Directivas para carroçarias SPRINTER · peças de equipamento ou os seus reequipamentos não se...

Click here to load reader

  • date post

    15-Feb-2020
  • Category

    Documents

  • view

    0
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of Directivas para carroçarias SPRINTER · peças de equipamento ou os seus reequipamentos não se...

  • Directivas para carroçarias SPRINTER

  • Índice

    1 Introdução . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 51.1 Estrutura deste Manual . . . . . . . . . . . . . . . . . . 51.2 Formas de apresentação . . . . . . . . . . . . . . . . 71.3 Segurança do veículo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 81.4 Segurança operacional . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9

    2 Generalidades . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 102.1 Designação do veículo e do modelo . . . . . . . 102.2 Visão geral de modelos . . . . . . . . . . . . . . . . . 112.3 Aconselhamento de fabricantes

    de carroçarias . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 142.3.1 Certificado de conformidade com

    as disposições legais . . . . . . . . . . . . . . . . . . 142.3.2 Concessão do certificado de conformidade

    com as disposições legais . . . . . . . . . . . . . . 152.3.3 Direitos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 152.4 Desenhos de propostas, Dados Técnicos,

    informações sobre o produto/MB-AS . . . . . 162.4.1 Programa para PC (ISDN/Modem) . . . . . . . . 162.4.2 Sistema de pedido de informações

    por fax . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 162.4.3 Sistema de informação da oficina (WIS) . . . . 162.5 Responsabilidade sobre o produto . . . . . . . . 172.6 Reivindicações ao abrigo da Garantia . . . . . . 182.7 Estrela da Mercedes e emblema . . . . . . . . . . 192.8 Prevenção de acidentes . . . . . . . . . . . . . . . . 202.9 Reaproveitamento de peças –

    reciclagem . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 212.10 Sistema de qualidade . . . . . . . . . . . . . . . . . . 22

    3 Planeamento das carroçarias . . . . . . . . . . 233.1 Escolha do chassis . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 233.2 Alterações no veículo . . . . . . . . . . . . . . . . . . 243.3 Dimensões e indicações dos pesos . . . . . . . 253.4 Dados de identificação do veículo . . . . . . . . 263.5 Estabilidade do veículo . . . . . . . . . . . . . . . . . 273.6 Pneus . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 283.7 Uniões roscadas e soldadas . . . . . . . . . . . . . 293.7.1 Uniões roscadas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 293.7.2 Uniões soldadas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 293.8 Insonorização . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 333.9 Manutenção e reparação . . . . . . . . . . . . . . . 343.9.1 Trabalhos para o armazenamento

    do veículo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 34

    Directivas para carroçarias Mercedes-Benz para

    ! Imprimir sempre os capítulos compl

    3.9.2 Manutenção e armazenamento de baterias . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 35

    3.9.3 Trabalhos antes da entrega do veículoreequipado . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 35

    3.10 Equipamentos opcionais . . . . . . . . . . . . . . . . 36

    4 Valores limite técnicos durante oplaneamento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 37

    4.1 Valores limite no veículo básico . . . . . . . . . . 374.1.1 Dirigibilidade . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 374.1.2 Ponto do centro de gravidade

    máximo admissível . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 374.1.3 Dimensões do veículo . . . . . . . . . . . . . . . . . . 374.1.4 Não se deve soldar: . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 374.1.5 Não é permitido efectuar trabalhos

    de perfuração: . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 384.2 Valores limite trem de rodagem . . . . . . . . . . 394.2.1 Cargas admissíveis sobre os eixos . . . . . . . . 394.2.2 Dimensões dos pneus aprovados . . . . . . . . . 394.2.3 Diâmetro de viragem . . . . . . . . . . . . . . . . . . 394.2.4 Alterações dos eixos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 394.2.5 Alterações no sistema de direcção . . . . . . . . 394.2.6 Alterações no sistema de travões . . . . . . . . . 394.2.7 Alterações nas molas, suspensão

    das molas/amortecedores . . . . . . . . . . . . . . 394.2.8 Alinhamento das rodas . . . . . . . . . . . . . . . . . 394.3 Valores limite estrutura base . . . . . . . . . . . . 404.3.1 Alterações, estrutura base . . . . . . . . . . . . . . 404.3.2 Valores limite, quadro do veículo . . . . . . . . . 404.3.3 Rebaixamento da cava da roda . . . . . . . . . . . 404.3.4 Prolongamento do veículo . . . . . . . . . . . . . . 404.3.5 Pontos de fixação no quadro . . . . . . . . . . . . 404.3.6 Alterações da distância entre eixos . . . . . . . 414.3.7 Pára-brisas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 414.3.8 Tejadilho do veículo/carga sobre

    o tejadilho . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 424.4 Valores limite periferia do motor/veio

    de transmissão . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 434.4.1 Sistema de alimentação do combustível . . . 434.4.2 Alterações motor/componentes de

    transmissão . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 434.5 Valores limite, Interior . . . . . . . . . . . . . . . . . 444.5.1 Alterações na zona dos airbags e

    pré-tensores dos cintos de segurança . . . . . 444.5.2 Alterações, bancos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 444.6 Valores limite, sistema eléctrico/

    sistema electrónico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 45

    o SPRINTER, versão: 14.01.2005

    etos da versão actual.

  • Índice

    4.6.1 Cabos eléctricos/fusíveis . . . . . . . . . . . . . . 454.6.2 Luzes de delimitação do veículo e de

    demarcação laterais . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 454.6.3 Montagem posterior de aparelhos

    eléctricos (marca e) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 454.6.4 Sistemas de comunicação móveis . . . . . . . . 454.6.5 CANAL CAN . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 454.6.6 Programa Electrónico de Estabilidade . . . . . 454.7 Valores limite, agregados suplementares . . . 464.8 Valores limite, estruturas adicionais . . . . . . . 474.9 Valores limite, carroçaria . . . . . . . . . . . . . . . 484.9.1 Valores limite, estrutura de montagem . . . . . 484.9.2 Ligação ao quadro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 48

    5 Prevenção contra danos . . . . . . . . . . . . . . 495.1 Tubagem do sistema de travões/cabos

    e tubos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 495.2 Trabalhos de soldadura . . . . . . . . . . . . . . . . . 505.3 Medidas de protecção anticorrosiva . . . . . . . 515.4 Trabalhos de pintura . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 535.5 Arranque por reboque e reboque

    do veículo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 545.6 Armazenamento e entrega do veículo . . . . . . 555.7 Compatibilidade electromagnética (EMV) . . . 56

    6 Alterações no veículo básico . . . . . . . . . . . 576.1 Trem de rodagem . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 576.1.1 Trem de rodagem geral . . . . . . . . . . . . . . . . . 576.1.2 Elementos de mola/amortecedores . . . . . . 576.1.3 Sistema de travões . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 586.1.4 Suspensão pneumática . . . . . . . . . . . . . . . . . 596.1.5 Jantes/pneus . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 606.1.6 Roda de reserva . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 606.2 Estrutura base/carroçaria . . . . . . . . . . . . . . 616.2.1 Estrutura base/carroçaria geral . . . . . . . . . . 616.2.2 Ligação ao quadro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 636.2.3 Material para o quadro do chassis . . . . . . . . 646.2.4 Prolongamento do veículo . . . . . . . . . . . . . . 646.2.5 Alterações da distância entre eixos . . . . . . . 686.2.6 Certificado de conformidade com as

    disposições legais em caso de alterações da distância entre eixos . . . . . . . . . . . . . . . . 72

    Directivas para carroçarias Mercedes-Benz para

    ! Imprimir sempre os capítulos compl

    6.2.7 Alterações na cabine . . . . . . . . . . . . . . . . . . 726.2.8 Painel lateral, vidros, portas e tampas . . . . . 736.2.9 Guarda-lamas e cavas das rodas . . . . . . . . . 746.2.10 Travessa traseira do chassis . . . . . . . . . . . . . 756.2.11 Pára-brisas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 756.2.12 Resguardo dianteiro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 766.2.13 Tejadilho do comercial ligeiro de caixa

    aberta/veículo ligeiro misto . . . . . . . . . . . . . 766.3 Periferia do motor/veio de transmissão . . . 796.3.1 Sistema de alimentação do combustível . . . 796.3.2 Sistema de escape . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 796.3.3 Refrigeração do motor . . . . . . . . . . . . . . . . . 806.3.4 Admissão de ar do motor . . . . . . . . . . . . . . . 806.3.5 Espaço livre para os agregados . . . . . . . . . . 816.3.6 Veios de transmissão . . . . . . . . . . . . . . . . . . 816.3.7 Regulação das rotações do motor . . . . . . . . 836.3.8 Alterações NGT-SPRINTER com

    accionamento a gás . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 836.4 Interior . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 846.4.1 Generalidades . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 846.4.2 Equipamento de segurança . . . . . . . . . . . . . 846.4.3 Bancos de série . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 896.4.4 Redução dos ruídos no interior . . . . . . . . . . . 896.4.5 Sistema de ventilação . . . . . . . . . . . . . . . . . . 906.5 Sistema eléctrico/sistema electrónico . . . . 916.5.1 Indicações gerais . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 916.5.2 Iluminação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 916.5.3 Bateria . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 936.5.4 Interfaces da tomada de corrente . . . . . . . . 946.5.5 Montagem posterior de aparelhos

    eléctricos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 956.5.6 Sistemas de comunicação móveis . . . . . . . . 956.5.7 Cabos eléctricos/CANAL CAN . . . . . . . . . . . 966.5.8 Fecho centralizado para veículos de

    prestação de serviços de socorro . . . . . . . . . 986.5.9 Esquemas eléctricos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 986.5.10 Programa Electrónico de

    Estabilidade (ESP) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 996.5.11 Compatibilidade electromagnética

    (EMV) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1016.5.12 Montagem posterior do alternador . . . . . . . 1016.6 Agregados suplementares . . . . . . . . . . . . . 102

    o SPRINTER, versão: 14.01.2005

    etos da versão actual.

