A Biblia Php

of 644/644
http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP – Página 1/644 Aplicativos em PHP De Wikibooks Desenvolvimento de Aplicativos em PHP For Linux e for Windows Livro destinado ao desenvolvimento de aplicativos web em PHP. Inicialmente era apenas uma idéia, agora já são mais de 600 páginas de bom conteúdo. No início era só um colaborador, agora já são sete. Traga sua colaboração e façamos algo juntos que seja grande e de muita utilidade para você e para todos os que lidam com desenvolvimento web. 1. Introdução 1. História - . . . . . . . . 6 2. Características e Recursos . . . . . . 10 2. InteligênciaEmocional . . . . . . . 14 3. Instalação e configurações do ambiente 1. Via Xampp . . . . . . . . 34 2. Individualmente . . . . . . . 41 4. Editores e IDEs para PHP, CSS, JavaScript e HTML 1. Eclipse com PHPEclipse, Aptana e outros plugins . . . 47 2. PHPDesigner . . . . . . . . 65 3. Kate . . . . . . . . . 66 4. Dreamweaver . . . . . . . . 67 5. Zend Studio . . . . . . . . 85 6. VS.PHP . . . . . . . . 86 7. Delphi for PHP . . . . . . . 87 8. KDevelop . . . . . . . . 89 9. PSPAD . . . . . . . . 92 10.Quanta . . . . . . . . 94 WikiBooks, Democratizando o Conhecimento
  • date post

    15-Feb-2015
  • Category

    Documents

  • view

    895
  • download

    385

Embed Size (px)

Transcript of A Biblia Php

http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP Pgina 1/644

Aplicativos em PHPDe WikibooksDesenvolvimento de Aplicativos em PHP For Linux e for Windows

Livro destinado ao desenvolvimento de aplicativos web em PHP. Inicialmente era apenas uma idia, agora j so mais de 600 pginas de bom contedo. No incio era s um colaborador, agora j so sete. Traga sua colaborao e faamos algo juntos que seja grande e de muita utilidade para voc e para todos os que lidam com desenvolvimento web. 1. Introduo 1. Histria . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6 10 14 34 41 47 65 66 67 85 86 87 89 92 94 2. Caractersticas e Recursos 2. IntelignciaEmocional 1. Via Xampp .

3. Instalao e configuraes do ambiente 2. Individualmente

4. Editores e IDEs para PHP, CSS, JavaScript e HTML 1. Eclipse com PHPEclipse, Aptana e outros plugins . 2. PHPDesigner . 3. Kate . . . . . . . 4. Dreamweaver . 5. Zend Studio 6. VS.PHP 8. KDevelop 9. PSPAD 10.Quanta . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

7. Delphi for PHP

WikiBooks, Democratizando o Conhecimento

http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP Pgina 2/644 11.BlueFish 12.PHPEdit 13.Geany . 14.NotePad++ 5. Referncias 1. Windows 2. Linux . 3. HTML 4. JavaScript 5. CSS 6. PHP . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 101 107 128 135 151 160 206 208 210 223 244 248 252 256 257 263 264 265 266 268 289 290 293 294 302 304 306 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 95 96 97 100

7. Livros e E-books 8. Cursos na rea 6. Administrao de SGBDs 1. MySQL 2. PostgreSQL 3. SQLite

7. Geradores de Aplicativos

1. phpCodeGenie (com MySQL) 3. phpMyEdit 4. DadaBik 5. PHPLibDev . . . . . . . . . .

2. SQLMaestro (com os principais SGBDs)

6. Web Form Generator .

7. PHP Code Generator (com MySQL, PostgreSQL, Access ...) 8. CMSs (Sistemas Gerenciadores de Contedo) 1. Joomla (Portais) 2. Mambo (Portais) 3. Drupal (Portais) 4. Xoops (Portais) 5. MediaWiki (wikis) 6. WordPress (blogs) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

7. eGroupWare (colaborao) 8. Moodle (eLearning) .

WikiBooks, Democratizando o Conhecimento

http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP Pgina 3/644 9. FrameWorks 1. P4A . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 308 323 324 325 326 328 336 339 342 344 345 362 376 378 380 389 392 396 416 419 422 426 436 438 446 452 455 473 475 477 2. Zend . 3. Seagull 4. CodeIgniter 5. QCodo 6. Zephyr-php 7. CakePHP 8. Symfony 9. Prado . 10.ZFRails 1. AdoDB 2. PEAR/DB 1. Formulrios 2. URLs . 3. Funes 5. Session 7. Path .

10.Abstraes de Bancos de Dados

11.Trabalhando em PHP com

4. Constantes mgicas e super globais . 6. Arquivos e Diretrios 8. Includes

9. Formatao da sada . 10.Imagens e Grficos 11.Nmeros 12.Strings . .

13.Permisses de arquivos e diretrios . 14.Validao de Dados . 15.Arrays 16.XML . 17.Cookies 1. MySQL . . . . . . . .

12.Integrao do PHP com SGBDs

WikiBooks, Democratizando o Conhecimento

http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP Pgina 4/644 2. PostgreSQL 3. SQLite 13.Recursos Extras 1. Controle de Estoque . 2. Loja Virtual . . . . . . . 3. Cdigo de Barras 4. Boleto bancrio 5. PHP-GTK . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 498 499 502 512 513 515 517 518 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 488 495 496

4. IBM DB2 Express

6. Contadores de visitas . 7. Livros de visitas 8. Chats . 10.Forums 11.Enquetes 12.Geradores de Relatrios 13.Integrao com AJAX 14.Integrao com Flash 15.Integrao com Java . 16.Bibliotecas de Funes 17.Tratamento de Erros 18.Compilando o PHP 19.Flex . . 14.Orientao a Objetos 1. Teoria e exerccios 3. Ferramentas . 15.Aplicativos de Exemplo com 1. MySQL 2. PostgreSQL 3. SQLite 16.Apndices 1. Anlise e Projeto 2. Design . . . . . . . . . . . . . . 9. Suporte Online

. . . . . . . . . . . . . . .

. . . . . . . . . . . . . . .

. . . . . . . . . . . . . . .

. . . . . . . . . . . . . . .

. . . . . . . . . . . . . . .

. . . . . . . . . . . . . . .

519 531 535 538 539 542 543 549 562 563 565 566 567 568 580

2. Aplicativos de exemplo

WikiBooks, Democratizando o Conhecimento

http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP Pgina 5/644 3. Hospedagem e Domnio 1. Domnio 4. Segurana . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 584 585 586 609 626 627 629 634 637 638 640 641

2. Hospedagem de Site com cPanel 5. Documentao 6. Informaes Diversas 7. Oportunidade de Trabalho

1. Elaborao de Currculos 2. Tcnicas de Entrevistas 3. Preos de Servios 8. Redes . . . . 9. Editores Grficos . . .

Contribuidores

Daniel Ratkevicius (PHP+FLASH) - Contatos: [email protected][1] ou [2] Eric Silva - Contatos: [email protected][3] Haroldo Barbosa - Contatos: [email protected][4] Jackson Araujo - Contatos: [email protected][5] Jamires Lontra [Varginha/MG] - Contato: [email protected] Ribamar FS - Contatos: ribafs[ ]users.sourceforge.net [6] e [7]. William G. Comnisky - Contatos: [email protected][8] ou [9]

Retirado de "http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP"

WikiBooks, Democratizando o Conhecimento

http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP Pgina 6/644

Aplicativos em PHP/Introduo/HistriaDe Wikibooks< Aplicativos em PHP | Introduo

Contedo

1 PHP na Wikipedia 2 A Histria do PHP 2.1 Verso 1 2.2 Verso 2 2.3 Verso 3 2.4 Verso 4 2.5 Verso 5 2.6 Verso 6

PHP na WikipediaA linguagem surgiu por volta de 1994, como um subconjunto de scripts Perl criados por Rasmus Lerdof, com o nome PHP/FI (Personal Home Page Tools/Forms Interpreter). Com as adies de Zeev Suraski e Andi Gutmans, dois programadores israelitas pertencentes ao Technion, o Instituto Israelita de Tecnologia, que reescreveram o parser, era lanada em 1997 a PHP 3, primeira verso estvel e parecida com a linguagem atual. Ao reescrever o parser, foi criado o Zend Engine, que mantido oficialmente pela empresa Zend em conjunto com a comunidade PHP. Em Maio de 2000 veio a pblico a verso 4, e em Julho de 2004, a verso 5, onde a principal mudana foi uma nova API para orientao a objetos provida pelo Zend Engine 2. Trata-se de uma linguagem extremamente modularizada, o que a torna ideal para instalao e uso em servidores web. Diversos mdulos so criados no repositrio de extenses PECL (PHP Extension Community Library) e alguns destes mdulos so introduzidos como padro em novas verses da linguagem. muito parecida, em tipos de dados, sintaxe e mesmo funes, com a linguagem C e com a C++. Pode ser, dependendo da configurao do servidor, embutida no cdigo HTML. Existem verses do PHP disponveis para os seguintes sistemas operacionais: Windows, Linux, FreeBSD, Mac OS, OS/2, AS/400, Novell Netware, RISC OS, IRIX e Solaris A Wikipdia funciona sobre um software inteiramente escrito em PHP, usando bases de dados MySQL: o MediaWiki. Construir uma pgina dinmica baseada em bases de dados simples ,(em parte, vale lembrar), com PHP, este prov suporte a um grande nmero de bases de dados: Oracle, Sybase, PostgreSQL, InterBase, MySQL, SQLite, MSSQL, Firebird etc, podendo abstrair o banco com a biblioteca ADOdb, entre outras.

WikiBooks, Democratizando o Conhecimento

http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP Pgina 7/644 PHP tem suporte aos protocolos: IMAP, SNMP, NNTP, POP3, HTTP, LDAP, XML-RPC, SOAP. possvel abrir sockets e interagir com outros protocolos. E as bibliotecas de terceiros expandem ainda mais estas funcionalidades. Existem iniciativas para utilizar o PHP como linguagem de programao de sistemas fixos (desktop). A mais notvel a PHP-GTK. Trata-se de um conjunto do PHP com a biblioteca GTK, portada do C++, fazendo assim softwares inter-operacionais entre Windows e Linux. Segundo o Manual Oficial do PHP A Histria do PHP e projetos relacionados

A Histria do PHPO PHP percorreu um longo caminho ao nesses poucos anos. Criada para ser uma das mais poderosas e proeminentes linguagens da Web no foi uma tarefa fcil. Aqueles que se interessaram momentaneamente em ver como o PHP cresceu e se tornou o que hoje, continue lendo. Verses do antigo PHP pode ser encontrado em PHP Museum. A Histria do PHP

Verso 1PHP/FI O PHP sucede de um produto mais antigo, chamado PHP/FI. PHP/FI foi criado por Rasmus Lerdorf em 1995, inicialmente como simples scripts Perl como estatsticas de acesso para seu currculo online. Ele nomeou esta srie de script de 'Personal Home Page Tools'. Como mais funcionalidades foram requeridas, Rasmus escreveu uma implementao C muito maior, que era capaz de comunicar-se com base de dados, e possibilitava usurios desenvolver simples aplicativos dinmicos para Web. Rasmus resolveu disponibilizar o cdigo fonte do PHP/FI para que todos pudessem ver, e tambm us-lo, bem como fixar bugs e melhorar o cdigo. PHP/FI, que significa Personal Home Page / Forms Interpreter, inclua algumas funcionalidades bsicas do PHP que ns conhecemos hoje. Ele usava variveis no estilo Perl, interpretao automtica de variveis vindas de formulrio e sintaxe embutida no HTML. A sua prpria sintaxe era similar a do Perl, porm muito mais limitada, simples, e um pouco inconsistente.

