AULA DE ONCOLOGIA - Unespsgcd.foa.unesp.br/home/departamentos/dppc/estomatologia/oncolo… ·...

of 40 /40
UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA "JÚLIO DE MESQUITA FILHO“ - Unesp Campus de Araçatuba CENTRO DE ONCOLOGIA BUCAL AULA DE ONCOLOGIA

Embed Size (px)

Transcript of AULA DE ONCOLOGIA - Unespsgcd.foa.unesp.br/home/departamentos/dppc/estomatologia/oncolo… ·...

  • UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA"JÚLIO DE MESQUITA FILHO“ - Unesp

    Campus de AraçatubaCENTRO DE ONCOLOGIA BUCAL

    AULA DE ONCOLOGIA

  • DESENVOLVIMENTO DO TEMA• ESQUEMA DIDÁTICO SOBRE CARCINOMA• LESÕES/CONDIÇÕES CANCERIZÁVEIS• EPIDEMIOLOGIA• FATORES DE RISCO PARA O CÂNCER DE BOCA• TIPOS DE NEOPLASIAS QUE ACOMETEM A BOCA• TUMORES SÓLIDOS E NÃO SÓLIDOS• CLASSIFICAÇÃO TNM• ESTADIAMENTO CLÍNICO• FATORES PROGNÓSTICOS

    ODONTOLOGIA NA ONCOLOGIA• NO TRATAMENTO CIRÚRGICO• NO TRATAMENTO RADIOTERÁPICO• NA REABILITAÇÃO BUCOMAXILOFACIAL• BIFOSFONATO

  • O QUE É CÂNCER?

  • DESENVOLVIMENTO DO TEMA• ESQUEMA DIDÁTICO SOBRE CARCINOMA• LESÕES/CONDIÇÕES CANCERIZÁVEIS• EPIDEMIOLOGIA• FATORES DE RISCO DO CÂNCER DE BOCA• TIPOS DE NEOPLASIAS QUE ACOMETEM A BOCA• TUMORES SÓLIDOS E NÃO SÓLIDOS• CLASSIFICAÇÃO TNM• ESTADIAMENTO CLÍNICO• FATORES PROGNÓSTICOS

    ODONTOLOGIA NA ONCOLOGIA• NO TRATAMENTO CIRÚRGICO• NO TRATAMENTO RADIOTERÁPICO• NA REABILITAÇÃO BUCOMAXILOFACIAL• BIFOSFONATO

  • BARBOSA, 1968

    Eritroplasia, leucoplasia, hiperceratose, liquen plano, xeroderma, úlceras de contato, papilomas, granulomas irritativos, traumas por prótese, tecidos de granulação, sífilis,

    avitaminoses, cistos dentários, ameloblastomas e síndrome de Plummer-

    Vinson

    LESÕES CANCERISÁVEIS

  • ATÉ FINAL DA DÉCADA DE 60 LESÕES PRÉ-CANCEROSAS APÓS A DÉCADA DE 60 Borello, 1971, denomina estas lesões e alterações como CANCERIZÁVEIS

    LESÕES CANCERIZÁVEIS

    LESÕES CANCERISÁVEIS

  • PINDBORG, 1980

    Leucoplasia, eritroplasia, sífilis, liquen plano, fibrose submucosa, lupus

    eritematoso discóide, hiperceratose e disceratose congênita

    LESÕES CANCERISÁVEIS

  • TOMMASI, 1982

    Leucoplasia, eritroplasia (com restrições), liquen plano, úlceras de contato,

    hiperplasias irritativas, papilomas, fibrose submucosa, candidíase crônica, nevo pigmentar, hiperceratose, condições

    hipoimunitárias, xeroderma, síndrome de Plummer-Vinson, carências nutritivas, sífilis, albinismo e pênfigo vulgar (com

    restrições)

