banco de questões de Química

Click here to load reader

  • date post

    29-Dec-2014
  • Category

    Education

  • view

    183.512
  • download

    6

Embed Size (px)

description

Visite o site www.bioquimica.forumeiros.comAprenda Biologia e Química lá!!

Transcript of banco de questões de Química

  • 1. QUMICA CLASSIFICAO DOS ELEMENTOS ESTUDO DOS GASES MATRIA E ENERGIA COMPOSTOS ORGNICOS II ESTRUTURA ATMICA ISOMERIA TABELA PERIDICA REAES ORGNICAS I E II LIGAES QUMICAS, FORAS A QUMICA DAS MACROMOLCULAS (PROTENAS E INTERMOLECULARES E PONTOS DE EBULIO POLMEROS)/ GLICIDIOS, LIPDIOS E SEUS DERIVADOS ACIDEZ E BASICIDADE NA QUMICA COMPOSTOS INORGNICOS ORGNICA TIPOS DE REAES QUMICAS CINTICA QUMICA CLCULOS QUMICOS CONCEITO DE EQUILBRIO QUMICO DESLOCAMENTO DE EQUILBRIO/ SOLUES CONSTANTE DE IONIZAO EFEITOS COLIGATIVOS EQUILBRIO INICO DA GUA (pH e pOH) PRODUTO DE SOLUBILIDADE, SOLUO TAMPO, TERMOQUMICA EQUILBRIO HETEROGNEO, HIDRLISE SALINA XIDO-REDUO RADIOATIVIDADE ELETROQUMICA INTRODUO QUMICA ORGNICA COMPOSTOS ORGNICOS IIMPRIMIR Voltar
  • 2. IMPRIMIR Q U M IC A Voltar QUMICA - Classificao peridica dos elementos
  • 3. Q U M IC A M A T R IA E E N E R G IA 1. Unifor-CE Um material que pode ser considerado substncia pura : a) o petrleo; d) o carbono diamante; b) o querosene; e) o ar atmosfrico. c) a gua do mar;1 2. Unifor-CE Uma amostra de material apresenta as seguintes caractersticas: temperatura de ebulio constante presso atmosfrica; composio qumica constante; formada por molculas idnticas entre si; formada por dois elementos qumicos diferentes. Logo, tal material pode ser classificado como: a) mistura homognea, monofsica; d) substncia pura, composta; b) substncia pura, simples; e) mistura heterognea, trifsica. c) mistura heterognea, bifsica; 3. UEMS Ao, gs oznio e gs carbnico so respectivamente exemplos de: a) Mistura, substncia simples e substncia composta. b) Mistura, substncia composta e substncia composta. c) Substncia simples, substncia simples e substncia composta. d) Substncia composta, mistura e substncia simples. e) Mistura, substncia simples e mistura.GABARITO 4. UEMS Das afirmativas a seguir, marque a verdadeira: a) Ter constantes fsicas definidas caracterstica de substncia pura. b) Adoar uma xcara de caf um fenmeno qumico. c) Obter gua e gs oxignio a partir de gua oxigenada, em presena de luz, um fen- meno fsico. d) gua e lcool, em condies ambiente, compem um sistema bifsico. e) Soluo aquosa de cloreto de sdio pode ser separada por filtrao simples. 5. Mackenzie-SP Dentre as substncias abaixo mencionadas, a nica que uma mistura : a) o nitrato de prata. d) o ido slido.IMPRIMIR b) o ar atmosfrico. e) o cloreto de sdio. c) a glicose. 6. U. Alfenas-MG Assinale a alternativa que contm apenas substncias simples: a) Fsforo branco, enxofre rmbico e oznio. d) gua, amnia e metano. b) Diamante, amnia e hidrognio. e) Cloro, hlio e gs carbnico c) Mrmore, granito e quartzo. . Voltar QUMICA - Matria e energia Avanar
  • 4. 7. E.M. Santa Casa/Vitria-ES Excluindo-se o recipiente e a atmosfera, quantas fases deve apresentar um sistema constitudo por: leo + gelo + gua + sal de cozinha em quantidade superior ao ponto de saturao na gua + granito (mica, feldspato, quartzo)? a) 3 b) 4 c) 6 d) 7 e) 9 8. U. Alfenas-MG Em relao aos sistemas: Sistema I gua e etanol Sistema II gua e leo Sistema III gua e acar (C12H22O11) Sistema IV gua e cloreto de sdio faz-se as seguintes afirmaes: I. o sistema I contm duas fases, porque gua um composto inorgnico enquanto que lcool um composto orgnico; II. o sistema II contm apenas uma fase, porque o leo faz ligao do tipo ponte de hidrognio com a gua; III. o sistema IV conter uma nica fase em qualquer proporo soluto/solvente; IV. nos sistemas III e IV observa-se o fenmeno de ionizao e dissociao inica, pois apresentam como soluto um composto orgnico e outro inorgnico, respectivamente; V. o sistema IV contm 3 fases, porque possui trs elementos qumicos diferentes. Sobre essas afirmaes correto dizer que:2 a) todas esto corretas; b) todas esto erradas; c) I e III esto corretas; d) apenas a IV est correta; e) as nicas erradas so a I e IV. 9. U.E. Londrina-PR Um termo qumico, principalmente na linguagem cotidiana, pode ter significados diversos, dependendo do contexto em que se encontra. Considere as seguintes frases: I. A gua composta de hidrognio e oxignio; II. O hidrognio um gs inflamvel; III. O oznio uma das formas alotrpicas do oxignio; IV. O gs hidrognio reage com o gs oxignio para formar gua. V. A gua constituda por dois hidrognios e um oxignio; Com relao ao significado dos termos sublinhados, incorreto afirmar: a) gua significa substncia qumica em I e molcula de gua em V;GABARITO b) Hidrognio em II significa substncia qumica; c) Hidrognio em IV significa substncia qumica, e em V, tomos de hidrognio; d) O significado de oxignio em III e IV o mesmo; e) Oxignio em V significa tomo de oxignio; 10. PUC-RS Responder a questo 2 numerando corretamente a coluna da direita, que con- tm exemplos de sistemas, de acordo com a da esquerda, que apresenta a classificao dos mesmos. 1. elemento qumico ( ) fluoreto de sdio 2. substncia simples ( ) gs oxignio 3. substncia composta ( ) gua do mar filtrada 4. mistura homognea ( ) limonada com geloIMPRIMIR 5. mistura heterognea A alternativa que contm a seqncia correta dos nmeros da coluna da direita, de cima para baixo, : a) 3 2 4 5 d) 2 3 5 4 b) 3 2 5 4 e) 1 2 3 4 c) 2 1 4 5 Voltar QUMICA - Matria e energia Avanar
  • 5. 11. UFRS Considere as seguintes caractersticas de um sistema de material: I. Os componentes do sistema podem ser separados por mtodos fsicos; II. Os componentes do sistema mantm a sua identidade qumica; III. O sistema no apresenta temperatura constante durante mudanas de estado fsico. De acordo com essas afirmaes, o sistema pode ser: a) um elemento; d) uma substncia composta; b) uma substncia simples; e) uma mistura; c) uma substncia pura; 12. Unifor-CE Na transformao qumica representada por CO(g) + NO2(g) NO(g) + CO2(g) h conservao de massa (Lei de Lavoisier) porque tanto os reagentes como os produtos apresentam: a) molculas iguais entre si; d) o mesmo tipo de ligao qumica; b) molculas com igual atomicidade; e) o mesmo estado de agregao. c) o mesmo nmero e tipo de tomos; 13. UFRN Considere trs recipientes abertos, con- tendo lquido em ebulio contnua. Em (1), tem- se gua pura; em (2), uma soluo aquosa de gli-3 cose 103 M; em (3), uma outra soluo aquosa de glicose 101 M, conforme ilustrado ao lado. Assinale a opo cujo grfico representa a variao das temperaturas dos lquidos acima em funo do tempo. a) b) c) d)GABARITO 14. FEI-SP Quando uma substncia composta sofre um fenmeno fsico, podemos afirmar que: a) suas molculas se alteram b) seus tomos se alteram c) a substncia se transformar em outra mais simples d) a transformao poder ser repetida com a mesma substncia e) a substncia se transformar em outra substncia composta 15. UFMS Escolher dentre os eventos abaixo qual(ais) representa(m) um fenmeno qumico. 01. Quando o petrleo fracionado, obtm-se leo diesel, alcatro, hidrocarbonetos, etc.IMPRIMIR 02. Quando o acar aquecido, torna-se marrom (carameliza). 04. Um tablete de sal em gua, sob agitao, tende a desaparecer. 08. Quando um pedao de gelo golpeado com um martelo, ele se quebra. 16. Alvejantes (agentes branqueadores) causam a perda da cor dos tecidos. 32. Quando se aquece o amlgama ouro-mercrio (Au-Hg) no processo da minerao de ouro, tem-se a liberao do mercrio. D, como resposta, a soma das alternativas corretas. Voltar QUMICA - Matria e energia Avanar
