CONTRIBUIÇÕES PARA UMA PEDAGOGIA DA EDUCAÇÃO ON

Click here to load reader

  • date post

    07-Jan-2017
  • Category

    Documents

  • view

    224
  • download

    4

Embed Size (px)

Transcript of CONTRIBUIÇÕES PARA UMA PEDAGOGIA DA EDUCAÇÃO ON

  • CONTRIBUIES PARA UMA PEDAGOGIA DA EDUCAO ON-LINE

    Jos Moran

    Pesquisador, Professor, Conferencista e Orientador de projetos inovadores na educao Artigo meu, publicado no livro organizado por SILVA, Marco. Educao online: teorias, prticas, legislao,

    formao corporativa. So Paulo: Loyola, 2003. p. 39-50. [email protected]

    Resumo

    A educao on-line pode ser definida como o conjunto de aes de ensino-aprendizagem que so desenvolvidas atravs de meios telemticos, como a Internet, a videoconferncia e a teleconferncia. A educao on-line nos traz questes pedaggicas especficas com desafios novos para a educao a distncia e para a presencial. Existe hoje no Brasil uma grande variedade de cursos on-line: cursos para poucos e para muitos alunos, cursos com pouca interao e com muita interao, cursos centrados no professor e cursos centrados nos alunos; cursos que utilizam uma tecnologia (Internet, videoconferncia, teleconferncia) e outros que integram vrias tecnologias. Para cursos com grandes grupos, o processo de organizao do ensino-aprendizagem on-line muito mais complexo do que o que realizamos no presencial, exigindo uma logstica nova, que est sendo testada com mdias telemticas pela primeira vez. Os papis do professor se multiplicam, diferenciam e complementam, exigindo uma grande capacidade de adaptao, de criatividade diante de novas situaes, propostas, atividades.

    Palavras-chave: Novas tecnologias, Pedagogia, Educao a distncia.

    Introduo

    Educao on-line pode ser definida como o conjunto de aes de ensino-aprendizagem que so desenvolvidas atravs de meios telemticos, como a Internet, a videoconferncia e a teleconferncia. A educao on-line acontece cada vez mais em situaes bem amplas e diferentes, da educao infantil at a ps-graduao, dos cursos regulares aos cursos corporativos. Abrange desde cursos totalmente virtuais, sem contato fsico - passando por cursos semipresenciais - at cursos presenciais com atividades complementares fora da sala de aula, pela Internet. A educao on-line no equivale educao a distncia. Um curso por correspondncia a distncia e no on-line. Por outro lado, no podemos confundir a educao on-line s com cursos pela Internet e somente pela Internet no modo texto.

    A educao on-line est em seus primrdios e sua interferncia se far notar cada vez mais em todas as dimenses e nveis de ensino. Com o avano da telemtica, a rapidez de comunicao por redes, a facilidade prxima de ver-nos e interagir a distncia, a educao on-line ocupar um espao central na pedagogia nos prximos anos.

    A educao on-line nos traz atualmente questes especficas com desafios novos. Ela utilizada em situaes onde o presencial no d conta, ou levaria muito tempo para atingir um nmero grande de alunos em pouco tempo, como, por exemplo, quando precisamos capacitar milhares de professores em servio, que no possuem nvel superior. difcil organizar cursos presenciais simultaneamente para 7 mil professores. O uso de videoconferncia, Internet e sala de aula permitiu que a USP, PUCSP e UNESP realizassem essa tarefa recentemente, a distncia, em todo o Estado de So Paulo [1] . E essas situaes nos obrigam a pensar em processos pedaggicos que compatibilizem a preparao de materiais e atividades adequados, a integrao de vrios tipos de profissionais envolvidos (professores autores, professores orientadores, professores assistentes e tutores), a

    http://www.eca.usp.br/prof/moran/mailto:[email protected]://www.eca.usp.br/moran/contrib.htm#_ftn1

  • combinao de tempos homogneos e flexveis, da comunicao em tempo real e em momentos diferentes [2] , as avaliaes presenciais e a distncia. um processo muito mais complexo do que o que realizamos no presencial, porque exige uma logstica nova, que est sendo testada com mdias telemticas pela primeira vez. muito tnue a linha que separa os cursos de massa com qualidade e os cursos de massa de baixo nvel.

    Alguns cursos por teleconferncia [3] esto procurando criar formas de interao on-line cada vez mais avanadas e combin-las com outros espaos e tempos complementares, num local prximo dos alunos [4] . A combinao do broadcast [5] com algumas ferramentas da comunicao on-line e off-line [6] , principalmente via Internet, um dos caminhos mais promissores para o avano da educao a distncia e permite, ao menos em teoria, valorizar o melhor da transmisso para muitos grupos e novas formas de interao.