  • Índice

    6.6.1 Montagem posterior do sistema de ar condicionado . . . . . . . . . . . . . . . . . . 102

    6.6.2 Sistema de aquecimento suplementar . . . 1046.6.3 Sistema de gás líquido . . . . . . . . . . . . . . . 1046.6.4 Tomadas de força . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1046.6.5 Montagem posterior do alternador . . . . . . 1076.6.6 Travões auxiliares/Retarder . . . . . . . . . . . 1076.7 Estruturas adicionais . . . . . . . . . . . . . . . . . 1086.7.1 Guincho . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1086.7.2 Deflectores do vento . . . . . . . . . . . . . . . . . 1096.7.3 Prolongamento da cabine . . . . . . . . . . . . . 1096.7.4 Porta-bagagens do tejadilho . . . . . . . . . . . 1096.7.5 Montagem de prateleiras . . . . . . . . . . . . . 1106.7.6 Gruas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1106.7.7 Plataforma de carga . . . . . . . . . . . . . . . . . 1136.7.8 Acoplamento para reboque . . . . . . . . . . . . 1166.7.9 Dispositivos de protecção lateral . . . . . . . 1196.7.10 Pára-choques inferior . . . . . . . . . . . . . . . . 121

    7 Tipos de carroçarias . . . . . . . . . . . . . . . . 1237.1 Estrutura de montagem . . . . . . . . . . . . . . 1237.1.1 Qualidade do material . . . . . . . . . . . . . . . . 1237.1.2 Configuração . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1237.1.3 Dimensões do perfil/

    dimensionamento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1257.1.4 Ligação ao quadro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1267.1.5 Estrutura de montagem como

    grupo inferior . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1297.2 Carroçarias autoportantes . . . . . . . . . . . . 1307.3 Reforço da longarina com o eixo

    dianteiro aliviado . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1317.4 Alterações no interior . . . . . . . . . . . . . . . . 1327.4.1 Montagem posterior de bancos . . . . . . . . 1327.5 Alterações no ligeiro de caixa aberta

    fechado . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1337.6 Carroçarias nos chassis com estrutura

    dianteira/painel de resguardo . . . . . . . . . 1347.7 Carroçarias de caixa de carga . . . . . . . . . . 1367.8 Carroçarias de caixa fechada . . . . . . . . . . 1377.9 Veículos de caixa frigorífica . . . . . . . . . . . 1387.10 Superestruturas basculantes . . . . . . . . . . 139

    Directivas para carroçarias Mercedes-Benz para

    ! Imprimir sempre os capítulos compl

    7.11 Superestruturas de cisterna e de contentor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 140

    7.12 Veículos tractores com semi-reboque . . . . 1417.13 Veículos de salvamento . . . . . . . . . . . . . . . 1437.14 Chassis para serviços municipalizados,

    chassis para bombeiros e chassis especiais . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 144

    7.15 Autocaravanas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1457.16 Montagem posterior do tecto elevável . . . . 1467.17 Elevação do tecto . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1477.18 Estruturas adicionais . . . . . . . . . . . . . . . . . 148

    8 Cálculos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1498.1 Cálculo do centro de gravidade . . . . . . . . . 1498.2 Disposição do acoplamento para

    semi-reboque . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 152

    9 Dados Técnicos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 153

    Índice alfabético . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 159

    o SPRINTER, versão: 14.01.2005

    etos da versão actual.

  • 1 Introdução

    1.1 Estrutura deste Manual

    Estas Directivas para carroçarias disponibilizam aos fa-bricantes de carroçarias informações técnicas importan-tes acerca do veículo básico que devem ser observadas pelo fabricante de carroçarias durante o fabrico de es-truturas adicionais, carroçarias, peças de equipamento ou reequipamentos dos nossos veículos.

    Devido à grande diversidade de fabricantes e tipos de carroçarias, não é possível à DaimlerChrysler AG prever todas as modificações possíveis, p. ex., no comporta-mento de condução, na estabilidade, distribuição do pe-so, centro de gravidade do veículo e nas suas caracterís-ticas de manuseamento originadas pela execução de medidas de instalação, construção, reequipamento ou montagem. Por essa razão, a DaimlerChrysler AG tam-bém não assume responsabilidade pelos acidentes ou ferimentos decorrentes de quaisquer alterações efectu-adas no seu veículo, nem mesmo se as alterações pro-duzirem um efeito negativo no veículo completo. Como fabricante, a DaimlerChrysler AG responsabiliza-se ape-nas na extensão das suas próprias prestações de cons-trução e de produção. Enquanto fabricante do veículo completo, o próprio fabricante de carroçarias é obrigado a garantir que as suas estruturas adicionais, carroçarias, peças de equipamento ou os seus reequipamentos não se encontrem defeituosos e não possam provocar falhas no veículo completo e colocá-lo em perigo. Em caso de transgressão desta obrigação, atribui-se uma responsa-bilidade própria pelo produto por parte do fabricante de carroçarias. Através das Directivas para carroçarias, a DaimlerChrysler informa os fabricantes de carroçarias sobre os aspectos importantes que devem ter em conta ao montar as suas carroçarias.

    Estas Directivas para carroçarias destinam-se em pri-meiro lugar a fabricantes profissionais de estruturas adicionais, carroçarias, peças de equipamento ou ree-quipamentos para os nossos veículos. Por essa razão, pressupõe-se um respectivo conhecimento de fundo nestas Directivas para carroçarias. Se desejar efectuar instalações, construções, montagens ou reequipamen-tos nos nossos veículos, observe que alguns trabalhos (p. ex., trabalhos de soldadura nas peças portantes) só podem ser executados por pessoal qualificado de modo

    Directivas para carroçarias Mercedes-Benz para

    ! Imprimir sempre os capítulos compl

    a evitar-se riscos de ferimentos e alcançar-se a qualida-de necessária para as estruturas adicionais, carroçarias, peças de equipamento ou reequipamentos.

    1.1 Estrutura deste Manual Para que encontre rapidamente as informações, as se-guintes Directivas para carroçarias estão divididas em 9 capítulos interligados:

    1. Introdução

    2. Generalidades

    3. Planeamento das carroçarias

    4. Valores limite técnicos durante o planeamento

    5. Prevenção contra danos

    6. Alterações no veículo básico

    7. Tipos de carroçarias

    8. Cálculos

    9. Dados Técnicos

    Suplemento:

    - Índice alfabético

    Poderá obter mais informações e Dados Técnicos nos desenhos de propostas no Sistema Mercedes-Benz de Fabricantes de Superestruturas (� página 16).O índice alfabético interligado em formato PDF também lhe presta ajuda para encontrar rapidamente as informa-ções.

    Os valores limites seleccionados no capítulo 4 devem ser sempre observados e devem estar na base do plane-amento.

    As subdivisões "Alterações no veículo básico" e "Tipos de carroçarias" representam os capítulos de base para os conteúdos técnicos das Directivas para carroçarias.

    o SPRINTER, versão: 14.01.2005

    etos da versão actual.

    5

  • 1.1 Estrutura deste Manual

    1 Introdução

    Os seguintes gráficos evidenciam a subdivisão do "Veículo básico" e "Carroçaria":

    Veículo básico

    Carroçaria

    Directivas para carroçarias Mercedes-Benz para

    ! Imprimir sempre os capítulos compl

    o SPRINTER, versão: 14.01.2005

    etos da versão actual.

    6

  • 1.2 Formas de apresentação

    1 Introdução

    1.2 Formas de apresentaçãoNestas Directivas para carroçarias encontra as seguin-tes formas de apresentação:

    � página Este sinal indica a página na qual encontra informações sobre o tema.

    Este símbolo de continuação indica uma se-quência interrompida que será retomada na página seguinte.

    Sinal de advertência G

    Um sinal de advertência chama a sua atenção e a atenção de terceiros para possíveis perigos de aci-dente e ferimentos.

    Indicação relativa à protecção do meio-ambiente H

    Uma indicação relativa à protecção do meio-ambiente apresenta-lhe sugestões para a protecção do ambien-te.

    !Esta indicação chama a sua atenção para eventuais perigos para o seu veículo.

    iEsta sugestão dá-lhe conselhos ou outro tipo de in-formações.

    ��

    Directivas para carroçarias Mercedes-Benz para

    ! Imprimir sempre os capítulos compl

    o SPRINTER, versão: 14.01.2005

    etos da versão actual.

    7

  • 1.3 Segurança do veículo

    1 Introdução

    1.3 Segurança do veículo

    Indicações para a segurança do veículo

    Recomendamos:

    Utilize unicamente peças e agregados e peças de reequipamento e acessórios recomendados pela Mercedes-Benz para o respectivo modelo de veículo.

    As peças que levem a uma alteração do veículo e através das quais

    � se alterar o tipo de veículo aprovado na licença de circulação

    � for de esperar a colocação em perigo dos uten-tes da estrada ou

    � o funcionamento do sistema de gases de escape ou os ruídos piorem

    provocam (em muitos países) a anulação da autorização de utilização.

    A utilização de peças, agregados ou peças de reequipa-mento e acessórios não recomendados pode afectar a segurança do veículo.

    Perigo de acidente G

    Antes de proceder à montagem de carroçarias de ou-tros fabricantes e à instalação, montagem ou reequi-pamento de agregados, é absolutamente necessário que leia os capítulos relacionados com a montagem no Manual do Condutor. Caso contrário, pode não ser possível reconhecer determinados perigos, colocan-do-se em perigo a si próprio ou a terceiros.

    !Observe sempre as normas de autorização nacionais, pois o tipo de veículo altera-se em termos de autori-zação através de instalação, montagem ou reequipa-mentos no veículo e a autorização de circulação pode ser anulada.

    Directivas para carroçarias Mercedes-Benz para

    ! Imprimir sempre os capítulos compl

    o SPRINTER, versão: 14.01.2005

    etos da versão actual.

    8

  • 1.4 Segurança operacional

    1 Introdução

    1.4 Segurança operacional

    Perigo de acidente G

    Quaisquer intervenções inadequadas nos componen-tes electrónicos e respectivo software podem causar falhas de funcionamento. Devido à interligação dos componentes electrónicos, também poderão surgir avarias nos sistemas que não estejam directamente implicados.

    As falhas de funcionamento do sistema electrónico podem comprometer consideravelmente a segurança operacional do seu veículo.

    Mande efectuar os trabalhos ou as alterações em componentes electrónicos numa oficina qualificada, pois esta possui os conhecimentos técnicos e as fer-ramentas para a realização dos trabalhos necessári-os.

    Para o efeito, a Mercedes-Benz recomenda um Servi-ço de Assistência Mercedes-Benz.

    A manutenção efectuada por uma oficina qualificada é imprescindível, particularmente em caso de traba-lhos relevantes em termos de segurança e em siste-mas de segurança.

    Alguns sistemas de segurança só funcionam com o motor ligado. Por este motivo, não desligue o motor durante a marcha.

    Directivas para carroçarias Mercedes-Benz para

    ! Imprimir sempre os capítulos compl

    o SPRINTER, versão: 14.01.2005

    etos da versão actual.

