Edição original oaj ediçao 2106 30042015

Click here to load reader

  • date post

    22-Jul-2016
  • Category

    Documents

  • view

    236
  • download

    3

Embed Size (px)

description

Semanário há 40 anos registrando os fatos de Ibirubá e região.

Transcript of Edição original oaj ediçao 2106 30042015

  • O Alto JacuO Jornal da Comunidade

    ANO 40 - Edio n 2106 IBIRUB/RS, Sexta-feira -feira, 30 de abril de 2015 Avulso:R$ 3,00

    Rua Getlio Vargas, 1026.

    Joo FJoo FJoo FJoo FJoo FinanceirinanceirinanceirinanceirinanceiraaaaaJoo FJoo FJoo FJoo FJoo FinanceirinanceirinanceirinanceirinanceiraaaaaAteno aposentados

    e pensionistas de INSS!Se voc esta preci-

    sando de dinheiro, aJOO FINANCEIRA tm amelhor condio paravoc fazer o seu emprs-timo.

    Sem consulta ao SPCnem SERASA com agili-

    dade na liberao do credito. Saia do cheque especial liquide as suas di-

    vidas. Fale com o Joo ele tem a soluo.

    Tele TaxiTele Taxi

    Agora tambm com TELE-ENTREGA e TELE-BUSCA,

    para facilitar a sua vida!

    (54) 9165-0556(Claro)

    (54) 8428-4977(Oi)

    99072377 ( Vivo)Ligue a cobrar!

    Relatos que fazem osmais velhos relembrar daslutas dos antepassados ede que houve um tempo denecessidades esofrimentos. Aos jovenstraz a mensagem de que ospais e mes de todas aspocas sempre trabalhamna busca do bem-estar dosfilhos e que as facilidadesdo mundo de hoje soapenas maquiagem daslutas, pois s muda oendereo, a proporo edimenso das dificuldades.Pgina 07

    Mais de 4 mil mortos, falta gua e comida.Cidades totalmente destrudas esse o retrato do

    Nepal depois deste autntico tsunami em terrafirme. O terremoto de 7,8 graus na escala Richter

    literalmente sacudiu este pas de baixssima rendaper capita. Hoje a maior dificuldade chegar sreas mais remotas do pas. Helicpteros so o

    nico meio de chegar l. J o nmero de vtimasno para de crescer. A tragdia no Nepal emerge

    como o maior desafio humanitrio num mundosacudido por emergncias constantes. Um pas com

    pouco mais de 147 mil quilmetros quadrados derea. menor do que o Cear. Mesmo que fosserico teria dificuldade para lidar com uma tragdia

    desta magnitude. O mais triste de um episdio comoeste terremoto o fato de que s nos desvios do

    Petrolo, seria possvel reconstruir por trs vezes oNepal. Ainda que se acredite na justia brasileira,

    parece difcil acreditar na punio justa aosculpados.

    Homem caminha por escombros de casas danificadas pelo terremoto ocorrido no sbado (25) em Bhaktapur, perto daKatmandu, capital do Nepal. Os trabalhos de resgate continuam dificultados devido ao mau tempo e falta de estruturado pas para responder a um desastre dessa magnitude. A equipe das Naes Unidas para avaliao e coordenao emcasos de desastre (UNDAC) advertiu que o tempo para encontrar pessoas com vida est acabando.

    Dirio deFriederike

    Elise SophiaGausmann

    Lava Jato custoutrs reconstrues

    do Nepal

    Iniciados os trabalhos emergenciaisno aterro da barragem do Passo Real

  • 2CurtasEditorial

    Endereo: Rua Mrito, 189.Telefone (54) 3324 -1093 celular: 91665138.e-mail:[email protected]: Grfica Gespi - Rua Mau, 590 - Tapera/RSOpinies e artigos assinados, no refletem a posio do Jor-nal, sendo de total responsabilidade do autor.

    Razo Social: EPJIL - Empresa Publicitria eJornalstica Ibirub Ltda. - CNPJ: 88641741/0001-00.

    Fundado em: 28 de fevereiro de 1975-Por: Justino Guimares Netto.

    O Alto JacuO Jornal da Comunidade

    FFFFFALALALALALTTTTTA DE SEGURA DE SEGURA DE SEGURA DE SEGURA DE SEGURANA ANA ANA ANA ANA As recentes pala-vras do secretrio de Segurana Pblica do esta-do reduziram a expectativa dos gachos quanto abreves melhorias no setor. Sartori est sendo omis-so ao no admitir a prpria responsabilidade.

    POSICIONAMENTO POSICIONAMENTO POSICIONAMENTO POSICIONAMENTO POSICIONAMENTO Falta ao setor de se-gurana pblica levar a efeito medidas simplescomo a realizao de vistorias permanentes e di-rias para retirar as armas das mos dos criminosos,indispensvel para preservar a vida o patrimniodos cidados. Enquanto alguns ficaram mais de-samparados com a lei do desarmamento, outrospassaram a atacar com mais frequncia, ousadia etranquilidade.

    COM QUE MORAL???- COM QUE MORAL???- COM QUE MORAL???- COM QUE MORAL???- COM QUE MORAL???- H polticos queat falam em impeachment, mas ao que tudo indi-ca s para enganar mais uma vez os eleitores.Como cavalos atrelados mesma carroa e quecomem no mesmo cocho, nada se pode esperare nem os protestos adiantam.

    FUNDO PFUNDO PFUNDO PFUNDO PFUNDO PARTIDRIO! - ARTIDRIO! - ARTIDRIO! - ARTIDRIO! - ARTIDRIO! - O que dizer daaprovao desse pequeno engodo chamadoFundo Partidrio? A presidente parece ter encon-trado um meio bastante eficaz de silenciar os de-putados de oposio. Com certeza quem tinhaalguma divergncia e poderia reclamar agora vaipensar duas vezes, pois, com esse ganho, todosos partidos ficaro bastante gratos pelo aumentoe vo demonstrar isso no momento de votar con-tra ou a favor do governo. Algum ainda tem algu-ma dvida que este governo j est todo apare-lhado?

    GASTOS PBLICOS! -GASTOS PBLICOS! -GASTOS PBLICOS! -GASTOS PBLICOS! -GASTOS PBLICOS! - extremamente dif-cil entender a poltica do excelentssimo governa-dor ao cortar gastos em reas como segurana,sade e educao. Jos Ivo prega que necess-rio para equilibrar as finanas e dvidas deixadaspelo governo anterior. J por outro lado, os depu-tados aumentam suas dirias em quase 30% comose vivessem numa ilha da fantasia. At quando ocidado vai ter que bancar essas dvidas?

    FISCFISCFISCFISCFISCALIZAO? -ALIZAO? -ALIZAO? -ALIZAO? -ALIZAO? - Os seguidos acidentesenvolvendo motocicletas em Ibirub j deveriamter recebido uma ateno especial por parte de aBrigada Militar. Ainda que se reconhea a falta deefetivo, as manobras bruscas vistas diariamente naregio central da cidade poderiam ser coibidas.Algumas sem silencioso, outras com pilotos inge-rindo bebidas alcolicas em pleno movimento etantos outros que sequer semforos respeitam.

    ECONOMIA UMA QUESTO DEECONOMIA UMA QUESTO DEECONOMIA UMA QUESTO DEECONOMIA UMA QUESTO DEECONOMIA UMA QUESTO DEPOSICIONAMENTO -POSICIONAMENTO -POSICIONAMENTO -POSICIONAMENTO -POSICIONAMENTO - Quase simultaneamente,enquanto Levy, o todo poderoso, dizia no a JosIvo Sartori no quesito pagamento da dvida do Es-tado, Dilma sancionava o aumento do fundo parti-drio de R$ 290 milhes para R$ 868 milhes. Emtese, preferiu desagradar ao povo que a reconduziuao cargo, do que brigar com o Congresso Nacio-nal.

    O seguro-desemprego se apresenta em nos-so ordenamento jurdico como sendo um direitoconstitucionalmente assegurado ao trabalhador,previsto no artigo 7, inciso II da nossa Lei Maior.

    As suas regras estavam originalmente conti-das na Lei 7.998 do ano de 1990 que tratava aindado Abono Salarial e do Fundo de Amparo ao Tra-balhador (FAT).

    Em 30 de dezembro de 2014 foi publicada aMedida Provisria 665/2014 que alterou a legisla-o anteriormente referida em seus artigos 3 e4.

    As alteraes dizem respeito aos critrios ne-cessrios para que o trabalhador possa requerero benefcio, bem como os meses trabalhados eparcelas a receber.

    O parmetro de definio da aplicao dasnovas regras a data da demisso do vnculo deemprego que o trabalhador est requerendo obenefcio.

    Desta forma, trabalhadores demitidos antesda entrada em vigor da Medida Provisria 665/14(antes de 28 de fevereiro de 2015), independeda data de requereram o benefcio, sero habili-tados pelas regras anteriores.

    Assim, os contratos de trabalhos encerradossem justa causa a partir de 28 de fevereiro de2015 ensejam ao trabalhados as novas regras doseguro-desemprego.

    Pelas novas regras, a primeira vez que o tra-balhador solicitar o benefcio ter de comprovar,pelo menos 18 salrios nos ltimos 24 meses ime-diatamente anteriores data da demisso.

    Para quem for solicitar o seguro-desempregopela segunda vez, ter de comprovar, pelo me-nos 12 salrios nos ltimos 16 meses imediata-mente anteriores data da demisso.

    E Para quem for solicitar o seguro-desempre-go pela terceira vez, ter de comprovar, pelomenos 06 salrios imediatamente anteriores data da demisso quando das demais solicita-es.

    Em carter informativo deixo aos interessa-dos a Tabela elaborada pelo Ministrio do Traba-lho e Emprego, com o nmero de meses exigidose as parcelas a receber em cada caso, disponvelno site http://portal.mte.gov.br/imprensa/mte-lanca-cartilha-sobre-as-novas-regras-do-seguro-desemprego-e-abono-salarial.htm.

    AS NOVAS REGRAS DOSEGURO-DESEMPREGO

    Rua Serafim Fagundes, 1010Fone: (54) 3324 - 2036

    PlasticarPlasticarPlasticarPlasticarPlasticar

    Cpias de Chaves

    Carimbos

    PlasticarPlasticarPlasticarPlasticarPlasticarPlasticarPlasticarPlasticarPlasticarPlasticarCpias de controle

    de portoPlastificao dedocumentos

    Uma nota vinculada a um pagamento de ser-vios de grfica com valores milionrios, favo-res de empreiteiros e a Lei De ResponsabilidadeFiscal, tudo incidindo diretamente sobre o ex ea atual presidente da repblica. Seno veja-mos a sucesso de fatos: o Stio de Atibaia. Deacordo como relato do ex-presidente da OAS,Lula pediu a ele que providenciasse a reformade seu stio de Atibaia. Em 2011, logo depois deser adquirida, a propriedade de fato foi total-mente reformada. Ganhou campo de futebol, umlago maior para pescaria, sutes e piscina nova.

    Os operrios que trabalharam na obra rece-beram pagamento em dinheiro, no foramregistrados formalmente e o mximo que sabi-am sobre os contratantes era que se tratava dasempresas que iriam construir o Itaquero, est-dio do Corinthias, time o corao de Lula. OTriplex do Guaruj. De acordo com o relato doex-presidente da OAS, tambm foi a pedido deLula que a empreiteira incorporou obrasinacabadas da Bancoop, a cooperativa ligadaao PT que faliu deu prejuzo a mais de 3 milmuturios. Entre as obras assumidas pelaempreiteira estava a do edifcio Solaris, noGuaruj, em So Paulo, que tem comobeneficirios o ex-tesoureiro do PT Joo Vaccarie o prprio Lula, dono de um triplex de 297metros, com elevador interno, cobertura compiscina e sauna. J no caso Rose, a Polcia Fe-deral descobriu que a secretria RosemaryNoronha, ex-chefe do escritrio da Presidnciada Repblica em So Paulo, vendia favores aogoverno.

    Rose era amiga ntima de Lula desde os tem-pos do sindicalismo e, por causa disso, tinhatrnsito livre nos altos escales da Repblica.Acusada de corrupo passiva e trfico de in-fluncia, ela perdeu o emprego, sentia-se aban-donada pelos ex - companheiros e ameaavarevelar segredos dos tempos de convvio com opoder. Segundo relato do ex-presidente da OAS,para acalmar a amiga, Lula lhe pediu que aju-dasse o marido dela, Joo Batista, um pequenoempresrio da construo civil. Os fatos acimadescritos seriam por si s mais do que suficien-tes para uma investigao sria, profunda eimediata. Se confirmados os fatos, acrescenta-dos por tudo que a Operao Lava-Jato j des-cobriu, seria salutar afastar de poderesdecisrios aqueles que tm contas a prestar ajustia.

