A NARRATIVA HISTÓRICA COMO UMA MANEIRA DE · PDF fileuniversidade federal do...

Click here to load reader

  • date post

    02-Dec-2018
  • Category

    Documents

  • view

    214
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of A NARRATIVA HISTÓRICA COMO UMA MANEIRA DE · PDF fileuniversidade federal do...

  • UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARAN

    ROSI TEREZINHA FERRARINI GEVAERD

    A NARRATIVA HISTRICA COMO UMA MANEIRA DE ENSINARE APRENDER HISTRIA: O CASO DA HISTRIA DO PARAN

    CURITIBA

    2009

  • Catalogao na publicaoSirlei do Rocio Gdulla CRB 9/985

    Biblioteca de Cincias Humanas e Educao - UFPR

    Gevaerd, Rosi Terezinha Ferrarini A narrativa histrica como uma maneira de ensinar e aprender histria: o caso da histria do Paran / Rosi Terezinha Ferrarini Gevaerd. Curitiba, 2009. 300 f.

    Orientadora: Prof. Dr. Maria Auxiliadora Moreira do Santos Schmidt Tese(Doutorado em Educao) Setor de Educao, Universidade Federal do Paran.

    1. Histria estudo e ensino Paran. 2. Paran hist- ria estudo e ensino. 3. Histria estudo e ensino - narrativa (retrica). I. Titulo. CDD 981.62007 CDU 981(816.2)

  • ROSI TEREZINHA FERRARINI GEVAERD

    A NARRATIVA HISTRICA COMO UMA MANEIRA DE ENSINARE APRENDER HISTRIA: O CASO DA HISTRIA DO PARAN

    Tese apresentada como requisito parcialpara a obteno do grau de Doutora emEducao, ao Programa de Ps-Graduaoem Educao, Setor de Educao, daUniversidade Federal do Paran.

    Orientadora: Prof.a Dr.a Maria AuxiliadoraMoreira dos Santos Schmidt

    Co-orientadora: Prof.a Dr.a Isabel Barca

    CURITIBA

    2009

  • minha famlia, sempre presente com palavras de incentivo e apoio

    nesta minha caminhada.

  • AGRADECIMENTOS

    Ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientfico e Tecnolgico(CNPq), na medida em que esta pesquisa contou com o apoio dessa instituio,com a Bolsa na modalidade Doutorado Sanduche no Exterior - SWE, na cidadede Braga, Portugal, no perodo de 11 de fevereiro a 30 de junho de 2008.

    A todos que, de alguma forma, manifestaram seu apoio e incentivo paraa concretizao desta tese, mais especialmente minha orientadora, Dr.a MariaAuxiliadora Moreira dos Santos Schmidt, no s por ter-me orientado no percursodesta investigao, mas tambm por ter proporcionado meu desenvolvimentoacadmico e profissional.

    Igualmente, Prof.a Dr.a Isabel Barca, pela sua disponibilidade em meorientar durante o doutoramento, sobretudo durante o Estgio Cientfico Avanado,na rea de Especializao em Metodologias da Educao, na Universidade doMinho, Braga, Portugal.

    Aos professores da Banca de Qualificao, Dr.a Isabel Barca, Dr. CarlosRoberto Antunes dos Santos, Dr.a Tnia Maria Braga Garcia, pelas consideraessignificativas e criteriosas para o encaminhamento deste trabalho.

    Aos integrantes da Secretaria Municipal da Educao de Curitiba, quepossibilitaram a minha dispensa neste final do percurso, para a finalizao dapesquisa.

    Ao Ncleo Regional de Educao de Curitiba e equipe da EscolaMunicipal, que abriram as portas para a efetivao da presente investigao,especialmente s professoras, que souberam entender a necessidade de minhapresena em seu cotidiano escolar, bem como aos alunos e alunas, queaceitaram o meu convvio entre eles.

    Aos amigos Lilian, Elaine e Adilson, por terem assumido o grupo deHistria em minha ausncia.

    s amigas Angelita, Cleonice e Naldemir, pelo apoio, presencial ou distncia, durante esta caminhada.

  • Ao grupo da Educao Histrica, que durante o doutoramento foi seampliando e se tornando mais consistente nas discusses e reflexes,contribuindo de forma fundamental para a escrita deste trabalho.

    s minhas amigas portuguesas, de modo especial a Helena Pinto, JuliaCastro e Marlia Gago, que me acompanharam durante minha presena em seupas, em diferentes momentos.

    s pessoas de minha famlia que souberam entender as "minhasausncias", apoiando-me, assim, na concretizao do trabalho.

