boas práticas florestais boas práticas florestais

download boas práticas florestais boas práticas florestais

of 4

  • date post

    08-Jan-2017
  • Category

    Documents

  • view

    224
  • download

    6

Embed Size (px)

Transcript of boas práticas florestais boas práticas florestais

  • www.cmjornal.pt

    ESTE SUPLEMENTO PARTE INTEGRANTE DA EDIO N 13 427 DO CORREIO DA MANH E NO PODE SER VENDIDO SEPARADAMENTE

    CONFERNCIASREGIONAISPARA DEBATERFILEIRAFLORESTAL

    CERTIFICAO DAGESTO FLORESTALDETERMINANTEPARA O SETOR

    PUB

    OBJETIVOSr Incentivoadoo dasmelhores prticasparapreservarumpatrimnio devalor incalculvel.

    ALERTArEntre 1995 e 2010,aflorestaportuguesaperdeu150 milhectares. readematos/improdutivoscresceu300 mil.

    AGRICULTURArGoverno prometeateno especialaos problemas queafetamo setor dafloresta, vitalparaanossaeconomia.

    BOAS PRTICAS FLORESTAISPRMIOBOAS PRTICAS FLORESTAIS

  • 02 I ESPECIAL SEGUNDA-FEIRA21 MARO 2016

    CANDIDATURAS A PARTIR DE MAIO

    PRMIODISTINGUEASMELHORESPRTICASDESUSTENTABILIDADE

    No Dia Internacional dasFlorestas, que hoje se as-sinala, o jornal Correio

    da Manh - para o qual asquestes ambientais esto naprimeira linha das preocupa-es - decidiu, em conjuntocom a Associao da IndstriaPapeleira (Celpa), instituir oPrmio Florestae Sustentabili-dade. O objetivo distinguir epremiar as melhores prticasdeste setor e contribuir para o

    reconhecimento da extremaimportncia da fileira florestalem Portugal. Paralelamente,pretende-se promover e in-centivaras boas prticas flores-tais, sublinhar aimportnciadaCertificao da Gesto Flores-tal, divulgar os bons exemplosde inovao e encorajar os tra-balhos de I&D em todas as ver-tentes e nos diversos segmen-tos que constituemas vrias fi-leiras florestais.

    Com o Prmio Floresta e Sus-

    tentabilidade, complementadocom um ciclo de conferncias,pretende-se, ainda, dar maisvisibilidade e relevncia aosprotagonistas de umsetor fun-damental para o desenvolvi-mento econmico do Pas. Soconvidados a participar nesta

    iniciativa todos os produtores,associaes e centros de inves-tigao, entre outros. As candi-daturas podemser feitas apar-tirdemaio.Todaainformaoeesclarecimentos estaro dispo-nveis, em breve, no site: pre-miofloresta.cmjornal.xl.pt.n

    INICIATIVA CM

    Fileiraflorestal vale9% das ex-portaes demercadorias

    A fileira florestal inclui o setor da madeira, cortia, pasta e papel e silvicultura

    Matria-primanacional

    Governo promete mais ajudas

    Portugal campeono papelde escritauPortugal atualmente omaior produtor europeu depasta branqueada de euca-lipto - o terceiro produtoreuropeu de pastas qumicas

    e o primeiro produtor euro-peu de papel de impresso eescrita. O setor do papel uti-liza matria-prima nacionale renovvel.n

    INICIATIVAPRETENDEDARRELEVNCIAAUM SETORIMPORTANTEPARAOPAS

    CANDIDATOSrPodem concorrer produtores, associaes e particulares.DEBATE r CM e Associao da Indstria Papeleira realizam conferncias.

    FLORESTA

    uAo longo do ano sero rea-lizadas duas confernciaspara abordar o equilbrio en-tre a economia, a sociedade eo ambiente na floresta. Silvi-cultura do Eucalipto e Co-munidade, Autarquias e Rela-o com a Floresta so algunsdos vrios temas propostospara debate.n

    Duas confernciasregionais em 2016

    PME SO AS QUE MAISGENTE EMPREGAM

    u Cerca de 77% do volume de negcios no setor do pa-pel da responsabilidade das grandes empresas. So, no entanto, as PME que mais gente empregam (51,5%).n

    Floresta de valor incalculvel

    ORAMENTO 2016VALORIZA RECURSOS

    u Valorizar os recursos flo-restais, reforando o ordena-mento florestal e a produtivi-dade das principais fileiras silvo-industriais, uma meta do Oramento do Estado.n

    Governo aposta na floresta

    Asustentabilidade um fator funda-mental em qual-quer setor e atividade eainda o mais na gestoda floresta.

    A importncia crtica queas florestas desempenhamno equilbrio do planetae na preservao dos ecos-sistemas deve estar na pri-meira linha de ao dosdecisores, mas tambmde todos quantos diaria-mente tm responsabili-dade pela sua gesto.

    O Prmio Floresta eSustentabilidade , pois,bem-vindo e que seja maisum incentivo adoo dasmelhores prticas na dina-mizao deste importantepatrimnio.n

    Preservaro planeta

    OPINIO

    PAULO FERNANDESCO-CEO DA ALTRI

    CARL

    OSBA

    RROS

    O

  • SEGUNDA-FEIRA21 MARO 2016 ESPECIAL I 03

    SAIBA MAIS

    1872Como reforo necessidadeda preservao e conscienciali-zao da importncia dos ecos-sistemas, em 1872 o dia 21 demaro foi institudo como DiaInternacional da Floresta.