    Lula e Dilma; porum triz?

    1 DE MAIO -1 DE MAIO -1 DE MAIO -1 DE MAIO -1 DE MAIO - Amanh comemoramos o DiaInternacional do Trabalhador ou seria o Dia doTrabalho? Essa dvida costuma vir tona nestesdias que antecedem o 1 de Maio. Oficialmentea primeira a maneira correta de referenciar oferiado, mas no Brasil, talvez por influncia deoutros pases (na Espanha: Da del Trabajo, naFrana: Fte du Travail, na Itlia: Festa del Lavoro,nos Estados Unidos: Labor Day), o Dia doTrabalho tem forte uso. Um bom Feriado a todos.Colaborao de Jorge GonalvesColaborao de Jorge GonalvesColaborao de Jorge GonalvesColaborao de Jorge GonalvesColaborao de Jorge GonalvesFFFFFererererer reira.reira.reira.reira.reira.

  • Foi realizado na tera-feira os Jogos EscolaresMunicipais de 2015, organizado pela secretaria deeducao, atravs do departamento de desporto. Aabertura e a realizao das modalidades foram nomdulo esportivo do IFRS, com a presena do coor-denador do departamento, pastor Roberto, o secret-rio Henrique Antnio Hentges, professores, juzes eos alunos que competiram nas vrias modalidades. Oevento abrange todas as escolas pblicas e mobiliza acomunidade escolar, com o intuito de reforar o esp-rito de grupo entre as escolas, identificar novos talen-tos e reforar vivncias. As modalidades disputadasforam atletismo, futebol de acampo e futsal, voleibol,handebol, basquete, xadrez e tnis de mesa.

    Semana teve jogosescolares municipais

    A reportagem do OAJ se fez presente reunioda ASCAMAJA, realizada na ltima sexta-feira nomunicpio de Boa Vista do Cadeado fazendo parte daprogramao da feira daquele municpio. Presidida pelovereador Leonel de Moura, da bancada do PMDB,no evento foram tratados diferentes temas que dizemrespeito aos pleitos dos municpios que compe essaimportante associao. H uma clara preocupaodos vereadores com a queda do Fundo de Participaodos Municpios, um dos mais importantes recursos navida financeira destas cidades. Tambm a questo dosroyaltes oriundos da Barragem do Passo Real e queno param de reduzir nos valores e ainda chegam comcerto atraso preocupam os municpios banhados poreste grande lago artificial. O presidente Leonel deMoura, em seu agradecimento de despedida, j queno prximo dia 8 de maio entrega o cargo ao vereadorEli Ferraz de Andrade da Bancada do PDT, noescondeu a emoo por ter dirigido a associao nesteano. Destacou a importncia da diretoria que sempreesteve presente e foi atuante. Demonstrou sua mgoacom os vereadores que nunca se fizeram presentesas sesses e desejou a diretoria que assume muitasorte nesta rdua tarefa. Eli, o presidente eleito,

    Dia 8 de maio assume novadiretoria da ASCAMAJA

    convidou os presentes para comparecerem na sessode posse que acontece no prximo dia 8 de maio nalocalidade de Arroio Grande, interior de Ibirub.Confirmou a presena de autoridades de mbitoestadual e at federal e se comprometeu com amplasmudanas j a partir da posse e de comum acordocom sua diretoria.

    A matria de capa da do OAJ da ltima semana, com a preocupao do aterro em Quinze deNovembro comeou a surtir efeito. Nesta segunda-feira (27/04) foram iniciados os trabalhosemergenciais no aterro da barragem do Passo Real.

    Medidas emergenciais j esto sendo tomadas, como a reativao da sinaleira, roadas,colocaes de sinalizao, operao tapa-buracos no asfalto e contenes laterais. Ascontenes laterais esto sendo realizadas com material retirado nas proximidades do aterro(mais precisamente perto da ponte), com devida autorizao ambiental dos rgos competentes,visando assim evitar futuros desmoronamentos. Estas obras esto sendo realizadas graas auma parceria entre DAER-RS e as Prefeituras de Quinze de Novembro, Fortaleza dos Valos eIbirub. H opinies contrrias quanto ao lado em que deveriam ser construdas as contenes,at em funo da presso ser exercida do norte para o sul.

    Na semana passada uma equipe de tcnicos de empresa terceirizada pelo Governo Estadual,do DAER de Cruz Alta e da Superintendncia de Estudos e Projetos SEP-DAER de Porto Alegre jhaviam realizados os estudos de topografia no aterro. Os tcnicos analisaram o local e oprojeto dever estar concluindo dentro do prazo de 30 dias, iniciando assim a busca porrecursos para a execuo do mesmo. Ideias como a colocao de galerias em determinadospontos, bem como a construo de uma nova ponte no local do aterro fazem parte dos estudos.Certamente ser necessrio uma ao conjunta entre as prefeituras beneficiadas pelo aterro na busca dos recursospara a realizao da obra, at porque dificlmente sero repassados valores pelo Governo do Estado que vive umacrise financeira sem precedentes.

    A prefeita Nilva ressalta que a VRS 824 de inteira responsabilidade do DAER-RS, mas a Administrao Municipal parceria do rgo, e sempre que possvel ir fornecer todo o suporte necessrio para que as obras sejam realizadasevitando assim maiores problemas e futuras inconvenincias no trnsito que liga Quinze de Novembro a Fortalezados Valos.

    A Administrao Municipal pede a compreenso da comunidade local e regional pelos transtornos e solicita queos motoristas reduzam a velocidade e prestem ateno neste trajeto.

    Iniciados trabalhos emergenciais no aterro dabarragem do Passo Real

  • 4 Dr. Seno Otto KunrathEspecialista, Mestre e Ph.D em Dermatologia - Doenas da pele -

    Cncer e outros tumores da pele - Professor Livre-Docente(UFRGS DCM e UFCSPA-DCM)

    Fone: (54) 3324-1504Atendimentos em Ibirub: No 1 e3 sbado de cada ms,

    Clnica DermatolgicaClnica DermatolgicaClnica DermatolgicaClnica DermatolgicaClnica DermatolgicaCRM 6649

    MD. JefersonWollmeister

    CRM 24764

    Rua Diniz Dias, 310Fone/Fax:

    (54) 3324-6425Cel. 9113-4227

    Ibirub/RS

    Garantindo Qualidadee Experincia para a

    Preveno,Diagnstico e

    Tratamento dasDoenas

    do Corao

    No dia 28 de abril, comemorou-se o Dia Mundial da Educao. A data umaoportunidade para destacar os esforos pela educao como o Programa A UnioFaz a Vida, principal iniciativa de responsabilidade social do Sicredi. Com basenos princpios de cooperao e cidadania, contribui para a educao integral decrianas e adolescentes por meio de projetos educacionais cooperativos. Anual-mente, mais de cinco mil projetos so desenvolvidos nas escolas, tendo os alunoscomo protagonistas e o apoio de educadores, pais e da comunidade.

    O Programa A Unio Faz a Vida foi desenvolvido pelo Sicredi para ampliar oconhecimento das comunidades sobre o cooperativismo e a natureza das socieda-des cooperativas aps uma fase de dificuldades no segmento, na dcada de 80. Aproposta do programa de educao cooperativa para crianas e jovens foi construdaa partir de exemplos internacionais e da parceria com o Centro de Desenvolvi-mento e Pesquisa sobre Cooperativismo da Universidade do Vale do Rio dos Si-nos (Unisinos So Leopoldo/RS). Atualmente, o Programa conta com mais de14mil educadores, 1.100 escolas, atende a mais de 175 mil crianas e adolescen-tes no Brasil em mais de 165 municpios (RS, SC, PR, SP, MT, MS e GO).

    Com metodologia prpria, o Programa A Unio Faz a Vida desenvolvido pormeio de expedies investigativas, que so o ponto de partida para a definio dostemas que sero trabalhados por alunos e professores. Os estudantes percorrema comunidade para ver, observar, experimentar, perguntas e re-conhecer o ambi-ente a sua volta. Na sequncia, definido o objeto sobre o qual se quer conhecermais. As curiosidades de cada projeto so respondidas pelo currculo escolar, deacordo com cada disciplina e pela comunidade de aprendizagem (pessoas quecompartilham seus conhecimentos e experincias com os alunos, comonutricionistas, donas de casa, comerciantes, etc). A partir disso, comea a serconstruda, de forma colaborativa, uma nova maneira de ver o mundo e de agircoletivamente.

    O Sicredi tambm disponibiliza formao continuada aos educadores, que realizada por meio de encontros orientados pelas assessorias pedaggicas e inten-sificadas, no universo educacional do municpio, com as prticas de cooperao ecidadania. A proposta de transformao social est alicerada em uma Rede deCompromisso. A Sicredi Integrao Rota das Terras RS desenvolve o programanos municpios da sua rea de atuao (Tapera, Selbach, Lagoa dos Trs Cantos,Quinze de Novembro e Colorado) com a parceria das prefeituras, por meio dasSecretarias de Educao, apoio da Cotrisoja e Cotrijal e assessoria da FundaoSicredi. A abelha smbolo do Programa A Unio Faz a Vida.

    Programa A Unio Faz a Vida estimula oaprendizado e a cidadania

    fcil assinar

    O AltoO AltoO AltoO AltoO AltoJacuiJacuiJacuiJacuiJacui

    Ligue para3324 -1093

    EDITAL DE CONCURSO PBLICO N 012/2015DE 29 DE ABRIL DE 2015

    Edital de convocao de candidatos aprovados emConcurso Pblico.

    O PREFEITO DE IBIRUB, Estado do Rio Grandedo Sul, CARLOS JANDREY, no uso de suas atribuieslegais, TORNA PBLICO para conhecimento dosinteressados, aprovados em Concurso Pblico, quedevero apresentar-se dentro de 10 (dez) dias, junto aoSetor de Pessoal da Prefeitura Municipal de Ibirub-RS,na Rua Tiradentes, 700. O no comparecimento, no prazodeterminado, ser entendido como desistncia doscandidatos nomeao nos cargos em que foramaprovados.

    Concurso institudo pelo Edital n. 023/2014 e o Editaln. 048/2014, que homologa a classificao final:

    Cargo Candidato Classif.Zelador Zeli da Cunha Godois Feltrin 24

    GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DEIBIRUB, EM 29 DE ABRIL DE 2015.

    Carlos Jandrey,Prefeito.

    Registre-se. Publique-se.Cumpra-se.

    Gustavo Roberto Schroeder,Secretrio de Administrao e Planejamento.

    Impasse criado a partir dasuspenso do convnio entrea prefeitura municipal deIbirub e o IPE e que gerouuma srie de problemas aosusurios deste plano de sadecomea a ser resolvido.

    Projeto enviado pelopoder pblico e aprovado naltima sesso do legislativo,altera as alquotas decontribuio ao instituto. Apartir da renovaocontratual, os ndicespassaro a ser de 12% porparte dos funcionriospblicos e 8% pagos pelaprefeitura municipal. Asemana foi de fortesdiscusses em torno doprojeto.

    Vereadores de situao eoposio tentaram em reuniono executivo, demover oprefeito no sentido deaumentar o percentual quecaberia ao poder pblico,consequentemente onerandomenos a parte dos servidores.Carlos Jandrey teria sidoirredutvel quanto a propostaapresentada e como nohavia um plano B, at peloprazo concedido pelo instituto,no restou alternativa aosvereadores que no fosse aaprovao do projeto.

    J virou rotina, a cada final de ms desde que a coligao vencedora nas ltimas eleiesestaduais assumiu o governo do Estado os servidores convivem com a incerteza quanto ao pagamentodos salrios, um direito de cada trabalhador. Foi notcia na mdia estadual a possibilidade do governadorSartori optar pelo calote da dvida. A opo preferencial o no pagamento da dvida com a Unio.Nos ltimos dias, o governo vinha trabalhando abertamente com trs opes: o parcelamento dossalrios mais altos, algo j descartado, atrasar o repasse aos municpios ou retardar ainda mais opagamento dos fornecedores. Qualquer das alternativas dolorosa e paliativa: o problema da falta dedinheiro vai se repetir e pode at se agravar em maio. A opo do atraso no pagamento da dvida temconsequncia prevista em contrato, o bloqueio de recursos da Unio, que representam um volume dedinheiro superior prestao de R$ 290 milhes equivalentes a 13% da receita lquida. Se a opofor mesmo pelo calote da dvida, Sartori estar criando um fato poltico, o enfrentamento com a Uniocentralizadora, como os gachos j fizeram em outros momentos da histria. Qualquer atraso norepasse aos municpios ser de difcil absoro pelos prefeitos que tambm enfrentam dificuldade paramanter as contas em dia e bancar servios essenciais, como sade e o transporte escolar. Atrasar opagamento de fornecedores tambm uma medida de difcil aplicao, porque quem vende produtosou presta servios ao estado tambm precisa pagar salrios e insumos. Em maio o governo tercomo agravante ter que pagar uma parcela do aumento aprovado na gesto passada para osservidores da rea de segurana. O Piratini planeja mandar para a Assembleia, em regime deurgncia, um projeto adiando a implementao do reajuste. Para uma polcia mal remunerada comoa gacha, tudo indica, ser mais um tiro no p dado pelo prprio governador.

