Carta de Serviços ao Cidadão - Online.cdr

of 36 /36
CARTA DE SERVIÇOS AO CIDADÃO IFTM 2016 VERSÃO 2.1 Dezembro/2016 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA Triângulo Mineiro

Embed Size (px)

Transcript of Carta de Serviços ao Cidadão - Online.cdr

  • CARTA DE SERVIOS

    AO CIDADOIFTM 2016

    VERSO 2.1Dezembro/2016

    INSTITUTO FEDERALDE

    EDUCAO,

    CINCIA E TECNOLOGIA

    Tringulo Mineiro

  • 5. Aes do Ensino

    5.1. Aes de Ensino

    5.2. Programa de Monitoria

    5.3. Ncleo de Atendimento s Pessoas com Necessidades Educacionais

    Especcas do IFTM (NAPNE/IFTM)

    5.4. Ncleo de Estudos Afro-Brasileiros e Indgenas do IFTM (NEABI/IFTM)

    5.5. Ncleo de Apoio Pedaggico do IFTM (NAP/IFTM)

    5.6. Programa de Acesso, Permanncia e xito dos Estudantes do IFTM

    5.7. Programa Institucional de Bolsa de Iniciao Docncia (PIBID)

    5.8. Programa de Educao Tutorial (PET)

    6. Programas, Aes e Projetos da Extenso

    6.1. Aes e Projetos Institucionais

    6.2. Programa de Assistncia Estudantil

    6.3. Programa Nacional de Acesso ao Ensino Tcnico e Emprego (Pronatec)

    6.4. Programa de Apoio a Projetos de Extenso do IFTM

    6.5. Projeto Rondon

    7. Aes de Idiomas e Internacionalizao

    7.1. Aes de Idiomas e Internacionalizao

    7.2. Centro de Idiomas

    7.3. Parcerias Internacionais

    7.4. Centro Aplicador dos Testes TOEFL ITP e TOEIC Bridge

    7.5. Programa Cincia sem Fronteiras (CsF)

    8. Programas de Pesquisa e Inovao

    8.1. Programa de Apoio Iniciao Pesquisa Cientca e Tecnolgica

    8.2. Programa de Incentivo Inovao

    8.3. Programa de Apoio Ps-Graduao

    Ensino em expanso

    1. Apresentao

    2. Identidade Organizacional

    2.1. Informaes Bsicas

    2.2. Misso

    2.3. Viso

    2.4. Valores

    2.5. Princpios e Competncias

    2.6. Breve Histrico

    2.7. Estrutura Organizacional

    2.8. Organograma

    2.9. Estrutura de Governana

    2.10. Contatos

    3. Cursos Ofertados

    3.1. Modalidades de Ensino

    3.2. Lista de Cursos

    4. Gesto de Ingressos

    4.1. Atribuies

    4.2. Informaes aos Candidatos

    02

    04

    05

    05

    05

    05

    05

    06

    07

    09

    10

    11

    13

    14

    14

    17

    18

    18

    21

    20

    21

    33

    31

    29

    29

    31

    29

    29

    31

    29

    27

    27

    26

    25

    25

    21

    23

    24

    23

    22

    22

    22

    30

    28

  • Apresentao

  • Carta de Servios ao Cidado um documento

    A elaborado por uma organizao pblica que visa informar aos cidados quais os servios prestados por ela, como acessar e obter esses servios e quais so os compromissos de atendimento estabelecidos.

    A sua prtica implica para a organizao um processo de transformao sustentada em princpios fundamentais participao e comprometimento, informao e transparncia, aprendizagem e participao do cidado. Esses princpios tm como premissas o foco no cidado, participao de todas as pessoas que integram a organizao e a induo do controle social.

    Conhecer os servios e seus respectivos requisitos, antes de procurar a organizao, um dos benefcios que o cidado obtm com a divulgao do documento. A organizao deve evidenciar como pode ser til ao cidado e como facilitar a sua vida, indicando a forma que ele ser tratado e como emitir sugestes para a melhoria dos servios ou enviar reclamaes.

    A Carta de Servios ao Cidado do Instituto Federal de

    Educao, Cincia e Tecnologia do Tringulo Mineiro (IFTM) visa disponibilizar para a sociedade o acesso s informaes relativas aos servios prestados pela Instituio, destacando as atividades desenvolvidas atreladas aos compromissos institucionais, respeitando o Decreto n. 6.932, de 11 de agosto de 2009. Deste modo, alm de informar como o Instituto desenvolve suas atividades, esta carta vai esclarecer ao cidado como participar dessas atividades, reforando, assim, a credibilidade do IFTM.

    Para tanto, aps apresentao da denio, princpios fundamentais, nalidade e benefcios da Carta de Servios ao Cidado, ser descrito o perl institucional do IFTM, e os servios oferecidos sero apresentados, acompanhados de seusrespectivos links, indicando como acess-los por meio do site do IFTM www.iftm.edu.br.

    Trata-se, em suma, de um mapeamento que vai permitir ao cidado identicar, para cada servio oferecido, os requisitos necessrios para o acesso, bem como as formas de prestao, os locais e as etapas para o seu processamento, dentro dos padres de qualidade.

    03

  • IdentidadeOrganizacional

  • DenominaoInstituto Federal de Educao, Cincia e Tecnologia do Tringulo Mineiro

    Denominao abreviadaIFTM

    Natureza jurdicaAutarquia de Regime Especial

    rgo de vinculaoSecretaria de Educao Tecnolgica (SETEC)Ministrio da Educao (MEC)

    Principal atividadeEducao Prossional de Nvel Tecnolgico

    Endereo da sedeAv. Doutor Randolfo Borges Jnior, 2900CEP: 38064-300 Uberaba/MGTelefone Geral: +55 (34) 3326-1100E-mail: [email protected]: www.iftm.edu.br

    Documento instituidor e denidor do funcionamento do IFTM e seus campi Lei n. 11.892, de 29 de dezembro de 2008. Institui a Rede Federal de Educao Prossional, Cientca e Tecnolgica, cria os Institutos Federais de Educao, Cincia e Tecnologia, e d outras providncias.

    Ofertar a educao prossional e tecnolgica por meio do ensino, pesquisa e extenso, promovendo o desenvolvimento na perspectiva de uma sociedade inclusiva e democrtica.

    2.1 Informaes Bsicas

    2.2 Misso

    Ser uma instituio de excelncia na educao prossional e tecnolgica, impulsionando o desenvolvimento tecnolgico, cientco, humanstico, ambiental, social e cultural, alinhado s regionalidades em que est inserido.

    O Instituto Federal de Educao, Cincia e Tecnologia do Tringulo Mineiro tem por nalidade formar e qualicar prossionais no mbito da educao tecnolgica, nos diferentes nveis e modalidades de ensino, para os diversos setores da economia, bem como realizar pesquisa aplicada e promover o desenvolvimento tecnolgico de novos processos, produtos e servios, em estreita articulao com os setores produtivos e a sociedade, especialmente de abrangncia local e regional, oferecendo mecanismos para a educao continuada. Suas aes so conduzidas em conformidade com as polticas denidas pelo Ministrio da Educao (MEC), ao qual est subordinado, por meio da Secretaria de Educao Prossional e Tecnolgica (SETEC), a qual promove o desenvolvimento da educao prossional e tecnolgica.

    tica e transparncia. Excelncia na gesto educacional. Acessibilidade e incluso social. Cidadania e justia social. Responsabilidade ambiental. Inovao e empreendedorismo. Valorizao das pessoas. Respeito diversidade. Gesto democrtico-participativa.

    2.3 Viso

    2.5 Finalidade eCompetncias Institucionais

    2.4 Valores

    05

  • De acordo com o art. 4 de seu estatuto, o IFTM tem as seguintes nalidades e caractersticas:

    I. ofertar educao prossional e tecnolgica, em todos os seus nveis e modalidades, formando e qualicando cidados com vistas atuao prossional nos diversos setores da economia, com nfase no desenvolvimento socioeconmico local, regional e nacional;

    II. desenvolver a educao prossional e tecnolgica como processo educativo e investigativo de gerao e adaptao de solues tcnicas e tecnolgicas s demandas sociais e peculiaridades regionais;

    III. promover a integrao e a verticalizao da educao bsica educao prossional e educao superior, otimizando a infraestrutura fsica, os quadros de pessoal e os recursos de gesto;

    IV. orientar sua oferta formativa em benefcio da consolidao e fortalecimento dos arranjos produtivos, sociais e culturais locais, identicados com base no mapeamento das potencialidades de desenvolvimento socioeconmico e cultural no mbito de atuao do Instituto Federal;

    V. constituir-se em centro de excelncia na oferta do ensino de cincias, em geral, e de cincias aplicadas, em particular, estimulando o desenvolvimento de esprito crtico, voltado investigao emprica;

    VI. qualicar-se como centro de referncia no apoio oferta do ensino de cincias nas instituies pblicas de ensino, oferecendo capacitao tcnica e atualizao pedaggica aos docentes das redes pblicas de ensino;

    VII. desenvolver programas de extenso e de divulgao cientca e tecnolgica;

    VIII. realizar e estimular a pesquisa aplicada, a produo cultural, o empreendedorismo, o cooperativismo e o desenvolvimento cientco e tecnolgico; e

    IX. promover a produo, o desenvolvimento e a transferncia de tecnologias sociais, notadamente as voltadas preservao do meio ambiente.