    EmpregoSo os setores da madeira e dacortia que mais emprego do(59%) na fileira da floresta,seguindo-se-lhe o papel (17%).

    ExportaesA fileira florestal, que incluiatividades como a indstriada pasta e papel, da madeira ouda cortia, representa 9% dasexportaes de mercadorias.

    Apoiar o desenvol-vimento da Flores-ta requer uma es-tratgia nacional integra-da, que envolva todos e queincorpore o conceito degesto sustentvel. Poressa razo, o Executivo en-tendeu transformar o temadas Florestas num tematransversal a diversas reasde governao e tem na suaorgnica uma Secretaria deEstado das Florestas, voca-cionada para a implemen-tao de polticas com ob-jetivos claros: recuperar os150 mil hectares de florestaperdidos nos ltimos 15anos no espao de uma d-cada. A sesso comemora-tiva do Dia Internacionaldas Florestas organizadapelo Governo e a associa-o do Ministrio da Agri-cultura, Florestas e Desen-volvimento Rural ao lan-amento do Prmio Flo-resta e Sustentabilidade,promovido pela Cofina emassociao com a CELPA,revelam o empenho emdefender um recurso que de todos e que geradorde enorme riqueza.n

    Recuperara floresta

    OPINIO

    CAPOULAS SANTOSMINISTRO DA AGRICULTURA

    A The NavigatorCompany gere deforma sustentvelmais de 120 000 hectares deFloresta em Portugal, certi-ficada pelos dois principaisorganismos internacionais:PEFC e FSC. Esta gestoabrange 167 concelhos doPas, cerca de 3,5% da reade floresta portuguesa. ASustentabilidade est noADN da The NavigatorCompany, sendo parte inte-grante dos pilares da sua Vi-so, Misso e Valores daCompanhia. As florestascertificadas garantem osbenefcios ambientais, fo-mentam postos de trabalhoe potenciam o fornecimentosustentvel de bens e ener-gia. Com a certificao dafloresta ganhaPortugal.n

    Certificaoda floresta

    OPINIO

    DIOGO DA SILVEIRACEO DA NAVIGATOR COMPANY

    MAN

    UELM

    OREI

    RA

    PEDR

    OCA

    TARI

    NO

    DISCURSODIRETO

    GESTODAFLORESTADESGNIONACIONALuCM - Por que razo tem afloresta de melhorar a suasustentabilidade? Todas as atividades preci-sam de uma gesto sustent-vel para garantir um equil-brio harmonioso e continua-do entre os seus vetores eco-nmicos, sociais e ambien-tais. Entre as empresas dasfileiras florestais, existem jexcelentes exemplos de boa esustentvel gesto. O que necessrio alargar ao uni-verso das centenas de milha-res de produtores florestais,que no nosso pas so pro-prietrios privados de 98%da floresta nacional, e das

    Carlos Amaral Vieira Diretor-geral da Celpa (Associao da IndstriaPapeleira), fala da necessidade e vantagens de uma floresta sustentvel

    suas associaes, o entendi-mento de que a gesto sus-tentvel da floresta um de-sgnio nacional imperativo.- Qual o ponto da situao? Em 15 anos, entre 1995 e2010, a floresta portuguesaperdeu 150 mil hectares, en-quanto a rea de matos/im-produtivos cresceu 300 milhectares. Existe um dficeestrutural de matria-prima

    que transversal a todas asindstrias de base florestal.Portugal foi o nico pas eu-ropeu em que se verificouperda lquida de floresta. O que est a Celpa a fazerpara dinamizar a sustentabi-lidade da floresta? Concebemos o projetoMelhor Eucalipto, que pre-tende promover a difuso deboas prticas florestais, utili-zando estratgias de comuni-cao e novas plataformas departilha de informao, comlinguagem adequada, aesde demonstrao e formaoorientadas para produtorese proprietrios florestais, en-tidades que os representam,municpios e prestadores deservios. A indstria de pastae papel espera assim contri-buir para a melhoria da ges-to operacional das planta-es de eucalipto, tornando--as mais rentveis, mais sus-tentveis e acrescentandovalor fileira florestal.n

  • A CELPA (Associao da Indstria Papeleira), associada ao Correio da Manh

    e ao Jornal de Negcios e com o Patrocnio do Ministrio da Agricultura,

    Florestas e Desenvolvimento Rural, apresenta o Prmio Floresta e Sustentabilidade.

    Uma iniciativa que, a par de um ciclo de conferncias regionais, visa distinguir

    e premiar as melhores prticas no sector e aprofundar o debate sobre a fileira

    florestal e a sua importncia na economia portuguesa.

    As candidaturas, abertas a produtores, associaes,

    centros de investigao, entre outros, comeam em Maio.

    Visite o site: premiofloresta.cmjornal.xl.pt

    AS RAZES DE UM FUTURO COM VIDA NASCEM HOJE

    Patrocnio:Uma iniciativa de:

    PUB