Apresentação de Projeto - Aterro do flamengo

Click here to load reader

download Apresentação de Projeto - Aterro do flamengo

of 30

  • date post

    18-Dec-2014
  • Category

    Education

  • view

    2.854
  • download

    0

Embed Size (px)

description

 

Transcript of Apresentação de Projeto - Aterro do flamengo

  • 1. ATERRO DO FLAMENGO RIO DE JANEIRO Aterro do Flamengo, possui 1.200.000m de rea verde beira-mar, com arbustos floridos, uma profuso de rvores, compondo uma das mais visitadas e belas reas de lazer da cidade. 1.200,000m = 12 ha
  • 2. FLAMENGO EM 1950: ANTES DO ATERRO
  • 3. FLAMENGO ANTES DAS INTERVENES A foto mostra a Praia do Flamengo antes de ser aterrada com entulhos oriundos do desmonte do Morro Santo Antnio. Este material foi despejado no mar, formando, desde o pontal do Calabouo at o Morro da Viva, uma comprida restinga de pedras. O projeto inicial era construir vias expressas entre Centro e Zona Sul mas prevaleceu a ideia da paisagista Carlota de Macedo Soares. Observe, nesta foto, como apenas duas pistas separam a faixa de areia dos prdios da Praia do Flamengo.
  • 4. Final da dcada de 1950: Construo do Monumento dos Prainhas Na dcada de 1950, a maior parte do morro foi destruda para fornecer material para um aterro, na poca destinado s cerimnias do XXXVI Congresso Eucarstico Internacional. Essa rea posteriormente foi ocupada pelo Monumento aos Pracinhas e pelo Museu de Arte Moderna. A foto ao lado do final da dcada de 1950 mostrando a construo do Monumento aos Pracinhas bem como dos primrdios do parque do Flamengo.
  • 5. PARQUE DO FLAMENGO Anos depois foi executada a parte principal do aterro. O entulho retirado do morro foi sendo despejado no mar, formando desde o pontal do Calabouo at o Morro da Viva uma comprida restinga de pedras, formando uma laguna que a seguir foi aterrada, formando o que hoje conhecemos como a Praia do Flamengo. No havia previso da construo de de um parque, apenas de vias expressas. Atribui-se a mudana dos planos, para a construo de um parque paisagista Carlota de Macedo Soares, amiga do governador do Estado da Guanabara Carlos Lacerda. E felizmente foi feito hoje temos um parque urbano belssimo:
  • 6. NMERAO DE REFERNCIA: LOCALIZAES 1 - Av Infante D. Henrique (acesso Zona Sul). 2 - Centro da Cidade do Rio de Janeiro 3 - Elevado da Perimetral (acesso Zona Norte) 4 - Museu de Arte Moderna (MAM)
  • 7. MONUMENTO AOS PRAINHAS O Monumento aos Mortos da Segunda Grande Guerra Mundial, tambm conhecido como Monumento aos Pracinhas, localiza-se no Aterro do Flamengo. O monumento foi inaugurado em 1960 para abrigar os restos mortais dos soldados brasileiros mortos na Segunda Guerra . O conjunto integrado por trs obras de arte: uma escultura de metal homenageando a Fora Area Brasileira. Outra de granito, homenageando os soldados das trs armas e um painel de azulejo em homenagem aos mortos no mar.
  • 8. MAM Museu de Arte Moderna O Museu de Arte Moderna (MAM) localiza-se na cidade do Rio de Janeiro, no Brasil. Integrante do Parque do Flamengo, prximo ao Aeroporto Santos Dumont, o seu projeto a obra melhor conhecida de seu criador, o arquiteto carioca Affonso Eduardo Reidy (1909-1964). Inaugurado em 1952, funcionou provisoriamente no Palcio da Cultura, transferindo-se, em 1958, para uma sede prpria, as suas atuais instalaes.
