Categorias Da narrativa - files. · PDF fileA ação é o desenrolar de...

Click here to load reader

  • date post

    21-Nov-2018
  • Category

    Documents

  • view

    220
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of Categorias Da narrativa - files. · PDF fileA ação é o desenrolar de...

  • Portugus

    2014/2015

  • O texto narrativo conta acontecimentos ou experincias conhecidas ou

    imaginadas. Contar uma histria, ou seja, construir uma narrativa,

    implica uma ao, desenvolvida num determinado espao e num

    determinado tempo, praticada por personagens, que nos transmitida

    por um narrador.

    Normalmente, o texto narrativo constitudo por narrao (a ao

    evolui), descrio (das personagens e do espao), dilogo (as

    personagens falam entre si) e monlogo (uma personagem fala consigo

    mesma).

  • Tempo Espao Personagens Ao Narrador

    Categorias da Narrativa

  • Tempo

    Cronolgico

    Histrico

    Psicolgico

    Do discurso

  • 1. Cronolgico Traduz-se nas marcas da passagem do tempo (dia, ms, ano, etc.)

    Ex: Nos primeiros 40 dias um rapaz fora com ele

    2. Histrico Enquadramento histrico das aesEx: Eram ento, em todo o reino das

    Astrias, os fidalgos mais famintos3. Psicolgico - de natureza subjetiva; designa o modo como

    a personagem sente o fluir do tempo.

    Ex: Como o tempo corria devagar

  • 4. Do Discurso - Resulta do modo como o narrador trata o tempo da histria. O narrador pode respeitar a ordem

    cronolgica ou alter-la.

    Momento

    atual

    Momento

    anteriorMomento

    posterior

    Analepse Prolepse

    Ano seguinteMeses

    Elipse

    Resumidos

    Sumrio

  • Espao

    Fsico Social

    Psicolgico

  • 1. Fsico: Lugar onde a ao se realiza.Ex: Era um velho que pescava sozinho num esquife na

    corrente do Golfo.

    2. Social: Espao social que envolve as personagens e a ao.

    Ex: Era uma vila psicologicamente degradada.

    3. Psicolgico Espao/atmosfera que evidencia e revela as reflexes e os pensamentos de uma personagem.Ex:Para ela, aquela casa representava uma priso.

  • Personagens

    Caracterizao

    Relevo

    Processos de Caracterizao

    Conceo

  • 1. Relevo 1.1 Personagem principal - a personagem mais destacada. em

    torno dela que se desenrola toda a narrativa.

    Ex: Santiago de O Velho e o Mar

    1.2 Personagem secundria Personagens que, embora essenciais, desempenham papeis de menor relevo no desenrolar da ao.

    Ex: Rapaz de O Velho e o Mar

    1.3 Figurantes so aqueles que ajudam a construir um ambiente, no

    tendo nenhuma interveno na ao

    Ex: Os outros pescadores de O Velho e o Mar

  • 2. Caracterizao2.1 Fsica: Indicaes de particularidades como altura, estatura, cor

    dos olhos

    Ex: O velho era magro e seco, com profundas rugas na parte de trs do pescoo.

    2.2 Psicolgica: Traos de carcter, qualidades da personagem,

    como hbitos, sentimentos, relacionamento com os outros, etc..

    Ex: As maneira frias davam-lhe uma graa um tanto hostil

  • 3. Processos de Caracterizao

    3.1 Direta As caractersticas so directamente apontadas

    pela prpria personagem (autocaracterizao), por outra

    personagem ou pelo narrador (heterocaracterizao)

    Ex: De cara balofa e gordalhufa, luneta preta com grossa fita passada atrs da orelha

    3.2 Indireta As caractersticas so deduzidas atravs de

    comportamentos, atitudes ou aes da personagem

    Ex: No dava nada a ningum.

    Subentende-se que egosta

  • 4. Conceo 4.1 Redonda (Modelada) - Modifica o seu comportamento ao longo da

    histria e mostra-se cada vez mais complexa.