Verso 2Em 1997, PHP/FI 2.0, a segunda verso da implementao C, obteve milhares de usurios ao redor do mundo (estimado), com aproximadamente 50,000 domnios reportando que tinha PHP/FI 2.0 instalado, angariando 1% dos domnios da Internet. Enquanto isto havia milhares de pessoas contribuindo com pequenos cdigos para o projeto, e ainda assim

WikiBooks, Democratizando o Conhecimento

http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP Pgina 8/644 O PHP/FI 2.0 foi oficialmente lanado somente em Novembro de 1997, aps perder a maior parte de sua vida em verses betas. Ele foi rapidamente substitudo pelos alfas do PHP 3.0.

Verso 3O PHP 3.0 foi a primeira verso que se assemelha ao PHP que ns conhecemos hoje. Ela foi criada por Andi Gutmans e Zeev Suraski em 1997 e foi totalmente reescrito, aps eles descobrirem que o PHP/FI 2.0 poderia ajud-los a desenvolver suas prprias aplicaes de eCommerce de um projeto da Universidade. No esforo cooperativo e iniciativa de comear o PHP/FI partir da base-usurio existente, Andi, Rasmus e Zeev decidiram cooperar e anunciar o PHP 3.0 como uma verso oficial de seu sucessor o PHP/FI 2.0, e o desenvolvimento do PHP/FI 2.0 foram descontinuados. Uma das maiores caractersticas do PHP 3.0 era sua forte capacidade de extensibilidade. Alm de oferecer aos usurios finais uma infraestrutura slida para diversos bancos de dados, protocolos e APIs, o extensibilidade do PHP 3.0 atra dezenas de desenvolvedores para se juntar e submeter novos mdulos. Esta a chave do tremendo sucesso do PHP 3.0. Outras caractersticas chaves introduzidas no PHP 3.0 foram o suporte sintaxe para orientao objetos e uma sintaxe muito mais poderosa e consistente. Toda a nova verso da linguagem foi realizada sob um novo nome, que removeu a impresso do limitado uso pessoal que o PHP/FI 2.0 prendeu. Ela foi nomeada simplesmente 'PHP', com o significado que um acrnimo - PHP: Hypertext Preprocessor. No final de 1998, o PHP obteve uma base de dezenas de milhares de usurios (estimativa) e centenas de milhares de Web sites relatando que o tinham instalado. Em seu pico, o PHP 3.0 foi instalado em aproximadamente 10% dos servidores Web da Internet. O PHP 3.0 foi oficialmente lanado em Junho de 1998, depois de ter passado aproximadamente 9 meses em testes pblicos.

Verso 4O PHP 3.0 foi oficialmente lanado em Junho de 1998, depois de ter passado aproximadamente 9 meses em testes pblicos. Os objetivos do projeto eram melhorar a performance de aplicaes complexas, e melhorar a modularidade do cdigo base do PHP.Tais aplicaes foram possveis por causa das novas caractersticas do PHP 3.0 e o suporte a uma variedade de banco de dados de terceiros e APIs, mas o PHP 3.0 no foi projetado para trabalhar com aplicaes muito complexas eficientemente. A nova engine, dublado 'Zend Engine' (conhecidos pelos seus primeiros nomes, Zeev e Andi), fazendo desse objetivo um sucesso, e foi introduzida em meados de 1999. PHP 4.0, baseado nesta engine, e acompanhado com uma srie de novas caractersticas, foi oficialmente lanada em Maio de 2000, quase dois anos aps o seu predecessor, o PHP 3.0. Alm da altssimo melhoramento da performance desta verso, o PHP 4.0 incluiu outras caractersticas chave como o suporte para muitos servidores WEB, sesses HTTP, buffer de sada, maneiras mais seguras de manipular input de usurios e muitas construes novas na linguagem. WikiBooks, Democratizando o Conhecimento

http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP Pgina 9/644 PHP 4 a ltima verso lanada do PHP. O trabalho j comeou na modificao e melhoramento da Zend Engine para integrar novas caractersticas que foram designadas para o PHP 5.0. Hoje, o PHP est comeando a ser usado por centenas de milhares de desenvolvedores (estimativa), e muitos milhes de sites reportam que tem o PHP instalado, que explica os 20% de domnios da Internet. A equipe de desenvolvimento do PHP contm dezenas de desenvolvedores, bem como dezenas de outros que trabalham com projetos relacionados ao PHP como o PEAR e a documentao do projeto.

Verso 5A ltima verso 5 estvel do PHP a 5.2.3 Download em http://www.php.net/downloads.php#v5 Notas da verso http://www.php.net/releases/5_2_3.php Changelog http://www.php.net/ChangeLog-5.php#5.2.3

Verso 6- Primeiras informaes do PHP 6.0 - http://www.robsonjunior.com.br/post/primeiras-informacoesphp6/ - O PHP6 ainda no saiu mas j est causando polmicas. Veja os artigos: Prepare for PHP 6 - http://www.corephp.co.uk/archives/19-Prepare-for-PHP-6.html - Mudanas no PHP6 so polmicas http://www.meiobit.com/destaque/mudancas_no_php6_serao_polemicas - PHP6 - O PRINCIPIO DA MUDANA - http://phpexperts.blogspot.com/2007/03/php6-oprincipio-da-mudana.html Retirado de "http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP/Introdu%C3%A7%C3%A3o/Hist%C3%B3ria" Page categories: PHP

WikiBooks, Democratizando o Conhecimento

http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP Pgina 10/644

Aplicativos em PHP/Introduo/Caractersticas e RecursosDe Wikibooks< Aplicativos em PHP | Introduo Segundo a Wikipedia em http://pt.wikipedia.org/wiki/Php#Hist.C3.B3rico A linguagem PHP uma linguagem de programao de domnio especfico, ou seja, seu escopo se concentra em um campo de atuao que o Desenvolvimento Web, embora tenha variantes como o PHP-GTK. Seu propsito solucionar problemas Webs da maneira mais fcil possvel.

Contedo

1 Caractersticas principais: 2 O Que o PHP Pode Fazer? 3 Esses so os maiores campos onde os scripts PHP podem ser utilizados: 4 Suporte a Sistemas Operacionais 5 Suporte a Flash, PDF e XML 6 Suporte a SGBDs 7 Diversos Outros Recursos

Caractersticas principais:* * * * * Orientao a objeto Portabilidade Independncia de plataforma - "write once run anywhere"; Tipagem fraca Sintaxe similar a Linguagem C/C++ e o PERL

Segundo o Manual oficial

O Que o PHP Pode Fazer?Qualquer coisa. O PHP focado para ser uma linguagem de script do lado do servidor, portanto, voc pode fazer qualquer coisa que outro programa CGI pode fazer, como: coletar dados de formulrios, gerar pginas com contedo dinmico ou enviar e receber cookies. Mas o PHP pode fazer muito mais.

WikiBooks, Democratizando o Conhecimento

http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP Pgina 11/644

Esses so os maiores campos onde os scripts PHP podem ser utilizados:- Script no lado do servidor (server-side). Este o mais tradicional e principal campo de atuao do PHP. Voc precisa de trs coisas para seu trabalho. O interpretador do PHP (como CGI ou mdulo), um servidor web e um browser. Basta rodar o servidor web conectado a um PHP instalado. Voc pode acessar os resultados de seu programa PHP com um browser, visualizando a pgina PHP atravs do servidor web. Todos eles podem rodar na sua mquina, em casa, para voc experimentar programao com o PHP. Veja a seo das instrues de instalao para mais informaes. - Script de linha de comando. Voc pode fazer um script PHP funcionar sem um servidor web ou browser. A nica coisa necessria o interpretador. Esse tipo de uso ideal para script executados usando o cron ou o Agendador de Tarefas (no Windows). Esses scripts podem ser usados tambm para rotinas de processamento de texto. Veja a seo Utilizando o PHP em linha de comando para maiores informaes. - Escrevendo aplicaes desktop. O PHP provavelmente no a melhor linguagem para criao de aplicaes desktop com interfaces grficas, mas se voc conhece bem o PHP, e gostaria de usar alguns dos seus recursos avanados nas suas aplicaes do lado do cliente, voc pode usar o PHP-GTK para escrever programas assim. Isso ainda lhe habilita a escrever aplicaes multi-plataformas. O PHP-GTK uma extenso do PHP, no disponibilizada na distribuio oficial. Caso esteja interessado no PHP-GTK, visite o site do projeto (http://www.gtk.org/).

Suporte a Sistemas OperacionaisO PHP pode ser utilizado na maioria dos sistemas operacionais, incluindo Linux, vrias variantes Unix (incluindo HP-UX, Solaris e OpenBSD), Microsoft Windows, Mac OS X, RISC OS, e provavelmente outros. O PHP tambm suportado pela maioria dos servidores web atuais, incluindo Apache, Microsoft Internet Information Server, Personal Web Server, Netscape and iPlanet Servers, Oreilly Website Pro Server, Caudium, Xitami, OmniHTTPd, e muitos outros. O PHP pode ser configurado como mdulo para a maioria dos servidores, e para os outros como um CGI comum. Com o PHP, portanto, voc tem a liberdade para escolher o sistema operacional e o servidor web. Do mesmo modo, voc pode escolher entre utilizar programao estrutural ou programao orientada a objeto, ou ainda uma mistura deles. Mesmo sem todos os recursos da POO (Programao Orientada a Objetos) implementados no PHP 4, muitas bibliotecas de cdigo e grandes aplicaes (incluindo a biblioteca PEAR) so escritas somente em cdigo POO. O PHP 5 corrige as fraquezas da POO do PHP 4, e introduz um modelo de objetos completo.

Suporte a Flash, PDF e XMLCom PHP voc no est limitado a gerar somente HTML. As habilidades do PHP incluem gerao de imagens, arquivos PDF e animaes Flash (utilizando libswf ou Ming) criados dinamicamente, on the fly. Voc pode facilmente criar qualquer padro texto, como XHTML e outros arquivos XML. O PHP pode gerar esses padres e os salvar no sistema de arquivos, em vez de imprimi-los, formando um cache dinmico de suas informaes no lado do servidor.

WikiBooks, Democratizando o Conhecimento

http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP Pgina 12/644

Suporte a SGBDsTalvez a mais forte e mais significativa caracterstica do PHP seu suporte a uma ampla variedade de SGBDs. Escrever uma pgina que consulte um banco de dados incrivelmente simples. Os seguintes SGBDs so atualmente suportados:Adabas D InterBase PostgreSQL dBase FrontBase SQLite Empress mSQL Solid FilePro (read-only) Direct MS-SQL Sybase Hyperwave MySQL Velocis IBM DB2 ODBC Unix dbm Informix Oracle (OCI7 and OCI8) Ingres Ovrimos

Tambm foi providenciada uma abstrao de banco de dados DBX permitindo a voc utilizar qualquer SGBD transparentemente com sua extenso. Adicionalmente, o PHP suporta ODBC (Open Database Connection, ou Padro Aberto de Conexo com Bancos de Dados), permitindo que voc utilize qualquer outro SGBD que suporte esse padro mundial.

Diversos Outros RecursosO PHP tambm tem suporte para comunicao com outros servios utilizando protocolos como LDAP, IMAP, SNMP, NNTP, POP3, HTTP, COM (em Windows) e incontveis outros. Voc pode abrir sockets de rede e interagir diretamente com qualquer protocolo. O PHP tambm suporta o intercmbio de dados complexos WDDX, utilizado em virtualmente todas as linguagens de programao para web. Falando de comunicao, o PHP implementa a instanciao de objetos Java e os utiliza transparentemente como objetos PHP. Voc ainda pode usar sua extenso CORBA para acessar objetos remotos. O PHP extremamente til em recursos de processamento de texto, do POSIX Estendido ou expresses regulares Perl at como interpretador para documentos XML. No processamento de XML, o PHP 4 suporta os padres SAX e DOM, alm de voc tambm poder utilizar a extenso XSL para transformar documentos XML. O PHP 5 padroniza toda a extenso XML a partir da base slida da libxml2, alm de estender os recursos com o acrscimo ao SimpleXML e XMLReader. Utilizando o PHP no campo do e-commerce, voc poder usar as funes especficas para Cybescash, CyberMUT, Verysign Payflow Pro e MCVE, prticos sistemas de pagamento online. Por ltimo mas longe de terminar, temos tambm outras extenses interessantes: funes para o search engine mnoGoSearch, funes para Gateway IRC, vrios utilitrios de compresso (gzip, bz2), calendrio e converses de datas, traduo... Como voc pode ver, esta pgina no suficiente para descrever todos os recursos e benefcios que o PHP pode oferecer. Leia nas sees sobre a Instalao do PHP, e veja a referncia das funes para detalhes das extenses mencionadas aqui.

