apostila gestão prof

Click here to load reader

  • date post

    07-Jul-2015
  • Category

    Documents

  • view

    366
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of apostila gestão prof

GESTO DE EMPREENDIMENTOS AGROPCUARIOS CONTEUDO PROGRAMTICO 1. NOES FUNDAMENTAIS DE ADMINISTRAO 1.1. 1.2. Conceito de Administrao Histrico da Administrao

1.2.1 Henry Taylor 1.2.2 Henry Fayol 1.2.3 Henry Ford 2. ADMINISTRAO RURAL 2.1 Conceito e seu campo de atuao 2.2 Os empreendimentos Agropecurios 2.2.1 Empresa Rural 2.2.2 Empresa Agrcola x Empresa Industrial 2.2.3 Caracterizao da Empresa Agrcola 3. CARACTERIZAO DAS AREAS DA ADMINISTRAO NA PROPRiEDADE RURAL 3.1 rea de Produo 3.2 reas de Comercializao E Marketing 3.3 rea Financeira 3.4 rea de Recursos Humanos 4. O EMPREENDEDOR RURAL - EXRCCIOS - BIBLIOGRAFIA CONSULTADA

I - NOES FUNDAMENTAIS DE ADMINISTRAO 1. Conceitos Bsicos O que ADMINISTRAO? Porque ADMINISTRAR? O que ADMINISTRAR? Como ADMINISTRAR? Administrar interpretar os objetivos propostos pela empresa e transform-los em ao empresarial atravs do planejamento, organizao, direo e controle de todos os esforos realizados em todas as reas e em todos os nveis da empresa, a fim de atingir tais objetivos. Administrar alcanar objetivos, por meio da organizao de grupos de pessoas, com eficincia e eficcia. Objetivos so metas a serem alcanadas, alvos a serem atingidos.M E - Mensurvel - Especifica T A S - Temporal - Aplicvel - Significado

Eficincia utilizao dos meios. a relao entre os recursos que deveriam ser consumidos e os recursos realmente consumidos. Eficcia os resultados. a relao entre os resultados obtidos e os resultados desejados ou previstos. 2. Histrico da Administrao Em 1900 surgiram os primeiros mtodos e processos de organizao, com os estudiosos Frederick W. Taylor, Henry Fayol e Henry Ford, que se destacaram como precursores da administrao. 2.1 Frederick Winslow Taylor ( 1856 1915) - fundador da Administrao Cientifica (1911) desenvolveu estudos a respeito de tcnicas de racionalizao do trabalho do operrios. Enfatizava o uso do tempo e dos seus mtodos e para assegurar que seus objetivos de mxima produo a mnimo custo fossem alcanados criou a ORT (Organizao Racional do Trabalho). Para tanto seguia os seguintes princpios: Analise do trabalho e estudo dos tempos e movimentos; Estudo da fadiga humana Diviso do trabalho e especializao do operrio

Diviso de cargas e tarefas Desenho de cargos e salrios Incentivos salariais e prmios de produo Conceito de homo economicus - o homem ao tomar uma deciso acaba optando sempre por aquela que lhe trouxer melhores e maiores ganhos.

Condies ambientais de trabalho Superviso funcional

1.2.2 Henry Fayol (1841-1925) - fundador da Teoria Clssica, paralelamente aos estudos de Taylor, Fayol defendia princpios semelhantes na Europa, baseado em sua experincia na alta administrao. Relacionou 14 princpios gerais da administrao, que so: 1. Diviso do trabalho: consiste na especializao das tarefas e das pessoas para aumentar a eficincia. 2. Autoridade e responsabilidade: autoridade o direito de dar ordens e o de esperar obedincia; a responsabilidade uma conseqncia natural da autoridade: a obrigao de cumprir as atribuies do cargo e responder pelas conseqncias dos prprios atos e decises. Ambas devem estar equilibradas entre si. 3. Disciplina: depende da obedincia. Corresponde ao cumprimento dos acordos estabelecidos e das determinaes vigentes. 4. Unidade de comando: cada empregado deve receber ordens de apenas um superior. o principio da autoridade nica. 5. Unidade de direo: uma cabea e um plano para cada grupo de atividades que tenham o mesmo objetivo. 6. Subordinao do particular ao geral: os interesses setoriais devem subordinar-se aos interesses maiores, como o interesse pessoal deve subordinar-se ao interesse grupal. 7. Remunerao do pessoal: deve haver justa e garantida satisfao para empregados e empresa, em termos de retribuio. 8. Centralizao: refere-se ao grau de concentrao da autoridade na hierarquia organizacional. Seu inverso a delegao. 9. Cadeia escalar: a linha de autoridade que vai do escalo mais alto ao mais baixo. tambm denominado principio do comando. 10. Ordem: um lugar para cada coisa em seu lugar; um tempo para cada coisa e cada coisa em seu tempo; uma funo para cada pessoa e cada pessoa em sua funo. o princpio da ordem material, temporal e funcional. 1l. Equidade: amabilidade e justia para alcanar lealdade do pessoal. 12. Estabilidade e durao (num cargo) do pessoal: a rotao tem um impacto negativo sobre a eficincia da organizao. Quanta mais tempo uma pessoa permanecer num cargo, tanto melhor.

