BU Informa

of 4/4
Biblioteca Universitária tem nova diretora A bibliotecária Dirce Maris Nunes da Silva assume a Biblioteca Central da UFSC E MAIS: Greve na UFSC Dica de Leitura Auditório reformado
  • date post

    30-Mar-2016
  • Category

    Documents

  • view

    218
  • download

    1

Embed Size (px)

description

7ª edição do BU Informa publicação da Biblioteca Universitária da Uiversidade Federal de Santa Catarina. Agosto de 2012.

Transcript of BU Informa

  • Biblioteca Universitria tem nova diretora

    A bibliotecria Dirce Maris Nunes da Silva assume a Biblioteca Central da UFSC

    E MAIS:

    Greve na UFSC Dica de Leitura Auditrio reformado

  • BU INFORMA, n7, julho 2012 2

    Dirce Maris Nunes da Silva a nova

    diretora da Biblioteca Universitria por Alita Diana (jornalista da Agecom)

    N a segunda-feira, 4 de junho, no auditrio da

    Biblioteca Universitria ( BU) foi realizada

    a transmisso do cargo de Narcisa de Fti-

    ma Amboni para Dirce Maris Nunes da Silva, nova diretora

    da Biblioteca Universitria. A reitora Roselane Neckel e a

    vice Lcia Helena Martins Pacheco estavam presentes. A

    BU tem um corpo de 102 tcnico-administrativos distribu-

    dos na Biblioteca Central, setoriais e dos campi.

    Roselane reiterou que as decises tomadas para as escolhas das direes e chefias so resultados

    dos diagnsticos e fruns realizados. Lcia Helena agradeceu o trabalho e dedicao da Narcisa nos

    ltimos quatro anos e disse que o trabalho estava sendo transferido para Dirce com muita tranquilida-

    de, conscientes que a biblioteca um local estratgico para o bom funcionamento da UFSC e que as

    bibliotecas dos campi necessitam de especial ateno especialmente em relao ao espao fsico.

    Para a ex-diretora Narcisa, a BU um observatrio do conhecimento e cumpridor de poltica p-

    blica, sendo que como a vida universitria supe multiplicidade afirmou que O que nos move e como-

    ve a certeza de que todos os que aqui trabalham tm conscincia de sua misso. Desejou sucesso

    Dirce, na certeza que far um projeto maravilhoso que alm de atender, supere as demandas dos usu-

    rios.

    Roselane, retomando a palavra disse que uma porta foi

    aberta para Narcisa realizar seu trabalho e que, neste mo-

    mento outra porta era aberta para Dirce , que no perderia de

    vista o trabalho j realizado por Narcisa e equipe, que come-

    ou como estagiria na BU

    Dirce contou sua trajetria profissional, relatando ter

    passado nove anos como diretora da Biblioteca da Universi-

    dade de Uberaba, e, que retornando UFSC, foi convidada

    por Narcisa, com quem j havia trabalhado, para dirigir a

    biblioteca setorial do CCA. Frisou que pretende dar continuidade ao trabalho da Narcisa e seu desejo

    de fazer sempre um pouco mais.

    A reitora disse acreditar no que j foi realizado em Uberaba e na experincia de Dirce, tendo cer-

    teza que junto com o trabalho j realizado por Narcisa, ser feito um excelente trabalho num ponto es-

    tratgico para os estudantes e espao de incluso de nossos pesquisadores, que tem sido fonte impor-

    tante para muitos deles. Roselane contou que poca de seu doutorado foi na BU que encontrou um

    cpia do Relatrio Hite (O Relatrio Hite, de Shere Hite, sobre sexualidade feminina, lanado nos anos

    1970, foi a primeira pesquisa sobre mulheres realizada por uma mulher) que havia buscado, em vo,

    at na Biblioteca Nacional.

    Roselane agradeceu Dirce por ter aceitado o desafio e afirmou que as palavras da nova diretora

    complementavam as de Narcisa e disse que a BU teria todo o apoio institucional para qualidade e qua-

    lidade no ambiente de trabalho.

  • BU INFORMA, n7, julho 2012 3

    UFSC em greve: reivindicaes por reajuste

    salarial e a racionalizao de cargos

    Cronologia da Greve

    20 de maio - Servidores da UFSC

    ameaam entrar em greve rei-

    vindicando resgate de cargos e

    reajuste salarial;

    9 de junho - Servidores anunci-

    am greve dando sinais de que o

    Restaurante Universitrio e Bibli-

    oteca universitria poderiam fi-

    car prejudicados com a paralisa-

    o;

    12 de junho - Fechamento da

    Biblioteca Central da UFSC;

    18 de junho - Greve dos servido-

    res paralisa o Restaurante Uni-

    versitrio;

    21 de junho - Professores anun-

    ciam greve a partir de 11 de ju-

    lho, no fim do semestre letivo;

    2 de julho - Professores da UFSC

    rejeitam proposta do governo

    federal e seguem em greve;

    24 de julho - Conselho Universi-

    trio da UFSC adia o retorno s

    aulas no segundo semestre.

