AIM - Angola Imobiliário Magazine: edição NOV2014

download AIM - Angola Imobiliário Magazine: edição NOV2014

of 35

  • date post

    06-Apr-2016
  • Category

    Documents

  • view

    212
  • download

    0

Embed Size (px)

description

AIM - a revista especializada sobre tudo o que se passa no mercado imobiliário em Angola.

Transcript of AIM - Angola Imobiliário Magazine: edição NOV2014

  • 1

    NOVEMBRO DE 2014

    ANGOLA IMOBILIRIO MAGAZINE

    PROJEKTA

    GOVERNO PROVIN-

    CIAL DE LUANDA

    VENCE PRMIO

    p.31

    VINHO MADE IN

    ANGOLA

    p.25

    NALCO ANGOLA

    INAUGURA FBRICA

    NO SOYO

    p.24

    PRMIO

    PERSONALIDADE

    DO ANO

    p.19

    BNA AUMENTA

    VENDA DE DLARES

    p.6

  • 2 ANGOLA IMOBILIRIO MAGAZINE

    Pgina 2

    A AIM Angola Imobilirio Magazine uma revista digital e online, com edies mensais.

    O nosso pblico alvo so os quadros superiores dos sectores de Oil&Gas, Banca, Governo, Consultoras, Saude, Logistica, Construo e Transportes.

    A partir de Dezembro de 2014 existir tambm o respectivo website www.angolaimobiliariomagazine.com, assim como a sua pgina no Facebook.

    A revista tem como base diversas fontes nacionais e internacionais, nomeadamente e no s: Angop, Jornal de Angola, Digital News, Angonoticias, TPA, Expresso,

    Sol, Zimbo, Novo Jornal, Pblico, Exame, Exame Angola, Angola Global, O Pais, Expanso, Semanrio Econmico, Dinheiro Vivo, D istribuio Hoje e diversos press-

    releases.

    Para obteno de informaes adicionais, envio de press-release/artigos para publicao ou publicidade institucional, agradecemos o contacto atravs do co-

    mercial.aim@mail.com ou +244 943 831 052.

    ndi

    ce

    12

    TEMAPROJEKTA 2014 12 EDIO

    6ECONOMIA, 10 IMOBILIRIO, 23 INDUSTRIAL & LOGSTICA,

    25 RETALHO & DISTRIBUIO, 27 ARQUITECTURA & CONSTRUO,

    29 HABITAO & URBANISMO, 29 INFRAESTRUTURAS,

    30 SAFETY, 31 HOTELARIA & TURISMO,

    32 TELECOM, 33 +&-, 34 PROJKETO ARQ

  • 3 Pgina 3

    3 ANGOLA IMOBILIRIO MAGAZINE

    EDITORIAL

    PAULO CRUZ

    Arqt./ Eng. formado na Universidade Tcnica

    de Delft na Holanda e na ISEG em Lisboa,

    especialista em montar operaes imobilirias,

    com um percurso profissional passando pelas

    maiores multinacionais e consultoras na Europa

    e em Africa, tais como BP, CIF, Cushman & Wa-

    kefield, DHV, EuroActiv Investments, HRC e Pre-

    sild, tendo como clientes os mais proiminentes

    promotores, investidores e fundos de investi-

    mento imobilirios internacionais.

    Membro activo da IFMA, RICS, ISCS, CMVM e AAM-

    GA.

    Os acontecimentos recentes tais como a

    Projekta 2014 e o 2 Encontro de Manuteno

    dos Pases Integrantes da CPLP em Luanda

    organizado pela AAMGA, so os testemunhos

    reais, que depois do inicio do boom de cons-

    truo em todo o territrio, o utilizador re-

    quer alm de um edifcio/infra-estrutura de

    qualidade, a respectiva manuteno a condi-

    zer.

