CURSO DE EXTENSÃO

download CURSO DE EXTENSÃO

of 13

Embed Size (px)

Transcript of CURSO DE EXTENSÃO

EDITAL DE SELEO 8 CURSO DE EXTENSO PARA ENFERMEIROS E TCNICOS EM ENFERMAGEM. A interpretao do presente edital deve ser realizada de forma sistmica, mediante combinao dos itens previstos. Inscries de 17 de Outubro a 11 de novembro de 2011 ou at o preenchimento das vagas. VALOR DA INSCRIO: R$ 90.00 Enfermeiros R$ 60.00 Tcnico em enfermagem NO SER EMITIDO BOLETO DE PAGAMENTO PUBLICO ALVO: - Enfermeiros graduados e inscritos no Coren Ba. - Tcnicos em Enfermagem graduados e inscritos no Coren. Ba CARGA HORARIA 30 horas semanais total (terico/pratico). DURAO DO CURSO 06 (seis) MESES (Exclusivamente pela Manh). INVESTIMENTO MENSAL: R$ 200.00 (duzentos) Enfermeiros R$ 100,00 (cem ) - Tcnico em enfermagem

1. INFORMAES GERAIS

1.1

As inscries para prova de seleo sero efetuadas exclusivamente via internet, durante o perodo de inscrio descrito no inicio deste edital ou at o preenchimento das vagas.

1.2 SELEO PARA ENFERMEIROS: 1. Enfermeiro ADULTO, em unidade de clinica medica cirrgico 140 inscries/26 vagas. 2. Enfermeiro PEDIATRICO, em clinica mdica e cirrgica 30 inscries/ 06 vagas. 3. Enfermeiro em Centro de Terapia Intensiva (adulto e peditrico) 40 inscries / 04 vagas. 4. Enfermeiro em unidade de Centro Cirrgico e CME - 10 inscries/02 vagas. 5. Enfermeiro em unidade de Pronto Atendimento - Hospital So Jorge (adulto e peditrico) - 50 inscries/17 vagas. 6. Enfermeiro em unidade de Pronto Atendimento de urgncia e emergncia - 12 CENTRO (adulto e peditrico) 30 inscries/04 vagas. 1.3 SELEO PARA TCNICOS EM ENFERMAGEM a. Tcnico em enfermagem em unidade de clinica medica cirrgico ADULTO 150 inscries / 52 vagas. b. Tcnico em enfermagem em unidade de clinica medica cirrgico PEDIATRICA 50 inscries / 15 vagas. c. Tcnico em enfermagem em unidade de Pronto Atendimento no Hospital So Jorge (adulto e peditrico) 80 inscries / 20 vagas. d. Tcnico em unidade de Pronto Atendimento 12 centro (adulto peditrico) / Imbui 40 inscries / 8 vagas. 1.4.Procedimentos para Inscrio 1.4.1 Para se inscrever no Processo seletivo, o candidato dever: a) Abrir o link relativo ao processo seletivo do Curso de Extenso para Enfermeiros e Tcnicos em Enfermagem. b) Preencher todos os campos do Formulrio de Solicitao de Pr Inscrio com os dados ali solicitados, sem os quais a inscrio no ser aceita; sendo da exclusiva responsabilidade do candidato a veracidade dos dados fornecidos. c) Anotar o numero da conta bancria para pagamento atravs de DEPOSITO IDENTIFICADO, da taxa de inscrio, no valor de R$ 90,00 (noventa reais) para

candidatos de nvel superior e R$ 60,00 (sessenta reais) para nvel tcnico no Banco Bradesco agencia 2864-9 conta corrente 12130-4. NO SER EMITIDO BOLETO DEPAGAMENTO. d) Aps o deposito identificado do valor referente pr inscrio o candidato deve

confirmar o pagamento no link CONFIRMAR PAGAMENTO DA INSCRIO. e) f) A pr inscrio no confirmada em at 24 horas perder a validade. Depois de confirmado o pagamento e efetivado a inscrio o candidato dever IMPRIMIR O COMPROVANTE DE INSCRIO. 2. PAGAMENTO DO VALOR DA INSCRIO A taxa de inscrio dever ser paga atravs de DEPOSITO IDENTIFICADO, no Banco Bradesco agencia 2864-9 conta corrente 12130-4 no valor: Enfermeiros - R$ 90,00 (noventa), Tcnicos em Enfermagem R$ 60,00 (sessenta).