  • RESUMO

    A presente investigao d continuidade pesquisa desenvolvida no meu mestrado,momento em que procurei reconstruir como foi se constituindo o ensino de histria doParan nas escolas pblicas municipais de Curitiba, tomando como categoria de anlise oconceito de cdigo disciplinar proposto por Cuesta Fernandes (1997; 1998). Dandocontinuidade investigao, e partindo do pressuposto de que a histria como cinciapossui uma natureza narrativista, busquei verificar os tipos de narrativas histricas dahistria do Paran presentes no processo de escolarizao, sejam aquelas difundidas pelomanual didtico, pelas propostas curriculares, ou pelas aulas da professora, e analisar seocorre uma convergncia dessas narrativas no sentido de dar origem a determinadaaprendizagem histrica, evidenciada nas narrativas produzidas pelos alunos. A pesquisa foipautada em investigaes na rea da Educao Histrica, mais especificamente na linha dacognio histrica situada, a qual engloba estudos que tm como perspectiva acompreenso das ideias de professores e alunos em contexto de ensino aulas de histria,tomando como referncia o prprio conhecimento histrico. Usei a metodologia de pesquisaqualitativa, privilegiando a observao, durante um ano letivo, de aulas de histria em umaturma de Ciclo II - 2.a etapa - 5. ano do ensino fundamental de uma escola da RedeMunicipal de Ensino de Curitiba. Constatei que existe uma convergncia entre as narrativasdifundidas nos manuais didticos, na explicao da professora e nas propostas curriculares,a qual indica uma forte presena de determinada perspectiva da histria tradicional doParan. Algumas consideraes podem ser apontadas, entre elas a necessidade de umdebate historiogrfico que subsidie uma reconstruo curricular no que tange histria doParan, bem como a necessidade da incorporao, por parte dos professores, da ideia danarrativa histrica como uma maneira de ensinar e aprender histria, mostrando-se comofundamental o debate em torno das narrativas histricas.

    Palavras-chave: Ensino de histria. Educao histrica. Narrativa histrica. Histria do Paran.

  • ABSTRACT

    This investigation resumes the research developed on my Masters Degree, when I aimed toreconstruct how the teaching of Parans History had been established at Curitibasmunicipal public schools, taking as analysis category the concept of disciplinary codeproposed by Cuesta Fernandes (1997; 1998). Continuing the investigation and starting at theassumption that History as a science has a narrativistic nature, I aimed to verify the types ofhistorical narratives from Parans History that are present during the schooling process,either communicated by the didactic manual, and by curricular propositions, either by theteachers classes; and that the convergence of such narratives originates a certain historicallearning, which is made evident at the narratives produced by the students. The researchwas based on investigations in the field of Historical Education, more specifically on the lineof situated historical cognition, which encompasses studies that have as perspective thecomprehension of the teachers and students ideas on the context of learning Historyclasses, taking as reference the historical knowledge itself. I used the qualitative researchmethodology, privileging the observation, during one school year, of History classes at aclass of Cycle II 2nd stage 5th year of the basic education, from a school of CuritibasMunicipal Educational System. I have encountered that there is a convergence between thenarratives displayed in the didactic manuals, in the teachers explanation and in the curricularpropositions, which indicates a strong presence of a certain perspective of Paranstraditional history. Some considerations can be pointed out, among them, the need of ahistoriographic debate that may provide assistance to a curricular reconstruction regardingParans History and the need of the incorporation, by the teachers, of the idea of historicalnarrative as a mean of teaching and learning history, which makes the debates abouthistorical narratives fundamental and important.

    Keywords: History teaching. Historical education. Historical narrative. Parans History.

  • LISTA DE QUADROS

    1 ESTUDO EXPLORATRIO 2 - QUESTIONRIO PRVIO.................................................... 119

    2 NMERO DE ALUNOS POR TURMA - 2006......................................................................... 129

    3 CONTEXTO DA EXPERINCIA DOS ALUNOS E PROFESSORA COM O

    CONHECIMENTO ................................................................................................................... 131

    4 ESTRUTURA DA NARRATIVA HISTRICA DA PROFESSORA: CATEGORIAS ................ 134

    5 NARRATIVA HISTRICA DO ALUNO: CATEGORIAS.......................................................... 137

    6 NMERO DE ALUNOS POR TURMA - 2007......................................................................... 141

    7 TRANSCRIO DA AULA DA PROFESSORA...................................................................... 142

    8 MANUAL DE HISTRIA DO PARAN: CONHECENDO O PARAN............................................... 172

    9 MANUAL DE HISTRIA DO PARAN: VIVER DESCOBRIR............................................. 181

    10 NARRATIVAS HISTRICAS DO PARAN PRESENTES EM AULAS...................................... 196

    11 NARRATIVA HISTRICA A OCUPAO PORTUGUESA DO ESPAO

    PARANAENSE: ATIVIDADES PROPOSTAS PELO MANUAL DIDTICO E

    PROFESSORA........................................................................................................................ 210

    12 NARRATIVA HISTRICA ESPANHIS, NOSSOS PRIMEIROS COLONIZADORES:

    ATIVIDADES PROPOSTAS PELO MANUAL DIDTICO E PROFESSORA........................... 212

    13 NARRATIVA HISTRICA OS BANDEIRANTES ATACAM AS REDUES:

    ATIVIDADES PROPOSTAS PELO MANUAL DIDTICO E PRO