Conab - Previsao Cafe

Click here to load reader

  • date post

    21-Feb-2016
  • Category

    Documents

  • view

    217
  • download

    0

Embed Size (px)

description

Conab - Previsao Cafe

Transcript of Conab - Previsao Cafe

  • Safra 2009Quarta Estimativa

    Dezembro/2009

  • SUMRIO

    1. INTRODUO 5 2. REA 5

    3. PRODUO 6

    4. AVALIAO POR ESTADO 7

    4.1 Minas Gerais 7

    4.2 Esprito Santo 8

    4.3 So Paulo 8

    4.4 Bahia 9

    4.5 Paran 9

    4.6 Rondnia 10

    5. QUADROS E GRFICOS DOS RESULTADOS OBTIDOS NO LEVANTAMENTO 11

  • Avaliao da Safra Agrcola Cafeeira 2009 Quarta Estimativa - Dez/2009 5

    1. INTRODUO

    No perodo de 23 de novembro a 4 de dezembro de 2009, os tcnicos da Conab e das

    Instituies com as quais mantm parceria: Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistncia

    Tcnica e Extenso Rural - INCAPER; Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrcola S/A -

    EBDA; Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento do Paran - SEAB -

    Departamento de Economia Rural - DERAL; Associao de Assistncia Tcnica, Extenso

    Rural do Estado de Rondnia - EMATER-RO; e Instituto Brasileiro de Geografia e Estatstica

    IBGE; visitaram os Municpios dos principais Estados produtores de caf (Minas Gerais,

    Esprito Santo, So Paulo, Bahia, Paran, Rondnia e Rio de Janeiro que respondem por 98%

    da produo nacional), realizando entrevistas e aplicando questionrios junto aos informantes

    previamente selecionados, objetivando a realizao da quarta estimativa da produo da safra

    de caf de 2009.

    Oportuno o agradecimento da Conab aos seus parceiros e a todos aqueles que, direta

    ou indiretamente, participaram e colaboraram com esse trabalho.

    No ms de setembro, as chuvas foram intensas e ocorreram significativamente acima

    da mdia no sul de Minas, em So Paulo e no Paran, o que atrapalhou o final da colheita e a

    secagem dos gros, alm de comprometer a qualidade do produto final. No entanto essas

    chuvas favoreceram o incio de uma florada vigorosa.

    2. REA

    Para a safra 2009 a previso indica para o Pas uma rea de 2.092.909 hectares,

    cultivada com as espcies arbica e conilon. O resultado mostra uma reduo de 3,54% sobre

    a superfcie de 2.169.795 hectares, existentes na safra 2008, ou seja, erradicados 76.886

    hectares. No Estado de Minas Gerais est concentrada a maior rea, com 1,0 milho de

    hectares em produo, predominando a espcie arbica com 98,3% da rea do Estado. O

    total da rea estadual representa 48,1% da rea cultivada com caf no Pas, e,

    consequentemente o primeiro do ranking nacional.

    Esprito Santo o segundo maior Estado produtor, com 479.798 hectares, sendo

    295.050 mil hectares com a espcie conilon e 184.748 hectares com a espcie arbica. O

    Estado o maior produtor nacional da variedade conilon.

  • UF/REGIO Arbica Conilon Total (a) Arbica ConilonTotal

    (b)Minas Gerais 19.336 279 19.615 19.598 282 19.880 1,4

    Sul e Centro-Oeste 9.526 9.526 9.750 - 9.750 2,4 Cerrado - Tringulo, Alto Paranaiba e Noroeste 3.795 3.795 3.859 - 3.859 1,7

    Zona da Mata - Jequitinhonha, Mucuri, Rio Doce, Central e Norte

    6.015 279 6.294 5.989 282 6.271 (0,4)

    Esprito Santo 2.542 7.572 10.114 2.603 7.602 10.205 0,9 So Paulo 3.278 - 3.278 3.423 - 3.423 4,4 Paran 1.470 - 1.470 1.467 - 1.467 (0,2) Bahia 1.313 521 1.834 1.332 542 1.874 2,1

    Cerrado 494 494 436 - 436 (11,8) Planalto 819 819 896 - 896 9,3 Atlntico - 521 521 - 542 542 4,0

    Rondnia - 1.591 1.591 - 1.547 1.547 (2,8) Mato Grosso 11 130 141 11 130 141 - Par - 213 213 - 228 228 7,0 Rio de Janeiro 252 13 265 252 13 265 - Outros 197 284 481 180 260 440 (8,5)

    BRASIL 28.400 10.603 39.003 28.866 10.604 39.470 1,2

    CONVNIO : MAPA - SPAE / CONAB

    TABELA 1

    Dez/2009

    PRODUO DE CAF BENEFICIADOCOMPARATIVO DE ESTIMATIVAS

    SAFRA 20093 e 4 ESTIMATIVAS

    4 EstimativaPRODUO (Mil sacas beneficiadas)

    3 EstimativaVARIAO

    %

    PRODUO

    A quarta pesquisa de campo indica que a produo de caf (conilon e arbia), na

    safra 2009 atingir 39,47 milhes de sacas de 60 quilos de caf beneficiado. O resultado

    representa uma reduo de 14,18% ou 6.522 mil sacas inferiores ao volume de 45,99 milhes

    de sacas produzidas na safra anterior.

