Colégio Di ci li a: P a: PoRTUGUÊs desafio - objetivo.br · A cegonha, por sua vez, em outra...

of 8 /8
OBJETIVO PORTUGUÊS – DESAFIO – 6. o ANO 1 Texto para as questões de 1 a 5. (Bill Watterson. Tem alguma coisa babando embaixo da cama – As aventuras de Calvin e Haroldo. São Paulo: Conrad, 2008, p. 99.) EI! O QUE ACONTECEU COM AS ÁRVORES? QUEM DERRUBOU O MATO? TINHA UM MONTE DE ANIMAIS NESSE BOSQUE! AGORA VIROU UM BURACO DE LAMA! A PLACA DIZ: ‘‘FUTURAS INSTALAÇÕES DO CONDOMÍNIO DAS SOMBRAS‛‛. ANIMAIS NÃO TÊM COMO PAGAR ALUGUEL! ‘‘DAS SOMBRAS‛‛? A ÚNICA SOMBRA QUE VEJO EU É DAQUELE TRATOR. O QUE OS ANIMAIS VÃO FAZER AGORA QUE DERRUBARAM A FLORESTA PARA CONSTRUIR CASAS?? CÉUS, O QUE AS PESSOAS IAM ACHAR SE OS ANIMAIS PASSASSEM UM TRATOR NOS BAIRROS E PLANTASSEM NOVAS ?!? ÁRVORES NADA FEITO. ELES NÃO DEIXARAM AS CHAVES. ESSE BOSQUE DEMOROU CENTENAS DE ANOS PARA CRESCER, E EM TRÊS SEMANAS DERRUBARAM TUDO. ELE SE FOI. ACHO QUE SE VOCÊ NASCEU É TARDE DEMAIS. EU QUERIA SABER SE É POSSÍVEL SE RECUSAR A HERDAR O MUNDO. E NO FIM NÃO VAI MAIS SOBRAR NENHUM LUGAR LEGAL. DEPOIS DE TERMINAREM AS CASAS NOVAS, TERÃO DE ALARGAR AS RUAS E CONSTRUIR POSTOS DE GASOLINA, E LOGO TODA ESSA ÁREA VAI SER UM GRANDE SHOPPING. Colégio Nome: ____________________________________________________________________ N.º: __________ endereço: ______________________________________________________________ data: __________ Telefone:_________________ E-mail: _________________________________________________________ Disciplina: PoRTUGUÊs nota: PARA QUEM CURSA O 6. O ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL EM 2015 Prova: desafio

Embed Size (px)

Transcript of Colégio Di ci li a: P a: PoRTUGUÊs desafio - objetivo.br · A cegonha, por sua vez, em outra...

  • OBJETIVO PORTUGUS DESAFIO 6.o ANO1

    Texto para as questes de 1 a 5.

    (Bill Watterson. Tem alguma coisa babando embaixo da cama As aventuras de Calvin e Haroldo. So Paulo:Conrad, 2008, p. 99.)

    EI! O QUE ACONTECEUCOM AS RVORES? QUEM

    DERRUBOU O MATO?

    TINHA UM MONTE DEANIMAIS NESSE BOSQUE!

    AGORA VIROUUM BURACO

    DE LAMA!

    A PLACA DIZ: FUTURASINSTALAES DOCONDOMNIO DAS

    SOMBRAS.

    ANIMAISNO TM

    COMOPAGAR

    ALUGUEL!

    DASSOMBRAS? A

    NICA SOMBRAQUE VEJOEU DAQUELE

    TRATOR.

    O QUE OS ANIMAISVO FAZER AGORA QUE

    DERRUBARAM A FLORESTAPARA CONSTRUIR

    CASAS??

    CUS, O QUE AS PESSOASIAM ACHAR SE OS ANIMAIS

    PASSASSEM UM TRATOR NOSBAIRROS E PLANTASSEM

    NOVAS ?!?RVORES

    NADA FEITO.ELES NO

    DEIXARAM ASCHAVES.

    ESSE BOSQUE DEMOROUCENTENAS DE ANOS PARA

    CRESCER, E EM TRSSEMANAS DERRUBARAM

    TUDO. ELE SE FOI.

    ACHO QUESE VOCNASCEU TARDEDEMAIS.

    EU QUERIASABER SE

    POSSVEL SERECUSAR A

    HERDARO MUNDO.

    E NO FIM NO VAIMAIS SOBRAR NENHUM

    LUGAR LEGAL.