WikiBooks, Democratizando o Conhecimento

http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP Pgina 13/644 Popularidade do PHP Atualmente o PHP uma das mais populares linguagens de desenvolvimento da Web, provavelmente a mais.Veja as estatsticas neste site: http://www.nexen.net/chiffres_cles/phpversion/. Vale lembrar que ser a mais popular gera muitas vantagens mas tambm gera desvantagens. No bom ficar se iludindo que apenas por ser a mais popular a melhor para tudo, pois no verdade. PHP uma tima linguagem, fcil de aprender, conta com muitos recursos j prontos para o programador, tem uma tima documentao e uma grande comunidade ao redor do mundo, mas est longe de ser perfeita. Sei tambm que nenhuma perfeita, mas lembre-se que para que voc possa fazer uma avaliao adequada de que realmente necessrio para o que voc precisa, dever conhecer bem a linguagem para s ento fazer uma avaliao correta. Retirado de "http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP/Introdu%C3%A7%C3%A3o/Caracter%C3%A Dsticas_e_Recursos" Page categories: PHP

WikiBooks, Democratizando o Conhecimento

http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP Pgina 14/644

Aplicativos em PHP/IntelignciaEmocionalDe Wikibooks< Aplicativos em PHP

Contedo

1 O Que PHP tem a ver com Inteligncia Emocional? 2 Ser Inteligente de Fato 3 Falta de Inteligncia Emocional 4 Valorizao do Profissional Inteligente Emocionalmente 5 Algumas Idias do Daniel Goleman 6 Como Melhorar a IE? 7 Inteligncia Emocional na Wikipedia 8 Administrando com Inteligncia Emocional 9 Concluindo sem fechar 10 Resumo do Livro Caindo na Real 11 Dicas para ser mais criativo 12 Regras de Ouro para uma boa Estimulao 13 Referncias

O Que PHP tem a ver com Inteligncia Emocional?"At pouco tempo atrs o sucesso de uma pessoa era avaliado pelo raciocnio lgico e habilidades matemticas e espaciais (QI). Mas o psiclogo Daniel Goleman, PhD, com seu livro "Inteligncia Emocional" retoma uma nova discusso sobre o assunto. Ele traz o conceito da inteligncia emocional como maior responsvel pelo sucesso ou insucesso das pessoas. A maioria das situaes de trabalho envolvida por relacionamentos entre as pessoas. Desta forma pessoas com qualidades de relacionamento humano, como afabilidade, compreenso, gentileza tm mais chances de obter o sucesso."

Essa imagem representa uma forma sadia de crescer na vida e profissionalmente: subir ajudando outros a subirem. Isso mostra generosidade e sabedoria. Imagine algum que cresce assim: como ser o comportamento do colega que ele ajudou a crescer? Ser que ele ir procurar prejudic-lo em sua carreira.

WikiBooks, Democratizando o Conhecimento

http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP Pgina 15/644

WikiBooks, Democratizando o Conhecimento

http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP Pgina 16/644 Agora visualizemos (nem mostrarei imagem :)) algum que sobe pisando em quem estiver em seu caminho. Ser essa a forma mais sbia de subir? Ser que os colegas machucados em seu caminho iro ajud-lo a continuar subindo? Acontece que todo programador um ser humano, com sentimentos e emoes como qualquer outro. importante lembrar que esse lado do programador muito importante em seu desempenho final e dependendo de como lidarmos com nossas emoes poderemos ser mais ou menos bem sucedidos em nossos empreendimentos. Geralmente qualquer especialista considera-se superior aos demais por ter um bom domnio de uma rea que os demais no conhecem. Isso o leva a menosprezar outros conhecimentos que no sejam os de sua rea. Com isso fecha-se deixando de aprender muitas coisas importantes e isola-se em seus relacionamentos.

Ser Inteligente de FatoPara sermos realmente inteligentes devemos ser sensveis a todas as reas de atuao humano e at alm delas (j que existem reas que esto alm dos conhecimentos, como a criatividade, a esttica, etc). Particularmente a rea psicolgica deve ser levada a srio. Em nossa cultura praticamente no se fala nem se estuda sobre nosso interior, nossas emoes e cia.

Falta de Inteligncia EmocionalDe que adianta ter um grande potencial, ter muito conhecimento, ser muito inteligente e criativo em algumas reas e no conseguir conviver bem com suas emoes e sair criando confuso a todo o momento com clientes, colegas de trabalho, familiares, etc? Para realmente usufruir do nosso potencial e ainda por cima melhor-lo a cada dia devemos aprender a lidar da melhor maneira possvel com nossas emoes e sentimentos.

Valorizao do Profissional Inteligente EmocionalmenteAtualmente as grandes e organizadas empresas esto dando muita importncia para algo que se est chamando de Inteligncia Emocional, que esta capacidade de lidar bem com o lado emocional, especialmente para os cargos mais importantes das empresas.

Algumas Idias do Daniel GolemanExiste polmica sobre quem o pai da inteligncia emocional mas quanto ao seu principal divulgador no existe dvida, o psiclogo Daniel Goleman. Algumas habilidades emocionais so consideradas importantes para que uma pessoa alcance seus objetivos, seja feliz e alcance sucesso na vida. Dentre elas so citadas o controle do temperamento, adaptabilidade, persistncia, amizade, respeito, amabilidade e empatia. Goleman apresenta os seguintes nveis de Inteligncia Emocional: - Auto-conhecimento emocional - Autoconscincia: conhecimento que o ser humano tem de si prprio, de seus sentimentos ou intuio. Esta competncia fundamental para que o homem tenha confiana em si (autoconfiana) e conhea seus pontos fortes e fracos;

WikiBooks, Democratizando o Conhecimento

http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP Pgina 17/644 - Controle emocional - Capacidade de gerenciar os sentimentos: importante saber lidar com os sentimentos. A pessoa que sabe controlar seus prprios sentimentos se d bem em qualquer lugar que esteja ou em qualquer ato que realize. - Auto- motivao - Ter vontade de realizar, otimismo: Pr as emoes a servio de uma meta. A pessoa otimista consegue realizar tudo que planeja pois tem conscincia que todos os problemas so contornveis e resolvveis. - Reconhecer emoes nos outros - Empatia: saber se colocar no lugar do outro. Perceber o outro. Captar o sentimento do outro. A calma fundamental para que isso acontea. Os problemas devem ser resolvidos atravs de conversas claras. As exploses devem ser evitadas para que no prejudique o relacionamento com os outros. - Habilidade em relacionamentos inter-pessoais - Aptido social: a capacidade que a pessoa deve ter para lidar com emoes do grupo. A arte dos relacionamentos deve-se, em grande parte em saber lidar com as emoes do outro. Saber trabalhar em equipe fundamental no mundo atual. Os sentimentos mais fortes do homem so a tristeza, a alegria e a raiva. fundamental saber lidar com eles. As pessoas que sabem controlar suas emoes so aquelas que obtm mais sucesso na vida, em qualquer tipo de medio, provas de vestibular, etc. Segundo Goleman: "emoes so sentimentos a se expressarem em impulsos e numa vasta gama de intensidade, gerando idias, condutas, aes e reaes. Quando burilados, equilibrados e bemconduzidos transformam-se em sentimentos elevados, sublimados, tornando-se, a sim virtudes."

Como Melhorar a IE?Vale ressaltar que no ajuda ficar dizendo ou pensando: "Eu sou assim mesmo e no posso mudar". O primeiro passo perceber e depois admitir que existe algo em voc que precisa melhorar. Depois disso procurar se informar ao mximo sobre o assunto e ter conscincia de que pode e deve fazer algo para mudar. Fique atento, observe a si mesmo nas relaes, procure perceber por que age e reage assim. Sempre que perceber uma reao que deseja mudar, pare, perceba e procure mudar. No condene a si por ser como , isso de nada ajuda. Encare os fatos:existe algo em voc que pretende mudar e isso que ir fazer. No desanime com as dificuldades, lembre que est fazendo algo que o tornar melhor, melhor profissional, mais valorizado, mais importante para os colegas, para a empresa e para voc tambm. Algum melhor.

Inteligncia Emocional na WikipediaNa psicologia, inteligncia emocional um tipo de inteligncia que envolve as habilidades para perceber, entender e influenciar as emoes. Foi introduzida e definida por John D. Mayer e Peter Salovey. Inteligncia emocional, chamada tambm EI medida frequentemente como um Quociente de inteligncia Emocional ou um QE emocional, descrevem uma habilidade, uma capacidade, ou uma habilidade de perceber, para avaliar e controlar as emoes de si mesmo, de outro, e dos grupos. Entretanto, sendo uma rea relativamente nova, a definio da inteligncia emocional est ainda em um estado do fluxo. Alguns, tais como John D. Mayer (2005a) preferem distinguir o conhecimento emocional da inteligncia emocional, como discutido abaixo. Administrando a IE

WikiBooks, Democratizando o Conhecimento

http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP Pgina 18/644 Em empresas ultrapassadas, o executivo que no se deixava levar pelo lado emocional em relao aos seus funcionrios era valorizado, pela simples crena de que seria impossvel lidar com as pessoas em situaes que exigissem uma atitude mais drstica. Pensava-se que usar o corao no lugar da cabea iria causar conflitos entre interesses pessoais e as metas organizacionais. As decises duras no poderiam ser tomadas sem um distanciamento afetivo, mesmo havendo a probabilidade de tom-las de modo mais humano. Entretanto, esse tipo de profissional , claramente, do passado. O executivo atual aquele que possui uma elevada habilidade de relacionamento inter-pessoal. Um administrador mais humano extremamente necessrio nos dias atuais e futuramente ainda mais. O custo-benefcio da utilizao da IE nas empresas uma idia nova, porm muito evidente. O administrador deve proporcionar abertura para sugestes, saber criticar pela melhor forma, assim como elogiar, deve tambm saber como dissuadir preconceitos e trabalhar em equipe. O ambiente de trabalho no deve ser um ambiente de discrdia, intriga, sem abertura e amedrontador.

Administrando com Inteligncia EmocionalComearei pelo 1 fator importante na administrao da IE: - O feedback Como o melhor meio de se aplicar o feedback? O feedback no pode ser postergado. Uma vez que ele no efetuado enquanto o assunto est "quente", ele acaba no sendo mais to especfico, fica acumulado e acaba sendo aplicado de forma ampla e destrutiva. - Ser especfico. muito importante utilizar a especificidade tanto na crtica, como no elogio. O foco deve ser somente no problema e no no trabalho inteiro. - Oferecer uma soluo. A crtica deve sempre ser acompanhada de uma sugesto de como melhorar. Sem uma soluo, a crtica fica vazia e acaba atingindo o indivduo pessoalmente, deixando-o desmoralizado. - Fazer a crtica pessoalmente. No deve-se criticar ou elogiar por outro meio que no seja cara a cara. Este o meio mais franco de se passar alguma informao, alm de estar fornecendo a oportunidade de esclarecimentos. - Seja sensvel. Tente ser emptico com seus comandados, voc deve possuir uma sintonia emocional com as pessoas, sinta o que elas precisam, o que querem dizer, ou seja, o que elas esto sentindo.

