ANA CRISTINA VALCÁRCEL VELLARDI - USP · PDF file Vellardi, Ana Cristina...

Click here to load reader

  • date post

    18-Jan-2021
  • Category

    Documents

  • view

    1
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of ANA CRISTINA VALCÁRCEL VELLARDI - USP · PDF file Vellardi, Ana Cristina...

  • UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

    FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO

    ANA CRISTINA VALCÁRCEL VELLARDI

    UMA NARRATIVA HISTÓRICA E GEOGRÁFICA DE PAISAGEM DA PORÇÃO

    NOROESTE DA METRÓPOLE DE SÃO PAULO: UMA CONTRIBUIÇÃO À EDUCAÇÃO.

    SÃO PAULO

    2017

  • ANA CRISTINA VALCÁRCEL VELLARDI

    UMA NARRATIVA HISTÓRICA E GEOGRÁFICA DE PAISAGEM DA PORÇÃO

    NOROESTE DA METRÓPOLE DE SÃO PAULO: UMA CONTRIBUIÇÃO À EDUCAÇÃO.

    Dissertação apresentada à Faculdade de

    Arquitetura e Urbanismo da Universidade de

    São Paulo para obtenção do título de Mestre em Ciências.

    Área de Concentração: Paisagem e Ambiente

    Orientador: Prof. Dr. Euler Sandeville Junior

    EXEMPLAR REVISADO E ALTERADO EM RELAÇÃO À VERSÃO ORIGINAL,

    SOB RESPONSABILIDADE DA AUTORA E ANUÊNCIA DO ORIENTADOR. A versão original, em formato digital, ficará arquivada na Biblioteca da Faculdade.

    São Paulo, 01 de agosto de 2017.

    SÃO PAULO

    2017

  • Autorizo a reprodução e divulgação total ou parcial deste trabalho, por qualquer meio convencional ou eletrônico, para fins de estudo e pesquisa, desde que citada a fonte.

    Catalogação na Publicação Serviço Técnico de Biblioteca

    Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo

    Vellardi, Ana Cristina Valcárcel

    V438n Uma narrativa histórica e geográfica de paisagem

    da porção noroeste da metrópole de São Paulo: uma

    contribuição à educação. / Ana Cristina Valcárcel

    Vellardi; orientador Euler Sandeville Jr. - São

    Paulo, 2017.

    213 p.

    Dissertação (Mestrado) - Faculdade de Arquitetura

    e Urbanismo da Universidade de São Paulo. Área de

    concentração: Paisagem e Ambiente

    1. Paisagem. 2. Memória Social. 3. Bairro Perus.

    4. Região Noroeste de São Paulo. 5. Indústria da

    Cal. 6. São Paulo Railway. I. Sandeville Jr, Euler, orient. II. Título.

  • Dedico ao meu pai Wilson, in memoriam, à minha mãe Atilana e aos meus filhos Mateus e

    Viviana pelo incentivo, colaboração e cumplicidade.

  • AGRADECIMENTOS

    Agradeço a todos os participantes da experiência da Universidade Livre e

    Colaborativa em Perus com os quais tive oportunidade de aprendizado muito significativo e

    convivência afetiva. Levo comigo essa experiência de aprender em pares, além de amigos

    para a vida.

    Ao Prof. Euler Sandeville Jr. pela oportunidade de novos conhecimentos e

    compreensão sobre as minhas inquietações do retorno à academia. Agradeço ao orientador e

    ao professor empenhado na inclusão e seu constante voo livre e sensível sobre o

    conhecimento. Agradeço acima de tudo por compartilhar seu entendimento e prática de

    conhecer, analisar e agir em pares. Foi um privilégio participar dessa experiência em Perus!

    Especial agradecimento à Profa. Sueli Angelo Furlan por sua leitura e registros

    cuidadosos e precisos e ao Prof. Raul Isidoro Pereira por sua interpretação integrada e

    sensível, juntos contribuíram a um aperfeiçoamento da apresentação da pesquisa a partir da

    banca examinadora.

    Aos parceiros e moradores de Perus e região, Profa. Regina Bortoto, Mário Bortoto,

    Marcio Antonio Melhado Bezerra, Profa. Maria Helena Bertolini, José Soró, Jandira Ribeiro,

    Anamaria de Paula Silva, Dida, Cristina dos Santos Matos, Diane Dourado, Matilde de Souza,

    Jéssica Moreira, Thalita Duarte, Lucas Vitorino, Rodolfo Vetore, Cleiton Ferreira, Glauco

    Murta, Arlindo Paes, Sirlei, Paulinho, Paulo Mendes, Sr. Santo Camargo (in memoriam), Sra.

    Aurora, Fernando e Beth, Sr. Mário Gaspar, Sra. Nice, Sr. Nelson Camargo, Sra. Ada Giovani

    e muitos outros.

    Aos parceiros do NEP que me proporcionaram respirar com a juventude as

    descobertas teóricas, técnicas e pessoais: Diego, Patrícia, Gabriel, Andreas, Isabel Ginters,

    Miguel, Gabriela, Priscila, Mitiko e Thais; à Ciça, que mesmo não estando mais no grupo

    estava presente por sua linda pesquisa, e Melissa, amiga e parceira de outras trilhas com um

    reencontro especial e amoroso no NEP.

