Edição 1175

download Edição 1175

of 16

  • date post

    24-Jul-2016
  • Category

    Documents

  • view

    222
  • download

    3

Embed Size (px)

description

 

Transcript of Edição 1175

  • JORNALdeARARAQUARAEdio 1.175 Ano 24 R$ 2,00 - 28 e 29 de novembro de 2015 - e-mail: redacao@jornaldeararaquara.com.br Editor Geraldo Polezze

    So trs defensores do ensino de qualidade e os irmos Logatti so a melhor e afeti-va denominao das faculdades. Reconhecimento mais do que marketing. Pgina 09

    Colgio Progresso na frente: Feliz Natal e anos de sucesso (pgina 08)

    Ganhou poder e solapou par-te das bases populares. EdinhoSilva no tem sido convidadopara reunio de cpula do go-verno (editorial). Pgina 02

    PT pior

    Presidente da Cmara ganhouno tapeto e busca legitimida-de criticando a prefeita CleideBerti Ginato. Pgina 10

    Amrico

    Desembargador Jos RenatoNallini d dicas para aumentarrenda familiar. Pgina 02

    Trabalho

    Encontra-se com SenadoraMarta Suplicy para falar deSanta Lcia. Pgina 14

    Trentim

    Aceita republicar crnica queobteve repercusso das maio-res na regio. Pgina 10

    Galhardo

    Mrcia Lia e presidente NelsonFernandes elaboram projetopara dar autonomia a CasaCairbar Schutel visando aten-der aos pacientes que de re-pente ficaram sem acolhida.Soluo com carimbo do Mi-nistrio da Sade.

    Governador Alckmin d umtiro no p e alunos da Esco-la Lysanias de OliveiraCampos querem apoio dosdeputadosMassafera (PSDB)eMrcia Lia (PT). Ocupao aula prtica de cidadaniacontra mudana de prdio,sem contraditrio.

    Uniara faz Colao de Grau em Medicina,presidida pelo Reitor Luiz Felipe Cabral

    Mauro, acompanhado da esposa Lina Ar-ruda Mauro, professores e convidados. Mais

    uma festa do saber na histrica AssociaoSo Bento de Ensino de Araraquara.

    Projeto Cairbar

    Medicina Uniara5 Turma protagoniza valiosa etapa de saberes

    Alunos descerramplaca na Santa Casa

    Reitor Luiz Felipedar novo passo

    Jos Papa Jr. Francisco Logatti Walter Logatti

  • OOOO PPPP IIII NNNN IIII OOOOJORNAL DE ARARAQUARA

    www.jornaldeararaquara.com.brSBADO E DOMINGO28 E 29 DE NOVEMBRO DE 201502

    Editorial

    Oestado democrtico de direito, pelo menos,funciona bem. Prova a enxurrada de even-tos protagonizados pelo PT, nesta semana,e tudo navega no rio da esperana. Obviamenteno se aceita milhes de desempregados, infla-o assassina que corta na carne a partir da bol-sa-famlia, empresrios em estado latente e edu-cao (remdio para os brasileiros) sendo umaporcaria. O secretrio de Alckmin diz ter vergo-nha da qualidade. Por que no aproveitar a ci-dadania dos alunos que ocupam prdios escola-res para assentar saberes primordiais vida? Ta-

    ch-la de porcaria no resolve nada. Esse con-tingente certamente poder votar melhor e escolherbons polticos para ditar normas legais aos pa-gadores de impostos.

    S pra sublinhar: os tentculos legais chegampertinho do ex-presidente Lula, seus amigos es-to presos ou vestindo o terno da delao pre-miada. Edinho Silva, que deseja ser prefeitode Araraquara (caso o barco petista afunde devez), no deve perder a chance de uma refle-xo sria e que seja respeitada pelos eleitoresda Morada do Sol.

    Editor: Geraldo Polezze - MTb 9.886Registrado no Cartrio Civil sob o n 36.264PABX:(0xx16) 3332-1002End. Corresp.: Rua Cear, 1063 Araraquara - SP. CEP 14810-165

    Diretora Administrativa: Marilene VolpattiHome page: www.jornaldeararaquara.com.br e-mail: redacao@jornaldeararaquara.com.br facebook.com/jornaldeararaquarayoutube: Jornal de AraraquaraImpresso: Jornal O Liberal Americana

    Publicao semanal da empresaJornal de Araraquara Ltda.