    DEPOIS DE TERMINAREMAS CASAS NOVAS, TERODE ALARGAR AS RUAS ECONSTRUIR POSTOS DE

    GASOLINA, E LOGO TODAESSA REA VAI SER UM

    GRANDE SHOPPING.

    Colgio

    Nome: _____________________________________________________________________ N.: __________

    endereo: ______________________________________________________________ data: __________

    Telefone:_________________ E-mail: _________________________________________________________

    Disciplina:

    PoRTUGUsnota:

    PARA QUEM CURSA O 6.O ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL EM 2015

    Prova:

    desafio

  • OBJETIVO PORTUGUS DESAFIO 6.o ANO2

    QUESTO 1A fala de Calvin no quarto quadrinho, indicada com destaque s no expressaa) nfase.b) descaso.c) grito.d) raiva.e) indignao.

    RESOLUOA fala da personagem Calvin no quarto quadrinho s no indica descaso, que significadesprezo, comportamento prprio da pessoa que no se importa, que age comindiferena justamente o contrrio do que o garoto manifestava por meio de suaspalavras.Resposta: B

    QUESTO 2No stimo quadrinho, a ausncia do balo pode ser interpretada comoa) protesto contra o desmatamento.b) espera de uma resposta por parte das autoridades.c) inspeo da rea do bosque.d) isolamento entre Calvin e Haroldo.e)momento de reflexo das personagens.

    RESOLUOA ausncia de balo no stimo quadrinho indica que as personagens passam por ummomento de reflexo sobre a possvel ao que elas poderiam adotar para cons -cientizar as pessoas de forma a resolver a situao.Resposta: E

    QUESTO 3Todas as palavras destacadas nos trechos abaixo tm funo qualitativa, exceto:a) ...agora virou um buraco de lama.b) ...Futuras instalaes do condomnio das sombras.c) A nica sombra que vejo daquele trator.d) ...e plantassem novas rvores.e) Depois que terminarem as casas novas....

    RESOLUOEm a e b, as palavras destacadas exercem a funo de locuo adjetiva. Em d e e,exercem a funo de adjetivo. A caracterstica principal dessa classe de palavras qualificar um substantivo. J em c, a palavra destacada exerce a funo de substantivo,cuja principal caracterstica nomear seres, coisas ou objetos.Resposta: C

  • QUESTO 4No trecho E no fim no vai mais sobrar nenhum lugar legal (11.o quadrinho), a expressoem destaque se refere aa) condomnio das sombras.b) ruas.c) bosque.d) grande shopping.e) postos de gasolina.

    RESOLUOA expresso em destaque se refere ao que, para Calvin, seria um lugar legal: o bosque.Resposta: C

    QUESTO 5No trecho Se voc nasceu tarde demais (12.o quadrinho), a palavra em destaque expressaa) condio.b) comparao.c) causa.d) consequncia.e) finalidade.

    RESOLUOO conectivo em destaque expressa uma condio em relao ao fato narrado nasegunda orao.Resposta: A

    Texto para as questes de 6 a 10.

    O SOCORRO

    Ele foi cavando, cavando, cavando, pois sua profisso coveiro era cavar. Mas, derepente, na distrao do ofcio que amava, percebeu que cavara demais. Tentou sair da covae no conseguiu. Levantou o olhar para cima e viu que, sozinho, no conseguiria sair. Gritou.Ningum atendeu. Gritou mais forte. Ningum veio. Enrouqueceu de gritar, cansou deesbravejar, desistiu com a noite. Sentou-se no fundo da cova, desesperado. A noite chegou,subiu, fez-se o silncio das horas tardias. Bateu o frio da madrugada e, na noite escura, nose ouvia um som humano, embora o cemitrio estivesse cheio de pipilos e coaxares naturaisdos matos. S pouco depois da meia-noite que l vieram uns passos. Deitado no fundo dacova o coveiro gritou. Os passos se aproximaram. Uma cabea bria apareceu l em cima,perguntou o que havia: O que que h?.

    OBJETIVO PORTUGUS DESAFIO 6.o ANO3

  • O coveiro ento gritou desesperado: Tire-me daqui, por favor. Estou com um frioterrvel!. Mas, coitado! condoeu-se o bbado Tem toda razo de estar com frio.Algum tirou a terra de cima de voc, meu pobre mortinho!. E pegando a p, encheu-a deterra e ps-se a cobri-lo cuidadosamente.

    Moral: Nos momentos graves preciso verificar muito bem a quem se apela.

