Caderno de Prova - s3. · PDF file( ) Ultra-som. ( X ) Crioterapia. ( ) Microondas. ( ) Ondas...

Click here to load reader

  • date post

    14-Dec-2018
  • Category

    Documents

  • view

    218
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of Caderno de Prova - s3. · PDF file( ) Ultra-som. ( X ) Crioterapia. ( ) Microondas. ( ) Ondas...

Secretaria Municipal de Sade

Processo Seletivo (Edital 002/2006)

Cadernode ProvaNvel Superior

Fisioterapeuta (29)

Secretaria Municipal de Sade

Pgina 3

Fisioterapeuta (29)Dia: 3 de dezembro de 2006 Horrio: das 9 s 11 h

Durao: 2 (duas) horas, includo o tempo para o preenchimento do carto-resposta.

Instrues

Para fazer a prova voc usar:

um caderno de prova;um carto-resposta que contm o seu nome, nmero de inscrio e espao para assinatura.

Confi ra o nmero que voc obteve no ato da inscrio com o que est indicado no carto-resposta.

Verifi que, no caderno de prova:

se faltam folhas, se a seqncia de questes, no total de 20 (vinte), est correta;se h imperfeies grfi cas que possam causar dvidas.

Comunique imediatamente ao fi scal qualquer irregularidade.

Para cada questo so apresentadas 5 (cinco) alternativas diferentes de respostas (a, b, c, d, e). Apenas uma delas constitui a resposta correta em relao ao enunciado da questo.

No permitido qualquer tipo de consulta durante a realizao da prova.

A interpretao das questes parte integrante da prova, no sendo permitidas perguntas aos fi scais.

No destaque folhas da prova.

Ao terminar a prova, entregue ao fi scal o caderno de prova completo e o carto-resposta devida-mente preenchido e assinado.

O gabarito da prova ser divulgado no site http://smspmf.fepese.ufsc.br

a)b)

Fisioterapeuta

Pgina 4

Conhecimentos Gerais (5 questes)

1. Assinale Falso ( F ) ou Verdadeiro ( V ), de acordo com a lei 8.080/1990.

( ) O conjunto de aes e servios de sade, prestados por rgos e instituies pblicas federais, estaduais e municipais da adminis-trao direta constitui o Sistema nico de Sade-SUS.

( ) Entende-se por vigilncia epidemiolgica, para fi ns da lei 8080, um conjunto de ativi-dades que se destina, atravs das aes de vigilncia epidemiolgica e vigilncia sani-tria, promoo e proteo da sade dos trabalhadores, assim como visa a recuperao e a reabilitao da sade dos trabalhadores submetidos aos riscos e agravos advindos das condies de trabalho.

( ) O oramento da Seguridade Social destinar ao Sistema nico de Sade-SUS os recursos necessrios realizao de suas fi nalidades, tendo em vista as metas da Lei de Diretrizes Oramentrias.

( ) atribuio do Municpio identifi car os ser-vios estaduais e municipais de referncia nacional para o estabelecimento de padres tcnicos de assistncia sade.

( ) O municpio pode celebrar contratos e conv-nios com entidades prestadoras de servios privados de sade, bem como controlar e avaliar sua execuo.

Assinale a alternativa que indica, de forma seqencial e correta, as afi rmativas verdadeiras e falsas.

( ) V V V F V

( ) V F F V F

( ) F V F V F

( X ) F F V F V

( ) F F F V F

a.

b.

c.

d.

e.

2. Assinale Falso ( F ) ou Verdadeiro ( V ), de acordo com a lei 8.080/1990.

( ) O Ministrio da Sade acompanhar, atravs de seu sistema de auditoria, a conformidade programao aprovada da aplicao dos recursos repassados aos Municpios; consta-tada a malversao, desvio ou no aplicao dos recursos, caber Secretaria Municipal de Sade aplicar as medidas previstas em lei.

( ) So fontes os recursos do SUS os provenientes de servios que possam ser prestados sem prejuzo da assistncia sade, ajuda, con-tribuies, doaes e donativos, alienaes patrimoniais e rendimentos de capital, taxas, multas, emolumentos e preos pblicos ar-recadados no mbito do Sistema nico de Sade-SUS e rendas eventuais, inclusive co-merciais e industriais.

( ) Os servidores que legalmente acumulam dois cargos ou empregos podero exercer suas atividades em mais de um estabelecimento do Sistema nico de Sade-SUS, com exceo dos ocupantes de cargos ou funo de chefi a, direo ou assessoramento.

( ) Os critrios e valores para a remunerao de servios e os parmetros de cobertura assis-tencial sero estabelecidos e aprovados pelo Conselho Municipal de Sade, onde houver, ou na ausncia deste, pelo Conselho Estadual de Sade.

( ) A assistncia sade livre iniciativa privada.

Assinale a alternativa que indica, de forma seqencial e correta, as afi rmativas verdadeiras e falsas.

( ) V V F V F

( ) V F F V F

( X ) F V V F V

( ) F V F V V

( ) F F V V V

a.

b.

c.

d.

e.

Secretaria Municipal de Sade

Pgina 5

3. Assinale Falso ( F ) ou Verdadeiro ( V ), de acordo com a Portaria 399/GM/ 2006.

( ) Ficam mantidas, at a assinatura do Termo de Compromisso de Gesto constante nas Dire-trizes Operacionais do Pacto pela Sade 2006, as mesmas prerrogativas e responsabilidades dos municpios e estados que esto habilita-dos em Gesto Plena do Sistema, conforme estabelecido na Norma Operacional Bsica

- NOB SUS 01/96 e na Norma Operacional da Assistncia Sade - NOAS SUS 2002.