    Em consonncia com a Lei n. 11.892, de 29 de dezembro de 2008, o IFTM tem os seguintes objetivos em sua esfera de atuao:

    I. ministrar educao prossional tcnica de nvel mdio, prioritariamente na forma de cursos integrados, para os concluintes do ensino fundamental e para o pblico da educao de jovens e adultos;

    II. ministrar cursos de formao inicial e continuada de trabalhadores, objetivando a capacitao, o aperfeioamento, a especializao e a atualizao de prossionais, em todos os nveis de escolaridade, nas reas da educao prossional e tecnolgica;

    III. realizar pesquisas aplicadas, estimulando o desenvolvimento de solues tcnicas e tecnolgicas, estendendo seus benefcios comunidade;

    IV. desenvolver atividades de extenso de acordo com os princpios e nalidades da educao prossional e tecnolgica, em articulao com o mundo do trabalho e os segmentos sociais, com nfase na produo, desenvolvimento e difuso de conhecimentos cientcos e tecnolgicos;

    V. estimular e apoiar processos educativos que levem gerao de trabalho e renda e emancipao do cidado na perspectiva do desenvolvimento socioeconmico local e regional; e,

    VI. ministrar em nvel de educao superior:

    a) cursos superiores de tecnologia visando formao de prossionais para os diferentes setores da economia;

    b) cursos de licenciatura, bem como programas especiais de formao pedaggica, com vistas formao de professores para a educao bsica, sobretudo nas reas de cincias e matemtica, e para a educao prossional;

    c) cursos de bacharelado e engenharia, visando formao de prossionais para os diferentes setores da economia e reas do conhecimento;

    d) cursos de ps-graduao lato sensu de aperfeioamento e especializao, visando formao de especialistas nas diferentes reas do conhecimento; e

    e) cursos de ps-graduao stricto sensu de mestrado e doutorado, que contribuam para promover o estabelecimento de bases slidas em educao, cincia e tecnologia, com vistas ao processo de gerao e inovao tecnolgica.

    06

    2.6 Breve Histrico

    O Instituto Federal de Educao, Cincia e Tecnologia do Tringulo Mineiro (IFTM), em consonncia com a Lei n 11.892, de 29 de dezembro de 2008, foi criado mediante integrao dos antigos Centros Federais de Educao Tecnolgica, Escolas Tcnicas e

  • Agrotcnicas e dene-se como uma instituio de educao superior, bsica e prossional, pluricurricular e multicampi (BRASIL, 2008). Possui natureza autrquica, detentora de autonomia administrativa, patrimonial, nanceira, didtico-pedaggica e disciplinar. Assim como os demais Institutos Federais de Educao Tecnolgica, disponibiliza a oferta da educao nos diversos nveis de ensino e modalidade de cursos, permitindo o ingresso do estudante desde o ensino mdio at o nvel superior e de ps-graduao lato sensu (especializao) e stricto sensu (mestrado e doutorado).

    Sua estrutura organizacional composta, atualmente, pelos campi Ituiutaba, Paracatu, Patos de Minas, Patrocnio, Uberaba, Uberlndia, Uberlndia Centro, os campi Avanados Uberaba Parque Tecnolgico e Campina Verde e tambm pela Reitoria. Localizada em Uberaba, a Reitoria responsvel pela garantia da unidade institucional e pela gesto de recursos e planejamento, alm de estar frente de todos os interesses educacionais, econmicos e culturais da instituio; sua estrutura administrativa formada pela assessoria de gabinete e possui como rgos de suporte tomada de decises, as Pr-Reitorias de Desenvolvimento Institucional, de Ensino, Extenso, Pesquisa e Ps-Graduao e Administrao.

    Reitoria

    A Reitoria um rgo executivo com a nalidade de empreender aes administrativas estabelecendo as diretrizes sistmicas a serem seguidas por todas as pr-reitorias, campi, campi avanados e polos, por meio de atos normativos, resolues e deliberaes.

    Seus membros e rgos representativos realizam o atendimento comunidade interna e externa, e o planejamento das aes a serem executadas, sempre visando o desenvolvimento do Instituto e os benefcios sociedade.

    ReitorRoberto Gil Rodrigues AlmeidaTelefone: (34) 3326-1102E-mail: [email protected]

    2.7 Estrutura Organizacional

    07

    Pr-Reitoria de Administrao

    Pr-Reitoria de Administrao (PROAD) compete planejar, superintender, coordenar, fomentar, acompanhar e avaliar as atividades e polticas de gesto oramentria, nanceira e patrimonial do IFTM.

    Pr-Reitor de AdministraoMarco Antonio Maciel Pereira Telefone: (34) 3326-1114E-mail: [email protected]

    Pr-Reitoria de Desenvolvimento Institucional

    Pr-Reitoria de Desenvolvimento Institucional (PRODIN) compete planejar, superintender, coordenar, fomentar e acompanhar as atividades e polticas pertinentes s reas de planejamento e desenvolvimento institucional, gesto de pessoas e de tecnologia da informao e comunicao.

    Pr-Reitor de Desenvolvimento InstitucionalMauro Borges FranaTelefone: (34) 3326-1108E-mail: [email protected]

    Pr-reitoria de Ensino

    Pr-Reitoria de Ensino (PROEN) compete planejar, superintender, coordenar, fomentar e acompanhar as atividades e polticas de ensino, articuladas pesquisa e extenso em consonncia com as diretrizes emanadas do Ministrio da Educao.

    Pr-reitor de EnsinoLuiz Alberto RezendeTelefones: (34) 3326-1139 | (34) 3326-1115E-mail: [email protected]

  • Pr-reitoria de Extenso

    Pr-Reitoria de Extenso (PROEXT) compete planejar, superintender, coordenar, fomentar e acompanhar as atividades e polticas de extenso e relaes com a sociedade, articuladas ao ensino e pesquisa, junto aos diversos segmentos sociais.

    Pr-Reitor de ExtensoEurpedes Ronaldo Ananias FerreiraTelefone: (34) 3326-1123E-mail: [email protected]

    Pr-reitoria de Pesquisa, Ps-Graduao e Inovao

    Pr-Reitoria de Pesquisa, Ps-Graduao e Inovao (PROPI) compete planejar, superintender, coordenar, fomentar e acompanhar as atividades e polticas de pesquisa, inovao e ps-graduao, integradas ao ensino e extenso, bem como promover aes de intercmbio com instituies e empresas na rea de fomento pesquisa, cincia, tecnologia e inovao tecnolgica.

    Pr-Reitor de Pesquisa, Ps-graduao e InovaoHumberto Marcondes EstevamFone: (34) 3326-1120E-mail: [email protected]

    Ouvidoria

    A Ouvidoria o rgo de controle responsvel por empreender aes na defesa dos direitos individuais e coletivos da comunidade do IFTM, e aperfeioamento das atividades institucionais destinadas a atender os segmentos da sociedade civil e os diversos setores, com jurisdio nas reas acadmica e administrativa dos campi do IFTM.

    Est ligada diretamente ao Reitor. O trabalho da Ouvidoria traduz o compromisso do IFTM com a transparncia. A busca contnua por respostas e solues revela a importante atuao estratgica estabelecida a partir do acesso de todos a um canal de comunicao direto com a Instituio. A Ouvidoria um importante meio para que os pblicos de interesse possam solicitar informaes e manifestar suas opinies, sugestes, reclamaes e denncias referentes atuao do IFTM e que meream algum tipo de ao por parte dos gestores.

    A Ouvidoria tem a misso de facilitar a comunicao e o relacionamento entre o IFTM e todos aqueles que procuram pelos servios em educao. A sua funo defender os cidados, cujos direitos foram prejudicados ou ameaados por atos da administrao pblica. So atendidos pela Ouvidoria pais e mes dos alunos, alunos, os prprios servidores, os fornecedores, os futuros alunos, os ex-alunos, em toda a comunidade (interna e externa).

    A Ouvidoria no tem poder de deciso, mas possui poder de persuaso, isto , de convencimento. O setor entrar em contato com a diretoria do IFTM, com a chea ou com o servidor diretamente responsvel pela questo em destaque. Recomendar uma reformulao dos posicionamentos, persuadindo aqueles que exercem as tomadas de decises, sempre que houver prejuzo ou constrangimento para o interessado.

    A Ouvidoria tem o apoio total da direo do IFTM e livre trnsito no mbito institucional, alm de prioridade de resposta nas questes burocrticas. Toda comunicao deve ser assinada e ela de carter reservado, podendo somente ser requisitada mediante ordem judicial (se for o caso).

    OuvidoriaEndereo: Av. Doutor Randolfo Borges Jnior, 2900 Univerdecidade

    CEP: 38064-300 Uberaba (MG)Telefone: (34) 3326-1103E-mail: [email protected]

    Conselho Superior

    O Conselho Superior, de carter consultivo e deliberativo, o rgo mximo do IFTM, cuja composio, competncias, atribuies, organizao e funcionamento esto denidos e regulados no Estatuto, no Regimento Geral e no Regulamento Interno.

    Colgio Dirigente

    O Colgio de Dirigentes, de carter consultivo, o rgo de apoio ao processo decisrio da Reitoria, cuja composio, competncias, atribuies, organizao e funcionamento esto denidos e regulados no Estatuto, no Regimento Geral e no Regulamento Interno.