  • 6. 16. UESC-BA Densidade Calor especfico Amostra Com base nos dados da tabela e nos (g/cm3) (J/g.K) conhecimentos sobre a matria e suas Alumnio 2,69 0,900 propriedades, pode-se afirmar: Cobre 8,93 0,387 a) Densidade e calor especfico so pro- Chumbo 11,30 0,128 priedades funcionais da matria. Ouro 19,30 0,129 b) O processo de aquecimento de um lingote de chumbo uma transformao qumica. c) Um cubo de ouro de 1,0 cm de aresta tem massa maior do que um de alumnio de 8,0 cm de aresta. d) mais fcil aquecer um utenslio de cobre do que um de alumnio, de mesma massa e nas mesmas condies. e) Chumbo e ouro, ao serem aquecidos, comportam-se como substncias compostas. 17. UnB-DF O tratamento adequado do lixo deve ser uma preocupao de toda a sociedade para se evitarem graves problemas ambientais e sociais. O estudo acerca dos processos fsicos e qumicos associados ao lixo pode facilitar a compreenso desse problema. Com relao a esse assunto, julgue os itens a seguir. ( ) Apenas processos fsicos esto envolvidos na compostagem do lixo para a produ- o de adubo orgnico.4 ( ) O processo de reciclagem por meio da fuso de metais tipicamente fsico. ( ) A ao dos catadores de lixo no tem relao com a situao econmica do Brasil e com a m distribuio de renda no pas porque se verifica apenas em pequenas cidades interioranas. ( ) Considerando que o lixo urbano classificado como resduo slido, correto con- cluir que ele no poderia ser adequadamente separado por meio de destilao, de- cantao ou filtrao. ( ) O no-tratamento ou o tratamento inadequado do lixo pode acarretar srios proble- mas na rea da sade pblica, em virtude de facilitar, de modo direto, o ressurgi- mento de epidemias como as da clera, tuberculose e hansenase, a partir do conta- to com materiais contaminados. 18. U. Catlica-DF As substncias, quando puras, podem ser representadas em um grfico de mudana de estados fsicos que ocorre em funo do aquecimento desta substncia X tempo. Um exemplo deste fenmeno, o caso da gua. Esta apresenta-se nos trs estados fsicos (slido, lquido e gasoso). O grfico a seguir representa oGABARITO aquecimento de uma substn- cia pura. Sobre essa substncia, escreva V para as afirmativas verdadeiras ou F para as afir- mativas falsas. ( ) Os pontos A e C corres- pondem, respectivamen- te, s coordenadas de in- cio da fuso e da ebulio da substncia. ( ) Os pontos B e D corres- pondem s coordenadas de mudana de estado f-IMPRIMIR sico da substncia. ( ) Os pontos F e E corres- pondem respectivamente aos pontos ebulio e fuso da substncia. ( ) Os pontos A e E correspondem temperatura de fuso da substncia. ( ) Os pontos C e F correspondem temperatura de fuso da substncia. Voltar QUMICA - Matria e energia Avanar
  • 7. 19. FUVEST-SP Propriedades de algumas substncias: Solubilidade Ponto de fuso Densidade (g/100 cm3) a 25 C Substncia (C) (g/cm3) a 25 C em gua em CCl4 CCl4* 23,0 0 1,59 iodo 113,5 0,03 2,90 4,93 gua 0,0 0 1,00 * CCl4 = tetracloreto de carbono A 25 C, 3,00 g de iodo, 70 cm3 de gua e 50 cm3 de CCl4 so colocados em um funil de separao. Aps agitao e repouso, qual dos esquemas abaixo deve representar a situa- o final? a) b) c) CC 4+ iodo gua + iodo gua + iodo gua + iodo CC 4+ iodo CC 4+ iodo iodo iodo5 d) e) CC 4+ iodo CC 4+ iodo gua + iodo gua + CC 4 20. UFSE As aparelhagens A e B so utilizadas em procedi- mentos de separao de misturas. Considere as seguintes misturas: I. gua e acar, 25C formando uma nica fase; II. gua e sal de cozinha 25C, formando um sistemaGABARITO heterogneo; III. gasolina e gua lquidos imiscveis 25C. A B Deve-se utilizar para separar os componentes da mistura: a) I, a aparelhagem A b) I, a aparelhagem B c) II, a aparelhagem B d) III, a aparelhagem A e) III, a aparelhagem B 21. Unifor-CE A melhor maneira de recuperar to- talmente o soluto da mistura heterognea ao lado,IMPRIMIR retirar a gua por a) decantao b) destilao c) filtrao d) centrifugao e) sublimao Voltar QUMICA - Matria e energia Avanar
  • 8. 22. UFPB Ao preparar um terreno para cultivo, seria ideal que o agricultor solicitasse os ser- vios de um profissional qualificado, a fim de fazer uma anlise do solo para conhecer o contedo dos nutrientes presentes. O resultado da anlise ser vlido se esse profissional retirar uma amostra representativa do solo e realizar, com cuidado, operaes, tais como, limpeza da amostra, secagem, imerso da amostra em soluo extratora adequada, etc. Considerando as operaes a serem realizadas com a amostra, associe numericamente as mesmas aos equipamentos de laboratrio adequados. 1. Separar a amostra de restos de folhas, cascalhos e outros materiais slidos. 2. Aquecer a amostra para retirada de gua. 3. Medir uma determinada quantidade da amostra seca. 4. Separar a soluo extratora da parte insolvel da amostra. 5. Medir uma determinada quantidade da soluo extratora. 6. Destilar a soluo aquosa para separar os componentes solveis. ( ) estufa ( ) pipeta ( ) funil e papel de filtro ( ) peneira ( ) balana A seqncia correta : a) 1, 2, 6, 5, 3 d) 1, 2, 5, 6, 36 b) 2, 5, 4, 1, 3 c) 3, 1, 4, 5, 2 e) 4, 1, 5, 3, 2 23. U. Alfenas-MG Se em um copo contendo gua for colocado uma bolinha de naftalina (naftaleno), observa-se que a mesma afunda. Acrescentando-se a esse sistema sal de frutas, a naftalina passa a boiar. Esse fenmeno se deve ao fato de que: a) a naftalina torna-se menos densa, pois comea a se dissolver na gua; b) h formao de gs carbnico, o qual interage com a naftalina, deixando-a menos densa; c) com a adio do sal de frutas, gera-se uma soluo mais densa que a naftalina, fazendo com que esta bie; d) a naftalina tem uma grande facilidade para sofrer o processo de sublimao. e) forma-se uma mistura heterognea instvel que tende a se tornar homognea com a expulso da naftalina do meio, facilitando sua sublimao. 24. U.F. Juiz de Fora-MG So dadas cinco subs- Substncia P.F. (C) P.E. (C) tncias qumicas, com seus respectivos pon-GABARITO tos de fuso (P.F.) e pontos de ebulio (P.E.), Al2O3 2.072 2.980 a presso de 1 atm. Br2 7 59 temperatura ambiente (25C) e com base CS2 111 46 nos dados apresentados podemos afirmar que: CuSO4 . 5 H2O 110 150 a) somente duas substncias so lquidas; MnSO4 700 850 b) somente trs substncias so lquidas; c) somente duas substncias so slidas; d) somente uma substncias slida. 25. UFR-RJ A figura abaixo representa os processos de fuso e ebulio de um com- ponente slido em uma liga metlica.IMPRIMIR Das opes abaixo, a que apresenta eta- pas onde podemos encontrar substnci- as nos estados lquido e gasoso : a) I a II, II a III, III a IV. b) III a IV, IV a V, V a VI. c) I a II, III a IV, V a VI. d) II a III, III a IV, IV a V. e) I a II, II a III, V a VI. Voltar QUMICA - Matria e energia Avanar
