Capítulo 05: uso sustentável do solo

of 53/53
Capítulo 05 : 5.1 Manejo do solo
  • date post

    07-Jun-2015
  • Category

    Education

  • view

    6.923
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of Capítulo 05: uso sustentável do solo

  • 1. Captulo 05:5.1 Manejo do solo

2. A preparao do solo para a agricultura Existem vrios processos de melhoramento dosolo. Utilizamos esses mtodos quando um solo no adequado para o uso a que foi destinado (porexemplo: um solo que tem pouca matriaorgnica e que queremos plantar nele). Esses processos so: arao, adubao, irrigaoe drenagem 3. A preparao do solo para a agricultura Arao: o processo derevolver umterreno agrcola com um arado. Sua finalidade : descompactaraterra paraum melhordesenvolvimento das razes, Expe o subsolo ao do sol, Tambm enterra restos de culturas agrcolasanteriores ou ervas daninhas porventura existentes, Melhora ainda a infiltrao de gua no solo. 4. A preparao do solo para a agricultura Arao: 5. A preparao do solo para a agricultura Adubao: Consiste no fornecimento de adubos oufertilizantes ao solo, de modo a recuperar ouconservar a sua fertilidade, suprindo a carnciade nutrientes e proporcionando o plenodesenvolvimento das culturas vegetais. 6. A preparao do solo para a agricultura Adubao: 7. A preparao do solo para a agricultura Irrigao e drenagem: Tcnica utilizada na agricultura que tem porobjetivo o fornecimento controlado de gua paraas plantas em quantidade suficiente e nomomento certo, assegurando a produtividade ea sobrevivncia da plantao. Drenagem o ato de escoar as guas de terrenosencharcados, por meio de tubos, tneis, canais,valas e fossos sendo possvel recorrer a motorescomo apoio ao escoamento. 8. A preparao do solo para a agricultura Irrigao e drenagem: 9. A preparao do solo para a agricultura Rotao de culturas: uma tcnica agrcola de conservao que visadiminuir o esgotamento do solo Consiste em alternar espcies vegetais, numamesma rea agrcola Trocam-se as culturas a cada novo plantio deforma que as necessidades de adubao sejamdiferentes a cada ciclo. 10. Preservando o Solo O Solo um recurso natural muito importante,so necessrios sculos para se formar 1cm desolo. A eroso um processo de deslocamento deterra ou de rochas de uma superfcie. A erosopode ocorrer por ao de fenmenos danatureza ou do ser humano. 11. Preservando o Solo Eroso pela gua Tambm chamada de eroso hdrica, o tipo deeroso mais importante e preocupante no Brasil,pois tira e transporta o material erodido comgrande facilidade, principalmente em regies declima mido onde seus resultados so maisdrsticos. Vamos estudar 2 tipos: eroso Pluvial e Fluvial 12. Preservando o Solo Eroso Pluvial (pela chuva) 13. Preservando o Solo Eroso Pluvial (pela chuva) provocada pela retirada de material da parte superficialdo solo pelas guas da chuva. Esta ao aceleradaquando a gua encontra o solo desprotegido devegetao. 14. Preservando o Solo Eroso Pluvial (pela chuva) A primeira ao da chuva se d atravs do impacto dasgotas dgua sobre o solo. Este capaz de provocar adesagregao dos torres e agregados do solo,lanando o material mais fino para cima e para longe,fenmeno conhecido como salpicamento. A fora do impacto tambm fora o material mais finopara abaixo da superfcie, o que provoca a obstruoda porosidade (selagem) do solo, aumentando ofluxo superficial e a eroso. 15. Preservando o Solo 16. Preservando o Solo Eroso Fluvial (pelo rio) Eroso fluvial o desgaste do leito e das margensdos rios pelas suas guas. Este processo pode levar aalteraes no curso do rio. Para preservar o leito dos rios, no podemosdesmatar a mata ciliar. 17. Preservando o Solo 18. Preservando o Solo Eroso Elica (pelo vento) Ocorre quando o vento transporta partculasdiminutas que se chocam contra rochas e se dividemem mais partculas que se chocam contra outrasrochas. Podem ser vistas nos desertos na forma de dunas ede montanhas retangulares ou tambm em zonasrelativamente secas. 19. Preservando o Solo 20. Preservando o Solo Atividade humana x eroso O ser humano pode ser um importante agenteprovocador das eroses. Ao retirar a cobertura vegetal de um solo, este perdesua consistncia, pois a gua, que antes era absorvidapelas razes das rvores e plantas, passa a infiltrar nosolo. Esta infiltrao pode causar a instabilidade dosolo e a eroso. 