    08

  • 2.8 Organograma Geral - Reitoria

    PROENPRODINPROAD PROEXT PROPI CAMPUS

    09

    SECRETARIA DAPROCURADORIA FEDERAL

    COLGIO DIRIGENTE

    CONSELHO DE ENSINO,PESQUISA E EXTENSO (CEPE)

    COMISSO PERMANENTE DEPESSOAL DOCENTE (CPPD)

    COMIT GESTOR DESEGURANA DA INFORMAO

    E COMUNICAO (CGSIC)

    COORDENAO DE PROCESSOSELETIVO (COPESE)

    COORDENAO GERAL DO CENTRO DE IDIOMAS E

    RELAES INTERNACIONAIS

    COMISSO PRPRIA DEAVALIAO (CPA)

    COMISSO SETORIALDE TICA (CSE)

    PROCURADORIAFEDERAL

    CONSELHO SUPERIOR

    REITOR

    COMIT DE TECNOLOGIADA INFORMAO E

    COMUNICAO (CTIC)

    COMISSO INTERNA DESUPERVISO DO PLANO DE

    CARREIRA TAE (CIS)

    ASSESSORIA DAREITORIA

    OUVIDORIA

    COORDENAO GERALDE AUDITORIA INTERNA

    GABINETEDA REITORIA

    DIRETORIA DE COMUNICAOSOCIAL E EVENTOS

    COORDENAO DE APOIOAOS SERVIOS DE

    AUDITORIA INTERNA

    SECRETARIADO GABINETE

    COORDENAO DECERIMONIAL E EVENTOS

    COORDENAO DECOMUNICAO SOCIAL

    DIRETORIA DO CENTRO DEQUALIFICAO DO IFTM

  • 2.9 Estrutura de Governana

    DENOMINAO INSTNCIA BASENORMATIVA

    ATRIBUIESFORMA DEATUAO

    rgo executivo com a nalidade de empreender aes administrativas estabelecendo as diretrizes sistmicas a serem seguidas por todas as pr-reitorias, campi, campi avanados e polos, por meio de atos normativos, resolues e deliberaes.

    rgo de execuo da Procuradoria Geral Federal, responsvel pela representao judicial e extrajudicial, pelas atividades de consultoria e assessoramento jurdicos, pela apurao da liquidez e certeza dos crditos, de qualquer natureza, inerentes s suas atividades, inscrevendo-os em dvida ativa, para ns de cobrana amigvel ou judicial, observada a legislao pertinente.

    Gesto das atividades de ensino, pesquisa, extenso e administrativas do campus.

    Regimento GeralResoluo n 41/2010

    Regimento GeralResoluo n 41/2010

    Regimento GeralResoluo n 41/2010 Regimento Geral

    Resoluo n 41/2010

    Regimento GeralResoluo n 41/2010

    Regimento GeralResoluo n 41/2010

    Regimento GeralResoluo n 41/2010

    Regimento GeralResoluo n 41/2010

    rgo Executivo e de Administrao Geral

    rgo Executivo e de Administrao Geral

    rgo Executivo e de Administrao Geral

    Reitoria

    Procuradoria Federal

    Diretorias Gerais dos campi

    O Reitor dene a poltica de atuao da Instituio, com aprovao do Conselho Superior e Colgio Dirigente.

    Atravs da emisso de proposies que so formalizadas em pareceres e recomendaes.

    Os campi so administrados por diretores nomeados pelo reitor, conforme legislao especca, competindo-lhes a gesto das atividades de ensino, pesquisa, extenso e administrativas, dentro dos limites estatutrios, regimentais e delegaes do reitor.

    10

    DENOMINAO INSTNCIA BASENORMATIVA

    ATRIBUIESFORMA DEATUAO

    rgo mximo, de carter consultivo e deliberativo, que aprova as diretrizes para atuao do IFTM e zela pela execuo de sua poltica educacional.

    rgo de carter consultivo, de apoio ao processo decisrio da Reitoria.

    Fortalecer e assessorar a gesto, racionalizar as aes do IFTM e prestar apoio, dentro de suas especicidades no mbito da Instituio, aos rgos do Sistema de Controle Interno do Poder Executivo Federal e ao Tribunal de Contas da Unio, respeitada a legislao pertinente.

    Responsvel por empreender aes na defesa dos direitos individuais e coletivos da comunidade do IFTM, e aperfeioamento das atividades institucionais destinadas a atender aos segmentos da sociedade civil e aos diversos setores, com jurisdio nas reas acadmica e administrativa dos campi do IFTM.

    rgo de assessoramento da Reitoria sobre polticas de ensino, pesquisa e extenso do IFTM, atuando na emisso de pareceres sobre normas gerais e procedimentos referentes a projetos e atividades de ensino, pesquisa, inovao e extenso.

    rgo superior de Administrao

    rgo superior de Administrao

    rgo de Controle

    rgo de Controle

    rgo de Assessoramento

    Conselho Superior

    Colgio Dirigente

    Auditoria Interna

    Ouvidoria

    Conselho deEnsino, Pesquisa e Extenso (CEPE)

    Atravs da emisso de deliberaes que so formalizadas em resolues, pareceres, recomendaes e indicaes.

    Atravs da emisso de proposies que so formalizadas em recomendaes e indicaes.

    Atravs da emisso de proposies que so formalizadas em relatrios, pareceres e recomendaes.

    Atravs da emisso de proposies que so formalizadas em relatrios, pareceres, recomendaes e requisies.

    Atravs da emisso de proposies que so formalizadas em pareceres e recomendaes.

  • DENOMINAO INSTNCIA BASENORMATIVA

    ATRIBUIESFORMA DEATUAO

    Proposio do planejamento anual de infraestrutura de Tecnologia da Informao e Comunicao (TIC) do IFTM, de normas para utilizao dos servios de Tecnologia da Informao e Comunicao para dar suporte s necessidades operacionais do IFTM.

    Atuar nas atividades relacionadas avaliao de desempenho para Progresso Funcional, concesso de incentivos funcionais; avaliao de desempenho para Progresso Funcional por Titulao, superviso do processo de acompanhamento e avaliao das atividades docentes, desenvolvimento de estudos e anlises que permitam fornecer subsdios para xao, aperfeioamento e modicao da poltica de pessoal docente e de seus instrumentos.

    Fiscalizar e avaliar a implementao do plano de carreira no mbito do IFTM; apresentar propostas e scalizar a elaborao e a execuo do plano de desenvolvimento de pessoal do IFTM e seus programas de capacitao, de avaliao e de dimensionamento das necessidades de pessoal e modelo de alocao de vagas.

    rgo de Assessoramento

    rgo de Assessoramento

    rgo de Assessoramento

    Comit de Tecnologia da Informao (CTIC)

    Comisso Permanente de Pessoal Docente (CPPD)

    Comisso Interna de Superviso do Plano de Carreira dos Cargos Tcnico-Administrativos em Educao (CIS)

    Atravs da emisso de proposies que so formalizadas em pareceres, recomendaes e indicaes.

    Atravs da emisso de proposies que so formalizadas em pareceres e recomendaes.

    Atravs da emisso de proposies que so formalizadas em pareceres e recomendaes.

    DENOMINAO INSTNCIA BASENORMATIVA

    ATRIBUIESFORMA DEATUAO

    Sistematizar as atividades de avaliao institucional, estimular e promover um ambiente de permanente autoavaliao; coordenar a elaborao do Projeto de Avaliao Institucional do IFTM; acompanhar a avaliao do IFTM e cursos feita pelo INEP.

    Atuar como instncia consultiva do dirigente mximo e dos respectivos servidores; aplicar o Cdigo de tica Prossional do Servidor Pblico Civil do Poder Executivo Federal, aprovado pelo Decreto n 1.171, de 1994.

    rgo de Assessoramento

    rgo de Assessoramento

    Comisso Prpria de Avaliao (CPA)

    Comisso de tica

    Atravs da emisso de proposies formalizadas por meio de relatrios.

    Atravs da emisso de proposies que so formalizadas em pareceres e recomendaes.

    ReitoriaReitor: Roberto Gil Rodrigues AlmeidaEndereo: Av. Doutor Randolfo Borges Jnior, 2900 Univerdecidade

    CEP: 38064-300 Uberaba/MGTelefone: (34) 3326-1100 | Fax: (34) 3326-1101Site: www.iftm.edu.br

    IFTM Campus ItuiutabaDiretor: Rodrigo Grassi MartinsEndereo: Rua Belarmino Vilela Junqueira, s.n. Novo Tempo 2

    CEP: 38305-200 Ituiutaba/MG Telefone: (34) 3271-4000Site: http://www.iftm.edu.br/ituiutaba/

    IFTM Campus UberabaDiretor: Rodrigo Afonso LeitoEndereo: Rua Joo Batista Ribeiro, 4000 Distrito Industrial II

    CEP: 38064-790 Uberaba/MG Telefones: (34) 3319-6000 | (34) 3319-6001Site: http://www.iftm.edu.br/uberaba/

    2.10 Contatos

    11

    Regimento GeralResoluo n 41/2010

    Regimento GeralResoluo n 41/2010

    Regimento GeralResoluo n 41/2010

    Regimento GeralResoluo n 41/2010

    Regimento GeralResoluo n 41/2010

  • IFTM Campus Avanado Uberaba Parque TecnolgicoDiretor: Frederico Renato GomesEndereo 1: Av. Doutor Florestan Fernandes, 131 Univerdecidade

    CEP: 38064-190 Uberaba/MGEndereo 2: Av. Edilson Lamartine Mendes, 300 Parque das Amricas