    J existem diversas empresas a operar,

    sendo que quase todas elas sofrem do mes-

    mo, entre outros: problemas logsticas, falta

    de quadros formados (para no falar com

    experincia profissional), falta de legislao

    e falta de reconhecimento.

    neste contexto, que congratulamos as inici-

    ativas destas organizaes (AAMGA e FILDA)

    em levar, ou melhor ainda, elevar, a imagem

    deste sector em franco crecimento.

    Por trs de um grande projecto, dever sem-

    pre estar um grande facility manager!

    Os meses de Outubro e Novembro marcam

    como sempre o regresso da poca de chuva,

    e como tal questionamos se desta que a

    GPL manteve as infraestruturas bsicas para

    garantir o escoamento pluvial. Com todo o

    escepticismo, duvidamos de tal coisa, tendo

    para tal imensas provas desta falta de manu-

    teno e em alguns casos at reparao, por

    quais passamos no nosso dia-a-dia.

    A Manuteno, deve ser escrita com letra

    maiuscula, porque atravs desta que o

    utilizador de um activo poder atingir os seus

    nveis de conforto ou de produo, qualquer

    que seja o seu sector.

    Mais recentemente fomos surpreendidos que

    mesmo em Europa, neste caso em Portugal, a

    (falta de) manuteno teve na origem de

    cinco mortos e perto de cem hospitalizados

    por causa de uma bacteria: Legionella.

    Acabou por no ser a temida Ebola africana a

    causar estragos no velho continente, mas

    sim algo que com uma Manuteno cuidada

    poderia ter sido evitado!

    Editorial

  • 4

    29 Out 2 Nov Barcelona Meeting Point Fira Barcelona

    12 Nov 13 Nov

    IMN Conference on Financing, Investing & Real Estate Devel-opment for Data Centers

    The Ritz-Carlton, Half Moon Bay, Califrnia

    18 Nov 19 Nov

    Retail Congress Africa 2014 The Sandton Convention Centre, Johannesburg

    19 Nov 21 Nov MAPIC 2014 Palais des Festivals, Cannes

    27 Nov

    RCIS Commercial Property Con-ference 2014

    Grange Tower Bridge Hotel, London

    27 Nov 28 Nov

    ICSC European Retail Strategy & Trends Forum

    Meli Milano, Milan

    FEIRAS INTERNACIONAIS 2014

  • 5 Pgina 5 ANGOLA IMOBILIRIO MAGAZINE

  • 6 ANGOLA IMOBILIRIO MAGAZINE

    Pgina 6

    AUMENTO DA VENDA DE DLARES

    O Banco Nacional de Angola (BNA) vendeu na 3

    semana deste ms 300 milhes de dlares ao

    sistema. 282,9 milhes USD foram vendidos pelo

    BNA, aos bancos comerciais, a uma taxa de cm-

    bio mdia de 98,766 AKZ por USD. O volume de

    transaces do mercado primrio de cmbio foi

    anunciado no site do BNA, no qual a instituio

    tambm revela uma colocao de Ttulos do Te-

    souro avaliada em 18,3 mil milhes AKZ, em que

    15,7 mil milhes eram Bilhetes (BT) e 2,6 mil mi-

    lhes Obrigaes do Tesouro (OT). Cerca de 2,1

    mil milhes em Obrigaes do Tesouro foram

    passados em leilo de preo, em moeda nacional,

    sem indexao. A taxa de juro mdia foi de 7,09%

    ao ano para a maturidade de dois anos, registan-

    inferior em cerca 5,80% ao da semana anterior,

    de 291,3 mil milhes. O volume mdio dirio de

    transaces foi de 54,9 mil milhes. A LUIBOR

    overnight (um dia) apurada no ltimo dia da se-

    mana, com base nas cedncias de liquidez acima

    referidas, foi de 4,02%, superior em 0,11 taxa

    apurada na semana anterior, de 3,91%. A LUIBOR

    para as maturidades de 30, 90, 180, 270 e 360

    dias situou-se em 6,81, 7,36, 7,96, 8,70 e 9,50%

    ao ano, registando variaes, de 0,04, 0,03 e -

    0,04% nas maturidades de 30, 90 e 270 dias. O

    Comit de Poltica Monetria do BNA concluiu, na

    sua ltima reunio, no fim de Setembro, que os

    juros e o cmbio mantm-se estveis no merca-

    do, em consonncia com a sua poltica.

