CONTRAÇÃO MUSCULAR. funções físicas do corpo atividade muscular movimentos do esqueleto,...

download CONTRAÇÃO MUSCULAR. funções físicas do corpo atividade muscular movimentos do esqueleto, contração do coração, contração dos vasos sanguíneos, peristaltismo.

If you can't read please download the document

  • date post

    07-Apr-2016
  • Category

    Documents

  • view

    218
  • download

    1

Embed Size (px)

Transcript of CONTRAÇÃO MUSCULAR. funções físicas do corpo atividade muscular movimentos do esqueleto,...

  • CONTRAO MUSCULAR

  • funes fsicas do corpo

    atividade muscular

    movimentos do esqueleto, contrao do corao, contrao dos vasos sanguneos, peristaltismo do intestino, etc...

  • O corpo tem trs tipos diferentes de msculos:

    msculo esqueltico

    msculo cardaco msculo liso

    O msculo esqueltico responsvel pelas aes voluntrias, enquanto que o msculo liso e msculo cardaco, so responsveis pelas aes involuntrias. O processo de contrao quase o mesmo em todos os tipos, mas... fora de contrao e sua durao

  • CONTRAO MUSCULAR

    meio de manifestao de atos internos , externos

    msculo esqueltico e cardaco msculos estriados 40 % vsceras msculo liso

  • Fibra muscular esqueltica

    Clulas musculares so alongadas fibras muscularesMsculo centenas ou milhares de fibras

    Sarcolema membrana celular da fibra muscular

    consiste em: membrana plasmtica revestimento externo de polissacardios com inmeras e finas fibrilas colgenas (resistncia ao sarcolema)

    nas extremidades das fibras musculares, o sarcolema se funde com uma fibra tendiosa e estas se juntam em feixes para formar tendes musculares, que se inserem nos ossos.

  • Sarcoplasma:

    matriz intracelular (citoplasma) da fibra muscular. Estrutura dentro da qual ficam suspensas as miofibrilas e os constituintes intracelulares usuais, entre eles: potssio, magnsio, fosfato, enzimas e mitocndrias

    Retculo sarcoplasmtico:

    retculo endoplasmtico liso presente no interior do sarcoplasma das clulas musculares (envolve miofibrila) funo: armazenar ons clcio liberar para citosol no momento em que o SN ordenar a ocorrncia de uma contrao recapturar relaxamento muscular

  • Cada fibra muscular contm centenas a milhares de miofibrilas (protenas contrteis)

    Cada miofibrila 1500 filamentos de miosina e 3000 filamentos de actina, dispostos um ao lado do outro

    Filamentos grossos miosina (composta por duas cadeias tranadas, cada uma com uma seqncia linear de aminocidos que termina de modo enovelado). Na extremidade, existe um estrutura globular.Cada filamento grosso formado por muitas molculas de miosina associadas em feixe cabeasCabeas da miosina ATPases

  • Filamentos finos

    Contm duas protenas alongadas tranadas, a actina e a tropomiosina, e uma terceira globular, chamada de troponina.

  • Filamento fino molcula da protena actina, com duas cadeias moleculares enroladas como hlices. Existem muitas molculas de ADP presas em cada cadeia de actina

    O filamento fino possui dois outros filamentos, formados pela protena tropomiosina estado de repouso (sobrepondo pontos ativos dos filamentos de actina)

    Filamento fino Troponina ocorrendo a intervalos regulares ao longo de cada molcula de tropomiosina complexo de trs molculas globulares de protena, uma com forte afinidade por ons clcio (TN-C), outra por actina (TN-I) e a terceira por tropomiosina (TN-T)

  • Os filamentos de miosina e actina so parcialmente superpostos miofibrila aparea com faixas claras e escuras alternadas

  • Nveis estruturais no msculo

    Fibra muscular isolada aspectos caractersticos sarcmeroSarcmero se extende entre duas linhas Z 2,5 a 1 umAspecto ptico microscopia eletrnica: uma zona clara zona H (centro a linha M fina) zona H centro de uma faixa escura faixa A (anisotrpica) faixa A seguida por uma faixa mais clara faixa I (isotrpica)

    Faixa A filamentos grossos e filamentos finos esto soltos presos linha Z (miosina)

  • TRANSMISSO NEUROMUSCULAR

  • fibras musculares esquelticas

    fibras nervosas mielinizadas motoneurnios medula espinhal

  • Fibra nervosa: ramifica-se formando terminaes neurais invaginam na fibra muscular

    Juno: Terminao nervosa + Fibra muscular: PLACA MOTORA

  • Goteira sinptica: invaginao da membrana da fibra muscular esquelticaFenda sinptica: espao entre terminao nervosa e membrana fibra muscularFendas ou pregas subneurais: no fundo da goteira existem numerosas pregas da membrana muscular