    CEP: 38045-000 Uberaba/MGTelefones: (34) 3326-1000 | (34) 3326-1011 | (34) 3326-1400Site: http://www.iftm.edu.br/uraparquetecnologico/

    IFTM Campus UberlndiaDiretor: Ednaldo Gonalves CoutinhoEndereo: Fazenda Sobradinho, s/n. Zona Rural

    CEP: 38400-970 Cx. Postal 1020 Uberlndia/MGTelefone: (34) 3233-8800 Site: http://www.iftm.edu.br/uberlandia/

    IFTM Campus Uberlndia CentroDiretor: Gustavo Prado OliveiraEndereo: Rua Blanche Galassi, 150 Morada da Colina

    CEP: 38411-104 Uberlndia/MGTelefone: (34) 3221-4800Site: http://www.iftm.edu.br/uberlandiacentro/

    IFTM Campus ParacatuDiretor: Ronaldo Eduardo DilascioEndereo: Rodovia MG-188, Km 167 (Ao lado da FINOM)

    CEP: 38600-000 Paracatu/MG Telefone: (38) 3365-0300Site: http://www.iftm.edu.br/paracatu/

    IFTM Campus PatrocnioDiretor: Flamarion Assis Jernimo IncioEndereo: Av. Lria Terezinha Lassi Capuano, 255 Chcara das Rosas

    CEP: 38747-792 Patrocnio/MGTelefone: (34) 3515-2100 Site: http://www.iftm.edu.br/patrocinio/

    IFTM Campus Patos de MinasDiretor: Weverson Silva MoraisEndereo: Rodovia BR 365, Km 407 Distrito Industrial I Bairro Planalto

    CEP 38706-328 Patos de Minas/MGTelefone: (34) 99667-0293Site: http://www.iftm.edu.br/patosdeminas/

    12

    IFTM Campus Avanado Campina VerdeDiretor: Waldemar PamplonaEndereo: Rodovia BR-364, KM 153 Fazenda Campo Belo

    CEP 38270-000 Campina VerdeTelefone: (34) 99181-4785Site: http://www.iftm.edu.br/campinaverde/

  • CursosOfertados

  • O Instituto Federal de Educao, Cincia e Tecnologia do Tringulo Mineiro (IFTM) oferece, em seus campi e polos de apoio, cursos nas modalidades presencial e a distncia (EaD).

    A Educao Prossional Tcnica de Nvel Mdio do IFTM desenvolvida na forma articulada ao ensino mdio (integrada ou concomitante).

    No Ensino Superior, o IFTM oferece cursos de graduao (tecnologia, licenciaturas, bacharelados) e ps-graduao lato sensu (especializao) e stricto sensu (mestrado).

    Por meio do Centro de Idiomas (CENID), so ofertados cursos de lngua estrangeira.

    3.1 Modalidades de Ensino

    3.2 Lista de Cursos

    Cursos de IdiomasEspanholIngls

    IFTM CAMPUS PARACATU

    Cursos Tcnicos Integrados ao Ensino Mdio PresencialAdministraoComrcioEletrnicaInformtica

    Cursos Tcnicos Concomitantes ao Ensino Mdio PresencialAdministraoEletrnicaManuteno e Suporte em Informtica

    Cursos de Graduao PresencialTecnologia em Anlise e Desenvolvimento de SistemasBacharelado em Engenharia Eltrica

    Cursos de IdiomasEspanholIngls

    IFTM CAMPUS PATOS DE MINAS

    Cursos Tcnicos Integrados ao Ensino Mdio PresencialEletrotcnicaLogstica

    Cursos Tcnicos Concomitantes ao Ensino Mdio PresencialEletrotcnicaLogstica Minerao

    Cursos de IdiomasEspanholIngls

    14

    IFTM CAMPUS ITUIUTABA

    Cursos Tcnicos Integrados ao Ensino Mdio PresencialAgriculturaAgroindstria EletrotcnicaInformticaQumica

    Cursos Tcnicos Concomitantes ao Ensino Mdio PresencialAdministraoEletrotcnica

    Cursos de Graduao PresencialTecnologia em Alimentos Tecnologia em Anlise e Desenvolvimento de SistemasTecnologia em Processos QumicosBacharelado em Cincia da Computao

    Ps-Graduao Lato Sensu PresencialDesenvolvimento de Sistemas para Web e Dispositivos MveisCincias Ambientais

  • IFTM CAMPUS PATROCNIO

    Cursos Tcnicos Integrados ao Ensino Mdio PresencialAdministraoEletrnicaManuteno e Suporte em Informtica

    Cursos Tcnicos Concomitantes ao Ensino Mdio PresencialContabilidade

    Cursos de Graduao PresencialTecnologia em Anlise e Desenvolvimento de SistemasTecnologia em Gesto Comercial

    Cursos de IdiomasEspanholIngls

    POLO PRESENCIAL IBI

    Cursos Tcnicos Concomitantes ao Ensino Mdio PresencialContabilidade EletrotcnicaInformtica

    IFTM CAMPUS UBERABA

    Cursos Tcnicos Integrados ao Ensino Mdio PresencialAdministraoAgropecuria

    Cursos Tcnicos Concomitantes ao Ensino Mdio PresencialAdministraoQumica

    Cursos de Graduao PresencialTecnologia em Alimentos Bacharelado em Engenharia AgronmicaBacharelado em Zootecnia Licenciatura em Cincias BiolgicasLicenciatura em Qumica

    Cursos de Ps-Graduao Lato Sensu PresencialSaneamento Ambiental

    Gesto Ambiental Diagnstico e Adequao AmbientalEducao Prossional e Tecnolgica Aplicada Gesto de Programas e Projetos de Aprendizagem

    Cursos de Ps-graduao Stricto Sensu PresencialMestrado Prossional em Cincia e Tecnologia de AlimentosMestrado Prossional em Educao TecnolgicaMestrado Prossional em Produo Vegetal

    Cursos de IdiomasEspanholFrancsIngls

    IFTM CAMPUS AVANADO UBERABA PARQUE TECNOLGICO

    Cursos Tcnicos Integrados ao Ensino Mdio PresencialComputao GrcaEletrnicaManuteno e Suporte em Informtica

    Cursos Tcnicos Concomitantes ao Ensino Mdio a DistnciaAdministrao Automao Industrial Edicaes Eletroeletrnica Informtica para Internet Segurana do TrabalhoServios Pblicos (Polos em Minas Gerais: Araguari, Buritis, Campina Verde, Carmo do Paranaba, Joo Pinheiro, Patos de Minas, Presidente Olegrio, Patrocnio, Sacramento, Tapira, Uberaba, Uberlndia, Uberlndia Centro.)

    Cursos de Graduao PresencialBacharelado em Engenharia da Computao Tecnologia em Anlise e Desenvolvimento de Sistemas

    Cursos de Graduao a Distncia Licenciatura em Computao (Polos em Minas Gerais: Araguari, Ituiutaba, Coromandel, Lagamar e Uberaba.)

    Licenciatura em Letras Portugus (Polos em Minas Gerais: Arax, Araguari, Coromandel, Ituiutaba, Lagamar e Uberaba) (Polos em So Paulo: Jardim Moreno, Jardim Paulistano, Jardim So Carlos e So Joo Climaco)

    Licenciatura em Matemtica (Polos em So Paulo: Jardim Moreno, Jardim Paulistano, Jardim So Carlos e So Joo Climaco)

    15

  • Cursos de IdiomasEspanholFrancsIngls

    IFTM CAMPUS UBERLNDIA

    Cursos Tcnicos Integrados ao Ensino Mdio PresencialAgropecuriaAlimentosManuteno e Suporte em InformticaMeio Ambiente

    Cursos Tcnicos Concomitantes ao Ensino Mdio PresencialAgropecuria

    Cursos de Graduao PresencialBacharelado em Engenharia AgronmicaTecnologia em Alimentos

    Cursos de Ps-Graduao Lato Sensu PresencialControle de Qualidade em Processos Alimentcios

    Cursos de IdiomasEspanholIngls

    CAMPUS UBERLNDIA CENTRO

    Cursos Tcnicos Integrados ao Ensino Mdio PresencialAdministraoComputao Grca

    Cursos Tcnicos Concomitantes ao Ensino Mdio PresencialRedes de Computadores

    Cursos de Graduao PresencialLicenciatura em Computao Tecnologia em LogsticaTecnologia em MarketingTecnologia em Sistemas para Internet

    Ps-Graduao Lato Sensu PresencialAnlise e Desenvolvimento de Sistemas Aplicados Gesto EmpresarialTecnologias, Linguagens e Mdias em EducaoGesto de Negcios

    16

  • Gesto deIngressos

  • Tem como objetivo executar, no mbito do Instituto Federal do Tringulo Mineiro, as polticas de acesso aos cursos presenciais e na modalidade distncia e cursos do Centro de Idiomas.

    responsvel pela preparao, elaborao, aplicao, processamento, divulgao dos resultados, convocaes e liberaes de matrculas dos processos de seleo, para preenchimento de vagas nos diversos nveis da educao prossional tcnico, graduao e ps-graduao (presencial e a distncia), de acordo com os princpios e objetivos de cada formao, em conformidade com as legislaes e regulamentaes do IFTM.

    Realiza a sistematizao e padronizao dos processos seletivos, alm de possuir o conhecimento das aes e procedimentos adotados quanto poltica de ingresso do Instituto.