    LESÕES CANCERISÁVEIS

  • KOWALSKI, 1996

    DIFERENCIA LESÕES CANCERIZÁVEIS DE CONDIÇÕES CANCERIZÁVEIS

    (síndrome de Plummer-Vinson)

    Leucoplasia, eritroplasia e queilite actínica

    LESÕES CANCERISÁVEIS

  • MARCUCCI, in RAPOPORT, 1997

    Leucoplasia, eritroplasia, liquen plano, queilite actínica, nevo pigmentado e

    xeroderma

    (fibrose submucosa e síndrome de Plummer-Vinson)

    LESÕES CANCERISÁVEIS

  • UICC, 1999Traduzido pela Fundação Oncocentro de São Paulo

    Leucoplasia, fibrose submucosa e eritroplasia

    LESÕES CANCERISÁVEIS

  • PARISE, 2000

    Leucoplasia, eritroplasia e liquen plano

    Aponta para estudos que verifiquem a associação de vírus com o desenvolvimento de

    neoplasias(HPV e Epstein-Barr)

    LESÕES CANCERISÁVEIS

  • PRASAD e HUVOS, in SHAH 2001

    lesões pré-malignas (leucoplasia, eritroplasia)

    LESÕES CANCERISÁVEIS

  • BARBOSA, MATOS-DE-SÁ, LIMA, 2001

    Etilismo, tabagismo, próteses dentárias mal adaptadas, má higiene bucal, radiação

    solar, exposição ocupacional, lesões pré-malignas (como leucoplasia e eritroplasia)

    e portadores de HIV

    LESÕES CANCERISÁVEIS

  • NEVILLE, DAMM, WHITE, 2001

    Potencial de evolução maligna (leucoplasia, eritroplasia e ceratose actínica do lábio) e é prudente o acompanhamento de pacientes

    portadores de líquen plano

    LESÕES CANCERISÁVEIS

  • SILVERMAN, EVERSOLE, TRUELOVE, 2002

    Lesões pré-malignas (leucoplasia e eritroplasia)

    LESÕES CANCERISÁVEIS

  • CAPISTRANO e LEAL, in SALLES, 2007

    lesões pré-malignas (leucoplasia, eritroplasia, ceratose da bolsa do tabaco e queilite actínica) e condições pré-malignas

    (disfagia sideropênica, fibromatose gengival e líquen plano)

    LESÕES CANCERISÁVEIS

  • PRABHU, 2007

    lesões pré-malignas (leucoplasia, eritroplasia, ceratose palatina associada ao

    fumo invertido, ceratose actínica e displasia epitelial) e condições pré-

    malignas (disfagia sideropênica, fibromatose submucosa, sífilis, lúpus eritematoso, xeroderma pigmentoso epidermólise bolhosa e líquen plano)

    LESÕES CANCERISÁVEIS

  • NEVILLE, DAMN, ALLEN, BOUQUOT, 2009

    lesões pré-malignas (leucoplasia, eritroplasia, ceratose do tabaco sem

    fumaça e fibrose submucosa)

    LESÕES CANCERISÁVEIS

  • DEPOIS DO AVANÇO DAS PESQUISAS COM

    BIOLOGIA MOLECULAR........

    DEPOIS DO AVANÇO DAS PESQUISAS COM

    BIOLOGIA MOLECULAR........

  • DESENVOLVIMENTO DO TEMA• ESQUEMA DIDÁTICO SOBRE CARCINOMA• LESÕES/CONDIÇÕES CANCERIZÁVEIS• EPIDEMIOLOGIA• FATORES DE RISCO PARA O CÂNCER DE BOCA• TIPOS DE NEOPLASIAS QUE ACOMETEM A BOCA• TUMORES SÓLIDOS E NÃO SÓLIDOS• CLASSIFICAÇÃO TNM• ESTADIAMENTO CLÍNICO• FATORES PROGNÓSTICOS

    ODONTOLOGIA NA ONCOLOGIA• NO TRATAMENTO CIRÚRGICO• NO TRATAMENTO RADIOTERÁPICO• NA REABILITAÇÃO BUCOMAXILOFACIAL• BIFOSFONATO

