Catalogo fm

download Catalogo fm

of 36

  • date post

    25-Jul-2015
  • Category

    Engineering

  • view

    137
  • download

    2

Embed Size (px)

Transcript of Catalogo fm

  • laminados a frio

    laminados a quente

    zincados

    folhas metlicas

    pr-pintado csn

    csn galvalume

  • ndice

    perfil

    fluxo de produo

    histria da embalagem de ao

    csn no mercado de embalagens

    produtos

    folhas metlicas

    folhas metlicas de simples e dupla reduo

    principais aplicaes

    normas e especificaes

    dimenses e bordas

    tolerncias de dimenso e forma

    composio qumica

    propriedades mecnicas

    acabamentos e revestimentos

    acabamento de superfcie

    tratamento de passivao de superfcie

    oleamento

    garantias

    identificao e certificao

    embalagem

    transporte, manuseio e armazenagem

    definies tcnicas

    como fazer o seu pedido

    tabelas de converso

    2

    6

    1 1

    9

    2321

    27

    17

    24

    282930

  • perfil

    2

    Fundada em 1941 e com operaes iniciadas em 1946, a Companhia Siderrgica

    Nacional (CSN) hoje uma das Empresas mais integradas e rentveis do setor

    em todo o mundo. Com o menor custo de produo e uma das maiores margens

    EBITDA, figura em posio de destaque entre complexos siderrgicos de todo o

    mundo e tem suas aes listadas nas Bolsas de Valores de So Paulo (Bovespa)

    e Nova Iorque (Nyse). Seus negcios se apiam em cinco pilares: minerao,

    siderurgia, logstica, energia e cimento.

    A CSN oferece a seus clientes um diversificado portiflio de aos e

    minrio de ferro de alto grau de pureza. Administra terminais

    porturios e detm participaes em ferrovias e em ativos

    de gerao que garantem uma estratgica auto-suficincia

    em energia eltrica.

    A Empresa possui cinco linhas de galvanizao no Brasil,

    assim distribudas: trs na Usina Presidente Vargas, em

    Volta Redonda (RJ); uma na GalvaSud, em Porto Real (RJ);

    e outra na filial CSN Paran, em Araucria (PR), que tambm

    faz laminao a frio e pr-pintura. Conta ainda com duas

    subsidirias no exterior: a CSN LLC, nos EUA, que atua em laminao

    a frio e galvanizao, e a Lusosider, em Portugal, que tambm produz laminados

    revestidos.

    a nica fabricante no Brasil de folha-de-flandres, matria-prima para embalagens

    metlicas, e de Galvalume, ao revestido de zinco e alumnio que conjuga brilho e

    durabilidade e tem emprego crescente na construo civil. Produz ainda ao pr-

    pintado, item cada vez mais usado no setor habitacional e em eletrodomsticos,

    entregando-o nas especificaes de cor e tamanho requeridas pelos clientes.

    Controla ainda a Metalic Nordeste, nica produtora de latas de ao de duas peas

    para bebidas gaseificadas da Amrica Latina; a Companhia Metalrgica Prada,

    maior fabricante de embalagens de ao para as indstrias qumica e alimentcia do

    Pas; e a Indstria Nacional de Aos Laminados (Inal), especializada no segmento

    de distribuio e preparada para atender prontamente s demandas de clientes de

    Norte a Sul do territrio brasileiro.

    Auto-suficiente tambm em minrio de ferro, detm reservas de alta qualidade na

    mina de Casa de Pedra. Por meio de sua subsidiria integral Nacional Minrios S.A.

    (Namisa), a Empresa adquiriu a Companhia de Fomento Mineral (CFM), mineradora

    integrada ao sistema CSN de logstica (ferrovia e porto) e com capacidade instalada

    de produo de aproximadamente 6 milhes de toneladas de minrio de ferro

    anuais, com projeto de expanso para 16,5 milhes de toneladas. No setor de

    minerao, tambm extrai dolomito, calcrio importantes insumos siderrgicos

    e estanho usado na fabricao de latas metlicas.

    A CSN administra o Terminal de Granis Slidos (Tecar) e o Terminal de Contineres

  • 3(Sepetiba Tecon), ambos no Porto de Itagua (RJ). Detm participao acionria em

    duas companhias ferrovirias, a MRS Logstica, que interliga as linhas de produo

    da Empresa na Regio Sudeste, e a Transnordestina Logstica.

    Privatizada em 1993, a CSN passou por um processo de profunda reestruturao

    que a tornou uma das empresas do setor mais modernas e rentveis do mundo.

    Hoje, conta com equipe de colaboradores altamente capacitados e motivados a

    buscar constantes inovaes e ganhos de produtividade.

    A Companhia tem sua atuao pautada pela responsabilidade e pela conduta

    tica. Responsabilidade em relao s comunidades em que est presente, ao

    compromisso com o meio ambiente e sociedade como um todo. Marco da

    industrializao nacional, a CSN est solidamente posicionada nos mercados de

    maior potencial de crescimento do Pas e trabalha, sempre, para ajudar o Brasil a

    trilhar o caminho do desenvolvimento.

