Como aumentar as vendas da sua loja virtual com o Social Commerce

download Como aumentar as vendas da sua loja virtual com o Social Commerce

of 28

Embed Size (px)

description

Aprenda como implementar rapidamente técnicas de Social Commerce para alavancar as vendas de sua loja virtual!

Transcript of Como aumentar as vendas da sua loja virtual com o Social Commerce

  • 1. 2 Introduo Eis um tema que anda na crista da onda em relao ao e-commerce. O comrcio eletrnico nunca foi to so- cial quanto hoje em dia. Procuramos atravs deste e-book deixa claro o que significa o social commer- ce e como utilizar desse conceito para aumentar as vendas. As redes sociais j passaram pelo perodo de ce- ticismo pblico generalizado e no podem mais ser consideradas como meros modismos. Elas esto reformulando as conexes pessoais e at profissionais e, obviamente, no poderia acon- tecer de outra maneira com as relaes comer- ciais. Muitos estudos j provaram que os consumidores online tendem a confiar mais em seus amigos e co- nhecidos do que em anncios em outros formatos. E, a partir dessa viso, as empresas que trabalham com comrcio eletrnico esto adaptando os seus ambientes virtuais para acompanhar essa nova tendncia.
  • 2. 3 Seguem alguns nmeros favorveis ao social commerce: 1 bilho o nmero de usurios ativos no Facebook; 63 milhes de usurios do Facebook esto no Brasil; 65% dos usurios adultos da internet apresentam pelo menos uma conta ativa em alguma plataforma social; 68% dos e-consumidores acessam as redes sociais antes de fechar uma compra; 50% dos consumidores fazem pelo menos um comentrio online a cerca de produtos compra- dos; O tempo mdio de navegao o dobro em lojas virtuais com possibilidade de integrao social (curtir, comentar, compartilhar, por exemplo); Expectativa de movimentao de 30 bi- lhes de dlares no ano de 2015 no mundo.
  • 3. 4 No entraremos em detalhes histricos acerca do tema, mas podemos certamente dizer, e sem medo de errar, que o comrcio sempre foi uma atividade social. Imagine-se em uma loja, procurando por um deter- minado produto. O vendedor se aproxima e te faz uma srie de perguntas tentando encontrar uma manei- ra de melhor te ajudar a achar o que voc procura. Em outras palavras, a estratgia que essa loja utiliza tentar aumentar a taxa de converso atravs da interao social entre voc e o vendedor. Isso sem contar as inmeras vezes em que levamos amigos ou parentes para nos acompanhar nesse processo. No universo digital o e-commerce funcionou, por muito tempo, apenas como uma vitrine de exposio de produtos para potenciais clientes, com um processo de compra mais individualizado. Mas, com o advento da exploso de mdias sociais e interao entre seus usurios, abriu-se uma nova porta para trazer o convvio interpessoal, que j ocorre h tanto tempo no comrcio fsico, tambm para nossas lojas virtuais. A pergunta que temos que nos fazer a seguinte: de que maneira essas relaes pessoais podem ajudar a aumentar a taxa de converso de uma loja virtual?
  • 4. 5 O que Social Commerce Definir o termo Social Commerce no uma tarefa to simples quanto parece. um termo em ingls que significa Comrcio Social. Alguns analistas mais simplistas resumem dizendo que se trata da juno das mdias sociais com o e-commerce. Tambm pode ser definido como o e-commerce envolvendo rela- cionamentos pessoais. Se pensarmos nesses conceitos, podemos dizer que o nascimento do Social Commerce ocorreu em con- junto com o prprio e-commerce. Apenas 01 ano aps a primeira transao comercial realizada pelo e- -commerce em que se tem registros (CD do Sting, atravs do NetMarket.com, em 11 de agosto de 1994), a Amazon j estava realizando Social Commerce, convidando os consumidores a deixarem reviews e ava- liaes dos produtos comprados. Em um universo mais amplo, diramos que Social Commerce um subgrupo do e-commerce, que utili- za da interao social online para alavancar as vendas. Independentemente das definies utilizadas e de quando comeou, justamente essa capacidade que tm as mdias sociais de melhorar as vendas de uma loja online que nos interessa. Para entender como isso acontece, precisamos, primeiramente, passar por alguns outros pontos.
