Apresenta%c3%a7%c3%a3o clemente%20marianni[1]

of 35 /35
Aprendizagem em rede: novos olhares sobre o Orkut Por Profª. Ms. Camila Santana

Embed Size (px)

description

Apresentação pós defesa na UNIJORGE

Transcript of Apresenta%c3%a7%c3%a3o clemente%20marianni[1]

Page 1: Apresenta%c3%a7%c3%a3o clemente%20marianni[1]

Aprendizagem em rede: novos olhares sobre o

Orkut Por Profª. Ms. Camila

Santana

Page 2: Apresenta%c3%a7%c3%a3o clemente%20marianni[1]

Tecendo a Manhã

João Cabral de Melo Neto

"Um galo sozinho não tece a manhã: ele precisará sempre de outros galos. De um que apanhe esse grito que ele e o lance a outro: de um outro galo

que apanhe o grito que um galo antes e o lance a outro; e de outros galos

que com muitos outros galos se cruzam

os fios de sol de seus gritos de galo para que a manhã, desde uma tela

tênue, se vá tecendo, entre todos os galos.

E se encorpando em tela, entre todos, se erguendo tenda, onde entrem

todos, no toldo (a manhã) que plana livre de armação.

A manhã, toldo de um tecido tão aéreo

que, tecido, se eleva por si: luz balão".

Page 3: Apresenta%c3%a7%c3%a3o clemente%20marianni[1]
Page 4: Apresenta%c3%a7%c3%a3o clemente%20marianni[1]
Page 5: Apresenta%c3%a7%c3%a3o clemente%20marianni[1]

O Orkut

1. criado por Orkut Buyukkokten engenheiro turco

2 . Lançado pelo Google em janeiro de 2004

Page 6: Apresenta%c3%a7%c3%a3o clemente%20marianni[1]

3. Software Social (aplicar a teoria dos 6 graus de separação)

Stanley Milgram em 1967 e a experiência “Problema do Mundo

Pequeno Mundo”.

Page 7: Apresenta%c3%a7%c3%a3o clemente%20marianni[1]

4. Nasceu com a finalidade de fazer com que seus membros criassem novas amizades e mantivesse as que já tinha.

5. Capaz de consolidar uma rede de amigos confiáveis.

6. Era necessário convite para fazer parte.

Page 8: Apresenta%c3%a7%c3%a3o clemente%20marianni[1]

João, que era amigo de Maria, que era amiga de Tereza, que era amiga de João e Paulo.

Uma releitura da poesia de Drummond

Page 9: Apresenta%c3%a7%c3%a3o clemente%20marianni[1]

Redes sociais X

Software social

Page 10: Apresenta%c3%a7%c3%a3o clemente%20marianni[1]

7. A partir de meados de 2007, qualquer um pode Fazer parte do sistema, mesmo sem convite. É Necessário manter uma conta do gmail, apenas.8. O usuário então cria sua página, coloca fotos, escolhe de quais comunidades quer participar de desenha um perfil que lhe seja agradável.

9. O usuário pode socializar vídeos, músicas e paixões.

Page 11: Apresenta%c3%a7%c3%a3o clemente%20marianni[1]

10. A busca por ‘amigos’ e o passear pelos profiles

é um dos pontos altos deste software social.

é possível perceber que, ao visitar, passear, flanar virtualmente pelos profiles e comunidades do Orkut, os sujeitos se dedicam ao ato de conviver, o que Maffesoli (1996) chama de estar-junto.

Page 12: Apresenta%c3%a7%c3%a3o clemente%20marianni[1]

Quais as potencialidades de aprendizagem no

Orkut, a partir dos espaços de interação

das redes sociais proporcionados através dele?

Page 13: Apresenta%c3%a7%c3%a3o clemente%20marianni[1]

Espaços de interação

Page 14: Apresenta%c3%a7%c3%a3o clemente%20marianni[1]

OBJETIVOS

Discutir as possibilidades de interação e de produção de aprendizagens em softwares sociais na internet, no cotidiano de sujeitos participantes do Orkut.

Identificar a concepção de aprendizagem dos sujeitos investigados.

Identificar as percepções dos sujeitos no que se refere à aprendizagem em ambientes não escolares como o Orkut, por exemplo.

Analisar as interações dos sujeitos investigados em software de rede social, o Orkut.

Page 15: Apresenta%c3%a7%c3%a3o clemente%20marianni[1]

A cultura da atualidade está intimamente ligada à idéia de interatividade, de interconexão, de inter-relação entre homens, informações e imagens dos mais variados gêneros. Esta interconexão diversa e crescente é devida, sobretudo, à enorme expansão das tecnologias digitais na última década (COSTA, 2003, p. 8).