    9

  • 2 Generalidades

    2.1 Designação do veículo e do modelo

    2.1 Designação do veículo e do modelo

    Directivas para carroçarias Mercedes-Benz para

    ! Imprimir sempre os capítulos compl

    Estas Directivas para carroçarias são válidas para os seguintes tipos de veículo:

    Modelo segundo o peso bruto admissível

    Distância entre eixos

    [mm]

    Altura interior[mm]

    2590 [Kg]

    2800 [Kg]

    3500 [Kg]

    4600 [Kg]

    5990 [Kg]

    Chassis comcabine

    3000

    3550

    4025

    901.611

    901.612

    902.611

    902.612

    903.611

    903.612

    903.613

    904.612

    904.613

    905.612

    905.613

    Chassis comcabine dupla

    3000

    3550

    4025

    901.621 902.621

    902.622

    903.621

    903.622

    903.623

    904.622

    904.623

    905.622

    905.623

    Comercial ligeiro de caixa aberta

    3000

    3550

    4025

    1633

    1633

    1855

    901.661

    901.662

    902.661

    902.662

    903.661

    903.662

    903.663

    904.662

    904.663

    Ligeiro misto 30003550

    4025

    1633

    1633

    1855

    901.671 902.671

    902.672

    903.671

    903.672

    903.673

    Designação do modelo segundo o peso bruto admissível

    Código do motor

    Motor Potência [kW]

    2590 [Kg]

    2800 [Kg]

    3500 [Kg]

    4600 [Kg]

    5990 [Kg]

    MQ3 OM611 DE22LA 60 208 CDI 208 CDI 308 CDI 408 CDI

    MQ4 OM611 DE22LA 80 211 CDI 211 CDI 311 CDI 411 CDI

    MQ5 OM611 DE22LA 95 213 CDI 213 CDI 313 CDI 413 CDI

    MQ6 OM611 DE27LA 115 216 CDI 316 CDI 416 CDI 616 CDI

    MR8 M111 E23 105 214 214 314 414

    o SPRINTER, versão: 14.01.2005

    etos da versão actual.

    10

  • 2 Generalidades

    2.2 Visão geral de modelos

    2.2 Visão geral de modelos

    Directivas para carroçarias Mercedes-Benz para

    ! Imprimir sempre os capítulos compl

    Encontrará explicações relativas aos tipos e códigos do motor na tabela (� página 10)

    2,59 t 2,8 t901.661MQ3/MQ4/MQ5/MR8

    901.662MQ3/MQ4/MQ5/MR8

    902.661MQ3/MQ4/MQ5/MQ6/MR8

    902.662MQ3/MQ4/MQ5/MQ6/MR8

    901.671MQ3

    901.671MQ3/MQ4/MQ5/MQ6/MR8

    902.672MQ3/MQ4/MQ5/MQ6/MR8

    901.661MQ3/MQ4/MQ5/MR8

    901.662MQ3/MQ4/MQ5/MR8

    902.661MQ3/MQ4/MQ5/MQ6/MR8

    902.662MQ3/MQ4/MQ5/MQ6/MR8

    901.671MQ3

    902.671MQ3/MQ4/MQ5/MQ6/MR8

    902.672MQ3/MQ4/MQ5/MQ6/MR8

    901.611MQ3

    901.612MQ3

    902.611MQ3/MQ4/MQ5/MQ6/MR8

    902.612MQ3/MQ4/MQ5/MQ6/MR8

    901.621MQ3/MQ4/MQ5

    902.621MQ3/MQ4/MQ5/MQ6

    902.622MQ3/MQ4/MQ5/MQ6

    o SPRINTER, versão: 14.01.2005

    etos da versão actual.

    11

  • 2 Generalidades

    2.2 Visão geral de modelos

    Directivas para carroçarias Mercedes-Benz para

    ! Imprimir sempre os capítulos compl

    Encontrará explicações relativas aos tipos e códigos do motor na tabela (� página 10)

    3,5 t903.661MQ3/MQ4/MQ5/MQ6/MR8

    903.662MQ3/MQ4/MQ5/MQ6/MR8

    903.671MQ3/MQ4/MQ5/MQ6/MR8

    903.672MQ3/MQ4/MQ5/MQ6/MR8

    903.661MQ3/MQ4/MQ5/MQ6/MR8

    903.662MQ3/MQ4/MQ5/MQ6/MR8

    903.663MQ3/MQ4/MQ5/MQ6/MR8

    903.671MQ3/MQ4/MQ5/MQ6/MR8

    903.672MQ3/MQ4/MQ5/MQ6/MR8

    903.673MQ3/MQ4/MQ5/MQ6/MR8

    903.611MQ3/MQ4/MQ5/MQ6/MR8

    903.612MQ3/MQ4/MQ5/MQ6/MR8

    903.613MQ3/MQ4/MQ5/MQ6/MR8

    903.621MQ3/MQ4/MQ5/MQ6

    903.622MQ3/MQ4/MQ5/MQ6/MR8

    903.623MQ3/MQ4/MQ5/MQ6

    o SPRINTER, versão: 14.01.2005

    etos da versão actual.

    12

  • 2 Generalidades

    2.2 Visão geral de modelos

    Directivas para carroçarias Mercedes-Benz para

    ! Imprimir sempre os capítulos compl

    Encontrará explicações relativas aos tipos e códigos do motor na tabela (� página 10)

    4,6 t 5,99 t904.662MQ3/MQ4/MQ5/MQ6/MR8

    904.662MQ3/MQ4/MQ5/MQ6/MR8

    904.663MQ3/MQ4/MQ5/MQ6/MR8

    904.612MQ3/MQ4/MQ5/MQ6/MR8

    904.613MQ3/MQ4/MQ5/MQ6/MR8

    905.612MQ6

    905.613MQ6

    904.622MQ3/MQ4/MQ5/MQ6

    904.623MQ3/MQ4/MQ5/MQ6

    905.622MQ6

    905.623MQ6

    o SPRINTER, versão: 14.01.2005

    etos da versão actual.

    13

  • 2 Generalidades

    2.3 Aconselhamento de fabricantes de carroçarias

    2.3 Aconselhamento de fabricantes de carroçarias

    O Senhor Leipner e a sua equipa estarão à sua disposi-ção para a consulta técnica de fabricantes de carroçari-as e concessão de certificados de conformidade com as disposições legais.

    Os colaboradores responsáveis podem ser contactados através do

    O Senhor Pflüger e a sua equipa estarão à sua disposi-ção para responder a questões relevantes em termos de distribuição e para sugestões sobre produtos existentes e produtos novos assim como sobre o portal ABH e a lis-ta Qualified Supplier.

    Os colaboradores responsáveis podem ser contactados através do

    Consulta técnica sobre a compatibilidade da carroçaria

    Telefone: +49 (0)711-17-58438

    +49 (0)711-17-50810

    Fax: +49 (0)711-17- 32323

    Endereço postal:

    DaimlerChrysler AG

    HPC (código postal interno) C103

    departamento ET/3M,

    70546 Stuttgart

    Informação e certificação para fabricantes de carroçarias

    Telefone: +49 (0)711-17-90819

    +49 (0)711-17-90591

    +49 (0)711-17-90507

    Fax: +49 (0)711-17-90868

    Endereço postal: DaimlerChrysler AG

    HPC (código postal interno) Z602,

    departamento VT/P3,

    70546 Stuttgart

    Directivas para carroçarias Mercedes-Benz para

    ! Imprimir sempre os capítulos compl

    O Senhor Binus e a sua equipa estarão à sua disposição para responder a questões sobre os veículos base no centro de encomendas da fábrica em Düsseldorf.

    Para efeitos de consulta técnica e como contacto para reequipamentos, encontram-se à sua disposição os re-presentantes dos fabricantes de carroçarias dos respec-tivos concessionários nacionais da DaimlerChrysler AG.

    2.3.1 Certificado de conformidade com as disposições legais

    A DaimlerChrysler AG não concede aprovações para carroçarias de outros fabricantes. Ela apenas põe à dis-posição dos fabricantes de carroçarias informações importantes e indicações técnicas sobre o manusea-mento do produto nesta directiva. Por essa razão, a DaimlerChrysler AG recomenda que se efectuem todos os trabalhos no veículo base e na carroçaria segundo as Directivas para carroçarias Mercedes-Benz.

    A DaimlerChrysler AG não aconselha estruturas adicio-nais, carroçarias, peças de equipamento ou reequipa-mentos que

    � não foram fabricados de acordo com as Directivas para superestruturas Mercedes-Benz,

    � excedem o peso bruto admissível� excedem as cargas admissíveis sobre os eixosA DaimlerChrysler AG concede certificados de conformi-dade com as disposições legais de livre vontade e nas seguintes condições:

    Consulta técnica, veículo base

    Telefone: +49 (0)211-953-3570

    +49 (0)211-953-2881

    Fax: +49 (0)211-953-3565

    Endereço postal: DaimlerChrysler AG

    Fábrica de Düsseldorf

    departamento LOG/AZ-T

    40467 Düsseldorf

    Consulta técnica fora da Alemanha

    o SPRINTER, versão: 14.01.2005

    etos da versão actual.

    14

  • 2 Generalidades

    2.3 Aconselhamento de fabricantes de carroçarias

    A base para a avaliação da DaimlerChrysler AG é unica-mente a documentação apresentada (pelo empresário que efectua as alterações). Só são verificados e analisa-das como estando em conformidade as extensões ex-pressamente designadas e a respectiva compatibilidade com o chassis designado e os seus interfaces ou, em caso de alterações no chassis, a admissibilidade essen-cial construtiva do chassis designado. O certificado de conformidade com as disposições legais não se refere à construção da carroçaria completa, às suas funções ou à utilização planeada. A conformidade com as disposi-ções legais só é válida se a construção, a produção e a montagem forem efectuadas pela empresa que efectua as alterações segundo o nível técnico e observando a Di-rectiva válida para carroçarias da DaimlerChrysler AG – desde que as divergências não sejam declaradas como estando em conformidade. O certificado de conformida-de com as disposições legais não desresponsabiliza o empresário que efectua as alterações da sua responsa-bilidade sobre o produto e da obrigação de realizar os próprios cálculos, verificações e testes ao veículo com-pleto para assegurar que a segurança operacional, a se-gurança de circulação e as características de condução do veículo completo fabricado por si estão garantidas. Por conseguinte, é tarefa e responsabilidade única do próprio fabricante de carroçarias assegurar a compatibi-lidade das suas estruturas adicionais, carroçarias, peças de equipamento ou reequipamentos com o veículo base assim como a segurança operacional e de circulação do veículo.

    2.3.2 Concessão do certificado de conformi-dade com as disposições legais

    Em casos únicos, e antes do início dos trabalhos, os de-senhos da carroçaria podem ser apresentados ao depar-tamento responsável (� página 14). Os desenhos devem conter as seguintes indicações:

    !Observar as leis específicas do respectivo país, as di-rectivas e as regulamentações de licenciamento!

    Directivas para carroçarias Mercedes-Benz para

    ! Imprimir sempre os capítulos compl

    � Todos os desvios em relação às Directivas para su-perestruturas Mercedes-Benz.

    � Todas as indicações relativas a medidas, pesos e centro de gravidade (certificados de pesagem)

    � Fixação da carroçaria ao veículo� Condições de utilização do veículo, p. ex.:

    � em estradas em mau estado� em caso de grande poeira� a grandes altitudes� com temperaturas exteriores extremamente ele-

    vadas ou baixas

    � certificados (marca e ...) A documentação completa evita consultas posteriores e acelera o processo.

    2.3.3 Direitos� Não existe um direito à concessão de um certificado

    de conformidade com as disposições legais.

    � Devido ao desenvolvimento técnico e aos novos co-nhecimentos, a DaimlerCrysler AG pode negar o cer-tificado de conformidade com as disposições legais, mesmo que já tenha sido concedido anteriormente um certificado semelhante.