2.1. vedada a devoluo da taxa de inscrio em casos de excluso ou desistncia motivada pelo candidato. 2.2. Anular-se-, sumariamente, a inscrio e todos os atos dela decorrentes, se o candidato no comprovar que satisfaz as condies estabelecidas neste Edital, o que poder ocorrer se constatada tal irregularidade. 2.3. As informaes e as declaraes prestadas no Formulrio de Inscrio sero da inteira responsabilidade do candidato, dispondo a Comisso Executora do Processo Seletivo do direito de excluir desse Processo aquele que no preencher o Formulrio de forma completa, correta e legvel ou fornecer dados comprovadamente inverdicos. 2.4. A inscrio vale, para todo e qualquer efeito, como forma expressa de concordncia, por parte do Candidato, de todas as condies, normas e exigncias estabelecidas neste Edital. 2.5 Ser considerada nula a inscrio paga atravs de outras formas e aps a data publicada neste edital. 3.. PROVA DE SELEO 3.1 A prova de seleo ser realizada na OSID, no complexo de Roma, Avenida Bonfim, 161, entrada PORTO 03, no DOMINGO , dia 11 de dezembro de 2011 nos turnos e horrios: MANH das 08:00 as 12:00 - TCNICOS EM ENFERMAGEM. TARDE - das 13: 00 as 17: 00 - ENFERMEIROS

4. Das vagas, turno e carga horria. 4.1. Sero oferecidas as vagas para Tcnico em Enfermagem: 52 Vagas para Tcnicos em Enfermagem em clinica medico cirrgico Adulto. 15 Vagas para Tcnicos em Enfermagem em Pediatria. 20 Vagas para Tcnicos em Enfermagem em Pronto Atendimento (adulto e peditrico) do Hospital So Jorge. 08 Vagas no 12 CENTRO Alfredo Bureau (adulto e peditrico) - Imbui. 4.2. Sero oferecidas as vagas para Enfermeiros: 26 vagas para Enfermeiros em clinica medico cirrgica ADULTO. 06 vagas para Enfermeiros em clinica medico cirrgica PEDIATRIA 04 vagas para Enfermeiros em CTI-A e CTI-ped. 02 vagas para Enfermeiros em CC/CME. 17 vagas para Enfermeiros em Pronto Atendimento urgncia e emergncia Hospital So Jorge. 04 vagas para Enfermeiros no 12 CENTRO. 4.3 O turno do Curso pela MANH (segunda a sexta feira) nas diversas unidades, distribudas conforme escala de pratica. 4.4 A carga horria do Curso de Extenso para Enfermeiros e Tcnicos em Enfermagem, corresponde a 30 horas semanais total. 4.5 A durao do Curso de 06 (seis) meses. 5. Do Local e Horrio de Prova 5.1. O Candidato dever comparecer : DOMINGO 11 de dezembro de 2011 para sua prova, no local, no turno e horrios designados, com antecedncia mnima de 60 minutos, munido de: Recibo do Deposito identificado Original de um documento de identificao em que conste fotografia e assinatura (Cdula de Identidade ou RG ou Carteira de Trabalho) ou outro. Caneta esferogrfica de cor azul ou preta. Comprovante da inscrio.

ATENO: Em hiptese alguma, os candidatos tero acesso aos locais de provas sem um dos documentos relacionados.

5.2. O acesso ao local de provas ser atravs da portaria de PORTO 03 (complexo de Roma), impreterivelmente: At 07:00 no turno da manh At as 13:00 no turno da tarde.

5.3. No ser permitido ao Candidato fazer prova fora do horrio e do local divulgado, seja qual for o motivo. 5.4. No haver segunda chamada ou repetio de Provas. O no comparecimento ou o atraso no comparecimento do candidato para a realizao da prova implicar, automaticamente, na sua excluso do processo seletivo, seja qual for o motivo alegado. 6. Do Processo Seletivo A. O Processo Seletivo constituir-se- de DUAS ETAPAS PARA ENFERMEIROS, consistindo a primeira na aplicao de uma Prova Escrita. A segunda etapa, apenas enfermeiros, consistir de um estudo de caso e entrevista individual. B. O Processo Seletivo constituir-se- de UMA ETAPA PARA TCNICO EM ENFERMAGEM, consistindo na aplicao de uma Prova Escrita. 6.1 PROVA ESCRITA PARA ENFERMEIROS E TCNICOS EM ENFERMAGEM 6.1.1. A Prova Escrita (eliminatria) especifica por rea de atuao, ser constituda de 30 questes objetivas de mltipla escolha, em conhecimentos gerais e especifico cada uma com 05 (cinco) alternativas, constando apenas de uma alternativa correta, versando sobre o Programa Terico em enfermagem constante no final deste edital. 6.1.2. No sero permitidas consultas em livros, em cdigos ou em anotaes de qualquer

