Carreira tradicional versus carreira proteana: um estudo

Click here to load reader

  • date post

    07-Jan-2017
  • Category

    Documents

  • view

    217
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of Carreira tradicional versus carreira proteana: um estudo

  • GUILHERME ASSUNO DE ANDRADE

    Carreira tradicional versus carreira proteana: um estudo comparativo

    sobre a satisfao com a profisso, carreira e emprego.

    Belo Horizonte MG

    UNIVERSIDADE FUMEC - FACE

    2009

  • 2

    GUILHERME ASSUNO DE ANDRADE

    Carreira tradicional versus carreira proteana: um estudo comparativo

    sobre a satisfao com a profisso, carreira e emprego.

    Dissertao apresentada ao curso de Mestrado em Administrao da Faculdade de Cincias Empresariais da Universidade FUMEC, como requisito parcial para a obteno do ttulo de Mestre em Administrao.

    rea de concentrao: Gesto Estratgica de Organizaes

    Orientadora: Prof. Dra. Zlia M. Kilimnik

    Belo Horizonte MG

    UNIVERSIDADE FUMEC FACE

    2009

  • 3

    AGRADECIMENTOS

    Agradeo minha orientadora Zlia Kilimnik, exemplo de dedicao, comprometimento, assertividade e solicitude voc uma verdadeira Guerreira! Ao Professor e amigo Cludio Paixo, um grande prazer reencontr-lo neste mpar momento da minha vida. Mais um degrau galgado com sua ajuda. Continuaremos juntos na estrada. Professores Daniel Pardini e Gustavo Souki, muito obrigado pela grande contribuio e por descomplicarem o que muito parecia complicado. s minhas filhas Isabela e Helena, o perdo pelo tempo a que no pude me dedicar a vocs, envolvido com este trabalho. Agradeo s Foras Superiores e a todos que so e foram responsveis por este instante de xito. Professores, familiares, funcionrios, amigos e queles que partiram, o silncio humilde do meu agradecimento e reconhecimento. Dedico este trabalho minha esposa Ana Amlia e ao meu pai Sylvio, sem os quais no teria incentivo para realiz-lo.

  • 4

    Voc tem um talento singular e uma maneira nica de express-lo. Existe alguma coisa que voc consegue fazer melhor que todo mundo. E, para cada talento singular, em sua forma nica de se expressar, existem necessidades especficas. Quando essas necessidades se combinam com a expresso criativa de seu talento, surge a fagulha que cria a riqueza.

    DEEPAK CHOPRA

    S sei que nada sei.

    SCRATES, COMO CITADO POR PLATO

  • 5

    RESUMO

    No momento em que a tecnologia transforma todo o cenrio do mercado de trabalho, modificam-se as relaes empregado-empresa. Este estudo intentou conhecer se as atitudes dos profissionais que se inserem no mercado so mais aderentes idia da carreira tradicional ou idia da carreira auto-dirigida ou proteana, verificar qual o grau de satisfao com a carreira, profisso e emprego, e qual a relao destas variveis com ncoras de carreira. Inicialmente foi feito um levantamento terico sobre os conceitos de carreira e sobre satisfao no trabalho. Centrado neste objetivo, adotou-se o conceito de Carreira Proteana de HALL (1976) e o modelo de ncoras de Carreira de SCHEIN (1990), dentre outros instrumentos. Nesta pesquisa houve a participao de 113 profissionais de diferentes cargos e empresas, estudantes de Graduao, Ps-Graduao e Mestrado, em escolas particulares. No que tange aos procedimentos metodolgicos, a pesquisa de natureza descritiva e com carter quantitativo. Quanto aos meios tratou-se de um survey com uma amostra intencional, sendo utilizado como procedimento e instrumento de coleta de dados o questionrio. No que se refere s ncoras de carreira, a dimenso Estilo de Vida foi a que apresentou a mdia mais elevada, indicando a tendncia de se buscar uma carreira que permita integrar as necessidades pessoais, familiares e de trabalho. Foi detectada uma maior inclinao dos profissionais pesquisados para trilhar a carreira do tipo Proteana e no foram encontradas correlaes entre o tipo de carreira e a satisfao com a carreira, profisso e emprego. O mesmo ocorrendo entre esses tipos de satisfao e as ncoras de carreira, indicando que no h uma determinada ncora que possa proporcionar uma maior satisfao profissional do que outras. Para estudos futuros recomenda-se que se proceda a uma reviso das escalas utilizadas de satisfao e ncoras de carreira, de maneira que esses construtos possam ter uma maior confiabilidade maior. Palavras-chave: Carreira Tradicional, Carreira Proteana, Satisfao com a Profisso, Trabalho e Emprego, ncoras de Carreira.