  • 9. 26. U. Alfenas-MG Nas alternativas a seguir aparecem alguns sistemas e os mtodos de separao de seus componentes. Identifique a associao correta. a) soluo aquosa de glicose filtrao; d) limalha de ferro e areia catao; b) lcool hidratado decantao; e) lcool e tinta corante destilao. c) gua e leo cristalizao fracionada; 27. UFR-RJ Com a adio de uma soluo aquosa de acar a uma mistura contendo que- rosene e areia, so vistas claramente trs fases. Para separar cada componente da mistura final, a melhor seqncia : a) destilao, filtrao e decantao; d) filtrao, decantao e destilao; b) cristalizao, decantao e destilao; e) centrifugao, filtrao e decantao. c) filtrao, cristalizao e destilao; 28. Univali-SC O rtulo de uma garrafa de gua mineral est reproduzido a seguir: COMPOSIO QUMICA PROVVEL Sulfato de clcio 0,0038 mg/L Bicarbonato de clcio 0,0167 mg/L Com base nessas informaes, podemos classificar a gua mineral como: a) substncia pura; d) mistura homognea;7 b) substncia simples; c) mistura heterognea; e) suspenso coloidal. 29. UFRS Analise os sistemas materiais abaixo, estando ambos na temperatura ambiente. Sistema I Mistura de 10g de sal de cozinha, 30g de areia fina, 20ml de leo e 100ml de gua. Sistema II Mistura de 2,0L de CO2, 3,0L de N2 e 1,5L de O2. Sobre esses sistemas correto afirmar que: a) ambos so heterogneos, pois apresentam mais de uma fase; b) em I, o sistema bifsico, aps forte agitao, e, em II, o sistema monofsico; c) em I, o sistema trifsico, aps forte agitao, e, em II, o sistema monofsico; d) ambos apresentam uma nica fase, formando sistemas homogneos; e) em I, o sistema trifsico, independentemente da ordem de adio dos componentes, e, em II, o sistema bifsico. 30. VUNESP Quando se prepara ch, despeja-se gua fervendo na xcara e acrescenta-se um saquinho que contm a erva. Deixa-se em infuso por cinco minutos, retira-se oGABARITO saquinho e adoa-se com acar a gosto. Os processos de infuso e adio de acar slido, so chamados, respectivamente de a) extrao e diluio. d) fuso e dissoluo. b) fuso e diluio. e) filtrao e concentrao. c) extrao e dissoluo. 31. Univali-SC O caf solvel obtido a partir do caf comum dissolvido em gua. A soluo congelada e, a seguir, diminui-se bruscamente a presso. Com isso, a gua em estado slido passa direta e rapidamente para o estado gasoso, sendo eliminada do sistema por suco. Com a remoo da gua do sistema, por esse meio, resta o caf em p e seco. Neste processo foram envolvidas as seguintes mudanas de esta- do fsico:IMPRIMIR a) Solidificao e condensao. b) Congelao e condensao. c) Solidificao e sublimao. d) Congelao e gaseificao. e) Solidificao e evaporao. Voltar QUMICA - Matria e energia Avanar
  • 10. 32. PUC-RS Responder a questo Substncia P.F. P.E. 32 com base na tabela a seguir, que apresenta exemplos de subs- Clorofrmio 63 61 tncias qumicas e seus respec- Fenol 43 182 tivos pontos de fuso (P.F.) e ter etlico 34 116 pontos de ebulio (P.E.), em C a 1 atm. Pentano 130 36 Em um dia muito quente, cuja a temperatura 39 C e a presso de 1 atm, as substncias que se apresentam no estado fsico gasoso so: a) clorofrmio e fenol; d) fenol e pentano; b) ter etlico e pentano; e) clorofrmio e ter etlico; c) fenol e ter etlico; 33. UFPE Associe as atividades do cotidiano abaixo com as tcnicas de laboratrio apre- sentadas a seguir: ( ) Preparao de cafezinho de caf solvel. ( ) Preparao de ch de saquinho. ( ) Coar um suco de laranja. 1. Filtrao 2. Solubilizao 3. Extrao 4. Destilao A seqncia correta : a) 2, 3 e 1 b) 4, 2 e 3 c) 3, 4 e 1 d) 1, 3 e 2 e) 2, 2 e 48 34. U. Catlica de Salvador-BA A remoo, em tecidos, da sujeira formada de gordura e poeira pode ser feita com benzina, um solvente obtido por destilao do petrleo. Esse processo de remoo inicia-se com a: a) decantao d) destilao simples b) cristalizao e) dissoluo fracionada c) fuso fracionada 35. Unifor-CE Para separar completamente os componentes de uma mistura slida consti- tuda por ferro e carvo, finamente pulverizados, basta realizar o processo conhecido como: a) sublimao b) imantao c) destilao d) fuso e) recristalizao 36. UFMS A figura ao lado represen- ta a destilao de uma soluo aquo- sa de cloreto de sdio. Com baseGABARITO nela, correto afirmar que: 01. a figura representa o melhor processo de separao de mis- turas heterogneas; 02. qualquer mistura homognea pode ser separada por esse pro- cesso; 04. o destilado apresentar teste negativo para ons sdio e clo- ro, se a separao for eficien- te; 08. o destilado apresentar testeIMPRIMIR negativo somente para ons sdio, se a separao for efici- ente; 16. a soluo do recipiente 1 apre- sentar teste positivo para ons sdio e cloro; 32. 1, 2 e 3 so chamados, respectivamente, balo de fundo chato, condensador e erlen- meyer D, como resposta, a soma das alternativas corretas. Voltar QUMICA - Matria e energia Avanar
  • 11. 37. U. Alfenas-MG Uma boa opo para se separar uma mistura de cloreto de sdio, areia e naftalina a seqncia de procedimentos: a) sublimao, adio de gua, filtrao e destilao ou evaporao; b) adio de gua, decantao, sifonao, destilao e filtrao; c) adio de soluo de nitrato de prata, filtrao e sublimao; d) adio de gua, filtrao e destilao; e) catao e peneirao. 38. U.F. Juiz de Fora-MG A legislao brasileira permite que uma certa quantidade de lcool seja adicionada gasolina. Aps adio de uma soluo aquosa na NaCl gasoli- na e, a partir da nova leitura do volume desta, conforme esquema abaixo, possvel calcular a porcentagem de lcool presente na amostra. Com base nos dados responda: OBS: * o lcool e a gua so misc- veis * a gasolina e a gua so imis- cveis * o lcool mais miscvel na9 gua do que na gasolina a) Qual mtodo voc usaria para separar a fase aquosa da gasolina? b) Considerando que na fase aquosa esto presentes gua, etanol e cloreto de sdio, es- creva um mtodo para sepa- rar o cloreto de sdio da mis- tura. c) Calcule a porcentagem de lcool presente na amostra de gasolina. 39. Univali-SC Resfriando-se progressivamente gua destilada, quando comear a passa- gem do estado lquido para o slido, a temperatura: a) permanecer constante em quanto houver lquido presente; b) permanecer constante sendo igual ao ponto de condensao da substncia;GABARITO c) diminuir gradativamente; d) permanecer constante mesmo depois de todo lquido desaparecer; e) aumentar gradativamente; 40. Unioeste-PR As transformaes da matria podem ser classificadas em processos qu- micos ou fsicos. Em relao a estes processos, podemos afirmar que: 01. a obteno de serragem um exemplo de processo qumico de transformao da madeira; 02. toda reao qumica um processo qumico; 04. o derretimento do gelo, a fuso do chumbo e a queima do papel so exemplos de processos fsicos;IMPRIMIR 08. a equao qumica uma maneira de representar um processo qumico; 16. o amadurecimento de uma fruta um exemplo de processo fsico, pois no h forma- o de novas substncias; 32. todos os processos de mudanas de estado fsico so processos fsicos; 64. apenas os materiais sintticos so passveis de realizar processos qumicos; D, como resposta, a soma das afirmativas corretas. Voltar QUMICA - Matria e energia Avanar
  • 12. 41. PUC-RS Dentre as transformaes a seguir, aquela que no representa um exemplo de fenmeno qumico : a) efervescncia do sal de fruta em gua; b) ao do fermento na massa do po; c) eletrlise da gua; d) escurecimento de um anel de prata; e) obteno do nitrognio a partir da destilao fracionada do ar. 42. UFRS Um sistema heterogneo bifsico formado por trs lquidos diferentes A, B, e C. Sabe-se que: A e B so miscveis entre si; C miscvel com A e com B; A mais voltil que B. Com base nessas informaes, os mtodos mais adequados para separar os trs lquidos so: a) centrifugao e decantao; b) decantao e fuso fracionria; c) filtrao e centrifugao; d) filtrao e destilao fracionada;10 e) decantao e destilao fracionada.GABARITOIMPRIMIR Voltar QUMICA - Matria e energia Avanar