    Angstia na vida dos servidorespblicos do Estado no final do ms!

    Instituto dePrevidnciado Estado

  • InformativoInformativoInformativoInformativoInformativoPrefeitura Municipal de Ibirub

    Modelo de Progresso eDesenvolvimento

    Gesto2013-2016

    Joo Batista Machado de LimaJoo Batista Machado de LimaJoo Batista Machado de LimaJoo Batista Machado de LimaJoo Batista Machado de Lima- Jornalista MTB 15.515 - Assessor de Imprensa

    O vice-prefeito Francisco Rogrio Rebelato e o secre-trio de indstria, comrcio e empreendimentos Olindode Campos, foram convidados pelo empresrio Miltonda Silva, conhecido popularmente como Bucco, proprie-trio da Bucco Tecnometal, que acaba de se instalar emIbirub, para um caf da manh e conhecer as instala-es da empresa. Voltada para a atividade metal mec-nico, a Bucco Tecnometal prestar servio para as in-dstrias locais e para o plo naval de Rio Grande, con-tribuindo para a gerao de empregos locais. A inaugu-rao da empresa instalada nas margens da RS 223, pr-xima a estao da Coprel, est prevista para este dia 1de maio as 16 horas, com a presena de empresrios eautoridades.

    Vinte e trs famliasda Capela Ftima j es-to sendo abastecidas porgua potvel atravs derede comunitria inaugu-rada nesta quinta-feira(23/04), logo aps a rea-lizao da Chamada P-blica de Sustentabilidade,organizada pelaEMATER, naquela co-munidade. O valor inves-tido atravs de parceriaentre o estado, municpioe os agricultores somamR$ 119.132,30, uma ex-tenso de 16,8 quilme-tros, poo de 104 metrose um reservatrio de 15mil litros.

    O prefeito CarlosJandrey e sua equipe in-tegrada pelo vice-prefei-to Rogrio Rebelato, ve-readores, secretrios

    Foi lanado nesta segunda, s 9 horas, junto aogabinete do prefeito Carlos Jandrey a nova edio dacampanha Em Ibirub Nota fiscal d Prmios. Apromoo de fomento ao consumo no comrcio local organizada pelas secretarias de fazenda e Indstria,Comrcio e Empreendimentos e vai distribuir duranteso ano 26 mil reais aos consumidores atravs de sorteiosperidicos, a exemplo de anos anteriores. O primeirosorteio ocorrer no dia 29 de junho com as notasvalendo a partir de 1 de janeiro de 2015, com 5 milreais em premiao em vale compras no comrciolocal.

    O lanamento contou com a presena do prefeito,assessores, secretrios, vereadores e a imprensa local.

    RRRRRooooogrio toma caf dagrio toma caf dagrio toma caf dagrio toma caf dagrio toma caf damanh com emprmanh com emprmanh com emprmanh com emprmanh com empresrioesrioesrioesrioesrio

    Capela Ftima j tem sua rede de gua comunitriaCapela Ftima j tem sua rede de gua comunitriaCapela Ftima j tem sua rede de gua comunitriaCapela Ftima j tem sua rede de gua comunitriaCapela Ftima j tem sua rede de gua comunitria

    municipais, servidoresmunicipais, assessoresequipe da EMATER ebeneficirios da rede, es-tiveram junto ao reserva-

    Juventude do Triunfo tem estdio iluminado Nota fiscal vai distribuir26 mil reais durante o ano

    trio na companhia dopresidente da redeLucdio Canzi e pelo pre-sidente da comunidadeAlmir Jos Blico Ra-

    mos, e fizeram fotos paramarcar o importante atoque ir beneficiar os mo-radores com gua pot-vel de qualidade.

    No sbado (25/04) foi inaugurado o sistema de iluminao doestdio do Esporte Clube Juventude, na localidade de Santo Antoniodo Triunfo. A obra foi realizada em parceria com a Comunidade,Coprel e aporte financeiro de R$ 30.000,00 pelo Municpio, comaprovao da Cmara de Vereadores.

    Ibirub viver, de 30 de abril (quinta) e 03 de maio (domingo), mais uma Feira do Vesturio.O evento realizado anualmente promovido pela ACISA com o apoio da administrao municipal.A feira ser realizada novamente no Ginsio Santa Teresinha e promete repetir o sucesso dosanos anteriores oferecendo ao pblico consumidor a oportunidade de adquirir confeces apreos especiais atravs das lojas que iro expor seus produtos na exposio.

    Vai comear mais um feira do vesturio

    O Ato contou com a presena doPrefeito Carlos, Vice Rogrio, SecretriosFucks (administrao e planejamento) eVanderlei (obras), os vereadores AlberiBehnen, Albino Severo e Abel Grave,alm do presidente da Coprel Jnio VitalStefanello, representantes da HCC queelaborou o projeto, nas pessoas de JlioHentges e Carlos Tauchert.

    Estiveram presentes as lideranasda comunidade, entre elas o ex-presidente do Juventude PauloBonzanini e o atual presidente JooGonzatti.

    Aps jogo festivo entre o EsporteClube Juventude e Amigos deColorado, foi servida uma janta aosparticipantes.

  • 6Estevan ScarsiEu Recomendo...

    Filsofo, escritor e Doutor em Teologia Moral

    Antnio Mesquita Galvo

    Ibirub, RS -Fone: (54) 3324-0100

    Os ratos, os queijos e a viva2 Encontro de Patres de 2015 da 9 RT Era uma vez, amaioria das histrias

    comea assim, haviauma viva que pos-sua uma casa muitogrande, com muitoscmodos. Como elaera muito rica, emsua casa havia ump o n d e r v e larmazenamento dequeijos. Era o quei-jo-prato, oprovolone, o minas,o estepe, amozzarella, ogorgonzola e oparmeso, chamadode queijo duro eat o inocente quei-jo ralado em saqui-nhos.

    Mas, onde hqueijo sempre apare-cem os ratos. Eles vi-nham em ondas,desde os pequenoscamundongos at asratazanas mais cria-das, animais enormescom quem at os ga-tos tinham medo dese confrontar. Goza-do que as providn-cias da viva eram in-suficientes. Ela bota-

    va empregados a cui-dar, colocava as rato-eiras mais sofisticadase comprava os vene-nos mais caros e nadadisto resolvia o pro-blema dos ratos, quese reproduziam cadavez mais. Um vizi-nho chegou a afirmarque os ratos eram umproblema endmico:estavam na casa des-de que ela foraconstruda. O pior que os administrado-res dos queijos, almde no eliminar osratos, ainda se mistu-ravam com eles paradevorar os queijos.

    A cada dia, quan-do a dona da casa iaver seu estoque, elanotava que apesar detantas providnciassaneadoras, os quei-jos apareciam rodos,evidenciando ali apresena predadoradaqueles bichos de-testveis. De tantoem tanto a madametrocava os cuidadoresdo queijo, mas des-cobria que o trabalho

    deles era ineficaz, emuitos dos emprega-dos alm de ignorara ao nefasta dos ro-edores, ainda comi-am pedaos de quei-jo, levando as sobraspara casa. Aquilo erao fim...

    Um especialistachegou a sugerir quea casa deixasse de ar-mazenar queijos, oque foi visto comouma piada de maugosto, pois era incon-cebvel uma coisa sema outra. Algum dafamlia chegou a res-ponsabilizar a donada casa pelo avanodas mordidas dos ra-tos.

    Bem, se algumainda no se flagrou, salutar esclarecer quea viva o Brasil, osqueijos so suas ri-quezas e os ratos soos predadores, os la-dres, os corruptos,os maus polticos(que so maioria), osministros calaveiras eempresrios safadosalm dos administra-

    dores alarifes e in-competentes.

    Os ratos nojen-tos, a gente sabe, oupelo menos suspeita,quem so. S falta re-lacionarmos os quei-jos, que nutrem as ra-tazanas. Em princ-pio acho que todosos rgos pblicos,podem ser elencadoscomo alvos potenci-ais das investidas dosratos. Recentemente anao constatou, as-sustada, o romboque as mordidas fize-ram na nossaPetrobrs. Ser que s isto? No creio...Se no h irregulari-dades ainda, grandesinstituies (Caixa,BB, BNDES, Correi-os, Receita Federal,DENIT, Igrejas e atas Foras Armadas)por vulnerveis e malcontroladas podemaparecer futuramenteno foco dos escnda-los de corrupo. Ehaja queijo!

    Quando voc passa a se considerar umcinfilo, porque de alguma forma o cine-ma comeou a fazer parte da sua vida deuma forma especial, seja em forma decompanhia, ou como um catalisador re-flexivo. Logo abaixo temos alguns termosque vo ajudar a entender melhor o cine-ma, e saber o significado de alguns delesvai tambm ampliar a viso que temos nos do cinema, mas da vida. Vejamos:

    *Esttica Kitsch simplificando, umbrega que chique. uma esttica comtermo de origem alem que se arrisca emelementos excntricos, muitas vezes exa-gerados, de estratgico mau gosto, tidoscomo vulgares e que desafiam (e agradam)o senso crtico por possurem essa marcaduvidosa;

    *Maniquesmo a divisosimplificada e dualista que polariza omundo entre bem e mal. Muitos filmes sedistanciam da realidade humana por tra-zerem personagens com apenas uma des-sas caractersticas bem demarcadas. Ge-ralmente os viles e mocinhos no possu-em complexidades e contradies;

    *Road-movie so filmes que geral-mente se passam durante alguma viagemdo personagem central. Usam a estradacomo um cenrio de reflexo, mudana,transformao ou busca de redeno;

    *Cinema Noir uma espcie de filmepautado em tramas policiais obscuras, ir-nicas e conspiratrias caractersticos dasdcadas de 30 e 40. O termo film noir ge-ralmente definido como uma esttica eno como um tipo de filme em si. Possuidiversas influencias do expressionismoalemo e do neo-realismo italiano;

    *Nouvelle Vague - foi um movimentodo cinema francs dos anos 60, que trazia

    filmes transgressores e subversivos geral-mente realizados por jovens diretores, queno se adequavam as regras do cinemacomercial e defendiam um cinema maisautoral com novas propostas narrativas;

    *Alterego quando a sua identidadeparece repartida em mais de um eu. Podeser interpretada por uma outra pessoa, oupode ser uma variao de sua prpria per-sonalidade, ou dupla personalidade.;

    *Arqutipo - o prottipo de algo, uma representao virtual generalizada deuma ideia. No cinema geralmente ele re-presentado pelo padro de um persona-gem;

    *Anti-heri um potencial heri, masque possui conflitos e variaes de con-duta que o colocam em uma posiooscilatria. Sua lgica : os fins justifi-cam os meios;

    *Hedonismo um termo que compre-ende uma transgresso, uma liberdade,uma ode ao gozo do momento. Vem da ex-presso grega hedon que significa pra-zer. uma teoria que defende a buscapelos prazeres mundanos, mesmo que fu-gazes; e

    *Filmes b so filmes que possuemuma esttica precria proposital. O ter-mo, hoje em dia, se encaixa mais com fil-mes de terror ou sci-fi com qualidade du-vidosa. E teve origem na dcada de 30 quan-do ocorriam sesses duplas e esses fil-mes com baixo-oramento que serviampara completar as sesses.

    Fontes: sobreavida; favoritei; omelete;e Eduardo Benesi.

    Frase da semana: Sorriamesmo sem ser filmado!.

    (palavraseverdades).

    A Patronagem do Rancho dosTropeiros esteve participando doencontro de Patres da 9 Rt nestafinal de semana que passou no CTGEstancia do Umbu, na cidade deFortaleza dos Valos. Patro Mariano,Patroa Teresa, o DepartamentoCultural com Dona Terezinha Soarese Neusa Cmara, Marcel Heinrichdo Departamento jovem MTG, a 1Prenda Juvenil Dayala Streit, Seu Miguel Coordenador da Campeira trataramde assuntos diversos para os prximos eventos do tradicionalismo.