    � O certificado de conformidade com as disposições legais pode ser limitado a determinados veículos.

    � A concessão posterior do certificado de conformida-de com as disposições legais poderá ser recusado a veículos já prontos ou entregues.

    O fabricante de carroçarias é responsável

    � pela funcionalidade e compatibilidade das suas es-truturas adicionais, carroçarias, peças de equipa-mento ou reequipamentos com o veículo base

    � pela segurança de circulação e segurança operacio-nal

    � por todas as estruturas adicionais, carroçarias, pe-ças de equipamento ou reequipamentos

    o SPRINTER, versão: 14.01.2005

    etos da versão actual.

    15

  • 2 Generalidades

    2.4 Desenhos de propostas, Dados Técnicos, informações sobre o produto/MB-AS

    2.4 Desenhos de propostas, Dados Técnicos, informações sobre o produto/MB-AS

    Pode adquirir os desenhos de propostas e os Dados Técni-cos através do portal Mercedes-Benz de Fabricante de Car-roçarias em:

    http://abh-infoportal.mercedes-benz.com

    O MB-AS é um sistema de comunicação moderno para o intercâmbio de desenhos de propostas, dados técnicos e informações sobre o produto de todos os veículos comer-ciais.

    Assegure-se de que se trabalha exclusivamente com base nas Directivas actuais para carroçarias que poderá encon-trar na Internet.

    Sem grande esforço, pode chamar, imprimir e processar posteriormente informações e dados actuais sobre veícu-los comerciais, quer sob a forma de fax, quer através do modem no formato de dados processados, ou por transfe-rência de dados ISDN. Deste modo, ficará perfeitamente equipado não só para aconselhar económica, rápida e por-menorizadamente os seus clientes, como também para examinar a viabilidade, o planeamento e a definição da con-cepção final do veículo, ao elaborar a oferta e durante o processo de fabrico.

    2.4.1 Programa para PC (ISDN/Modem)Com este programa para Windows, que colocamos gratui-tamente à sua disposição, pode seleccionar as informa-ções sobre o veículo desejadas, através de catálogos de selecção de fácil utilização, e encomendá-las directamen-te.

    Pode escolher:

    � Desenhos de proposta nos formatos CAD IGES, DXF, DWG assim como Pixel (DIN A4)

    � Folhas de dados técnicos� Directivas para carroçarias� Informações para fabricantes de carroçarias� Informações sobre tomadas de forçaOs dados são transmitidos em poucos minutos através da comunicação ISDN ou por Modem.

    Directivas para carroçarias Mercedes-Benz para

    ! Imprimir sempre os capítulos compl

    2.4.2 Sistema de pedido de informações por fax

    Os dados dos veículos podem ser chamados com o auxílio da função "Chamada-Recepção", existente em todos os aparelhos de fax.

    Para mais informações sobre esta função, consulte as Instruções de Utilização do fax. Depois de ter seleccionado a função de chamada e marcado o número +49 (0)7 11-17-86 40 40, receberá a folha guia MB-AS, que contém uma visão geral das informações dis-poníveis e respectivos números de telefone.

    No total, estão disponíveis cerca de 1 500 folhas de dados técnicos e mais de 3 000 desenhos de proposta, assim como outras informações para fabricante de carroçarias.

    Todas as informações sobre os veículos, o programa para PC e o sistema de chamada através de fax são gratuitos.

    Pode obter outras informações relativas ao MB-AS e portal ABH através do número de telefone +49 (0)711-17- 3 33 22.

    2.4.3 Sistema de informação da oficina (WIS)O sistema de informação da oficina está à sua disposição como fonte de informações adicional.

    No WIS encontra, p. ex.,

    � Dados básicos (dimensões, binários de aperto)� Descrições de funcionamento� Esquemas de ligações� Manuais de reparação� Folhas de manutençãoPoderá obter informações sobre WIS através do seuServiço de Assistência DaimlerChrysler ou através de:

    Telefone: +49 (0)711-17-83170

    Fax: +49 (0)711-17- 40082

    Endereço postal: DaimlerChrysler AG

    HPC (código postal interno) R800

    departamento GSP/TIM,

    70546 Stuttgart

    o SPRINTER, versão: 14.01.2005

    etos da versão actual.

    16

    http://abh-infoportal.mercedes-benz.com

  • 2 Generalidades

    2.5 Responsabilidade sobre o produto

    2.5 Responsabilidade sobre o produto Por responsabilidade pelo produto (conforme o direito civil) compreende-se a responsabilidade de um fabrican-te pelos danos que possam surgir legitimamente ao uti-lizador do produto ou a um terceiro, pelo facto de o produto não apresentar a segurança de utilização que o prejudicado poderia esperar.

    No que respeita à responsabilidade pelo produto, cha-ma-se a atenção para os seguintes pontos:

    Cada fabricante responsabiliza-se pelo produto fabrica-do por si. Como fabricante, a DaimlerChrysler AG res-ponsabiliza-se apenas na extensão das suas próprias prestações de construção e de produção. Por essa razão, a DaimlerCrysler AG não assume qual-quer responsabilidade por danos que surjam como con-sequência de erros de produtos parciais de outros fabricantes montados ou adicionados posteriormente.

    Por conseguinte, o fabricante de carroçarias assume a responsabilidade, p. ex., pelo seguinte:

    � segurança de funcionamento e de circulação da car-roçaria

    � segurança de funcionamento e de circulação de componentes e reequipamentos

    � verificação e manutenção da segurança de funciona-mento e de condução do veículo completo após a realização da montagem (o comportamento de con-dução, de travagem e de direcção não pode agravar-se como resultado da montagem da carroçaria)

    � influências de componentes ou reequipamentos no chassis

    � danos consequentes resultantes da carroçaria, da montagem ou das modificações

    � danos consequentes resultantes da montagem pos-terior de sistemas eléctricos e electrónicos

    � a manutenção da segurança de funcionamento e li-berdade de movimento de todas as peças móveis do chassis após a realização da montagem (p. ex., ei-xos, molas, veios de transmissão, direcção, meca-

    Directivas para carroçarias Mercedes-Benz para

    ! Imprimir sempre os capítulos compl

    nismos da caixa de velocidades, etc.), mesmo no caso de torções diagonais em relação às carroçari-as.

    Os trabalhos ou alterações realizados no chassis ou na carroçaria devem ser registados no Livro de Manuten-ção, no capítulo "Confirmações dos fabricantes de car-roçarias".

    o SPRINTER, versão: 14.01.2005

    etos da versão actual.

    17

  • 2 Generalidades

    2.6 Reivindicações ao abrigo da Garantia

    2.6 Reivindicações ao abrigo da GarantiaAs reivindicações ao abrigo da Garantia só podem ser aplicadas no âmbito do contrato de compra e venda en-tre o comprador e o vendedor.

    Depois, o vendedor do objecto fornecido é obrigado à prestação da Garantia perante o comprador.

    A DaimlerCrysler AG não é obrigada a prestações de Ga-rantia nomeadamente quando

    � o veículo utilizado não corresponder ao equipamen-to específico para o respectivo país e ao equipamen-to necessário para a sua utilização

    � os danos forem provocados pela carroçaria ou pela fixação da mesma

    Directivas para carroçarias Mercedes-Benz para

    ! Imprimir sempre os capítulos compl

    o SPRINTER, versão: 14.01.2005

    etos da versão actual.

    18

  • 2 Generalidades

    2.7 Estrela da Mercedes e emblema

    2.7 Estrela da Mercedes e emblema A estrela da Mercedes e o emblema Mercedes-Benz são distintivos de fábrica da DaimlerChrysler AG.

    Não devem ser retirados ou aplicados noutro lugar sem aprovação.

    Estrelas da Mercedes e emblemas Mercedes-Benz, quando fornecidos em separado, devem ser fixos no lu-gar previsto para o efeito pela Mercedes-Benz.

    A inscrição Mercedes-Benz deve ser aplicada na zona in-ferior do veículo, no sentido da marcha, na parte trasei-ra, à esquerda.

    A inscrição SPRINTER deve ser aplicada na zona inferior do veículo, no sentido da marcha, na parte traseira, à di-reita.

    Se o veículo não corresponder à imagem e aos requisitos de qualidade exigidos pela Mercedes-Benz, os distinti-vos de fábrica da DaimlerChrysler AG devem ser removi-dos

    � não devem ser aplicados directamente ao lado dos distintivos de fábrica Mercedes-Benz,

    � só devem ser aplicados noutros sítios do veículo com uma autorização do departamento competente da DaimlerChrysler AG (� página 14).

    Posições na traseira do veículo

    Imagem do veículo completo

    Distintivos de fábrica alheios

    Directivas para carroçarias Mercedes-Benz para

    ! Imprimir sempre os capítulos compl

    o SPRINTER, versão: 14.01.2005

    etos da versão actual.

    19

  • 2 Generalidades

    2.8 Prevenção de acidentes

    2.8 Prevenção de acidentes A carroçaria e os aparelhos montados ou instalados de-vem corresponder às leis e regulamentos legais em vi-gor, bem como às normas de protecção no local do trabalho ou normas de prevenção de acidentes, regula-mentos de segurança e disposições das companhias de seguros.

    Devem utilizar-se todos os meios técnicos para evitar a falta de segurança de funcionamento.

    Na República Federal da Alemanha é a comissão especi-alizada para o trânsito ("Verkehr"), departamento "Veículos" ("Fahrzeuge") que presta informações sobre o transporte de mercadorias industriais:

    Observar as leis específicas do respectivo país, as direc-tivas e as regulamentações de licenciamento!

    O fabricante da carroçaria e dos aparelhos é responsável pela observação destas leis e regulamentos.

    Telefone: +49 (0) 40 39 80 - 0

    Fax: +49 (0) 40 39 80-19 99

    E-mail: [email protected]

    Endereço postal:

    Berufsgenossenschaft für Fahr-zeughaltungen

    Ottenser Hauptstraße 54

    22765 Hamburg

    Directivas para carroçarias Mercedes-Benz para

    ! Imprimir sempre os capítulos compl

    o SPRINTER, versão: 14.01.2005

    etos da versão actual.

    20

  • 2 Generalidades

    2.9 Reaproveitamento de peças – reciclagem

    2.9 Reaproveitamento de peças – reciclagem

    Evitar materiais perigosos, tais como aditivos de halogé-neo, metais pesados, amianto, FCKW e CKW.

    � Utilizar, de preferência, materiais que permitam a re-ciclagem e circuitos fechados de material.

    � Escolher o material e o processo de fabrico de modo a que da produção apenas resultem quantidades re-siduais recicláveis.

    � Só utilizar materiais sintéticos quando estes ofere-cerem vantagens de custos, de função e de peso.

    � Em materiais sintéticos, especialmente os compos-tos, utilizar apenas aqueles que são compatíveis en-tre si e pertencentes ao mesmo grupo de materiais.

    � Em componentes recicláveis, manter a mais baixa quantidade possível de tipos de material sintético utilizado.

    � Verificar se um componente pode ser fabricado de material reciclado e/ou com aditivos recicláveis.

