Conhecimentos Tecnicos de Aeronaves

Click here to load reader

  • date post

    05-Jul-2015
  • Category

    Documents

  • view

    5.199
  • download

    35

Embed Size (px)

Transcript of Conhecimentos Tecnicos de Aeronaves

QUESTIONRIOCONHECIMENTOS TCNICOS DE AERONAVES

1) So classificados como aerdinos: a) avies, helicpteros e dirigveis b) planadores e bales c) bales e dirigveis d) avies, helicpteros e planadores 2) O empuxo arquimediano uma fora que age sobre: a) avies b) aerstatos c) aerdinos d) todos os citados 3) O esforo que atua numa corda esticada chama-se: a) trao b) cisalhamento c) compresso d) tenso 4) O esforo que provoca simultaneamente tenses de compresso e trao numa pea chamado de : a) flexo b) cisalhamento c) compresso d) trao 5) O peso colocado sobre um corpo produz um esforo de: a) trao b) toro c) compresso d) cisalhamento 6) Ao apertar um parafuso com uma chave de boca, o esforo sobre o parafuso ser de: a) flexo b) toro c) compresso d) cisalhamento 7) Durante um vo, os esforos que atuam sobre a estrutura do avio so causados por foras de natureza: a) esttica b) aerodinmica c) dinmica d) compressiva

8) A fora de sustentao que permite ao avio voar surge devido reao do ar sobre: a) as asas b) o estabilizador c) a fuselagem d) todos os anteriores 9) O elemento estrutural principal de uma asa, que se estende ao longo de sua envergadura , chama-se: a) longarina b) nervura c) estais d) suporte 10) O elemento de uma asa que lhe d o formato aerodinmico : a) a longarina b) a nervura c) o montante d) o revestimento 11) Os cabos de ao esticados entre as nervuras de uma asa, para resistir aos esforos de trao chama-se: a) nervuras b) tirantes c) estais d) tensores 12) O tipo de avio cuja asa est colocada acima da fuselange e separada da mesma, sobre montantes, chama-se avio de asa: a) cantilver b) alta c) semicantilver d) parassol 13) A asa que fixada na parte superior na fuselagem por meio de suporte e estais do tipo: a) cantilver b) monocoque c) semicantilver d) parassol 14) O tipo de fuselagem que construdo somente com cavernas e revestimento chamase: a) cantilever b) semicantilver c) monocoque d) semimonocote

15) O tipo de fuselagem semimonocoque constitudo por: a) cavernas b) longarinas c) revestimento d) todas as anteriores 16) O elemento estrutural que da formato aerodinmico fuselagem chama-se: a) caverna b) longarina c) nervura d) nenhuma das anteriores 17) As pequenas superfcies de comando localizadas nas superfcies principais so: a) superfcies primrias b) compensadores c) ailerons d) todos os anteriores 18) Os flapes e slats so considerados superfcies: a) hipersustentadoras b) primarias c) secundrias d) principais 19) O leme de direo encontra-se instalado: a) no estabilizador b) na asa c) no estabilizador vertical d) no profundor 20) Indicar a afirmativa correta: a) os flapes so superfcies de controle primrias b) o profundor um dispositivo hipersustentador c) quando os pedais ficam na posio neutra, o leme fica levemente defletido para a direita, a fim de compensar o torque da hlice d) o leme de profundidade instalado no estabilizador horizontal 21) Para guinar o avio, o piloto deve usar: a) o leme de direo b) os ailerons c) os flapes d) o leme de profundidade

22) Os batentes limitadores das superfcies de comando devem ser ajustados de acordo com: a) as normas da autoridade aeronutica competente b) as instrues do fabricante do avio c) as condies de uso do avio d) todas as acima 23) Os avies que podem pousar tanto em gua como em terra firme so denominados: a) anfbios b) hidroplanos c) hidroavies d) aquticos 24) O trem de pouso que fica parcialmente visvel quando recolhido chama-se: a) trem escamotevel b) trem retrtil c) trem fixo d) nenhum dos anteriores 25) Na maior parte dos avies, o trem de pouso possui dispositivos que servem para amortecer os choques e diminuir os esforos na estrutura. Esses dispositivos so: a) as molas b) as sapatas c) os amortecedores d) os absorventes de choque 26) A parte do pneu que fica em contato com o solo chama-se: a) lona b) banda de rodagem c) flange d) sulco 27) O sistema de freagem antiderrapante serve para: a) aumentar o atrito do pneu com o solo b) controlar o avio quando houver derrapagem c) evitar travamento ou parada das rodas na freagem d) todas as acima 28) O controle da direo durante o taxiamento feito atravs do(a): a) trem do nariz b) bequilha c) um dos anteriores d) leme de direo

29) O funcionamento do sistema hidrulico baseado: a) na lei de Newton b) na lei de Pascal c) no principio de Arquimedes d) na equao de Bernoulli 30) O rendimento mecnico de um sistema hidrulico o quociente entre: a) o dimetro de cilindro primrio e do cilindro atuador b) o contrrio da afirmao acima c) a fora aplicada e a fora resultante d) as reas dos pistes do cilindro atuador e do cilindro primrio 31) O rendimento mecnico no pode ser: a) maior que 1 b) nulo c) menor que 1 d) igual a 1 32) Nos avies leves no se usa o sistema hidrulico para acionar as superfcies de controle porque: a) desnecessrio b) muito lento para a necessidade desses avies c) tende a falhar repentinamente d) todas as acima 33) Presses elevadas no sistema hidrulico so vantajosas porque: a) reduz as dimenses dos seus componentes b) aumenta a fora dos atuadores c) torna o sistema mais leve d) todas as acima 34) Durante a inspeo do avio,as falhas iminentes do sistema hidrulico podem ser percebidas: a) quando o acessrio hidrulico no esta funcionando b) atravs de sinais de vazamento de fuido hidrulico c) pelo superaquecimento ou odor de fluido queimado d) todas as acima 35) Os motores aeronuticos apresentam: a) elevada potncia b) grande massa c) pequena durabilidade d) baixa eficincia trmica