  • EPIDEMIOLOGIA

    IDADE: 7 a 90 anos, com média de 56,8 anos.SEXO: masculino 82,9% feminino 17,1%.RAÇA: 77,1% branca, 1,5% amarela, 11,9% parda e 9,5% negra. TABAGISTA: 79,5% fumam, 10,5% não fumavam e 10,0% sem informação.ETILISTA: 71,4% eram etilistas, 20,5% não consumir nenhum tipo de bebida alcoólica e 8,1% sem informação.ESTADIAMENTO CLÍNICO: 23,3% estádio I, 21,0% estádio II, 18,1% estádio III, 31,9% estádio IV-A, 2,9% estádio IV-B e 2,8% estádio IV-C.

  • EPIDEMIOLOGIA

    IDADE: 7 a 90 anos, com média de 56,8 anos.SEXO: masculino 82,9% feminino 17,1%.RAÇA: 77,1% branca, 1,5% amarela, 11,9% parda e 9,5% negra. TABAGISTA: 79,5% fumam, 10,5% não fumavam e 10,0% sem informação.ETILISTA: 71,4% eram etilistas, 20,5% não consumir nenhum tipo de bebida alcoólica e 8,1% sem informação.ESTADIAMENTO CLÍNICO: 23,3% estádio I, 21,0% estádio II, 18,1% estádio III, 31,9% estádio IV-A, 2,9% estádio IV-B e 2,8% estádio IV-C.

    TU INICIAIS: 44,3% AVANÇADOS: 55,7%

  • DESENVOLVIMENTO DO TEMA• ESQUEMA DIDÁTICO SOBRE CARCINOMA• LESÕES/CONDIÇÕES CANCERIZÁVEIS• EPIDEMIOLOGIA• FATORES DE RISCO PARA O CÂNCER DE BOCA• TIPOS DE NEOPLASIAS QUE ACOMETEM A BOCA• TUMORES SÓLIDOS E NÃO SÓLIDOS• CLASSIFICAÇÃO TNM• ESTADIAMENTO CLÍNICO• FATORES PROGNÓSTICOS

    ODONTOLOGIA NA ONCOLOGIA• NO TRATAMENTO CIRÚRGICO• NO TRATAMENTO RADIOTERÁPICO• NA REABILITAÇÃO BUCOMAXILOFACIAL• BIFOSFONATO

  • DESENVOLVIMENTO DO TEMA• ESQUEMA DIDÁTICO SOBRE CARCINOMA• LESÕES/CONDIÇÕES CANCERIZÁVEIS• EPIDEMIOLOGIA• FATORES DE RISCO PARA O CÂNCER DE BOCA• TIPOS DE NEOPLASIAS QUE ACOMETEM A BOCA• TUMORES SÓLIDOS E NÃO SÓLIDOS• CLASSIFICAÇÃO TNM• ESTADIAMENTO CLÍNICO• FATORES PROGNÓSTICOS

    ODONTOLOGIA NA ONCOLOGIA• NO TRATAMENTO CIRÚRGICO• NO TRATAMENTO RADIOTERÁPICO• NA REABILITAÇÃO BUCOMAXILOFACIAL• BIFOSFONATO

  • 91,4%

  • Fibrossarcoma AdenocarcinomaOsteossarcoma Adenocistíco

    Rabdomiossarcoma Carcinoma indiferenciadoLeucemia Carcinoma verrucosoLinfoma Mucoepidermóide

    Leiomiossarcoma Adenoma pleomorfico maligno

    Carcinoma basalóideMelanoma Maligno

  • DESENVOLVIMENTO DO TEMA• ESQUEMA DIDÁTICO SOBRE CARCINOMA• LESÕES/CONDIÇÕES CANCERIZÁVEIS• EPIDEMIOLOGIA• FATORES DE RISCO PARA O CÂNCER DE BOCA• TIPOS DE NEOPLASIAS QUE ACOMETEM A BOCA• TUMORES SÓLIDOS E NÃO SÓLIDOS• CLASSIFICAÇÃO TNM• ESTADIAMENTO CLÍNICO• FATORES PROGNÓSTICOS