    (Millr Fernandes. Disponvel em: . Acesso em 25 de ago. 2015.)

    QUESTO 6O que faz esse texto ficar engraado?a) O bbado ter imaginado que o coveiro era um morto e jogar terra para cobri-lo.b) O coveiro ficar cavando e sentir frio durante a madrugada.c) O homem ficar sentado no fundo, enrouquecido de tanto gritar.d) O homem ter cavado demais e ficar preso no buraco.e) O aparecimento de uma cabea bria l em cima.

    RESOLUOO humor do texto consiste no fato de o homem bbado ter imaginado que o coveiroera um morto que estava com frio porque haviam tirado a terra de cima dele. Por isso,resolveu jogar terra para cobri-lo novamente.Resposta: A

    QUESTO 7De todas as caractersticas abaixo, a nica que no se observa no coveiro descrito no texto:a) trabalhador.b) apavorado.c) persistente.d) preguioso.e) distrado.

    RESOLUOAps a leitura do texto, podemos caracterizar o coveiro com todas as palavrasqualitativas dos enunciados, exceto com o que indica a alternativa d, pois emmomento nenhum do texto o autor indica que o coveiro seja preguioso.Resposta: D

    OBJETIVO PORTUGUS DESAFIO 6.o ANO4

  • QUESTO 8No trecho Bateu o frio da madrugada e, na noite escura, no se ouvia um som humano...,o verbo em destaque exprime um fatoa) totalmente concludo.b) incerto, duvidoso.c) supostamente concludo no passado.d) passado anterior a outro tambm passado.e) inacabado no momento em que narrado.

    RESOLUOO verbo em destaque, conjugado no pretrito imperfeito do modo indicativo, exprimeum fato em realizao, ou seja, um fato indicado como inacabado no momento em que narrado.Resposta: E

    QUESTO 9O motivo do desespero do coveiro foi causado pelo fato de a) ter medo de ficar sozinho no cemitrio.b) ficar preso no buraco e j ser noite.c) algum ter tirado a terra de cima dele.d) ouvir uns passos chegando perto do buraco.e) ver que um bbado tinha chegado para ajud-lo.

    RESOLUOO motivo do desespero do coveiro deve-se ao fato de ele estar preso em um buracoque cavou no cemitrio e ningum poder ajud-lo por j ser noite. Resposta: B

    QUESTO 10Das alternativas abaixo, assinale a que expressa a mesma ideia da moral do texto.a) Deve-se pedir socorro a qualquer pessoa.b) No importa a quem se pede ajuda.c) Nunca se deve pedir ajuda.d) Ao precisar de ajuda, deve-se saber a quem pedir.e) Ao ajudar, no se deve cobrar.

    RESOLUOO autor, na moral do texto, quer dizer que, caso precisemos de ajuda, devemos sabermuito bem a quem pedi-la, visto a situao pela qual passou o coveiro ao pedir ajudaa uma pessoa incapaz de ajud-lo naquele momento.Resposta: D

    OBJETIVO PORTUGUS DESAFIO 6.o ANO5

  • QUESTO 11Observe as proposies abaixo.I. Em cansou de esbravejar..., a palavra cansou se escreve com s, assim tambm

    como se escreve friesa.II. Em pois sua profisso..., a palavra profisso se escreve com ss, assim como

    tambm se escreve misso.III. Em na distrao do ofcio que amava, a palavra distrao se escreve com , assim

    como tambm se escreve herana.

    correto o que se afirma ema) I apenas. b) I e II apenas.c) I e III apenas. d) II e III apenas.e) I, II e III.

    RESOLUODas proposies acima, a nica incorreta a informao dada em I, pois, de acordocom as regras que prescreve a gramtica da lngua portuguesa, a palavra frieza seescreve com z, e no com s, como informa o enunciado.Resposta: D

    Texto para a questo 12.

    O LOBO E A OVELHA

    Um lobo, muito ferido devido s vrias mordidas de cachorros, descansava doente ebastante alquebrado em sua toca. Como estava com fome, ele chamou uma ovelha quepassava ali perto, e pediu-lhe para trazer um pouco da gua de um riacho que corriaao lado dela.

    Assim, falou o lobo: Se voc me trouxer gua, eu ficarei em condies de conseguir meuprprio alimento. Claro!, respondeu a ovelha. Se eu levar gua para voc, sem dvida euserei esse alimento.

    (Esopo. Disponvel em: .)