Concluindo sem fecharLembre que voc vive no mundo em constante relacionamento com outros seres humanos que podero te ajudar ou te prejudicar, dependendo muito de como voc os trata. No basta apenas ajudar com a inteno de ser ajudado ou de evitar ser prejudicado, importante que realmente sinta a vontade de colaborar, de melhorar a vida de outras pessoas. Mesmo quando estiver pretendendo tirar proveito, obter lucro, mesmo nestas situaes, tenha em mente que o seu servio ou produto ir ajudar a melhorar a vida de outras pessoas. Ganhar dinheiro no deve ser o objetivo principal, mas uma conseqncia de um trabalho, ou servio, bem feito e que de fato ajuda outras pessoas.

WikiBooks, Democratizando o Conhecimento

http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP Pgina 19/644

Resumo do Livro Caindo na RealApenas clique no linque acima para ler o resumo.

Dicas para ser mais criativo- Nunca se contente com a primeira idia que lhe ocorrer. Busque outras para, entre muitas, escolher a melhor - No se acomode. Sempre existe uma maneira de fazer melhor, mais rpido ou com menor custo aquilo que voc j faz. Se voc no pensar nisso, algum ir pensar - Seja curioso. Evite reproduzir tarefas mecanicamente. Busque as causas, os porqus, as implicaes. Muitas idias surgem da - Idias no saem do nada. Associe, adapte, substitua, modifique, reduza. As combinaes so infinitas - No acredite em bordes como "isso nunca vai funcionar" ou "em time que est ganhando no se mexe". O novo sempre assusta. Toda idia tem de quebrar resistncias - Tenha iniciativa. Muitas boas idias acabam no fundo da gaveta porque seus autores no tomam a deciso de mostr-las aos outros - Oua os outros. Principalmente se eles pensam diferente de voc. As idias se desenvolvem com a divergncia - Faa de vez em quando coisas que contrariem seus hbitos, no trabalho ou no lazer. Por exemplo: se voc gosta de filmes de ao, assista a um drama romntico. Se f de rock, tente o jazz. Sair da rotina sempre estimulante para o crebro Esta mensagem pode ser encontrada no site "Contando Histrias", no endereo http://www.contandohistorias.com.br/historias/2004097.php Veja tambm: -- Um aluno diferente -- [ http://www.contandohistorias.com.br/historias/2006195.php ] -- O humor cura -- [ http://www.contandohistorias.com.br/historias/2006089.php ] -- A cobra e o vagalume -- [ http://www.contandohistorias.com.br/historias/2004007.php ] -- As estatsticas do amor -- [ http://www.contandohistorias.com.br/historias/2004047.php ] -- Amizade -- [ http://www.contandohistorias.com.br/historias/2004028.php ]

WikiBooks, Democratizando o Conhecimento

http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP Pgina 20/644

Regras de Ouro para uma boa EstimulaoDo site Portal da Famlia - http://www.portaldafamilia.org/artigos/artigo161d.shtml Recomendaes para pais mas boa parte se aplica a praticamente todas os casos. A mente bem desenvolvida, a paixo por aprender e a habilidade de fazer o conhecimento funcionar so as novas chaves para o Futuro.Regras de ouro para uma boa estimulao Deve ser nova; Interessante; Alegre; Variada; Curta, que no cansa; Ldica: seu objetivo brincar aprendendo; Do mais fcil ao mais complicado; Empregando uma pedagogia positiva, reforando seus xitos; O melhor presente um sorriso de seus pais ou uma carcia; Sem perguntas de nenhum tipo no se fazem exames; Os melhores jogos de estimulao so vocs mesmos.

* Para aprofundar no assunto, procure ler: - Como multiplicar a inteligncia do seu beb Glenn Doman - Como ensinar seu beb a ler Glenn Doman - Como ensinar matemtica a seu beb Glenn Doman Editora Artes e Ofcios

Referncias- Bom site com artigos e links sobre Inteligncia Emocional - http://www.din.uem.br/ia/emocional/ - Teste de Inteligncia Emocional - http://www.cpsimoes.net/testeqie/testeqie.html - Artigos sobre Inteligncia Emocional http://www.seducaoecomportamento.com.br/autodes06.htm - Inteligncia Emocional na Sala de Aula - http://www.centrorefeducacional.com.br/intemoci.htm - Entrevista com Daniel Goleman - http://www.abrae.com.br/entrevistas/entr_gol.htm - Um Estudo de Validade sobre a Capacidade de Perceber Emoes http://www.scielo.br/pdf/prc/v16n2/a08v16n2.pdf - AUTODIAGNSTICO: TESTE SUA INTELIGNCIA EMOCIONAL http://www.guiarh.com.br/z84.htm Retirado de "http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP/Intelig%C3%AAnciaEmocional" Page categories: PHP

WikiBooks, Democratizando o Conhecimento

http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP Pgina 21/644

Aplicativos em PHP/IntelignciaEmocional/Resumo do Livro Caindo na RealDe Wikibooks< Aplicativos em PHP | IntelignciaEmocional

2.8 - Resumo do Livro "Caindo na Real"O que Caindo na Real? Quer construir uma aplicao web de sucesso? Ento hora de Cair na Real. Caindo na Real o menor, mais rpido e melhor caminho para construir software. - Caindo na Real sobre pular todas as coisas que 'no' * representam a realidade (cartas, grficos, caixas, setas, esquemas, wireframes, etc.) e realmente construir a coisa real. - Caindo na Real menos. Menos massa, menos software, menos funcionalidades, menos papis, menos tudo que no essencial (e a maioria do que voc pensa ser essencial realmente no ). - Caindo na Real permanecer pequeno e ser gil. - Caindo na Real inicia com a construo da interface, ou seja, as telas reais que as pessoas iro utilizar. Comea com as experincias reais dos clientes, construindo a partir disso para trs. Dessa forma voc obtm a interface adequada antes de obter um software errado. - Caindo na Real sobre iteraes e baixar os custos da mudana. Caindo na Real tem tudo a ver com lanamento, refinamento e melhorar constantemente, o que o torna o caminho perfeito para software baseado em web. - Caindo na Real entrega exatamente o que os clientes precisam e elimina qualquer coisa que no precisam. * adicionei por considerar que faltava Os benefcios de Caindo na Real Caindo na Real entrega melhores resultados porque o fora a lidar com os problemas reais que est tentando resolver em vez de suas idias sobre esses problemas. Ele o fora a lidar com a realidade. Caindo na Real pula especificaes funcionais e outras documentaes transitrias em favor de construir telas reais. Uma especificao funcional para ingls ver, uma iluso de um acordo, enquanto uma pgina web pronta realidade. isso que seus clientes iro ver e usar. isso que importa. Caindo na Real o leva l mais rpido. E isso signfica que est tomando decises de software baseado na coisa real em vez de noes abstratas. WikiBooks, Democratizando o Conhecimento

http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP Pgina 22/644 Finalmente, Caindo na Real a maneira que se encaixa idealmente para software baseado em web. O modelo convencional de entregar software em uma caixa e ento esperar um ano ou dois para entregar uma atualizao est desaparecendo. Diferente de software instalado, aplicaes web podem evoluir constantemente de maneira diria. Caindo na Real abre essa vantagem por tudo que ele vale. Como Escrever Software Vigoroso Escrita vigorosa concisa. Uma sentena no deve conter palavras desnecessrias, um pargrafo no deve conter sentenas desnecessrias, pela mesma razo que desenhar no deve ter linhas desnecessrias e uma mquina no deve ter partes desnecessrias. Isso requer no que o escritor torne todas as sentenas curtas ou evite todos os detalhes e trate os assuntos apenas em tens, mas sim que cada palavra fale. --De "Os Elementos de Estilo" de William Strunk Jr. Nmeros de verso? Jogue pela janela. Voc precisa construir, lanar e refinar. Ento recomece e repita. Acreditamos que software muito complexo. Funcionalidades demais, botes demais, coisa demais para aprender. Nossos produtos fazem menos do que a concorrncia -- intencionalmente. Construmos produtos que funcionam de forma mais esperta, que parecem melhor, que lhe permitem fazer suas coisas e so mais fceis de usar. O primeiro passo quebrar em pequenas unidades. Quando existem pessoas demais envolvidas, nada acontece. Quanto mais enxuto voc for, mais rpido e melhor as coisas acontecem. Lance menos funcionalidades, mas de qualidade. Voc no precisa usar a forma big bang com todo novo lanamento e amontoados de funcionalidades. D aos usurios pedaos minsculos que eles possam digerir. Construa software para voc mesmo Uma grande maneira de escrever software comear resolvendo seus prprios problemas. Voc ser o pblico-alvo e saber o que importante e o que no . Isso lhe d um bom adiantamento na entrega de um produto fora de srie. A chave aqui entender que no est sozinho. Se estiver tendo problemas, provvel que centenas de milhares de outras pessoas esto no mesmo barco. Esse seu mercado. No foi fcil? Basecamp se originou em um problema: como uma empresa de design precisvamos de uma maneira simples de comunicar nossos clientes sobre os projetos. Comeamos fazendo isso atravs da extranet dos clientes, que atualizvamos manualmente. Mas modificar o HTML na mo toda vez que o projeto precisava ser atualizado simplesmente no estava funcionando. Esses sites de projetos sempre pareciam ficar travados e eventualmente eram abandonados. Era frustrante porque nos deixava desorganizados e deixava os clientes no escuro. Ento comeamos a procurar outras opes. Ainda assim cada ferramenta que encontrvamos ou 1) no fazia o que precisvamos ou 2) era gorda de funcionalidades que no precisvamos como cobrana, controles estritos de acesso, planilhas, grficos, etc. Sabamos que deveria haver uma maneira melhor ento decidimos construir nossa prpria.

WikiBooks, Democratizando o Conhecimento

http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP Pgina 23/644 Quando resolvemos nossos prprios problemas, criamos uma ferramenta que nos apaixona. E paixo a chave. Paixo significa que realmente a usaremos e cuidaremos dela. E essa a melhor maneira de fazer os outros se sentirem apaixonados sobre ela tambm. Arranhando sua prpria coceira O mundo de Cdigo Aberto abraou esse mantra h muito tempo eles chamam de arranhando sua prpria coceira. Para os desenvolvedores de cdigo aberto, significa que tero as ferramentas que querem, entregues da maneira que querem. Mas os benefcios vo mais a fundo. Como designer ou desenvolvedor de uma nova aplicao, voc precisa encarar centenas de microdecises todos os dias: azul ou verde? Uma tabela ou duas? Esttica ou dinmica? Abortar ou recuperar? Como tomamos essas decises? Se algo que reconhecemos como importante, poderamos perguntar. O resto, chutamos. E todos esses chutes constroem um tipo de dbito em nossas aplicaes uma rede interconectada de coisas que assumimos. Como um desenvolvedor, detesto isso. O conhecimento de todas essas bombas-relgio em pequena escala nas aplicaes que escrevo somam-se ao meu stress. Desenvolvedores de cdigo aberto, arranhando suas prprias coceiras, no sofrem isso. Porque eles so seus prprios usurios, eles sabem a resposta correta para 90% das decises que precisam tomar. Acho que uma das razes que as pessoas chegam em casa aps um dia duro de trabalho de codificao e ainda trabalham com cdigo aberto: relaxante. Dave Thomas, The Pragmatic Programmers Voc precisa de importar sobre isso Quando voc escreve um livro, precisa de mais do que uma histria interessante. Precisa ter um desejo de contar a histria. Precisa investir pessoalmente de alguma maneira. Se vai viver com alguma coisa por dois anos, trs anos, o resto de sua vida, precisa se importar sobre isso. ""Precisa sentir paixo"". Malcolm Gladwell, autor (de Algumas Finas Fatias de Malcolm Gladwell) Dinheiro de fora plano B A primeira prioridade de muitas empresas iniciantes adquirir fundos de investidores. Mas lembrese, se nos viramos para gente de fora para fundos, teremos que responder a eles tambm. Crescem expectativas. Investidores querem seu dinheiro de volta e rapidamente. O fato triste que dinheiro entrando nem sempre significa a construo de um produto de qualidade. Atualmente no preciso muito para comear. Hardware barato e uma boa parte de grandes softwares de infra-estrutura so cdigo aberto e de graa. E paixo no vem com uma etiqueta de preo. Ento faa o que puder com o dinheiro que tem em mos. Pense muito e determine o que realmente essencial e o que pode viver sem. O que pode fazer com trs pessoas em vez de dez? O que pode fazer com R$ 40 mil em vez de R$ 200 mil? O que pode fazer em trs meses em vez de seis? O que pode fazer se puder manter seu emprego e construir sua aplicao nas horas vagas? Restries foram a criatividade Dirija com recursos limitados e ser forado a contar com restries mais cedo e mais intensamente. E isso uma coisa boa. Restries dirigem inovao. WikiBooks, Democratizando o Conhecimento

