Biomas brasileiros dominios vegetais_ii ano

of 67 /67
Apresentação elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia O que é ecossistema? Ecossistema, ou sistema ecológico, é a interação de uma comunidade, onde os organismos interagem entre si e com o meio (ou ambiente) ao qual pertencem

Embed Size (px)

description

 

Transcript of Biomas brasileiros dominios vegetais_ii ano

  • 1. O que ecossistema? Ecossistema, ou sistema ecolgico, a interao de uma comunidade, onde osorganismos interagem entre si e com o meio (ou ambiente) ao qual pertencem Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 2. DOMNIOS VEGETAIS BRASILEIROS Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 3. Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 4. Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 5. DOMNIOS VEGETAIS BRASILEIROS#AMAZNIAREA DE ABRANGNCIA: *Totalmente RR, PA, AC, AP, AM*Parcialmente RO (98%), MT (54%), MA (34%) e TO (9%) Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 6. DOMNIOS VEGETAIS BRASILEIROS #AMAZNIA REA DE ABRANGNCIA: *Totalmente RR, PA, AC, AP, AM *Parcialmente RO (98%), MT (54%), MA (34%) e TO (9%)*AMAZNIA TOTAL Amaznia em nove pases: Brasil, Colmbia, Peru, Venezuela, Equador,Bolvia, Guiana, Suriname e Guiana Francesa Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 7. DOMNIOS VEGETAIS BRASILEIROS #AMAZNIA REA DE ABRANGNCIA: *Totalmente RR, PA, AC, AP, AM *Parcialmente RO (98%), MT (54%), MA (34%) e TO (9%)*AMAZNIA TOTAL Amaznia em nove pases: Brasil, Colmbia, Peru, Venezuela, Equador,Bolvia, Guiana, Suriname e Guiana Francesa-Floresta Amaznica a mais extensa e rica floresta equatorial do mundo, caracteriza-secomo uma floresta heterognea, higrfila (mata de brejo), latifoliada (folhas largas), perene e densa. Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 8. Brasil, Colmbia, Peru, Venezuela, Equador, Bolvia, Guiana, Suriname e Guiana Francesa
  • 9. Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 10. Longe de ser homognea, a Floresta Amaznica apresenta trs grupos de vegetao:As florestas de TERRA FIRME ocorrem emsolos mais altos, no sujeitos a inundaes. Porisso, so utilizadas como rea de caa e,eventualmente, de retirada seletiva demadeira de lei
  • 11. Mata de vrzea se estabelece em reas um pouco mais elevadas que as plancies, dessaforma sofrem inundaes, no entanto, ocasionais.
  • 12. Mata igap compreende uma coberturavegetal que ocorre nas reas de relevobaixo, que se encontram s margens derios, portanto, sofrem constanteinundaes.
  • 13. DESMATAMENTO DA AMAZNIA
  • 14. AMAZNIA DESMATADA Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 15. Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 16. Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 17. A possibilidade remota, mas alguns especialistas no descartam essa hiptese. Existem vrias teorias sobre o futuro da Amaznia caso osdesmatamentos no diminuam. Uma das principais teses aponta para a savanizao, ou seja, a transformao da densa floresta em umavegetao rala, parecida com a do cerrado brasileiro. O solo amaznico usado em exagero para a agricultura pode dar incio a esse processo,diz Francisco Mendona, professor de geografia da Universidade Federal do Paran (UFPR).Uma sucesso de eventos trgicos aps alguns milhares de anos poderia piorar ainda mais as coisas, levando formao de um deserto. Vejacomo seriam estes dois processos, o da savanizao (mais possvel) e o da desertificao (mais remoto).Da Selva SavanaDesmatamento pode deixar a Amaznia parecida com o cerrado brasileiro:1-Nas ltimas dcadas a regio amaznica tem sofrido muito com o aumento dos desmatamentos. Num primeiro momento, as rvores soderrubadas para a comercializao de madeira mesmo. Depois, essas reas do lugar agricultura, principalmente para lavouras de soja.2-Sem as grandes rvores para proteglo, o solo fica mais exposto s fortes chuvas, freqentes na regio. A gua carrega os materiais orgnicos eos nutrientes ao escorrer pela terra, deixando o solo pobre num processo conhecido como lixiviao.3-Depois do material orgnico, a chuva passa a carregar tambm pedras e detritos, que acabam se acumulando nos rios da regio. Isso provocao assoreamento e a formao de bancos de areia, que diminuem a vazo de gua dos rios amaznicos.4-O solo empobrecido e o menor fluxo dos rios dificultam o nascimento de grandes rvores nas reas de agricultura que possam serabandonadas. No lugar, surgem arbustos e vegetao de pequeno porte, como a do cerrado, no Centro-Oeste brasileiro.5-A vegetao menos densa faz com que animais morram ou deixem a regio. Muitos desses bichos, como os pssaros, ajudam na conservaoda floresta ao transportar nutrientes e sementes. A reduo da fauna mais um fator que impede a recuperao da mata.Da Savana ao DesertoNum cenrio mais trgico, cerrado amaznico ficaria sem chuvas:1- uma situao mais remota, mas, aps milhares de anos, a savana formada poderia ter cada vez menos chuvas. Na regio haveria uma quedana evaporao (causada pelo menor volume dos rios) e na evapotranspirao (evaporao da gua presente no solo, na fauna e na flora).2-Com menos chuvas caindo na Amaznia j meio detonada, a vegetao mais rala da savana comearia a morrer. Aos poucos iriam sumindo dapaisagem at mesmo as pequenas rvores e os arbustos, levando ao surgimento de um cenrio semidesrtico.3-Para piorar, a Amaznia cercada por reas semiridas ou que j foram desertos como a caatinga, o cerrado, a cordilheira dos Andes e aregio Llanos do Orinoco, na Venezuela. Com a ajuda dessa vizinhana seca, um deserto se formaria mais facilmente.Fonte: Mundoestranhohttp://www.sustentabilidade.blog.br/?p=2758 Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 18. Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 19. Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 20. #MATA ATLNTICABIOMA mais desmatado.-Espao natural que foi mais devastado pela intensa urbanizaoe industrializao que ocorreram no Brasil-outro fator que ocasionou o intenso desmate da Mata Atlntica,foi a monocultura canavieira, especialmente no NE. *CLIMA Subtropical, Tropical de Altitude *MASSA DE AR MAIS ATUANTE mEc, mTa Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 21. Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 22. Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 23. Devastao daMata AtlnticaMata Atlntica, hoje reduzido a7% de sua configurao original Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 24. Devastao daMata AtlnticaMata Atlntica, hoje reduzido a7% de sua configurao original Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 25. Devastao daMata Atlntica Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 26. Devastao daMata Atlntica Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 27. Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 28. Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 29. #CAATINGA Caatinga uma palavra originria do tupi- guarani que significa mata branca (aluso s plantas sem folhas. Ocupa 10% do territrio brasileiro (Serto Nordestino) Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 30. #CAATINGA Caatinga uma palavra originria do tupi- guarani que significa mata branca (aluso s plantas sem folhas. Ocupa 10% do territrio brasileiro (Serto Nordestino)nico bioma exclusivamente brasileiro, rene pelo menos 12 vegetaes distintas, aschamadas caatingas, caracterizadas principalmente por perderem todas as folhas noperodo da seca. Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 31. #CAATINGA Caatinga uma palavra originria do tupi- guarani que significa mata branca (aluso s plantas sem folhas. Ocupa 10% do territrio brasileiro (Serto Nordestino)nico bioma exclusivamente brasileiro, rene pelo menos 12 vegetaes distintas, aschamadas caatingas, caracterizadas principalmente por perderem todas as folhas noperodo da seca.A presena de montanhas com 2 mil metros de altitude em meio ao bioma eleva umpouco a umidade e o que faz da regio o semi-rido com a maior biodiversidade domundo.*CLIMA Tropical Semi-rido*MASSA DE AR MAIS ATUANTE mEc Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 32. #CAATINGA Quanto a vegetao as plantas Quanto a vegetao as plantas da caatinga so xerfilas (adaptadas aos clima seco e a pouca quantidade de gua ) Algumas armazenam gua, outras possuem razes superficiais para captar o mximo de gua das chuvas. H as que contam com recursos para diminuir a transpirao, como espinhos e poucas folhas. Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 33. Caatinga no perodo da estiagem Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 34. Caatinga no perodo das chuvas Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 35. Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 36. MATA DOS COCAIS Meio NorteA Mata dos cocais est situada entre uma zona de transio dos biomasda Amaznia e da caatinga nos estados do Maranho, Piau, Par e nortedo Tocantins. Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 37. MATA DOS COCAIS Meio NorteA Mata dos cocais est situada entre uma zona de transio dos biomasda Amaznia e da caatinga nos estados do Maranho, Piau, Par e nortedo Tocantins.A zona dos Cocais aparece principalmente nos estados do Maranho ePiau.Sua vegetao caracterizada pelo predomnio de palmeiras, entre asquais se destacam o babau, a carnaba e os buritis.Essas matas tm grande importncia comercial, pois do babau se extraem, entre outrassubstncias, leos, fibras e glicerina, e da carnaba, a cera. Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 38. MATA DOS COCAIS Meio NorteA Mata dos cocais est situada entre uma zona de transio dos biomasda Amaznia e da caatinga nos estados do Maranho, Piau, Par e nortedo Tocantins.A zona dos Cocais aparece principalmente nos estados do Maranho ePiau.Sua vegetao caracterizada pelo predomnio de palmeiras, entre asquais se destacam o babau, a carnaba e os buritis.Essas matas tm grande importncia comercial, pois do babau se extraem, entre outrassubstncias, leos, fibras e glicerina, e da carnaba, a cera.Nos ltimos anos, a zona dos Cocais tem sido devastada para o aumento das reas de pastagens. Isso noocorreria, entretanto, se fosse feito um reflorestamento, uma vez que as espcies vegetais a encontradasso capazes de se reproduzir com grande velocidade.O extrativismo a principal atividade econmica na Mata dos Cocais. Milhares de pessoas vivem doextrativismo do coco de babau. A semente deste coco utilizada como matria-prima pelas indstrias decosmticos, medicamentos e alimentos.O leo de carnaba tambm outra fonte de renda para os que se dedicam ao extrativismo vegetal naregio. Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 39. Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 40. Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 41. Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 42. #PANTANAL-Localizado na regio Centro-Oeste.-Pode ser identificadas 3 regies distintas: -Regies Altas (livre de inundaes) -reas que so inundadas nas cheias -reas permanentemente alagadas Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 43. #PANTANAL-Localizado na regio Centro-Oeste.-Pode ser identificadas 3 regies distintas: -Regies Altas (livre de inundaes) -reas que so inundadas nas cheias -reas permanentemente alagadas *CLIMA Tropical Alternadamente seco e mido *MASSA DE AR MAIS ATUANTE mTc Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 44. Compreendida entre os estados de MT e MS, essa plancie inundvel passa at seis meses por ano coberta pela gua. Seus campos so naturalmente propcios pastagem e pecuria extensiva.Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 45. Biodiversidade O Pantanal possui uma rica biodiversidade. o bero 4.700 espcies entre animais e plantas. Entre as espcies levantadas esto 3.500 plantas (rvores e vegetaes aquticas e terrestres), 325 peixes, 53 anfbios, 98 rpteis, 656 aves e 159 mamferos. (Mittermeier, 2002; PCBAP, 1997; Azurduy ed., 2008). De acordo com informaes da Embrapa Pantanal, das espcies de peixes registradas no Pantanal, mais de 85% pertencem ordemOstariophysi, da qual fazem parte o pacu, o dourado, a tuvira, o pintado, a cachara e o cascudo Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 46. Ocupao e atividades econmicasA ocupao do Pantanal por europeus e seus descendentes foi iniciada no sculo 18 com aintroduo da pecuria na regio.A atividade econmica tornou-se a mais significativa e se estende do planalto das bordas dabacia at a plancie alagvel.A pecuria faz parte da tradio pantaneira h mais de 200 anos e continua sendo a principalatividade econmica da regio.Com um rebanho estimado em 22 milhes de