36) A leveza do motor trmico definida como a relao entre: a) eficincia e massa b) massa e potncia c) potncia e consumo d) massa e eficincia 37) A eficincia trmica que aproveita a quinta parte da energia trmica do combustvel igual a : a) 5% b) 1,5% c) 20% d) nenhuma das anteriores 38) Aps determinado nmero de horas de vo, o motor do avio deve ser removido, mesmo que esteja funcionando perfeitamente, a fim de sofrer reviso geral. Esse tempolimite denominado: a) capacidade horria b) eficincia c) durabilidade d) limite de reviso 39) O tempo-limite de reviso geral do motor fixado pelo: a) fabricante do avio b) aeroclube c) fabricante do motor d) servio de manuteno 40) Os motores eltricos, apesar de serem extremamente eficientes, no podem ser usados em avies porque: a) so caros b) so pesados c) tm pouca potncia d) tm alta leveza 41) A medida do consumo do motor de um avio, que leva em considerao a potncia desenvolvida, denominada: a) consumo horrio b) consumo unitrio c) consumo especfico d) consumo relativo

42) Os motores de avio devem ter um consumo especfico: a) baixo b) elevado c) adequado ao tipo de avio d) constante 43) Os pontos mortos so: a) posies extremas do pisto em seu movimento b) pontos onde o pisto no fornece potncia c) os pontos mais baixos atingidos pelo pisto d) instantes em que as vlvulas esto fechadas 44) Quando o pisto se desloca de um ponto morto ao outro, o eixo de manivelas efetua um movimento de: a) uma volta b) duas voltas c) meia volta d) quatro voltas 45) No tempo da admisso, o pisto desloca-se do PMA para o PMB, provocando no interior do cilindro: a) reduo de presso b) aumento de temperatura c) aumento de presso d) reduo de massa 46) Durante a fase de compresso, as posies das vlvula so: a) ambas abertas b) ambas fechadas c) admisso fechada d) escapamento aberta 47) Durante a admisso, temos uma determinada presso no cilindro; na fase de compresso ela dever: a) aumentar b) diminuir c) permanecer constante d) impossvel concluir

48) Com a queima da carga combustvel nos cilindros, a presso dentro dos mesmos dever: a) aumentar b) diminuir c) permanecer constante d) impossvel concluir 49) No motor de quatro tempos, o nico tempo produtivo : a) a admisso b) a compresso c) o tempo do motor d) o escapamento 50) O nmero de fases de um motor trmico igual a: a) quatro b) seis c) depende do motor d) nenhum dos anteriores 51) Durante um curso do pisto,ocorre no motor: a) um ciclo b) um tempo c) uma fase d) dois tempos 52) No motor de quatro tempos, um ciclo completado depois de o eixo de manivelas haver girado: a) meia volta b) uma volta c) quatro voltas d) duas voltas 53) Sabendo-se que 360 correspondem a uma volta co mpleta, um motor de quatro tempos executa um ciclo completo quando gira: a) 90 b) 180 c) 360 d) 720 54) Num motor a quatro tempos, a seqncia correta : a) admisso, compresso, exploso e escapamento b) admisso, compresso, ignio e escapamento c) admisso, compresso, motor e escapamento d) admisso, compresso, expanso e motor

55) Os instantes tericos de abertura e fechamento da vlvula de admisso devem ser modificados na prtica, a fim de: a) aumentar a carga combustvel admitida b) evitar a detonao c) evitar o retorno de chama ao carburador d) melhorar as condies de queima do combustvel 56) Os avanos e atrasos das vlvulas so medidos em ralao ao: a) pino do pisto b) cabea do pisto c) moente do eixo de manivelas d) centro do eixo de manivelas 57) Quando o pisto atinge o ponto morto baixo num motor real antes do tempo da compresso, a vlvula de admisso est: a) se fechando b) se abrindo c) fechada d) aberta 58) Num motor real, a fasca salta na vela antes de o pisto chegar ao ponto morto alto, devido ao: a) avano de combusto b) atraso de combusto c) avano de ignio d) pr-ignio 59) Se a centelha saltar exatamente no ponto morto alto, o avano de ignio ser igual a: a) 180 b) 0 c) 10 d) 360 60) Num motor que funciona de acordo com o ciclo real, a vlvula de escapamento inicia sua abertura quando o pisto: a) estiver antes do ponto morto alto b) tiver passado do ponto morto alto c) estiver antes do ponto morto baixo d) estiver exatamente no ponto morto baixo

61) Num ciclo real, existe um momento em que as duas vlvulas ficam abertas simultaneamente. Isso recebe o nome de: a) cruzamento de vlvulas b) atraso de vlvulas c) avano de vlvulas d) nenhum dos anteriores 62) Num motor a dois tempos, todas as fases ocorrem em: a) dois cursos b) duas rotaes c