    #VEMPROMATE#PELAPAZMUNDIAL

    Aconteceu de 21 a 24de abril a campanha nainternet que a partir domundo virtual se tornoureal , #vempromate# p e l a p a z m u n d i a lrealizada pelo MovimentoTradicionalista desafiavaos gachos no mundo todopara um chimarro locode especial. Se formou uma grande mobilizao para transformar nosso hbitoto peculiar em uma grande ao coletiva daqueles at que no sotradicionalistas, mas gachos que amam seu pago.

    O Rancho dos Tropeiros contoucom uma parceria que sempreapoiou e incentivou nossastradies, a Casa do Chimarro,que colocou e distribui chimarro atodos que l passaram,e tambmaos alunos e professores do 3 anode Informtica do IFRS queaceitaram o desafio .

    Reascender o brio da raa nofogo da tradio.

  • OAB/RS 22727

    E-mail: [email protected] / Telefone: (54) 91624278

    Antonio AndreArpini Mombelli (Kiko)

    InventriosDivrciosInvestigao de paternida-deElaborao de contratos

    Antonio AndreArpini Mombelli (Kiko)

    VVVVViviviviviver sua cidade er sua cidade er sua cidade er sua cidade er sua cidade conhecer a sua histriaconhecer a sua histriaconhecer a sua histriaconhecer a sua histriaconhecer a sua histria

    Projeto em Parceria Biblioteca Pblica Justino Guimares Neto e jornal O Alto Jacu

    conhecer a sua histriaconhecer a sua histriaconhecer a sua histriaconhecer a sua histriaconhecer a sua histria

    Por: Jorge Gonalves Ferreira

    Dirio de FriederikeElise Sophia

    Gausmann - Parte I

    A e sindenizatriasDefesas e recursosde multas de trnsito

    Palavras do colunista: Para referenciarmos o Dia do Trabalhador e o Dia das Mes neste ano de2015, na edio de hoje e da prxima semana estamos trazendo os relatos de fatos reais vividos por uma mulhertrabalhadora e me, que na f em Deus que um dia enxugar dos olhos toda a lgrima e a morte no mais existir,no haver luto, nem pranto, nem dor, porque as primeiras coisas passaram (Apocalipse 21:4) superou dificulda-des, sofrimentos e desafios.

    Relatos que fazem os mais velhos relembrar das lutas dos antepassados e de que houve um tempo denecessidades e sofrimentos. Aos jovens traz a mensagem de que os pais e mes de todas as pocas sempretrabalham na busca do bem-estar dos filhos e que as facilidades do mundo de hoje so apenas maquiagem daslutas, pois s muda o endereo, a proporo e dimenso das dificuldades.

    Os textos escritos em alemo foram traduzidos na dcada de 1990 pelo Professor Arthur Kanitz, a pedido doSr. Lothrio Almiro Tiemann (bisneto de Elise) e a transcrio para esta coluna teve a colaborao de Eletra deFtima Trombetta.

    Para RECORDAO (Zur Erinnerung) - texto de Friederike Elise SophiaGausmann nascida na Alemanha no ano de 1851, num perodo de ps-guerra,onde o sofrimento e os desafios caminhavam juntos com o espirito de luta, trabalhoe perseverana de um povo, cujos momentos vividos constituem histrias que nosemocionam e nos fazem ficar com o corao apertado.

    Relatos de Elise sobre os percalos da vida na Alemanha e dos primeiros anosaqui no Brasil, aonde chegaram em 16 de outubro de 1880, depois de quase doismeses de viagem:

    Meus pais moravam em Colon Harte, eles eram muito pobres em bensdesta terra, pois nenhuma doena deixou de atingi-los. Eu tenho passadomuitas noites junto ao leito de doentes e leito de morte, mas com pacincia econfiana em Deus e esperana que Deus h de um dia enxugar todas aslgrimas.

    Meu pai faleceu com 61 anos e chamava-se Hermann Heinrich Gausmann.Minha me, Maria Elisabein Dickmann, faleceu 11 anos depois de meu pai,no dia 1 de janeiro de 1879. As ltimas palavras de meu pai jamais hei deesquecer. Ele disse para mim: Sofia, tu podes ficar bem tranquila, pois tu meajudaste bastante.

    Ele tinha clicas durante 18 horas do dia e antes disso, ele foi tsicodurante dois anos. Suas ultimas palavras foram: Pai, em tuas mos eu enco-mendo o meu esprito. Com isso ele adormeceu e no mais acordou para estemundo.

    Minha me sempre foi uma mulher forte, somente nos ltimos tempos desua vida estava muito fraca, mas perfeitamente lcida. Na f crist ela fale-ceu tranquilamente. Eu, no entanto, no estava mais em casa.

    Quando eu tinha 11 anos passei a trabalhar como guardadora de vacas ebab de um latifundirio chamado Teepe, ganhando l o meu po, por cau-sa da escassez de alimentos em minha casa.

    Tnhamos que trabalhar duro desde crianas em troca de alimento, pois afome e a misria estavam em todas as casas depois da guerra.

    No dia 21 de abril de 1867 fui confirmada pelo Pastor Weixel, em WesterKappeln. Meu lema (versculo bblico) diz: Deus resiste aos altivos, mas aoshumildes ele concede graa. E a poesia junto a isso que diz: Ensina-me Je-sus, para que nesta terra me torne semelhante a ti em humildade, enche-mede tua mansido, faze-me inteligente em simplicidade, assim nenhum inimigome prender, assim hei de achar a paz, assim nesta vida me tornarei sbiopara eternidade.

    Eu tinha ento 16 anos, a tive de voltar por dois anos para minha casa,onde minha boa me me ensinou a tecelagem para que eu, mais tarde pudes-se exercer bem as minhas obrigaes. No h como agradecer suficiente-mente aos meus pais pelo fato de me terem ensinado a ler e a trabalhar. Elessempre diziam: Aprende algo e sabers algo.

    Depois disso entrei como empregada domstica na casa do agricultor ar-rendatrio Wilhelm Gausmann, onde servi at os meus 22 anos. Tambm lDeus no me abandonou, havia horas alegres e tambm tristes.

    Quem desta maneira, depender unicamente de si mesmo para sobreviver,aprender tambm o que vale a casa paterna (segurana, recompensas, apoio,amor...). Eu estava as vezes to cansada, que achava que ia cair, mas quan-do a gente jovem, aguenta alguma coisa.

    Depois disso, casei no dia 18 de Janeiro de 1873 com Frirderich Pttker,de Lotte. Ele era agulheiro na estao de Gasberg, junto de Osnabruck (agu-lheiro era o responsvel por mudar a direo dos trens para outra linha detrilhos, acionando manualmente uma alavanca explicao do colunista).

    Alugamos uma pequena moradia, somente sala e quarto e dois alqueirede terra ruim. Tivemos de adquirir tudo por nossa conta, pois de nossos paisnada podamos trazer.

    Aos pais, ns lhe demos mais do que eles puderam dar, mas posso ale-grar-me ainda hoje pelo fato de os termos feito, apesar de que tambm tnha-mos pouco. Ainda hoje parece-me ver minha querida me e seu rosto alegre,julgo ouvir suas palavras de gratido.

    Assim vivamos felizes alegres e satisfeitos. Logo, porm, chegou tambma aflio. Quando estvamos casados dez meses, o meu marido, quando, denoite, ao querer ir para o servio noturno na ferroviria, foi atacado deepilepsia ou doena epilptica como se diz. Oh, que doena terrvel, e maisainda tendo de fazer o perigoso servio. Uma vez ele caiu entre dois trens,ficando um perto da cabea e o outro de seus ps. Mas o Senhor o protegeu.Que medo, no entanto, ns passvamos, pois ele tinha de ir trabalhar, deoutra maneira no era possvel.

    Depois de 11 meses de casados nasceu-nos uma filhinha com sade per-feita (no dia 8 de dezembro). Catorze dias depois me irrompeu uma hrnia daqual continuo sofrendo at hoje. Dois anos e trs meses depois nos nasceuum filhinho. Isso foi uma alegria para ns.

    Quando a criana tinha meio ano de idade, ns nos mudamos para MeierStron, a tivemos mais terra e pudemos manter duas vacas. Ns nos sentimosmuito felizes, mas foi por pouco tempo.

    A 19 de Novembro, quando tudo estava dentro de casa (a safra)... queenorme susto! Meu marido estava na ferroviria, e eu com as duas crianas,ainda estvamos na cama, pois era 5 horas da manh, quando nossocondmino comeou a gritar: a nossa propriedade estava em chamas, notenho palavras para dizer que medo que passamos. Nosso rendeiro foi bom,muito bom para ns, pois ele nos levou sua casa e a sua mesa. Nossocondmino teve de ajudar, o nome dele Friederich Brandes. O rendeirologo reconstruiu a casa para que pudssemos reentrar nela. Mas o homempensa e Deus dirige (guia).

    Quando chegou a primavera, tudo estava em movimento, todos queriam irpara o Brasil, at meus sogros e cunhados com as mulheres e crianas.

    Ento meu marido foi tomado de impacincia: ns tnhamos de ir. Ele jquisera ir a mais tempo, mas eu no tinha vontade. Mas agora, devido, a suadoena e para no arriscar a sua vida, eu concordei.

    E ento, a 26 de Agosto de 1880, samos da Alemanha, chegando no dia16 de outubro, salvos a Teotnia, onde todos foram acolhidos um aqui,outro ali por pessoas piedosas.

    A ns o Sr. Bernhard Kofender da Picada Weps acolheu. Ali ns estva-mos bem . A ento tivemos que tratar da compra de terras. Mas no tnha-mos dinheiro algum e devamos ainda 20 mil ris ao meu cunhado. Mas issono nos meteu medo, pois podamos trabalhar.

    Mas no conseguimos terra, a no ser nos morros. Ns com o cunhadoErnest Pttker fomos no comeo de novembro ao mato para fazer a derruba-da, com sade e bem dispostos.

    Mas a sorte durou pouco tempo. J na segunda semana, a 11 de novem-bro, perto da noite, meu bom marido foi atingido por um galho de rvore, detal maneira que caiu sem sentidos e ensanguentado no cho. Os dois esta-vam ss. Assim, depois de seu irmo Ernest Pttker ter lavado, na medida desuas possibilidades, deitou-o ........

    Na prxima semana daremos continuidade a histria de Friederike Elise SophiaGausman, uma homenagem a todas as mes: smbolos de amor, dedicao e luta.

    Friederike forma alem de Frederica e significa dirigente da paz. Elisesignifica o meu Deus um juramento ou Deus abundncia. Sophia significaa Sbia.

  • 8Dia 03/05 a 09/05

    Participao de NascimentoDia 17/04: Paola Emanueli, filha de Maisa Frakemberger e Josiel

    RuppenthalDia 18/04: Lucas, filho de Rosa Garmataz e de Ezequiel Floriano

    Dia 20/04: Otavio, filho de Carla Santos e de JhanRamos. / Briane Loise, filha de Mariel Rannow e de

    Jocenir KleinDia 23/04: Henzo, filho de Ana

    Claudia Cabreira e de Marco Souza.

    Social

    / Pedro Henrique, filho de Andreia Kussler e deCristian Maier. / Miguel Antonio, filho de CarlaDenise e de Eder Welzel.

    Dia 24/04: Antonia, filha de Caroline Urnau e deHenrique Hentges.

    Dia 27/04: Antonella, filha de Daiana Togni e deCleber Hentges

    Dia 28/04: Maia, filha de Bruna Klein e JacksonLoser

    Bodas de PrataNo dia 26/04, Sigbert e Analise Boness comemora-ram 25 anos de feliz matrimnio. O culto e a festaaconteceram no Clube Divertido e contou com a

    presena amigos e familiares.

    Gilmar e Roselia Vargas completaram 25 anos de casados nodia 28/04. Seus filhos Luciano, Juliano e Letcia, demais familiares eamigos desejam muitas felicidades!

    H vinte e cinco anos, vocs disseram sim, e durante vinte ecinco anos, continuaram dizendo sim um para o outro e esse foi o

    motivo de continuarem juntos por tanto tempo Vinte e cincoanos de amor, carinho e compreenso Vocs so muito queridos

    e por isso estamos muito felizes por vocs.

    RIES Este um perodo ideal paravoc. Vai progredir no campo profis-sional e financeiro. O amor tambmest em excelente aspecto astral.Toda e qualquer chance de melhorarem sua carreira, seja artstica, p-blica, administrativa, cultural outcnica dever ser aproveitada.

    TOURO Momento com possibilida-des s nos assuntos da profisso.No ser bem sucedido em outra em-presa que j no tenha sido inicia-da. No campo conjugal e, mesmo sen-timental, procure ser cauteloso.

