Avante julho agosto 2014

download

of 12

  • date post

    01-Apr-2016
  • Category

    Documents

  • view

    226
  • download

    0

Embed Size (px)

description

 

Transcript of Avante julho agosto 2014

  • Durante a Copa do Mun-do, enquanto a bola ro-lava nos gramados, um outro time, fora dos estdios, tambm entrava em campo. Di-ferentemente das selees mun-diais de futebol, que disputavam uma taa, eles decidiram com-partilhar o seu maior trofu, a sal-vao em Cristo Jesus. Durante todo o evento, iniciativas como essa aconteceram em diver-sas cidades-sedes do mundial.

    No Rio de Janeiro, de acordo com a Federao de Jovens da Primeira Regio, liderada por Desire Marques, a mobiliza-o evangelstica, realizada em duas aes especficas, reuniu cerca de 100 jovens. Uma des-sas aes envolveu um abra-o simblico no Maracan, com os jovens intercedendo por todas as naes que fize-ram parte da Copa do Mundo. Pagina 4.

    Torcedores foram alcanados pela Palavra de Deus durante a CopaJuventude metodista em campo

    Em outubro, so esperados nas urnas, se-gundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 141.824.607 de brasileiros, que elegero deputados federais e estaduais, governadores, se-nadores e presidente da Repblica. Dentro desse imenso universo de eleitores, o voto dos evangli-cos [42,2 milhes, dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatstica] tem sido bastante disputa-do entre os polticos. Essa mobilizao, entretan-to, no fruto do acaso ou de uma ao isolada. H um confronto [dos protestantes] em relao s questes morais e aos novos posicionamentos

    [de grupos defensores da agenda homossexual, por exemplo]. Nesse debate, os evanglicos so refor-ados por integrantes de outras religies tambm. Vrios representantes catlicos passam a apoiar as teses desses parlamentares, destaca a cientista poltica Maria do Socorro Souza Braga, professora da Universidade Federal de So Carlos (UFSCar). Alm dessa questo, a matria de capa desta edi-o faz uma avaliao da postura dos candidatos evanglicos com relao a defesa dos valores bbli-cos e seu compromisso com a comunidade crist. Pgina 7.

    Em pleno vapor, as campanhas eleitorais j refletem a disputa pelo voto dos evanglicos

    Publicao bimestral da Igreja Metodista no Estado do Rio de Janeiro 1 REAno XL N 442 Julho/Agosto de 2014

    Palavra do BispoFalando aocorao deJerusalmPgina 3

    Misses Levando oEvangelhoaos ribeirinhosPgina 4

    EntrevistaBispa Marisa:Metodismo no NordestePgina 5

    Eventos Juvenis participamde AcampamentoRadicalPgina 10

    RegioInvestimentos da Oferta de 2013:veja os frutosPgina 12

    Entre a poltica e a misso

  • 2EDITORIAL

    Publicao bimestral da Igreja Metodista na 1 Regio Eclesistica

    Fundado em maio de 1973

    Ano XXXVIII n 442

    Rua Marqus de Abrantes, 55 Flamengo22.230-061 Rio de Janeiro RJTel.: (21)2557-3542 / 3509-1074

    Fax: (21)2557-7048

    avante@metodista-rio.org.brwww.metodista-rio.org.br

    BISPO DA 1 REGIO ECLESISTICAPaulo Tarso de Oliveira Lockmann

    Os artigos so de responsabilidade dos autores e no refletem necessariamente a opinio do jornal ou da Igreja Metodista.

    CONSELHO EDITORIALRonan Boechat de Amorim (coordenador),

    Selma Antunes da Costa, Jarbas Souza, Paulo Welte, Glucia Mendes Silvestre, Pablo Massolar, Luciano Vergara, Ndia

    Mello, Carla Tavares e Camila Alves

    EDITORA E JORNALISTA RESPONSVELNdia Mello (MTb 19.333)

    REDAO E REVISOEvandro Teixeira

    ASSISTENTES DE REDAOCarla Tavares e Camila Alves

    REVISO DA PALAVRA DO BISPOFilipe Pereira Mesquita

    FOTOGRAFIASHenrique Moraes

    DIAGRAMAOwww.estudiomatiz.com.br

    TIRAGEM: 10.500 exemplares

    ASSINATURA INDIVIDUAL: R$ 20,00

    METODISMO NO MUNDOMETODISMO NO MUNDO

    Prmio da Paz Mundial Metodistan O Conselho Mundial Metodista est com ins-cries abertas para indicaes ao Prmio da Paz Mundial Metodista de 2014. A premiao acon-tece anualmente e tem como objetivo homena-gear um indivduo ou grupo que tenha trabalha-do pela paz, justia e reconciliao em suas vidas e em seus ministrios. O Prmio uma tradio do Conselho Mundial Metodista h 30 anos. Os critrios a serem avaliados nos candidatos so: coragem, criatividade e consistncia em seu tra-balho e testemunho de paz. Em 2013, os missio-nrios Marion e Anita Way receberam o prmio por seu trabalho na Angola e Brasil. Em 2012, o ganhador do prmio foi Joy Balazo, por seu tra-balho de promoo da paz na sia e no Pacfico. Tambm j foram homenageados Lawi Imathiu, Nelson Mandela, Boris Trajkovski, Mikhail Gor-bachev e Jimmy Carter.

    O Prmio da Paz Mundial Metodista foi pro-posto pelo Dr. Stanley Leyland, em 1976, na XIII Conferncia Mundial Metodista em Du-blin, na Irlanda. Na ocasio, Leyland ressaltou algumas sugestes positivas sobre o que o Con-selho poderia fazer em um esforo pela paz. Foi tambm decidido que um Comit do Prmio da Paz Mundial Metodista seria estabelecido para decidir sobre os futuros beneficirios. Os Direto-res do Conselho Mundial Metodista, sendo um rgo de representao, foram nomeados como Comit do Prmio da Paz Mundial Metodista.