    4.2 Plana Nunca evolui nem revela densidade psicolgica.

  • Ao

    Relevncia

    Organizao

    Delimitao

    Estrutura da ao

  • A ao o desenrolar de acontecimentos que se relacionam entre si e se

    encaminham ou no para um desenlace.

    A ordenao ou estrutura de uma narrativa caracteriza-se por uma

    situao inicial (introduo), um desenvolvimento (acontecimentos) e

    um desenlace (desfecho ou concluso), que no existe em certas

    narrativas modernas.

    Quando existe desenlace, isto , a resoluo de todas as dvidas,

    expectativas, conflitos ou anseios acumulados, diz-se que se trata de uma

    ao fechada. Quando no existe desenlace, ou seja, se a narrativa

    deixar ao leitor a possibilidade de imaginar a continuao da histria, diz-

    se que se trata de uma ao aberta.

  • 1. Relevncia

    1.1 Principal - resulta de todos os episdios que vo dando a conhecer a

    vida da personagem principal.

    1.2 Secundria - Os factos que no contribuem decisivamente para o

    desenlace.

    2.Organizao

    2.1 Encadeamento Um acontecimento contado a seguir ao outro

    sucessivamente.

    S1 S2 S3 S4

    2.2 Alternncia Conta-se mais do que uma histria, alternando-as.

    H1 H3 H2 H4

    2.3 Encaixe Dentro de uma histria conta-se outra que enriquece a

    primeira

    S1 Seq. Encaixada S1

  • 3. Delimitao

    3.1 Fechada a histria contada at ao desfecho final

    3.2 Aberta o final da histria no revelado

    4. Estrutura

  • Narrador

    Presena

    PosioPonto de

    vista/Focalizao

  • Determinantes pessoais Determinantes pessoais

    e demonstrativos na e demonstrativos na 3 pessoa -

    1pessoa - meu(s), minha(s), dele(s), dela(s), seu(s), sua(s);

    nosso(s), nossa(s), este (s), esse(s), essa(s), aquele(s), aquela(s)

    estas(s)

    Narrador

    Presena Homodiegtico (Autodiegtico) Heterodiegtico

    Definio Narrador que participa Narrador que no participa na histria que narra na histria que narra.

    Car

    acte

    rst

    icas

    Pronomes pessoais da Pronomes pessoais da 3 pessoa -

    1 pessoa eu, me, comigo; ele(s), ela(s), lhes

    ns, nos, connosco

    Formas verbais na Formas verbais na 3 pessoa (sing.

    1 pessoa (sing. e plu.) e plu.)

    Vi, encontrei; vimos, Viu, encontrou; viram, encontraram

    encontrmos

    Posio Narrador Objetivo Narrador Subjetivo

    Definio

    No toma posio face Narra os acontecimentos

    aos acontecimentos. declarando ou sugerindo o seu

    ponto de vista

    Focalizao Omnisciente No Omnisciente Interna Externa

    Definio

    Conhece toda a Conhece apenas parte Sabe mais Sabe menos

    histria e da histria e das do que as do que as

    personagens personagens personagens personagens

  • O texto narrativo pode apresentar vrias modalidades de discurso. O discurso do

    narrador, mais prximo da fico narrada, apresenta-se sob as formas de:

    narrao - relato de acontecimentos e de conflitos, situados

    no tempo e encadeados de forma dinmica, originando a ao.

    descrio - informaes sobre as personagens, os objetos, o

    tempo e os lugares, que interrompem a dinmica da ao e vo

    desenhando os cenrio.

  • O discurso das personagens, mais distante do narrador,

    apresenta-se sob as formas de:

    dilogo - interao verbal ou conversa entre duas ou mais

    personagens (discurso direto com registos de lngua variados);

    monlogo - conversa da personagem consigo mesma, discurso

    mental no pronunciado ou pronunciado, mas sem ouvinte (discurso

    direto com frases simples e reduzidas, muitas vezes com suspenses).

  • Categorias da Narrativa

    http://stortomas.no.sapo.pt/categoriasnarrativa.htm