    ODONTOLOGIA NA ONCOLOGIA• NO TRATAMENTO CIRÚRGICO• NO TRATAMENTO RADIOTERÁPICO• NA REABILITAÇÃO BUCOMAXILOFACIAL• BIFOSFONATO

  • CÂNCER SÓLIDO E NÃO SÓLIDO

  • DESENVOLVIMENTO DO TEMA• ESQUEMA DIDÁTICO SOBRE CARCINOMA• LESÕES/CONDIÇÕES CANCERIZÁVEIS• EPIDEMIOLOGIA• FATORES DE RISCO PARA O CÂNCER DE BOCA• TIPOS DE NEOPLASIAS QUE ACOMETEM A BOCA• TUMORES SÓLIDOS E NÃO SÓLIDOS• CLASSIFICAÇÃO TNM• ESTADIAMENTO CLÍNICO• FATORES PROGNÓSTICOS

    ODONTOLOGIA NA ONCOLOGIA• NO TRATAMENTO CIRÚRGICO• NO TRATAMENTO RADIOTERÁPICO• NA REABILITAÇÃO BUCOMAXILOFACIAL• BIFOSFONATO

  • REGRAS GERAL:• Tx - tumor primário não pode ser avaliado• To - sem evidência de tumor primário• Tis - carcinoma in situ• T1 - até 2 cm

    • T2 - 2 a 4 cm

    • T3 - acima de 4 cm

    • T4a – Lábio - infiltrando estruturas adjacentes

    • T4a – Boca – cortical óssea, músculos profundos da língua, seios maxilares ou pele da face

    • T4b – invade espaço mastigador. Lâminas pterigoideas, base do crânio ou carótida interna

    CLACIFICAÇÃO TNM

  • CLACIFICAÇÃO TNM

    REGRAS GERAL:• No - sem evidência de metástase regional• Nx - linfonodos regionais não podem ser

    avaliados • N1 - linfonodo ipsilateral até 3 cm

    • N2a - linfonodo ipsilateral entre 3 e 6 cm

    • N2b - linfonodos ipsilaterais < 6 cm

    • N2c - linfonodo contralateral ou bilateral

    • N3 - linfonodo acima de 6 cm

  • CLACIFICAÇÃO TNM

    REGRAS GERAL:• Mx - metástase à distância não pode

    ser avaliada• Mo - sem evidência de metástase à

    distância• M1 - presença de metástase à distância

  • DESENVOLVIMENTO DO TEMA• ESQUEMA DIDÁTICO SOBRE CARCINOMA• LESÕES/CONDIÇÕES CANCERIZÁVEIS• EPIDEMIOLOGIA• FATORES DE RISCO PARA O CÂNCER DE BOCA• TIPOS DE NEOPLASIAS QUE ACOMETEM A BOCA• TUMORES SÓLIDOS E NÃO SÓLIDOS• CLASSIFICAÇÃO TNM• ESTADIAMENTO CLÍNICO• FATORES PROGNÓSTICOS

    ODONTOLOGIA NA ONCOLOGIA• NO TRATAMENTO CIRÚRGICO• NO TRATAMENTO RADIOTERÁPICO• NA REABILITAÇÃO BUCOMAXILOFACIAL• BIFOSFONATO