    Quais os documentos exigidos para inscrio?CPF e carteira de identidade (RG).CPF Poder ser requerido nas Unidades de Atendimento Integrado (UAI), agncias do Banco do Brasil, Caixa Econmica Federal ou Correios e no site da Receita Federal http://receita.fazenda.gov.br/orientacao/tributaria/cadastros/cadastro-de-pessoas-sicas-cpf.Carteira de Identidade (RG) emitida pelas Secretarias de Segurana Pblica (SSP) dos Estados e vlida em todo o territrio nacional. Atualmente, no estado de Minas Gerais, o RG est sendo expedido nas Unidades de Atendimento Integrado (UAI). Leve os seguintes documentos: 2 fotos 3x4, iguais e recentes; Certido de Nascimento (original e cpia) ou Certido de Casamento (original e cpia) e CPF.

    Minha carteira estudantil um documento de identicao?No. Os documentos que so aceitos como identicao so os seguintes: cdulas de identidade expedidas pelas Secretarias de Segurana Pblica, Foras Armadas, Polcia Militar e Polcia Federal; cdulas de identidade para estrangeiros, expedidas pelo Ministrio das Relaes Exteriores; cdulas de identidade fornecidas por ordens ou conselhos de classes que, por Lei, valham como documento de identidade; Passaporte; Carteira de Trabalho e Previdncia Social; bem como a Carteira Nacional de Habilitao com fotograa, na forma da Lei n 9.503, de 1997.

    4.1

    4.2

    Atribuies

    Informaes aos candidatos

    Cursei apenas um ano de meus estudos em escola particular, posso concorrer por meio da modalidade de reserva de vagas?No. De acordo com a Lei n. 12711/2012, s podero concorrer s vagas reservadas candidatos que tenham cursado integralmente seus estudos em escola pblica.

    Qual a durao do ensino fundamental?Desde 2006, a durao do ensino fundamental, que era de 8 (oito) anos, passou a ser de 9 (nove) anos. O ensino fundamental um dos nveis da Educao Bsica no Brasil e atende crianas a partir dos 6 (seis) anos de idade.

    Caso acontea algum problema/dvida durante minha inscrio ou pagamento, o que devo fazer? fundamental a leitura do Edital para sanar seus problemas/dvidas. Caso persistam, o candidato dever enviar um e-mail Comisso Permanente de Processo Seletivo (Copese) [email protected] , informando seu nome, curso pretendido, campus, telefone para contato e demais informaes que julgar necessrio, e explicar com clareza seu problema/dvida.

    A inscrio poder ser alterada?As alteraes s podem ser feitas antes do pagamento da taxa de inscrio. Para edit-la, acessar o item Inscries > Alterar dados, inserir seu CPF e senha, e fazer a devida alterao. Qualquer dvida, entrar em contato com a Comisso Permanente de Processo Seletivo (Copese), por e-mail ou telefone.

    O que o programa de incluso social e como participar? Neste programa de incluso social, o candidato poder obter bnus acrescido sua nota, se indicar no ato da inscrio a participao no programa de incluso social e entregar os documentos exigidos. Ver os documentos exigidos em Edital.

    O que levar no dia da prova, quando houver?Caneta esferogrca azul ou preta, documento de identicao, carto de inscrio e comprovante de pagamento da taxa de inscrio. O candidato dever chegar trinta minutos antes do horrio previsto para o incio das provas.

    O que curso tcnico de nvel mdio integrado ao ensino mdio?O curso tcnico integrado ao ensino mdio aquele em que o estudante faz o curso tcnico juntamente com o ensino mdio, ambos no IFTM. O curso para candidatos que concluram o ensino fundamental, tem durao de trs anos e realizado em tempo integral.

    O que curso tcnico de nvel mdio na forma concomitante?O curso tcnico concomitante aquele realizado enquanto o estudante ainda est cursando o ensino mdio. Na concomitncia externa, o estudante cursar o tcnico no IFTM e o ensino mdio em outra Instituio de Ensino. Em conformidade com os editais do Instituto, o estudante que j concluiu o ensino mdio tambm pode realizar inscrio na forma concomitante.

    18

  • Existe mensalidade nos cursos do Instituto Federal do Tringulo Mineiro?No. Os cursos so gratuitos, no h nenhuma mensalidade nem taxa de matrcula.

    Os cursos podem ser feitos com qualquer idade?Com exceo do Centro de Idiomas, em que o pr-requisito ter idade igual ou superior a 13 anos, nos demais cursos ofertados pelo Instituto no importa a idade. O pr-requisito para o ingresso refere-se escolaridade.

    Para fazer um curso superior no IFTM, como proceder?O ingresso nos cursos superiores ser feito pelo Sistema de Seleo Unicada (SiSU). O candidato dever fazer as provas do Exame Nacional do Ensino Mdio (ENEM). As inscries do SiSU devero ser efetuadas na pgina www.sisu.mec.gov.br.

    O candidato pode concorrer no processo seletivo pela reserva de vagas e tambm pela ampla concorrncia?No. No momento da inscrio o candidato dever escolher se quer participar do processo seletivo pela reserva de vagas ou ampla concorrncia.

    Cursando integralmente os estudos em escola pblica, o candidato s pode concorrer por meio da reserva de vagas?No. No ato da inscrio, ele pode optar por participar do processo seletivo pela reserva de vagas ou pela ampla concorrncia.

    CONTATO

    Coordenao Geral Comisso Permanente de Processo Seletivo (Copese)Telefone: (34) 3326-1135 | (34) 3326-1148E-mail: [email protected]

    19

  • Aes doEnsino

  • Dentre as aes, destacam-se:

    consolidao e fortalecimento dos cursos ofertados;

    ampliao da oferta de formao;

    consolidao e ampliao das aes de diversidade e incluso visando democratizao do ensino;

    reduo das taxas de evaso e reteno de estudantes;

    atividades de monitoria e de reforo nos diversos componentes curriculares e nos laboratrios de ensino;

    promoo e incentivo participao em eventos cientcos e congneres, ocinas de arte (dana, teatro, msica, cinema).

    valorizao de atividades esportivas e a promoo de jogos internos.

    Soma-se a estas aes a participao do IFTM em editais do Programa Institucional de Bolsa de Iniciao Docncia (PIBID) e Programa de Educao Tutorial (PET).

    CONTATO

    Pr-Reitoria de EnsinoEndereo: Av. Doutor Randolfo Borges Jnior, 2900 Univerdecidade Endereo: CEP: 38064-300 Uberaba/MGTelefones: (34) 3326-1115 | (34) 3326-1117 | (34) 3326-1118 | (34) 3326-1136 | (34) 3326-1137| (34) 3326-1139 Fax: (34) 3326-1101E-mail: [email protected]

    O Programa de Monitoria consiste em uma estratgia institucional que visa melhoria do processo ensino-aprendizagem nos cursos ofertados pelo Instituto, em cada um dos seus campi. A Monitoria uma atividade acadmica de mbito institucional, exercida por estudantes regularmente matriculados e diretamente supervisionados por professores orientadores, visando contribuir para a qualidade do ensino nos cursos do IFTM e promover a cooperao entre docentes e discentes.

    5.1 Aes de Ensino

    5.2 Programa de Monitoria

    So consideradas atividades de monitoria:

    I. auxlio aos estudantes na resoluo de exerccios, trabalhos e atividades prticas;

    II. auxlio ao professor orientador na produo de informaes e recursos didticos diversicados, para mediar o processo ensino-aprendizagem;

    III. atividades didtico-pedaggicas designadas pelo professor orientador que tenham por objetivo a melhoria do processo de ensino aprendizagem, tais como o reforo escolar;

    IV. auxlio ao professor orientador no desenvolvimento de prticas pedaggicas em laboratrios.

    O programa de monitoria do IFTM regulamentado pela Resoluo n. 49, de 27 de agosto de 2013.

    Os Ncleos de Atendimento s Pessoas com Necessidades Educacionais Especcas, institudos em cada campus do IFTM, consistem em um programa permanente que tem por nalidade garantir o acesso, a permanncia e o sucesso escolar do estudante com necessidades educacionais especcas. Estes ncleos promovem, em conjunto com os demais setores do IFTM, suporte tcnico, cientco, acadmico e pedaggico necessrio s atividades de ensino, pesquisa e extenso, desenvolvidas na rea da educao especial e inclusiva, sob a perspectiva da cultura da diversidade humana. Tambm atuam na assessoria de planejamento e execuo de projetos de formao continuada de professores para a Educao Especial, destinados comunidade interna e externa do IFTM.

    Os princpios norteadores dos NAPNEs so:

    I. universalizao do acesso educao;

    II. articulao entre os campi e entidades voltadas para as pessoas com necessidades educacionais especcas;

    III. contribuio para a construo de um novo paradigma educacional compreendendo a pessoa com necessidades educacionais especcas como sujeitos sociais;

    IV. auxlio no desenvolvimento da prtica pedaggica, buscando novas bases conceituais/metodolgicas para a Educao Especial/Inclusiva;

    5.3 Ncleo de Atendimento s Pessoascom Necessidades EducacionaisEspeccas do IFTM (NAPNE/IFTM)

    21

  • Os Ncleos de Estudos Afro-Brasileiros e Indgenas do IFTM tm a nalidade de implementar a Lei n. 11.645/2008, que institui a obrigatoriedade de incluir no currculo ocial da rede de ensino a temtica Histria e Cultura Afro-Brasileira e Indgena, pautada na construo da cidadania por meio da valorizao da identidade tnico-racial, principalmente de negros, afrodescendentes e indgenas.