  • 9. Pasagismo Burle Max
  • 10. PLANTA GERAL DO PARQUE DO FLAMENGO - 1965
  • 11. PLANTA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO - 1969
  • 12. VISTA AREA DO CENTRO DO RIO DE JANEIRO
  • 13. PLANTA DE 1769 SOBREPOSTA A VISTA AREA ATUAL
  • 14. VISTA REA DO AEROPORTO SANTOS DUMONT E MARINA DA GLRIA
  • 15. PLANTA DE 1769 SOBREPOSTA A VISTA AREA ATUAL
  • 16. ATERRO DO FLAMENGO
  • 17. DELIMITAO DO PARQUE DO FLAMENGO
  • 18. ATERRO DO FLAMENGO PO DE AUCAR AEROPORTO SANTOS DUMONT MINISTRIO DA FAZENDA MUSEU NACIONAL DE BELAS ARTES TEATRO MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO PARQUE EDUARDO GUINLE CONSULADO GERAL DA ALEMANHA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO PRAIA DE BOTAFOGO HOSTPITAL PSIQUITRICO PINEL AV. BEIRA MAR AV. BEIRA MAR CATEDRAL METROPOLITANA DE SO SEBASTIO DO RIO DE JANEIRO POLICIA MILITAR DO ESTADO DO RIO DEJANIERO RESIDENCIAL DE CLASSE MEDIA (GLRIA, CATETEe FLAMENGO) BAIRRO CLASSE MEDIA ALTA E ALTA (BOTAFOGO, COPACABANA, IPANEMA, LEBLON) ZONASUL LIMITES DO ATERRO DO FLAMENGO
  • 19. AV. INF-D. HENRIQUE LIGAO VIRIA NOS MOLDES DE PARKWAYS - VIA EXPRESSA QUE CORTA UM PARQUE PBLICO PROPOSTA DE CARLOTA DE MACEDO SOARES ATERRO DO FLAMENGO LIMITES DO ATERRO DO FLAMENGO
  • 20. MARINA DA GLRIA RESTAURANTE RIOS VIVO RIO CASA DE SHOW
  • 21. VIVO RIO CASA DE SHOW MUSEU DE ARTE MODERNA - MAM PAVILHO JAPNES MARINA DA GLRIA RESTAURANTE RIOS MUSEU CARMEN MIRANDA
  • 22. MONUMENTO AOS PRACINHAS MONUMENTO A ESTCIO DE S TEATRO DE MARIONETESPISTA DE DANAS CORETO
  • 23. QUADRAS DE FUTEBOL, QUADRAS DE VOLEI, QUADRAS DE TENIS, QUADRAS DE BASQUETE, PISTA DE SKATE, PISTA DE AEROMODELISMO
  • 24. Maquetes do Coreto, da Pista de Danas, do Pavilho do Playground Flamengo (Pavilho Japons), do Pavilho do Playground Morro da Viva (Brinquedoteca) e do Teatro de Marionetes Projetos de Reidy Coreto e Pista de Danas na dcada de 1960 / Pavilho Japons antes de 1967
  • 25. MARINA DA GLRIA
  • 26. . Volumetrias em relao ao nvel do espelho d'gua da Baa de Guanabara e ao conjunto do morro Cara de Co, Po de Acar e morro da Urca. 1. pavilho-sede da marina autorizado pelo Iphan, 1976; 2. volumetria com acrscimos no autorizados, mar. 2006; 3. Desenho Claudia Giro, 2006
  • 27. Interior da rea de piquenique em 30 de maro 2006. O desmonte se iniciaria na noite de 28 de abril de 2006 Em maio, v-se direita o interior da rea de piquenique usada como estacionamento Interior da rea de piquenique em 29 de abril de 2006
  • 28. Ainda com o enrocamento. 2005 Via em execuo sobre o enrocamento. abr.2006 Enseada com enrocamento original. 1969 Ao longo da enseada, para transformar o belo espelho dgua em um grande estacionamento de barcos, construram e duplicaram a via irregular sobre o enrocamento existente, com atracadouros obra iniciada em 2006, paralisada e continuada dissimuladamente, concluda em 2011 (!). Mesma vista, duplicao da via, maio 2008
  • 29.