E-Book O Novo Mundo da Gestão de Pessoas DOM Strategy Partners 2012

download E-Book O Novo Mundo da Gestão de Pessoas DOM Strategy Partners 2012

of 40

  • date post

    18-Nov-2014
  • Category

    Business

  • view

    1.498
  • download

    2

Embed Size (px)

description

 

Transcript of E-Book O Novo Mundo da Gestão de Pessoas DOM Strategy Partners 2012

  • 1. E-Book O Novo Mundo da Gesto de Pessoas DOM Strategy Partners | 1
  • 2. A DOM/SP primeira consultoria 100% nacional focada em estratgia corporativa.Ela foi planejada desde seu nascimento para: Entregar mais por menos, Ser mais rpida que a concorrncia internacional, Aplicar rigor intelectual, domnio de melhores prticas, domnio de metodologias internacionais e profundidade de conhecimento setorial, E ainda sim ser criativa, gil, comercialmente flexvel e deter profundo entendimento dos mercados e da realidade das empresas brasileiras. Ela foi planejada desde seu nascimento para: E-Book O Novo Mundo da Gesto de Pessoas DOM Strategy Partners | 2
  • 3. SumrioCrise para muitos, oportunidades para os que inovam ....................................................................................................................................................................... 4As Organizaes do Conhecimento. O Futuro das Organizaes ........................................................................................................................................................ 6Valor Estratgico e Performance Ttica: Reconcebendo o Modelo de Gesto de Recursos Humanos ............................................................................................. 8No Faa O Que Eu Fao, Faa O Que Eu Digo ............................................................................................................................................................................... 11A Gerao Y e suas Implicaes Estratgicas ..................................................................................................................................................................................... 13Como Web 2.0 Vem Influenciando a Relao entre Empresas e Funcionrios? ............................................................................................................................... 17Renovao Y ....................................................................................................................................................................................................................................... 24Planejando o Auto-Treinamento. Sua Carreira e seu Futuro Agradecem ......................................................................................................................................... 26As Geraes e a Gesto de Pessoas ................................................................................................................................................................................................... 28Os Talentos como Principal Ativo de Valor Corporativo ................................................................................................................................................................... 32A Importncia do Engajamento Pessoal para as Organizaes que Aprendem ................................................................................................................................ 34Duas das Competncias Mais Crticas dos Mais Competentes ......................................................................................................................................................... 37 E-Book O Novo Mundo da Gesto de Pessoas DOM Strategy Partners | 3
  • 4. Crise para muitos, oportunidades para os que inovamO Brasil viveu, durante muitos anos, perodos de grande turbuln- dos preos das commodities. A verdade que a economia brasileira crescia poucocia em sua economia, se sujeitando a taxas inflacionrios de at 3 quando todo mundo crescia muito e agora, que todos perdem muito, o Brasil per-dgitos, mudanas constantes de moeda e planos econmicos hete- de menos.rodoxos, dentre outros. Agora, nossa realidade faz-se valer dos ca- As polticas macroeconmicas acertadas do governo, aliadas boa capacidade delos adquiridos pelas duras batalhas travadas na busca pela estabili- gesto em situaes adversas de nossos executivos, parecem ter composto umzao e o pas consegue operar com umas mnimas de racionalida- bom escudo face s projees catastrficas alardeadas nos quatro cantos dode e previsibilidade macroeconmicas. mundo.Apesar da grande pujana de seu mercado interno e do fato de es- O desafio estratgico minimizar os efeitos das variveis aleatrias, das causali-tar localizado a uma distncia razovel do epicentro do terremoto dades que podem afetar negativamente o negcio, e conseguir enxergar oportu-financeiro que abala o mundo desenvolvido, pode-se dizer que, no nidades nas fendas abertas pelo terremoto; afinal enquanto uns choram outrosuniverso corporativo, os efeitos da crise tm sido, em grande parte, vendem lenos.minimizados pela experincia adquirida nos tempos turbulentos deoutrora, quando planejamento e aes de curto prazo era pratica- Criatividade e bom senso so as principais armas para se dissociar da crise. Outrasmente a mesma coisa. aes, como cortes de custos, transformao de dvidas de curto prazo em longo prazo, demisses, racionalizao de investimentos e controle de gastos, dentreMesmo com a afirmao de Guido Mantega de que ser muito dif- outros, j esto na pauta de praticamente todas as empresas.cil alcanar a taxa de 1% de crescimento econmico em 2009, defato ainda no sentimos um efeito dramtico nos nveis de ativida- Nos dias de hoje, os ganhos advindos devem ser suficientes para manter as orga-de como um todo, exceo de alguns setores fortemente depen- nizaes respirando, revestidas de um figurino mais enxuto e eficiente.dentes de exportaes, de ampla oferta de crdito ou de variao E-Book O Novo Mundo da Gesto de Pessoas DOM Strategy Partners | Crise para muitos, oportunidades para os que inovam 4
  • 5. As grandes oportunidades de transformao setorial ou de redefi- A indstria automotiva, por exemplo, comea a investir com muito mais nfase nanio das escalas de liderana em determinadas indstrias, reque- viabilizao de carros eltricos, o que sem dvida uma disrupo profunda nosrem solues inovadoras e diferenciadas que dispem do potencial moldes atuais. A Toyota com 60% da Panasonic, a Nissan associada NEC e apara alavancar a competitividade da empresa frente a seus concor- Honda GS Yuasa focam esforos relevantes na pesquisa e aperfeioamento derentes, mas com ampla probabilidade de no serem priorizadas e baterias de on-ltio, no intuito de viabilizar uma frota de carros eltricos em maiorimplementadas neste momento. escala.Entretanto, olhar para um futuro macroeconomicamente no pro- Casos como estes podem fazer parecer que a inovao seja algo fora de contextomissor, ver o que todo mundo v, mas de uma forma diferente, num cenrio recessivo, uma vez que para que se possa ger-la com efeitos comer-enxergando o que ningum enxerga, requer que os gestores mo- ciais e financeiros significativos, necessita-se de tempo, recursos e apetite aosdernos busquem, forosamente, alternativas que no necessaria- riscos suficientes. Por outro lado, tambm podemos considerar que esse tipo demente fazem parte da pauta para deciso de curto prazo. inovao pode se tornar a grande sacada e a grande fonte de receitas e lucros em uma determinada indstria nas prximas dcadas. Portanto, inovar visando oInovar, com sucesso, sempre uma arma estratgica poderosa e, longo prazo, sem esquecer-se de equacionar as variveis relevantes para gerargeralmente, alavanca para saltos relevantes de crescimento, fatu- resultados no curto prazo parece ser a combinao ideal para momentos de crise,ramento e ganhos de market share. como o atual.Em alguns casos, a inovao pode estar associada construo de A garantia de sobrevivncia evolutiva de uma empresa, associada a uma posiorelacionamentos produtivos e comerciais com players complemen- mais privilegiada na cadeia de negcios, ser benefcio da organizao que estivertares, a fim de se promover a criao de produtos e servios que mais preparada para vir a ser ou a fazer, no futuro prximo, algo que hoje no podem gerar grandes rupturas nos padres vigentes de negcios