    � Tomar medidas para que os componentes reciclá-veis sejam facilmente desmontáveis, p. ex., através de fechos de mola, pontos de ruptura previstos, boa acessibilidade, emprego de ferramentas-padrão.

    � Providenciar uma remoção simples e ecológica dos lubrificantes e líquidos, através de parafusos de des-carga, etc.

    � Sempre que possível, prescindir da pintura e revesti-mento dos componentes; em vez disso, utilizar com-ponentes em plástico tingidos.

    Indicação relativa à protecção do meio-ambiente H

    Ao planificar os equipamentos para estruturas adicio-nais ou carroçarias, devem ser já respeitados os se-guintes princípios para uma construção e escolha de material não prejudiciais ao meio ambiente, tendo também em conta as imposições legais segundo a di-rectiva CE 200/53/CE.

    Directivas para carroçarias Mercedes-Benz para

    ! Imprimir sempre os capítulos compl

    � Construir os componentes colocados em zonas mais sujeitas a acidentes com tolerância de danos, repa-ráveis e facilmente substituíveis.

    � Marcar todos os componentes em plástico de acor-do com a directiva VDA 260, p.ex., "PP – GF30R".

    � Observar-se a directiva CE 2000/53/CE

    Indicação relativa à protecção do meio-ambiente H

    Poderá encontrar mais indicações em "Reciclagem de veículos comerciais, ecologia e economia", nº de en-comenda 6702 6187 00-00/0952 (� página 16).

    o SPRINTER, versão: 14.01.2005

    etos da versão actual.

    21

  • 2 Generalidades

    2.10 Sistema de qualidade

    2.10 Sistema de qualidadeA concorrência mundial, as maiores exigências dos cli-entes quanto à qualidade do produto completo "veículo de transporte", as leis nacionais e internacionais de res-ponsabilidade sobre o produto, os novos métodos de or-ganização e a crescente pressão dos custos requerem sistemas eficazes de garantia da qualidade em todos os sectores da indústria automóvel.

    Para poder satisfazer estas exigências, a VDA (Associa-ção da Indústria Automóvel) desenvolveu, num grupo de trabalho e segundo a norma DIN EN ISO 9000 ss, o "Ma-nual de garantia de qualidade para fabricantes de rebo-ques, carroçarias e contentores", publicado no volume 8 da VDA.

    Pelas razões já mencionadas, recomendamos urgente-mente aos fabricantes de carroçarias a instalação de um sistema de gestão da qualidade com as seguintes exi-gências mínimas:

    � Desenvolvimento, estabelecimento e supervisão de um sistema de garantia da qualidade na respectiva empresa.

    � Apresentação das responsabilidades num organigra-ma.

    � Nomeação de um responsável pela gestão da quali-dade.

    � Garantia da disponibilidade e actualidade das instru-ções de processos, trabalhos e testes nas áreas e nos locais de trabalho.

    � Cumprimento dos certificados de qualificação exigi-dos para os respectivos colaboradores.

    Directivas para carroçarias Mercedes-Benz para

    ! Imprimir sempre os capítulos compl

    o SPRINTER, versão: 14.01.2005

    etos da versão actual.

    22

  • 3 Planeamento das carroçarias

    3.1 Escolha do chassis

    3.1 Escolha do chassis Para a utilização segura do veículo na área de utilização desejada é necessária a escolha cuidadosa do chassis.

    Para o efeito, devem considerar-se principalmente:

    � Distância entre eixos� Motor/caixa de velocidades� Factor de desmultiplicação do eixo� Peso bruto admissível� Ponto do centro de gravidadedurante o planeamento e ser adaptados à respectiva uti-lização.

    Poderá obter informações mais pormenorizadas sobre as variantes de chassis e de carroçarias disponibilizadas no capítulo "Visão geral de modelos" (� página 11) ou junto do departamento competente (� página 14).

    !Durante o planeamento de carroçarias, e para além de uma construção adequada ao utilizador e à manu-tenção, também é importante a escolha correcta de materiais e como consequência disso a observação de medidas de protecção anticorrosiva (� página 51).

    !Antes da realização de medidas de montagem ou transformação deve verificar-se o veículo entregue no que diz respeito ao cumprimento das exigências ne-cessárias.

    Directivas para carroçarias Mercedes-Benz para

    ! Imprimir sempre os capítulos compl

    iNa homepage da Mercedes-Benz pode compor o seu veículo no configurador em:

    http://mbks2.mercedes-benz.com/van_konfigurator_VAN_de1/vp.dll

    e ver equipamentos opcionais disponíveis.

    � "commercial": veículos comerciais� "private": veículos particulares

    o SPRINTER, versão: 14.01.2005

    etos da versão actual.

    23

  • 3 Planeamento das carroçarias

    3.2 Alterações no veículo

    3.2 Alterações no veículo Antes do início dos trabalhos na carroçaria, o fabricante de carroçarias deve verificar se

    � o veículo é apropriado para a carroçaria planeada� o modelo de chassis e o equipamento correspondem

    às condições de utilização, mesmo depois da monta-gem

    Para o planeamento de carroçarias podem solicitar-se, ou chamar-se através do sistema de comunicação, dese-nhos de propostas, informações sobre o produto e Da-dos Técnicos junto do departamento competente (� página 16).Além disso, deve observar-se os equipamentos opcio-nais disponibilizados de fábrica (� página 36).Os veículos fornecidos de fábrica correspondem às di-rectivas CE e aos regulamentos nacionais (com algumas excepções para os veículos para os países fora da Euro-pa).

    Os veículos devem corresponder às directivas CE e aos regulamentos nacionais, mesmo depois de terem sido feitas alterações.

    !Para garantir o funcionamento e segurança operacio-nal dos agregados, devem ser mantidos suficientes espaços livres.

    Perigo de acidente G

    Não efectue alterações na direcção e no sistema de travões! As alterações na direcção e no sistema de travões podem levar a que estes sistemas deixem de funcionar de acordo com as disposições e que fa-lhem. O condutor poderá perder o controlo sobre o veículo e causar um acidente.

    !Não são permitidas alterações na insonorização.

    Directivas para carroçarias Mercedes-Benz para

    ! Imprimir sempre os capítulos compl

    O fabricante da superestrutura deverá informar o perito oficial ou encarregado da inspecção competente acerca das alterações no chassis.

    Inspecção de aprovação do veículo:

    !Observar as leis específicas do respectivo país, as di-rectivas e as regulamentações de licenciamento!

    o SPRINTER, versão: 14.01.2005

    etos da versão actual.

    24

  • 3 Planeamento das carroçarias

    3.3 Dimensões e indicações dos pesos

    3.3 Dimensões e indicações dos pesos Não são permitidas alterações na largura, altura e com-primento do veículo que excedam os valores limite indi-cados da Directiva actual para carroçarias.

    Devem consultar-se as dimensões e indicações de pe-sos nos desenhos de propostas e Dados Técnicos no Sistema Mercedes-Benz de Fabricantes de Superestru-turas (� página 16), assim como nos valores técnicos li-mite (� página 37). Os dados referem-se a veículos com equipamento de série.

    Durante o fabrico, observar as tolerâncias de peso de +5% (na República Federal da Alemanha segundo DIN 70020).

    As cargas sobre os eixos indicadas no capítulo "Valores técnicos limite durante o planeamento" (� página 37) e nos "Dados Técnicos" (� página 153) e o peso bruto máximo admissível não devem ser excedidos.

    Perigo de acidente G

    A capacidade de carga dos pneus do veículo não deve ser excedida através do sobrecarregamento para além do peso bruto do veículo especificado. Caso contrário, os pneus podem ficar sobreaquecidos e da-nificados. O condutor poderá perder o controlo sobre o veículo e causar um acidente.

    A distância de travagem pode aumentar consideravel-mente se o veículo estiver sobrecarregado.

    Poderá encontrar indicações relativas aos pesos ad-missíveis nos dados de identificação no veículo (� página 26) e nos Dados Técnicos (� página 153).

    Directivas para carroçarias Mercedes-Benz para

    ! Imprimir sempre os capítulos compl

    O seu assistente fornecer-lhe-á informações sobre a al-teração do peso (� página 14).

    Também deve observar-se a quantidade admissível de ocupantes do veículo e uma folga suficiente para a carga útil.

    Esta pode ser composta do seguinte modo: bagagem, equipamento opcional, etc.

    Ao fazer o cálculo, tenha em consideração o peso dos equipamentos opcionais.

    São válidos os regulamentos e directivas específicos do respectivo país.

    Perigo de acidente G

    Devem respeitar-se as cargas admissíveis sobre o ei-xo. Se forem excedidas as cargas admissíveis sobre os eixos, nos veículos com ESP este sistema pode dei-xar de funcionar de acordo com as disposições. O condutor poderá perder o controlo sobre o veículo e causar um acidente.

    !Em todas as carroçarias devem observar-se as cargas sobre os eixos individuais e o peso bruto admissível.

    o SPRINTER, versão: 14.01.2005

    etos da versão actual.

    25

  • 3 Planeamento das carroçarias

    3.4 Dados de identificação do veículo

    3.4 Dados de identificação do veículoO número de identificação do veículo e a placa de iden-tificação do veículo não devem ser alterados nem aplica-dos noutro local.

    Em função do modelo do veículo, no Sprinter a placa de identificação com o número de identificação do veículo (VIN) e as indicações sobre os pesos admissíveis estão aplicadas na estrutura do assento do banco do condutor ou no compartimento do motor.

    O número de identificação do veículo encontra-se no quadro do veículo, à altura da cava da roda dianteira, à direita.

    Directivas para carroçarias Mercedes-Benz para

    ! Imprimir sempre os capítulos compl

    N00.01-2270-00

    o SPRINTER, versão: 14.01.2005

    etos da versão actual.

    26

  • 3 Planeamento das carroçarias

    3.5 Estabilidade do veículo

    3.5 Estabilidade do veículo Segundo a Directiva CE para travões 71/320/320/CEE, deve apresentar-se, na aprovação do veículo com superestrutura, um cálculo da altura do centro de gravi-dade com o veículo carregado.

    As alturas admissíveis do centro de gravidade podem ser consultadas no capítulo "Valores técnicos limite durante o planeamento" (� página 37).A DaimlerChrysler AG não faz afirmações sobre

    � comportamento de condução� comportamento de travagem� comportamento de direcção e � comportamento de regulação ESP em carroçarias para cargas com pontos desfavoráveis do centro de gravidade (p. ex., cargas traseiras, cargas altas e cargas laterais), pois estes aspectos são essenci-almente influenciados por estruturas adicionais, carro-çarias, equipamentos ou reequipamentos e, por essa razão, só podem ser avaliados pelo fabricante de carro-çarias.

    Tanto em reequipamentos e peças agregadas como du-rante a condução não devem ser excedidos, em caso al-gum, as cargas admissíveis sobre as rodas e sobre os eixos bem como os pesos brutos admissíveis do veículo.