http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP Pgina 24/644 Um retorno rpido bem improvvel. Ento foque em construir uma ferramenta de qualidade que voc e seus clientes podero viver com por um bom tempo. Nunca jogue mais tempo ou dinheiro em um problema, apenas diminue o escopo. 'O mais tarde eterno, o agora est voando.' Lanar alguma coisa grande que est um pouco menor em escopo do que o planejado melhor do que lanar alguma coisa medocre e cheio de buracos porque precisou atingir uma janela mgica de prazo, oramento e escopo. Agora, com tudo isso dito, tambm importante no ficar muito obcecado com a concorrncia. Analise demais outros produtos e voc vai comear a limitar sua maneira de pensar. D uma olhada e v em frente para sua prpria viso e suas prprias idias. Se sua aplicao no o excita, algo est errado. Se est trabalhando nela apenas para ganhar dinheiro, isso vai aparecer. Da mesma forma, se voc se sentir apaixonado pela aplicao, tambm vai aparecer no produto final. As pessoas conseguem ler nas entrelinhas. Entusiasmo se manifesta prontamente, claro, mas indiferena igualmente inesquecvel. Se seu compromisso no vem com paixo genuna para o trabalho s mos, isso se torna um vazio que quase impossvel de conciliar, no importa o quo elaborado ou atrativo o design. Khoi Vinh, Subtraction.com Quanto mais enxuto for, mais fcil para mudar Quanto mais massa tiver um objeto, mais energia necessria para mudar sua direo. uma verdade tanto para o mundo dos negcios como para o mundo fsico. 'Deixe as limitaes lhe guiar para solues criativas' Nunca h suficiente para dar a volta. Sem tempo suficiente. Sem dinheiro suficiente. Sem pessoal suficiente. Isso uma coisa boa. Em vez de se desesperar com essas restries, aceite-as. Deixe que elas o guiem. Restries incentivam inovao e foram o foco. Em vez de tentar remov-las, use-as em seu benefcio. Diferencie-se das companhias maiores sendo amigvel e pessoal Muitas pequenas empresas cometem o erro de tentarem atuar grande. como se elas entendessem seu tamanho como uma fraqueza que precisa ser encoberta. Muito ruim. Ser pequeno pode realmente ser uma grande vantagem, especialmente quando isto representa comunicao. Pequenas empresas gostam de menos formalidades, menos burocracia e mais liberdade. Menores empresas so mais prximas dos clientes por padro. Isto significa que elas podem se comunicar com seus clientes de forma mais direta e pessoal. Se a empresa pequena, pode-se usar uma linguagem familiar ao invs de jargo. Seu site e seu produto podem ter uma voz humana ao invs de soar como um zumbido corporativo. Ser pequeno significa poder falar com os clientes, e no se submeter a eles.

WikiBooks, Democratizando o Conhecimento

http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP Pgina 25/644 Sempre disponvel No importa em qual negcio voc est, um bom servio ao cliente tornou-se o maior requisito que qualquer cliente estabelecer. Ns demandamos isso dos servios que usamos ento por que com nossos clientes seria diferente? Desde o comeo ns deixamos fcil e transparente para nossos clientes contatar-nos por toda e qualquer questo que tiverem. Em nosso website ns listamos um grande nmero de ferramentas gratuitas que redireciona para nossos celulares e nossos cartes de visita listam os nmeros de cada um de ns. Ns enfatizamos para nossos consumidores que eles podem nos contatar a qualquer hora independente do problema. Nossos clientes apreciam esse nvel de confiana ningum jamais abusou deste servio. Edward Knittel, Diretor de Vendas e Marketing, KennelSource Faa um Mantra Organizaes precisam de pontos-guia. Precisam de linhas gerais; funcionrios precisam saber a cada dia quando acordam porque esto indo trabalhar. Essas linhas devem ser curtas e doces, e bem compreensivas: Por que voc existe? O que o motiva? Chamo isso de mantra uma descrio de trs ou quatro palavras de porque voc existe. Guy Kawasaki, autor (de Make Mantra) Sucesso e satisfao esto nos detalhes Entretanto, o sucesso no a nica coisa que encontrar nos detalhes. Tambm encontrar estagnao, desacordo, reunies e atrasos. Essas coisas podem acabar com a moral e diminuir suas chances de sucesso. Quantas vezes se encontrou travado em um nico design ou elemento de cdigo por um dia inteiro? Quantas vezes se deu conta de que o progresso que fez hoje no foi progresso real? Isso acontece quando voc foca nos detalhes cedo demais no processo. H tempo suficiente para ser um perfeccionista. Apenas faa isso mais tarde. No se preocupe com o tamanho da fonte do cabealho na primeira semana. Voc no precisa empregar o tom perfeito de verde na segunda semana. No precisa mover em trs pixels o boto de submeter na terceira semana. Apenas coloque as coisas na pgina por enquanto. Ento use. Garanta que funciona. Mais tarde voc pode ajustar e aperfeioar. Os detalhes se revelam ao se usar o que est construindo. Voc ver o que precisa de mais ateno. Sentir o que est faltando. Saber quais crateras pavimentar porque ficar sempre caindo nelas. quando precisa prestar ateno, e no antes. O Diabo est nos Detalhes Quase me cansei da atitude entre nos detalhes imediatamente depois de tomar algumas aulas de desenho Se comear a desenhar os detalhes imediatamente pode ter certeza que o desenho ser uma droga. De fato, voc est perdendo completamente o ponto. Voc deve comear pegando as propores corretas da cena toda. Ento rascunha os grandes objetos na sua cena, indo at os menores. O rascunho deve ser bem vago nesse ponto. Ento pode proceder sombreando, o que consiste em dar volume vida. Voc comea com apenas trs tons (claro, mdio, escuro). Isso d um rascunho de tons. Ento, para cada poro do seu desenho reavalia trs tons e os aplica. Faa isso at os volumes aparecerem (requer mltiplas iteraes) ...

WikiBooks, Democratizando o Conhecimento

http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP Pgina 26/644 Funciona do grande para o pequeno. Sempre. Patrick Lafleur, Creation Object Inc. (de Signal vs. Noise) Faa Software que tem Opinio Seu aplicativo deve tomar partido Algumas pessoas defendem que o software deve ser agnstico. Dizem que arrogante da parte dos desenvolvedores limitar a funcionalidade ou ignorar pedidos de novos recursos. Dizem que o software deve ser sempre o mais flexvel possvel. Para ns isso papo-furado. O melhor software traz consigo uma viso. O melhor software toma partido. Quando algum usa um software, no est procurando apenas recursos, est procurando uma abordagem. Est procurando uma viso. Decida qual sua viso e atenha-se a ela. E lembre, se no gostarem da sua viso h um monte de outras vises por a. No corra atrs de quem voc nunca ir contentar. Um timo exemplo o projeto original do wiki. Ward Cunningham e seus amigos deliberadamente desproveram o wiki de muitos recursos que no passado eram considerados parte indispensvel da colaborao de documentos. Em vez de atribuir cada mudana do documento a uma pessoa determinada, eles removeram muito da representao visual de propriedade. Eles tornaram o contedo atemporal e destitudo de ego. Eles decidiram que no importava quem escreveu o contedo ou quando ele foi escrito. E isso fez toda a diferena. Essa deciso despertou nas pessoas um senso de comunidade e foi pea-chave no sucesso da Wikipdia. Nossos aplicativos trilharam um caminho parecido. Eles no tentam ser todas as coisas para todas as pessoas. Eles tm uma atitude. Eles vo atrs de clientes que so no fundo parceiros. Eles tm apelo para as pessoas que partilham de nossa viso. Ou se est do lado de dentro ou se est do lado de fora. 'Comece com No' Cada vez que voc diz sim para uma funcionalidade, voc est adotando um filho. Voc tem que levar seu beb atravs de toda uma cadeia de eventos (exemplo: design, implementao, testes etc.). Uma vez que est funcionalidade est l, voc est preso a ela. Apenas tente remov-la e veja o quo irados ficaro os clientes. No concorde com tudo Faa com que cada funcionalidade d duro para ser implementada. Ponha cada uma delas prova e mostre que uma sobrevivente. como no filme O Clube da Luta. Voc deveria considerar apenas funcionalidades que estejam dispostas a ficar aguardando na porta por trs dias para serem aceitas. por isso que voc tem que comear com um no. Cada novo pedido de funcionalidade que vem at ns ou de ns encontra um no. Ns ouvimos mas no agimos. A resposta inicial agora no. Se o pedido continua a aparecer, ento sabemos que hora de um olhar mais profundo. Somente ento ns comeamos a pensar na funcionalidade de fato. E o que dizer s pessoas que reclamam quando ns no adotamos a sua idia? Lembre-os do porque eles gostam da aplicao em primeiro lugar. Voc gosta dele porque ns dizemos no. Voc gosta dele porque ele no faz outras 100 coisas. Voc gosta dele porque ele no tenta agradar a todos sempre. WikiBooks, Democratizando o Conhecimento

http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP Pgina 27/644 Crie algo que voc possa gerenciar Deixe os clientes informarem o que importante Os clientes querem absolutamente tudo. Eles viro com uma avalanche de pedidos de funcionalidades. D uma olhada nos fruns de nossos produtos; A categoria pedido de funcionalidade sempre sobrepuja as com larga vantagem. Ns vamos ouvir sobre essa pequena funcionalidade extra ou no pode ser difcil ou no seria fcil colocar isso ou vai levar apenas uns segundos para inser-la ou se voc adicionar isso, eu pagaria o dobro e assim por diante. Claro que no podemos culpar as pessoas por pedir funcionalidades. Ns as encorajamos e queremos ouvir o que elas tem a dizer. A maior parte das funcionalidades que inserimos em nossos produtos comearam como sugestes de nossos clientes. Mas, como dissemos antes, sua primeira resposta deve ser um no. Ento o que voc faz com todos esses pedidos? Onde voc os guarda? Como voc os gerencia? Voc no faz isso. Voc apenas os l e ento os joga fora. Sim, leia, jogue fora e esquea-os. Pode soar como heresia mas os realmente importantes iro, com certeza, reaparecer. Esses so os nicos que voc precisa se lembrar. Esses so os realmente esseciais. No se preocupe em organizar e guardar cada pedido que aparecer. Deixe seus clientes serem sua memria. Se a funcionalidade for realmente necessria, eles te lembraro at que voc no consiga esquecer. Da Idia Implementao V do brainstorm esboos HTML codificao Aqui vai o processo que usamos para Cair na Real: Brainstorm Traga idias tona. O que este produto ir fazer? Para o Basecamp, ns olhamos para nossas prprias necessidades. Queramos publicar atualizaes de projeto. Queramos participao dos clientes. Sabamos que projetos tinham datas-chave. Queramos centralizar arquivos para que as pessoas pudessem revisar coisas antigas com facilidade. Queramos ter uma viso da figura maior, uma vista area do que estava acontecendo com todos os nossos projetos. Juntas, estas premissas e algumas outras, serviram como nossa fundao. Esse estgio nao sobre os mnimos detalhes. sobre grandes questes. O que a aplicao precisa fazer? Como saberemos quando ser til? O que exatamente faremos? Isso sobre idias de alto nvel, nao discusses no nvel dos pixels. Nesse estgio, esses tipos de detalhe simplesmente no tm sentido. Papel de Padeiro Esboos so rpidos, sujos e baratos e exatamente como voc quer comear. Desenhe coisas. Rabisque coisas. Caixas, crculos, linhas. Arranque as idias da cabea para o papel. O objetivo nesse ponto deve ser converter conceitos em designs grosseiros de interface. Esse passo apenas sobre experimentao. No h respostas erradas. Crie telas HTML Faa uma verso HTML dessa funcionalidade (ou seo, ou fluxo, se for mais apropriado). Pegue algo real e publique para que todos possam ver como fica na tela. WikiBooks, Democratizando o Conhecimento