13. Iniciativa: a capacidade de visualizar a necessidade de uma ao e execut-la sem precisar aguardar ordens superiores. 14. Esprito de equipe: harmonia e unio das pessoas em torno de propsitos comuns, que asseguram o sucesso da organizao. AS 6 FUNES BSICAS DA ADMINISTRAO POR FAYOL Fayol define o ato de administrar como sendo constitudo das funes prever, organizar, comandar, coordenar e controlar, mais tarde acrescidos de planejar, formando a sigla PPOCCC. Estas funes administrativas constituem, assim, as funes do administrador: Prever: visualizar o futuro e definir os objetivos e metas da empresa. Planejar: traar os planos de ao. Um bom plano de ao deve ter unidade, continuidade e flexibilidade. Organizar: Organizao proporciona todas as coisas teis ao funcionamento da empresa e pode ser dividida em organizao material e organizao social. Comandar: dirigir e orientar o pessoal. Consiste em levar a organizao a funcionar. Seu objetivo alcanar o rendimento mximo dos funcionrios no interesse global. Coordenar: ligar, unir, harmonizar todos os atos e todos os esforos coletivos. Ela sincroniza coisas e aes em suas propores certas e adapta os meios aos fins. Controlar: verificar que tudo ocorra de acordo com as regras e as ordens dadas. O objetivo localizar as fraquezas e erros para corrigi-los no presente e preveni-los no futuro. Estes so os elementos da Administrao que constituem o chamado processo administrativo, e que so localizveis em qualquer trabalho do administrador, em qualquer nvel ou rea de atividade da empresa. AS 6 FUNES BSICAS DA EMPRESA POR FAYOL 1. 2. 3. 4. 5. 6. Funes Tcnicas Funes Comerciais Funes Financeiras Funes de Segurana Funes Contbeis Funes Administrativas Racionadas com a produo de bens ou servios Relacionadas com a compra e venda de bens ou servios Relacionadas com a procura e gerncia de capitais. Relacionadas com a proteo e preservao do patrimnio Relacionadas com os inventrios, balanos e estatsticas Coordenam e sincronizam as demais funes da empresa, pairando sempre acima delas.

1.2.3 Henry Ford (1863 1947) -

visto como um dos responsveis pelo grande salto

qualitativo no desenvolvimento organizacional atual. Em 1903 fundou a Ford Motor Co. com o

intuito de fabricar carros a preos populares dentro de um plano de vendas e assistncia tcnica. Ciente da importncia do consumo em massa, lanou alguns princpios para agilizar a produo, reduzir os custos e o tempo de produo. Integrao vertical e horizontal - Produo integrada, da matria-prima ao produto final acabado (Integrao vertical) e instalao de uma rede de distribuio imensa (Integrao horizontal). Padronizao - Instaurando a linha de montagem e a padronizao do equipamento utilizado, obtinha-se agilidade e reduo nos custos. Em contrapartida, prejudicava a flexibilizao do produto. Economicidade - Reduo dos estoques e agilizao da produo.

2. ADMINISTRAO RURAL 2.1 Conceito a rea da Administrao responsvel pelo planejamento, acompanhamento e distribuio da produo agro-industrial brasileira. uma ramificao da cincia da administrao que estuda os processos racionais das decises e aes administrativas em organizaes rurais. o estudo da combinao eficiente e eficaz dos fatores de produo com vistas tomada de deciso do gerente agrcola para conseguir maiores lucros, satisfao pessoal, sem agredir a natureza. um dos ramos da administrao que estuda os processos racionais das decises e aes administrativas em organizaes rurais. A administrao rural uma cincia tambm uma arte e teve incio no principio do sculo XX, nos Estados Unidos e na Inglaterra, que se iniciou com a anlise econmica das culturas e criaes, com registros de dados contbeis e tcnicos e com a anlise de custos de produo. considerado um ramo da cincia administrativa que no se preocupa apenas em analisar os aspectos inerentes empresa rural, como tambm suas inter-relaes com o meio ambiente. No Brasil a Administrao Rural surgiu num processo histrico semelhante. Iniciou com analise da viabilidade econmica de culturas e criaes, o registro de dados contbeis e tcnicos e a analise de custos de produo.

Com um quadro onde a importncia da administrao demonstrada de forma to clara, de fundamental importncia que os princpios bsicos de administrao sejam esclarecidos e as funes essenciais da administrao precisam ser estudadas, como veremos a seguir: 1. Planejamento Para MEGGINSON et all (1998) planejar escolher um curso de ao e decidir com antecedncia o que se vai fazer, em que seqncia, quando e como. Est intimamente relacionado a todas as outras funes da administrao, principalmente a de controlar. Planejamento o processo de determinar os objetivos e metas organizacionais e como realizlos". Envolve:

Escolher um destino; Avaliar os caminhos alternativos; Decidir o rumo especfico para o destino escolhido.

Uma forma de administrar uma propriedade agrcola com o planejamento da mesma; a outra e sem planejamento nenhum. Muitas vezes, uma fazenda aparentemente no tem planejamento; porm, analisando com mais profundidade o andamento dos trabalhos e outros aspectos, percebe-se que a atividade esta planejada s que empiricamente, na cabea do dono ou do administrador.Infelizmente, nestes casos, o dono passa a ser insubstituvel na atividade, e se, por algum acaso ele ausentarse, os negcios podem tropear. (BARBOSA, 1985) O processo de planejamento de uma fazenda, conforme COSTA e GONALVES (2002) envolve fornecer respostas para as seguintes questes: