Artigo blearning apr

download Artigo blearning apr

of 17

  • date post

    18-Jun-2015
  • Category

    Education

  • view

    1.019
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of Artigo blearning apr

  • 1. Escola Superior de Educao de Fafe Escola Superior de Tecnologias de FafeO B-Learning no Contexto da Educao a DistnciaArtur RamsioOrientador: Professor Doutor Eusbio Ferreira da Costa2010

2. O B-Learning no Contexto da EAD1O B-Learning no Contexto da Educao a Distncia1 Artur Ramsio2ResumoEste artigo tem por finalidade a abordagem de estudos at agora desenvolvidos acercadas modalidades de aprendizagem e-Learning e b-Learning no contexto da educao adistncia, tendo por objectivo principal procurar compreender at que ponto ou nocompatvel e vantajosa a combinao de modelos de aprendizagem online e presenciais e, aomesmo tempo, conhecer melhor as suas vantagens e limitaes, bem como os requisitos quese colocam sua implementao.AbstractThis article aims to approach the study so far developed the modalities of learning ande-Learning b-Learning in the context of distance education, with the primary objective to seekto understand to what extent is compatible and advantageous combination of models onlinelearning and face and at the same time, to better understand its advantages and limitations,and requirements that arise in its implementation.Palavras-chave: e-Learning, b-Learning, educao a distncia, aprendizagemcolaborativa.IntroduoA introduo das novas tecnologias comunicacionais nos processos de aprendizagem recente, pelo que so legtimas as interrogaes sobre as suas vantagens e desvantagens.Tendo por base alguns dos estudos j efectuados, o presente artigo procura reflectir sobre asseguintes interrogaes de Wallace (2003) relativamente educao formal online nasmodalidades e-Learning e b-Learning: Sob que condies e com que objectivos sero asdiscusses online compatveis com as aulas presenciais e como podem servir para promover e1Artigo produzido no mbito do Estgio do Mestrado em Ensino de TIC promovido pela Escola Superior de Educao de Fafe / EscolaSuperior de Tecnologias de Fafe, sob a orientao do Professor Doutor Eusbio Costa, E-mail: eusebiocosta@iesfafe.pt.2Mestrando em Ensino de Tecnologias de Informao e Comunicao. E-mail: aprtic@gmail.com.ESEF / ESTF 2010 3. O B-Learning no Contexto da EAD 2apoiar comunidades de aprendizagem? At que ponto e sob que condies benficocomplementar as aulas online com reunies presenciais?A educao online no contexto histrico da Educao a DistnciaA aprendizagem mediatizada por computador fazendo uso de um conjunto vasto derecursos, entre os quais a Internet, faz hoje parte da generalidade dos processos deaprendizagem.O recurso a mtodos de aprendizagem no presencial, substituindo a presena fsica deum mestre transmissor de conhecimentos por materiais impressos que possibilitam que cadaindivduo faa a sua auto-aprendizagem, tem na imprensa de Gutemberg, inventada em 1453,a criao das condies para o seu aparecimento e posterior desenvolvimento, ganhandoexpresso como recurso de aprendizagem com a revoluo industrial, no sculo XIX, numaprimeira gerao deste mtodo de ensino em que eram utilizados como principais recursos,livros, manuais com instrues e outros materiais impressos, bem como a troca decorrespondncia atravs do correio.Uma segunda gerao do ensino a distncia aparece com a evoluo dos meios deinformao e comunicao, com destaque para a rdio e a televiso. Com estes novosrecursos, aos materiais impressos passam a juntar-se o udio e o vdeo, num processo decomunicao que tem como principais traos caractersticos o facto de ser expositivo,sncrono e unidireccional, como exemplo a tele-escola.No momento presente vivemos a terceira gerao dos processos de ensino eaprendizagem a distncia, despontada com o aparecimento das novas tecnologias dacomunicao baseadas em meios computacionais e na Internet, os quais tm vindo a ganharcada vez maior importncia devido crescente necessidade de aumentar qualitativamente equantitativamente os nveis de educao e de formao, tanto inicial como contnua.Videoconferncia3, chats4, fruns5, blogues6, wikis7 e plataformas de ambientesvirtuais, so, entre outros, alguns dos meios utilizados na gerao actual da educao a3Dilogo online entre duas ou mais pessoas, dispondo de meios que permitem a visualizao e a audio mtuas.4Comunicao online em tempo real.5Ferramentas para a promoo de debates temticos, atravs de mensagens em pginas da Internet.6Stios na Web estruturados de modo a permitir a sua actualizao de forma rpida com artigos (posts). Normalmente combinam texto,imagens e ligaes (links) para outros blogues ou pginas da Web que abordem assuntos relacionadas com o tema em discusso, epossibilitam que os visitantes interajam com o(s) autor(es) atravs de comentrios.7Interligao de pginas com hipertexto para artigos relacionados. ESEF / ESTF 2010 4. O B-Learning no Contexto da EAD3distncia (EAD)8 para tornar os processos de ensino-aprendizagem mais eficazes, emcontextos em que desaparecem ou diminuem consideravelmente os entraves relacionados comdistncias