http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP Pgina 28/644 Para o Basecamp, primeiro fizemos a tela de postar mensagens, ento a tela de editar mensagens e a coisa prosseguiu da. No escreva nenhum cdigo de programao ainda. Apenas faa um prottipo em html e css. A implementao vem depois. Codifique Quando o prottipo parecer bom e demonstrar o suficiente das funcionalidades necessrias, v em frente e conecte o cdigo de programao. Durante todo esse processo, se lembre de permanecer flexvel e esperar mltiplas iteraes. Voc deve se sentir livre para jogar fora qualquer parte entregvel de qualquer passo particular e comear novamente se ela se mostrar lixo. natural passar por esse ciclo mltiplas vezes. Teste sua aplicao com uso do mundo real No tenha reunies Voc precisa mesmo de reunies? Reunies geralmente acontecem quando um conceito no est claro o suficiente. Ao invs de recorrer a uma reunio, tente simplificar o conceito, para que voc possa discut-lo rapidamente por email ou IM ou Campfire. O objetivo evitar reunies. Cada minuto que voc gasta em uma reunio um minuto que voc poderia estar trabalhando. No existe nada mais txico produtividade do que uma reunio. Aqui vo alguns motivos: - Elas quebram seu trabalho dirio em pequenos perodos, que acabam por quebrar o fluxo do trabalho - Elas geralmente tratam apenas de palavras e conceitos abstratos, no de coisas reais (como um trecho de cdigo ou algum detalhe do design de interface) - Elas geralmente tratam de uma pequena quantidade de informaes por minuto - Elas quase sempre tem uma pessoa que inevitavelmente vai fazer com que todos percam o tempo com assuntos no relacionados - O assunto principal vai embora muito facilmente - Freqentemente tem pautas to vagas que ningum tem certeza do assunto principal - Requerem uma preparao prvia, que quase ningum faz Em casos em que reunies so realmente necessrias (faa disso um raro evento), siga estas regras simples:* Coloque um alarme pra 30 minutos. Assim que ele tocar, a reunio acabou. Ponto final. * Chame o menor nmero de pessoas possvel. * Nunca tenha uma reunio sem uma pauta bem clara.

WikiBooks, Democratizando o Conhecimento

http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP Pgina 29/644 Trabalhe com possveis funcionrios na base do "teste antes" Uma coisa olhar o portflio, curriculum, exemplo de cdigo ou trabalhos anteriores. Outra coisa efetivamente trabalhar com algum. Sempre que possvel, faa um test-drive com possveis novos membros da equipe. Isso significa que voc pode julgar pessoas pelas aes ao invs de apenas palavras. Voc pode tomar decises com base no que realmente importa: - Qualidade do trabalho Muitos programadores falam bonito, mas afinam na hora do vamos ver. Com open source, voc consegue ver com detalhes as prticas e conhecimentos de programao de uma pessoa. - Perspectiva cultural Programar tomar decises. Muitas delas. Decises so tomadas com base na cultura, nos valores e em ideais. Veja as decises especficas feitas por um candidato enquanto est programando e testando, e veja seus argumentos na comunidade para ver se o candidato est dentro do que a empresa espera. Se no se encaixa na empresa, as decises podem parecer erradas. - Nivel de paixo Por definio, envolvimento em projetos open source requerem um nvel mnimo de paixo. Se no, porque outro motivo a pessoa perderia tempo na frente de um monitor? O tamanho do envolvimento em movimentos open source mostra quanto um candidato realmente se importa com programao. - Porcentagem de finalizao Toda a inteligncia, toda a cultura e paixo no se transformam em software de valor se o candidato no consegue termin-lo. Infelizmente, muitos programadores no terminam seus projetos. Ento, procure a exceo. Contrate aquele que consegue sair pela porta e est disposto a fazer as trocas pragmticas que o trabalho exige. - Lado social Trabalhar com algum por um bom perodo de tempo, durante tanto as horas de stress e descontrao e altos e baixos vo mostrar a verdadeira personalidade do candidato. Se algum no tem modos ou um lado socivel, deixe-os de lado. Procure por generalistas que aprendem rpido em vez dos especialistas limitados Nunca contrataremos algum que seja um arquiteto de informao. simplesmente especfico demais. Com uma equipe pequena como a nossa, no faz sentido contratar pessoas com um conjunto de conhecimento to limitado. Equipes pequenas precisam de pessoas que possam vestir diferentes chapis. Precisamos de designers que saibam escrever. Precisamos de programadores que entendam de design. Todos devem ter noo de como arquitetar informao (seja l o que isso signifique). Todos precisam ter mentes organizadas. Todos precisam saber se comunicar com clientes. E todos precisar querer e serem capazes de diminuir a marcha pela estrada. Tenha em mente que equipes pequenas eventualmente precisam mudar de direo rapidamente. Queremos algum que possa se ajustar, aprender e fluir ao contrrio de um p-na-lama que s consegue fazer uma coisa.

WikiBooks, Democratizando o Conhecimento

http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP Pgina 30/644 Contrate bons escritores Se est tentando decidir entre poucas pessoas para preencher uma posio, sempre contrate o melhor escritor. No importa se essa pessoa um designer, programador, marketing, vendedor ou o que for, essa habilidade leva a escrever mais efetivamente e concisamente cdigo, design, emails, mensagens instantneas e mais. Isso porque ser um bom escritor mais do que apenas palavras. Bons escritores sabem como se comunicar. Eles tornam as coisas mais fceis de entender. Eles podem se colocar no lugar dos outros. Eles sabem o que omitir. Eles pensam claramente. E essas so as qualidades que voc precisa. Uma Mente Organizada Boas habilidades de escrita so um indicador de uma mente organizada que capaz de arranjar informao e argumentos de uma maneira sistemtica e tambm ajudar (no fazer) outras pessoas a entender as coisas. Isso aparece no cdigo, comunicao pessoal, mensagens instantneas (para aqueles colaboradores de longa distncia) e at esses conceitos exotricos como profissionalismo e confiana. Dustin J. Mitchell, developer (de Signal vs. Noise) Escrita Clara leva a Pensamento Escrita clara leva a pensamento claro. Voc no sabe o que sabe at tentar expressar esse conhecimento. Boa escrita em parte uma questo de carter. Em vez de fazer o que fcil para voc, faa o que mais fcil para seu leitor. Michael A. Covington, professor de cincias da computao da Universidade da Gergia (de Como Escrever mais Claramente, Pensar mais Claramente e aprender Material Complexo mais Facilmente) Faa Design para quando as coisas derem errado Vamos admitir: As coisa vo dar errado online. No importa o quo cuidadoso voc faa o design de sua aplicao, no importa quanto teste fizer, os clientes ainda vo encontrar problemas. Ento como voc gerencia essas quedas inevitveis? Com design defensivo. Escolha ferramentas que estimulem e motive o seu time Um programador feliz um programador produtivo. por isso que ns otimizamos para felicidade e voc deveria fazer o mesmo. No escolha as ferramentas e prticas baseado simplesmente no padro do mercado ou mtricas de desempenho. Avalie os atributos intangiveis: a ferramenta foi criada com paixo, orgulho e dedicao?. Voc seria feliz trabalhando neste ambiente oito horas por dia? O Cdigo Fala Oua quando seu cdigo diz "no" Oua seu cdigo. Ele oferecer sugestes. Ele ir dizer "no". Ele lhe dir onde ficam as armadilhas. Ele ir sugerir novas maneiras de fazer as coisas. Ele ir ajud-lo a se manter em um modelo de menos software. Uma nova funcionalidade est requerendo semanas de tempo e milhares de linhas de cdigo? Isso WikiBooks, Democratizando o Conhecimento

http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP Pgina 31/644 seu cdigo lhe dizendo que provavemente existe uma maneira melhor. Existe uma maneira simples de codificar alguma coisa em uma hora em vez de uma maneira complicada que consumir dez horas? Novamente, esse seu cdigo o guiando. Oua. Seu cdigo pode gui-lo a consertos que so baratos e leves. Preste ateno quando um caminho mais fcil emerge. Claro, a funcionalidade que fcil de fazer pode no ser exatamente a mesma que voc originalmente tinha em mente, mas e da? Se funciona bem o suficiente e lhe d mais tempo para trabalhar em outra coisa, um ganhador. Oua No se preocupe com o design, se ouvir seu cdigo um bom design vai aparecer ... Oua as pessoas tcnicas. Se eles esto reclamando sobre a dificuldade de fazer mudanas, ento leve essas reclamaes a srio e lhes d tempo para consertar as coisas. Martin Fowler, Cientista Chefe, ThoughtWorks (de Is Design Dead?) Abra as Portas Publique dados para o mundo via RSS, APIs, etc. No tente prender seus usurios. Deixe que eles possam ter acesso a suas informaes quando quiserem, da forma que preferirem. Para tal, voc precisa deixar de lado a idia de manter os dados de seus usurios trancados a sete chaves. Em vez disso, deixe que a informao flua. Garanta o acesso informao atravs de feeds RSS. Oferea APIs que permitam a terceiros construir aplicaes integradas sua. Tais atitudes tornaro a vida dos usurios mais conveniente e expandiro as possibilidades do que sua aplicao capaz de fazer. No passado, as pessoas acostumaram-se a pensar nos feeds RSS apenas como uma boa maneira de se agregar contedo de sites de blogs e sites de notcia. Contudo, os feeds so mais poderosos que isto. Eles tambm podem permitir ao usurio manter-se atualizado sobre mudanas internas aplicao sem a necessidade de logar-se repetidas vezes. Atravs do site do Basecamp, por exemplo, o usurio pode cadastrar sua url em um agregador de RSS e assim receber notificaes de mensagens de projetos, listas de tarefas e objetivos sem a necessidade de conectar-se constantemente ao site em busca de informaes atualizadas. APIs permitem que desenvolvedores construam plugins adicionais sua aplicao, que geralmente agregam valor ao seu produto. Por exemplo, a API disponibilizada pelo Backpack foi utilizada pela Chipt Productions na construo de um widget para o Mac os X. A pequena aplicao permite aos usurios adicionar e editar lembretes, listagens de items e muito mais a partir de seus desktops. Muitos usurios apontaram o widget como uma tima ferramenta, e alguns mesmo apontaram-no como um fator decisivo na escolha da utilizao do Backpack. Outros bons exemplos de empresas que liberaram dados como uma maneira de conseguir um efeito bumerangue: - A API do Google Maps permitiu o surgimento de toda sorte de pequenas aplicaes que recuperam dados de outras fontes (ex.: uma listagem de apartamentos) e os exibem em um mapa. - Linkrolls oferece aos usurios exibir seus ltimos bookmarks do del.icio.us em seu prprio site.