    GMEOS Procure comear o pero-do com deliberao e propsito deconseguir tudo quilo que deseja noplano amoroso e profissional. Faseastral excelente. Deve aproveit-la.Se o sucesso deste perodo no forcompleto, ter um perodo para le-var a bom termo seus objetivos.

    CNCER Melhora total em todos osassuntos profissionais, sociais e fi-nanceiros se faro sentir neste per-odo. Ter uma fase feliz, para os pas-seios e para unir-se com amigos eentes queridos.

    LEO timo fluxo astral para o tra-tamento de sua beleza fsica, e paraimpor mais moral em seu ambientesocial. Sucesso no amor. Aprenda aconseguir um maior equilbrio emsuas aes.

    VIRGEM Pessoas conhecidas irocolaborar com seus projetos. Embo-ra voc tenha esprito criador, nemsempre um realizador. Receber in-formaes teis e promissoras. Pe-rodo feliz para a vida amorosa.

    LIBRA Boas coisas devero acon-tecer para voc. Vnus dar-lhe- ex-celentes chances de conseguir reali-zar o que pretende, principalmenteas que vem planejando desde que hmuito.

    ESCORPIO Algum do seu conhe-cimento pode lhe dar sugestes ouorientaes neste momento. Perodopromissor de felicidade sentimentale harmonia domstica. Acautele-seem relao a sua sade. Previna-secontra os inimigos ocultos.

    SAGITRIO A oposio de outraspessoas no lhe afetaro, pois tudoindica que ter muito sucesso no tra-balho, na vida social e elevar suasfinanas atravs de negcios bementabulados. Boa sade e xito amo-roso.

    CAPRICRNIO Aproveite este ben-fico momento para promover seu su-cesso social, profissional e materi-al. Saiba, pois, que uma excelenteconjuno astral o est favorecen-do.

    AQURIO A influncia no ser dasmelhores. Ter algumas dificuldadesfinanceiras, profissionais e familia-res. Portanto, tenha a cabea no lu-gar, procurando a mais fcil solu-o e no conturbando tudo como de costume.

    PEIXES Feliz contatos com pessoasde posse financeira elevada e eleva-o de sua condio material, e quedenota o fluxo astral para voc. Boadisposio para o trabalho e melho-ra total de sade.

    Felipe AugustoWollmann, filho de Fabio eVanessa recebeu as graasdo batismo no ltimodomingo, dia 26/04 naIgreja Evanglica em ArroioGrande.

    Tambem foi batizadono domingo, dia 26/04,

    Joaquim Dettmer Pott, filhode Ivan e Marla na Igreja

    Evanglica em ArrioGrande.

    A lindinha Flvia DanieliWchter, comemorou 2 anosno dia 18/04. Seus pais Nair eCleiton, avs, tios, padrinhos,demais familiares e amigos

    desejam muitas felicidades apequena!

    Gabrielly B. deCampos completou4 anos no dia 22/04. Os parabnspartem de seus paisVanderlei eVanessa, manoGabriel, demaisfamiliares e amigos!

  • Registrando

    Na compra de qualquer pro-duto voc concorre a uma cesta dodia das mes!

    Rua General Osrio 1169 / Fone: (54)3199-3569

    SuavSuavSuavSuavSuave Encae Encae Encae Encae EncantontontontontoSuavSuavSuavSuavSuave Encae Encae Encae Encae EncantontontontontoProdutos de cam

    a, mesa

    e banho; pijamas deinverno, aromat

    izantes

    para casa, perfumes

    Natura e Importados!

    Rua General Osrio, n 1045 / Telefone: (54) 9986-1058

    Capital 922Capital 922 sai de Ibirub, mas Ibirub no sai da

    922!! No ltimo sbado, dia 25/04, a Capital 922 abriusuas portas em Iju, confira algumas presenas que

    estiveram prestigiando a inaugurao!

    Foto

    s: E

    du H

    ohn

    Grupo FolclricoDie Lustigen

    Dentro da programao regional dosGrupos de Danas Alems o GrupoFolclrico "DIE LUSTIGEN" partici-pou no ltimo dia 25 de abril na festatpica do Folclore Germnico na cidadede No-Me-Toque. A organizao cou-be ao Grupo "Immer Lustig undDurstig". A festa contou com a partici-pao, atravs da dana, de onze gruposdo Folclore Alemo. Aps um jantar t-pico da cozinha alem, a festa seguiucom um bem animado baile comanda-do pela Banda "S Alegria". Lembran-do que dentro da programao aconte-

    Grupo Folclrico "DIE LUSTIGEN" em No-Me-Toque.

    cer no prximo dia 16 de Maio a 25 MAIFEST no Clube Divertido em Ibirub, para a qual convida-mos todos para participar.

    Cenas Inusitadas!!!A presena, de certa forma insistente, de um gato na

    sesso do legislativo ibirubense da ltima segunda-feira eraum prenncio de uma noite agitada naquele poder. O quetalvez nem o gato soubesse era que o presidente AbelGrave tivesse que encerrar a sesso por acalorados batebocas entre parlamentares de situao e oposio. O felinocertamente saiu deste importante poder contrariado e atenvergonhado. Como entender que numa noite de impor-tantes homenagens, em que ruas e logradouros receberamde pessoas ilustres, em uma sesso com grande presena

    Fotos da semanaFotos da semanaFotos da semanaFotos da semanaFotos da semana

    de publico, diferentemente de outrasonde meia dzia de gatos pingadosaparecem, certos vereadores tives-sem uma conduta to desastrada.Cabe por parte destes representan-tes do povo e que convenhamos, somuito bem remunerados com o dinhei-ro do povo, uma profunda reflexosobre os deveres de um vereador etambm quanto ao cdigo de posturaem sesses do Legislativo. Quanto aogato, esse deveria visitar a Cmarade Vereadores de Boa Vista,Roraima, afinal l estaria com os seussemelhantes. Quem sabe o vereadore presidente Abel concede algumasdirias para o deslocamento do felinoat a Regio Norte do pas, j que emmaio uma enorme caravana partir doAlto Jacu at Brasilia para participarda Marcha e milhares de reais se-ro consumidos pelas Cmaras de Ve-readores. Por que no dar esta opor-tunidade a este simptico gatinho!!!

  • 10

    Imveis Veculos

    VENDO: Gol G3 ano 2000, bran-co, ar condicionado, roda ligaleve, 4 portas. Aceito troca -valor. Tratar (54) 9158 5117.

    VENDO CAMINHO: Ano/78,carroceria baixa, comp. 9,70m; me-cnica revisada, pneus em bom es-tado, com rodoar, interclima e motorinterculado. Ideal p/transporte demquinrios. timo estado. Fone:(54) 91259584 c/ Paulo.VENDO: Braslia/74 em bomestado R$ 1.600,00. Fone:(54) 91990067.

    VENDO: Moto NX 200/99, ver-de metlica, bom estado. Fone:(54)9979-6297.

    VENDO: Gol Especial, 8v, ano2002, gas. bom estado. R$11.000,00. Fone: 96095875.

    VENDO - Gol G3 2011 prata, 4portas, 8 vlvulas, alarme, tra-va, ar quente, rodas de ligaleve. R$ 16.000,00. Tratar pelofone: (55) 9162-3894.VENDO: Gol 2000, branco 8vc/4portas e Gol 2001 completo,8v. Tratar pelo telefone: (54)3324-3427 ou 91184552.

    VENDO: Moto YBR 125k ver-de, ano 06/07, pouca km, IPVA2014 pago, super econmica,R$2.900,00 (menos que aFIPE). Fone: 91493048/92067205.

    VENDO: GM Corsa/WIND ano1998, 4portas, pneus novos.R$11.500,00. Tratar pelo fone(54) 99647122.

    VENDO - Um Uno Flex, ano 95,1.0 eletronico.Tratar pelo fone(54) 99539645.

    VENDO: Celta Life 2011, ver-melho, 2 portas com 17 mil Km.Fone: 84116166.

    VENDO: Gol/2000, G3, 4 por-tas. Aceito troca. Gol/1988,todo equipado, gasolina. Fus-ca/1981 super inteiro. Fone9154-7365.VENDO - Corcel I, ano 1973,Srie Luxo, em excelente es-tado de conservao. Fone:(55) 91458494 (Maurcio).VENDE-SE - Fiat 93, verde, ga-solina, em bom estado. Tratarpelo fone (55) 96820849/91642166.

    VENDE-SE: Uma caminhonete,F1000, ano 1996, completa.Fone: (54) 92005222, falar comAdair.

    VENDE-SE apartamento, 2 quartos, garagem p/dois carros,em Sta Maria/RS. Pelo fone (55) 99692296.

    VENDE-SE - Uma casa de alvenaria mista, 4 quartos, 2 salas,2 cozinhas, 2 banheiros, garagem, area de servio. 140m .Rua Merito Centro. Tratar pelo fone (54) 9972-7300.

    VENDE-SE: casa mista de 12/19, terreno 15,5x27,6, com 3quartos, 1 banheiro, com garagem e duas salas. Av. Goiansia,173. Bairro Progresso. Fone: 3324-4775

    VENDE-SE: 2 terrenos no bairro planalto, 166 m cada um, naRua Diniz Dias. Fone: (54) 3324-1735 falar com Adair.

    VENDE-SE - casa de alvenaria com 153 m e terreno de 410m, 3 quartos, 2 banheiros, garagem para 2 carros. Bairro BoaVista em Quinze de Novembro. Valor R$ 200.000,00. Fone:(54) 96273295.

    ALUGA-SE: Uma pea comercial com 60 m2, com banheiro.Na Rua Serafim Fagundes, 353, ao lado da ACISA. Tratar pelotelefone: 91657385.

    VENDO - Casa de Alvenaria, 96m2 - 2 quartos, 2 banheiros,sala, cozinha, lavanderia e garagem. Rua Ida Berlet, 2099 /Bairro Jardim. Fone: 91094172 / 3324-1978

    VENDO/TROCO: Monza/87 emtimo estado de conservao.Vendo ou troco por mveis eeletrodomsticos. Fone:91000061.

    COMPRA-SE: terreno para construo rea comercial comaproximadamente 2.500m2, de preferncia na BR. Paga-se atR$ 500.000,00. Tratar com Paulo (55) 9964-1240.

    VENDO: Uma EcoSportTowrshift 2014, em couro,cambio automtico. R$56.000,00 sem troca. Fone:84084542.

    ALUGA-SE: Um kitnet prximo a distribuidora Rother. Fone(54) 99739742.

    VENDO: Gol ano 94, rebaixado,com laudo, ipva pago (55)91623894.

    VENDE-SE Uma Pampa ano1985 e uma Moto YBR125(2001) timo estado(54)91094360 com Andr.VENDE-SE: moto YBR 125k,verde, ano 06/07, poucaquilmetragem, IPVA 2014pago, super econmica,R$2.900 (menos que a FIPE).Fone: 91493048/92067205.

    VENDE-SE: uma casa de 9,5mx11,5m, terreno medindo12,5mx35m de fundos. R$ 340.000,00. Na rua Tiradentes, 1328,centro. Tratar pelo telefone: (54) 3324-2145 ou 041 (54)81455134, tratar com Normlia.VENDE-SE casa de alvenaria (mais de 200m) em Cruz Alta,dois pisos, 4 dormitrios, 3 banheiros, garagem, 2 varandas,cozinha, lareira, churrasqueira, e poo artesiano. Financivel.Aceita-se veculo no negcio. Valor 180.000,00. Prxima Rodoviria, bairro Bonini II. Telefone: (55) 91435173.

    VENDE-SE: Uma casa mista, no centro com 91m. No valor deR$200.000,00, com uma entrada de 80 mil o restante em sa-fra 2014, ou a combinar. Telefone: (54) 91278327/ (54)91403928.

    ALUGA-SE: apartamento na Av. de Setembro, 930. Fone:3324-4915/ 84064480.

    VENDE-SE: casa de alvenaria com 4 anos de uso,52 metrosquadrados no valor de 150.000 reais sendo que pode ser 60.000de entrada e o restante financiado. Fone:54-9152-7573 ou 54-9634-5588.

    ALUGA-SE: no centro da cidade: 1- uma casa de alvenaria,com 2 quartos, sala, cozinha, banheiro, lavanderia, churras-queira; 2- uma quitinete, um quarto, sala/cozinha, banheiro,lavanderia. Fone: 54-9972 7294.

    VENDE-SE: terreno de 390 metros quadrados (13x30m) porR$75.000,00. Mais informaes: (54) 92171767/91425008.

