Eu nao consigo emagrecer por Dukan

download Eu nao consigo emagrecer  por Dukan

of 232

  • date post

    17-Dec-2014
  • Category

    Healthcare

  • view

    461
  • download

    4

Embed Size (px)

description

Dr Pierre Dukan, dieta das proteínas

Transcript of Eu nao consigo emagrecer por Dukan

  • 1. Traduo Ana Ado 4 edio Rio de Janeiro | 2012

2. D914e 12-5333 CIP-BRASIL. CATALOGAO-NA-FONTE SINDICATO NACIONAL DOS EDITORES DE LIVROS, RJ. Dukan, Pierre, 1941- Eu no consigo emagrecer: a dieta Dukan / Pierre Dukan; traduo: Ana Ado Rio de Janeiro: BestSeller, 2012. Traduo de: Je ne sais pas maigrir Formato: ePub Requisitos do sistema: Adobe Digital Editions Modo de acesso: World Wide Web ISBN 978-85-7684-661-1 (Recurso eletrnico) 1. Dieta de emagrecimento. 2. Hbitos alimentares Frana. 3. Emagrecimento. 4. Nutrio. I. Ttulo. CDD: 613.25 CDU: 613.24 Texto revisado segundo o novo Acordo Ortogrfico da Lngua Portuguesa. Ttulo original francs JE NE SAIS PAS MAIGRIR Copyright 2000 by Flammarion Copyright da traduo 2012 by Editora Best Seller Ltda. Capa: Sense Design Imagem de capa: iStock Photo Editorao eletrnica da verso impressa: FA Studio Reviso tcnica: Mateus de Castro Todos os direitos reservados. Proibida a reproduo, no todo ou em parte, sem autorizao prvia por escrito da editora, sejam quais forem os meios empregados. Direitos exclusivos de publicao em lngua portuguesa para o Brasil adquiridos pela EDITORA BEST SELLER LTDA. Rua Argentina, 171, parte, So Cristvo Rio de Janeiro, RJ 20921-380 que se reserva a propriedade literria desta traduo Produzido no Brasil ISBN 978-85-7684-661-1 Seja um leitor preferencial Record. Cadastre-se e receba informaes sobre nossos lanamentos e nossas promoes. Atendimento e venda direta ao leitor: mdireto@record.com.br ou (21) 2585-2002 3. A Sacha e Maya, a Maya e Sacha, meus filhos, pela segunda vida que me ofereceram em troca da que eu lhes dei. A Christine, minha mulher, sem a qual eu sequer poderia ter imaginado essa troca. A Sylvia e Maurice, que ainda falam atravs da minha voz. 4. Sumrio Prefcio voltado aos profissionais de sade Introduo Um encontro decisivo ou o homem que s gostava de carne Nascimento da dieta em quatro etapas O Mtodo Dukan Princpios tericos da minha dieta Noes de nutrio necessrias O trio C-L-P: Carboidratos Lipdios Protdeos As protenas puras O motor do Mtodo Dukan Prtica do Mtodo Dukan Perodo de ataque: a dieta das protenas puras RESUMO RECAPITULATIVO DA DIETA DE ATAQUE Perodo de cruzeiro: a dieta das protenas + legumes RESUMO RECAPITULATIVO DA DIETA DE CRUZEIRO Perodo de consolidao do peso perdido: patamar indispensvel de transio RESUMO RECAPITULATIVO DA DIETA DE CONSOLIDAO Prtica da estabilizao definitiva RESUMO RECAPITULATIVO DA DIETA DE ESTABILIZAO DEFINITIVA Acompanhamento cotidiano interativo e personalizado na internet Um avano significativo e decisivo na luta mundial contra o sobrepeso 5. Receitas e cardpios para a dieta de ataque e a dieta de cruzeiro Receitas para a dieta de ataque: protenas puras Receitas para a dieta de cruzeiro: protenas + legumes Uma semana de cardpio para a fase de ataque com protenas puras Uma semana de cardpio de alternncia de protenas com protenas puras + legumes A grande obesidade Uma grande prvia: o ponto 29 Medidas de reforo excepcionais Meu Mtodo, da infncia menopausa Movimento: o catalisador obrigatrio do emagrecimento Prtica cotidiana do plano AFPEA: Atividade Fsica Prescrita em Atestado O major da atividade fsica: a caminhada Como caminhar ao longo das quatro fases da dieta A melhor maneira de caminhar Os quatro movimentos-chave do mtodo para quatro tipos de flacidez do corpo que emagrece Precaues e contraindicaes Quem deve, quem pode e quem no pode seguir meu mtodo? 