    JORNAL DEARARAQUARA

    Maria Ursulina Ramalho (*)

    Tornou-se um conceitovazio e sua prtica qua-se inexistente. Ser soli-drio agrega empatia, identi-dade, pacincia e amor aoprximo. Sentimento queest em ambientes especiaispara cura onde a gente saimelhor do que entrou. Peloatendimento mdico, huma-nitrio; enfermeiros educadose de bom corao; eficientescomo todos que l traba-lham. Por exemplo, funcio-nrias que encaminham pa-cientes... isso tem nome: so-lidariedade.

    A solidariedade est pre-sente tambm entre aquelesque sofrem e procuram seconsolar revelando o quelhes aconteceu. A amizadesurge naturalmente. So pes-soas despojadas de orgulho.Somos apenas humanos a es-perar pela melhora. No in-teressa a vida social, l se tor-na uma unidade que falta nasociedade brasileira, princi-palmente naqueles que nosgovernam.

    Assim sendo, com espri-to solidrio, agradeo a emer-gncia do Hospital So Pauloe a todos os profissionaisque l trabalham com amor.

    (*) Escritora e Pedagoga

    Solidariedade

    Inflao assassina

    Sobreviver comDECNCIA

    Desembargador Jos Renato Nalini (*)

    Crise como a ora enfrentada mui-to sria. Ainda no caiu a fichapara muita gente. A gravidade in-tensa e crescente. Quem tiver juzo se pre-para, a coisa vai piorar.

    Algo que as pessoas podem fazer parasobreviver com decncia recuperar ha-bilidades para reforar oramento. O ar-tesanato, que para alguns hobby, pode setornar um instrumento do poder aquisi-tivo. Os jovens mais criativos no se dei-xam iludir e partem para a luta. Mas hpessoas idosas tambm capazes deexercer seus talentos a favor da econo-mia domstica debilitada pela contnua altados preos.

    Cooperativas podem ser formadas paraorganizar o trabalho e precificar a produ-o, pois um mnimo de formalidade es-sencial. Existe o SEBRAE, uma das poucasboas coisas da Repblica, apoio para mi-croempreendedores que, formalizados,

    ganham (em mdia) trs vezes mais do queos informais.

    H experincias exitosas de mulheresque bordam quadros com motivos esco-lhidos por elas ou por encomenda.

    O universo da gastronomia outro quepode socorrer o dficit do lar. Quem do-mina a arte de fazer salgados ou doces podeat dobrar renda de sua casa. Confeccio-nar brinquedos (bonecas de pano), podeser lucrativo. Assim como o cultivo de plan-tas ornamentais ou confeco de mudasde rvores. Um espao que reclama pro-

    tagonismo o de cuidador. Muitas pessoasprecisam de cuidadores preparados. No fcil encontrar quem se disponha a per-manecer ao lado de uma pessoa desco-nhecida, zelando para que nada de malacontea e se responsabilizando por seubem-estar.

    Fase crticaComo a que estamos enfrentando,

    cumpre resgatar velhas prticas como a en-cadernao. H um grande mercado paraaquilo que se faz em mbito restrito, emcarter amadorstico, mas que pode se tor-nar uma verdadeira arma de sobrevivn-cia num perodo de carncias, restriese contingenciamentos.

    Podemos superar a crise e nos distraircom o trabalho. Atividade que um ver-dadeiro prazer para quem o encara comamor.

    (*) presidente do Tribunalde Justia de So Paulo

    D lucro, considerado uma terapia: o grupo pode ser de croch,

    tric, corte e costura e outros trabalhos manuais.

  • 03SBADO E DOMINGO28 E 29 DE NOVEMBRO DE 2015JORNAL DE ARARAQUARAwww.jornaldeararaquara.com.brAgenda

    Sbado (28)

    SESI Acordeonista Mestrinho,20h grtis. Ingressos remanes-centes 30 minutos antes. Re-servas pelo sistema MEU-SESI,acesse: www.sesisp.org.br/meu-sesi.