    Avano do metodismo no continenten O Conselho de bispos/as e presidentes de Igrejas Metodistas da Amrica Latina e Caribe (Ciemal) se reuniu em Puebla, no Mxico, entre os dias 2 e 4 de junho. Entre os temas aborda-dos pela liderana, destaque para o discipulado, plantao de igrejas, formao de obreiros/as e crescimento do Metodismo. Pela primeira vez,

    o Comit Executivo do Ciemal apresentou uma proposta de trabalho que foi avaliada com par-ticipao do Conselho de bispos/as. O objetivo que todos os organismos representados traba-lhem unidos, buscando prioridades e oportuni-dades para o avano da misso no continente.

    Estiveram presentes cinco bispos represen-tando a Igreja Metodista do Mxico: Raul Gar-cia de Uchoa, Manuel Hernandes, Juan Pluma Morales, Eduardo A. Carrillo Gonzlez e Andrs Hernndez. Participaram tambm cinco bispos representando a Igreja Metodista do Brasil: Adonias Pereira do Lago, Joo Carlos Lopes, Carlos Alberto Tavares, Jos Carlos Peres e Luiz Verglio. Os bispos Juan Alberto Cardona (Colmbia), Samuel Aguilar Curi (Peru), Frank de Nully Brown (Argentina), Pedro Magalhaes (Paraguai) e Pedro Correa (Chile) tambm esti-veram envolvidos nas discusses. A reunio teve tambm a presena da presidente do Ciemal, pastora Lizzete Gabriel Montalvo, e do secret-rio-geral, pastor Luciano Pereira da Silva.

    Fonte: Expositor Cristo

    Igrejas firmam aliana missionrian Igrejas Metodistas no Peru e na Argentina, representadas por seus bispos Jorge Bravo E. Knight e Frank Brown Nully, respectivamen-te, movidos pelo amor fraterno e pelo desejo de trabalharem juntos pela causa de Cristo, firma-ram um pacto para colaborarem mutuamente na expanso do Reino de Deus. Essa parceria visa compartilhar experincias e proporcionar apoio mtuo na implantao de programas, projetos e atividades nessas igrejas. A princpio, o projeto vai facilitar a troca de recursos litrgicos; progra-mas de evangelismo e discipulado; formao e intercmbio de liderana leiga; Imigrao perua-na pastoral na Argentina; reforar a identidade; e conexo metodista, entre outros projetos.

    Poltica, Copa e EvangelhoOano de 2014 vai iniciando o seu segundo semes-tre com os resqucios de uma Copa que gerou muita polmica, mas acabou ocorrendo debaixo do en-tusiasmo dos brasileiros e de crticas em tom de elo-gios internacionais quanto ao xito do evento mun-dial em nosso pas. Contrariando divulgaes ante-riores da mdia sobre o Mundial, um investimento de R$ 8 bi, para construir e reformar estdios, deve gerar um movimento de mais de R$ 180 bilhes na economia nos prximos 10 anos entre impactos diretos e indiretos, alm da mdia espontnea para o pas no mundo inteiro. Esses dados confirmaram estudos feitos por uma consultoria para o Ministrio do Esporte por ocasio da realizao do evento no Brasil.

    No entanto, esse estmulo econmico, com uma injeo em cerca de 40 bilhes no PIB; o aumento de empregos permanentes e temporrios; e os elogios dos estrangeiros quanto ao povo brasileiro e s 12 cidades que foram sedes--filiais da copa no consolaram os brasileiros diante da der-rota no campeonato. A decepo com o futebol dos nossos atletas levou os olhares do povo de volta para o momento pessimista que o Brasil atravessava pouco antes do seu en-gajamento na festa esportiva que envolveu o mundo. De uma forma geral, por um tempo, a alegria peculiar do povo brasileiro com a bola em campo aquietou o esprito de insatisfao que pairava sobre o ar, alimentado pelo quadro poltico do pas e a aproximao das eleies.

    Fato que, apesar dos resultados dos jogos e das cir-cunstncias polticas, sociais e econmicas que nortearam a Copa e marcaram o ltimo semestre, um grupo no se abateu e fez a diferena: jovens metodistas aproveitaram a festa que trouxe turistas do mundo inteiro para levar o Evangelho de Jesus, esperana para vitoriosos e abatidos. A experincia teve um saldo extremamente positivo por meio das aes realizadas tanto ao redor de estdios quanto em outros pontos do Estado e em diversas localidades do Bra-sil. A Confederao de Jovens Metodistas fez um golao com um time formado pelas Federaes de Jovens, Agn-cia Malta e Jocum. O esporte foi um gancho e tanto para um evangelismo com muita criatividade e alegria, dando oportunidade de mais vidas resgatadas para Jesus.

    Com Cristo no centro, somos capazes de nos engajar de forma salutar e equilibrada em qualquer processo que exija um posicionamento mais efetivo, seja na Copa do Mundo ou na poltica. Em 2010, o Colgio Episcopal da Igreja Metodista, preocupado com a participao dos metodistas nas eleies, lanou um pronunciamento orientando a res-peito dos desafios que chegam para a Igreja como tambm aos diversos segmentos da sociedade brasileira. Depois de quatro anos, 140 milhes de brasileiros voltaro s urnas. Nesta edio, o Avante debate o envolvimento do cristo na poltica e o papel da Igreja. Para isso, leva em conta o crescimento dos candidatos evanglicos e a disputa pelo voto dos eleitores. De acordo com cientistas polticos, nun-ca a representatividade dos ev