WikiBooks, Democratizando o Conhecimento

http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP Pgina 32/644 - O Flickr permite que outros negcios acessem as suas APIs comerciais, de forma a permitir aos usurios comprar livros de fotos, posters, backups em DVD e selos. O objetivo manter as portas completamente abertas e permitir o maior nmero possvel de possibilidades de utilizao de suas fotos, diz Stewart Butterfield, do Flickr. Um Widget Faz a Diferena Quando a 37signals lanou o Backpack, h algum tempo atrs, minha primeira impresso foi er... bem... Ocorreu mais ou menos na poca em que a Chipt Productions lanava um widget Backpack para o Sistema Operacional Tiger que parecia interessante demais para passar despercebido com isso dei uma segunda olhada no Backpack. O resultado? Uma grande diferena. Hoje, sempre que uma nova idia surge, abro o widget, digito e salvo e pronto. Recebo algum email com algo que devo fazer? Abro o widget, digito e salvo e pronto. O widget tornou-se um tipo de bloco de notas indispensvel, que instalo em todo Mac que uso. E por se tratar de uma aplicao totalmente web, no h necessidade de nenhum tipo de controle de verso ou sincronizaao de dados apenas a fluidez de digitar-se dados sem ter que se preocupar em saber para onde os dados foram, nem como acess-los mais tarde. Todd Dominey, fundador, Dominey Design (de Trying on Backpack) Amostra Grtis D alguma coisa de graa um mundo barulhento l fora. Para que as pessoas o notem no meio da multido, d alguma coisa de graa. Empresas espertas sabem que dar brindes uma excelente maneira de fisgar clientes. Veja a Apple. Eles oferecem o software iTunes de graa de forma a gerar demanda para o iPod e a loja de msica iTunes. No mundo offline, as lojas fazem a mesma coisa. A Starbucks diz que uma nova compra estimulada para cada cinco amostras de bebidas que eles do aos clientes. Nada mau. Para ns, Writeboard e Ta-da list so aplicativos completamente grtis que usamos para colocar as pessoas no caminho para usar nossos outros produtos. Adicionalmente, sempre oferecemos algum tipo de verso grtis de todos os nossos aplicativos. Queremos que as pessoas experimentem o produto, a interface, a utilidade do que construmos. Uma vez fisgados, eles so muito mais propensos a atualizar para um dos planos pagos (que permitem mais projetos ou pginas e d acesso a funcionalidades adicionais como upload de arquivos e encriptao de dados com SSL). Pedacinhos Faa pedacinhos: crie ofertas especializadas, pequenas para que os clientes mordam. Subdivida pelo menos um produto ou servio em pedacinhos que so baratos, fceis ou divertidos. Ben McConnell e Jackie Huba, autores do Church of the Customer Blog (de What is customer evangelism?)

WikiBooks, Democratizando o Conhecimento

http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP Pgina 33/644 D Sua Msica de Maior Sucesso Considere doar uma de suas msicas (por lbum) como download gratuito promocional para o mundo para ser como um trailer de cinema como o single de sucesso enviado ao rdio a msica que faz as pessoas quererem comprar sua msica. No se preocupe com pirataria dessa msica. Deixe as pessoas tocarem, copiarem, compartilharem. Tenha a confiana que, se o mundo a ouviu, iro pagar por mais. Derek Sivers, presidente e programador, CD Baby e HostBaby (de Free Promo Track) Um Poderoso Site Promocional V do Trailer para a Prvia para o Lanamento A melhor ferramenta promocional um grande produto. A palavra vai se espalhar se tivermos uma aplicao que as pessoas acham realmente til. Ainda assim, precisamos de um bom site promocional tambm. O que devemos incluir nesse site? Algumas idias:* Apresentao: Explique sobre a aplicao e seus benefcios. * Turismo: Guie as pessoas pelas vrias funcionalidades * Fotos de tela e vdeos: Mostre s pessoas como sua aplicao realmente se parece e como us-la. * Manifesto: Explique a filosofia e idias por trs dela. * Estudos de Caso: D exemplos reais que mostram o que possvel. * Euforia: Frases testimoniais de clientes, revises, imprensa, etc. * Frum: Oferea um local para membros da comunidades se ajudarem uns aos outros. * Precificao e Assinatura: Leve as pessoas aplicao o mais rpido possvel. * Weblog: Blogs mantm seu site atualizado com notcias, dicas, etc.

Sinta a Dor Derrube as paredes entre suporte e desenvolvimento No negcio de restaurantes, existe uma enorme diferena entre aqueles que trabalham na cozinha daqueles que esto na linha de frente lidando com clientes. importante para ambos os lados entender e simpatizar com o outro. por isso que escolas de culinria e restaurantes normalmente tero chefs trabalhando como garons para que a equipe da cozinha possa interagir com clientes e ver como realmente estar na linha de frente. Muitas empresas desenvolvedoras de software tem uma diviso similar. Designers e programadores trabalham na cozinha enquanto o suporte lida com clientes. Infelizmente, isso significa que chefs de software nunca ouvem o que o cliente realmente est dizendo. Isso problemtico porque ouvir clientes a melhor maneira de se ligar nas partes fortes e fracas do seu produto. A soluo? Evite construir paredes entre seus clientes e a equipe de desenvolvimento/design. No terceirize o suporte a seus clientes. Faa voc mesmo o suporte. Voc e sua equipe inteira, devem saber o que seu cliente est dizendo. Quando seu cliente est incomodado, voc precisa saber disso. Voc pecisa ouvir as reclamaes. Voc precisa ficar incomodado tambm.

WikiBooks, Democratizando o Conhecimento

http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP Pgina 34/644 Na 37signals, todos os e-mails de suporte so respondidos pessoalmente pelo pessoal que realmente construiu o produto. Por que? Primeiro, isso fornece melhor suporte aos clientes. Eles esto recebendo uma resposta diretamente do crebro de algum que construiu a aplicao. Alm disso, isso nos mantm em contato com a pessoa que usa nossos produtos e com os problemas que esto encontrando. Quando esto frustrados, ns ficamos frustrados. Podemos dizer sinceramente que eu sinto sua dor. Pode ser tentador se apoiar em anlises estatsticas para revelar seus pontos problemticos. Mas estatsticas no so como vozes reais. Voc precisa eliminar a maior quantidade possvel de atravessadores entre voc e as vozes reais de seus clientes. As linhas de frente so onde a ao est. V at l. Faa seus chefs trabalharem como garons. Leia e-mails de clientes, oua suas frustraes, escute suas sugestes e aprenda com elas. Treinamento Zero Use ajuda em contexto e FAQs para que seu produto no precise de um manual ou treinamento Voc no precisa de um manual para usar o Yahoo! ou Google ou Amazon. Ento por que voc no pode construir um produto que no requer manual? Se esforce para construir uma ferramenta que requer treinamento zero. Como fazer isso? Bem, como mencionamos antes, voc comea mantendo tudo simples. Quanto menos complexa for sua aplicao, menos precisar ajudar as pessoas sem necessidade. Depois disso, uma grande maneira de suporte pr-ativo usando ajuda em contexto e FAQs em potenciais pontos de confuso. Por exemplo, oferecemos suporte pr-ativo na tela que permite as pessoas a fazer upload de seus logotipos ao Basecamp. Algumas pessoas experimentaram um problema onde continuavam vendo um logotipo antigo por causa do cache do browser. Ento, prxima rea de envie seu logotipo, adicionamos um link a um FAQ que instrua os clientes a forar um recarregamento de seus browsers para ver o novo logotipo. Antes de fazermos isso recebamos 5 e-mails por dia sobre esse problema. Agora, no recebemos nenhum. Em Frum Afinado Use frums ou chats para deixar os clientes se ajudarem Frum e chats de grupo baseados na web so uma grande maneira de deixar clientes fazerem perguntar e ajudar uns aos outros. Eliminando o intermedirio esse voc voc fornece uma linha aberta de comunicao e economiza seu tempo no processo. Em nossos fruns de produtos, os clientes publicam dicas e truques, requisies de funcionalidades, histrias e mais coisas. Ns aparecemos de tempos em tempos para oferecer assistncia, mas os fruns so principalmente um lugar para a comunidade se ajudar e compartilhar experincias com o produto. Voc ficar surpreso com quantas pessoas querem se ajudar. Original em: http://gettingreal.37signals.com/GR_por.php Retirado de "http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP/Intelig%C3%AAnciaEmocional/Resumo_do_L ivro_Caindo_na_Real" WikiBooks, Democratizando o Conhecimento

http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP Pgina 35/644

Aplicativos em PHP/Instalao e configuraes do ambiente/Via XamppDe Wikibooks< Aplicativos em PHP | Instalao e configuraes do ambiente

Contedo

1 O que o Xampp? 2 Sistemas Operacionais Suportados 3 Utilitrios 4 Instalao 5 No Windows 6 No Linux 7 Usando o Xampp 8 Testando PHP 9 Instalar PostgreSQL e integrar com PHP 10 Tornando o Xampp mais Seguro 10.1 Usando o Security do Xampp 10.2 Adicionando senha ao MySQL e phpMyAdmin 11 Mudando o DocumentRoot 12 Adicionando Domnio Virtual no Apache com Xampp 13 Apache 2 comentado 13.1 Suporte ao conjunto de caracteres da ISO-8859-1 direto no Apache (httpd.conf) 14 Suporte ao conjunto de caracteres da ISO-8859-1 direto nos scripts

O que o Xampp?O Xampp um utilitrio que instala o Apache, PHP (PEAR e PECL), MySQL, Perl, phpMyAdmin, proFtpd e outros. Atualmente se encontra na verso XAMPP 1.6.2 para o windows e j vem configurado com:

MySQL 5.0.41 PHP 5.2.2 PHP 4.4.7 phpMyAdmin 2.10.1 e muito mais

Sistemas Operacionais SuportadosTem verses para Linux, Windows e outros SOs. WikiBooks, Democratizando o Conhecimento

http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP Pgina 36/644

UtilitriosTraz ainda em sua index (http://127.0.0.1) um menu com a relao dos seus utilitrios e alguns exemplos em php e perl. Este menu facilmente incrementado ao se editar os arquivos .inc em: C:\Arquivos de programas\xampp\HTDOCS\xampp.

InstalaoFaa o download do site oficial de acordo com o seu sistema (http://xampp.sf.net) ou se preferir em portugus do Brasil: http://www.apachefriends.org/pt_br/xampp.html

No WindowsExecute o instalador Diretrio web default = C:\Arquivos de programas\xampp\HTDOCS php.ini - C:\Arquivos de programas\xampp\apache\bin httpd.conf - C:\Arquivos de programas\xampp\apache\conf

No LinuxDescompacte em /opt com tar zxpvf xampp.*.tar.gz -C /opt Diretrio web - /opt/lampp/htdocs php.ini e httpd.conf - /opt/lampp/etc ATENO: No esquea de, aps instalar o xampp, mudar as senhas default do apache, mysql e do prprio xampp. Ignorando este aviso, o xampp ficaria perigosamente exposto invases ou afins. (para mais informaes de como proceder para mudar as senhas, vide a seo abaixo Tornando o xampp mais seguro)

Usando o XamppNo windows o executvel abre um menu onde podemos executar os servios separadamente. Aps executar um cone fica na barra de tarefas, o que facilita o gerenciamento. No Linux execute o arquivo "/opt/lampp/lampp servio ao", onde: servio um dos servios disponveis (httpd, mysql, etc) ao start, stop, status /opt/lampp/lampp start (inicia todos os servios disponveis)

WikiBooks, Democratizando o Conhecimento

http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP Pgina 37/644 Configurando o Servidor de FTP (proFtpd) editar /opt/lampp/etc/proftpd.conf e alterar usurio, senha e diretrio a gosto O diretrio default o /opt/lampp/htdocs Sugesto: criar dentro do htdocs um sub com nome ftp. A senha do proftpd no pode ser trocada manualmente, pois criptografada. Para trocar devemos usar o security: /opt/lampp/lampp security Dica: Se voc no quiser ter que digitar o caminho completo (/opt/lampp/lampp start) sempre que quiser lanar o servidor xampp, voc pode criar um link para o executvel no "path" do seu sistema com um simples: $ sudo ln -s /opt/lampp/lampp /usr/local/bin/lampp Com isso, um $ sudo lampp start bastar para lanar o servidor.

