Ata da Comissأ£o Eleitoral para os Atos Eleitorais do ... Eleitorais... Gahou os prأ© uios...

download Ata da Comissأ£o Eleitoral para os Atos Eleitorais do ... Eleitorais... Gahou os prأ© uios ^Alأ­rio

of 12

  • date post

    26-Jan-2020
  • Category

    Documents

  • view

    0
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of Ata da Comissأ£o Eleitoral para os Atos Eleitorais do ... Eleitorais... Gahou os prأ© uios...

  • Instituto de Letras e Ciências Humanas

    Departamento de Música

    Ata da Comissão Eleitoral para os Atos Eleitorais do Departamento de Música

    Eleição do Diretor do Departamento de Música Aos vinte e nove dias do mês de outubro de dois mil e dezoito, pelas dezasseis horas, na Sala Reuniões do

    Instituto de Letras e Ciências Humanas, reuniu a Comissão Eleitoral designada para acompanhar o processo

    para a eleição do Diretor do Departamento de Música, aprovada pelo Presidente do Instituto de Letras e

    Ciências Humanas.

    Tendo terminado o prazo de apresentação de candidaturas para a eleição do Diretor de Departamento do

    Departamento de Música do Instituto de Letras e Ciências Humanas da Universidade do Minho, e de acordo

    com o Art.º 8º do Regulamento para a Eleição dos Diretores de Departamento e do Representante dos

    Docentes Não Doutorados nos Conselhos de Departamento do ILCH, dá-se conhecimento de que foram

    apresentadas duas candidaturas: a do Doutor Ângelo Miguel Quaresma Gomes Martingo, Professor Auxiliar

    do Departamento de Música, e a do Doutor Ricardo Ivan Barceló Abeijon, Professor Auxiliar do

    Departamento de Música, ambas apresentando para o efeito propositura, acompanhada de Programa de

    Ação, Declaração e Curriculum Vitae (em anexo à presente ata).

    Considerando que ambas candidaturas foram corretamente submetidas, as mesmas foram aceites

    provisoriamente.

    Nada mais havendo a tratar, foi lavrada a presente ata que, depois de lida e aprovada, vai ser assinada

    pelos membros da Comissão Eleitoral.

    Braga, 29 de outubro de 2018

    O Presidente da Comissão Eleitoral

    Doutor Mário Matos

    Professor Auxiliar

    Os Vogais

    Doutor Vítor Moura

    Professor Auxiliar

    Susana Faria

    (Técnico Superior)

    Vitor Manuel Ferreira Ribeiro de Moura

    Assinado de forma digital por Vitor Manuel Ferreira Ribeiro de Moura Dados: 2018.10.29 16:15:21 Z

    MÁRIO MANUEL LIMA DE MATOS

    Assinado de forma digital por MÁRIO MANUEL LIMA DE MATOS Dados: 2018.10.29 16:20:14 Z

    ROSA SUSANA MENDES FARIA

    Assinado de forma digital por ROSA SUSANA MENDES FARIA Dados: 2018.10.29 16:26:44 Z

  • ÂNGELO MIGUEL QUARESMA GOMES MARTINGO

    Assinado de forma digital por ÂNGELO MIGUEL QUARESMA GOMES MARTINGO Dados: 2018.10.25 17:29:12 +01'00'

  • Linhas de ação 2018-2020 – Ricardo Barceló – Direção do Departamento de Música

    1

    CANDIDATURA À DIREÇÃO DO DEPARTAMENTO DE MÚSICA

    RICARDO IVÁN BARCELÓ ABEIJÓN

    Veio, por este meio, apresentar a minha candidatura às eleições para a Direção do Departamento

    de Música. Com tal objetivo, exponho o meu plano de ação durante o mandato a continuação.

    PLANO DE AÇÃO 2018-2020

    O presente Plano de Ação para o mandato 2018-2020 surge em cumprimento do “Regulamento

    para a Eleição dos Diretores de Departamento e do Representante dos Docentes Não

    Doutorados nos Conselhos de Departamento do Instituto de Letras e Ciências Humanas”, tendo

    como objetivo apresentar os principais pontos estratégicos para o desenvolvimento do

    Departamento de Música que seguirei, no caso de ser eleito como Diretor de este Departamento.

    Este Plano de Ação, tem por base a experiência de vários anos de trabalho no Departamento de

    Música da Universidade do Minho nas funções de Diretor Adjunto da Licenciatura em Música,

    Responsável da UC de Música de Câmara, Membro da Comissão de Curso da Licenciatura em

    Musica, Representante do DM na Comissão de Curso do Mestrado em Ensino de Música

    IE/ILCH, e como Professor de Guitarra Clássica e de Música de Câmara, por mais de 10 anos,

    em instituições de Ensino Superior tais como a Universidade do Minho, o Instituto Piaget de

    Canelas e o Instituto Piaget de Almada.