6. Prefcio voltado aos profissionais da sade 20 milhes de franceses so gordos demais, 50 mil morrem de obesidade todos os anos. Quem se importa? VOCS! Mas vocs no sabem o que fazer... Sugiro o meu mtodo No porque meu, mas porque, ao m de uma vida, aps 35 anos de experincia cotidiana, estou convencido de que o melhor mtodo que conheci! As provas? Mais de 3 milhes de franceses experimentaram e, dez anos aps a publicao, a obra a mais vendida, logo atrs de Harry Potter. 100 alimentos Entre os mais nobres, consistentes e satisfatrios do patrimnio alimentar humano acompanhados das palavras mgicas: VONTADE. Quatro fases da mais rigorosa mais aberta 1. O ataque, curto e fulminante. 2. O cruzeiro, proteico, at o Peso Certo. 3. A consolidao: dez dias por quilo perdido. 4. A estabilizao definitiva: Quinta-feira Proteica + o abandono dos elevadores + 3 colheres de farelo de aveia para o resto da vida. 174 mdicos me pediram uma autorizao para pratic-la, fazendo cpias das pginas de sntese. Eu disse SIM, e o digo a vocs tambm! O essencial ter xito. Tentemos, ao menos! Dr. Pierre Dukan Presidente da Associao RIPOSTE Mundo Reao Internacional de Profissionais Qualificados em Preveno Obesidade e ao Sobrepeso 7. M Introduo Um encontro decisivo ou o homem que s gostava de carne eu primeiro contato com a obesidade ocorreu quando,ainda um jovem mdico,eu praticava medicina geral em um bairro de Montparnasse e ao mesmo tempo me especializava em Garches, em um servio de neurologia repleto de crianas paraplgicas. Nessa poca, eu tinha entre meus pacientes um editor obeso, jovial, extremamente culto, que sofria de uma forte asma, com a qual eu frequentemente o ajudava. Um dia, ele veio me ver e, depois de ter se instalado confortavelmente em uma poltrona inglesa que rangia devido a seu peso, me disse: Doutor, sempre estive satisfeito com seus cuidados, con o em voc e hoje vim v-lo para que me faa emagrecer. Naquele tempo, tudo o que eu sabia sobre nutrio e obesidade era o que tinham me ensinado na faculdade, que se resumia a propor dietas hipocalricas formas de refeies em miniatura parecidas com refeies normais,mas em pores de Lilliput,que faziam os obesos habituados a viver intensamente rir e sair correndo, desesperados diante da ideia de ter de ficar controlando pores daquilo que os faz felizes. Gaguejando, me recusei a ajud-lo, sob o pretexto justamente utilizado, de que no conhecia as sutilezas da cincia em questo. De que cincia est falando? Fui a todos os especialistas de Paris,todos os exploradores da rea. J perdi, sozinho, mais de 300 quilos desde a adolescncia, e ganhei tudo de volta. Devo admitir que nunca tive uma motivao profunda e, involuntariamente, minha mulher errou em continuar a me amar apesar dos meus quilos a mais. Mas hoje co ofegante s de levantar os olhos,no encontro mais roupas que sirvam e,para voc ter uma ideia,estou comeando a sentir medo de morrer. E para concluir ele adicionou a ltima frase, que, sozinha, desviou bruscamente o curso de minha vida profissional: 8. Faa-me seguir a dieta que quiser, tire todos os alimentos que quiser, mas