    QUESTO 12Qual a frase que apresenta opinio de uma das personagens do texto?a) ...um lobo muito ferido devido s mordidas dos cachorros....b) Como estava com fome, ele chamou uma ovelha que passava ali perto....c) ...e pediu-lhe para trazer um pouco da gua....d) Um lobo descansava doente e bastante alquebrado.e) Se eu levar gua para voc, sem dvida eu serei esse alimento.

    RESOLUONa opinio da ovelha, se ela levasse gua para o lobo, ela certamente seria o alimentodo lobo.Resposta: E

    OBJETIVO PORTUGUS DESAFIO 6.o ANO6

  • Texto para a questo 13.

    A CEGONHA E A RAPOSA

    Um dia, a raposa, que era amiga da cegonha, convidou-a para jantar.Mas preparou para a amiga uma poro de comidas moles, lquidas, que ela serviu sobre umapedra lisa.

    Ora, a cegonha, com seu longo bico, por mais que se esforasse, apenas conseguia bicara comida, machucando-se e no comendo nada.

    A raposa insistia para que a cegonha comesse, mas ela no conseguiu, e foi para casa comfome.

    A cegonha, por sua vez, em outra ocasio, convidou a raposa para jantar com ela.Preparou comidas cheirosas e colocou-as em vasos compridos e altos, onde seu bico

    entrava com facilidade, mas o focinho da raposa no alcanava.Foi a vez de a raposa voltar para casa desapontada.

    (Ruth Rocha. Fbulas de Esopo. So Paulo: FTD,1992.)

    QUESTO 13Leia as afirmativas abaixo.I. A cegonha sentiu-se feliz e satisfeita ao sair da casa da amiga;II. A raposa sentiu-se grata e realizada com a refeio oferecida pela amiga e quis retribuir a

    gentileza;III. Ambas sentiram-se frustradas por no usufrurem da refeio oferecida;IV. As personagens da fbula eram inimigas.

    De acordo com as proposies acima, correto o que se afirma ema) I apenas.b) II apenas.c) III apenas.d) IV apenas.e) III e IV apenas.

    RESOLUODe acordo com o texto, apenas est correto o que se afirma em III, pois tanto a cegonhaquanto a raposa ficaram desapontadas, j que nenhuma das duas pde usufruir darefeio oferecida.Resposta: C

    OBJETIVO PORTUGUS DESAFIO 6.o ANO7

  • Texto para as questes 14 e 15.

    (Bill Watterson. Tem alguma coisa babando embaixo da cama As aventuras de Calvin e Haroldo. So Paulo:Conrad, 2008.)

    QUESTO 14Na tira, o vocbulo ciclo (quadrinho 01) e a expresso faz sentido (quadrinho 03),pensados de acordo com o contexto, tm como sinnimos, respectivamente:a) perodo / sensvel.b) espao / causa.c) perodo / tem coerncia.d) perodo / tem causa.e) perodo / tem lgica.

    RESOLUODe acordo com o contexto apresentado na tira, o vocbulo ciclo significa perodo e aexpresso faz sentido significa ter coerncia.Resposta: C

    QUESTO 15Observe o seguinte trecho: Minha me disse que morrer to natural quanto nascer, e que tudo parte do ciclo da vida (quadrinho 1).

    As letras ss e sc, destacadas nas palavras acima, tambm devem ser utilizadas paracompletar de modo correto, respectivamente, as lacunas dos vocbulos presentes na opoa) agre___o / e___esso.b) mi___o / adole____ ente.c) flore___ er / acre ____ entar.d) regre____o / e___ elente.e) eferve___ente / na___er.

    RESOLUODos vocbulos dados nas alternativas, tambm devem ser completados com as letrasss e sc, respectivamente, as palavras misso e adolescente.Resposta: B

    MINHA ME DISSE QUE MORRER TO NATURAL QUANTO

    NASCER, E QUE TUDO PARTEDO CICLO DA VIDA.

    ELA DIZ QUE NS NOENTENDEMOS ISSO DE VERDADE,

    MAS H MUITAS COISAS QUENO ENTENDEMOS TOTALMENTE,

    E QUE DEVEMOS USARDA MELHOR FORMAO CONHECIMENTO

    QUE TEMOS.

    ACHOQUE FAZSENTIDO.

    ... MAS VOC QUENO V PARA NENHUM

    OUTRO LUGAR, VIU?

    NO SEPREOCUPE...

    OBJETIVO PORTUGUS DESAFIO 6.o ANO8