  • 6

    ABSTRACT

    At a time when technology transforms the work market environment, the relations between companies and employees are modified. The objectives of the present study were to investigate whether the attitude of professionals who enter the market are closer to the idea of a traditional career or to the ideas of a self-directed or Protean career, to verify the degree of satisfaction with the career, profession and job, and the relation of these variables with career anchors. Initially a theoretical review on the concepts of career and work satisfaction was done. According to the objective the concept of a Protean Career (HALL, 1976) and the model of Career Anchors (SCHEIN, 1990) were selected among other instruments. The study included 113 professionals from different positions and companies, undergraduate, graduate and masters students from private schools. This is a descriptive quantitative study. A survey with and intentional sample was used and a questionnaire was used for data collection. Regarding the career anchors, the Lifestyle dimension showed the highest mean value, indicating a tendency to look for a career which allows for the integration of personal, family and work needs. The professionals who participated in the study showed a greater tendency to follow a Protean Career and no correlations were found between this kind of career and career, profession and job satisfaction. No correlation was found between these kinds of satisfaction and the career anchors, indicating that there isnt a particular anchor which can bring more professional satisfaction than others. For future studies a review of the satisfaction and career anchor scales used is recommended to enable greater reliability of these constructs.

    Keywords: Traditional Career, Protean Career, Satisfaction With Job, Career Anchors.

  • 7

    LISTA DE QUADROS

    Quadro 1 - O mito de Proteu e a gesto de carreira 21

    Quadro 2 A transio 23

    Quadro 3 - Distino entre carreira tradicional e protena 24

    Quadro 4 O novo contrato proteano de carreira 27

    Quadro 5 Interpretao da intensidade do coeficiente de correlao 50

  • 8

    LISTA DE TABELAS

    Tabela 1 Profisses dos respondentes que no so administradores 53

    Tabela 2 Estatstica descritiva das variveis e da dimenso 55

    Tabela 3 Estatstica descritiva das variveis e da dimenso Gerir Pessoas 57

    Tabela 4 Estatstica descritiva das variveis e da dimenso Autonomia 59

    Tabela 5 Estatstica descritiva das variveis e da dimenso Segurana 60

    Tabela 6 Estatstica descritiva das variveis e da dimenso

    Empreendedorismo

    62

    Tabela 7 Estatstica descritiva das variveis e da dimenso Servio e

    Dedicao

    63

    Tabela 8 Estatstica descritiva das variveis e da dimenso Desafio Puro 65

    Tabela 9 Estatstica descritiva das variveis e da dimenso Estilo de Vida

    Tabela 10 Estatstica descritiva das ncoras de carreira

    Tabela 11 Correlao entre as ncoras de carreira

    Tabela 12 Estatstica descritiva das variveis e da dimenso Satisfao

    com o Trabalho

    Tabela 13 Estatstica descritiva das variveis e da dimenso Satisfao

    com a Profisso

    Tabela 14 Estatstica descritiva das variveis e da dimenso Satisfao

    com a Carreira

    Tabela 15 Estatstica descritiva das dimenses da satisfao

    Tabela 16 Correlao das ncoras de carreira com as escalas de

    satisfao e com ela mesma

    Tabela 17 Estatstica descritiva das variveis e da dimenso Carreira

    Proteana

    Tabela 18 Estatstica descritiva das variveis e da dimenso Carreira

    Tradicional

    Tabela 19 Estatstica descritiva dos tipos de carreira

    Tabela 20 Correlao das escalas de carreira com as ncoras de carreira,

    com as escalas de satisfao e com elas mesmas

    Tabela 21 Variveis indicadoras das ncoras de maior preferncia

    66

    67

    69

    71

    74

    76

    78

    79

    80

    82

    84

    85

    87

  • 9

    LISTA DE GRFICOS

    Grfico 1 Sexo dos respondentes 51

    Grfico 2 Faixa etria dos respondentes

    Grfico 3 Tempo de trabalho dos respondentes (em anos)

    Grfico 4 Profisso dos respondentes.

    Grfico 5 Nvel do cargo dos respondentes.

    Grfico 6 Freqncia relativa das variveis e da dimenso Competncia

    Tcnico-Profissional

    Grfico 7 Freqncia relativa das variveis e da dimenso Gerir pessoas

    Grfico 8 Freqncia relativa das variveis e da dimenso Autonomia

    Grfico 9 Freqncia relativa das variveis e da dimenso Segurana

    Grfico 10 Freqncia relativa das variveis e da dimenso

    Empreendedorismo

    Grfico 11 Freqncia relativa das variveis e da dimenso Servio e

    Dedicao

    Grfico 12 Freqncia relativa das variveis e da dimenso Desafio Puro

    Grfico 13 Freqncia relativa das variveis e da dimenso Estilo de

    Vida

    Grfico 14 Freqncia relativa das ncoras de carreira

    Grfico 15 Freqncia relativa das variveis e da dimenso Satisfao

    com o Trabalho

    Grfico 16 Freqncia relativa das variveis e da dimenso Satisfao

    com a Profisso

    Grfico 17 Freqncia relativa das variveis e da dimenso Satisfao