natureza, bem como ser proibido o uso de aparelhos de comunicao de qualquer espcie, mquina de calcular ou agenda eletrnica. 6.1.3. Ter sua prova anulada e ser automaticamente eliminado do Processo Seletivo o Candidato que, durante a realizao da prova: a) usar ou tentar usar meios fraudulentos ou ilegais para a sua realizao; b) infringir, no todo ou em parte, o que foi estabelecido neste Edital.

c) recusar-se a entregar o material de aplicao da prova ao trmino do tempo destinado sua realizao; d) afastar-se da sala, a qualquer tempo, sem o acompanhamento do fiscal; e) perturbar, de qualquer modo, a ordem dos trabalhos, incorrendo em comportamento indevido. 6.1.4. O Candidato s poder ausentar-se do recinto de Prova, transcorridas 40 (quarenta) minutos de seu incio. 6.1.5. A Prova Escrita ser avaliada numa escala de 0 (zero) a 10 (dez) pontos. 6.1.6. Sero considerados aprovados os candidatos que obtiverem pontuao mnima, igual ou superior a 75% (setenta e cinco por cento) da prova escrita, sendo os demais excludos automaticamente do processo seletivo. ATENO: O resultado da 1 Etapa para Enfermeiros ser divulgado no site: www.irmadulce.org.br no link lista de aprovados no dia 13/12/2011 SEGUNDA ETAPA APENAS PARA ENFERMEIROS aprovados na primeira etapa: O Caso Clinico, ser baseado na Taxonomia NANDA e necessidades humanas bsicas de Wanda Horta considerando as etapas do processo SAE (sistematizao da assistncia em enfermagem) e ENTREVISTA INDIVIDUAL no Complexo de Roma, av. Bonfim, 161, no 16 de dezembro de 2011 as 07:30 na entrada pelo PORTO 6 (CRPD). O processo 2 etapa ter durao de 04 horas. 6.2. RESULTADO FINAL E LISTA DE APROVADOS ENFERMEIROS E TECNICOS EM ENFERMAGEM: A lista com nome dos aprovados ser divulgada no site: www.irmadulce.org.br no link lista de aprovados, no dia 20 de dezembro de 2011.

6.3. MATRICULA DOS APROVADOS Estaro convocados para a matricula no Curso de Extenso todos os candidatos aprovados, conforme resultado divulgado na internet: ATENO: Antes de dirigir-se ao complexo de Roma OSID o candidato aprovado, convocado para matricula dever:

A. Contratar atravs de um Banco onde tem conta corrente ou uma seguradora: curso. B. DEPOSITO IDENTIFICADO : Pagar o valor correspondente a mensalidade Enfermeiros R$ 200,00 (duzentos) e Tcnicos em Enfermagem R$ 100,00 (cem): BANCO BRADESCO/ AGENCIA 2864 -9 na CONTA CORRENTE 12130 -4. C. VACINAR SE OU ATUALIZAR O CARTO VACINAL no Posto mais prximo da Residncia com as vacinas: Ttano, DT, Hepatite B, Febre Amarela e Dupla Viral. 7. DA MATRCULA 7.1 A matricula ser efetivada no Complexo de Roma, portando original e copia dos documentos listados abaixo nos dias: 27 de Dezembro de 2011 manh, das 08:00 as 12:00 - entrada no 4 Centro no auditrio 1 andar PORTO 05. 28 de Dezembro de 2011 tarde, das 13:00 as 16:00 na sala 01 do CEPPAJ/HSA, entrada pelo PORTO 03. Aplice de seguro pessoal. Recibo de pagamento da 1 mensalidade. Carto vacinal atualizado. Carteira do Conselho Regional em enfermagem ou protocolo de processo de inscrio ou de revalidao em andamento. RG e CPF. 02 fotografias recentes, no tamanho 3x4. Diploma de graduao ou Declarao de Concluso. Histrico Escolar do candidato, fornecido pela respectiva Instituio de Ensino. Certificado de Concluso do Curso Tcnico ou declarao de Concluso. SEGURO PESSOAL PARTICULAR e individualmente com aplice por morte acidental e invalidez permanente por causa acidental, vigente para o perodo total ao do

