Assistente Em Administracao Ufcg

download Assistente Em Administracao Ufcg

of 16

  • date post

    02-Mar-2018
  • Category

    Documents

  • view

    221
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of Assistente Em Administracao Ufcg

  • 7/26/2019 Assistente Em Administracao Ufcg

    1/16

    ASSISTENTE EM ADMINISTRAO

    12 de junho de 2016

    UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE

    SECRETARIA DE RECURSOS UMANOS

    CONCURSO P!"LICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE

    T#CNICO$ADMINISTRATIVOS

    RECOMENDAES IMPORTANTES

    Este caderno contm 50 (cinquenta) questes todas de mltipla escolha. Confira a numerao dasquestes e o nmero de pginas, antes de responder a proa. Em caso de fa!"as na impresso oufa!ta de a!guma questo, so!icite imediata su#stituio do Caderno.

    Cada questo de mltipla escolha contm apenas uma a!ternatia correta. Preencha, na Folha e Respostas, o espa!o corresponente " alternati#a escolhia, $tili%an&

    o pre'erencialmente caneta es'ero(r)'ica e tinta a%$l o$ preta* $o permitida a uti!i%ao de nenh$mmateria! para anotao do &''*+ que no se-a o for

    necido pe!a C/1. 2urante a proa o candidato no deer com$nicar-secom out ros candidatos. ' durao da proa e de + -$atro. horas, - inc!u3do o tempo destinado ao preenc"imento da 4o!"a

    de espostas. candidato ser aisado de que o tempo de proa estar c"egando ao fina!, -$ano 'altarem /0

    trinta. min$tos* ermanecer na sa!a onde rea!i%a a proa por, no m1nimo, / tr2s. horas* Dei3ar o local e pro#a com se$ (a4arito, no m3nimo, ap5s / tr2s. horas e /0 trinta. min$tos

    do in3cio da proa A eso4ei2nciaa qua!quer uma das determinaes constantes nas presentes instrues ou

    na fo!"a de respostas poder imp!icar na an$la!6o a pro#ado candidato.

    ' 1' 6

    C/*778 2E CE777 1E7+*9:'E7 -C/1

  • 7/26/2019 Assistente Em Administracao Ufcg

    2/16

    UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE

    SECRETARIA DE RECURSOS UMANOS

    CONCURSO P!"LICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS

    DE T#CNICO$ADMINISTRATIVOS

    ASSISTENTE EM ADMINISTRAO

    GA"ARITO DO CANDIDATO

    0;

    0

    05

    0?

    [email protected]

    0A

    0B

    ;0

    ;;

    ;

    ;5

    ;?

    ;@

    ;A

    ;B

  • 7/26/2019 Assistente Em Administracao Ufcg

    3/16

    Po%&u'u()

    07

    CONCURSO PBLICO FEDERAL - UFCG 2016

    :eia o teto ; e responda Ds questes de 0; a [email protected]

    +eto ;

    /o#i!idade ur#ana no rasi!

    $os !timos anos, o de#ate so#re a mo#i!idade ur#ana no rasi! em se acirrando cada e% mais, "a-a ista quea maior parte das grandes cidades do pa3s em encontrando dificu!dades em deseno!er meios para diminuir aquantidade de congestionamentos ao !ongo do dia e o ecesso de pedestres em reas centrais dos espaos ur#anos.+rata-se, tam#m, de uma questo am#ienta!, pois o ecesso de e3cu!os nas ruas gera mais po!uio, interferindo empro#!emas naturais e c!imticos em !arga esca!a e tam#m nas prprias cidades, a eemp!o do aumento do pro#!emadas i!"as de ca!or.

    ' principa! causa dos pro#!emas de mo#i!idade ur#ana no rasi! re!aciona-se ao aumento do uso de transportesindiiduais em detrimento da uti!i%ao de transportes co!etios, em#ora esses !timos tam#m encontrem dificu!dadescom a super!otao. Esse aumento do uso de e3cu!os como carros e motos dee -se a, pe!o menos, cinco fatoresF mqua!idade do transporte p#!ico no rasi! aumento da renda mdia do #rasi!eiro nos !timos anos reduo de impostospor parte do &oerno 4edera! so#re produtos industria!i%ados (o que inc!ui os carros) concesso de mais crdito aoconsumidor e, por fim, "erana "istrica da po!3tica rodoiria do pa3s.