    Anuncie!!!(54) 3324-1093

    [email protected]

    Aqui est a suaoportunidade de negcio!!!Classificados

    VENDE-SE: Uma frao de terras de cultura com a rea de20.000,00m, sem benfeitorias, dentro de uma rea maior com103.000,00m, situada em Capela Ftima, interior de Ibirub/RS,confrontando: ao Norte, com terras de Ablio Lora; ao Sul, comterras de Rosa Miguel ; ao Leste com terras de Pedro LuizUbessi; ao Oeste, com o Rio Jacu Mirim. Conforme matrcula n11.656 do CRI de Ibirub/RS. P. R$ 30.000,00. Fones: 05499727294/3324 3738.VENDE-SE: Chcara 1,5 hectares de terreno, no interior deIbirub, com boa infra-estrutura, toda cercada, costiada pelorio Jacu Mirim. Aceita-se proposta, fone: 91158224.

    AgronegcioVENDE-SE: 75ha, 57ha de planta, 2 casas, galpo, sala deordenha, mangueira, poo artesiano, aude, em Espumoso.Tratar pelo fone:3324-3671.

    VENDO - Trator Ford 8 BR/ ano 1965. Valor R$ 7.000,00. Tratarpelo telefone: (54) 91062760.VENDE-SE MF 3640/K ano 1988; SLC 6200 ano 1987; MF 5650/K ADV ano 2004. Tratar com Neto pelos fones: 9972-7300 e3324-1705.

    VENDO: Cavalo crioulo com documentos, manso e timo paralao. Para interessados entrar em contato pelo fone (54)91756909.VENDE-SE: 11ha de terra na costa do alague, na localidade deVolta Grande, Quinze de Novembro. 300 scs/ha. Contato porTelefone: (54)99037215 - Joo Christ.VENDO - Uma gua matriz Apaloosa e uma gua quarto de milhac/ crioulo, pelagem baia/ruana. Fone 3324-1312 com sargentoAbreu.

    VENDO - Celta Life/2010,vermelho, 18mil k/m em timoestado. Placas IPZ 6312. Tratarpelo fone: (54) 92334207 ou3387-1349.

    Diversos

    VENDO -Teclado seminovoPSR e 433, R$750,00. Fone:91828786.

    VENDO - Fossas spticas1.850 litros e filtro anaerbio1300 litros em concreto pa-dro pela caixa e pela prefei-tura, R$ 1.000,00 o conjunto.Telefone: (54) 3324-1124 / (54)84217618.

    VENDO -1 filhote de 6 mesesde Piquins e um filhote deshihtzu com 50 dias.Fone: 3324-5661 / 91828691.

    VENDE-SE -Fmea demats com 3meses e 2 va-cinas feitas.Valor R$700,00. Fone: (54) 91395012.

    VENDO -gaita 120 baixos itali-ana reduzida e eletrificada,afinada e revisada com esto-jo, R$2.200,00. Fone:91828786.

    VENDE-SE: um telefone dacoprel. Tratar: 91661613 /99243644.

    VENDO- Filhotes de Zhihtzue Lha Apso pronta entrega.Telefone: 99469622.

    VENDO: TC57/98 Gabine a ar condicionado -19 ps 7700 John Deer, ano 94 c/Master 3640, ano 1988, c/Gabine.Tratar pelo telefone(55) 99015435.

    VENDO - 2 Veltra BM 110 ano 2004 4x4; 1 Valmet 12.80 4x4ano 94; 2 New Holland 7630 4x4 ano 2001 e 2002; 1 TL 754x4 ano 2002; 4 MF 292 ano 2002, 2000, 93 e 88; 1 MF 2964x4 ano 88; 1 MF 283 4x4 ano 2002; 1 MF 275 4x4 ano 2000;4 MF 290 4x2 ano 89, 87; 1 MF 275 4x2 ano 84; 1 Ford 6600ano 82; 1 Valmet 85 e 65 ano 78; Valmet ano 78 e 88; 1 TratorMax Spray automtico 2 M.L - revisado 18 M.B.; 2 Pulveriza-dor jato automtico 800l e 600l; Interessados tratar pelosfones: (54) 3324/1067 ramal: 215; (54) 91364560. - VilaAlfredo Brenner.

    MAISNER TRATORES - Ireno e EliasTratores

    VENDE-SE: Trator ford 6.600, com direo hidrulica. Fone:99976943.

    Implementos

    VENDE-SE: 4,7 hectares de terra , na Linha Prass em SantaClara. Valor: 800 sacas por ha. Tratar: (53) 99417611.

    VENDO: Uno Fire 4 portas ,branco, ar condicionado,barbada R$ 10.500. Tratar (54)9139 2073.

    VENDO - Belina Del Rei, prata,em bom estado. Tratar pelofone (54) 96201510. Luiz.

    VENDE-SE - Novo Palio, mo-delo 2013, branco, 28 mil km,nico dono, completo.R$30.500,00 sem troca. Tra-tar pelo fone: (54) 91551053.

    VENDE-SE: Reboque para ca-valo, dois animais, trucado.Fone: (54) 96243342, falar comJeferson Guedes.

    VENDO - Ford/Fiesta, ano1995, cor vermelho em bomestado. R$6.000,00. Aceitaanimais. Fone: 99243790.

    VENDE-SE - Verona, ano 91,em timo estado, aceito 3 milem material de construo e osaldo a negociar. Fone:91155223.

    VENDE-SE: Ford Escort GHIA1.6 ano 85, em timo estado,no valor de R$3.500,00 reais avista ou R$4.000,00 em duasvezes. Fone: 91527573/96345588/96049028, a noite.

    VENDO ou TROCO: Fox 2005,prata, por carro mais novo,mesmo com dvida. Fone: (54)92108460.

    VENDE-SE: Santana/99, srieExclusiv, completo, ar condici-onado, direo hidrulica, vi-dro eltrico, banco de couro,pneus novos.Fone: 91117750.VENDO - Fiesta, prata, ano2000, em bom estado. Tratarpelo fone: 91726416.VENDO: Scort 98, GLS 1.8, 4portas, timo estado. Fone:91725922.

    ALUGA-SE: Kitnet feminino,com sala cozinha, banheiro coleti-vo e quartos individuais: R$ 350,00 com gua, luz e internet.Fone: 92260039, tratar com Elisabeth.

    Av. Mau n 1483Telefone:

    (54) 3324-1564

    Corretores de Imveis e Avaliado-resDarci: CRECI 13.282 CNAI 3.915Martis: CRECI 17.571 - CNAI 3.917

    Imobiliria Hilgert

    VENDE-SE: Uma mquina demassa para po e bolachas,capacidade de 10kg,monofsica. R$ 600,00. Tra-tar fone: 91364056.

    VENDO - ASTRA Elegance,Sedan, 2.0, 2007/2008, comairbag, abs nas 4 rodas, ar di-gital, som, etc. Carro completoe impecvel. R$ 23.900,00. Te-lefone: (54) 9917-8785.

    Aqui est a suaoportunidade de negcio!!!

    ALUGA-SE: Apartamento, 2 quartos, garagem. Bairro Hermany.Contato pelo telefone: 91583682.

    Aqui est a sua oportu-nidade de negcio!!!

    VENDO: Uma mquina de cor-tar grama CID 1300W, um anode uso ao preo de R$ 200,00.Telefone: (54) 91010710 ou(54) 3199-3255.TRABALHO - Pocuro trabalhoem servios gerais em granja,segurana p/ eventos; caseiroe estacionamento. Fone: (54)96538369.

    VENDE-SE: Duas barracaspara camping. Fone 3324-2150.

    ESCOLA DE MSICA DODANI: Agora tambm com co-mrcio de instrumentos musi-cais e acessrios. Fone (54)91828786.VENDO MONTANA, 2012,

    1.4 ECONOFLEX, ABS, AIRBAG, TIMO ESTADO, VA-LOR FIPE +,... FONE5491461776 ou 5491419295

    VENDO - Um aparelho de sol-da marca GE,trifsico.valor R$2.500,00 Falar com Ari 54-99321930

    VENDO: Imvel bem localizado, de esquina, com ponto comer-cial, ptio fechado, sete peas, sendo tres quartos, quisque egaragem. Aceito carro pela tabela da FIPE e revisado. Valor R$145.000,00 - Fone: 91308378.

    CUIDO DE IDOSOS - Tenhoboas referencias. Fone (54)91240833.

    VENDO - Um aparelho de sol-da oxignio e acetileno. Fone:(54) 9201-3073.VENDO - Lenha para fogo elareira. Fone: (54) 91726416.

    * I B I R U B :- rea industrial: 7,0 h, 150 metros da 223, c/ parcelas, R$85.000,00/h.- rea industrial: 43.000m, frente RS 223.- rea rural: 5,0 ha, St Ant do Bom Retiro, sem benfeitorias,parcelado.- rea rural: 4,1 h, com benfeitoria, 97 % de aproveitamento.- Terreno, bairro Jardim, 33mts x 6,5mts, R$ 75.000,00.- Para loteamento: 70.000m. rua General Osrio.- Loteamento ARAUCRIA: bairro Hermani, RESERVA DeTERRENOS.* S E L B A C H :- tima localizao: 7,0 h, casa alvenaria 190m, galpo, 2audes, R$ 370 mil.* B O A V I S T A D o I N C R A :- rrenda 120 h, vende 122 h, frente do asfalto, parcelado.* C R U Z A L T A : - Arrenda 63 h, com possibilidade de arrendamento de + 140h, venda de 50 h,aproveitamento 100%, 700scs/h vista.

    VENDO - Caminho MercedesATEGO 1418 2006 financivelBNDES carroceria assoalhode chapa com 9 mts, pode abrirexcesso lateral, comrastreador satelital, com linha(opcional) frete, motor 280.000km, valor 115.000,00,a nego-ciar fone 5491419295

    VENDO: Apartamento novo, centro em Santa Maria, 1 dormi-trio, sacada, churrasqueira, rea total 53 m2. Fone para con-tato: (54) 92089930.

    VENDO - 6 Ha terra com uma casa de alvenaria de12x12m2 e uma de madeira de 5x7 m2; um galpo15x20 m2; dois ades;luz e gua, em Salto do Jacu.Aceito casa ou caminho no negcio. Tratar fone: (55)96175468.VENDO - Uma TV LED 39, nova ao valor de R$ 850,00.Fone: (55) 96175468

    VENDE-SE: um apartamento com 80m metros quadrados, narua Porto Alegre, 89. Fone:(54) 99997062

  • Passando a LimpoPassando a LimpoPassando a LimpoPassando a LimpoPassando a LimpoAlmir Braatz

    Passando a LimpoPassando a LimpoPassando a LimpoPassando a LimpoPassando a Limpo

    Por: GuaracyValente

    Opi

    nio

    At tu Gandra, politicamente incorretoCroniqueta

    A cada dia o conceito dos polticos diminuijunto a opinio pblica. Pesquisas realizadasnos mais diferentes estados da unio indicamuma grande desconfiana do eleitor com osseus representantes. Em Ibirub, na ltimasesso do legislativo, cenas lamentveis

    fizeram o presidente da casa encerrarantecipadamente, com projetos ainda por seremvotados, a reunio ordinria. No usarei este espaopara apontar culpados. Na realidade, todosperderam, at o gato que foi retirado do ambientecontra vontade. Numa noite marcada por grandeemoo, em que homenagens lembraramimportantes ibirubenses, foi lamentvel verempresrios indignados retirando-se do local numclaro protesto em razo dos acontecimentos.

    Se quatro projetos enviados ao legislativotratavam de auxilio aluguel empresas instaladas emIbirub, e muitos outros estariam agendados paraentrar neste importante poder, cabe uma profundareflexo. Por que em municpios limtrofes existemreas industriais em abundncia e prprias parainstalao imediata de empresas enquanto na Terrada Pitangueira, polo regional de desenvolvimento, htanta dificuldade at para implantar um espaoespecfico para esta finalidade? A resposta pode estarna falta de qualidade de gesto. Neste mesmo quadropreocupante, pode ser includo o fato revelado pelasuplente de vereadora do PDT e lder comunitria,conhecida carinhosamente como Nequinha quedemonstrou publicamente sua indignao pelo fatodo excelentssimo prefeito municipal rejeitar umaemenda parlamentar para a construo alm de todaa estrutura interna, no valor de R$ 606 mil reais, deum posto de sade para o Bairro Progresso.

