Chapa 4 Conselho Embraer

of 4 /4
A Chapa 4 na Internet Eleição dos representantes dos trabalhadores não-acionistas no Conselho Administrativo da Embraer - Março/2013 4 A CHAPA DOS TRABALHADORES Siga-nos no twitter: @herbertsind jaetempo.tumblr.com VOTE CHAPA 4! Fortalecer a luta por redução da jornada sem redução de salários e direitos Ser a voz do trabalhador no Conselho Administrativo da Embraer O voto nos companheiros Herbert e Fabiano representa a garantia de termos uma voz dentro do Conselho Administrativo da Embraer. Esse direito precisa ser utilizado de forma efetiva, diferentemente da atuação dos últimos conselheiros. Por isso, é momento de união para eleger a Chapa 4! Em entrevista, Herbert e Fabiano falam da candidatura Págs. 2 e 3 Compromisso: Chapa 4 abre mão de salário de conselheiro Pág. 4 Contribua e mande suas sugestões!

Embed Size (px)

description

Chapa 4 Conselho Embraer

Transcript of Chapa 4 Conselho Embraer

  • A Chapa 4 na Internet

    Eleio dos representantes dos trabalhadores no-acionistas no Conselho Administrativo da Embraer - Maro/2013

    4 A CHAPA DOS TRABALHADORES Siga-nos no twitter: @herbertsind

    jaetempo.tumblr.com

    VOTE CHAPA4!Fortalecer a luta por reduo da jornada sem reduo de salrios e direitosSer a voz do trabalhador no Conselho Administrativo da EmbraerO voto nos companheiros Herbert e Fabiano representa a garantia de termos uma voz

    dentro do Conselho Administrativo da Embraer. Esse direito precisa ser utilizado de forma efetiva, diferentemente da atuao dos ltimos conselheiros. Por isso,

    momento de unio para eleger a Chapa 4!

    Em entrevista, Herbert e Fabiano falam da candidatura Pgs. 2 e 3Compromisso: Chapa 4 abre mo de salrio de conselheiro Pg. 4

    Contribua e mande suas sugestes!

  • Entrevista: Herbert e Fabiano falam de candidatura e da importncia do voto na

    Nossa candidatura est colocadaa servio dos trabalhadores da Embraer

    Fizemos uma entrevista com os dois candidatos da Chapa 4, que concorrem vaga destinada aos trabalhadores no Conselho Administra-tivo da Embraer. Confira:

    Qual o motivo da candidatura da Chapa 4?

    Herbert Claros - Queremos ser a voz dos trabalhadores no Conselho Administra-tivo da Embraer, repassar aos executivos da companhia o que os trabalhadores sentem, vivem e reivindicam.Importante tambm dizer que a vaga no Conselho fruto de uma luta da catego-ria durante o processo de privatizao, na qual o Senado garantiu no edital esse direito aos trabalhadores.

    Fabiano Roque - Por isso, os colegas de todos os setores, no importa de qual unidade sejam, precisam se unir e votar na Chapa 4. Somos a nica alternativa com esta identidade. Vamos representar todos e estaremos sempre abertos s sugestes e demandas que os colegas nos passarem.

    Como vocs pensam viabilizar isto?

    Herbert - Nosso mandato ser marcado pela democracia. Iremos fazer encon-

    tros com os trabalhadores antes das reunies do Conselho. Queremos ter subsdios para serem levados direo, e depois, para prestar contas. Alm disso, podemos usar a tecnologia e a internet para facilitar ainda mais nossa comunicao.

    O que signific a vitria da Chapa 4?

    Roque - Acho que ser um avano no processo de nossa organizao dentro da fbrica. No temos nenhuma iluso de que as coisas se resolvero sozinhas apenas pelo fato de estarmos no Con-selho, afinal, seremos um entre 13. Mas, com certeza, vamos utilizar o cargo para fortalecer a luta em defesa dos anseios dos trabalhadores, como a reduo da jornada, creche, equiparao salarial e outras reivindicaes.

    Mas as outras chapas no poderiam fazer o mesmo?

    Herbert - Respeitamos todos os outros candidatos, mas queremos nos diferen-ciar pela nossa proposta, nosso perfil e passado. Nosso mandato no ser algo individual ou personalista. Ser para representar os trabalhadores. Temos experincia e vivncia na fbrica.

    No somos aventureiros interessados em pegar uma remunerao vultosa. Tanto que j assinamos um compromis-so em cartrio abrindo mo de utilizar o dinheiro do cargo para fins particulares. A verba ser colocada a servio dos tra-balhadores e gerida por eles.

    Na fbrica, esto circulando boatos de que a eleio de vocs colocaria em risco a empresa. O que vocs dizem?