no a carne, gosto demais de carne. E, sem refletir, para responder a sua espera, me lembro de ter respondido, sem hesitao: Ora! J que voc gosta tanto de carne, venha amanh cedo, para que eu possa pes-lo em minha balana, e durante cinco dias coma apenas carne. Mas evite as carnes gordas, porco, cordeiro e pedaos gordurosos de carne de boi. Coma tudo grelhado, beba quanta gua puder e volte daqui a cinco dias, em jejum, para se pesar novamente em minha balana. Ok, desafio aceito. Aps cinco dias, ele voltou.Tinha perdido quase cinco quilos. Eu no acreditava no que via, nem ele. Fiquei um pouco preocupado, mas ele estava radiante, mais jovial que de costume, falando do bem-estar encontrado, do ronco que desaparecera e, com isso, varrendo todas as minhas hesitaes: Vou continuar, estou me sentindo no auge. Esta dieta funciona e estou comendo bem. E l se foi ele para um segundo turno de cinco dias de carnes, com a promessa de realizar anlises de sangue e de urina. Quando voltou,tinha perdido mais dois quilos e,em jbilo,esfregou-me no rosto os resultados do exame de sangue, que mostrava doses perfeitamente normais de acar, colesterol e cido rico. Nesse meio-tempo,eu tinha ido biblioteca da faculdade de medicina,onde tive o cuidado de me aprofundar nas caractersticas nutricionais das carnes, estendendo meu interesse pela grande famlia das protenas, na qual as carnes tm o maior prestgio. Assim que ele voltou, cinco dias depois, ainda em boa forma e tendo se livrado de mais um quilo e meio,pedi que adicionasse peixes e frutos do mar,o que ele aceitou de bom grado,pois j tinha comido todas as carnes possveis. Ao m de vinte dias, o ponteiro mostrou os primeiros dez quilos perdidos, e ele fez um segundo exame de sangue, to tranquilizador quanto o primeiro. Numa aposta arriscada, adicionei as ltimas protenas que restavam, lanando uma mistura de laticnios, aves e ovos, e, para acalmar minhas preocupaes, pedi que intensi casse a quantidade de gua e passasse a beber trs litros por dia. Depois de algum tempo,ele acabou aceitando adicionar legumes,pois eu comeava a temer a ausncia to prolongada de outros alimentos. Ele voltou, cinco dias mais tarde, sem ter perdido um grama sequer. Havia encontrado argumentos para exigir o retorno sua dieta favorita e a todas as categorias de protenas pelas quais tinha tomado gosto, apreciando o fato de no haver limitaes em seu consumo. Permiti, sob a condio de que alternasse a dieta com perodos de cinco dias de consumo de protenas associadas a legumes,alertando para o risco de carncia de vitaminas,no qual ele no acreditava de forma alguma, mas que aceitou graas a uma diminuio de velocidade de seu trnsito intestinal por insuficincia de fibras. Dessa maneira nasceu minha dieta de alternncia de protenas,assim como meu interesse pela 9. obesidade e por todas as categorias de sobrepeso, que se tornaram o eixo de meus estudos e de minha vida profissional. Uma vez estabelecido, utilizei essa dieta pacientemente, aperfeioei-a incessantemente e lhe dei forma com minhas prprias mos,para transform-la na dieta que,atualmente,me parece ao mesmo tempo a mais adaptada psicologia extremamente peculiar do obeso e a mais e caz em termos de emagrecimento. Enquanto isso, medida que o tempo passa, constatei amargamente que as dietas de emagrecimento, to e cazes e bem-conduzidas quanto possam ser, no resistiam ao tempo e, na falta de uma real estabilizao