    Entre as principais so!ues para o pro#!ema da mo#i!idade ur#ana, na iso de muitos especia!istas, estaria oest3mu!o aos transportes co!etios p#!icos, atras da me!"oria de suas qua!idades e eficiGncias e do deseno!imentode um trHnsito focado na circu!ao desses e3cu!os, e a diersificao dos modais de transporte. 'o !ongo do scu!oII, o rasi! foi essencia!mente rodoiarista, em detrimento do uso de trens, metrJs e outros. ' ideia inestir maisnesses modos a!ternatios, o que pode atenuar os ecessios nmeros de e3cu!os transitando nas ruas das grandescidades do pa3s.

    2e toda forma, preciso amp!iar os de#ates, regu!amentando aes p#!icas para o interesse da questo, taiscomo a difuso dos fruns de mo#i!idade ur#ana e a me!"oria do Estatuto das Cidades, com Gnfase na me!"oria daqua!idade e da eficiGncia dos des!ocamentos por parte das popu!aes.

    (E$', odo!fo 4. '!es. K/o#i!idade ur#ana no rasi!K. 2ispon3e! em L"ttpFMM#rasi!esco!a.uo!.com.#rMgeografiaMmo#i!idade-ur#ana-no-#rasi!."tmN. 'cesso em

  • 7/26/2019 Assistente Em Administracao Ufcg

    4/16

    08

    CONCURSO PBLICO FEDERAL - UFCG 2016

    05 trec"o Qo Brasil foi essencialmente rodoviarista, em detrimento do uso de trens, metrs e outros (=R S) significaque o pa3s priori%ou o uso de

    a) animais de carga.#) transportes areos.

    c) trens e metrJs.d) carros, motos e Jni#us.e) em#arcaes mar3timas.

    0? ' epresso Qem detrimento deT esta#e!ece, no teto, a re!ao deF

    a) essa!a.#) Comparao.c) 'crscimo.d) Eemp!ificao.e) Conc!uso.

    [email protected] Considerando as re!aes sintticas do fragmento Q preciso amp!iar os de#atesT (>R S), pode-se afirmar queampliar os debatesfunciona comoF

    a) 'd-unto adnomina!.#) #-eto indireto.c) redicatio.d) #-eto direto.e) 7u-eito.

    +eto

  • 7/26/2019 Assistente Em Administracao Ufcg

    5/16

    0/

    CONCURSO PBLICO FEDERAL - UFCG 2016

    0A Oue informao *$CE+' dada a partir da !eitura do infogrficoP

    a) ' #icic!eta o transporte indiidua! mais econJmico, em#ora se-a menos uti!i%ado que o carro prprio. #) carro prprio o meio de transporte mais caro e menos uti!i%ado que o Jni#us. c) Jni#us o meio de transporte mais uti!i%ado e o mais econJmico no rasi!.

    d) Jni#us o transporte co!etio mais uti!i%ado no rasi!, mas no o mais econJmico se comparado aos indiiduais.e) ' motocic!eta, em#ora se-a um transporte indiidua! mais econJmico que o carro prprio, no o mais uti!i%ado norasi!.

    0B ' re!ao que se esta#e!ece entre as informaes do infogrfico e as do teto ; deF

    a) Contradio.#) eforo.c) $egao.d) posio.e) *!ustrao.

    ;0 7o#re os t3tu!os QOs meios de transporte mais utilizados no BrasilT e QMobilidade urbana no BrasilT, correto afirmarque am#os so organi%ados porF

    a) 4rases.#) raes.c) er3odos simp!es.d) er3odos compostos por su#ordinao.e) er3odos compostos por coordenao.

  • 7/26/2019 Assistente Em Administracao Ufcg

    6/16

    Conhe*+,en&o) "-)+*o) de In.o%,/&+*/

    0+

    CONCURSO PBLICO FEDERAL - UFCG 2016

    ;; 7o#re tec!as de ata!"o no Ece!