  • ESTADIAMENTO CLÍNICO

    GRUPAMENTO POR ESTÁDIOS: 0 - Tis No Mo IVA – T1, T2, T3 N2 Mo

    • I - T1 No Mo T4a No N1 N2 Mo

    • II - T2 No Mo IVB - Qualquer T N3 Mo

    • III - T3 No Mo T4b qualquer N Mo

    T1 N1 Mo IVC - Qualquer T e N com M1 T2 N1 Mo

    T3 N1 Mo

  • DESENVOLVIMENTO DO TEMA• ESQUEMA DIDÁTICO SOBRE CARCINOMA• LESÕES/CONDIÇÕES CANCERIZÁVEIS• EPIDEMIOLOGIA• FATORES DE RISCO PARA O CÂNCER DE BOCA• TIPOS DE NEOPLASIAS QUE ACOMETEM A BOCA• TUMORES SÓLIDOS E NÃO SÓLIDOS• CLASSIFICAÇÃO TNM• ESTADIAMENTO CLÍNICO• FATORES PROGNÓSTICOS

    ODONTOLOGIA NA ONCOLOGIA• NO TRATAMENTO CIRÚRGICO• NO TRATAMENTO RADIOTERÁPICO• NA REABILITAÇÃO BUCOMAXILOFACIAL• BIFOSFONATO

  • FATORES QUE INFLUENCIAM NO PROGNÓSTICO

    • IDADE• SEXO

    • TU ENDOFÍTICO• CLASSIFICAÇÃO

    • LOCAL ANATÔMICO• COMPROMETIMENTO DA CADEIA GANGLIONAR E INFILTRAÇÃO

    OU ESTRAVAZAMENTO CAPSULAR• INFILTRAÇÃO VASCULAR E NEURAL

    • BIOLOGIA MOLECULAR (GENS SUPRESSORES DE TUMOR E ONCOGENES)

  • DESENVOLVIMENTO DO TEMA• ESQUEMA DIDÁTICO SOBRE CARCINOMA• LESÕES/CONDIÇÕES CANCERIZÁVEIS• EPIDEMIOLOGIA• FATORES DE RISCO PARA O CÂNCER DE BOCA• TIPOS DE NEOPLASIAS QUE ACOMETEM A BOCA• TUMORES SÓLIDOS E NÃO SÓLIDOS• CLASSIFICAÇÃO TNM• ESTADIAMENTO CLÍNICO• FATORES PROGNÓSTICOS

    ODONTOLOGIA NA ONCOLOGIA• NO TRATAMENTO CIRÚRGICO – CIRURGIA CENTRIPETA.• NO TRATAMENTO RADIOTERÁPICO• NA REABILITAÇÃO BUCOMAXILOFACIAL• BIFOSFONATO

  • DESENVOLVIMENTO DO TEMA• ESQUEMA DIDÁTICO SOBRE CARCINOMA• LESÕES/CONDIÇÕES CANCERIZÁVEIS• EPIDEMIOLOGIA• FATORES DE RISCO PARA O CÂNCER DE BOCA• TIPOS DE NEOPLASIAS QUE ACOMETEM A BOCA• TUMORES SÓLIDOS E NÃO SÓLIDOS• CLASSIFICAÇÃO TNM• ESTADIAMENTO CLÍNICO• FATORES PROGNÓSTICOS

    ODONTOLOGIA NA ONCOLOGIA• NO TRATAMENTO CIRÚRGICO• NO TRATAMENTO RADIOTERÁPICO• NA REABILITAÇÃO BUCOMAXILOFACIAL• BIFOSFONATO

  • TRATAMENTO RADIOTERÁPICO

    • Teleterapia : Acelerador Linear Cobalto- EM DESUSO Césio – EM DESUSO• Braquiterapia : Intersticial Intracavitário

    Slide 1Slide 2Slide 3Slide 4Slide 5Slide 6Slide 7Slide 8Slide 9Slide 10Slide 11Slide 12Slide 13Slide 14Slide 15Slide 16Slide 17Slide 18Slide 19Slide 20Slide 21Slide 22Slide 23Slide 24Slide 25Slide 26Slide 27Slide 28Slide 29Slide 30Slide 31Slide 32Slide 33Slide 34Slide 35Slide 36Slide 37Slide 38Slide 39Slide 40