Comunicao digital

download Comunicao digital

of 18

  • date post

    01-Nov-2014
  • Category

    Documents

  • view

    142
  • download

    0

Embed Size (px)

description

 

Transcript of Comunicao digital

  • 1. Comunicao Digital Prof.: Klaus Rabello Realizado por: Barbara Freire Luciana Garcez
  • 2. O que estamos levando das aulas de Comunicao Digital?
  • 3. Atuao em Rede Aprendemos comunicao digital de uma forma completamente inovadora. Conseguimos compreender que atravs da inter-ATIVIDADE e inteligncia coletiva, conseguimos ir alm do que acreditamos que somos capazes. O mundo mudou e apesar das novas tecnologias os hbitos so os mesmos, por isso que precisamos aproveitar dos meios de comunicao que nos so oferecidos para somar, lembrando sempre que o meio a mensagem e atravs dela que temos que espalhar conhecimento produtivo, mudando e acrescentando novos valores para sociedade. Isso atuar em rede, mudando o futuro sem nos perdermos com o excesso de informaes.
  • 4. Abordagem O que mais nos interessou nas aulas do Klaus foi a forma como ele aborda os temas apresentados e a maneira como ele consegue linkar diferentes temas aos assuntos de atuao em rede.
  • 5. Abordagem Para ilustrar o que estamos dizendo trazemos aqui uma imagem apresentada em sala de aula; Rede centralizado Comunicao de massa Rede descentralizada Inicio da convergncia Rede distribuda Comunicao em seu estado pleno de convergncia
  • 6. CONVERGIR IDEIAS x CONVERGIR MEIOS DE COMUNICAO Klaus nos mostrou que essas imagens podem ser aplicadas em vrias esferas. Quando ele trouxe isso para a sala de aula ele falava do ego (primeira teia) dizia que para que possamos revolucionar devemos deixar de focar em nosso ego e nos unir para assim criar uma revoluo (terceira teia). Mas essa imagem tambm explica muito bem a evoluo da atuao em rede onde tudo entra em convergncia a partir dessa nova era da comunicao. Ela nos esclarece como era a comunicao h poucos anos atrs e como ela vem se tornando. As imagens representam a poca em que as marcas se comunicavam com seus consumidores sem ouvir nenhum retorno direto, at os dias a frente onde toda e qualquer comunicao estar em convergncia com todos os meios existentes (internet, celular, mdia impressa, televiso, etc.).
  • 7. A unio faz a fora
  • 8. As redes no mundo do marketing Hoje com a internet as marcas devem sempre estar presentes no mundo digital, e mais que isso as marcas devem se preocupar em convergir seus meios de comunicao, suas campanhas online devem estar sempre integradas a suas campanhas off-line e vice versa, apesar de cada um ter seu papel na hora de se comunicar com o consumidor. No existe no mundo de hoje uma marca que apenas informa o consumidor, isso no suficiente como j foi um dia, preciso que haja troca, que haja interao e inovao.
  • 9. As redes no mundo do marketing A influncia das redes no mundo do marketing Os consumidores esto se mostrando cada vez mais desinteressados em anncios e maneiras comuns que as marcas tem para se relacionar, eles querem mais, eles querem interao e exclusividade. As marcas que j esto a frente nesses conceitos esto estudando cada vez mais individualmente seus consumidores para lhes oferecer o que realmente os interessa, se tornando assim, uma marca de relevncia na vida desse consumidor.
  • 10. As redes no mundo do marketing A influncia das redes no mundo do marketing No basta termos internet, facebook, twiiter e outras vrias plataformas de comunicao se no soubermos utilizadas da maneira adequada. Todo o poder depende de pontos fortes e os nossos pontos fortes so entrar nessa cadeia da informao e gerar conhecimento e desenvolvimento produtivo perante o capitalismo e a sociedade, fazendo com que isso seja til e no ftil. Estamos todos conectados de uma forma ou de outra, mas no somos mquinas, estas so apenas ferramentas que surgiram para ajudar a nos organizar. sempre importante existir um equilbrio entre o corpo, fala, mente, razo , intuio, eu, ns, outro, da mesma forma que deve fazer a marca e a sociedade, uma total interAO de prticas, posturas, posicionamento e coerncia. Isso atuao sustentvel!
  • 11. Poderdas redesmo muitos na no mundo do marketing A influncia Por causa do surgimento da internet o poder deixa de ficar centralizado na mo de poucos, daqueles que dominavam as mdias de massa convencionais. A partir de ento qualquer pessoa passa a ter voz. Agora possvel que qualquer pessoa se expresse de maneira livre. O surgimento dos blogs tornaram essa verdade ainda mais concreta. Quando antes era necessrio um maior conhecimento para se criar um site esse processo ainda se mostrava um tanto limitado, mas os blogs vieram para simplificar a vida virtual das pessoas e possibilitou que esse processo fosse muito mais acessveis. Com essa ferramenta em mos as fontes de informao passam a vir de qualquer lugar e de qualquer pessoa, no mais to simples controlar o que veiculado e a manipulao se torna uma tarefa mais complexa.
  • 12. A revoluo semundo doem rede faz marketing A influncia das redes no A conexo com mundo passa ser uma ferramenta muito poderosa nas mos da massa. O mundo virtual traz infinitas possibilidades de interao o que facilita a troca e disseminao de ideias e ultrapassa as barreiras do espao x tempo. preciso descentralizar o controle para conquistar. Quando o controle est na mo de todos a revoluo se torna algo muito mais prximo. Atravs da rede possvel unir muitas pessoas em prol de uma mesma causa.
  • 13. Desconstruir para construir Tudo que somos, tudo que pensamos e tudo que acreditamos est totalmente ligado a nossa cultura e nossos costumes, desde que nascemos somos bombardeados de informaes, informaes que vem de crenas anteriores, crenas que foram um dia inventadas por ns seres humanos. O tempo passa e vamos nos acostumando cada vez mais com a forma com que o mundo visto por todos e tomamos isso como nossas prprias crenas. Tanto para as marcas quanto para nossas vidas importante ter essa conscincia, muito importante para o mundo do marketing saber que para criarmos novas crenas, novos costumes e novos hbitos preciso desconstruir para ento procurar construir uma nova ideia na cabea do consumidor. Tudo que chamamos de real s real porque ns acreditamos nisso.
  • 14. A teoria da semente Partindo do pr-suposto que tudo que chamamos de real s real porque ns damos o sentido aquilo, tomamos como exemplo uma semente. O que uma semente? Podemos dar mais de uma funo para uma mesma semente. Ela pode ser para um, um embrio que se tornar uma rvore, como ela pode ser para outro comida de passarinho. Ela pode ser o que quisermos que ela seja, basta darmos sentido a sua existncia.
  • 15. Assim como no macro tambm no microcosmo Klaus tambm nos atentou para a curiosa relao que existe entre o micro e o macro organismo. incrvel pensar como podemos fazer relaes to fortes entre dois diferentes organismos, diferentes mas que ocupam um mesmo sistema. Se analisarmos o macro atravs do micro, podemos chagar a concluses que nunca chegaramos de outra forma.
  • 16. Revoluo a rede e ns fazemos parte dela.
  • 17. Seja a mudana que voc quer ver no mundo
  • 18. KLAUS, OBRIGADA POR TUDO