21. Preservando o Solo Atividade humana x eroso Atividades de minerao, de forma desordenada,tambm podem provocar eroso. Ao retirar uma grande quantidade de terra de umajazida de minrio, os solos prximos podem perdersua estrutura de sustentao. 22. Evitando a eroso Atividade humana x eroso Atividades de minerao, de forma desordenada,tambm podem provocar eroso. Ao retirar uma grande quantidade de terra de umajazida de minrio, os solos prximos podem perdersua estrutura de sustentao. Como podemos evitar eroso em meios urbanos? 23. Evitando a eroso Cortina de cimento 24. Evitando a eroso Curvas de nvele Terrao 25. 5.2 O solo e a sade humana 26. Cuidados com o solo Existem muitos microorganismos no solo, que sonocivos ao homem Por isso necessrio existir medidas desaneamento bsico nos centros urbanos e rurais As medidas de saneamento bsico so,canalizao e tratamento dos esgotos e da guapotvel a ser consumida. 27. Cuidados com o solo Alguns dos parasitos presentes no solo so Ancylostoma duodenale (amarelo) Bicho geogrfico Ascaris lumbricoides (lombriga) Clostridium botulinum (botulismo) Clostridium tetani (ttano) 28. Cuidados com o solo Alguns dos parasitos presentes no solo soVermes Ancylostoma duodenale (amarelo) Bicho geogrfico Ascaris lumbricoides (lombriga)Bactrias Clostridium botulinum (botulismo) Clostridium tetani (ttano) 29. Cuidados com o solo A contaminao pelos vermes se d atravs decontato com terra contaminada (amarelo e bichogeogrfico) e por ingesto de alimentos e guacontaminados com ovos de vermes (lombriga) J a contaminao pelas bactrias se d atravs daingesto de suas toxinas (botulismo), ou atravs dainfeco por bactrias atravs de cortes eperfuraes com objetos sujos ou enferrujados(ttano) 30. 5.3 O solo da cidade 31. O solo e a cidade Serve de sustentao para construes. Terrenosde solo mais compacto ou com grande quantidadede pedras so bons para essa finalidade. 32. O solo e a cidade Serve como fonte de matria prima, retira-seminerais para fazer utenslios, equipamentosdentre outros. 33. O solo e a cidade importante que pensemos frente do nossotempo quando falamos de solo Uma cidade que pensa ecologicamente correto,no impermeabiliza seu solo, no joga esgoto emrios, no explora gananciosamente suas matriasprimas e respeita terrenos e reas de preservao Pensando assim podemos evitar desastres 34. O solo e a cidade O descarte de resduos slidos(lixo) em locaisinadequados um dos problemas que maisacontecem em centros urbanos Podemos listar esses lixos em: 35. Resduos ContedoDomiciliares ouPrincipalmente restos de alimentos, embalagens de vrios residenciais materiais, objetos diversos, papis e plsticosComerciaisEspecialmente papis, papeles e plsticosSubprodutos das atividades industriais. Podem ser restos de Industriais alimentos, madeira, tecidos, couro, materiais e produtosqumicosProvenientes de estabelecimentos de sade e oferecem risco de Biolgicoscontaminao. Por isso tm coleta e destino controlados. So eles: seringas, vidros de remdios, algodo e gaze com sangue Artefatos tecnolgicos j obsoletos ou quebrados que no Tecnolgicospodem ser consertados, como computadores e telefones celulares, CDs, fios e diversos outros componentes Folhas, galhos de rvores podados ou cados nas caladas eLimpeza pblicaruas. Tambm inclui p de asfalto, papis, plsticos, entulhos dee podaconstruo, terra, animais mortos, madeira e mveis velhos. Produtos de usinas nucleares, centros de pesquisa e hospitais Nuclearesque utilizam materiais radioativos. So resduos que no podemser descartados em qualquer lugar. 36. O solo e a cidade Por isso sempre devemos usar os QUATROERRES: 37. O solo e a cidade Por isso sempre devemos usar os QUATROERRES:R eeducar 38. O solo e a cidade Por isso sempre devemos usar os QUATROERRES:R eeducarR eduzir 39. O solo e a cidade Por isso sempre devemos usar os QUATROERRES:R eeducarR eduzirR eutilizar 40. O solo e a cidade Por isso sempre devemos usar os QUATROERRES:R eeducarR eduzirR eutilizarR eciclar 41. Tipos de reciclagem Reciclagem de alumnio Reciclagem de papel Reciclagem de vidro Reciclagem de plstico Reciclagem de material orgnico (compostagem) 42. Materiais no reciclveis So aqueles que no podem passar pelosprocessos de reaproveitamento conhecidos So exemplos: papis com restos orgnicos (papelhiginico, guardanapos sujos), alguns tipos deplsticos, frascos de remdio, clipes de papel,lmpadas, dentre outros Existem mtodos para dispor do lixo, caso noseja reciclvel 43. Aterros Sanitrios 44. Incinerao 45. Lixo (so ilegais e a cu aberto)