    Principais linhas de ação para o mandato 2018-2020:

    1. Criar um ambiente de confiança no Departamento de Música, promovendo o relacionamento

    cordial entre os colegas, com espírito democrático, para conseguir a estabilização do corpo

    docente e um melhor desempenho geral.

    2. Outorgar o cargo de Diretor de Curso da Licenciatura em Música, inerentemente ligado à

    Direção do Departamento, a um professor com experiência, como forma de evitar a concentração

    de cargos num só docente e assim contar com uma visão mais plural e enriquecedora.

  • Linhas de ação 2018-2020 – Ricardo Barceló – Direção do Departamento de Música

    2

    3. Envolver todos os professores nas diferentes atividades académicas e artísticas do nosso

    Departamento, procurando um maior grau de colegialidade entre os mesmos. Neste contexto,

    convidar os docentes do DM para atuar em concertos das Orquestras da Universidade do Minho,

    e para colaborar nos Colóquios e Congressos que se realizem.

    4. Racionalizar a frequência dos ensaios e apresentações públicas da Orquestra Académica do

    Departamento de Música, para que cumpra adequadamente com a sua função pedagógica, mas

    colaborando ativamente nos eventos importantes da Universidade do Minho.

    5. Alterar o horário da Licenciatura em Música, adotando o funcionamento em horário misto

    (laboral e pós-laboral), para os alunos obterem um melhor aproveitamento dos seus estudos.

    6. Realizar as gestões para melhorar o acondicionamento acústico e térmico de algumas salas, e

    para dispor de mais e melhores recursos didáticos.

    7. Solicitar a construção de um grande Auditório com salas de ensaio para o Departamento de

    Música, visto ser uma necessidade fundamental para a formação dos alunos na sua vertente

    performativa, realizando protocolos com instituições locais, para contar com um espaço de

    apresentações artísticas do Departamento de Música enquanto se realizam as obras

    correspondentes.

    8. Retomar a realização periódica de Colóquios de investigação, fortalecendo os aspetos

    académicos de todas as áreas no Departamento de Música.

    9. Continuar com a realização do Concurso “Santa Cecília” para alunos e ex-alunos de música da Universidade do Minho, e levar a cabo no Departamento de Música diversos Seminários e

    Masterclasses com docentes convidados de diferentes países, com o objetivo de melhorar a

    preparação artística dos estudantes.

    10. Promover a criação do curso Superior de Canto no futuro próximo, considerando a grande

    importância de esta especialidade para o crescimento e maior integração do Departamento de

    Música no tecido cultural da região.

    RB

    Contatos: Ricardo Barceló

    Rua Germão Galharde, nº 26 – 6º D-Tras. 4715-290 – Braga – Portugal Tel.: +351 938504696

    E-mail: ricardobarcelo@ilch.uminho.pt

  • RICARDO BARCELÓ

    Guitarrista, docente, compositor e investigador. Doutorado em Música pela Universidade de Aveiro.

    Mestre em Interpretação pela Escola Superior de Música e Dança de Roterdão. Licenciado pelo Real

    Conservatório Superior de Música de Madrid.

    Ga hou os pré ios Alírio Díaz Sevilha, 1987) e Abel Carlevaro (Madrid, 1990) e foi laureado no I

    Concurso de Composição Hispano-Luso para Guitarra Clássica Ciudad de Badajoz Badajoz, 2006 , pela

    sua obra Máscaras .

    É autor dos livros La Digitación Guitarrística ; 20 Piezas Fáciles para dos y tres guitarras ;

    Adestra e to téc ico para guitarristas e O Siste a Posicio al a Guitarra , e também de obras para

    guitarra e música de câmara, além de revisões e digitações de vários compositores. As suas obras têm

    sido editadas pela Real Musical, Lemoine, Carisch, Diputación de Badajoz; AvA; Labirinto, NEA e Editorial

    Diego Marín. É coautor da primeira tradução para castelhano, publicada em Portugal, do Método para

    Guitarra de Fernando Sor, e do seu livro mais recente Ca to para tocar. Toco para Ca tar . A maior

    parte dos seus artigos aparecem em revistas internacionais especializadas em música, tais como Il

    Fronimo, Roseta, Revista Portuguesa de Educação Artística, Sexto Orden, e Soundboard.

    Gravou os CD Aromas de Sefarad , co o Trío Sefarad; Por las calles de Maldonado , com

    composições próprias para guitarra solista e duos com guitarra; Máscaras , e Música latinoamericana

    del siglo XX para guitarra , com o patrocínio do FONAM. Além de manter atividade internacional como

    intérprete de guitarra clássica e docente em master-classes, é convidado frequentemente para integrar

    júris e participar em conferências sobre temas ligados à história da interpretação guitarrística. Desde o

    ano 2011, é Diretor Artístico do Festival Internacional de Guitarra de Maldonado - Uruguai. É Professor

    Auxiliar na Licenciatura em Música – Guitarra Clássica, e no Mestrado em Ensino de Música, do

    Departamento de Música da Universidade do Minho, em Braga – Portugal.