    Teatro MunicipalClodoaldo Medina

    Recital das 10 - 1 parte: Or-questra Uniara, regncia RogrioToledo. 2 parte: Rogrio Toledo(voz), s 10 horas.

    Teatro Wallace Leal - 10h30 Ausentes, espetculoteatral da turma de teatro Prof.Bruck Oliver. Adaptao parapalcos do texto Entre Quatro Pa-redes, de Jean Paul Sartre.- 18h Encontro Regional de HipHop: DJ Marco e apresentaodos grupos de rap da cidade.

    SESC- Contao de histria Minha Ta-taraBRUXA baseada nos qua-drinhos de Lucas Lima, comCia. Polichinelo, 14h na rea deleitura. Grtis.

    Domingo (29)

    Teatro Wallace Leal Encontro Regional de Hip Hop - A partir das 17h workshops dedana e graffiti, batalha de MCs,show com Willian Chacal.

    Choro das guas - Praafonte Luminosa

    - 17h recreao e contao dehistria com o Grupo Criart- 19h show musical com a Ban-da Crockodilo Rock

    Museus aos DomingosDas 10 s 13 horas - Local: Mu-seu Histrico e Pedaggico Vo-luntrios da Ptria.

    SESC- Msica Projeto msica latina Goma del Cambio, 16h noGarimpo, livre e grtis. - Infantojuvenil El dia que mequeiras, histria de casal de pin-guins sem filhos que, em meio nevasca, encontra um ovoabandonado que muda sua vida.Com Cia Casa Amarela, no Tea-tro s 11h30. Ingresso individuala partir das 9h30. Grtis e livre. - Projeto Cine Tour O Casamentode May 14h no Teatro ingressouma hora antes.

    CinemasProgramao at02 de dezembro

    Jogos Vorazes - A Esperana - O Final

    Moviecom 4 (3D): Dublado: Dia-riamente, sesses s 16h e 18h45. Moviecom 4 (3D): Legendado:Diariamente, sesso s 21h30.Moviecom 5: Dublado: Seg, Ter,Qua, Quin, e Sexta-feira, sessess 17h30 e 20h15. Sbado, Do-mingo e Feriados, sesses s14h45, 17h30 e 20h15.

    O Reino Gelado 2Moviecom 1 (3D): Dublado: S-bado, Domingo, sesso s 15h30.Cine Lupo 1 (3D): Dublado: Ter-a Domingo, sesso s 19h.

    007 contra SpectreMoviecom 1: Legendado: Diaria-mente, sesso s 21h10.Moviecom 2: Dublado: Diaria-mente, sesses s 16h45 e 19h40.Cine Lupo 2: Legendado: Tera aDomingo, sesso s 21h.

    Goosebumps - Monstros e Arrepios

    Moviecom 2: Dublado: Sbado,Domingo, sesso s 15h.

    Victor FrankensteinMoviecom 3: Dublado: Seg, Ter,Qua, Quin, e Sexta-feira, sessess 16h45 e 19h. Sbado, Domin-go e Feriados, sesses s 14h30,16h45 e 19h.Moviecom 3: Legendado: Diaria-mente, sesso s 21h20.Cine Lupo 1: Legendado: Tera aSexta-feira, sesses s 19h e21h15. Sb e Domingo, sesses s16h30, 19h e 21h15.

    O ltimo Caadorde Bruxas

    Moviecom 2: Dublado: Diaria-mente, sesses s 17h10, 19h30e 21h45.

    Bem CasadosMoviecom 1: Nacional: Diaria-mente, sesses s 17h20 e 19h15.

    Aliana do CrimeCine Lupo 2: Legendado: Sb e Do-mingo, sesso s 16h30.

    internauta

    Panificadora CristalPizzas, salgados e bolos para festas, por Kg. Uma homenagem ao seu paladar

    RRuuaa AAllmm.. TTaammaannddaarr,, 336677 --((VV.. XXaavviieerr)) -- FFoonnee::33333322--33776688 O