    Às professoras Beatriz Piccolotto Siqueira Bueno e Simone Scifoni pelas importantes

    sugestões no exame de qualificação, e aos professores das disciplinas realizadas que

    ampliaram meu conhecimento e me deram ótimos exemplos: Nilce Aravecchia, Renato

    http://www.fau.usp.br/docentes/beatriz-piccolotto-siqueira-bueno/

  • Cymbalista, Flávia Brito do Nascimento, Paulo Garcez, Sueli Angelo Furlan e Simone

    Scifoni.

    Aos amigos que muito colaboraram de diversas formas tanto para a qualificação como

    para a reunião de materiais do presente estudo. Especial agradecimento a Antonio Afonso

    com sua delicada produção de mapas e a Regina Célia Araujo e Heloisa Ferreira Filizola,

    amigas desde a graduação e sempre dispostas em repartir seus conhecimentos e afeto, Agnes,

    Siomara, Mayara da UMAPAZ, Diego, Patrícia, Miriam, Cristina Matos, Diane, Pacita,

    Fernanda Tosoni, e os amigos do Sítio Morrinhos, Francisco, Paula e Renato.

    À minha mãe, que mesmo necessitando da minha presença e colaboração soube

    compreender a importância dada ao meus estudos, e de algum modo se sentia cuidada ao

    saber do afeto que se desenvolveu junto a idosos de Perus. Aos meus irmãos Julio, Zeca,

    Tércio e Adriana pela cumplicidade e apoio.

    Aos meus amores Mateus e Viviana, pela grande paciência por muitos momentos

    voltados aos estudos e restrição financeira que isso significou, também pela audição e partilha

    das minhas descobertas. Mateus, a sua rapidez de edição das fotos, formatação das tabelas etc.

    foi especial para essa mãe não tão ágil. Viviana, meu lindo e livre pássaro de entrega de

    correspondência em terras paulistas. Muito obrigada meus filhos!

  • “Não me mostraste, em vão, dentro do fogo, o teu semblante. Por reino deste-me a infinita natureza, e

    forças para senti-la, penetrá-la. Não me outorgaste só contato estranho e frio, deixaste-me sondar-lhe

    o fundo seio, como se fosse o peito de um amigo.”

    Johann Wolfgang von Goethe

  • RESUMO

    UMA NARRATIVA HISTÓRICA E GEOGRÁFICA DE PAISAGEM DA PORÇÃO

    NOROESTE DA METRÓPOLE DE SÃO PAULO: UMA CONTRIBUIÇÃO À EDUCAÇÃO.

    O presente estudo realiza uma experiência de narrativa histórica de paisagem da porção

    noroeste da metrópole de São Paulo no período de 1867 a 1950, um tecido composto por

    particularidades passível de um exercício de interpretação integrada e regional. O bairro de

    Perus/SP, lugar com um volume importante de registros e de militância em torno dos

    trabalhadores Queixadas e da produção de cimento da Fábrica Portland Perus, a partir de

    1925, é o marco inicial da trilha, que se debruça também sobre a memória ferroviária da

    Estrada de Ferro Perus Pirapora, com início de atividade em 1914, e sobre estudos da vizinha

    Caieiras por via da Cia Melhoramentos implantada em 1890. Impulsionada por memórias

    individuais e vínculos afetivos estabelecidos, o estudo avança na análise e publicações de

    memorialistas locais e alcança pesquisas históricas. Os materiais de elaboração local foram

    acessados com a participação da Universidade Livre e Colaborativa de Perus, uma experiência

    de construção de conhecimento aberta e realizada em parceria junto a educadores e ativistas

    culturais locais. Identificou-se, como experiência, uma paisagem com a contribuição dos

    aspectos geomorfológicos e geológicos integrados à exploração mineral, com destaque para a

    produção da cal participando da história da região. Incluiu-se a observação de agentes locais

    conjugados a estrangeiros na implantação de estações intermediárias da São Paulo Railway,

    demonstrando particularidades sobre a ideia do leito férreo atrair a indústria, comumente

    aplicado na compreensão da aurora industrial paulista. A partir desse conjunto, valorizando

    vivência em proximidade, memória, história, geografia e arquitetura, pretende-se apresentar

    material para refletir sobre o bairro de Perus, a região noroeste e a cidade de São Paulo.

    Palavras-Chave: Paisagem, Memória Social, Bairro Perus, Região Noroeste de São Paulo,

    Indústria da Cal, São Paulo Railway.

  • ABSTRACT

    A GEOGRAPHIC AND HISTORIC NARRATIVE ABOUT THE LANDSCAPE OF THE

    NORTHWEST PORTION OF SÃO PAULO METROPOLY: A CONTRIBUTION TO

    EDUCATION.

    The present study performs a historical narrative experience of landscape of the northwestern

    portion of the metropolitan region of São Paulo during the period from 1867 to 1950, a tissue

    composed of particularities subject to an integrated and regional interpretation. Perus, a place

    with a significant volume of records and engagement of the Queixada’s workers and the

    cement production of its local fabric Portland Perus, since 1925, is t