    A educao on-line tambm est comeando a trazer contribuies significativas para a educao presencial. Algumas universidades integram aulas presenciais com aulas e atividades virtuais, flexibilizando tempos e espaos, ampliando os espaos de ensino-aprendizagem at agora praticamente confinados sala de aula. O currculo pode ser flexibilizado, segundo a portaria 2253 do MEC, em 20% da carga total. Algumas disciplinas esto sendo oferecidas total ou parcialmente a distncia. O vinte por cento uma etapa inicial de criao da cultura on-line. Mais tarde, cada universidade ir definir qual o ponto de equilbrio entre o presencial e o virtual em cada rea do conhecimento.

    Existe hoje no Brasil uma grande variedade de cursos on-line: cursos para poucos e para muitos alunos, cursos com pouca interao e com muita interao, cursos centrados no professor e cursos centrados nos alunos; cursos unitecnolgicos e outros com mltiplas tecnologias. Muitos desses cursos simplificam o processo pedaggico, se preocupam pouco com a construo do conhecimento, so massificadores, s visam o lucro fcil.

    Com a educao on-line, com o avano da velocidade de conexo pela Internet, pela TV digital e pelo celular de terceira gerao, teremos tanto a massificao semelhante de boa parte dos cursos superiores presenciais como novas formas interessantes de aprender continuamente, presencial e virtualmente; teremos materiais prontos focados no professor e outros em contnua construo, com intensa participao dos alunos. ainda prematuro definir padres pedaggicos na educao a distncia, porque estamos em fase de experimentao de vrios modelos, formatos, que tambm afetam ao ensino presencial.

    Os mltiplos papis do educador on-line

    Com a educao on-line os papis do professor se multiplicam, diferenciam e complementam, exigindo uma grande capacidade de adaptao, de criatividade diante de novas situaes, propostas, atividades. Em uma parte dos cursos on-line continuamos com as aulas presenciais regulares, acrescentando algumas atividades complementares a distncia. Em outros, as aulas so presenciais, mas h uma incidncia maior de atividades virtuais, que podem liberar os alunos de alguns encontros presenciais previstos anteriormente. Em outros cursos s temos um ou dois encontros presenciais e a maior parte das aulas e atividades feita a distncia. Finalmente, organizamos cursos em que o professor no mantm contato fsico com os alunos e todas as atividades so realizadas basicamente pela Internet.

    O professor alterna cursos on-line com um nmero de alunos semelhante ao das aulas convencionais com outros com trezentos, quinhentos ou vrios milhares de alunos, onde ele gerencia uma equipe de professores assistentes e monitores, que por sua

    http://www.eca.usp.br/moran/contrib.htm#_ftn2http://www.eca.usp.br/moran/contrib.htm#_ftn3http://www.eca.usp.br/moran/contrib.htm#_ftn4http://www.eca.usp.br/moran/contrib.htm#_ftn5http://www.eca.usp.br/moran/contrib.htm#_ftn6

  • vez atendem a turmas menores de alunos. Em determinados cursos o professor somente um autor, no participa diretamente do andamentos dos cursos. Mesmo como autor, o contedo tratado e editado por uma equipe para dar o tratamento especfico para as mdias e o perfil do pblico. O professor participa de formas diferentes e exerce papis diferentes em diferentes situaes que se lhe apresentam na educao on-line.

    O professor on-line precisa aprender a trabalhar com tecnologias sofisticadas e tecnologias simples; com Internet de banda larga e com conexo lenta; com videoconferncia multiponto e teleconferncia; com softwares de gerenciamento de cursos comerciais e com softwares livres. Ele no pode acomodar-se, porquea todo momento surgem solues novas e que podem facilitar o trabalho pedaggico com os alunos. Solues que no podem ser aplicadas da mesma forma para cursos diferentes.

    O professor on-line cada vez ser mais solicitado por outras instituies acadmicas e corporativas para participar em um mdulo ou parte de um curso, muitas vezes distante do local fsico onde se encontra. Em determinados cursos poder criar comunidades de aprendizagem, com grande interao e enfatizando a construo grupal do conhecimento. Em outros cursos lhe ser pedido que interaja o mnimo por uma questo de diminuir custos, de padro da instituio ou da coordenao. Em alguns cursos poder pensar em vdeos, apresentaes complexas e cmeras para visualizar e interagir com os alunos, como videochats, enquanto em outros receber a orientao de no utilizar o chat por ser dispersivo ou de focar mais o texto impresso e utilizar a Internet como mdia complementar, pela dificuldade de acesso de uma parte significativa dos seus alunos. Ele precisa ter flexibilidade para adaptar-se a situaes muito diferenciadas e ter sensibilidade para escolher as melhores solues possveis para cada momento.

    O professor on-line est comeando a aprender a trabalhar em situaes muito diferentes: com poucos e muitos alunos, com mais ou menos encontros presenciais, com um processo personalizado (professor autor-gestor) ou mais despersonalizado (separao entre o autor e o gestor de aprendizagem). Quanto mais situaes diferentes experimente, melhor estar preparado para vivenciar diferentes papis, metodologias, projetos pedaggicos, muitos ainda em fase de experimentao.

    Novas questes na educao on-line

    Hoje temos questes pedaggicas novas que o avano das tecnologias de comunicao nos colocam na educao on-line e sobre as quais ainda precisamos de avaliao mais c