    Dentre suas aes, os ncleos organizam atividades que contemplam os diversos aspectos da histria e da cultura que caracterizam a formao da populao brasileira, a partir desses dois grupos tnicos, tais como o estudo da histria da frica e dos africanos, a luta dos negros e dos povos indgenas no Brasil.

    Os NEABIs so regulamentados pela Resoluo n. 43/2012, de 26 de novembro de 2012.

    Os Ncleos de Apoio Pedaggico do IFTM so setores de apoio e assessoramento didtico-pedaggico Direo de Ensino, Pesquisa e Extenso, Coordenao Geral de Ensino, Pesquisa e Extenso, ou equivalentes, s coordenaes de cursos, aos docentes e aos estudantes em todos os processos de ensino e aprendizagem, visando assegurar a implementao das polticas e diretrizes educacionais dos diferentes nveis/modalidades de ensino.

    Estes Ncleos tm como objetivos assessorar a equipe gestora de ensino, os docentes, o Ncleo Docente Estruturante (NDE) e o colegiado de cursos na concepo, consolidao, avaliao e atualizao dos projetos pedaggicos; apoiar os docentes no planejamento das atividades de ensino e na prtica educacional voltada inovao para a qualidade do ensino, da pesquisa e da extenso e acompanhar as atividades

    5.5

    5.4 Ncleo de Estudos Afro-Brasileirose Indgenas do IFTM (NEABI/IFTM)

    Ncleo de Apoio Pedaggico doIFTM (NAP/IFTM)

    O Programa de Acesso, Permanncia e xito dos Estudantes do IFTM foi criado a partir da integrao, socializao e articulao das equipes envolvidas com o trabalho de acompanhamento aos ndices de concluso, permanncia, reteno e evaso deste Instituto.

    A descrio do histrico deste trabalho inicia-se a partir de 2010 e 2011, perodo no qual foram realizados, respectivamente, o I e II Fruns de Gestores do Ensino e Equipes Pedaggicas do IFTM, em que foram discutidas aes para o acompanhamento dos ndices de concluso, reteno e evaso deste Instituto.

    Posteriormente, em 2013, o projeto Um estudo sobre a evaso nos cursos presenciais do Instituto Federal de Educao, Cincia e Tecnologia do Tringulo Mineiro (IFTM) foi criado como parte de um conjunto de aes para amenizar o problema da evaso no IFTM. Os dados levantados nessa pesquisa subsidiaram a implantao de algumas aes na instituio e foram utilizados no Plano de Desenvolvimento Institucional PDI 2014 - 2018 (http://www.iftm.edu.br/pdi/ arquivos/pdi.pdf).

    Em 2014, este projeto passou por reformulaes, sobretudo quanto ao instrumento para a coleta de dados.

    No mesmo ano, a PROEN fez parte do Grupo de Trabalho Evaso, Reteno e Assistncia Estudantil na Rede Federal, que foi uma iniciativa da Diretoria de Polticas de Educao Prossional e Tecnolgica da SETEC/MEC.

    Posteriormente, no ano de 2015, por orientao da SETEC/MEC, foram elaborados os Planos Estratgicos de Permanncia e xito dos Estudantes. Este trabalho buscava implementar uma proposta de acompanhamento aos ndices de concluso, permanncia, reteno e evaso em toda a Rede de Educao Prossional e Tecnolgica.

    As informaes detalhadas sobre o Programa de Acesso, Permanncia e xito dos Estudantes do IFTM se encontram disponveis no site do Instituto, menu da Pr-Reitoria de Ensino, no endereo eletrnico www.iftm.edu.br/permanenciaeexito.

    5.6 Programa de Acesso, Permannciae xito dos Estudantes do IFTM

    22

    V. apoio formao continuada de prossionais na rea de Educao Especial/Inclusiva em todos os nveis da prtica educacional.

    A Resoluo n. 42, de 26 de novembro de 2012, regulamenta os NAPNEs no IFTM.

    acadmicas contribuindo para a permanncia e o sucesso escolar dos estudantes.

    Os NAPs so regulamentados pela Resoluo n. 52, de 27 de agosto de 2013.

  • Consoante com as informaes do portal da Coordenao de Aperfeioamento de Pessoal de Nvel Superior (CAPES), o Programa Institucional de Bolsa de Iniciao Docncia uma iniciativa para o aperfeioamento e a valorizao da formao de professores para a educao bsica.

    O programa concede bolsas a alunos de licenciatura participantes de projetos de iniciao docncia desenvolvidos por Instituies de Educao Superior (IES), como o IFTM Campus Uberaba e o IFTM Campus Uberlndia Centro, em parceria com escolas de educao bsica da rede pblica de ensino.

    Os projetos devem promover a insero dos estudantes no contexto das escolas pblicas desde o incio da sua formao acadmica para que desenvolvam atividades didtico-pedaggicas sob orientao de um docente da licenciatura e de um professor da escola.

    Para mais informaes sobre o PIBID, acesse http://www.capes.gov.br/educacao-basica/capespibid/pibid.

    5.7 Programa Institucional de Bolsa deIniciao Docncia (PIBID)

    Conforme informaes do portal do MEC, o Programa de Educao Tutorial desenvolvido por grupos de estudantes, com tutoria de um docente, organizados a partir de formaes em nvel de graduao nas Instituies de Ensino Superior do pas, orientados pelo princpio da indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extenso e da educao tutorial.

    No caso especco do IFTM, h um grupo PET em funcionamento: curso de Bacharelado em Engenharia Agronmica, do IFTM Campus Uberaba.

    O grupo PET, uma vez criado, mantm suas atividades por tempo indeterminado. No entanto, os seus membros possuem um tempo mximo de vnculo: ao bolsista de graduao permitida a permanncia at a concluso da sua graduao e, ao tutor, por um perodo de, no mximo, seis anos, desde que obedecidas as normas do programa.

    Para mais informaes sobre o PET, acesse http://portal.mec.gov.br/pet.

    5.8 Programa de Educao Tutorial (PET)

    23

  • Programas,Aes e Projetosda Extenso

  • Acompanhamento de egressosConjunto de aes que visam acompanhar o itinerrio prossional do egresso, na perspectiva de se identicar cenrios junto ao mundo produtivo e retroalimentar o processo de ensino, pesquisa e extenso.

    Cursos e minicursos de extensoAo pedaggica de carter terico e prtico, com critrios de avaliao denidos e oferta no regular, que promova interesse tcnico, social, cientco, esportivo, artstico e cultural favorecendo a participao da comunidade externa e/ou interna. A carga horria desses cursos varia entre quatro e oito horas.

    EmpreendedorismoApoio formao empreendedora relativa s atividades sociais, criativas e organizacionais, ligadas administrao, execuo e transformao de conhecimentos e bens em novos produtos ou servios.

    Estgio e empregoAtividades de prospeco de oportunidades de estgio e emprego e operacionalizao administrativa do estgio, englobando encaminhamento e documentao necessrios para tal m.

    EventosAo que implica a apresentao e exibio do conhecimento ou produto cultural, cientco e tecnolgico desenvolvido, conservado ou reconhecido pelo IFTM, podendo essa exibio ser pblica e livre ou com clientela especca.

    Projetos sociais, culturais, artsticos e esportivosProjetos que agregam um conjunto de aes, tcnicas e metodologias transformadoras, desenvolvidas e/ou aplicadas na interao com a comunidade, representando solues para incluso social, gerao de oportunidades e melhoria das condies de vida.

    Visitas tcnicasAes que visam promover a interao das reas educacionais do IFTM com o mundo do trabalho, objetivando a complementao dos contedos ministrados.

    Empresa JniorConstitui-se em uma associao civil, sem ns lucrativos e com nalidades educacionais, criada, constituda e gerida exclusivamente por alunos regularmente matriculados nos cursos do IFTM.

    6.1 Aes e Projetos InstitucionaisCONTATO

    Pr-Reitoria de ExtensoEndereo: Av. Doutor Randolfo Borges Jnior, 2900 Univerdecidade CEP: 38064-300 Uberaba/MGTelefones: (34)3326-1132 | (34)3326-1124Fax: (34) 3326-1101E-mail: [email protected]

    O Programa de Assistncia Estudantil tem como nalidade conceder auxlio estudantil e assistncia estudantil com vistas promoo do desenvolvimento humano, apoio formao acadmica e garantia da permanncia dos estudantes dos cursos regulares presenciais do Instituto Federal de Educao, Cincia e Tecnologia do Tringulo Mineiro (IFTM), favorveis ao xito no percurso formativo e insero scio-prossional.

    O programa de assistncia estudantil tem como objetivos:

    democratizar as condies de permanncia dos jovens na escola;

    consolidar o apoio formao acadmica integral;

    promover o acesso e permanncia de estudantes em condies de vulnerabilidade social e econmica;

    contribuir para a promoo da incluso social pela educao, articulada com as demais polticas setoriais;

    contribuir para a permanncia e melhoria do desempenho acadmico do estudante participante do Programa Nacional de Integrao Prossional com a Educao Bsica na Modalidade de Educao de Jovens e Adultos (PROEJA);

    minimizar os efeitos das desigualdades sociais e regionais na permanncia e concluso dos cursos regulares;

    apoiar o estudante na participao em atividades e eventos pedaggicos, esportivos, sociais e culturais, complementares formao acadmica;

    apoiar o estudante por meio de auxlio nanceiro para ateno sade biopsicossocial e para incentivo cultura e ao esporte;

    elevar os ndices de aproveitamento dos estudantes e reduzir as taxas de reteno e evaso.

