Exercicios de Fisica

Click here to load reader

  • date post

    09-Aug-2015
  • Category

    Documents

  • view

    1.172
  • download

    6

Embed Size (px)

Transcript of Exercicios de Fisica

FSICACINEMTICA: MOVIMENTO UNIFORME EMOVIMENTO UNIFORMEMENTE VARIADO

REFLEXO LUMINOSA ESPELHOS REFRAO LENTES

CINEMTICA VETORIAL: MOVIMENTOCIRCULAR, QUEDA LIVRE, LANAMONTO E COMPOSIO DE MOVIMENTOS

LEIS DE NEWTON: APLICAES PTICA EQUILBRIO ONDAS E M.H.S. TRABALHO E ENERGIA ELETROSTTICA IMPULSO QUANTIDADE DE MOVIMENTO COLISO GRAVITAO ELETROMAGNETISMO HIDROSTTICA TERMOLOGIA, DILATAO E TRANSMISSO DE CALOR TERMODINMICA ELETROSTTICA ELETRODINMICA

IMPRIMIR

Voltar

F S IC A

C IN E M T IC A :M O V IM E N T O U N IF O R M E E M O V IM E N T O U N IF O R M E M E N T E VA R IA D Or 1. UESC-BA Um carrinho de massa m, arremessado com velocidade V contra uma mola, produz, nessa, uma deformao Dx. r Utilizando-se o sistema internacional de unidades, as grandezas m, V e x, referidas no texto, so expressas, respectivamente, em:

1) quilograma, centmetro por segundo e centmetro;

1

2) grama, metro por segundo e metro. 3) quilograma, metro por segundo e metro. 4) grama, centmetro por segundo e centmetro. 5) quilograma, quilmetro por hora e quilmetro. 2. U. Catlica Dom Bosco-MS A palavra grandeza representa, em Fsica, tudo o que pode ser medido, e a medida de uma grandeza fsica pode ser feita direta ou indiretamente. Entre as vrias grandezas fsicas, h as escalares e as vetoriais. A alternativa que apresenta apenas grandezas escalares : a) temperatura, tempo, quantidade de movimento e massa. b) tempo, energia, campo eltrico e volume. c) rea, massa, energia, temperatura e impulso. d) velocidade, acelerao, fora, tempo e presso. e) massa, rea, volume, energia e presso. 3. UFR-RJ Leia atentamente o quadrinho abaixo:

GABARITO

Com base no relatrio do gari, calcule a ordem de grandeza do somatrio do nmero de folhas de rvores e de pontas de cigarros que ele recolheu.

IMPRIMIR

4. FEI-SP O permetro do Sol da ordem de 1010 m e o comprimento de um campo de futebol da ordem de 100 m. Quantos campos de futebol seriam necessrios para dar uma volta no Sol se os alinhssemos: a) 100.000 campos b) 10.000.000 campos c) 100.000.000 campos d) 10.000.000.000 campos e) 1.000.000.000 campos