  • 13. Q U M IC A M A T R IA E E N E R G IA 1. d 24. a 2. d 25. b 1 3. a 26. e 4. a 27. d 5. b 28. d 6. a 29. c 7. d 30. c 8. b 31. c 9. d 32. b 10. a 33. a 11. e 34. e 12. c 35. bG A B A R IT O 13. a 36. 04 + 16 + 32 = 52 14. d 37. a 15. 02 + 16 = 18 38. a) Decantao 16. d b) Destilao simples 17. E C E C C c) 50 ml 100% 18. V F V F F 11 ml x 19. b x = 22% de lcool presente na gasolina 20. e 39. a 21. b 40. 02 + 08 + 32 = 42 22. b 41. e 23. b 42. e IMPRIMIR Voltar QUMICA - Matria e energia Avanar
  • 14. Q U M IC A EST RUT UR A A T M IC A 1. U. Catlica-DF Os fogos de artifcio utilizam sais Sais de Colorao de diferentes metais adicionados plvora e, quan- do explodem, produzem cores variadas. Brio Verde Csio Azul claro As diversas cores so produzidas quando os el- Potssio Violeta trons dos ons metlicos retornam para nveis de Sdio Amarelo menor energia, emitindo radiaes coloridas. Esse Clcio Vermelho fenmeno pode ser explicado pela Teoria Atmica proposta por:1 a) Thomsom b) Dalton c) Bohr d) Lavoisier e) Rutherford 2. UnB-DF Um importante cientista na evoluo do conhecimento qumico foi John Dal- ton (1766-1844). Com base nos trabalhos de Lavoisier, de Proust (1754-1826) e de ou- tros cientistas da poca, Dalton resgatou os conceitos acerca da indivisibilidade do to- mo introduzidos por Demcrito e Leucipo, filsofos gregos que tiveram suas idias rejei- tadas por Plato e Aristteles, influentes filsofos na poca (400 a.C.). A teoria atmica, como ficou conhecido o conjunto de proposies de Dalton para explicar as leis da Qu- mica na poca aceitas, foi importante para o desenvolvimento dos conceitos qumicos. A esse respeito, julgue os itens abaixo. ( ) O modelo atmico de Dalton no suficiente para explicar a estequiometria das reaes qumicas. ( ) De acordo com o modelo proposto por Dalton, todos os tomos de um mesmo elemento apresentam as mesmas propriedades qumicas. ( ) A concepo de tomo indivisvel, defendida por Dalton, cientificamente vlida at hoje. ( ) De acordo com Dalton, tomos no podem ser criados ou destrudos no curso deGABARITO reaes qumicas ordinrias. 3. Unifor-CE I. diferem de elemento para elemento; II. so as unidades envolvidas nas transformaes qumicas; III. so indivisveis; IV. consistem de unidades com um ncleo e uma eletrosfera onde se localizam os el- trons. Dessas afirmaes, esto includas na teoria atmica de Dalton (1808), somente: a) I b) I e II c) III e IV d) II, III e IV e) I, II e III 4. Unifor-CE Dentre as espcies qumicas:IMPRIMIR 9 10 11 5 B, 5 B, 5 B 10 12 14 6 C, 6 C, 6 C as que representam tomos cujos ncleos possuem 6 nutrons so: a) 10 C e 12 C 6 6 d) 9 B e 14 C 5 6 b) 11 B e 12 C 5 6 e) 14 C e 10 B 6 5 c) 10 B e 11 B 5 5 Voltar QUMICA - Estrutura atmica Avanar
  • 15. 5. Unifor-CE Entre os conjuntos de caractersticas abaixo, o que melhor descreve o el- tron quando comparado ao prton : SINAL DA QUANTIDADE CARGA DE CARGA MASSA ELTRICA ELTRICA a) Diferente Igual Diferente b) Diferente Diferente Igual c) Igual Diferente Igual d) Igual Diferente Diferente e) Igual Igual Igual 6. UFR-RJ Um elemento M apresenta os istopos 79M e 81M. Sabendo que a massa atmica do elemento M 79,90 u.m.a, determine os percentuais de cada istopo do elemento M. 7. UFR-RJ O on Fe++, que faz parte da molcula de hemoglobina e integra o sistema de trans- porte de oxignio no interior do corpo, possui 24 eltrons e nmero de massa igual a 56. O nmero atmico e o nmero de nutrons desse on correspondem, respectivamente, a: a) Z = 26 e n = 30.2 b) Z = 24 e n = 30. c) Z = 24 e n = 32. d) Z = 30 e n = 24. e) Z = 26 e n = 32. 8. UFRS Uma moda atual entre as crianas colecionar figurinhas que brilham no escuro. Essas figuras apresentam em sua constituio a substncia sulfeto de zinco. O fenmeno ocorre porque alguns eltrons que compe os tomos dessa substncia absorvem energia luminosa e saltam para nveis de energia mais externos. No escuro, esses eltrons retor- nam aos seus nveis de origem, liberando energia luminosa e fazendo a figurinha brilhar. Essa caracterstica pode ser explicada considerando o modelo atmico proposto por: a) Dalton b) Thomson c) Lavoisier d) Rutherford e) BohrGABARITO 9. Univali-SC H exatos 100 anos J.J. Thomson determinou, pela primeira vez, a relao entre a massa e a carga do eltron, o que pode ser considerado como a descoberta do eltron. reconhecida como uma contribuio de Thomson ao modelo atmico: a) o tomo ser indivisvel; b) a existncia de partculas subatmicas; c) os eltrons ocuparem nveis discretos de energia; d) os eltrons girarem em rbitas circulares ao redor do ncleo. e) o tomo possuir um ncleo com carga positiva e uma eletrosfera. 24 10. UEMS O on 12 Mg2+ possui:IMPRIMIR a) 12 prtons, 12 eltrons e 12 nutrons. b) 12 prtons, 12 eltrons e carga zero. c) 12 prtons, 12 eltrons e 10 nutrons. d) 12 prtons, 10 eltrons e 12 nutrons. e) 12 prtons, 12 eltrons e carga +2. Voltar QUMICA - Estrutura atmica Avanar
  • 16. 11. U. Catlica-DF Abaixo so fornecidos tomos e ons de alguns elementos qumicos. Ca+2 (20Ca42) S2 (16S32) Na0 (11Na23) Al+3 (13Al27) Escreva V para as afirmativas verdadeiras ou F para as afirmativas falsas. ( ) Os ons Ca+2 e S2 so isoeletrnicos. ( ) O nmero de prtons do on Al+3 igual a 10. ( ) O on S2 possui 18 eltrons. ( ) O tomo neutro Na0 possui 12 nutrons. ( ) O Al0 e Al+3 so istopos. 12. UFGO Algumas datas importantes sobre a histria do oxignio so: 1800 Nicholson e Carlisle realizaram a eletrlise da gua; 1840 Schnbein descobriu o oznio; 1877 obteno de oxignio no estado lquido; 1929 descoberta do 17O e 18O. Considerando-se essas informaes, julgue os itens abaixo. ( ) em 1800, concluiu-se que as molculas de gua so constitudas de O2 e H2, na proporo de 1:2. ( ) em 1840, descobriu-se um dos istopos do oxignio. ( ) em 1877, determinou-se o calor latente de fuso do oxignio. ( ) em 1929, descobriram-se dois altropos do oxignio.3 13. UFMS Um mdico carrega um Local N de vezes que foi encontrado pequeno transmissor de rdio Residncia 18 que permite localiz-lo a qual- Hospital 17 quer momento. A tabela ao lado mostra os resultados da locali- Consultrio 17 zao desse mdico em uma se- Restaurante 5 mana tpica. Cinema 2 Como mostra a tabela, as chan- ces de encontrar o mdico so maiores se ele estiver no hospital, no consultrio ou em casa. Tal fato pode ser relacionado na atomstica com o conceito expresso: a) na densidade eletrnica (orbital). b) na regra da mxima multiplicidade de Hund. c) na representao atmica de Rutherford-Bohr. d) no princpio de excluso de Pauli.GABARITO e) no diagrama de distribuio eletrnica de Linus Pauling. 14. UFPE A gua contendo istopos 2H denominada gua pesada, porque a molcula 2 H216O quando comparada com a molcula 1H216O possui: a) maior nmero de nutrons; d) menor nmero de eltrons; b) maior nmero de prtons; e) menor nmero de prtons c) maior nmero de eltrons; 15. Unifor-CE Instrues: Para responder a esta questo, considere a tabela abaixo, que fornece caractersticas de diferentes tomos. So istopos entre si, somente os tomos:IMPRIMIR a) I e II Nmero de Nmero de Nmero de b) I e III tomo prtons nutrons eltrons c) I e IV I 12 12 10 d) II e III II 8 8 8 e) III e IV III 8 9 10 IV 11 12 11 Voltar QUMICA - Estrutura atmica Avanar