    Perigo de acidente G

    Nos veículos com ESP e pontos desfavoráveis do centro de gravidade, após a montagem de estruturas adicionais, carroçarias, equipamentos ou reequipa-mentos e após as utilizações previstas (p.ex., cargas na parte traseira, cargas altas e cargas laterais), a po-tência do ESP é limitada.Por essa razão, o estilo de condução deve ser adapta-do (velocidade em curvas reduzida, evitar movimen-tos bruscos do volante). As cargas sobre os eixos admissíveis, os pesos brutos e os pontos do centro de gravidade devem ser respeitados.

    Directivas para carroçarias Mercedes-Benz para

    ! Imprimir sempre os capítulos compl

    Perigo de acidente G

    Devem respeitar-se as cargas admissíveis sobre o ei-xo. Se forem excedidas as cargas admissíveis sobre os eixos, nos veículos com ESP este sistema pode dei-xar de funcionar de acordo com as disposições. O condutor poderá perder o controlo sobre o veículo e causar um acidente.

    Nos veículos com peso bruto admissível de 3,88 t deve garantir-se uma carga mínima sobre o eixo tra-seiro de 900 Kg.

    Nos veículos com peso bruto admissível de 3,88 t e o equipamento especial com código CE1 (afinação mais dura para a estabilização das oscilações) deve garan-tir-se uma carga mínima sobre o eixo traseiro de 1 200 Kg.

    Poderá encontrar outras indicações relativas aos pe-sos admissíveis nos dados de identificação no veículo (� página 26) e nos Dados Técnicos (� página 153).

    o SPRINTER, versão: 14.01.2005

    etos da versão actual.

    27

  • 3 Planeamento das carroçarias

    3.6 Pneus

    3.6 Pneus O fabricante de superestruturas deve assegurar que

    � a distância do pneu ao guarda-lamas ou à cava da roda é suficiente, mesmo no caso de montagem de correntes para a neve ou para pisos escorregadios e flexão total da suspensão (também no caso de cru-zamento do eixo).

    � Observar as indicações nos desenhos de proposta.� Só são utilizadas dimensões dos pneus aprovadas

    (consultar o livrete do veículo)

    Perigo de acidente G

    Exceder a capacidade de carga dos pneus indicada e a velocidade máxima admissível dos pneus pode levar a danos ou falhas nos pneus. Poderá perder o contro-lo sobre o seu veículo, provocar um acidente e causar ferimentos a si ou a terceiros.

    Por essa razão, utilize apenas tipos e dimensões dos pneus aprovados para o modelo do seu veículo e ob-serve a capacidade de carga dos pneus e o índice de velocidade necessários para o seu veículo.

    Observe também com especial atenção as normas de autorização para pneus específicas de cada país. Es-tas normas estabelecem, em certas circunstâncias, um determinado tipo de pneu para o seu veículo ou proíbem a utilização de certos tipos de pneus que noutros países são aprovados.

    Se mandar montar outras rodas

    � os travões das rodas ou os componentes do chas-sis podem ficar danificados

    � o livre curso das jantes e dos pneus deixa de estar garantido

    � os travões das rodas ou os componentes da car-roçaria podem deixar de funcionar de acordo com as disposições.

    Directivas para carroçarias Mercedes-Benz para

    ! Imprimir sempre os capítulos compl

    !Outras informações (� consultar a página 16) e (� consultar a página 36).

    o SPRINTER, versão: 14.01.2005

    etos da versão actual.

    28

  • 3 Planeamento das carroçarias

    3.7 Uniões roscadas e soldadas

    3.7 Uniões roscadas e soldadas

    3.7.1 Uniões roscadasSe for necessário substituir os parafusos de série por ou-tros mais compridos, utilizar apenas parafusos

    � com o mesmo diâmetro,� com a mesma resistência,� do mesmo modelo,� com o mesmo passo de rosca.

    � Em todas as montagens deve ser respeitada a direc-tiva VDI 2862.

    � Por regra, não pode ser autorizada a redução do comprimento livre de bornes, mudança para eixo re-duzido ou utilização de parafusos com percentagem de rosca mais reduzida e livre.

    � Se, na Mercedes-Benz, os parafusos forem aperta-dos com binário e ângulo de aperto, não é possível uma alteração construtiva.

    � Deve observar-se o comportamento de assentamen-to das uniões roscadas.

    Perigo de acidente G

    Todas as uniões roscadas relevantes em termos de segurança, p. ex., as funções do braço de suspensão da roda, as funções da direcção e as funções de tra-vagem não devem ser alteradas. Caso contrário, podem deixar de funcionar de acordo com as disposi-ções. O condutor poderá perder o controlo sobre o veículo e causar um acidente.

    A nova montagem deve ser efectuada de acordo com as instruções do serviço de manutenção Mercedes-Benz com peças padrão adequadas. Reco-mendamos peças originais Mercedes-Benz.

    Directivas para carroçarias Mercedes-Benz para

    ! Imprimir sempre os capítulos compl

    Os componentes que adicionalmente também foram apertados, devem apresentar uma resistência igual ou maior do que o aperto habitual.

    A utilização de binários de aperto Mercedes-Benz pres-supõe coeficientes de fricção dos parafusos na faixa de tolerância =[0.08...0.14].

    Recomendamos peças de acordo com as normas Mercedes-Benz.

    3.7.2 Uniões soldadas

    Para se manter a qualidade elevada dos trabalhos de sol-dadura exigida pela Mercedes Benz, deve prestar-se atenção ao pessoal qualificado (na Alemanha testado segundo a norma DIN 8560 B1m) para a execução dos trabalhos.

    Para se manter as costuras de soldadura de elevada qua-lidade, recomenda-se por princípio:

    � limpeza minuciosa das zonas a soldar� vários cordões de soldadura curtos em vez de um

    comprido

    � cordões simétricos para a limitação da retracção� evitar de mais de 3 costuras de soldadura num ponto� evitar soldaduras em zonas endurecidas a frio

    iQualquer Serviço de Assistência Mercedes-Benz pos-sui informações sobre este assunto.

    Generalidades

    o SPRINTER, versão: 14.01.2005

    etos da versão actual.

    29

  • 3 Planeamento das carroçarias

    3.7 Uniões roscadas e soldadas

    As características mecânicas de costuras de soldadura dependem da selecção do processo de soldadura e da geometria relacionada.

    Se as chapas estiverem sobrepostas, decide-se sobre o processo de soldadura consoante a acessibilidade dos lados.

    Nas peças sobrepostas, a soldadura a pontos por resis-tência é utilizada com acesso de ambos os lados. Deve evitar-se a soldadura por pontos de mais de 2 camadas de chapa.

    Distância entre os pontos de soldadura:

    Para se evitar a derivação (efeitos shunt), as distâncias indicadas entre os pontos de soldadura devem ser res-peitadas (d=10e+10 mm).

    d Distância entre os pontos de soldadurae Espessura da chapa

    Selecção de processos de soldadura

    Lados aces-síveis

    1 Soldadura em entalhe por pontos sob protecção de gás

    2 Soldadura a pontos por resistên-cia

    Soldadura a pontos por resistência

    Directivas para carroçarias Mercedes-Benz para

    ! Imprimir sempre os capítulos compl

    Distância em relação ao bordo da chapa:

    Para se evitarem danos nos núcleos de fusão, devem respeitar-se as distâncias indicadas em relação ao bordo da chapa (L=3e+2 mm).

    e Espessura da chapaL Distância em relação ao bordo da chapa

    o SPRINTER, versão: 14.01.2005

    etos da versão actual.

    30

  • 3 Planeamento das carroçarias

    3.7 Uniões roscadas e soldadas

    Se as chapas sobrepostas só puderem ser soldadas de um lado, é possível a união através de soldadura em en-talhe por pontos sob protecção de gás ou soldadura por pespontos.

    Se a união for alcançada através de estampagem ou per-furação e subsequente ponto de soldadura em entalhe, a zona de perfuração deve ser rebarbada antes de se re-alizarem os trabalhos de soldadura.

    Soldadura em entalhe por pontos sob protecção de gás

    D = Diâmetro dos entalhes [mm]

    4,5 5 5,5 6 6,5 7

    e = Espessura da chapa [mm]

    0,6 0,7 1 1,25 1,5 2

    Directivas para carroçarias Mercedes-Benz para

    ! Imprimir sempre os capítulos compl

    A qualidade mecânica pode ser adicionalmente aumen-tada através da utilização de "Orifícios compridos" (l=2*b).

    b Largura do orifício compridoI Comprimento do orifício comprido

    Nas espessuras da chapa >2 mm, as chapas sobrepos-tas também podem ser unidas através de soldadura por pespontos (30 mm < L < 40 x e; d > 2 L).

    d Distância soldadura por pespontose Espessura da chapaL Comprimento soldadura por pespontos

    Soldadura por pespontos

    o SPRINTER, versão: 14.01.2005

    etos da versão actual.

    31

  • 3 Planeamento das carroçarias

    3.7 Uniões roscadas e soldadas

    � em agregados como motor, caixa de velocidades, ei-xos, etc.

    � no quadro do chassis, excepto em caso de prolonga-mento do quadro

    Depois de se efectuarem todos os trabalhos de soldadu-ra no veículo, devem observar-se as medidas de protec-ção anticorrosiva indicadas (� página 51).

    Não devem efectuar-se trabalhos de soldadura

    iPode consultar outras informações nos capítulos "Va-lores limite durante o planeamento" e "Prevenção contra danos" (� página 49) bem como no capítulo "Estrutura base" (� página 61) e no sistema de infor-mação da oficina Mercedes Benz (WIS).

    Protecção anticorrosiva depois de trabalhos de soldadura

    !Em caso de trabalhos de soldadura, devem observar-se as indicações mencionadas no capítulo "Preven-ção contra danos" (� página 50) e "Alterações no ve-ículo básico" (� página 61) pela Mercedes-Benz.

    Directivas para carroçarias Mercedes-Benz para

    ! Imprimir sempre os capítulos compl

    o SPRINTER, versão: 14.01.2005

    etos da versão actual.

    32

  • 3 Planeamento das carroçarias

    3.8 Insonorização

    3.8 InsonorizaçãoEm caso de alterações nas peças geradoras de ruídos, p. ex.,

    � Motor� Sistema de escape� Sistema de admissão de ar� Pneus, etc.devem efectuar-se medições de ruídos.

    São válidos os regulamentos e directivas específicos do respectivo país.

    Na República Federal da Alemanha deve observar-se adirectiva CE 70/157/CEE ou§ 49.3 StVZO (silencioso).

    � As peças montadas de série para a insonorização não devem ser desmontadas ou alteradas.

    � A situação sonora no interior do veículo não deve agravar-se.

    !Em todas as alterações no veículo deve respeitar-se o ruído exterior do veículo determinado segundo a di-rectiva CE 70/157/CEE.

    !Para não influenciar o nível de ruído do veículo atra-vés de alterações, durante o planeamento de carroça-rias deve prestar-se atenção à redução dos ruídos no interior (� página 89).