ATENO: O candidato que no comparecer ao local na data e hora estabelecida para matricula e assinatura dos termos de Compromisso e de Disponibilidade de Horrio, ser considerado desistente. 8. INICIO DO CURSO O inicio do Curso ocorrer no dia 02 de janeiro de 2012 as 08:00 no Santurio da Bem Aventurada Dulce dos Pobres / Igreja da Imaculada Conceio da Me de Deus conforme aviso na matricula. 9. TERMINO DO CURSO 08 de Junho de 2012 10. NORMAS GERAIS Assinado os Termos de Compromisso e de Disponibilidade de horrio, fica o candidato obrigado a cumprir o Regimento Interno do curso. 11. LOCAIS DE PRATICA: 1. 2. 3. 4. 5. 6. Enfermarias do Hospital Santo Antnio/HSA e Centro Medico Social Augusto Lopes Pontes/ CMSALP - adulto CLINICAS: MDICA E CIRURGICA. Enfermarias do Hospital da Criana/HC pediatria. Centro de Terapia Intensiva/CTI adulto e peditrico (apenas Enfermeiros) CENTRO CIRURGICO E CME (apenas Enfermeiros) Pronto Atendimento: 12 Centro de Sade ALFREDO BUREAU - Imbui PRONTO ATENDIMENTO DO HOSPITAL SO JORGE.

Em setembro de 2011 CEPEn

PROGRAMA TERICO DE ENFERMAGEM DO CURSO DE EXTENSO PARA ENFERMEIROS E TECNICOS EM ENFERMAGEM

Contedo do Programa Terico de Enfermagem

rea: Pronto Atendimento (adulto e Peditrico) Conhecimentos Especficos Assistncia de Enfermagem ao Paciente em Parada Cardiorrespiratria Assistncia de Enfermagem nas emergncias hipertensivas Assistncia de Enfermagem ao Paciente: hipovolmico e anafiltico Assistncia de Enfermagem ao Paciente em insuficincia respiratria aguda Assistncia de Enfermagem ao Paciente em cetoacidose diabtica Assistncia de Enfermagem ao Paciente em obstruo de vias areas Assistncia de Enfermagem ao Paciente nas Intoxicaes exgenas Assistncia de Enfermagem ao Paciente em crise convulsiva

Conhecimentos Gerais: Lei do Exerccio Profissional em Enfermagem Cdigo de tica em Enfermagem Biossegurana para profissionais em sade. Precaues padro e de Isolamento Higienizao das Mos Processo de Enfermagem/ Sistematizao da Assistncia de Enfermagem Calculo e dosagens de medicamentos e solues venosas Polticas de Humanizao do Sistema nico de Sade. Declarao Universal dos Direitos do Homem Constituio Federal do Brasil Portugues interpretao de textos, novo acordo ortogrfico. Matemtica: Soluo de problemas

rea: Clinica Mdico Cirrgico (adulto e Peditrico) Conhecimentos Especficos Assistncia de Enfermagem ao Paciente em Parada Cardiorrespiratria Assistncia de Enfermagem ao Paciente no Peri operatrio Assistncia de Enfermagem ao Paciente Portador de Diabetes Assistncia de Enfermagem ao Paciente com Problemas do Trato Respiratrio: Pneumonias, Derrame Pleural, Edema agudo Pulmonar, Assistncia de Enfermagem ao Paciente com Distrbios Cardacos: Insuficincia Cardaca Assistncia de Enfermagem ao Paciente com feridas.

Conhecimentos Gerais Lei do Exerccio Profissional em Enfermagem Cdigo de tica em Enfermagem Biossegurana para profissionais em sade. Precaues padro e de Isolamento Higienizao das Mos Processo de Enfermagem/ Sistematizao da Assistncia de Enfermagem Calculo e dosagens de medicamentos e solues venosas Polticas de Humanizao do Sistema nico de Sade. Declarao Universal dos Direitos do Homem Constituio Federal do Brasil Portugues interpretao de textos, novo acordo ortogrfico. Matemtica: Soluo de problemas

rea: UTI (adulto e Peditrico) Conhecimentos Especficos Assistncia de Enfermagem ao Paciente em Parada Cardiorrespiratria Assistncia de Enfermagem ao Paciente em uso de drogas vasoativas. Cuidados de enfermagem na monitorizao do paciente crtico. Assistncia de Enfermagem ao Paciente com infarto agudo do miocrdio Assistncia de Enfermagem ao Paciente com distrbios neurolgicos: Acidente vascular enceflico isqumico e hemorrgico. Assistncia de Enfermagem ao Paciente em distrbios hidreletroltico e acido bsicos. Assistncia de Enfermagem ao Paciente em Insuficincia Respiratria Aguda