  • 17. 16. UFR-RJ Dados os elementos A, B e C sabe-se que: A e C so istopos, sendo que A tem um nutron a menos que C. B e C so isbaros. C tem nmero de massa e nmero atmico 4 vezes maior que os do flor. B tem o mesmo nmero de nutrons do tomo A. Indique, para os elementos A, B e C: a) os nmeros atmicos e os nmeros de massas; b) os nmeros de prtons, nutrons e eltrons; c) as configuraes eletrnicas. 17. UEMG Devido sua estrutura, um tomo de sdio tem as caractersticas abaixo, exceto. a) Seu istopo de massa 23 contm 12 nutrons. b) Fica com 10 eltrons quando se torna ction. c) Possui 2 eltrons no primeiro nvel e 9 eltrons no segundo nvel. d) Tem 11 prtons no ncleo. 18. U. Alfenas-MG Sobre as partculas que constituem um tomo pode-se afirmar que: a) os eltrons tm grande contribuio tanto na massa do tomo, quanto na sua carga; b) a neutralidade das espcies ocorre devido presena de prtons, eltrons e nutrons;4 c) praticamente os prtons e os nutrons que so responsveis pela massa do tomo; d) a massa atmica e o nmero de massa medem exatamente o mesmo; e) atravs do nmero de massa possvel se conhecer a estabilidade do tomo. 19. F.M. Itajub-MG As afirmativas incompletas: 1. tomos de mesmo nmero atmico e nmero de nutrons diferentes so denomina- dos ............... . 2. Os tomos 20A40 e 20C42 so ............... . 3. tomos com diferentes nmeros atmicos e mesmo nmero de nutrons so denomina- dos ............... . 4. tomos com diferentes nmeros atmicos e mesmo nmero de massa so denomina- dos ............... . 5. Os tomos 20Y42 e 18X40 so ............... . 6. Os tomos 20A40, 19B40 e 18E40 so ............... . Tornar-se-o completas se, na mesma ordem numrica, introduzirmos as palavras: a) Istonos, isbaros, istonos, isbaros, istopos, istonos.GABARITO b) Istopos, istonos, isbaros, isbaros, istopos, istonos. c) Isbaros, istopos, istopos, istopos, istopos, istonos. d) Istopos, istopos, istonos, isbaros, istonos, isbaros. e) Istopos, istopos, isbaros, istonos, isbaros, istonos. 20. UFR-RJ Complete as horizontais: 1. Partcula fundamental que no apresenta carga. 2. Um on sempre apresenta ............... . 3. Partcula emitida pelo ncleo radioativo. 4. Partcula de carga positiva existente no ncleo. 5. Apresenta nmero atmicoIMPRIMIR igual a 11. 6. tomos que apresentam os mesmos nmeros atmicos e nmeros de massa diferentes. Voltar QUMICA - Estrutura atmica Avanar
  • 18. 21. UFGO Os diagramas, a seguir, representam distribuies eletrnicas para o tomo de nitrognio: Considerando-se essas distribuies, julgue os itens abaixo. ( ) I e II seguem a regra de Hund. ( ) III e IV obedecem ao princpio de Pauli. ( ) II representa a distribuio do estado fundamental. ( ) em I, dois eltrons possuem o mesmo conjunto de nmeros qunticos. 22. UFRS Ao comparar-se os ons K+ e Br com os respectivos tomos neutros de que se originaram, pode-se verificar que: a) houve manuteno da carga nuclear de ambos os ons; b) o nmero de eltrons permanece inalterado; c) o nmero de prtons sofreu alterao em sua quantidade; d) ambos os ons so provenientes de tomos que perderam eltrons;5 e) o ction originou-se do tomo neutro a partir do recebimento de um eltron. 23. U.E. Ponta Grossa-PR Sobre as representaes abaixo, assinale o que for correto: 54 I. 26 Fe IV. 57 26 Fe 2 + II. 56 26 Fe 2 + V. 57 26 Fe 3 + III. 56 26 Fe 3 + VI. 56 26 Fe 01. I e VI so istopos, apresentam a mesma configurao eletrnica, mas no tem a mesma quantidade de nutrons. 02. I e II tm o mesmo nmero de prtons e de eltrons. 04. Embora sejam istopos isoeletrnicos, II e IV no tem a mesma massa atmica. 08. III e V, que no tem o mesmo nmero de neutrns, apresentam menor quantidade de eltrons que o tomo IV. 16. II e IV no tem o mesmo nmero de neutrns nem a mesma massa atmica.GABARITO D, como resposta, a soma das afirmativas corretas. 24. U.F. Santa Maria-RS A alternativa que rene apenas espcies isoeletrnicas : a) 7N3, 9F , 13Al3+ b) 16So, 17Cl , 19K+ c) 10Neo, 11Nao, 12Mgo d) 20Ca2+, 38Sr2+, 56Ba2+ e) 17Cl , 35Br , 53I 25. VUNESP Em relao aos nmeros de massa, prtons, nutrons e eltrons, 2814Si e 2713AlIMPRIMIR so classificados como a) isbaros. b) istopos. c) istonos. d) isoeletrnicos. e) isoestruturais. Voltar QUMICA - Estrutura atmica Avanar
  • 19. Para responder a esta questo, utilize a tabela da questo 15. 26. Unifor-CE So eletricamente carregados (ons) somente os tomos: a) I e II b) I e III c) I e IV d) II e III e) III e IV 27. Unifor-CE Um istopo do tomo de potssio cujo nmero atmico 19 e o nmero de massa 40, o: a) 19F b) 39K c) 39Y d) 40Zr e) 40Ar 28. UECE Com relao ao eltron, assinale a alternativa correta. a) orbital a regio do tomo onde a probabilidade de se encontrar um eltron mnima; b) no possvel determinar ao mesmo tempo a posio e velocidade de um eltron; c) denomina-se spin ao movimento de translao do eltron em torno do ncleo do tomo; d) os eltrons de um mesmo dupleto pertencente a um mesmo tomo, caracterizam-se por possurem quatro nmeros qunticos iguais. 29. UFRN A luz amarela das lmpadas de vapor de sdio usadas na iluminao pblica emitida pelo decaimento da energia de eltrons excitados no tomo de sdio. No estado fundamental, um certo eltron deste elemento se encontra no segundo nvel de energia, num orbital p.6 Os valores dos nmeros qunticos que podem caracterizar esse eltron so: a) n = 2; 1 = 1; m = 2; s = 1/2 b) n = 2; 1 = 2; m = 2; s = 1/2 c) n = 2; 1 = 1; m = 1; s = +1/2 d) n = 2; 1 = 0; m = 0; s = +1/2 30. UFR-RJ O ltimo eltron de um tomo tem nmeros qunticos principal e secundrio, respectivamente, 4 e 0 (quatro e zero). Sabendo-se que este o nico eltron do subnvel mencionado, a carga nuclear do tomo deve ser: a) 19+ b) 11+ c) 24+ d) 29+ e) 4+ 31. U. Alfenas-MG Abaixo esto relacionados alguns nmeros atmicos. Assinale a alter- nativa que corresponde ao nmero atmico de um elemento que possui 3 eltrons na camada de valncia: a) 31 b) 32 c) 33 d) 34 e) 35GABARITO 32. E.M. Santa Casa/Vitria-ES a) Usando o diagrama de Pauling faa a distribuio eletrnica do smio. b) Dar a distribuio eletrnica do Ferro e do on Fe2+ Fe: Fe2+: 33. Unifor-CE O nmero de eltrons de valncia do tomo eletricamente neutro de alum- nio (nmero atmico 13) : a) 1 b) 2 c) 3 d) 10 e) 13 34. U.F. Santa Maria-RS Analise a tabela: Assinale a alternativa que apre-IMPRIMIR senta somente espcie(s) Espcie Nmero Nmero Nmero neutra(s). genrica de nutrons de prtons de eltrons a) Apenas X. X 20 17 17 b) Apenas Y. Y 17 17 18 c) Apenas Z. Z 78 79 78 d) Apenas W. e) Apenas X e W. W 18 18 18 Voltar QUMICA - Estrutura atmica Avanar
  • 20. 35. PUC-RS Considerando-se o ction de um tomo X que apresenta 11 prtons, 12 nu- trons e 10 eltrons, pode-se afirmar que tal ction: a) pode ser representado por X2+; b) maior que o tomo X; c) apresenta nmero atmico igual a 10; d) isoeletrnico do nion O2; e) apresenta configurao eletrnica semelhante ao gs nobre argnio. 