  • Terminao axnica: mitocndrias + vesculas

    Acetilcolina: Sntese: citoplasma da terminao pr-sinptica Armazenamento: vesculas sinpticas

    Membrana muscular: receptores para acetilcolina so canais inicos regulados pela acetilcolina

    Acetilcolinesterase: hidrolisa acetilcolina acetato + colina

  • Mecanismos da contrao muscular

    Incio da contrao impulso nervoso conduzido pelo axnio do motoneurnio at a placa terminal acetilcolina receptores membrana fibra muscular alterao conformacional abertura do canal fluxo de ons sdio despolarizam a membrana das fibras potencial de ao

    Contrao despolarizao da membrana sada de clcio retculo sarcoplasmtico clcio liga-se troponina TN-C afastamento entre tropomiosina e actina

  • Quando a musculatura se contrai trabalho energia ATP

    1-) =msculo repouso as projees dos filamentos grossos (cabeas) desligadas dos filamentos finos = antes do incio da contrao essas projees fixam ATP =a ligao ao filamento fino est bloqueada pela tropomiosina

    2-) =ao impeditiva da tropomiosina impedida , os stios ativos dos filamentos de actina ficam descobertos =tropomiosina clcio se liga troponina (TN-C) =a liberao do stio ativo da actina fixao da cabea de miosina a ele

  • 3-) =ligao da cabea de miosina ao stio ativo do filamento de actina instvel passa conformao de 45 inclinao em direo ao brao da ponte cruzada sentido da linha Z para H =nesta inclinao h utilizao de energia (ADP + Pi)

    4-) =na conformao 45 cabea de miosina tem baixa afinidade por (ADP + Pi) so liberados para o meio tornando o stio de ligao do ATP livre. =liga-se ATP cabea de miosina provoca o desligamento da miosina do filamento actnico relaxamento muscular

  • 5-) desligada a cabea de miosina do filamento de actina, esta volta conformao inicial de 90 e cliva a nova molcula de ATP

    Na contrao muscular estes ciclos vo se repetindo sucessivamente enquanto houver a ao repressora do clcio e a oferta de ATP

  • Relaxamento

    Cessa o estmulo nervoso retculo sarcoplasmtico retira clcio do fluido circundante gasto de ATP. Esse processo efetuado por uma ATPase transportadora de clcio (Ca2+ ATPase) clcio se desliga da troponina cessa a hidrlise de ATP tropomiosina volta a impedir a ligao das projees contrao desativada msculos voltam posio inicial

    a remoo dos ons clcio fator de relaxamento da contrao muscular

  • Msculo relaxado e msculo contrado

    No h protenas contrteis, h estruturas contratis

  • Msculo liso

    tempo de contrao e do relaxamento cerca de 30 x maior que no msculo esqueltico durao dos ciclos de fixao da actina com a miosina seguido pelo seu desligamento muito

    fator desencadeante da contrao = da [ ] de ons clcio no contm troponina , e sim calmodulina fixa-se ons Ca2+ (complexo) liga e ativa a miosina-quinase, que fosforila a cabea de miosina

    Quando nveis de Ca2+ caem, a enzima miosina fosfatase, remove fosfato, o ciclo interrompido e cessa a contrao

  • Tipos de contrao muscular

    Contrao isomtrica (iso=mesmo; metros=comprimento)Quando aplica-se fora msculo contrai comprimento no alteralevantar peso no conseguimosNo h trabalho fsico produto da fora x distncia nuloEnergia gasta calor

    Contrao isotnica (isso=mesmo; tnus=fora)Quando aplica-se fora msculo contrai comprimento Trabalho fsicoEnergia gasta (trabalho, calor)Encurtamento 1/3 comprimento msculo relaxado

  • Reposio do ATP

    CK Fosfocreatina + ADP ATP + creatina

  • Ultra-estrutura molecular

    Contrao e relaxamento deslocamento unidirecionalContrao aproximao de linhas ZRelaxamento afastamento de linhas Z

  • Miastenia grave:

    paralisia incapacidade juno neuromuscular transmitir sinais doena auto-imune paralisia msculos respiratrios

  • Hipertrofia muscular massa total do msculo

    Atrofia massa total msculo

    Poliomielite doena viral acomete neurnios da medula espinhal que inervam msculo morte e atrofia muscular

    Fadiga muscular ocorre em qualquer fase envolvida no processo de contrao muscular (desde o crebro at as clulas musculares)=contraes prolongadas=fadiga muscular com a depleo do glicognio produo do cido lctico (queda ATP, resulta na incapacidade de contrao)

    Exerccio

  • FRMACOS QUE ATUAM SOBRE A TRANSMISSO NA JUNO NEUROMUSCULAR

    frmacos que estimulam a fibra muscular por ao semelhante a da acetilcolina

    frmacos que bloqueiam a transmisso na juno neuromuscular

    frmacos que estimulam a juno neuromuscular por inativarem a acetilcolinesterase

    ********