    do-se variao de 0,01% face ao leilo preceden-

    te. Tambm foram emitidas OT com variao

    cambial fixadas em 488,2 milhes AKZ nas maturi-

    dades de trs e quatro anos, a taxas de juro de

    7,25% e 7,50% ao ano. As taxas de juro mdias

    apuradas para os BT foram de 5,47% e 6,21%

    para as maturidades de 182 e 364 dias. Regista-

    ram-se variaes de 0,08% e 0,14% em relao

    ao leilo anterior. O BNA declarou ter absorvido

    na semana passada 26,1 mil milhes AKZ de liqui-

    dez em operaes de mercado aberto nas maturi-

    dades de 28 e 63 dias. No mercado interbancrio

    os bancos realizaram entre si cedncias de liqui-

    dez overnight, sem garantia de ttulos, no montan-

    te acumulado de 274,4 mil milhes AKZ, volume

    Economia

  • 7 Pgina 7 ANGOLA IMOBILIRIO MAGAZINE

    REA Escritrios desde 206 a 800 m2 LOCALIZAO Largo do Ambiente, Ingombotas,

    Luanda

    REA Escritrios desde 218 a 4.000 m2 LOCALIZAO Rua Rainha Ginga e Major Kanhan-

    gulo, Ingombotas, Luanda

    REA Escritrios desde 154 a 616 m2 LOCALIZAO Gaveto Rua Jos Lameiras com a

    Rua Assalto ao Quartel da Monca-da, Ingombotas, Luanda

    REA Escritrios desde 300 a 600 m2

    LOCALIZAO Rua Rainha Ginga, Ingombotas, Luanda

    REA Escritrios at 615 m2

    LOCALIZAO Rua Frederico Welwitsch, Maculus-so, Luanda

    REA Escritrios desde 210 a 750 m2

    LOCALIZAO Largo 1 de Maio, Vila Alice, Luanda

    Edifcio Baa Vista Towers

    Edifcio Kaluanda Edifcio ETC

    Torre Maculusso Atrium Independncia

    worx Real Estate Consultants - www.worx.co.ao - geral@worx.co.ao - Tel.: +244 946 962 200

    SOLUES DE ESCRITRIOS EM LUANDA

  • 8

    BNA AUMENTO DE CAPITAL DO BESA

    Pgina 8 ANGOLA IMOBILIRIO MAGAZINE

    O Conselho de Administrao do BNA deliberou no

    passado dia 21, o aumento do capital por conver-

    so da parte do emprstimo interbancrio snior,

    no montante de 360,768 milhes AKZ. Segundo o

    governador do Banco, Jos de Lima Massano, a

    deliberao do BNA, que decorre das medidas e

    providncia do saneamento adoptadas no dia 4 de

    Agosto de 2014, tendo por base o relatrio de

    reviso de finalidade especial apresentado pela

    KPMG, impe uma reduo dos capitais prprios

    dos accionistas por absoro da totalidade dos

    prejuzos acumulados. Com esta operao, os

    actuais accionistas do banco vm as suas partici-

    paes no capital social, completamente diludas.

    De acordo com o governador, o referido relatrio

    baseou-se nas Demonstraes Financeiras do

    BESA data de 4 de Agosto de 2014, que retrac-

    tam um Activo no montante de 1.122,504 milhes

    AKZ, um Passivo de 1.017,610 milhes AKZ e Fundos

    Prprios de 104.894 milhes AKZ, e que permiti-

    ram confirmar a existncia de perdas elevadas na

    cartei