36. PUC-RS Responder a esta questo com base nas seguintes afirmativas referentes ao modelo atmico atual. I. Orbital a regio do espao onde a probabilidade de encontrar o tomo mxima. II. Quando o eltron passa de um nvel de energia interno para outro mais externo, emite um quantum de energia. III. O eltron apresenta comportamento duplo, isto , pode ser interpretado como part- cula ou onda, conforme o fenmeno estudado. IV. impossvel determinar simultaneamente a posio e a velocidade de um eltron em um tomo. Pela anlise das afirmativas, conclui-se que est correta a alternativa: a) I e II b) I e III c) II e III d) II e IV e) III e IV7 37. UFPB Um tomo X de nmero de massa igual a 63 e nmero de nutrons igual a 36, istono de um tomo Y, de nmero de massa 64 e isbaro de um tomo Z que possui 34 nutrons. Em relao a esses tomos, correto afirmar que as configuraes de X+2, Y+2 e Z+2 so, respectivamente, a) [Ar] 4s13d8; [Ar] 4s23d5 e [Ar] 4s23d6 b) [Ar] 4s23d5; [Ar] 4s23d6 e [Ar] 4s23d7 c) [Ar] 3d54s2; [Ar] 3d64s2 e [Ar] 3d94s0 d) [Ar] 3d7; [Ar] 3d8 e [Ar] 3d9 e) [Ar] 4s 3d ; [Ar] 4s 3d e [Ar] 4s13d8 2 5 2 6 38. FEI-SP Sendo o subnvel 4s1 (com um eltron) o mais energtico de um tomo, pode- mos afirmar que: I. o nmero total de eltrons deste tomo igual a 19; II. este tomo apresenta 4 camadas eletrnicas; III. sua configurao eletrnica : 1s2; 2s2; 2p6; 3s2; 3p6; 3d10; 4s1 a) apenas a afirmao I correta d) as afirmaes I e II so corretas b) apenas a afirmao II correta e) as afirmaes I e III so corretasGABARITO c) apenas a afirmao III correta 39. UFPI Durante a formao de pepitas de ouro a elas se incorporam vrios elementos, como cdmio, chumbo, telrio e zinco. As quantidades e os tipos de impureza desses elementos na mostra de ouro, variam de acordo com a localizao de onde o ouro foi extrado. Essas informaes podem ser utilizadas para investigar roubo ou falsificao de objetos de ouro apresentados como antigidade. Indique a opo que apresenta corre- tamente o smbolo dos elementos acima citados. a) Ca, Cm, Te e Zn d) Cm, Pb, Tl e Zn b) Cd, Pb, Te e Zn e) Cd, Pb, Te e Sn c) Cm, Sb, Tl e SnIMPRIMIR 40. FUVEST-SP As espcies Fe2+ e Fe3+, provenientes de istopos distintos do ferro, dife- rem entre si, quanto ao nmero a) atmico e ao nmero de oxidao. d) de eltrons e ao nmero de nutrons. b) atmico e ao raio inico. e) de prtons e ao nmero de nutrons. c) de prtons e ao nmero de eltrons. Voltar QUMICA - Estrutura atmica Avanar
  • 21. Q U M IC A EST RUT UR A A T M IC A 1. c 9. b 2. ECEC 10. d 3. e 11. VFVVF 1 4. b 12. EEEE 5. a 13. a 6. 55% e 45% 14. a 7. a 15. d 8. e 16. a) A B C Z = 36 Z = 37 Z = 36 A = 75 A = 76 A = 76 b) A B C P = 36 p = 37 p = 36G A B A R IT O n = 39 n = 39 n = 40 e = 36 e = 37 e = 36 c) 36A = 1s22s22p63s23p64s23d104p6 37B = 1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d 4p 5s 2 2 6 2 6 2 10 6 1 36C = 1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d 4p 2 2 6 2 6 2 10 6 17. c 22. a 18. c 23. 01 + 04 + 08 + 16 = 29 19. d 24. a 20. 1. Nutron 25. c 2. Carga 26. e 3. Alfa 27. b 4. Prton 28. b 5. Sdio 29. c 6. Istopos 30. a 21. E C C C 31. a 32. a) 76Os = 1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d 4p 5s 4d 5p66s24f145d6 2 2 6 2 6 2 10 6 2 10 b) 26Fe = 1s22s22p63s23p64s23d6 c) 26Fe+2 = 1s22s22p63s23p64s23d4 33. c 34. e 35. d 36. e 37. b IMPRIMIR 38. d 39. b 40. d Voltar QUMICA - Estrutura atmica Avanar
  • 22. Q U M IC A TA B EL A P E R I D IC A 1. UnB-DF Os acumuladores, mais comumente chamados de baterias, cuja utilizao sofreu um aumento considervel com o advento dos aparelhos eletroeletrnicos, geralmente con- tm substncias simples e/ou compostas que envolvem, entre outros, os seguintes elemen- tos qumicos: zinco (Zn), mercrio (Hg), ltio (Li), cdmio (Cd), prata (Ag) e carbono (C). Acerca das propriedades peridicas desses elementos qumicos, julgue os itens abaixo. ( ) Prata e cdmio pertencem a uma mesma famlia. ( ) Os tomos de cdmio so maiores que os de zinco. ( ) Mercrio e zinco pertencem a um mesmo perodo tabela peridica. ( ) Os tomos de ltio e carbono tm valores de eletronegatividade muito prximos.1 2. UFGO Leia o texto que se segue e responda questo. Grupo cria molcula com gs nobre Os gases nobres so conhecidos pela estabilidade. Todos possuem oito eltrons na camada exterior (exceto o hlio, que tem apenas dois), o que faz deles os mais esnobes elementos qumi- cos no gostam de se misturar. Ser um gs nobre o sonho de todo elemento. por essa razo que eles se unem em compos- tos. Os tomos comuns costumam doar ou receber eltrons de outros tomos formando mol- culas a fim de completar seu octeto, ou seja, ficar com oito eltrons na ltima camada exata- mente como seus primos ricos. Quanto menor o tomo do gs nobre, mais prximos do ncleo esto os eltrons da ltima camada, o que faz com que mais energia seja necessria para furt-los. A definio qumica de nobreza: Gases chamados de nobres no costumam interagir com outros elementos. Adaptado da Folha de S. Paulo. 24 ago. 2000. p. A18. Com base nas informaes desse texto e utilizando-se dos conhecimentos da Qumica, pode-se afirmar que:GABARITO ( ) os gases nobres no se misturam com outros gases; ( ) ao doar ou receber eltrons de outros tomos, um elemento se transforma em gs nobre; ( ) quanto menor o tomo do gs nobre, maior ser o primeiro potencial de ionizao; ( ) a palavra interagir foi utilizada como sinnimo de reao qumica. 3. UFRJ Um dos elementos qumicos que tem se mostrado muito eficiente no combate ao cncer de prstata o Selnio (Se). Com base na Tabela de Classificao Peridica dos Elementos, os smbolos de elemen- tos com propriedades qumicas semelhantes ao Selnio so: a) Cl, Br, I b) Te, S, Po c) P, As, Sb d) As, Br, Kr 4. UFRJ Clcio um dos elementos principais da estrutura ssea dos seres humanos. UmaIMPRIMIR doena muito comum em pessoas idosas, principalmente em mulheres aps a menopau- sa, a osteoporose, que consiste na desmineralizao ssea causada pela perda de Ca+2, provocando fraturas freqentes e encurvamento da coluna vertebral. Uma das formas utilizadas pelos mdicos para estudar a osteoporose consiste em administrar aos pacientes uma dieta contendo sais de estrncio e acompanhar a taxa de absoro do mesmo pelo organismo. O estrncio tem a capacidade de substituir o clcio em seus compostos. A partir da estrutura atmica dos dois elementos, explique por que o estrncio pode ser utilizado no lugar do clcio. Voltar QUMICA - Tabela peridica Avanar
  • 23. 5. UFF-RJ Conhece-se, atualmente, mais de cem elementos qumicos que so, em sua mai- oria, elementos naturais e, alguns poucos, sintetizados pelo homem. Esses elementos esto reunidos na Tabela Peridica segundo suas caractersticas e propriedades qumicas. Em particular, os Halognios apresentam: a) o eltron diferenciador no antepenltimo nvel; b) subnvel f incompleto; c) o eltron diferenciador no penltimo nvel; d) subnvel p incompleto; e) subnvel d incompleto. 6. PUC-RS Pesquisas de novos mtodos para tratamento da preservao da madeira, na tentativa de combater o desmatamento, utilizam nesta produtos qumicos base de cro- mo, cobre e arsnio. Em relao a esses elementos, pode-se afirmar que: a) so todos metais; b) so isoeletrnicos; c) formam ctions monovalentes; d) pertencem ao mesmo grupo da tabela peridica; e) apresentam o mesmo nmero de nveis de energia.2 7. U. Caxias do Sul-RS Instruo: Considere os grupos abaixo indicados: Grupo 1 1. Metal alcalino terroso. 2. on carregado positivamente. 3. Substncia pura formada pela combinao de dois ou mais elementos. 4. Resultado da atrao entre dois ons de cargas opostas. 5. Partcula qumica que possui carga positiva ou negativa. 6. Eltrons de valncia em elementos qumicos representativos. Grupo 2 a) on b) Composto. c) Clcio. d) Ligao inica. e) Ction ltio. f) Esto localizados na camada quntica mais externa do elemento e so responsveis pela ligao qumica.GABARITO A alternativa que apresenta a relao correta entre o grupo 1 e o grupo 2 : a) l(A); 2(D); 3(C); 4(B); 5(E); 6(F); b) 1(B); 2(A); 3(D); 4(C); 5(E); 6(F); c) 1(C); 2(E); 3(B); 4(D); 5(A); 6(F); d) 1(D); 2(F); 3(A); 4(B); 5(E); 6(C); e) 1(F); 2(E); 3(D); 4(A); 5(B); 6(C). 8. UEGO Para responder a questo abaixo utilize (V) verdadeiro ou (F) falso. Os metais so substncias que apresentam elevada condutividade eltrica, brilho metlico, ductibi- lidade (capacidade de ser estirados em fios), maleabilidade (capacidade de ser forjado em folhas finas) e geralmente elevado ponto de fuso. O cristal metlico envolvido por uma nuvem eletrnica deslocalizada (eltrons livres) que responsvel por essas propri-IMPRIMIR edades fsicas. Esse modelo de cristal metlico relaciona-se com as afirmativas: ( ) Os tomos do metal esto fracamente ligados com o(s) seu(s) eltron(s) de valncia. ( ) A energia de ionizao elevada. ( ) O elemento com a seguinte configurao eletrnica: 1s22s22p63s1, um metal. ( ) As propriedades qumicas dos metais esto tambm relacionadas com a baixa ele- tronegatividade. ( ) O elemento com a seguinte configurao eletrnica: 1s22s22p63s23p64s23d10, um metal. Voltar QUMICA - Tabela peridica Avanar
