrio de poemas na Passadeira de Palavras
  • 38. Os professores: Jernimo Nogueira e Joo Reis conversam sobre poesia.
  • 39. Poetas Lusfonos
  • 40. POETAS, poesia, POETAS poetas, POETAS, poetas POETAS, poetas poetas POETAS poetas POETAS poetas, versos, estrofes, rima, poetisas, harmonia, beleza, paz, amor, sonho, luz, beijo, aroma , brisa, nuvem, lgrima, grito, amor, amizade, palavra, carcia, ternura, beleza, verso solto, sorriso, cor, alquimia, vida, mar, terrapoetas, versos, estrofes, rima, poetisas, harmonia, beleza, POEMA, poeta, poesia, amor ()
  • 41. ESCOLA SECUNDRIA DE FONSECA BENEVIDES DIAS ABERTOS FESTA DA POESIA No dia da festa, professores, alunos da nossa escola e da Universidade Snior fizeram uma viagem potica e musical, dando voz a poetas da lusofonia. Passadeiras de Palavras do 11 PQ, 11 PI, 9 1e 9 CQ"Passadeiras de Palavras" das turmas 11. PQ, 11. PI, 9. 1. e 9. CQ
  • 42. Passadeiras de Palavras do 11 e 12 PQ
  • 43. Lus de Cames, Florbela Espanca, Fernando Pessoa e Sophia de Mello Breyner Andresen marcam encontro no nosso recital potico musical.
  • 44. Cames e Florbela Espanca, lado a lado.
  • 45. Professora Rute Magalhes
  • 46. Professora Carolina Guerra
  • 47. Professor Joo Reis
  • 48. Prof. Anabela Lopes e o aluno Francisco Nunes (9 1)(9. 1.)
  • 49. Sr D. M Adla gua (Universidade Snior de Alcntara)
  • 50. Professora Paula Baptista
  • 51. Professor Jernimo Nogueira
  • 52. Sr D. M Helena Sotto Soares (Universidade Snior de Alcntara)
  • 53. Professores: Carolina Guerra e Joo Reis
  • 54. Flashes do fotgrafo
  • 55. Fotgrafo de servio
  • 56. CANTALTO O grupo de canto do CANTALTO (clube artstico da escola) participou, interpretando dois poemas musicados de Lus Tinoco e de Florbela Espanca.
  • 57. O momento alto Recital Potico Musicado grupo dilogos Direo artstica | Piano | acordeo | REYMUNDO Seleo e apresentao de textos | MARIA FIGUEIREDO Pblico alvo: alunos de secundrio | pblico adulto Sinopse: Fazer emergir novas ideias, novos significados, partilhar emoes volta das palavras e da msica. Exercitar novos modos de ver, ler, sentir Experimentar o prazer da linguagem potica e musical
  • 58. grupo dilogos
  • 59. . Ao som do piano e do acordeo, o grupo Dilogos proporcionou uma viagem potica e musical, dando voz aos poetas lusfonos.
  • 60. Ode de RICARDO REIS Para ser grande, s inteiro: nada Teu exagera ou exclui. S todo em cada coisa. Pe quanto s No mnimo que fazes. Assim em cada lago a lua toda Brilha, porque alta vive. Ricardo Reis
  • 61. O Final da festa. Poesia sempre
  • 62. Um agradecimento muito especial ao professor Carlos Banha, pela sua magnfica obra de arte.
  • 63. Agenda REYMUNDO DUO TANGO | FADOS msica instrumental Reymundo- acordeo (Portugal) Alexandro Girard- guitarra (Argentino) 18 junho | 21:00 h Auditrio Biblioteca Municipal Orlando Ribeiro Telheiras Lisboa Sinopse Dois msicos em palco interpretam a paixo do tango e a nostalgia do fado. Um espetculo que une culturas e cidades to distantes como Buenos Aires e Lisboa. A fuso de dois gneros urbanos aparentemente to diferentes e ainda assim to prximos na sensualidade e nas emoes que transmitem. Um tango de Carlos Gardel ou de Piazzola? Uma valsa com alma tanguera? Uma milonga? Um fado ao ritmo do tango? Apontamentos de dana. Direo artstica: Reymundo Pblico-alvo: M/ 6Apontamento
  • 64. Memrias Alexandre ONeill 1924-1986 Alexandre O'Neill, descendente de irlandeses, foi um importante poeta do movimento surrealista. Autodidata, ONeill foi um dos fundadores do Movimento Surrealista de Lisboa. nesta corrente que publica a sua primeira obra, o volume de colagens A Ampola Miraculosa, mas o grupo rapidamente se desdobra e acaba. As influncias surrealistas permanecem visveis nas suas obras, que alm dos livros de poesia incluem prosa, discos de poesia, tradues e antologias. No conseguindo viver apenas da sua arte, o autor alargou a sua ao publicidade. Em 1982, recebeu o prmio da Associao de Crticos Literrios.
  • 65. Para vs Incio Desta pgina em diante Vou amar-te poesia. E o meu amor ser Esperana de vinho em mosto Lgrima de suor Sem rosto. Joo Reis
  • 66. Agradecimento A equipa da BE agradece a todos a excelente colaborao e o apoio que nos continuam a facultar.