    Estamos oito meses de um novo ano eleitoral.Ibirub cresce a passos largos independentementeda ao do Poder Pblico. Chegou a hora de assumiruma postura digna de um municpio composto depessoas que podem mais e querem muito mais parasuas vidas. Com um oramento de mais de R$ 60milhes o municpio exige administraes queprojetem Ibirub para 5, 10 ou 20 anos. o momentode enxergar muito alm do prprio umbigo e assumirrealmente a liderana regional que tanto se apregoa.Num passado nem to distante, Neri Zeilmann entoprefeito, realizou obras que at hoje servem de cartopostal do municpio. Projetos que no visavam elegerto somente o sucessor mas gerar qualidade de vidaa populao. Os pavis que pavimentam algumasruas e que foram gradativamente dando lugar aoasfalto, que convenhamos, precisam periodicamentede manuteno, foi um erro de projeo, emborarepresentem um resultado imediato para quem estno poder, mas totalmente enganoso.

    Sempre defendi que a praa de um municpiodeveria servir nica e exclusivamente como rea delazer a seus usurios. A Praa General Osrio,localizada no corao da cidade est cada vez maisdeixando de servir a sua finalidade principal pararesolver a falta de criatividade de administraes quese sucedem. A ttulo de retrospectiva:ela j foi umenorme buraco que seria um ginsio de esportes quenunca saiu do papel. Em outro perodo sediou umaquadra de futebol de salo. Aps, num erro deavaliao, um tero do espao da mesma foi utilizadopara a construo da Casa de Cultura e em anexo aCmara de Vereadores. Agora, sem sequer o avalda opinio pblica, decidiu-se instalar no local ondehoje existe a praa de brinquedos, uma pista de skate.rvores sero retiradas, areia e terra daro lugar agrande quantidade de concreto e com isso a praafica cada vez menos utilizada para sua verdadeirafinalidade. O municpio cresce, a populao aumentae as reas de lazer na contramo da histria tendema desaparecer.

    A caixa preta do Mais Mdicos!!!A terceirizao, aprovada pela Cmara e Senado, j existe faz tempo na rea as sade, com empresas

    criadas para prestar atendimento mdico a hospitais e ao setor pblico. O Mais Mdicos um exemplode sade terceirizada. Em pouco mais de um ano e meio, o programa j sugou dos cofres pblicos cercade R$ 3 bilhes, sendo que o maior volume no foi para o bolso dos trabalhadores da linha de frente.Uma parte fica com o intermedirio, a Organizao Pan-Americana de Sade e outra, ainda maior,refora o caixa do Governo de Cuba, origem da maioria dos 13.790 participantes do programa.

    Enquetes no so pesquisas!!! Mas revelam tendncias!!!Sempre que se aproxima um ano eleitoral e 2016 est h poucos meses, surgem especulaes sobre

    possveis nomes. A tend|ncia de mulheres cada vez mais ocupando espaos na poltica, pode ser umatendncia at em Ibirub. Um nome que sempre lembrado mas que estava fora da mdia, estariaocupando a primeira posio. Os favoritos de sempre continuam citados, mas chama ateno a presenaforte de jovens que representam renovao. Em baixo da ponte muita gua ainda passar....

    O texto que se segue do grande tributarista IvesGandra da Silva Martins. Suas colocaes remetem-nosa reflexes sobre o momento brasileiro, no qual oportu-nistas arvoram-se em defensores de segmentos que con-sideram desassistidos e/ou excludos, ou ainda, de algu-ma forma desvalidos. Ei-lo: VOC BRANCO? CUIDE-SE! Hoje , tenho eu a impresso de que o cidado comum ebranco agressivamente discriminados pelas autorida-des e pela legislao infraconstitucional, a favor de ou-tros cidados, desde que sejam ndios, afrodescendentes,homossexuais ou se declarem pertencentes a minoriassubmetidas a possveis preconceitos.

    Assim que, se um branco, um ndio e umafrodescendente tiverem a mesma nota em um vestibular,pouco acima da linha de corte para ingresso nas Univer-sidades e as vagas forem limitadas, o branco ser exclu-do, de imediato, a favor de um deles! Em igualdade decondies, o branco um cidado inferior e deve ser dis-criminado, apesar da Lei Maior.

    Os ndios, que, pela Constituio (art.231) s deveri-am ter direito s terras que ocupassem em outubro de1988, por lei infraconstitucional passaram a ter direito aterras que ocuparam no passado. Menos de meio milhode ndios brasileiros no contando os argentinos, boli-vianos, paraguaios, uruguaios que pretendem ser benefi-ciados tambm passaram a ser donos de 15% do terri-trio nacional, enquanto os outros 185 milhes de habi-tantes dispem de apenas 85% dele... Nesta exegese equi-vocada da Lei Suprema, todos os brasileiro no ndiosforam discriminados.

    Aos quilombolas, que deveriam ser apenas os des-

    cendentes dos participantes de quilombos, e no osafrodescendentes, em geral, que vivem em torno daque-las antigas comunidades, tem sido destinada, tambm,parcela de territrio consideravelmente maior do que aConstituio permite (art.68 ADCT), em clara discrimina-o ao cidado que no se enquadra nesse conceito.

    Os homossexuais obtiveram do Presidente Lula, Mar-ta Suplicy e da Ministra Dilma Roussef, o direito de ter umcongresso financiado por dinheiro pblico, para realaras suas tendncias, algo que um cidado comum jamaisconseguiria.

    Os invasores de terras, que violentam, diariamente, aConstituio, vo passar a ter aposentadoria, num reco-nhecimento explicito de que o governo considera, maisdo que legtima, meritria a conduta consistente em agre-dir o direito. Trata-se de clara discriminao em relaoao cidado comum, desempregado, que no tem este pri-vilgio, porque cumpre a lei.

    Desertores, assaltantes de bancos e assassinos, que,no passado, participaram da guerrilha, garantem a seusdescendentes polpudas indenizaes, pagas pelos con-tribuintes brasileiros. Est, hoje, em torno de 4 bilhesde reais o que retirado dos pagadores de tributos pararessarcir queles que resolveram pegar em armas con-tra o governo militar ou se disseram perseguidos.

    Do colaborador: Este texto foi publicado em 30/05/1990. Pode-se concordar ou no com o ilustre articulis-ta; percebe-se em suas palavras desacordo com o tal depoliticamente correto vigente no cenrio brasileiro, maso que est contido no texto o que muitos brasileirosgostariam de expressar. (Guaracy Valente)

    40

  • 12/

    Rua Diniz Dias, 454 Fone: (54) 3324 -2102

    Maro de 2015

    Funerria bitos

    Dia 07: Geraldina F. dos SantosDia 12: Hansruedi Kaderli

    Dia 13: Maria Aldina Rodrigues LauderindoDia 20: Otilia Caponi

    Dia 21: Reinoldo Menn e Mareidi VerchDia 22: Romaldo Wentz.

    Coluna do LeitorColuna do LeitorColuna do LeitorColuna do LeitorColuna do Leitor Opinio Rural

    O texto que se segue do grande tributarista IvesGandra da Silva Martins. Suas colocaes remetem-nos a reflexes sobre o momento brasileiro, no qualoportunistas arvoram-se em defensores de segmentosque consideram desassistidos e/ou excludos, ou ain-da, de alguma forma desvalidos. Ei-lo: VOC BRAN-CO? CUIDE-SE! Hoje , tenho eu a impresso de que o cidado comum e branco agressivamente discrimi-nados pelas autoridades e pela legislaoinfraconstitucional, a favor de outros cidados, desdeque sejam ndios, afrodescendentes, homossexuais ouse declarem pertencentes a minorias submetidas apossveis preconceitos.

    Assim que, se um branco, um ndio e umafrodescendente tiverem a mesma nota em um vestibu-lar, pouco acima da linha de corte para ingresso nasUniversidades e as vagas forem limitadas, o brancoser excludo, de imediato, a favor de um deles! Emigualdade de condies, o branco um cidado inferi-or e deve ser discriminado, apesar da Lei Maior.

    Os ndios, que, pela Constituio (art.231) s deve-riam ter direito s terras que ocupassem em outubrode 1988, por lei infraconstitucional passaram a terdireito a terras que ocuparam no passado. Menos demeio milho de ndios brasileiros no contando osargentinos, bolivianos, paraguaios, uruguaios que pre-tendem ser beneficiados tambm passaram a ser do-nos de 15% do territrio nacional, enquanto os outros185 milhes de habitantes dispem de apenas 85%dele... Nesta exegese equivocada da Lei Suprema, todosos brasileiro no ndios foram discriminados.

    Aos quilombolas, que deveriam ser apenas os des-cendentes dos participantes de quilombos, e no osafrodescendentes, em geral, que vivem em torno da-quelas antigas comunidades, tem sido destinada, tam-bm, parcela de territrio consideravelmente maior doque a Constituio permite (art.68 ADCT), em clara dis-criminao ao cidado que no se enquadra nesseconceito.

    Os homossexuais obtiveram do Presidente Lula,Marta Suplicy e da Ministra Dilma Roussef, o direitode ter um congresso financiado por dinheiro pblico,para realar as suas tendncias, algo que um cidadocomum jamais conseguiria.

    Os invasores de terras, que violentam, diariamen-te, a Constituio, vo passar a ter aposentadoria, numreconhecimento explicito de que o governo considera,mais do que legtima, meritria a conduta consistenteem agredir o direito. Trata-se de clara discriminaoem relao ao cidado comum, desempregado, que notem este privilgio, porque cumpre a lei.

    Desertores, assaltantes de bancos e assassinos,que, no passado, participaram da guerrilha, garantema seus descendentes polpudas indenizaes, pagaspelos contribuintes brasileiros. Est, hoje, em torno de4 bilhes de reais o que retirado dos pagadores detributos para ressarcir queles que resolveram pegarem armas contra o governo militar ou se disseram per-seguidos.

    Do colaborador: Este texto foi publicado em 30/05/1990. Pode-se concordar ou no com o ilustre articu-lista; percebe-se em suas palavras desacordo com otal de politicamente correto vigente no cenrio bra-sileiro, mas o que est contido no texto o que muitosbrasileiros gostariam de expressar. (Guaracy Valente)

    At tu Gandra,Politicamente incorreto?

    SETOR LCTEO O Brasil precisa ser mais competitivoA Unio Europeia revogou as famosas cotas de leite no dia 1 de abril. Isso significa dizer que a partir

    de agora aqueles produtores esto liberados aumentar a sua produo. Mais leite no mercado, maisdisputa por consumidores. Naturalmente, os pases do bloco iro disputar o mercado externo que oBrasil est almejando, principalmente sia, Rssia, frica.

    O fim das cotas de leite na EU impe que o setor lcteo brasileiro se torne mais competitivo. O RioGrande do Sul, como o segundo maior produtor nacional, tem papel de destaque nesse novo cenrio.Plantas industriais do Estado j esto certificadas ou em processo de qualificao para venderem produtoslcteos no Exterior. A par disso, preciso que os produtores de leite se mobilizem para obter aindispensvel certificao como livres de tuberculose e brucelose. Noticias do velho continente indicamque os produtores de maior competitividade e valor, no universo composto pelos 28 pases membros dacomunidade europeia, so os da Irlanda, Holanda e Dinamarca. o Brasil, com uma produo de quase 37bilhes de litros de leite por ano, a qual cresce 7%, est se tornando autossuficiente. A exportao passaa ser um imperativo. J o sucesso na abertura de novos mercados para as empresas tambm depende doempenho e da agilidade do governo. Enfim, para competir com pases que suprem seus mercados internose ainda buscam divisas atendendo a demanda mundial por lcteos, o Brasil precisa conjugar qualidade eeficincia.

    CADASTRO AMBIENTAL RURAL Produtores a espera de uma prorrogaoVerificados os nmeros do CAR a certeza de que o governo no ter alternativa a no ser prorrogar o

    prazo, que terminou ontem dia 30 de abril. Na ltima posio do pas, o Rio Grande do Sul cadastrou apenas0,4% da rea total. No por acaso, j encaminhou semanas o pedido de ampliao do prazo. No pas, opercentual chegava a 40% da rea rural, conforme dados do Servio Florestal Brasileiro. A legislao permiteque se estenda o perodo para a realizao do CAR por mais um ano, ou seja, at 6 de maio de 2016.Formalmente,, o Ministrio do Meio Ambiente ainda no fala em prorrogao. Como a adeso foi baixa, improvvel que no o faa. Existe uma recomendao por parte de entidades de classe para que os produtoresdo Bioma Mata Atlntica sigam preenchendo os dados, enquanto os do Bioma Pampa aguardem aregulamentao complementar que ainda precisa ser publicada pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente.Importante lembrar que o cadastro estar para os produtores assim como o Imposto de Renda est para oscontribuintes. Quem no fizer, estar em condio irregular. A partir de 2017, ser pr-requisito para acessoao crdito agrcola.