    Fabiano - Olha, quero dizer que muito o que se tem falado apenas para provocar confuso na cabea dos tra-balhadores. Os colegas precisam abrir os olhos e verificar o que est nossa volta. A fbrica e alguns supervisores tm divulgado sua chapa preferida. Ora, agora cabe a nossa reflexo: se a vaga no Conselho dos trabalhadores, por que a Embraer precisa impor nomes? Cada um precisa refletir. Consideramos que o melhor caminho votar unidos, sem diviso, na Chapa 4.

    Herbert - Esse discurso absurdo e vai na contramo da nossa trajetria. Dei-xando um pouco a modstia de lado, gostaria de ressaltar: eu sou vice-presi-dente de um dos maiores sindicatos do pas, j coordenei campanhas salariais e

    Nosso mandato no ser algo individual ou personalista. Ser para representar os trabalhadores. Temos experincia e vivncia na fbrica.

    Reduzir a jornada para melhorar nossa qualidade de vida

    Acabar com a disparidade salarial entre as unidades da Embraer

    preciso mobilizar os trabalha-dores por equiparao salarial. No h justificativas para que a Embraer pague salrios menores nas plantas instaladas fora de So Jos.

    As diferenas so gritantes em alguns casos. Todos somos funcionrios da Em-braer e, independente de onde trabalha-mos, todos ns fabricamos avies.

    Por isso, exigimos e vamos lutar por equiparao salarial, j!

    A Embraer pratica uma das maiores jor-nadas de trabalho de nossa regio. Por isso, precisamos fortalecer a bandeira da redu-o da jornada para 40 horas semanais.

    A medida trar maior qualidade de vida aos trabalhadores, que tero maior tempo para se dedicar aos estudos, famlia e ao descanso. Alm disso, vai gerar mais em-pregos e diminuir a incidncia de doenas ocupacionais.

  • Herbert Claros31 anos de idade. vice-presiden-te do Sindicato dos Metalrgicos de So Jos dos Campos desde 2009. responsvel pela Secreta-ria de Relaes Internacionais do Sindicato, por meio da qual esta-belece intercmbio com trabalha-dores de vrias partes do mundo. membro da comisso de PLR. Coordenou as ltimas Campanhas Salariais dos metalrgicos.

    Fabiano RoqueTem 36 anos. diretor do Sin-dicato dos Metalrgicos de Botucatu e presidente da ADC local. Foi duas vezes o cipeiro mais votado da unidade e vice-presidente da Cipa. Tem nvel superior em Letras e ps-graduado em Administrao. Atualmente cursa Direito. Tem forte reconhecimento entre os trabalhadores por sua atuao.

    Entrevista: Herbert e Fabiano falam de candidatura e da importncia do voto na

    Nossa candidatura est colocadaa servio dos trabalhadores da Embraer

    No somos aventureiros interessados em pegar uma remunerao vultosa. Tanto que j assinamos um compromis-so em cartrio abrindo mo de utilizar o dinheiro do cargo para fins particulares. A verba ser colocada a servio dos tra-balhadores e gerida por eles.

    Na fbrica, esto circulando boatos de que a eleio de vocs colocaria em risco a empresa. O que vocs dizem?

    Fabiano - Olha, quero dizer que muito o que se tem falado apenas para provocar confuso na cabea dos tra-balhadores. Os colegas precisam abrir os olhos e verificar o que est nossa volta. A fbrica e alguns supervisores tm divulgado sua chapa preferida. Ora, agora cabe a nossa reflexo: se a vaga no Conselho dos trabalhadores, por que a Embraer precisa impor nomes? Cada um precisa refletir. Consideramos que o melhor caminho votar unidos, sem diviso, na Chapa 4.

    Herbert - Esse discurso absurdo e vai na contramo da nossa trajetria. Dei-xando um pouco a modstia de lado, gostaria de ressaltar: eu sou vice-presi-dente de um dos maiores sindicatos do pas, j coordenei campanhas salariais e

    me reuni em audincias com ministros do Trabalho e da Justia para tratar de temas muito importantes, como a ques-to da reduo da jornada na Embraer. Ou seja, no somos pessoas inaptas ou irresponsveis. Como o Roque disse, esse discurso para causar confuso. Isso no cola, no tem credibilidade. Nossa conduta ser de representar os interesses dos trabalhadores, com democracia, transparncia e muito tra-balho. Creio que isto est muito claro para os trabalhadores, que, a cada dia, tm demonstrado maior apoio nossa candidatura.

    Agora, um ltimo recado aos trabalhadores da Embraer...

    Herbert - Queria dizer que agora o mais importante a unio. Precisamos da ajuda de todos para eleger a Chapa 4, que no do Herbert e do Roque, mas de todos os trabalhadores, independen-temente do setor ou unidade. No d para desperdiar nenhum voto. Queria finalizar fazendo um pedido para que todos utilizem seu direito de votar. Que os trabalhadores possam ir s urnas e, obviamente, possam escolher a nossa chapa. Nosso compromisso fazer um mandato representativo, junto com vocs.