  • 5. 6 Psicologia no Social Commerce A psicologia por trs do Social Commerce relativamente simples: o ser humano extremamente capaz de aprender e se influenciar socialmente. Isso significa utilizar as experincias dos outros para criar as nossas prprias concluses acerca de determinado assunto. Veja o seguinte exemplo: quando uma pes- soa coloca o dedo em uma tomada e percebemos que ela toma um choque e se machuca, no precisamos fazer o mesmo para entender que aquilo perigoso. O mesmo funciona no comrcio: opinies positivas sobre marcas e produtos mudam o modo como olhamos para eles. Esse conceito conhecido como inte- ligncia social. J era tempo de se fazer com que as experincias dos usurios fossem tambm repassadas aos outros no ambiente online. No universo fsico, esse processo to automtico que s vezes nem nos damos conta de sua existncia. Pedimos informaes aos amigos antes de comprar um celular, recebemos recomen- daes de livros, solicitamos opinio sobre uma roupa ou acessrio. Isso sem contar as inmeras vezes que baseamos nossas opinies em informaes de pessoas que nem sequer conhecemos: ouvi dizer que esse produto melhor do que aquele, a moa do super- mercado falou que essa marca melhor, todo mundo gosta muito desse produto etc.
  • 6. 7 Psicologia do processo de deciso de compra Quando pensamos em inteligncia social no meio comercial, automtico pensarmos em como isso al- tera o processo de deciso de compra de determinado produto. Apesar de pensarmos que no, o processo de deciso de compra muito influenciado pelas informaes que captamos do mundo ao nosso redor e das nossas experincias at aquele momento. A matemtica no nada simples, mas se pudssemos colocar dessa maneira, diramos que esse processo composto por 03 partes principais: tem incio com uma necessidade, desejo ou impulso; passa por um balano entre informaes positivas e negativas sobre aquele produto que cap- tamos ao longo do tempo das interaes sociais ao nosso redor essas informaes tm pesos diferentes de acordo com a relevncia dessas fontes para cada um de ns; e finalmente validado por um conceito interno que pode ser mais ou menos intenso com base em nossas experincias sobre aquele assunto, produto, marca ou situaes relacionadas. Podemos tirar algumas informaes valiosas desse pequeno esquema: quanto maior a necessidade, maior o desejo ou a impulso, mesmo com poucas informaes e experincias relacionadas, a chance de compra grande. Quanto melhores forem as informaes que captamos das nossas interaes a respei-
  • 7. 8 to de determinado produto, ao menor desejo, necessidade ou impulso, podemos concretizar uma tran- sao. Quanto melhor o nosso conceito interno e vivncias at ali com produtos relacionados ou mesmo em relao quela marca, maiores as chances de concretizar a compra. O contrrio tambm costuma ser verdadeiro: um produto que no necessrio, no gera desejo e no tem grande apelo de venda provavelmente ser difcil de ser vendido. Quanto piores as informaes que encontrarmos sobre determinado produto ou marca, mais difcil ser concretizar a transao. Por mais que tenhamos uma grande necessidade e desejo, por mais que existam boas recomendaes, se j tiver- mos vivenciado ms experincias naquela loja ou com aquela marca, as chances de comprarmos nova- mente sero reduzidas. O Social Commerce fornece uma maior base so- cial de informaes para que seja tomada a de- ciso de compra. E em muitas situaes, muito alm de apenas fornecer informao para essa deciso, o Social Commerce capaz de acender a fasca de todo o processo, fomentando dese- jo e instalando necessidades (reais ou no) no imaginrio do consumidor.
  • 8. 9 O poder das influncias A respeito dessa influncia que sofremos de acordo com as informa- es que retiramos do nosso meio social, alguns estudos j foram mais alm e listaram alguns pontos que inconscientemente consi- deramos e fazem com que essas informaes sejam mais ou menos influentes. E pensando nisso, ao estruturar uma loja virtual, pode- mos facilitar o processo de deciso de compra do nosso cliente de algumas maneiras. Veja os exemplos: Autoridade Um dos primeiros pontos que levamos em considerao quando temos dvida a respeito de qual produ- to comprar a opinio de experts naquele assunto. As pessoas tendem a defender a posio quando tem conhecimento que uma autoridade no assunto se posiciona tambm daquela maneira. Selos de recomendado por especialistas, 4 em cada 5 nutricionistas recomendam essa marca de ali- mentos e depoimentos de pessoas famosas ou especialistas na pgina de venda de um produto tendem a melhorar a viso social a cerca desse.
  • 9. 10 Popularidade Outro forte ponto de deciso que geralmente optamos por aqueles produtos que as pessoas mais com- pram. A popularidade de uma marca ou produto inconscientemente levada em considerao e instin- tivamente tendemos a achar que uma escolha melhor do que a outra porque mais popular. Em uma loja virtual importante utilizar listas de produtos, co