cabeas de gado, responsvel por cerca de 65%da atividade econmica nos estados do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.Segundo estudos da Embrapa Pantanal, a pesca constitui a segunda maior atividade econmicado Pantanal, gerando recursos da ordem de 40 milhes de reais ao ano.A pesca de subsistncia integrada cultura regional e constitui importante fonte de protenapara as populaes ribeirinhas. A pesca esportiva se tornou o principal atrativo do turismoregional, especialmente no Mato Grosso do Sul.O turismo outra atividade econmica no Pantanal. O WWF-Brasil acredita que essa atividade,quando desenvolvida de maneira responsvel, pode contribuir para a sustentabilidadeeconmica da regio. Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 47. Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 48. Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 49. #CAMPOS SULINOS -Localizado principalmente na interior do RS. -Predominncia de campos de gramneas.-Intensa atividade de Pecuria-nesse contexto que o RS passa a ser ocupadopor grandes propriedades rurais. *CLIMA Subtropical *MASSA DE AR MAIS ATUANTE mTa, mTc e mPa Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 50. Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 51. MATA DE ARAUCRIA (Pinheiral)-Bioma associado Mata Atlntica-Ocupava cerca de 100 mil km2 (hoje est reduzida 2% dessa rea) Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 52. MATA DE ARAUCRIA (Pinheiral)-Bioma associado Mata Atlntica-Ocupava cerca de 100 mil km2 (hoje est reduzida 2% dessa rea)A mata de Araucrias localiza-se nos Estados do Paran e Santa Catarina,regio de clima temperado e chuvas regulares. O solo de boa qualidadee chega a ser fertilssimo no norte do Paran.A mata de Araucrias recebe esse nome porque a espcie vegetal predominante Araucariaangustifolia ou pinheiro-do-paran. Alm dessa espcie, encontram-se: cedro, gameleira,angico, imbuia, podocarpos, erva-mate etc. Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 53. Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 54. Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 55. #CERRADO-Localizado principalmente na regio Centro-Oeste, pormSe localiza tambm nos estados: -SP -PA -MG -MA -PI -BA -RR -TO -DF -2 Bioma mais extenso do Brasil *CLIMA Tropical alternadamente seco e mido *MASSA DE AR MAIS ATUANTE mEc Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 56. Quanto vegetao, o cerrado caracteriza-se pela presena de pequenos arbustos e rvores retorcidas de casca grosa.Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 57. Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 58. Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 59. Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 60. Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 61. Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 62. #FAIXA LITORNEAA costa brasileira possui mais de 7 mil km de extenso em linha contnua e oferece vrios tiposde paisagens (dunas, ilhas, praias, recifes, costes rochosos, baas, esturios, brejos e falsias. Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia http://miriamsalles.info/wp/?p=1993
  • 63. duna uma montanha de areia criada a partir de processos elicos(Jericoacoara-CE) Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 64. Uma Ilha, por definio, um prolongamento do relevo, estando numa depresso absolutapreenchida por gua em toda sua volta(Ilha de Queimada Grande Ilha das Cobras - SP) Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 65. Os recifes de coral crescem na regio ftica de mares tropicais(Ilha de Queimada Grande Ilha das Cobras - SP) Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 66. RESTINGAa vegetao de restinga aquela que podemos encontrar ao longo das praias e das planciescosteiras. Sua fisionomia variada est diretamente relacionada ao solo arenoso onde ela seencontra. Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia
  • 67. MANGUEZALO Manguezal, tambm chamado de mangue, um ecossistema costeiro, de transio entre osambientes terrestre e marinho, uma zona mida caracterstica de regies tropicais esubtropicais Apresentao elaborada pela Professora FERNANDA BRUM LOPES - Geografia