Cultura – Comunicação – TIC

A emergência da cultura digital

Page 16: Apresenta%c3%a7%c3%a3o clemente%20marianni[1]

Categorias

Page 17: Apresenta%c3%a7%c3%a3o clemente%20marianni[1]

Espaços de socialização

agregado sociais, comunidades virtuais,

redes sociais.

Page 18: Apresenta%c3%a7%c3%a3o clemente%20marianni[1]

Configuração de um espaço

virtual dinâmico,

mas, antes de tudo,

sociocultural.

Page 19: Apresenta%c3%a7%c3%a3o clemente%20marianni[1]

A promessa de interatividade

Page 20: Apresenta%c3%a7%c3%a3o clemente%20marianni[1]

1.A cultura digital pode ser pensada além do apertar botões ou realizar escolhas.

2. A interatividade seria, assim, a atividade da interação.

(clicar em ícone na interface, comentar em blogs, aceitar

participar de comunidade no Orkut)

Page 21: Apresenta%c3%a7%c3%a3o clemente%20marianni[1]

As interações, logo, devem ser

distinguidas qualitativamente. “Interação não é o

mesmo que interação social” (PRIMO, 2007, p. 13), por exemplo.

3. A interatividade deve ser pensada de forma qualitativa,

Page 22: Apresenta%c3%a7%c3%a3o clemente%20marianni[1]

Interação reativa

condição de estímulo-resposta, não existindo lugar para a criação e a transformação dos

submersos no processo

Page 23: Apresenta%c3%a7%c3%a3o clemente%20marianni[1]

Interação mútua

há negociação, permuta e

transformação dos atores envolvidos,

haja vista que estes participam ativamente da construção das

trocas comunicativas.

Page 24: Apresenta%c3%a7%c3%a3o clemente%20marianni[1]

Pesquisa: abordagem, campo, sujeitos

Abordagem qualitativa

Estudo de caso em ambiente virtual

Realizado com 16 sujeitos participantes do Orkut

Instrumentos de Investigação

Observação exploratóriaAplicação de questionáriosEntrevista virtual com alguns dos participantes que deixaram dúvidas no questionário.

Page 25: Apresenta%c3%a7%c3%a3o clemente%20marianni[1]
Page 26: Apresenta%c3%a7%c3%a3o clemente%20marianni[1]
Page 27: Apresenta%c3%a7%c3%a3o clemente%20marianni[1]
Page 28: Apresenta%c3%a7%c3%a3o clemente%20marianni[1]

Tipologia de interação dos atores participantes do Orkut I. Dono de comunidade, mas que apenas criou a comunidade – é o tipo de sujeito que cria uma comunidade apenas para anunciar algo de que goste ou de que faça parte.

II. Moderador – autoriza participação e modera os comentários

III. Participante-leitor – o participante-leitor apenas lê os tópicos, as enquetes, mas raramente, ou nunca, emite opinião.

Page 29: Apresenta%c3%a7%c3%a3o clemente%20marianni[1]

V – Participante anônimo – o participante anônimo, normalmente, participa de todas as discussões da comunidade

IV. Participante ativo-produtor – o participante ativo-produtor é mais que um mero espectador da comunidade

Page 30: Apresenta%c3%a7%c3%a3o clemente%20marianni[1]

Aprendizagem social

Page 31: Apresenta%c3%a7%c3%a3o clemente%20marianni[1]
Page 32: Apresenta%c3%a7%c3%a3o clemente%20marianni[1]
Page 33: Apresenta%c3%a7%c3%a3o clemente%20marianni[1]

Resultados encontrados: Possibilidades das aprendizagens sociais

POTENCIALIDADES A PARTIR DAS INTERAÇÔES MEDIADAS PELO ORKUT

Analisar opiniões dos outros usuários para compreender o mundo como um todo

Respeitar a diversidade e construir argumentações

Pesquisar assuntos específicos

Participar de discussões imprevisíveis

Compartilhar experiências

Manter contato com outras pessoas

Conhecer relatos de outras pessoas sobre o mundo e sobre vivências

Criar comunidades para discutir assuntos específicos

Ressignificar o discurso do outro

Ler informações, piadas, conversas nos fóruns

Observar a ação do outro a fim de conhecê-lo melhor

Ter contato com novas informações, notícias e acontecimentos

Conviver

Page 34: Apresenta%c3%a7%c3%a3o clemente%20marianni[1]

Diz um provérbio

africano que o

conhecimento é como

o amor: É a única

coisa que cresce

quando é

compartilhada.

(MATSUURA, Koichiro,

2005, on-line).

Page 35: Apresenta%c3%a7%c3%a3o clemente%20marianni[1]

Profª Ms. Camila Santana

E-mail: [email protected]

Blog: www.pensamentoseretalhos.blogspot.com