Aula 03 - LMA Contabilidade · PDF file...

Click here to load reader

  • date post

    25-May-2020
  • Category

    Documents

  • view

    0
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of Aula 03 - LMA Contabilidade · PDF file...

  • Nesta aula vamos tratar dos seguintes assuntos:

    1. O que o site da sua empresa precisa ter ? 2. Como Importar e Exportar? 3. Como vender para o Governo?

    1) O site eficiente de uma empresa não basta ser institucional, precisa fechar negócios

    para você enquanto você dorme. Para isso, seu site vai precisar atender às seguintes exigências abaixo para se tornar competitivo e ser uma máquina poderosa de venda: 1.1. Ser responsivo, ou seja, precisa se adaptar a qualquer tela de computador,

    smartphone ou tablet. Lembrando que 85% das pessoas acessarão ele através de um smartphone.

    1.2. Precisa ter o conceito cleam, ou seja, uma visão limpa, com o mínimo de coisas escritas, colocando mais imagens que textos. Lembre-se, quando se trata de internet, menos é mais.

    1.3. As imagens de seus site precisam ser boas e leves para carregar, pois as

    pessoas possuem planos limitados de Internet e imagens pesadas alem de consumir o plano de dados delas, demora a carregar e o cliente pode perder o interesse pela demora.

    1.4. Seu site precisa ser desenvolvido com a ferramenta Wordpress, para que você

    possa administrar ele sem a interferência do seu Webdesigner. Dessa forma você não precisa ficar pagando mensalidades para fazerem modificações no seu site que você mesmo poderá fazer.

    12

  • 1.5. Seu site precisa ter um gateway de pagamentos, dessa forma você consegue

    cobrar do seu cliente pela Internet sem que ele esteja presente na sua empresa e dará condições dele pagar com cartão de crédito, débito ou boleto bancário. Nós sugerimos alguns gateways de pagamento que são confiáveis: Pagseguro, Cobrebem ou Paypal.

    1.6. No rodapé do seu site, precisa ter um Blog, com notícias e artigos da sua área profissional. Este deve estar carregado com palavras e jargões do seu seguimento. Dessa forma o Google ao ver seu site vai entender que ele é importante na sua área de atuação e vai colocar ele entre os 5 primeiros quando alguém fizer uma busca pelo assunto ligado à sua empresa.

    1.7. Colocar o ícone do WhatsApp disponível para que o cliente entre em contato

    direto com a empresa é uma poderosa ferramenta, pois quase ninguém quer ligar para falar com voz e não tem tempo para passar e-mail.

    Segue abaixo um exemplo de site responsivo, o da LMA Contabilidade que você pode visitar em www.lmacontabilidade.com.br

    13

  • 2) Como Importar e Exportar?

    Somente o MEI (Micro Empreendedor Individual) não consegue importar ou exportar de forma legal, pois essa categoria de empresa foi covardemente limitada pelo governo, que só quer receber do MEI e não fazer nada em troca por ele para incentivar seu desenvolvimento. Sua empresa só poderá importar ou exportar se estiver habilitada junto a Receita Federal com o RADAR, que é o limite autorizado para importar ou exportar. Você sabe quais são os documentos para importação necessários para que não haja problemas com a fiscalização? O processo de trazer mercadorias de outros países está sujeito a certas burocracias, uma vez que há um controle a respeito do que entra no Brasil. É importante estar atento a cada um deles, bem como checar os prazos de expiração e as disposições legais. Deixar que mercadorias embarquem com documentos vencidos ou mesmo sem eles pode gerar diversos transtornos. Por isso, é importante montar um checklist de toda a papelada necessária e manter o controle. Para ajudá-lo, listamos abaixo os principais documentos para importação necessários no momento da importação de mercadorias. Certificado de origem Quem emite este documento é o agente do qual você comprará as mercadorias. O importador o utiliza para a comprovação de origem do material que está adquirindo e ainda pode conseguir descontos em determinados tributos referentes a ele. Um novo certificado deve ser emitido a cada importação. O importador precisa se certificar de que há um para cada fatura. Se uma importação contém quatro faturas, por exemplo, cada uma deverá ter seu próprio certificado.

    14

  • Packing list ou romaneio Trata-se de uma listagem de todos os produtos contidos nas embalagens para embarque. Quando as mercadorias passam por conferência, os volumes físicos são confrontados com esse documento. Ele também fornece uma orientação mais direcionada ao importador, que tem acesso a tudo o que está recebendo, ainda que falte um tempo até a chegada. Sendo um dos documentos para importação essenciais para seus processos. Proforma Invoice É ela que dá início à negociação. Trata-se de um documento emitido pelo exportador para o importador que manifestou interesse em fechar o negócio de importação. É a partir dele que o pedido de quantidades é elaborado. Funciona como um orçamento que antecede o faturamento oficial da mercadoria. O idioma utilizado é o do país de destino ou o inglês. Conhecimento de embarque Assim como acontece quando recebemos mercadorias de transportadoras locais, a importação também necessita de um conhecimento de embarque. Entretanto, por esta ser uma transação que envolve mais de um país, o documento é um tanto mais complexo. Ele comprova que as mercadorias estão em posse de determinada transportadora, que se compromete a fazer com que elas cheguem ao destinatário. É como se recibo, contrato de entrega e comprovante de posse estivessem em um só documento. Ele pode ser emitido nas modalidades Marítimo, Aéreo, Ferroviário e Rodoviário.

    15

  • Licenciamento de Importação (LI) Trata-se de um dos documentos para importação que pode ser emitido antes do embarque das mercadorias ou posterior a ele. O modelo do documento é determinado por características legais de cada mercadoria. É emitido por órgãos públicos e tem como base as leis federais. Materiais que necessitam de certificação, como Anvisa ou INMETRO, devem constar em uma modalidade específica. Declaração de importação (DI) Trata-se de um documento registrado no SISCOMEX (Sistema Integrado de Comércio Exterior), que permite que o importador opte pelo despacho aduaneiro simplificado. Normalmente, é preenchido de acordo com os dados informados na obtenção da LI, daí a importância da veracidade e da atualidade desses dados. Entendeu quais são os principais documentos para importação e por que você precisa deles? Leia também os artigos que publico no meu blog no site www.lmacontabilidade.com.br que encontrará modelos de invoice e BL.

    3) Como vender para o Governo? Para que sua empresa possa vender para o governo é obrigatório ter o SICAF (Sistema de Cadastro de Fornecedores). O MEI (Micro Empreendedor Individual) não consegue vender para o governo por não ter como se cadastrar no SICAF. Como sempre, o MEI só tem direito de pagar sem receber nada em troca. Uma vez que sua empresa já está 100% legalizada, com certificado digital e SICAF, você está apto a participar dos pregões eletrônicos através do Compras NET.

    16

  • Através do site do Compras Net você conhece tudo que o Governo deseja comprar e pode colocar seu preço e fazer a venda pela Internet, em condições de igualdade com as grandes empresas e sem corrupção.

    Sugiro, para quem deseja vender para o governo, não trabalhar com Municípios e governos Estaduais, pois estão falidos e não terão condições de pagar sua empresa, podendo te levar a falência. Sugiro que trabalhe somente com o Governo Federal.

    17