  • 7/26/2019 Assistente Em Administracao Ufcg

    7/16

    Le'+)/o

    0:

    CONCURSO PBLICO FEDERAL - UFCG 2016

    ;? 2e acordo com o Estatuto da 94C&, na organi%ao e no deseno!imento de suas atiidades, a 94C& respeitaros seguintes princ3pios, EICE+F

    a) ' dissocia#i!idade entre ensino, pesquisa e etenso.#) ' nature%a p#!ica, gratuita, democrtica, !aica e de qua!idade socia!mente referenciada, sendo de responsa#i!idade

    da 9nio a garantia de recursos para a manuteno da instituio.c) ' igua!dade de acesso e de permanGncia na *nstituio.d) ' transparGncia, a pu#!icidade a pro#idade, a raciona!idade, a impessoa!idade, a eficiGncia e a regu!aridade nos atos

    e na gesto de recursos da *nstituio, com direito ao contraditrio.e) compromisso com a amp!iao do ensino p#!ico e gratuito, com padro unitrio de qua!idade em todos os n3eis.

    ;@ /arque a a!ternatia *$CE+' quanto aos casos em que poder ocorrer o afastamento do pessoa! tcnico-administratio, preisto no egimento da 94C& F

    a) ara capacitao em instituies nacionais ou estrangeiras.#) ara prestao de co!a#orao tcnica em atiidades definidas com #ase em conGnio espec3fico.c) ara co!a#orao temporria em outras instituies p#!icas.

    d) ara comparecer a eentos tcnico-cient3ficos e reunies re!acionadas com a sua atiidade.e) ara co!a#orao temporria em instituies priadas.

    ;A 2e acordo com a !ei A.;;

  • 7/26/2019 Assistente Em Administracao Ufcg

    8/16

    0;

    CONCURSO PBLICO FEDERAL - UFCG 2016

  • 7/26/2019 Assistente Em Administracao Ufcg

    9/16

    Po3&+*/ P45+*/ de Edu*/o

    0

  • 7/26/2019 Assistente Em Administracao Ufcg

    10/16

    0=

    CONCURSO PBLICO FEDERAL - UFCG 2016

    =0 Oua! das seguintes a!ternatias epressa uma definio cr3tica acerca da atua! po!3tica de construo de uma ase$aciona! Comum Curricu!ar ($CC) que em sendo encamin"ada pe!o /inistrio da EducaoP

    a) +rata-se de uma proposta de unificao dos esforos de toda a rede p#!ica de educao #sica, para que aeducao esco!ar ten"a a mesma qua!idade de norte a su! do pa3s.

    #) +rata-se de uma proposta de organi%ao da educao #sica, - que a mesma no conta com nen"uma diretri% ouparHmetro curricu!ar naciona! que oriente os professores e que garanta que os a!unos das diferentes regies do pa3sten"am acesso aos mesmos con"ecimentos.

    c) +rata-se de uma proposta de reformu!ao da educao #sica em todo o pa3s, que consiste em padroni%ar ?0Y doscontedos a serem !ecionados, a qua! #eneficiar, em grande medida, os grupos empresariais responseis pe!aconfeco de materiais didticos a serem distri#u3dos Ds esco!as de todo o pa3s.

    d) $o se trata de uma padroni%ao dos contedos da educao #sica, pois a ase Comum refere -se apenas a ?0Ydos contedos a serem tra#a!"ados, deiando os sistemas de ensino !ires para esco!"er os demais >0Y.

    e) +rata-se de uma po!3tica que garante maior autonomia aos docentes so#re os contedos a serem !ecionados, umae% que define preiamente a maior parte dos contedos de cada rea de ensino e estes deem somente ap!ic -!osem suas au!as.

  • 7/26/2019 Assistente Em Administracao Ufcg

    11/16

    Conhe*+,en&o) E)e*3.+*o)

    0>

    CONCURSO PBLICO FEDERAL - UFCG 2016

    =; ' necessidade de empregar determinado n3e! de !inguagem nos atos e epedientes oficiais decorrem do(a)F