    6.2 Programa de Assistncia Estudantil

    25

  • Por cursos regulares so entendidos aqueles oferecidos pelos campi vinculados ao IFTM, envolvendo o ensino mdio, os cursos tcnicos de nvel mdio nas vrias formas (integrado, concomitante e subsequente, incluindo a modalidade de EJA), graduao (licenciatura, tecnologia e bacharelado) e ps-graduao. Os alunos de cursos no presenciais do IFTM somente podero ser beneciados com o pagamento de seguro de vida.

    O benefcio oferecido pelo programa dividido em duas categorias: assistncia estudantil e auxlio estudantil.

    Entende-se por auxlio estudantil o apoio a estudantes, nanceiro ou no, para ateno sade biopsicossocial e acessibilidade, concesso de alojamento (IFTM Campus Uberlndia) e participao em atividades ou eventos acadmicos de carter tcnico, cientco, esportivo ou cultural e pagamento de seguros.

    A assistncia estudantil o apoio nanceiro concedido a estudantes, sem contrapartida para a instituio, para garantia de sua permanncia nos estudos.

    O Programa de Assistncia Estudantil do IFTM tem sua coordenao geral sob a responsabilidade da Pr-reitoria de Extenso, na reitoria, sendo auxiliado, nos campi e campi avanados pela Coordenao Geral de Assistncia ao Educando ou setor equivalente.

    CONTATO

    Pr-Reitoria de ExtensoCoordenao Geral de Extenso e Assistncia EstudantilEndereo: Av. Doutor Randolfo Borges Jnior, 2900 Univerdecidade CEP: 38064-300 Uberaba/MGTelefones: (34) 3326-1170 | (34) 3326-1124Fax: (34) 3326-1101E-mail: [email protected]

    Os destaques do Pronatec so:

    criao da Bolsa-Formao;

    criao do FIES Tcnico;

    consolidao da Rede e-Tec Brasil;

    fomento s redes estaduais de EPT, por intermdio do Brasil Prossionalizado;

    expanso da Rede Federal de Educao Prossional Tecnolgica (EPT).

    O programa tem como objetivos:

    expandir, interiorizar e democratizar a oferta de cursos de educao prossional tcnica de nvel mdio e de cursos de formao inicial e continuada ou qualicao prossional presencial e a distncia;

    construir, reformar e ampliar as escolas que ofertam educao prossional e tecnolgica nas redes estaduais;

    aumentar as oportunidades educacionais aos trabalhadores por meio de cursos de formao inicial e continuada ou qualicao prossional;

    aumentar a quantidade de recursos pedaggicos para apoiar a oferta de educao prossional e tecnolgica;

    melhorar a qualidade do ensino mdio.

    A principal novidade do Pronatec a criao da Bolsa-Formao, que permite a oferta de vagas em cursos tcnicos e de Formao Inicial e Continuada (FIC), tambm conhecidos como cursos de qualicao. Estes cursos so oferecidos gratuitamente a trabalhadores, estudantes e pessoas em vulnerabilidade social. So cursos presenciais realizados pela Rede Federal de Educao Prossional, Cientca e Tecnolgica, por escolas estaduais de EPT e por unidades de servios nacionais de aprendizagem como o SENAC e o SENAI. H dois tipos de Bolsa-Formao: a Estudante e a Trabalhador.

    Na Bolsa-Formao Estudante, so cursos tcnicos a partir de 800 horas destinados a alunos das redes pblicas de ensino mdio. A Bolsa-Formao Trabalhador oferece cursos de qualicao a pessoas em vulnerabilidade social e trabalhadores de diferentes pers. Em ambos os casos, os benecirios tm direito a cursos gratuitos e de qualidade, alimentao, transporte e todos os materiais escolares necessrios que possibilitem a posterior insero prossional dos benecirios.

    Alm de criar a Bolsa-Formao, a Lei n. 12.513 amplia o alcance do Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior, que passa a ser chamado de Fundo de Financiamento Estudantil e nancia a oferta de cursos em escolas particulares de EPT. O fundo prov mais duas linhas de crdito, uma para que estudantes possam realizar cursos tcnicos e outra para empresas que desejem oferecer cursos tcnicos ou de Formao Inicial e Continuada a seus funcionrios ou comunidade.

    26

    Criado em 26 de outubro de 2011, com a sano da Lei n 12.513/2011 pela Presidenta Dilma Rousseff, o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Tcnico e Emprego tem como objetivo principal expandir, interiorizar e democratizar a oferta de cursos de Educao Prossional e Tecnolgica (EPT) para a populao brasileira.

    Para tanto, prev uma srie de subprogramas, projetos e aes de assistncia tcnica e nanceira que, juntos, j oferecem cerca de oito milhes de vagas a brasileiros de diferentes pers.

    6.3 Programa Nacional de Acesso ao EnsinoTcnico e Emprego (PRONATEC)

  • 6.5 Projeto Rondon

    Tambm fazem parte do Pronatec aes j em operao pelo MEC. Nesse contexto, merece destaque a expanso da Rede e-Tec Brasil (Decreto n. 7.589, de 26 de outubro de 2011), que amplia e democratiza a EPT por intermdio da oferta de cursos a distncia a partir de centenas de polos pelo pas inteiro. Os recursos vm do Ministrio da Educao, do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), dos servios nacionais de aprendizagem e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econmico e Social (BNDES).

    Para suprir a demanda por cursos de qualidade, o Ministrio da Educao fomenta tambm um esforo nacional para ampliar as redes pblicas de Educao Prossional e Tecnolgica. Nesse contexto, so disponibilizados novos nanciamentos s redes estaduais, que podem ampliar e equipar suas escolas por intermdio do Brasil Prossionalizado.

    CONTATO

    Coordenao GeralEndereo: Av. Doutor Rodolfo Borges Jnior, 2900 Univerdecidade CEP: 38064-300 Uberaba/MGTelefone: (34) 98869-7112 / 99197-7188E-mail: [email protected]

    27

    O Programa de Apoio a Projetos de Extenso tem como nalidade conceder apoio nanceiro institucional para a execuo de projetos de extenso, no mbito do IFTM e seus campi.

    O programa de apoio a projetos de extenso tem como objetivos:

    fomentar o desenvolvimento de atividades de extenso no IFTM;

    apoiar nanceiramente o desenvolvimento de projetos de extenso no IFTM;

    fomentar a extenso como prtica acadmica institucionalizada;

    motivar a participao dos discentes do IFTM no desenvolvimento de atividades de extenso;

    contribuir para o fortalecimento das polticas e diretrizes do IFTM;

    contribuir para o cumprimento das metas e objetivos institucionais do Instituto;

    permitir a articulao das atividades de ensino, pesquisa e extenso no IFTM;

    transferir conhecimento cientco e tecnolgico comunidade em que se encontra inserido o IFTM.

    6.4 Programa de Apoio a Projetosde Extenso do IFTM

    CONTATO

    Pr-Reitoria de ExtensoCoordenao Geral de Extenso e Assistncia EstudantilEndereo: Av. Doutor Randolfo Borges Jnior, 2900 Univerdecidade CEP: 38064-300 Uberaba/MGTelefones: (34) 3326-1170 | (34) 3326-1124Fax: (34) 3326-1101E-mail: [email protected]

    O Projeto Rondon, sob coordenao do Ministrio da Defesa, conduzido em estreita parceria com o Ministrio da Educao, o Ministrio do Desenvolvimento Social e Agrrio, o Ministrio da Sade, o Ministrio do Meio Ambiente, o Ministrio da Integrao Nacional, o Ministrio do Esporte e a Secretaria de Governo da Presidncia da Repblica.

    uma ao interministerial do Governo Federal realizada em coordenao com os Governos Estadual e Municipal que, em parceria com as Instituies de Ensino Superior, reconhecidas pelo Ministrio da Educao, visa a somar esforos com as lideranas comunitrias e com a populao, a m de contribuir com o desenvolvimento local sustentvel e na construo e promoo da cidadania.

    O Projeto Rondon prioriza, assim, desenvolver aes que tragam benefcios permanentes para as comunidades, principalmente as relacionadas com a melhoria do bem estar social e a capacitao da gesto pblica. Busca, ainda, consolidar no universitrio brasileiro o sentido de responsabilidade social, coletiva, em prol da cidadania, do desenvolvimento e da defesa dos interesses nacionais, alm de contribuir para sua formao acadmica e proporcionar-lhe o conhecimento da realidade brasileira.

    CONTATO

    Pr-Reitoria de ExtensoEndereo: Av. Doutor Randolfo Borges Jnior, 2900 Univerdecidade CEP: 38064-300 Uberaba/MGTelefones: (34) 3326-1126 | (34) 3326-1124Fax: (34) 3326-1101E-mail: [email protected]

  • Aes deIdiomas eInternacionalizao

  • Dentre as aes, destacam-se:

    ofertar cursos de idiomas nos nove campi do IFTM;

    organizar a poltica de mobilidade internacional do IFTM com o estmulo cooperao acadmica, propiciando a ida de estudantes e servidores ao exterior e a recepo de estrangeiros;

    rmar parcerias com universidades estrangeiras;

    aplicar o teste TOEFL ITP e TOEIC Bridge por meio do programa o Idiomas sem Fronteiras (Isf);

    coordenar as aes do programa Cincia sem Fronteiras (CsF) no mbito do IFTM;

    soma-se a estas aes a participao do IFTM em editais de mobilidade internacional do Colleges and Institutes Canada (CICan); do programa Jovens Embaixadores, iniciativa de responsabilidade social da Embaixada dos Estados Unidos; chamada para o Youth Camp do Congresso Internacional da Federao dos Colleges e Politcnicos (WFCP), entre outros editais.