    NOVELA GLIFOSATO TEM NOVO CAPTULOO Ministrio Pblico Federal adicionou presso Agncia Nacional de Vigilncia Sanitria para que

    faa a reavaliao toxicolgica do glifosato, substncia usada na maior parte das lavouras brasileiras paracontrole das plantas invasoras. Existe por parte de um procurador o pedido de liminar para que nosejam concedidos novos registros de agrotxicos com oito ingredientes ativos, entre os quais o glifosato.A mobilizao em torno do glifosato ainda reflete publicao da Agncia Internacional de Pesquisa sobreo cncer, rgo ligado Organizao Mundial de Sade. Em documento divulgado em maro, classificouo herbicida como de potencial cancergeno. Estabeleceu-se a polmica, j que a maioria das agenciasreguladoras tratam o glifosato como seguro. O uso consolidado mundo afora. No Rio Grande do Sul oherbicida est presente em 98% das lavouras de gro com plantio direto. Em nota, a Anvisa afirmou queaguarda a publicao oficial das monografias dos estudos de LARC e Instituto Nacional de Cncer paradeterminar a ordem prioritria de anlise dos agrotxicos que demandam reavaliao. Outra ao doMPF DF pode fazer a discusso ir alm. O rgo instaurou novo inqurito para verificar se h necessidadede cancelar a liberao para venda de sementes transgnicas. Nos prximos dias, solicitar ComissoTcnica Nacional de Biossegurana cpias dos procedimentos de liberao comercial de organismosgeneticamente modificados tolerantes ao glifosato.

    O AGRONEGCIO FAZENDO A DIFERENANo apenas no efeito cascata para a economia que o agronegcio, neste ano embalado pela

    safra recorde de gros, tem deixado sua contribuio no Rio Grande do Sul. Os impostos gerados apartir de atividades do setor crescem na proporo do avano da produo o efeito s no maissignificativo porque a maior parte das vendas do agronegcio destinada ao mercado externo. Ouseja, est sujeita iseno de tributos que, em TSE, deve ser compensada pelo Governo Federal aoEstado. Dos R$ 25,85 bilhes gerados em tributos no Rio Grande do Sul em 2014, R$ 7,59 bilhesvieram do agronegcio. Esse valor 118% maior do que os R$3,48 bilhes registrados em 2006. Dototal arrecadado no setor no ano passado, R$ 3,09 bilhes so desoneraes da Lei Kandir. Como omercado externo continuar sendo o principal destino da produo recorde do Rio Grande do Sulneste ano, a diferena entre o que gerado pelo setor e o que retorna de fato na forma de impostosser mantida. Na prtica, o Estado consegue absorver apenas parte da contribuio dos produtos docampo.

    TREINTREINTREINTREINTREINRua Duque de Caxias, 173 rea IndustrialQuinze de Novembro (54) 3322-1059

    [email protected]

    Pedro TPedro TPedro TPedro TPedro Treinreinreinreinrein

    Gabriel TGabriel TGabriel TGabriel TGabriel Treinreinreinreinrein

    (54) 9107-2500

    (54) 9188-7348

    Pr Moldados e MetalrPr Moldados e MetalrPr Moldados e MetalrPr Moldados e MetalrPr Moldados e Metalrgicagicagicagicagica

  • Assessor de Imprensa - Gabinete da Prefeita

    Direito de famlia - Inventrios - Causa Cveis -Mediao e Conciliao de Conflitos - Imposto de

    Renda - Direito Ambiental - Produtor Rural -Consultoria Jurdica

    Hermeto WalkerOAB/RS 91.922

    Agende seu horrio:Rua Tiradentes, 659 - Centro -98.200-000 - Ibirub/RSFones: (54) 9165-9155 / (55) 8113-3620E-mail: [email protected]

    No sbado (25/04) ocorreu no Plenrio da CmaraMunicipal de Vereadores, uma reunio entre equipeadministrativa dos Departamentos da AdministraoMunicipal e uma equipe da Universidade de Cruz Alta UNICRUZ. A reunio teve como pauta principal umprojeto que a Administrao Municipal pretendecolocar em prtica visando a melhora da qualidadede vida da populao idosa do municpio de Quinze deNovembro. Foram debatidos vrios temas ligados aoidoso, como por exemplo: valorizao, atendimentoprioritrio, incluso digital, combate a violncia,intersetorialidade, acessibilidade aos espaospblicos, sensibilizao e compromisso familiar,sade, qualidade de vida, educao, cultura, entreoutros.

    Na oportunidade tambm ocorreu uma dinmicade trabalho, com o objetivo de avaliar os pontospositivos, as potencialidades e as fragilidades domunicpio em relao as condies de nossapopulao idosa e reforar a troca de informaesentre os Departamentos Municipais para tornar asaes do Municpio cada vez mais eficientes.

    Segundo a equipe da Unicruz a reunio teve comoobjetivo realizar em Quinze de Novembro uma pesquisasobre o processo de envelhecimento, oportunizandoao Municpio uma reflexo sobre essa temtica, paraque possa (re) pensar estratgias que oportunizem umenvelhecimento ativo e bem sucedido para suapopulao.

    A Administrao Municipal est oferecendo umaateno especial aos idosos e ressalta que se preocupaem dar uma melhor qualidade de vida a essa populao.

    Ocorreu nesta quarta-feira (22/04)na localidade de Sete de Setembro, olanamento oficial do ProjetoCaravana da Leitura,paralelamente as atividades do Grupode Mulheres Despertar, daquelalocalidade realizado peloDepartamento Municipal deAssistncia Social e Habitao,atravs do CRAS Acolhendo comAmor.

    O Projeto Caravana da Leituratem por objetivo levar em umabiblioteca itinerante livros at oscentros comunitrios municipaisatravs de uma Kombi personalizadae totalmente adequada as exignciasdo projeto e promover situaes prazerosas e ldicasque despertem na populao do Municpio o gosto pelaleitura, bem como criar condies de acessibilidadeaos livros por parte da comunidadequinzenovembrense. O projeto visa atingir diretamenteuma populao de em torno de 600 pessoas e contar

    Rua 3 de outubro, 878Telefones: (54) 9149-4287/91043531/96912868

    Produtos veterinrios- raes - sementes -

    ferramentas. Servio debanho e tosa para ces e

    gatos.

    Projeto Caravana da Leitura lanado de forma oficial nacomunidade de Sete de Setembro

    com o auxilio de alunos voluntrios que tenhaminteresse em declamar poesias, tocar instrumentosmusicais, cantar, contar e dramatizar histrias,confeccionar e organizar os materiais necessriospara as apresentaes que introduziro a bibliotecaitinerante. Este projeto foi o grande vencedor do 2

    Prmio RBS de Educao Edio 2014,na categoria Jovens Protagonistas.

    Na oportunidade a RBS TV realizoua cobertura do lanamento do Projeto,realizando entrevistas com participantesdo Projeto, com a Prefeita Nilva LopesMaldaner e com representantes dacomunidade de Sete de Setembro. Embreve estaremos divulgando em queprograma e horrio a RBS TV ir mostrara matria.

    A Administrao Municipal ressaltaque acredita no papel transformador daeducao e incentiva o surgimento debons projetos dentro e fora das escolas.

    Participaram do lanamento oficial doprojeto a Prefeita Municipal, Nilva Lopes

    Maldaner; professores, alunos e funcionrios daEscola Municipal de Ensino Fundamental Progresso;servidores da Prefeitura Municipal; participantes doGrupo de Mulheres Despertar; imprensa; comunidadeem geral; funcionrios da RBS TV; e funcionrios daFundao Mauricio Sirotsky Sobrinho.

    Reunio debate temasligados a populao idosa

    Nesta segunda-feira (27/04) a Administrao Mu-nicipal, atravs do Departamento Municipal de Assis-tncia Social e Habitao, realizou durante todo o diano Plenrio da Cmara Municipal de Vereadores, ocurso "Empreendedorismo" oferecido pelo ServioNacional de Aprendizagem Comercial - SENAC, como intuito de desenvolver o potencial empreendedor dosbeneficirios do Programa Bolsa Famlia, famlias debaixa renda e demais pessoas interessadas do munic-pio de Quinze de Novembro. O curso foi ministradopela Professora Claudia Scherer.

    O curso foi oferecido pelo SENAC atravs do Setorde Solues Corporativas, que o canal em que oSENAC-RS mantm exclusivamente para atendimentoe construo das melhores solues de desenvolvi-mento profissional para empresas privadas e pblicas.

    Administrao Municipal realizoucurso de Empreendedorismo

    O SENAC tem por misso educar para o trabalho em atividades de comrcio de bens, servios e turismo.Participaram do curso a Prefeita, Nilva Lopes Maldaner; Gerente de Desenvolvimento Humano, Erno

    Ernani Knak; Coordenadora do Departamento Municipal de Assistncia Social e Habitao, Cristina W.Ruppenthal; Coordenadora do CRAS, Patrcia Horbach; Professora, Claudia Scherer; do SENAC de Iju,Marcio T. O. Mews; imprensa; e alunos.

    Alerta a populaoA participao da populao indispensvel no combate ao mosquito transmissor da Dengue. Para

    isso, pede-se que os moradores eliminem todos os focos do mosquito com:-limpeza de ptios, calhas, recolhimento de plsticos, garrafas, piscinas, bromlias, bacias e todos

    os locais que possam acumular gua.O mosquito prolifera-se entre dois e trs dias, o que vem sendo favorecido com a ocorrncia de

    chuvas frequentes (mais um motivo para a conscientizao da importncia de combater o mosquitocom todos os cuidados possveis).

    Todos contra a dengue.

  • 14

    Boletim Informativo do Legislativo IbirubenseBoletim Informativo do Legislativo Ibirubense

    01 DELIBERAO E VOTAO DA ATA N 1.898/15(ordinria): Aprovada por unanimidade.

    02 LEITURA OFCIOS RECEBIDOS E EXPEDIDOS;03 LEITURA DA INDICAO N 061/2015: O verea-

    dor JAIR LUIZ SCORTEGAGNA, integrante da bancada doPT: Que o Executivo Municipal, atravs do setor competente,providencie a pintura externa e os devidos reparos no prdioem que funciona a Creche Central, mais precisamente nosfundos do Supermercado Cotrib. Justificativa: Esta indicaose justifica tendo em vista a necessidade de manuteno econservao do referido prdio, levando em considerao ain-da que o mesmo abriga vrias crianas e por isso precisaestar em boas condies, garantindo o conforto e a seguran-a dos mesmos. LEITURA DA INDICAO N 062/2015: O ve-reador ABEL GRAVE, integrante da bancada do DEM: Que oExecutivo Municipal, atravs do setor competente, providen-cie a confeco de panfletos informativos, assim como a fixa-o de placa informativa, nos locais pblicos que j foramdenominados, atravs de Leis, com nomes de cidados j fa-lecidos, informando assim sobre a histria da referida pessoaque foi homenageada com a denominao de um prdio, sala,repartio, praas, dentre outros lugares. Justificativas: Estaindicao se justifica tendo em vista a curiosidade que muitaspessoas tm em saber quem foi e o que fez a pessoa que foihomenageada com o seu nome para denominar um local pbli-co, pois o currculo da mesma fica anexada Lei Municipal,no ficando de fcil acesso para a consulta, sendo que tam-bm seria mais uma forma de valorizao a sugerida instala-o de uma placa e a confeco dos panfletos informativos.LEITURA DA INDICAO N 063/2015: Os vereadores SILVES-TRE ANTNIO REBELATO, ROGRIO MAURI DE OLIVEIRA eILVO ADAM SCHLINTWEIN, integrantes da Bancada do PMDB:Que o Executivo Municipal, atravs da Secretaria Municipal deObras e Viao, providencie com a maior brevidade possvel,um mutiro de limpeza das ruas da cidade, pois em algunslocais existem galhos esperando recolhimento h mais de ses-senta (60) dias, sito Rua Jos Bonifcio, n 1056, alm de lixoe entulhos espalhados pelas ruas, ocasionando mau cheiro,entupimento de bueiros, atrapalhando at mesmo o trnsito,dentre outros problemas, alm de causar um aspecto de cida-de suja, evidenciando um desleixo por parte do Poder PblicoMunicipal. LEITURA DA INDICAO N 064/2015: Os vereado-res SILVESTRE ANTNIO REBELATO, ILVO ADAMSCHLINTWEIN e ROGRIO MAURI DE OLIVEIRA, integrantes dabancada do PMDB: Que o Executivo Municipal, atravs da Se-cretaria Municipal de Obras e Viao, por meio do Departa-mento Municipal de Trnsito, providencie a instalao de redu-tores de velocidade (quebra-molas) na Rua Jlio Rosa, maisprecisamente entre as ruas Getlio Vargas e Firmino de Paula,prximo ao Viscondinho do Colg