    A reduo ficou por conta do caf arbica, com queda de 18,7%, ou decrscimo de

    6.618 mil sacas. Minas Gerais apresentou a maior queda, 16,8% ou 3.947 mil sacas, seguido

    do Paran, 43,8% ou 1.141 mil sacas e de So Paulo, 22,6% ou 997 mil sacas de 60 quilos de

    caf beneficiado.

    Os principais fatores responsveis pela reduo na produo so os seguintes:

    1 bienalidade em ano de baixa produo na maioria das reas de caf arbica;

    2 regime de chuvas bastante irregular e temperaturas elevadas; Avaliao da Safra Agrcola Cafeeira 2009 Quarta Estimativa - Dez/2009 6

  • Avaliao da Safra Agrcola Cafeeira 2009 Quarta Estimativa - Dez/2009 7

    3 menor investimento em tratos culturais diante do alto custo dos insumos.

    4 intensificao de prticas culturais como podas (esqueletamento e recepas).

    A produo do caf arbica totaliza 28.866 mil sacas de 60 quilos de caf beneficiado

    (73,1%) da produo do Pas, e tem como maior produtor o Estado de Minas Gerais, com

    19,60 milhes de sacas de caf beneficiado (68,08%). O caf conilon (robusta) participa da

    produo nacional com 26,9%.

    A colheita foi concluda no ms de outubro. As altas precipitaes pluviomtricas

    ocorridas nos ltimos meses, coincidindo com as fases de maturao e colheita causaram

    prejuzos as lavouras, dificultando os trabalhos de colheita e secagem, resultando em um

    maior volume de caf de qualidade inferior.

    3. AVALIAO POR ESTADO

    3.1 MINAS GERAIS

    De maneira geral, nas fases iniciais, as condies climticas foram favorveis para o

    bom desenvolvimento da cultura, com chuvas regulares e bem distribudas ao longo do ciclo

    produtivo dos cafezais. Este fator foi fundamental para o resultado desta safra, que, apesar de

    ser ano de bienalidade desfavorvel apresentou carga produtiva acima das expectativas.

    Durante as fases de maturao e colheita ocorreram precipitaes pluviomtricas de

    intensidade varivel, que acabaram por dificultar os trabalhos de colheita e secagem do caf,

    alm de prejudicar a qualidade do caf de varrio, resultando em maior volume de cafs de

    baixa qualidade.

    Para a safra 2009, considerada como bienalidade negativa, estima-se uma produo de

    19.880 mil sacas de caf, sinalizando uma reduo de 15,7% em relao safra 2008 (23.581

    mil sacas) e, 20,7% superior safra 2007 (16.473 mil sacas), quando as principais regies

    produtoras de Minas Gerais passaram por um longo perodo de estiagem. A rea em

    produo estimada em 1.000.731 ha, representando uma reduo de 4,5% em relao

    safra passada. Esta reduo se deve principalmente a bienalidade da cultura, adoo de

    diversos tipos de poda, e a erradicao e/ou abandono de lavouras.

    3.2 - ESPRITO SANTO

    O Estado do Esprito Santo o maior produtor brasileiro de caf conilon (robusta), com

    uma produo de 7.602 mil sacas de caf beneficiado, participando com 71,7% do volume

  • Avaliao da Safra Agrcola Cafeeira 2009 Quarta Estimativa - Dez/2009 8

    produzido no Pas com a espcie conilon. A produo do caf arbica totaliza 2.603 mil sacas.

    A soma das duas espcies totaliza 10.205 mil sacas, 25,9% da produo nacional mantendo o

    Estado como o segundo maior produtor de caf do Pas.

    Fazendo paralelo entre a produo de 2008/2009 e 2009/2010, verifica-se decrscimo

    muito pequeno (- 0,25%), insignificante na produo geral do Estado com reduo de 10,20%

    para o caf arbica e aumento de 3,25% para o caf Conilon, mesmo em um ano de efeito

    negativo de bienalidade em todo Brasil (ano de safra baixa). No ent