    Tem como objetivo a oferta de cursos de lnguas estrangeiras (ingls, francs e espanhol), ministrados para comunidade externa, estudantes e servidores do IFTM por professores do prprio Instituto, norteando as aes da Rede Federal de Ensino Tcnico e Tecnolgico no que se refere s estratgias de internacionalizao.

    7.1 Aes de Idiomas eInternacionalizao

    7.2 Centro de Idiomas

    O programa Idioma sem Fronteiras (IsF), institudo pela Portaria do Ministrio da Educao (MEC) n 1466, de 18 de dezembro de 2012, tem como principal objetivo incentivar o aprendizado de lnguas, alm de propiciar uma mudana abrangente e estruturante no ensino de idiomas estrangeiros nas universidades do Pas. O programa IsF vem auxiliando alunos, servidores e a comunidade acadmica em geral a aperfeioar seus conhecimentos de lngua inglesa.

    Em 2014 o IFTM tornou-se Centro Aplicador do TOEFL ITP por meio do programa Idiomas sem Fronteiras, proporcionando a estudantes de nvel superior, ps-graduao e servidores do IFTM a realizao do teste.

    Desde 2015, o teste TOEIC Bridge aplicado para alunos dos cursos tcnicos do IFTM.

    Cincia sem Fronteiras um programa que busca promover a consolidao, expanso e internacionalizao da cincia e tecnologia, da inovao e da competitividade brasileira por meio do intercmbio e da mobilidade internacional. Desde 2013 o IFTM participa das chamadas do programa Cincia Sem Fronteiras. Alunos dos campi Uberlndia, Uberlndia Centro, Ituiutaba, Uberaba e Uberaba Parque Tecnolgico selecionados zeram mobilidade internacional para Austrlia, Portugal, Espanha, Hungria, Estados Unidos e Canad.

    CONTATO

    Coordenao Geral do Centro de Idiomas e Relaes InternacionaisEndereo: Av. Doutor Randolfo Borges Jnior, 2900 Univerdecidade CEP: 38064-300 Uberaba/MGTelefones: (34) 3326-1141E-mail: [email protected] | [email protected]

    7.5 Programa Cinciasem Fronteiras (CsF)

    29

    O Instituto Federal do Tringulo Mineiro (IFTM) possui parcerias de mobilidade internacional com pases na Amrica do Sul e do Norte, Europa e sia.

    7.4 Centro Aplicador dos Testes TOEFL ITP e TOEIC Bridge

    7.3 Parcerias Internacionais

  • Programasde Pesquisae Inovao

  • O Programa de Apoio Iniciao Pesquisa Cientca e Tecnolgica tem como objetivos:

    possibilitar a gerao e a transformao do conhecimento;

    atender s necessidades e interesses da sociedade;

    incentivar o desenvolvimento e a consolidao dos Grupos de Pesquisa;

    incentivar a capacitao e a qualicao dos pesquisadores do IFTM;

    contribuir para a melhoria da formao prossional;

    subsidiar o desenvolvimento de programas de ps-graduao;

    promover a gerao de produtos e/ou processos inovadores que resultem em propriedade intelectual.

    O programa tem por nalidade despertar o interesse e incentivar vocaes para as atividades de pesquisa cientca e tecnolgica entre os acadmicos regularmente matriculados no IFTM.

    CONTATO

    Pr-Reitoria de Pesquisa, Ps-Graduao e InovaoEndereo: Av. Doutor Randolfo Borges Jnior, 2900 Univerdecidade CEP: 38064-300 Uberaba/MGTelefones: (34) 3326-1121 | (34) 3326-1158 | (34) 3326-1166Fax: (34) 3326-1101E-mail: [email protected]

    O Programa de Incentivo Inovao tem como objetivos:

    difundir a cultura e incentivar a busca pela inovao;

    prospectar as tecnologias desenvolvidas no IFTM;

    divulgar a produo intelectual relacionada s atividades de inovao;

    assessorar os professores, pesquisadores e alunos em todos os aspectos relacionados com produo e gesto da inovao;

    8.1 Programa de Apoio Iniciao Pesquisa Cientca e Tecnolgica

    8.2 Programa de Incentivo Inovao

    qualicar os prossionais do IFTM para redao de projetos relacionados inovao, melhorando as suas condies de concorrncia em editais;

    fomentar e fortalecer parcerias e buscar nanciamento junto a rgos governamentais, empresas e sociedade, para a difuso de novas tecnologias;

    desenvolver e integrar redes de informaes entre pesquisadores, empresrios e Instituies de Cincia e Tecnologia;

    apoiar e promover a transferncia de tecnologia e a internalizao da pesquisa nas empresas;

    acompanhar os projetos, contratos e convnios realizados no mbito do IFTM que versem sobre inovao ou que possam resultar em criao intelectual;

    fomentar a interao do NIT com os demais atores do processo de inovao no IFTM.

    O Programa de Incentivo Inovao tem por nalidade a criao e o gerenciamento da Poltica de Incentivo Inovao e Pesquisa Cientca e Tecnolgica, bem como a viabilizao de estratgias e aes relacionadas propriedade intelectual nos mbitos interno e externo do IFTM.

    CONTATO

    Pr-Reitoria de Pesquisa, Ps-Graduao e InovaoEndereo: Av. Doutor Randolfo Borges Jnior, 2900 Univerdecidade CEP: 38064-300 Uberaba/MGTelefones: (34) 3326-1121 | (34) 3326-1158 | (34) 3326-1166Fax: (34) 3326-1101E-mail: [email protected]

    O Programa de Apoio Ps-Graduao tem como objetivos:

    formar e capacitar prossionais qualicados para exercer a prtica prossional avanada e transformadora de procedimentos, visando atender demandas sociais, organizacionais ou prossionais e do mercado de trabalho;

    formar e capacitar prossionais qualicados para transferir conhecimento para a sociedade, atendendo demandas especcas e de arranjos produtivos com vistas ao desenvolvimento nacional, regional ou local;

    formar e capacitar prossionais qualicados para promover a articulao integrada da formao prossional com entidades demandantes de naturezas diversas, visando melhorar a eccia e a ecincia das organizaes pblicas e privadas por meio da soluo de problemas, gerao e aplicao de processos de inovao apropriados;

    8.3 Programa de Apoio Ps-Graduao

    31

  • formar e capacitar prossionais qualicados para contribuir no agregamento de competitividade e aumentar a produtividade em empresas pblicas ou organizaes pblicas e privadas;

    incentivar a docncia e capacitao acadmica.

    O programa tem por nalidade planejar e coordenar as polticas de pesquisa e ps-graduao acompanhando e avaliando a elaborao e implementao de projetos de cursos de ps-graduao nos mbitos interno e externo do IFTM.

    CONTATO

    Pr-Reitoria de Pesquisa, Ps-Graduao e InovaoEndereo: Av. Doutor Randolfo Borges Jnior, 2900 Univerdecidade CEP: 38064-300 Uberaba/MGTelefones: (34) 3326-1121 | (34) 3326-1158 | (34) 3326-1166Fax: (34) 3326-1101E-mail: [email protected]

    32

  • (1) Campus Avanado Uberaba Parque Tecnolgico (1) Reitoria

    (1) Campus Uberaba (2) Campus Ituiutaba

    (3) Campus Uberlndia (3) Campus Uberlndia Centro

    (4) Campus Paracatu (5) Campus Patrocnio

    (6) Campus Patos de Minas (7) Campus Avanado Campina Verde

    31

    2 5 6

    4

    7

    O Instituto Federal de Educao, Cincia e Tecnologia do Tringulo Mineiro j benecia mais de 12 mil alunos, em todas as suas modalidades de ensino.

    Com unidades localizadas em sete municpios de Minas Gerais, o IFTM expande sua atuao e amplia os horizontes dos estudantes, atravs de educao tecnolgica gratuita e de qualidade, criando oportunidades para um futuro promissor.

    Localizao dasunidades do IFTM

    Ensino em expanso

    (1) Campus Avanado Uberaba Parque TecnolgicoUnidade I Unidade II

  • ELABORAODiretoria de Comunicao Social e Eventos

    IFTM Reitoria

    Diretora de Comunicao Social e EventosRosemar Rosa

    Coordenador de Comunicao SocialDanilo Silva de Almeida

    Programador VisualWendell Albino Silva

    DiagramadorMarcos Roberto Capuci Lima

  • Pgina 1Pgina 2Pgina 3Pgina 4Pgina 5Pgina 6Pgina 7Pgina 8Pgina 9Pgina 10Pgina 11Pgina 12Pgina 13Pgina 14Pgina 15Pgina 16Pgina 17Pgina 18Pgina 19Pgina 20Pgina 21Pgina 22Pgina 23Pgina 24Pgina 25Pgina 26Pgina 27Pgina 28Pgina 29Pgina 30Pgina 31Pgina 32Pgina 33Pgina 34Pgina 35Pgina 36