    Acabar com a disparidade salarial entre as unidades da Embraer

    Mudar a forma como calculada hoje a PLR dos trabalhadores

    A PLR na Embraer menor do que a de traba-lhadores de fbricas de mdio e pequeno porte. Isso precisa mudar, afinal produzimos avies numa empresa de expresso mundial.

    Como foi aprovado no ano passado, na comisso de PLR, a Embraer precisa ouvir os trabalhadores: a PLR precisa ser calculada pelo lucro operacional da empre-sa, o que traria ganhos efetivos aos funcionrios.

    4CHAPA

  • Os candidatos da Chapa 4, Herbert Claros e Fabiano Roque, assinaram, em cartrio, uma carta se comprometendo a abrir mo dos salrios pagos aos membros do Conselho Administrativo da Embraer, se forem eleitos (confira documento ao lado).

    O dinheiro ser integralmente depositado em uma conta do Fun-do de Organizao da Categoria Metalrgica. A Chapa 4 a nica a abrir mo desse dinheiro.

    Os trabalhadores decidiro, em assembleia ou plebiscito, para qual fim ser destinado o dinheiro.

    O pagamento de altos salrios para os membros do Conselho Administrativo da Embraer nada mais do que uma manobra da empresa para garantir que os con-selheiros digam amm.

    Basta olhar a postura do atual conselheiro e do seu vice, que agora est se candidatando como titular.

    A CHAPA 4 DEFENDE TAMBM

    REDUO DA JORNADA DE TRABALHO SEM REDUO DE SALRIO E DE DIREITOSA Embraer a nica grande empresa

    de nossa regio que ainda tem uma jornada de 43 horas por semana. Chegou a hora de ter uma jornada menor para que os trabalhadores possam se dedicar mais ao estudo, ficar mais com a famlia, ter mais lazer.

    GERAO DE EMPREGOSLutar pela gerao de empregos na

    empresa e pela reabertura dos postos de trabalho que foram fechados no 2 turno.

    APRIMORAMENTO DO PLANO DE CARGOS E SALRIOSHoje, existe um PCS (Plano de Cargos

    e Salrios) que no funciona. Com isso, s tm aumento salarial aqueles que so da mesma turminha dos chefes e supervisores. Alm disso, o PCS mais um instrumento de assdio aos lesionados, que nunca conseguem aumento e sempre so mal avaliados.

    SADE DO TRABALHADORLutar, sempre, por mais sade e

    segurana no ambiente de trabalho e atuar, permanentemente, na defesa dos companheiros lesionados.

    PLANO DE APOSENTADORIAPela manuteno dos benefcios do

    Plano de Aposentadoria e pela diminuio dos valores das contribuies.

    MAIS TRANSPARNCIA NO APIMuitos trabalhadores qualificados

    no conseguem passar no API por conta de panelinhas formadas nas reas com vagas disponveis. Isso tem de mudar!

    PROGRAMA BOA IDEIA COM PREMIAO EM DINHEIRO PROPORCIONAL AO BENEFCIO AFERIDO PELA EMPRESAA premiao do programa Boa Ideia

    precisa ser em dinheiro e proporcional aos altos ganhos que a Embraer tem por meio dele. Isso j existe, inclusive, na Volks.

    COMPROMISSO:CHAPA 4 NO FICAR COM

    SALRIO DE CONSELHEIRODepois de 18 anos, precisa-

    mos utilizar efetivamente o di-reito de eleger um representante nosso para o Conselho, para ser a nossa boca e nossos ouvidos numa instncia de deciso da empresa.

    Dinheiro vai para a lutaO Fundo de Organizao

    da Categoria Metalrgica ser criado como fonte de recursos para oferecer suporte s lutas dos trabalhadores, conforme for decidido democraticamente.

    Este um compromisso que s a Chapa 4 pode fazer, inclusive com documento assinado em cartrio. No estamos interes-sados em encher nossos bolsos, mas sim em representar a vonta-de dos trabalhadores da Embra-er, afirmou o vice-presidente do Sindicato dos Metalrgicos de So Jos dos Campos e Regio e candidato pela Chapa 4, Herbert Claros da Silva.

    MANDATo DEMoCrTiCo

    E PArTiCiPATivo

    Se eleita, a Chapa 4 vai fazer um mandato democrtico. Confira nossas propostas para que isso seja concretizado:

    ASSEMBLEIAS ANTES E DEPOIS DAS REUNIES DO CONSELHOEm assembleias, os trabalhadores

    podero pautar questes a serem levadas ao Conselho e, depois, tero a prestao de contas do que foi discutido.

    VISITAS S UNIDADESVisitas mais frequentes a todas as

    unidades para garantir a participao de todos na gesto.

    WEBSITECriao de site para viabilizar

    uma maior interao com os trabalhadores.