    Directivas para carroçarias Mercedes-Benz para

    ! Imprimir sempre os capítulos compl

    o SPRINTER, versão: 14.01.2005

    etos da versão actual.

    33

  • 3 Planeamento das carroçarias

    3.9 Manutenção e reparação

    3.9 Manutenção e reparação A manutenção e a reparação do veículo não devem ser dificultadas pela superestrutura.

    Os pontos de manutenção e os agregados devem per-manecer facilmente acessíveis.

    � Devem observar-se as Instruções de Utilização.� As tampas de manutenção ou as paredes traseiras

    desaparafusáveis devem ser montadas em porta-ob-jectos.

    O compartimento de baterias deve ter uma ventilação suficiente.

    � Verificar a potência e o estado das baterias e realizar os trabalhos de manutenção de acordo com as indi-cações do fabricante (� página 35).

    Os trabalhos adicionais resultantes da carroçaria no caso de trabalhos ao abrigo da Garantia, de manutenção ou de reparação não são assumidos pela DaimlerChrysler AG.

    Antes do fornecimento do veículo, o fabricante de supe-restruturas deve tomar em consideração o seguinte:

    � Verificar a regulação dos faróis ou mandar verificá-la junto de uma oficina qualificada. Recomendamos um Serviço de Assistência Mercedes-Benz.

    � Apertar as porcas das rodas tendo em consideração o binário de aperto.

    !Podem surgir danos na bateria devido a períodos de imobilização mais longos. Isto deve evitar-se sepa-rando a ligação da bateria e através do respectivo ar-mazenamento (� página 35).

    Directivas para carroçarias Mercedes-Benz para

    ! Imprimir sempre os capítulos compl

    � A Mercedes-Benz recomenda que se adapte a exten-são da manutenção que deve ser efectuada no âm-bito da carroçaria aos sistemas de manutenção válidos para o respectivo veículo. Isto é válido tanto para o tipo e extensão como também para os inter-valos de tempo subjacentes e prestação do veículo em função dos quais devem ser efectuadas manu-tenções.

    As Instruções de Utilização e as regras de manutenção para os trabalhos na carroçaria efectuados e para os grupos montados adicionalmente devem ser entregues no idioma do país de utilização juntamente com o veícu-lo.

    3.9.1 Trabalhos para o armazenamento do veículo

    � Limpeza do veículo completo� Controlo dos níveis do óleo e do líquido de refrigera-

    ção

    � Aumento da pressão do ar nos pneus em 0,5 bar � Soltar o travão de estacionamento e bases de calços� Separar a ligação à bateria e lubrificar os terminais

    de cabos e os bornes

    � Realizar os mesmos passos como em locais fecha-dos

    � Fechar todas as entradas de ar e colocar o sistema de aquecimento em "Desligado"

    � Realizar os mesmos passos como em locais fecha-dos

    � Soltar os limpa-vidros do pára-brisas � Fechar todas as entradas de ar e colocar o sistema

    de aquecimento em "Desligado"

    � Desmontar a bateria e armazená-la de acordo com as indicações do fabricante (� página 35)

    Armazenamento em locais fechados:

    Armazenamento ao ar livre (< 1 mês):

    Armazenamento ao ar livre (> 1 mês):

    o SPRINTER, versão: 14.01.2005

    etos da versão actual.

    34

  • 3 Planeamento das carroçarias

    3.9 Manutenção e reparação

    � Verificação mensal do nível do óleo� Verificação mensal do líquido de refrigeração� Verificação mensal da perda de pressão do ar nos

    pneus

    � Verificação dos níveis dos líquidos do veículo� Corrigir a pressão do ar nos pneus segundo as nor-

    mas

    � Verificação do estado de carga e montagem da bate-ria

    � Limpeza do veículo completo

    3.9.2 Manutenção e armazenamento de baterias

    Em caso de períodos de imobilização do veículo mais longos > 1 semana, separar a ligação à bateria.

    Em caso de períodos de imobilização > 1mês, deve des-montar-se a bateria e armazenar-se a temperaturas en-tre 0° a 30 °C.

    A bateria deve ser armazenada na vertical.

    O estado de carga deve ser mantido constante, acima de 12,55 V.

    Se o estado de tensão descer para menos de 12,55 V mas não para menos de 12,1 V, deve carregar-se a bate-ria.

    Manutenção de veículos armazenados (em caso de armazenamento > 1 mês)

    Remoção do veículo do armazém de veículos

    !Se a tensão da bateria descer para menos de 12,1 V, surgem danos e torna-se necessária uma substitui-ção.

    Directivas para carroçarias Mercedes-Benz para

    ! Imprimir sempre os capítulos compl

    3.9.3 Trabalhos antes da entrega do veículo reequipado

    O registo dos trabalhos e alterações efectuados deve ser confirmado no Livro de Manutenção pelo fabricante de carroçarias.

    Verificar o veículo quanto ao seu estado perfeito e, se necessário, eliminar os danos.

    Caso não se saiba o período de imobilização de um veí-culo com sistema hidráulico de travões, deverá ser subs-tituído o líquido dos travões.

    O líquido dos travões deve ser substituído de dois em dois anos.

    Antes da entrega do veículo, deve testar-se o estado de carga da bateria (� página 35).

    Antes da entrega do veículo devem verificar-se os pneus quanto à perda de pressão recomendada bem como quanto a perdas de pressão. Os pneus danificados de-vem ser substituídos.

    Em caso de alterações por oficinas de carroçarias, reco-menda-se a verificação dos alinhamentos da convergên-cia. Poderá obter informações mais pormenorizadas no sistema de informação de oficinas Mercedes-Benz (WIS).

    Verificação do veículo completo

    Verificação da bateria

    Verificação dos pneus

    Controlo do alinhamento das rodas

    o SPRINTER, versão: 14.01.2005

    etos da versão actual.

    35

  • 3 Planeamento das carroçarias

    3.10 Equipamentos opcionais

    3.10 Equipamentos opcionais Para adaptar o veículo de forma ideal à carroçaria, reco-mendamos os equipamentos opcionais disponíveis como códigos.

    Pode obter todos os equipamentos opcionais disponí-veis como código pela Mercedes Benz junto do seu Ser-viço de Assistência Mercedes-Benz ou junto do aconselhamento de fabricantes de carroçarias (� página 14).Além disso, também pode compor o seu veículo no con-figurador, na homepage da Mercedes-Benz em:

    http://mbks2.mercedes-benz.com/van_konfigurator_VAN_de1/vp.dll

    e ver os equipamentos opcionais disponíveis.

    Os equipamentos opcionais (p. ex., molas reforçadas, reforços do quadro, depósitos suplementares, estabili-zadores, etc.) ou os equipamentos aplicados posterior-mente aumentam o peso em vazio do veículo.

    O peso real do veículo e as cargas sobre o eixo devem ser determinadas por pesagem, antes da montagem.

    Nem todos os equipamentos suplementares podem ser montados sem problemas em todos os veículos. Isto aplica-se sobretudo no caso de montagem posterior.

    Directivas para carroçarias Mercedes-Benz para

    ! Imprimir sempre os capítulos compl

    o SPRINTER, versão: 14.01.2005

    etos da versão actual.

    36

  • 4 Valores limite técnicos durante o planeamento

    4.1 Valores limite no veículo básico

    4.1 Valores limite no veículo básico

    4.1.1 Dirigibilidade� Em todos os estados de carga, a carga sobre o eixo di-

    anteiro deve ser de, no mínimo, 25% do peso bruto do veículo.

    � Devem respeitar-se as cargas admissíveis sobre o eixo.

    4.1.2 Ponto do centro de gravidade máximo admissível

    !Este capítulo contém os valores limite técnicos mais im-portantes e necessários para o planeamento do veículo básico. Além disso, também devem observar-se os ou-tros capítulos das Directivas actuais para carroçarias.

    Veículos com ESP

    Direcção x: < 2400 mm relacionado com o eixo dianteiro

    Direcção y: Se o veículo estiver carregado, a car-ga sobre as rodas (1/2 da carga so-bre o eixo) só deve ser excedida em 4%.

    Alturas do centro de gravidade, direcção z

    Peso bruto [t] Vazio com car-roçaria [mm]

    Carregado [mm]

    2,59 790 1100

    2,8 795 1100

    3,5 815 1100

    Directivas para carroçarias Mercedes-Benz para

    ! Imprimir sempre os capítulos compl

    4.1.3 Dimensões do veículo

    Sem acrescentar faróis adicionais: 2 340 mm (ECE R48)em geral: 2 550 mm (§ 42 alínea 3 StVZO)

    4 m (§ 42 alínea 3 StVZO)

    (§ 42 alínea 3 StVZO)

    4.1.4 Não se deve soldar:� Na coluna A e B� Nas abas superior e inferior do quadro � Em raios de torção� Na zona dos airbags� A soldadura em entalhe só é permitida nas almas verti-

    cais da longarina do quadro.

    Poderá obter mais informações no capítulo "Prevenção contra danos" (� página 50) e no capítulo "Planeamento das carroçarias"(� página 29).

    Veículos sem ESP

    Direcção x: Limitação pelas cargas sobre os ei-xos admissíveis

    Direcção y: Se o veículo estiver carregado, a car-ga sobre as rodas (1/2 da carga so-bre o eixo) só deve ser excedida em 4%.

    Largura do veículo

    Altura do veículo

    Comprimento do veículo

    o SPRINTER, versão: 14.01.2005

    etos da versão actual.

    37

  • 4 Valores limite técnicos durante o planeamento

    4.1 Valores limite no veículo básico

    4.1.5 Não é permitido efectuar trabalhos de perfuração:

    � Na coluna A e B� Nas abas superior e inferior da longarina do quadro� Na zona dos pontos de incidência da carga (p. ex.,

    apoios das molas)

    � Na zona de funções de suporte do eixo dianteiro e traseiro

    � Na zona do airbag

    Poderá obter mais informações no capítulo "Planeamen-to das carroçarias" (� página 29).

    !Os orifícios na longarina do quadro resultam do pro-cesso de produção e não são adequados para todas as estruturas adicionais, carroçarias, instalações e transformações. Não é permitida a utilização de orifí-cios do processo de produção; caso contrário, podem surgir danos no quadro.

    Directivas para carroçarias Mercedes-Benz para

    ! Imprimir sempre os capítulos compl

    o SPRINTER, versão: 14.01.2005

    etos da versão actual.

    38

  • 4 Valores limite técnicos durante o planeamento

    4.2 Valores limite trem de rodagem

    4.2 Valores limite trem de rodagem

    4.2.1 Cargas admissíveis sobre os eixosPara o efeito, consulte o capítulo "Dados Técnicos" (� página 153).

    4.2.2 Dimensões dos pneus aprovados

    Perigo de acidente G

    Devem respeitar-se as cargas admissíveis sobre o ei-xo. Se forem excedidas as cargas admissíveis sobre os eixos, nos veículos com ESP este sistema pode dei-xar de funcionar de acordo com as disposições. O condutor poderá perder o controlo sobre o veículo e causar um acidente.