  • 24. 9. U. Potiguar-RN Os halogneos so no-metais reativos, com frmula molecular geral X2, em que X um halognio, e apresentam configurao ns2 np5 na camada de valncia. Pode- se dizer que os halogneos esto localizados, na classificao peridica, na famlia: a) IVA c) VIA b) VA d) VIIA Instrues: Para responder s questes de nmeros 10 e 11, considere os seguintes me- tais: I. ltio IV. platina II. alumnio V. zinco III. magnsio 10. Unifor-CE mesma temperatura, o mais denso e o menos denso, so, respectiva- mente, a) platina e ltio; d) magnsio e alumnio; b) platina e zinco; e) zinco e ltio. c) magnsio e platina; 11. Unifor-CE Dentre esses metais, o nico encontrado na natureza no estado livre (estado nativo) e, portanto, no combinado : a) I b) II c) III d) IV e) V3 12. UnB-DF Uma das atividades importantes realizadas pelos qumicos o estudo de pro- priedades qumicas macroscpicas observadas em substncias simples e compostas. A constatao de regularidades permite ao qumico elaborar teorias para explicar, ao nvel microscpico, essas propriedades. A posio de um elemento no quadro peridico permite deduzir algumas propriedades de seus tomos, de sua(s) substncia(s) simples e de substncias compostas nas quais ele est presente. Considerando as propriedades peridicas mais comumente estudadas, julgue os itens que se seguem. ( ) O potencial de ionizao uma propriedade dos tomos dos elementos qumicos. ( ) A eletronegativadade uma propriedade do grafite e do diamante. ( ) Em um mesmo grupo da tabela peridica, os elementos localizados nos ltimos perodos tm raio menor que aqueles localizados nos primeiros perodos. ( ) Tanto para os elementos representativos quanto para os de transio, dentro de um mesmo grupo, as propriedades qumicas so muito semelhantes.GABARITO 13. UFSE O composto Xe+PtF6 foi obtido em 1963, derrubando a crena de que os gases nobres eram inertes. Isso foi possvel porque um cientista, Neil Bartlett, da Universidade de Britsh Columbia havia conseguido obter o composto O2+PtF6.Notando que a energia de ionizao do Xe era muito prxima da energia de ionizao da molcula O2, previu que, se a reao entre PtF6 ocorria com O2 de modo a formar um composto inico, ento deveria tambm ocorrer com o Xe. O acontecimento relatado nesse texto ilustra que: I. A verdade cientfica sujeita a modificaes. II. O xennio est em posio errada na tabela peridica; deveria estar no grupo 1, uma vez que forma ction Xe+. III. As energias necessrias para remover um eltron da molcula de oxignio e de um tomo de xennio so prximas.IMPRIMIR correto afirmar: a) I, somente b) II, somente c) III, somente d) I e III, somente e) I, II e III Voltar QUMICA - Tabela peridica Avanar
  • 25. 14. Unifor-CE Considere as propriedades abaixo, de quatro elementos, genericamente re- presentados por X, Y, Z e W. Com Nitrognio Elemento Eletronegatividade forma composto (Escala de Pauling) de frmula X 0,93 XH Y 1,00 YH2 Z 2,58 H2Z W 3,15 HW Examinado-se essa tabela, pode-se concluir que: a) X, Y, Z e W esto, todos, na mesma famlia da tabela peridica; b) X, Y, Z e W esto, todos, em famlias diferentes da tabela peridica; c) somente X e Y esto na mesma famlia da tabela peridica; d) somente X e W esto na mesma famlia da tabela peridica; e) somente Z e W esto na mesma famlia da tabela peridica. 15. UEMG Verifique os elementos do segundo perodo da Classificao Peridica. medi- da que cresce o nmero atmico desses elementos:4 a) Sua eletronegatividade diminui. b) Seu carter metlico diminui. c) Seu raio atmico aumenta. d) Sua energia de ionizao diminui. 16. UFMG Um dos fatores que favorecem a solubilidade de um metal em outro a seme- lhana de suas redes cristalinas. No entanto preciso, tambm, que os seus tomos no sejam muito diferentes quanto a: raio atmico; eletronegatividade; e valncia. Os metais alcalinos e o ferro, que apresentam redes cristalinas semelhantes, no formam ligas por causa das grandes diferenas quanto a essas propriedades. Considerando-se as propriedades peridicas do ferro e dos metais alcalinos, incorreto afirmar que: a) a eletronegatividade do tomo de ferro maior que a do tomo de sdio;GABARITO b) o nmero de oxidao mais comum dos metais alcalinos +1; c) o raio atmico do ferro maior que o do potssio; d) o raio atmico do ferro menor que o do rubdio. 17. UFR-RJ Considere as seguintes configuraes eletrnicas dos tomos dos elementos qumicos genricos (X, Y, Z, T e V), no estado fundamental: X 1s2 Y 1s22s22p63s23p64s2 Z 1s22s22p63s2 T 1s22s22p6IMPRIMIR V 1s22s22p5 a) Indique o elemento que apresenta a maior energia de ionizao e o elemento que apresenta a menor energia de afinidade. Justifique. b) Estabelea a ordem crescente de raios das espcies isoeletrnicas: V1, Z+2 e T. Justifique. c) Qual dentre os elementos (X,Y, Z, T e V) o mais eletronegativo? Justifique. d) Dentre os elementos (X,Y, Z, T e V), quais apresentam, para o eltron mais energti- co, o nmero quntico secundrio igual a 1. Explique. Voltar QUMICA - Tabela peridica Avanar
  • 26. 18. UFSC Recentemente foi divulgada pela imprensa a seguinte notcia: Uma equipe de cientistas americanos e europeus acaba de acrescentar dois novos componentes da matria tabela peridica de elementos qumicos, anunciou o laboratrio nacional Lawrence Berkeley (Califrnia). Estes dois recm-chegados, batizados elementos 118 e 116, foram criados em abril num acelerador de partculas, atravs do bombardeamento de objetivos de chumbo com pro- jteis de criptnio, precisou o comunicado do laboratrio, do Departamento Americano de Energia. A equipe que criou os dois novos elementos composta de cientistas europeus e americanos. Dirio Catarinense - 13/06/99. Com base neste texto, assinale a(s) proposio(es) verdadeira(s) de acordo com a clas- sificao peridica atual. 01. O elemento de nmero 118 ser classificado como um gs nobre. 02. O elemento de nmero 116 ser classificado como pertencente famlia dos halog- nios. 04. Os dois novos elementos pertencero ao perodo nmero 7. 08. O elemento chumbo utilizado na experincia representado pelo smbolo Pb. 16. O novo elemento de nmero 118 tem 8 eltrons no ltimo nvel, quando na sua configurao fundamental. 32. Esses dois novos elementos so caracterizados como elementos artificiais, uma vez que no existem na natureza. D, como resposta, a soma das afirmativas corretas.5 19. UFRS Considerando-se os elementos potssio (Z=19), clcio (Z=20) e brio (Z=56) e suas posies na tabela peridica, pode-se concluir que o tomo de: a) brio apresenta maior eletronegatividade que o tomo de clcio; b) potssio apresenta um maior nmero de nveis de energia que o tomo de brio; c) clcio tem propriedades semelhantes ao tomo de potssio, pois ambos esto na mes- ma famlia; d) brio apresenta mais eltrons na camada de valncia que o tomo de potssio; e) clcio apresenta um valor do potencial de ionizao menor que o do tomo de brio, pois tem menor nmero de eltrons em sua eletrosfera. 