geogrficas, os locais e horrios das aulas.Fazendo justia previso de Negropont (1996, p. 213) de que, com a evoluo dastecnologias da comunicao e a massificao da sua utilizao, passaria a existir apossibilidade de realizar o mais diversificado tipo de tarefas em qualquer lado, desde que sedispusesse das tecnologias necessrias, com particular destaque para a que fornece um novomeio de comunicao para encontrar conhecimento e significado sem paralelo a Internet,tudo indica que tambm no que diz respeito aos processos de aprendizagem, cada vez mais,O futuro ser aprender em qualquer tempo e lugar, de forma personalizada e, ao mesmotempo, colaborativa e com flexibilidade curricular, no quadro de um novo conceito deestarmos juntos, conectados virtualmente (Moran, 2010). Ou seja, estamos perante um novoparadigma de aprendizagem onde as tecnologias actuam vencendo distncias entreeducadores e educandos e entre eles e o conhecimento, a partir de estratgias pedaggicaseficientes (Morais, 2008, in: Ferreira, 2010, p. 83), abrindo portas para novas formas demassificao da formao (Figueiredo, 2009).No entanto, apesar da implementao da EAD baseada nas novas tecnologiascomunicacionais j ser grande e continuar em crescimento exponencial, o seu estudo temainda um longo caminho a percorrer, no sentido de se tirar o melhor proveito das suasimensas potencialidades no campo da aprendizagem.A EAD em contextos educativos formaisTal como na educao presencial se assiste ao fenmeno da incorporao detecnologias, funes e actividades que eram tpicas da educao distncia, tambm naEAD, como salienta Ferreira (2010, p. 42), se est a descobrir que se pode ensinar de formamenos individualista, mantendo um equilbrio entre a flexibilidade e a interaco.Os conceitos de comunidade e de colaborao9 tm sido realados nos diversosestudos realizados sobre a EAD, pelo facto de considerarem que, sem a sua existncia, as8A partir deste ponto utilizaremos o termo educao e no o termo ensino, na medida em que, tal como define Landim (1999), citado porR. Costa, o termo ensino relaciona-se mais com as actividades de treino e instruo (modelo comportamentalista), enquanto o termoeducao encerra uma perspectiva de auto-construo do conhecimento, implicando uma atitude crtica e inovadora por parte do sujeitoque cria o seu prprio conhecimento (modelo construtivista), caractersticas que esto mais de acordo o e-Learning e o b-Learning.9Os contextos educativos formais da EAD distinguem-se dos de outros tipos de cursos online pelo facto da aprendizagem ser caracterizadapor ter uma durao previamente estabelecida, os participantes terem motivaes e objectivos coincidentes, a colaborao simbolizar acomunidade constituda em torno do curso, e esta mesma comunidade ser entendida como uma forma de colaborao. ESEF / ESTF 2010 5. O B-Learning no Contexto da EAD4enormes potencialidades de comunicao e colaborao oferecidas pelas tecnologiasenvolvidas, so desperdiadas (Wallace, 2003). Nesta perspectiva, as comunidades educativas online so caracterizadas pelainterdependncia existente entre os seus membros, dado que, cada aluno, ao trabalhar emequipa com os demais e ao agir em relao ao funcionamento da comunidade, acaba porcontribuir de alguma forma para o resultado do colectivo. Este ambiente tambm obriga a que os participantes renam capacidades e habilidadesque lhes permitam fazer uso dos recursos utilizados para o desenvolvimento da aprendizagem,bem como a que coexistam sentimentos de ligao e de comunho de expectativas e deobjectivos, no quadro do respeito pela diversidade de perspectivas. Para a criao deste ambiente assume grande importncia a forma como estabelecidaa comunicao, sobretudo no que diz respeito ao discurso social, o qual deve ser atractivo epromotor de confiana, de sentimento de pertena e de motivao dos participantes. Na aprendizagem colaborativa baseada na comunicao interactiva estabelecida entreos participantes, os contedos, bem como os comentrios entre alunos (com primazia para asmanifestaes de apoio e de estmulo entre alunos e para a avaliao crtica mtua dostrabalhos de cada um) e entre estes e o professor, so considerados aspectos fundamentaispara o sucesso dos processos de aprendizagem online. Como refere Wallace (2003) citando (Harasim, 1999), trata-se de um processointeractivo de construo de conhecimento de grupo, no qual os elementos participamactivamente e o professor/formador monitoriza tendo como preocupaes fundamentais afacilitao da interaco e a avaliao do progresso de cada um dos membros do gruporelativamente construo de conhecimento. , por isso, um processo de resoluoprogressiva de problemas, que encoraja os estudantes a serem inovadores, a criarempropriedade intelectual e a desenvolverem e adquirirem percia. Alm da aprendizagem colaborativa, outras caractersticas da educao onlinerelacionam-se com o aumento significativo da interaco entre professores/formadores, oesbatimento das diferenas hierrquicas entre professor/formador e aluno, o favorecimento demais igualdade de oportunidades de aprendizagem, o aumento significativo das interacesESEF / ESTF 2010 6