  • fluxo de produo

    4

  • 5

  • O uso de folhas metlicas para produo de embalagens surgiu de experimentos

    rudimentares realizados no sculo XVIII. Foi o francs Nicolas Appert o primeiro

    a constatar, em 1790, que alimentos aquecidos e acondicionados em embalagens

    devidamente seladas podiam ser guardados por mais tempo, livre da ao de certos

    tipos de bactrias. O mtodo foi cientificamente comprovado mais de 70 anos

    depois pelo pesquisador Louis Pasteur, que batizou o processo de pasteurizao.

    No sculo XIX, em 1810, o ingls Peter Durand patenteava uma inovao:

    uma tcnica especial permitindo o uso do metal na fabricao de embalagens.

    Um ano depois, a empresa Dartford Iron Works fazia os primeiros testes em

    grande escala, atendendo a uma solicitao da marinha e do exrcito britnico.

    Finalmente, em meados do sculo XX, mais precisamente na dcada de 1940,

    as embalagens metlicas passaram por um importante e decisivo teste de ordem

    prtica: mostraram-se perfeitas para o fornecimento de alimentos aos combaten-

    tes e populao civil, durante a II Guerra Mundial.

    Desde ento, as embalagens de ao so utilizadas para acondicionar, proteger

    e conservar os mais diferentes produtos e seus principais benefcios so:

    Segurana por ser inviolvel e inflamvel, dispensando o uso de conservantes

    qumicos.

    Resistncia no empilhamento e transporte.

    100% reciclvel e se degrada, em mdia, em 5 anos.

    As caractersticas exclusivas oferecidas pelo ao tornaram este tipo de embalagem

    insubstituvel na composio da imagem e da qualidade de muitos dos mais

    renomados e conhecidos produtos que fazem parte do nosso cotidiano.

    csn no mercado de embalagens

    O papel da CSN no mercado de embalagem est na produo da matria-prima

    e no desenvolvimento de aplicaes e solues que melhor atendam nossos

    clientes. Quando restringimos este ambiente s embalagens metlicas, a CSN

    ganha dimenses que a posicionam como um dos mais importantes elos da cadeia

    produtiva, pois a nica fornecedora de folhas metlicas no Brasil e a maior da

    Amrica Latina.

    Presente no setor h mais de 50 anos, no por coincidncia quando a primeira

    embalagem de ao foi fabricada no pas, a CSN produz e comercializa folhas

    metlicas para confeco de embalagens voltadas aos mais diversos segmentos

    de mercado. So inmeras conformaes, cuidadosamente estudadas, obtidas

    e fornecidas de acordo com as necessidades do mercado. A CSN obtm hoje folhas

    metlicas com espessura de at 0,14 mm, incomparavelmente mais finas que

    as de cinqenta anos atrs. Importante, mas no isolada, esta conquista

    incorpora-se utilizao de revestimentos especiais que potencializam a eficincia

    na conservao e proteo de variados tipos de produtos.

    6

    histria da embalagem de ao

  • Lder absoluta, a CSN reconhece a responsabilidade decorrente desta posio,

    colocando-se frente do desenvolvimento e implantao de solues em ao para

    embalagens. Atuando dessa maneira, contribui para conduzir a melhor performance

    do produto embalado, estabelecendo novos patamares de apresentao e imagem.

    Formadora dos maiores nomes da rea tcnica especializada, que garante ex-

    celncia em qualidade, comparvel s melhores empresas do setor em todo

    o mundo, a CSN desenvolve e produz folhas metlicas com o mais alto padro

    de qualidade e segurana, pois so fabricadas a partir de processos diversos,

    atendendo s necessidades especficas de resistncia, conformao, revestimento,

    acabamento e dimenso.

    Centro de inovaes em embalagens metlicas

    Objetivo

    O Centro de Inovaes localizado no Centro de Pesquisas, em Volta Redonda, foi

    criado com a misso de identificar, desenvolver e implantar, em parceria com

    os clientes, projetos de inovao em embalagens metlicas, tendo como pontos

    fundamentais:

    Incentivar o crescimento do consumo de folhas metlicas para embalagens e

    evitar a substituio por sucedneos, por meio de embalagens inovadoras

    e atrativas para o consumidor final.

    Otimizar os custos na cadeia produtiva.

    Propiciar melhores resultados para a CSN e clientes, garantindo rapidez

    e eficincia na implantao dos projetos.

    7

  • Organizao e funcionamento

    O Centro de Inovaes foi organizado a fim de promover o intercmbio tecnolgico

    entre as equipes dos clientes e da CSN, envolvendo times multifuncionais dos

    setores de Desenvolvimento, Marketing, Vendas, Assistncia Tcnica, Engenharia

    de Produtos e Produo, desde o nascimento da idia, sua anlise de viabilidade

    tcnica e econmica, concepo das ferramentas e equipamentos necessrios,

    produo em escala-piloto, at a introduo no mercado consumidor.

    Parceiros tecnolgicos

    O Centro de Inovaes em Embalagens Metlicas da CSN est aberto formao

    de parcerias tecnolgicas que tenham como princ