Conhecimentos Gerais Lei do Exerccio Profissional em Enfermagem Cdigo de tica em Enfermagem Biossegurana para profissionais em sade. Precaues padro e de Isolamento Higienizao das Mos Processo de Enfermagem/ Sistematizao da Assistncia de Enfermagem Calculo e dosagens de medicamentos e solues venosas Polticas de Humanizao do Sistema nico de Sade. Declarao Universal dos Direitos do Homem Constituio Federal do Brasil Portugues interpretao de textos, novo acordo ortogrfico. Matemtica: Soluo de problemas

rea: Centro Cirrgico e CME Conhecimentos Especficos Assistncia de Enfermagem ao Paciente em Parada Cardiorrespiratria Assistncia de Enfermagem ao Paciente no Peri operatrio Processamento, Desinfeco e Esterilizao de artigos mdicos Hospitalares. Atuao do Enfermeiro no CRPA Conhecimentos Gerais Lei do Exerccio Profissional em Enfermagem Cdigo de tica em Enfermagem Biossegurana para profissionais em sade. Precaues padro e de Isolamento Higienizao das Mos Processo de Enfermagem/ Sistematizao da Assistncia de Enfermagem Calculo e dosagens de medicamentos e solues venosas Polticas de Humanizao do Sistema nico de Sade. Declarao Universal dos Direitos do Homem Constituio Federal do Brasil Portugues interpretao de textos, novo acordo ortogrfico. Matemtica: Soluo de problemas

1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9.

Principais legislaes para o exerccio da Enfermagem-Coren-Ba Precaues Padro e de Isolamentos (DOWNLOAD): Portaria Estadual n 711/1996/ http://www.saude.ba.gov.br/divisa/arquivos/legislacao/Portaria_Estadual_N_711_96.pdf CONSTITUIO FEDERAL http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constitui %C3%A7ao.htm DECLARAO UNIVERSAL DOS DIREITOS DO HOMEM http://www.abert.org.br/site/images/stories/pdf/DeclaracaoUniversaldoDireitodoHomem.pdf Segurana e Sade no trabalho em Servios de Sade (DOWNLOAD) http://www.mte.gov.br/legislacao/normas_regulamentadoras/nr_32.pdf Polticas de Humanizao do Sistema nico de Sade (DOWNLOAD) http://www.redehumanizasus.net/ Brunner, L. S. e Suddarth, D.S. Enfermagem Mdico-Cirrgica, 11 ed. Guanabara Koogan, 2008. Knobel, El. Condutas no Paciente Grave. 3 ed. Vol. 01 e 02. Atheneu, 2006. NANDA, Diagnstico de Enfermagem da NANDA: definies e classificao 2009-2011 / North American Nursing Association; traduo Regina Machado Garcez. Porto Alegre: Artmed, 2010.

10. Oliveira, Adriana C. et ali. Infeces Hospitalares: epidemiologia, preveno e controle, 1 ed. Guanabara Koogan, 2005. 11. Appling, Susan E. et al. Procedimentos em Enfermagem, 1 ed. Reichmann & Autores Editores Ltda, 2005. 12. Rogers, Osborn e Pousada. Enfermagem em Emergncia: um Manual Prtico. Artes Mdicas, 1992. 13. Simes e Silva. Manual de Urgncias em Pediatria. 1 ed. Medsi, 2003. 14. Isabel Miranda Bonfim, William Malagutti. Enfermagem em Centro Cirrgico. Atualidades e Perspectivas no ambiente cirrgico. Editora Universitaria So Paulo, 2008. 15. MATEMTICA E CLCULO DE MEDICAMENTOS: SILVA, M.T, SILVA, S.R. Clculo e Administrao de Medicamentos em Enfermagem. Editora Martinari, 2 Edio, So Paulo 2009. SKELLEY, E.G. Medicao e Matemtica na Enfermagem. Editora Pedaggica e Universitria. So Paulo, 1977. Traduo: Equipe Associao Alumi, 2009, 9 reimpresso.

16. Destaques das Diretrizes da American Heart Association 2010 para RCP e ACE. Disponvel em: http://www.ribeiraopreto.sp.gov.br/ssaude/programas/samu/neu-pdf/novas-diretrizes.pdf