    Nos veículos com peso bruto admissível de 3,88 t deve garantir-se uma carga mínima sobre o eixo tra-seiro de 900 Kg.

    Nos veículos com peso bruto admissível de 3,88 t e o equipamento especial com código CE1 (afinação mais dura para a estabilização das oscilações) deve garan-tir-se uma carga mínima sobre o eixo traseiro de 1 200 Kg.

    Poderá encontrar outras indicações relativas aos pe-sos admissíveis nos dados de identificação no veículo (� página 26) e nos Dados Técnicos (� página 153).

    Peso bruto [t] Pneus Pneus (equipamento

    opcional)

    2,59 225/70 R15 C 195/70 R15 C

    2,8 225/70 R15 C 195/70 R15 C

    3,5 225/70 R15 C -

    4,6 195/70 R15 C -

    5,99 205/75 R16 C 215/75 R16

    Directivas para carroçarias Mercedes-Benz para

    ! Imprimir sempre os capítulos compl

    4.2.3 Diâmetro de viragemConsultar:

    � § 32d StVZO� União europeia: 97/27/CE� União europeia: 96/53/CE

    4.2.4 Alterações dos eixos Não são permitidas alterações no trem de rodagem e nos eixos (� página 57).

    4.2.5 Alterações no sistema de direcçãoNão são permitidas alterações no sistema de direcção (� página 57).

    4.2.6 Alterações no sistema de travões Não são permitidas alterações no sistema de travões.

    Não são permitidas alterações na entrada e saída de ar dos travões de disco (� página 58). De acordo com o §41 alínea 14 StVZO, para os veículos com um peso bruto admissível >4 t recomendam-se cal-ços.

    4.2.7 Alterações nas molas, suspensão das molas/amortecedores

    As alterações em molas e amortecedores só podem ser efectuadas coordenando-as entre si, entre a parte dian-teira e traseira.

    Não é permitida a utilização de molas e amortecedores que não correspondam às características das peças de série ou às peças disponíveis como equipamento opcio-nal. Recomendamos a utilização de componentes que estejam de acordo com as normas Mercedes-Benz.

    Não são permitidas alterações na suspensão das molas (� página 57).

    4.2.8 Alinhamento das rodasNão são permitidas alterações de valores de ajuste das rodas (� página 57).

    o SPRINTER, versão: 14.01.2005

    etos da versão actual.

    39

  • 4 Valores limite técnicos durante o planeamento

    4.3 Valores limite estrutura base

    4.3 Valores limite estrutura base

    4.3.1 Alterações, estrutura basePara o efeito, consulte o capítulo "Alterações no veículo básico" (� página 61).� Não são permitidas intervenções na estrutura do su-

    porte transversal desde a parte da frente até inclusi-vamente a coluna B.

    � Não são permitidas alterações no pórtico traseiro in-cluindo a zona do tejadilho.

    � Em caso de alterações da estrutura portante, a rigi-dez de substituição deve corresponder ao veículo de série.

    � Deve ser mantido o espaço livre do bocal de enchi-mento do depósito bem como do tubo de abasteci-mento e tubagem do combustível.

    � Não se deve perfurar nem soldar na coluna A e B.� Em caso de alterações do painel lateral no comercial

    ligeiro de caixa aberta ou veículo ligeiro misto, deve criar-se uma rigidez de substituição que correspon-da ao veículo básico.

    4.3.2 Valores limite, quadro do veículoNo caso de alteração da distância entre eixos e prolon-gamento do quadro, o material da peça de prolongamen-to e ângulo de reforço devem corresponder à qualidade e às dimensões do quadro do chassis de série.

    Nome do veículo

    Tipo Material

    SPRINTER 901. – 905 > St W 22

    Directivas para carroçarias Mercedes-Benz para

    ! Imprimir sempre os capítulos compl

    4.3.3 Rebaixamento da cava da roda

    Poderá obter mais informações no capítulo "Alterações no veículo básico" (� página 74).

    4.3.4 Prolongamento do veículo O prolongamento máximo do veículo observando as car-gas máximas admissíveis sobre o eixo e pontos do cen-tro de gravidade é de:

    4.3.5 Pontos de fixação no quadroA fixação na armação deve ser efectuada como no capí-tulo "Ligação ao quadro" (� página 63).

    Rebaixamento máximo da cava da roda

    Tipo de carroçaria

    Dimensões [mm]

    Níveis de referência

    Chassis > 220 Canto interior da cava da roda –

    flange da aba in-ferior do quadro

    Comercial ligeiro de caixa aberta

    > 220 Canto interior da cava da roda –

    flange da aba in-ferior do quadro

    Prolongamentos máximos

    Distância entre eixos I [mm]

    Prolongamento [mm]

    3000 1500

    3550 1775

    4025 2060

    o SPRINTER, versão: 14.01.2005

    etos da versão actual.

    40

  • 4 Valores limite técnicos durante o planeamento

    4.3 Valores limite estrutura base

    4.3.6 Alterações da distância entre eixos� Não são permitidas alterações da distância entre ei-

    xos, deslocando o eixo traseiro.

    � As alterações na armação devem ser efectuadas como descrito no capítulo "Estrutura base" (� página 61).

    Áreas de corte recomendadas no quadro

    Directivas para carroçarias Mercedes-Benz para

    ! Imprimir sempre os capítulos compl

    AV...distância centro eixo dianteiro AH...distância centro eixo traseiro

    Distância entre eixos [mm]

    Tipo de cabine Peso bruto admissível [t]

    Motor AV [mm] AH [mm]

    3000 FHS curto 2,59 – 3,5 Gasóleo 1780 1020

    3550 FHS curto 2,59 – 3,5 todos 2130 1050

    3550 FHS comprido 2,59 – 3,5 todos 2450 1050

    4025 FHS curto 2,59 – 3,5 Gasóleo 2570 1155

    4025 FHS comprido 2,59 – 3,5 Gasóleo 2930 1045

    3550 FHS curto 4,6 Gasóleo 1780 1000

    3550 FHS curto 4,6 Otto 2220 1000

    3550 FHS comprido 4,6 todos 2150 1000

    3550 FHS curto 5,99 Gasóleo 2100 1250

    3550 FHS comprido 5,99 Gasóleo 2770 1060

    4025 FHS curto 5,99 Gasóleo 2100 1015

    4025 FHS comprido 5,99 Gasóleo 2600 1015

    � Devem evitar-se cortes no quadro na zona de ele-mentos interiores do quadro.

    � O deslocamento entre a área de corte da estrutura de montagem em relação à área de corte deve ser de >100 mm.

    � Depois de efectuarem alterações da distância entre eixos, a extremidade do tubo de escape não deve es-tar dirigida para componentes do veículo (p.ex., pneus).

    � Poderá obter mais informações no capítulo "Altera-ções no veículo básico" (� página 69).

    4.3.7 Pára-brisas� Pára-brisas: módulo de montagem >2 500 N/mm2,

    espessura >9 mm (� página 75).� Cola: resistência à tracção no mínimo 10 N/mm2 a,

    no máx., 60 °C, módulo de montagem >2 500 N/mm2, espessura do cordão de cola

  • 4 Valores limite técnicos durante o planeamento

    4.3 Valores limite estrutura base

    4.3.8 Tejadilho do veículo/carga sobre o tejadilho

    Os arcos de sustentação do tejadilho ou as peças por-tantes não devem ser removidos ou danificados sem que sejam substituídos.

    A união entre o arco de sustentação e o painel lateral deve ser executada de modo a ficar resistente à torção.

    Cargas máximas sobre o tejadilho

    Caixa [Kg] Caixa com tecto alto [Kg]

    Cabine simples [Kg]

    300 150 100

    Distância en-tre eixos [mm]

    Quantidade necessária

    3000 > 4 arcos de sustentação

    3550 >5 arcos de sustentação

    4025 > 6 arcos de sustentação

    Arco de sustentação

    Posição

    1 atrás das portas dianteiras (coluna B)

    2 no centro da porta deslizante do compartimento de carga (entre a coluna B e C)

    3 no centro do veículo, atrás da porta deslizante do compartimento de carga (coluna C)

    4-6 entre a coluna C e na traseira do ve-ículo (coluna traseira).

    Altura do tejadilho [mm]

    Binário de inércia Ix por cada arco de sustentação [mm4]

    250 > 40 000

    400 > 65 000

    550 > 86 000

    Directivas para carroçarias Mercedes-Benz para

    ! Imprimir sempre os capítulos compl

    o SPRINTER, versão: 14.01.2005

    etos da versão actual.

    42

  • 4 Valores limite técnicos durante o planeamento

    4.4 Valores limite periferia do motor/veio de transmissão

    4.4 Valores limite periferia do motor/veio de transmissão

    4.4.1 Sistema de alimentação do combustí-vel

    � Não são permitidas alterações no sistema de alimen-tação de combustível (� página 79).

    4.4.2 Alterações motor/componentes de transmissão

    � Não são permitidas alterações na admissão de ar do motor. Na potência máxima, o motor necessita de cerca de 9,5 m3/min. de ar fresco.

    � Os veios articulados não podem ser prolongados ou encurtados.

    � Além do equipamento opcional disponível, não são possíveis soluções posteriores para a regulação das rotações do motor.

    Directivas para carroçarias Mercedes-Benz para

    ! Imprimir sempre os capítulos compl

    o SPRINTER, versão: 14.01.2005

    etos da versão actual.

    43

  • 4 Valores limite técnicos durante o planeamento

    4.5 Valores limite, Interior

    4.5 Valores limite, Interior

    4.5.1 Alterações na zona dos airbags e pré-tensores dos cintos de segurança

    � Não são permitidas alterações nos componentes do airbag e na respectiva zona.

    � A alteração posterior do revestimento do tecto não é permitida em caso de equipamento com window-bag.

    � A transformação interna deve ser configurada de for-ma a que as zonas de desdobramento do airbag não fiquem limitadas.

    � Não são permitidas alterações na unidade de co-mando do airbag.

    Poderá obter mais informações no capítulo "Alterações no veículo básico" (� página 84).

    Perigo de ferimentos G

    Não são permitidas alterações no sistema de airbag bem como no sistema dos pré-tensores dos cintos de segurança.

    As alterações ou os trabalhos efectuados de modo inadequado num sistema de retenção (cinto de segu-rança e respectivas fixações, pré-tensor do cinto ou airbag) ou na sua cablagem podem afectar o funcio-namento correcto dos sistemas de retenção, ou seja, p.ex., os airbags ou os pré-tensores dos cintos podem falhar ou activarem-se involuntariamente em aciden-tes com suficiente desaceleração.

    Directivas para carroçarias Mercedes-Benz para

    ! Imprimir sempre os capítulos compl

    4.5.2 Alterações, bancos

    Poderá obter mais informações no capítulo "Alterações no veículo básico" (� página 89) e "Alterações no interi-or" (� página 132).

    Perigo de acidente G

    Não são permitidas alterações no banco do condutor e do acompanhante ou na ligação de bancos na cava da roda, pois os