    A Universidade Federal de Santa Catarina encontra-

    se em greve. Biblioteca e Restaurante Universitrios fecha-

    dos; alunos sem aula e parte do Hospital Universitrio sem

    funcionamento.

    Tudo comeou quando, em maio, com os servidores

    da UFSC. Segundo o ANDES (Sindicato Nacional dos Do-

    centes das Instituies de Ensino Superior) no dia 23 de

    maio, 44 Universidades Federais se encontravam em greve.

    Hoje, entretanto, o nmero cresceu. Nada menos que 57

    Universidades continuam aderindo a greve.

    O presidente do sindi-

    cato APUFSC (Sindicato dos

    Professores das Universida-

    des Federais de Santa Catari-

    na), Carlos Mussi, explicou

    um pouco do histrico da ne-

    gociao com o governo: O

    acordo vem sendo conduzido desde meados do ano passa-

    do, sob liderana do Ministrio do Planejamento, Ora-

    mento e Gesto (MPOG) e teve duas etapas. A primeira foi

    o reajuste de 4% que, depois de negociado, teve encami-

    nhamento como Projeto de Lei (PL) com o valor de 3%.

    Para retificar o erro, o governo retirou o PL e criou uma

    Medida Provisria que acabou por instituir algo que no

    estava no acordo: o congelamento dos valores de periculo-

    sidade e insalubridade, explicou.

    A segunda etapa da negociao referente carreira

    dos professores. Nesse quesito, so trs os pressupostos: a

    equiparao com a carreira dos servidores do Ministrio da

    Cincia, Tecnologia e Inovao (MCTI), a discusso sobre

    os professores inativos (que representam 48% dos filiados

    Apufsc) e o estabelecimento de critrios de progresso

    funcional. Sobre os aposentados, Mussi ressaltou que

    foram eles que construram a UFSC e no se pode pura e

    simplesmente abandon-los.

    A espera pelo acerto nas negociaes continua. Mas

    enquanto isso, diversos servios da Universidade continu-

    am paralisados.

  • Dica de Leitura

    Casa de Bonecas

    Henrik Ibsen

    Escrita em 1879, pelo dramaturgo norue-

    gus Henrik Ibsen, Casa de Bonecas, causou

    grande controvrsia literria na ocasio. O motivo

    deve-se ao fato de Nora, protagonista da histria,

    romper os padres soci-

    ais da poca.

    O marido de Nora,

    Torvald, muito doente

    tem que descansar em

    outra cidade em que se

    sentiria mais confortvel.

    Nora, ento, d um jeito

    de conseguir o dinheiro

    para que seu marido rea-

    lize a viagem sem que

    ele saiba. Ela conta com o favor de um agiota,

    que passa depois de um tempo a chantage-la.

    A trama se desenvolve nos enlaces dessa chanta-

    gem.

    Quando todos acreditavam que a mulher

    no tinha opinio, Ibsen nos apresenta Nora tendo

    um momento de epifania. Isso extremamente

    louvvel e revolucionrio.

    Editora: Veredas

    Publicao: 2004 Pginas: 104 pg.

    Setor na BU: Bellatrix

    Nmero de Chamada: 839.6-2 I14c

    Indicao de leitura por: Ricardo Chagas (bibliotecrio BU/UFSC)

    Curta Biblioteca Universitria

    UFSC no Facebook

    Siga @bu_ufsc no Twitter

    Produo editorial: Lui von Holleben R. Scognamillo

    Reviso: Agecom/UFSC (Cludia Reis e Laura Tuya-

    ma)

    Orientao: Dirce Maris Nunes da Silva

    BU INFORMA, n7, junho 2012 4

    Novidade no

    Auditrio

    O Auditrio Elke Hering um impor-

    tante e requisitado ambiente da Biblioteca

    Central. Neste espao so realizados apre-

    sentaes de cunho acadmico, tcnico cien-

    tifico e cultural tais como conferncias, con-

    gressos, seminrios, colquios, workshops,

    defesas de teses e dissertaes, projeo de

    filmes, aulas expositivas, visitas orientadas, e

    todo tipo de evento promovido pelo Sistema

    de Bibliotecas da UFSC.

    Prevendo um melhor acolhimento e

    conforto para a comunidade universitria, o

    Auditrio Helk Hering passou por um pro-

    cesso de readequao do espao fsico e es-

    trutural. Na revitalizao, as cadeiras foram

    substitudas por poltronas dobrveis com

    pranchetas escamoteveis, confeccionadas

    em madeira. Atentos incluso foram dispo-

    nibilizadas poltronas para pessoas canhotas,

    para obesas e para cadeirantes.

    por Joo do Esprito Santo (Bibliotecrio e Chefe da Divi-

    so de Assistncia aos Usurios da BC UFSC)

    Novas poltronas no auditrio da BU