20. U.E. Ponta Grossa-PR Mediante consulta tabela peridica, assinale o que for correto sobre o elemento qumico que possui a configurao eletrnica 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d4 01. um elemento de transio cujos nmeros qunticos principal e secundrio so,GABARITO respectivamente, 3 e 2. 02. Dentre todos os elementos situados em perodos anteriores, o que apresenta maior densidade. 04. um halognio e situa-se no terceiro perodo da tabela. 08. Trata-se de um elemento muito eletronegativo. 16. O nmero quntico magntico para o eltron diferencial deste elemento +1. D, como resposta, a soma das afirmativas corretas. 21. Unifor-CE Todos os elementos qumicos abaixo esto no mesmo perodo da tabela pe- ridica. O mais eletronegativo o: a) Cl c) Al b) Mg d) S e) NaIMPRIMIR 22. U.F. Juiz de Fora-MG Os elementos X, Y, Z e W apresentam as configuraes eletrni- cas indicadas abaixo. X 1s22s22p63s23p6 Y 1s22s22p63s23p64s1 Z 1s22s22p63s23p5 W 1s 2s 2p 3s 2 2 6 2 Analisando as alternativas abaixo, marque a opo incorreta: a) X possui maior energia de ionizao; c) Y um metal nas CNTP; b) W um alcalino terroso; d) Z possui a menor eletronegatividade. Voltar QUMICA - Tabela peridica Avanar
  • 27. 23. FUVEST-SP Em seu livro de contos, O Sistema Peridico, o escritor italiano Primo Levi descreve caractersticas de elementos qumicos e as relaciona a fatos de sua vida. Dois trechos desse livro so destacados a seguir: I. [Este metal] mole como a cera; reage com a gua onde flutua (um metal que flutua!), danando freneticamente e produzindo hidrognio. II. [Este outro] um elemento singular: o nico capaz de ligar-se a si mesmo em longas cadeias estveis, sem grande desperdcio de energia, e para a vida sobre a Terra (a nica que conhecemos at o momento) so necessrias exatamente as longas cadeias. Por isso, o elemento-chave da substncia viva. O metal e o elemento referidos nos trechos I e II so, respectivamente, a) mercrio e oxignio. d) sdio e carbono. b) cobre e carbono. e) potssio e oxignio. c) alumnio e silcio. 24. U. Catlica de Salvador-BA Com base nos conhecimentos sobre estrutura atmica e Tabela Peridica, identifique as afirmativas verdadeiras. I. Br e Sr2+ so espcies isoeletrnicas. II. D2O e H2O2 so variedades alotrpicas da gua. III. Ir e Hg, dentre os metais, so os que apresentam baixa densidade. IV. Os gases nobres so os que, no perodo, apresentam energia de ionizao mais eleva-6 da. A alternativa que indica todas as afirmativas verdadeiras : a) I e IV d) I, II e III b) II e III e) I, III e IV c) II e IV 25. Unifor-CE Considere as afirmaes: I. Quanto maior a tendncia do tomo de perder eltrons, maior ser sua eletronegativi- dade. II. Quanto maior a tendncia do tomo de ganhar eltrons, maior ser seu carter met- lico. III. Nos dois primeiros perodos da Tabela Peridica, a eletronegatividade (medida pela energia liberada quando eltron adicionado a um tomo) cresce dos metais alcali- nos para os halognios. Dessas afirmaes, a) somente I correta; d) somente I e II so corretas;GABARITO b) somente II correta; e) I, II e III so corretas. c) somente III correta; 26. UECE Se graviola (g), maracuj (m) e siriguela (s) fossem tomo com o mesmo nme- ro de eltrons na camada de valncia raios que seguem a ordem: rg > rm > rs, ento a alternativa correta que associa a seqncia da propriedade peridica : a) g < m < s; afinidade eletrnica; b) m > g > s; eletronegatividade; c) s < m < g; energia de ionizao; d) s > m > g; eletropositividade.IMPRIMIR 27. Mackenzie-SP Os elementos mais abundantes na crosta do planeta Marte so oxignio, silcio, ferro, magnsio, clcio, enxofre, alumnio, sdio, potssio e cloro. A alternativa em que todos os smbolos colocados so de elementos mencionados : a) Si, Fr, Al, Sn, K d) O, Na, P, Ag, Na b) O, F, Na, Cl, C e) Ca, S, Al, K, Mg c) Fe, C, Mn, Co, Na Voltar QUMICA - Tabela peridica Avanar
  • 28. Utilize este texto para responder a questo 28. A Chuva cida No existe chuva totalmente pura, pois ela sempre arrasta consigo componentes da atmosfera. O prprio CO2 que existe normalmente na atmosfera, como resultado da respirao dos seres vivos e queima de materiais orgnicos, ao se dissolver na gua da chuva j a torna cida, devido reao CO2(g) + H2O( ) H2CO3(aq). O cido carbnico formado , porm, muito fraco, e a chuva assim contaminada tem pH por volta de 5,6. A situao, contudo, se complica em funo dos xidos de enxofre (SO2 e SO3) e dos xidos de nitrognio (NO e NO2) existentes na atmosfera. O SO3 existente na atmosfera pode ser de origem natural ou artificial. O SO2 natural proveniente de erupes vulcnicas e da decomposio de vegetais e animais no solo, nos pntanos e nos oceanos. O SO2 artificial proveniente principal- mente da queima de carvo mineral e da queima dos derivados do petrleo. Na atmosfera ocorrem, por exemplo, as seguintes reaes: 2 SO2 + O2 2 SO3 e SO3 + H2O H2SO4 formando o cido sulfrico, que um cido forte e constitui o maior vilo da chuva cida. Fatos semelhantes ocorrem na atmosfera com xidos de nitrognio, especialmente NO e NO2, que tambm tm origem natural ou artificial. O NO atmosfrico natural formado durante as tempestades, quando a ao dos raios provoca a reao: N2 + O2 2 NO. Adicionalmente, xidos de nitrognio tambm so produzidos na decomposio de vegetais e animais por bactrias do solo. Alm dessas fontes naturais, as reaes de combusto, que ocorrem nos motores de auto- mveis, caminhes e avies, constituem fontes artificiais de grandes quantidades de xidos de nitrognio.7 Na atmosfera podem, ento, ocorrer reaes como: 2 NO + O2 2 NO2 2 NO2 + H2O HNO3 + HNO2 2 HNO2 + O2 2 HNO3 O cido ntrico formado o segundo vilo da chuva cida. Pois bem, em grandes cidades e em regies muito industrializadas, o ar acaba se carregando de H2SO4 e HNO3 e a chuva traz esses cidos para o solo, dando origem ao fenmeno chamado chuva cida. Tecnicamente, chama-se de chuva cida qualquer chuva com pH = 5,6 (em regies populo- sas e industriais so comuns chuvas com pH = 4,5). Os efeitos da chuva cida so mltiplos e sempre nocivos. Nas cidades, ela corri o concreto, o ferro de construo e os monumentos de mrmore. Nos lagos, ela provoca a morte dos peixes. Nas florestas, a destruio das rvores de maior porte. No solo, remove seus nutrientes, provoca sua acidificao, reduz as colheitas ou aumenta o custo de produo. Adaptado de FELTRE, R. Qumica. Vol. 1,4. ed. So Paulo, Moderna, 1994. p. 284-8. 28. UFMT Nas substncias mencionadas no texto so encontrados os elementos qumicos: carbono, oxignio, hidrognio, enxofre e nitrognio. Considerando a posio de cada um deles na Tabela Peridica, julgue as afirmaes.GABARITO ( ) O oxignio tem o menor potencial de ionizao [1 . P.I.]. ( ) O oxignio tem a maior afinidade eletrnica. ( ) A ordem crescente de raio atmico para os elementos C, N e O O < N < C. ( ) A ordem crescente de nmero de eltrons na camada externa H < C < N < O = S. 29. PUC-PR Relacione as aplicaes e d a seqncia correta: Substncia: 1. Chumbo 2. Nitrognio 3. Zinco 4. Cobre 5. Ferro Aplicao: ( ) Usado para a fabricao de ao carbono. ( ) Utilizado para proteo