( ) O SUS tem uma rede de mais de 63 mil unida-des ambulatoriais e de cerca de 6 mil unida-des hospitalares, com mais de 440 mil leitos. Sua produo anual aproximadamente de 12 milhes de internaes hospitalares; 1 bi-lho de procedimentos de ateno primria sade; 150 milhes de consultas mdicas; 2 milhes de partos; 300 milhes de exames laboratoriais; 132 milhes de atendimentos de alta complexidade e 14 mil transplantes de rgos.

( ) So tcnicas de gesto do SUS: Descentrali-zao; Regionalizao; Financiamento; Pro-gramao Pactuada e Integrada; Regulao; Participao e Controle Social; Planejamento; Gesto do Trabalho e Educao na Sade.

( ) CONASS e CONASEMS so, respectivamente, o Conselho Nacional de Secretrios de Sade e o Conselho Nacional de Secretrios Munici-pais de Sade.

( ) Caderneta de Sade da Pessoa Idosa, Manual de Ateno Bsica e Sade para a Pessoa Ido-sa, Programa de Educao Permanente Dis-tncia, Acolhimento, Assistncia Farmacutica e Ateno Diferenciada e Ateno domiciliar so aes estratgicas da SADE DO IDOSO no PACTO EM DEFESA DO SUS.

Assinale a alternativa que indica, de forma seqencial e correta, as afi rmativas verdadeiras e falsas.

( X ) V V V V F

( ) V V V F F

( ) V F V F V

( ) F V F V F

( ) F F F V V

a.

b.

c.

d.

e.

4. Assinale Falso ( F ) ou Verdadeiro ( V ), de acordo com a Portaria 399/GM/ 2006.

So metas do Pacto da Sade 2006:

( ) Cobertura de 80% para o exame preventivo do cncer do colo de tero, conforme pro-tocolo, em 2006 um dos objetivos e metas para o Controle do Cncer de Colo de tero.

( ) Ampliar para 60% a cobertura de mamografi a, conforme protocolo.

( ) Reduzir em 15% a razo de mortalidade ma-terna, em 2006.

( ) Reduzir em 50% os bitos por doena diarri-ca e 20% por pneumonia, em 2006.

( ) Reduzir a mortalidade neonatal em 25%, em 2006.

Assinale a alternativa que indica, de forma seqencial e correta, as afi rmativas verdadeiras e falsas.

( ) V V V F F

( X ) V V F V F

( ) V F F V F

( ) F V V F V

( ) F F F V F

a.

b.

c.

d.

e.

Fisioterapeuta

Pgina 6

5. Assinale Falso ( F ) ou Verdadeiro ( V ), de acordo com a Portaria 399/GM/ 2006.

( ) Os principais instrumentos de planejamento da Regionalizao so o Plano Diretor de Regionalizao PDR, o Plano Diretor de In-vestimento PDI, e a Programao Pactuada e Integrada da Ateno em Sade PPI.

( ) Repasse fundo a fundo uma modalidade preferencial de transferncia de recursos en-tre os gestores no fi nanciamento do Sistema nico de Sade.

( ) A participao social no SUS um princpio doutrinrio e est assegurado na Constituio e nas Leis Orgnicas da Sade (8080/90 e 8142/90), embora no seja parte fundamental do Pacto pela Sade 2006.

( ) O processo de articulao entre os gestores, nos diferentes nveis do Sistema, ocorre, pre-ferencialmente, em trs colegiados de nego-ciao: a Comisso Intergestores Tripartite

CIT, Comisso Intergestores Bipartite CIB e Comisso Intergestores Municipais CIM, que pactuaro sobre a organizao, direo e gesto da sade.

( ) As trs dimenses do Pacto pela Sade 2006 so: Pacto pela Vida, Pacto de Gesto e Pacto em Defesa do SUS.

Assinale a alternativa que indica, de forma seqencial e correta, as afi rmativas verdadeiras e falsas.

( ) F F V V F

( ) F V F F V

( ) V F F F V

( ) V F F V F

( X ) V V F F V

a.

b.

c.

d.

e.

Secretaria Municipal de Sade

Pgina 7

Conhecimentos Especfi cos (15 questes)

6. Em relao aos tipos de alavancas do organismo hu-mano: Alavanca interpotente, alavanca interresistente e alavanca interfi xa, assinale a alternativa correta:

( X ) A alavanca denominada de interpotente pos-sui o brao de resistncia maior que o brao da potncia.

( ) A alavanca denominada de interresistente possui o brao de resistncia maior que o brao da potncia.

( ) O bceps braquial, atuando no cotovelo, um tipo de alavanca denominada de interresistente.

( ) O trceps sural, atuando no tornozelo, um tipo de alavanca denominada de interpotente.

( ) O tipo de alavanca interfi xa raro no nosso sistema osteomuscular.

7. A sndrome do tnel do carpo deve-se :

( ) Compresso do nervo ulnar.

( ) Compresso do nervo radial.

( ) Compresso do nervo carpal.

( X ) Compresso do nervo mediano.

( ) Degenerao do tendo do tnel do carpo.

8. O melhor recurso fi sioterpico no tratamento de processos infl amatrios agudos em pessoas com diag-nstico de bursite a