Testando PHPTanto no windows quanto no linux, startar o apache e abrir o browser apontando para http://localhost ou http://127.0.0.1 Se tudo correu bem ver a index do Xampp com todos os seus recursos,onde poder inclusive optar pelo idioma Portugus do Brasil.

Instalar PostgreSQL e integrar com PHPDownload do site oficial (http://www.postgresql.org), escolhendo pelo sistema operacional. Instalao Windows execute o instalador Linux Para distribuies com instalao de binrios fica mais fcil Instalar dos fontes. Apenas descompacte e leia o arquivo INSTALL, onde encontrar passos resumidos para a instalao. Configurao Para configurar que mquinas tero acesso ao postgresql edite o arquivo pg_hba.conf, que fica no subdiretrio data do postgresql.

WikiBooks, Democratizando o Conhecimento

http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP Pgina 38/644 Configure acesso via TCP/IP no arquivo postgresql.conf que fica no mesmo diretrio do pg_hba.conf (em algumas distribuies fica no /etc/postgresql). Integrando com PHP No Windows descomente a linha com extension=php_pgsql.dll e restarte o apache. No Linux o suporte j vem habilitado por default.

Tornando o Xampp mais SeguroUsando o Security do XamppNo Linux - Abra a interface web (127.0.0.1) - Clique no link Segurana esquerda e leia as instrues - Para ativar a segurana execute como super usurio: /opt/lampp/lampp security E ative tudo que desejar. Aps isso, para acessar o phpMyAdmin de forma mais confortvel, edite o arquivo: /opt/lampp/lib/xampp.users e alterar o nome do user default de "lamp" para o seu. Ento ao acessar entre com seu usurio e senha (a que cadastrou ao adicionar a segurana no Xampp para acessar o sistema de arquivos) e logo em seguida entre com root e senha (do banco).

Adicionando senha ao MySQL e phpMyAdminCaso pretendamos apenas adicionar senha ao MySQL e deixar o Xampp e PHP como esto... O MYSQL inicia sem senha para o usurio "root". No PHP voc pode conectar ao MYSQL atravs do comando: mysql_connect("localhost","root",""); Se voc quiser atribuir uma senha para o usurio "root" no MYSQL, por favor, use o comando "mysqladmin" no console. Por exemplo: \...\xampp\mysql\bin\mysqladmin -u root password secret Ateno: Depois de alterar a senha do usurio "root", no esquea de configurar o PHPMyAdmin. Procure o arquivo "config.inc.php" em \...\xampp\phpmyadmin\ e edite as seguintes linhas: $cfg['Servers'][$i]['user'] = 'root'; // MySQL SuperUser $cfg['Servers'][$i]['auth_type'] = 'http'; // HTTP MySQL authentification Agora a senha correta para o usurio "root" requisitada, antes do PHPMyAdmin iniciar. Obs.: Apenas copiei e colei da tima FAQ do Xampp em pt-br (http://www.apachefriends.org/pt_br/xampp-windows.html). WikiBooks, Democratizando o Conhecimento

http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP Pgina 39/644

Mudando o DocumentRootEm algumas vezes mais cmodo ou ento mais seguro alterar o diretrio default do DocumentRoot do Apache. Neste caso, para o Linux proceder da seguinte forma: Mude o caminho para /home/ribafs: - Acesse o terminal - sudo gedit /opt/lampp/etc/httpd.conf - Tecle Ctrl+F para localizar "htdocs" - Troque as duas ocorrncias com htdocs para "/home/ribafs/htdocs" - Crie a pasta: md /home/ribafs/htdocs - Ento no terminal novamente execute: sudo cp -Ra /opt/lampp/htdocs /home/ribafs/htdocs - Mude as permisses para o usurio "ribafs" assim: sudo chown -R ribafs:ribafs /home/ribafs/htdocs sudo chmod -R 705 /home/ribafs/htdocs Ento cd /home/ribafs/htdocs/xampp chmod 777 lang.tmp

Adicionando Domnio Virtual no Apache com XamppMesmo estando usando o PHP localmente podemos ter um outro domnio ou subdomnio. Quando instalamos o PHP via Xampp localmente, ns temos o IP 127.0.0.1 ou o nome localhost, de forma que abrimos no navegador com http://127.0.0.1 ou http://localhost. Podemos tambm ter localmente um site que abre em outro endereo como, por exemplo, http://ribafs.localhost. Como realizar isso? Os passos seguintes so um resumo do turotial: Preparando o terreno para o desenvolvimento em php com o Xampp no Ubuntu - Edite o seu /etc/hosts e adicione a linha: -- 127.0.0.1 ribafs.localhost - Edite o /opt/lampp/etc/httpd.conf e descomente a linha: -- Include etc/extra/httpd-vhosts.conf - Edite o /opt/lampp/etc/extra/httpd-vhosts.conf e insira o trecho de cdigo: WikiBooks, Democratizando o Conhecimento

http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP Pgina 40/644 DocumentRoot /home/ribafs/htdocs/ribafssite ServerName ribafs.localhost ErrorLog logs/ribafs.localhost-error_log CustomLog logs/ribafs.localhost-access_log common

Lembre de preservar o trecho do localhost: ServerAdmin [email protected] DocumentRoot /home/ribafs/htdocs ServerName localhost ErrorLog logs/localhost-error_log CustomLog logs/localhost-access_log common

Ento reinicie o Apache. Agora voc tem um domnio virtual chamado ribafs.localhost, que inclusive atende via ping ribafs.localhost e pode ser chamado pelo navegador: http://ribafs.localhost No diretrio indicado em DocumentRoot /home/ribafs/htdocs/ribafssite podemos adicionar o contedo de outro site.

Apache 2 comentadohttpd.conf todo comentado e com muitas boas dicas. Vale a pena conferir, quer tenha instalado com Xampp ou manualmente. http://www.vivaolinux.com.br/conf/verConf.php?codigo=426

Suporte ao conjunto de caracteres da ISO-8859-1 direto no Apache (httpd.conf)Gostaria de destacar o suporte ao nosso idioma como default nas linhas: Basta adicionar estas linhas ao final do httpd.conf e reiniciar o apache. Ressalte-se que abaixo tem bem mais que apenas o suporte ao nosso conjunto de caracteres.# Adicione essa linha para no ter problemas com acentuao # mordecai AddDefaultCharset ISO-8859-1 AddCharset AddCharset AddCharset AddCharset AddCharset AddCharset AddCharset AddCharset AddCharset ISO-8859-1 ISO-8859-2 ISO-8859-3 ISO-8859-4 ISO-8859-5 ISO-8859-6 ISO-8859-7 ISO-8859-8 ISO-8859-9 .iso8859-1 .iso8859-2 .iso8859-3 .iso8859-4 .iso8859-5 .iso8859-6 .iso8859-7 .iso8859-8 .iso8859-9 .latin1 .latin2 .latin3 .latin4 .latin5 .latin6 .latin7 .latin8 .latin9 .cen .cyr .iso-ru .arb .grk .heb .trk

WikiBooks, Democratizando o Conhecimento

http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP Pgina 41/644AddCharset AddCharset AddCharset AddCharset AddCharset AddCharset AddCharset AddCharset AddCharset AddCharset AddCharset AddCharset AddCharset AddCharset AddCharset AddCharset AddCharset AddCharset AddCharset ISO-2022-JP .iso2022-jp .jis ISO-2022-KR .iso2022-kr .kis ISO-2022-CN .iso2022-cn .cis Big5 .Big5 .big5 WINDOWS-1251 .cp-1251 .win-1251 CP866 .cp866 KOI8-r .koi8-r .koi8-ru KOI8-ru .koi8-uk .ua ISO-10646-UCS-2 .ucs2 ISO-10646-UCS-4 .ucs4 UTF-8 .utf8 GB2312 utf-7 utf-8 big5 EUC-TW EUC-JP EUC-KR shift_jis .gb2312 .gb .utf7 .utf8 .big5 .b5 .euc-tw .euc-jp .euc-kr .sjis

AddType application/x-tar .tgz AddType application/x-httpd-php .php AddHandler imap-file map AddHandler type-map var BrowserMatch BrowserMatch BrowserMatch BrowserMatch BrowserMatch "Mozilla/2" nokeepalive "MSIE 4\.0b2;" nokeepalive downgrade-1.0 force-response-1.0 "RealPlayer 4\.0" force-response-1.0 "Java/1\.0" force-response-1.0 "JDK/1\.0" force-response-1.0

BrowserMatch "Microsoft Data Access Internet Publishing Provider" redirectcarefully BrowserMatch "^WebDrive" redirect-carefully

Suporte ao conjunto de caracteres da ISO-8859-1 direto nos scriptsCaso no tenha acesso ao servidor ou queira dar suporte apenas a determinados scripts, utilize uma das linhas abaixo, dependendo da sua linguagem): Dica encontrada em: http://forum.imasters.com.br/index.php?showtopic=173603 PHP - ASP - JSP - HTML/XML -

WikiBooks, Democratizando o Conhecimento

http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP Pgina 42/644

Aplicativos em PHP/Instalao e configuraes do ambiente/IndividualmenteDe Wikibooks< Aplicativos em PHP | Instalao e configuraes do ambiente

Contedo

1 Instalando o PHP dos Fontes ou pegando os pacotes individualmente 2 No Viva o Linux 3 Instalando PHP4 e PHP5 ao Mesmo Tempo 3.1 Instalando PHP 4 e 5 em Windows 3.2 Como Instalar o apache + PHP 4 e 5 + mysql e configurar 3.3 Running Apache2 With PHP5 And PHP4 At The Same Time (Linux) 4 Instalao do Apache, PHP, MySQL e PostgreSQL no Windows 4.1 1) Instalao e Configurao do Apache 4.2 2) Instalao e Configurao PHP 4.3 3) Instalao e Configurao do MySQL 4.4 4) Instalao e Configurao do PostgreSQL

Instalando o PHP dos Fontes ou pegando os pacotes individualmenteAqui seguem vrios links com tutoriais de como instalar o ambiente para uso do PHP pegando cada um dos pacotes, inclusive compilando para Windows e para Linux. Tambm podemos utilizar diversos outros pacotes instaladores existentes como EasyPHP e outros, alertando que em sua maioria existem apenas para Windows, com algumas excees como o caso do Uniform Server Veja esta dica do Haroldo Barbosa sobre o Uniform Server: http://www.dicas-l.com.br/dicas-l/20070519.php Agora os tutoriais sobre a instalao do ambiente para o PHP: Quem precisa de um controle rigoroso sobre cada pacote e sobre as caractersticas de cada um destes, para ter uma maior segurana e conhecimento dos mesmos, nestes casos a instalao de cada pacote individualmente e compilando dos fontes para controle mais rigoroso do comportamento o caminho mais indicado.

WikiBooks, Democratizando o Conhecimento

http://pt.wikibooks.org/wiki/Aplicativos_em_PHP Pgina 43/644

No Viva o Linuxhttp://www.vivaolinux.com.br Apache 2.0 + PHP + PostgreSQL no Slackware http://www.vivaolinux.com.br/artigos/verArtigo.php?codigo=1221 Debian com Apache, PHP4, PHP5 e MySQL http://www.vivaolinux.com.