Voltar

FSICA - Cinemtica: conceitos bsicos e movimento uniforme

Avanar

2

5. PUC-RS O tempo uma das grandezas fsicas fundamentais e sua medio ou contagem decisiva na descrio da maioria dos fenmenos. Relgios atmicos e cronmetros precisos, em muitos casos, no bastam para medir o tempo: deve-se empregar, tambm, um calendrio. Por calendrio, entende-se um conjunto de regras utilizadas com a finalidade de agrupar os dias para facilitar a contagem do tempo. Nosso calendrio, e de grande parte do mundo, o Gregoriano, institudo no pontificado do papa Gregrio XIII, a partir do ano de 1582. O principal objetivo do Calendrio Gregoriano era fazer coincidir o equincio da primavera, no hemisfrio norte, com o dia 21 de maro, pois esta data servia (e serve) como referncia para determinar a Pscoa. Algumas das regras empregadas no Calendrio Gregoriano so: mantm-se a Era Crist, que j havia sido adotada no ano de 525 da referida era, e que tem no nascimento de Cristo o incio de sua contagem, com o primeiro ano sendo o ano um (o ano imediatamente antes foi designado um antes de Cristo e no existiu o ano zero); omitiram-se dez dias no ms de outubro de 1582, de modo que a quinta-feira, dia 4, seguisse a sexta-feira, dia 15 (com isso se recoincidia o equincio da primavera, no hemisfrio norte, com o dia 21 de maro); os anos da Era Crist mltiplos de 100 (anos centenrios) deixariam de ser bissextos, exceto quando fossem tambm mltiplos de 400 (com isso, retirava-se um dia a cada 100 anos e adicionava-se um dia a cada 400 anos, permitindo uma melhor aproximao entre as datas do Calendrio e os eventos astronmicos). Com base nessas informaes, so feitas trs afirmativas: I. O ano de 1600 e o ano 2000 so bissextos. II. O Terceiro Milnio da Era Crist iniciou no dia 1. da janeiro do ano 2000. III. O Terceiro Milnio da Era Crist iniciar no dia 1. de janeiro de 2001. Analisando as afirmativas acima, conclui-se que: a) somente I correta; d) I e II so corretas; b) somente II correta; e) I e III so corretas. c) somente III correta; 6. I.F. Viosa-MG Um aluno, sentado na carteira da sala, observa os colegas, tambm sentados nas respectivas carteiras, bem como um mosquito que voa perseguindo o professor que fiscaliza a prova da turma. Das alternativas abaixo, a nica que retrata uma anlise correta do aluno : a) A velocidade de todos os meus colegas nula para todo observador na superfcie da Terra.

GABARITO

b) Eu estou em repouso em relao aos meus colegas, mas ns estamos em movimento em relao a todo observador na superfcie da Terra. c) Como no h repouso absoluto, no h nenhum referencial em relao ao qual ns, estudantes, estejamos em repouso. d) A velocidade do mosquito a mesma, tanto em relao aos meus colegas, quanto em relao ao professor. e) Mesmo para o professor, que no pra de andar pela sala, seria possvel achar um referencial em relao ao qual ele estivesse em repouso. 7. U. Catlica-DF Para buscar um vestido, Linda tem que percorrer uma distncia total de 10 km, assim distribuda: nos 2 km iniciais, devido aos sinaleiros e quebra-molas, determinou que poderia gastar 3 minutos. Nos prximos 5 km, supondo pista livre, gastar 3 minutos. No percurso restante mais 6 minutos, j que se trata de um caminho com ruas muito estreitas. Se os tempos previstos por Linda forem rigorosamente cumpridos, qual ser sua velocidade mdia ao longo de todo o percurso? a) 50 km/h d) 11 m/s b) 1,2 km/h e) 60 km/h c) 20 m/s

IMPRIMIR

Voltar

FSICA - Cinemtica: conceitos bsicos e movimento uniforme

Avanar

8. FEI-SP Devido s chuvas, a vazo de gua em um rio em funo do tempo obedece ao grfico abaixo. jusante do rio existe uma usina hidreltrica com uma represa de capacidade total de 500.000 m3 de gua, que se encontra com 40% de sua capacidade. Quanto tempo ser necessrio para que a represa fique em sua cota mxima se suas mquinas estiverem paradas para manuteno? Q (m3/h) a) 14 dias b) 10 dias c) 08 dias d) 06 dias e) 05 dias280 t (h) 100 1.000

9. Unifor-CE Um intervalo de tempo igual a duas horas pode ser expresso em segundos, com dois algarismos significativos e notao cientfica, por: d) 7,20 . 103 a) 72,0 . 102 b) 72 . 103 e) 7,2 . 103 c) 0,72 . 104 10. U.E. Londrina-PR Sabe-se que o cabelo de uma pessoa cresce em mdia 3 cm a cada dois meses. Supondo que o cabelo no seja cortado e nem caia, o comprimento total, aps terem se passado 10 anos ser: a) 800 mm d) 1800 mm b) 1200 mm e) 150 mm c) 1000 mm 11. U. Catlica-DF Em uma prova de resistncia de 135 km, um ciclista percorreu 30 km nos primeiros 15 minutos, 27 km nos 15 minutos seguintes, 24 km nos 15 minutos subseqentes, e assim sucessivamente. O tempo que o ciclista levou para terminar a prova foi: a) 75 minutos. d) 95 minutos. b) 45 minutos. e) 170 minutos. c) 90 minutos. 12. VunespMulher d luz beb gerado no intestino CAPO BONITO - Carmen Abreu, de 29 anos, deu luz um menino de 2,3 quilogramas, gerado no intestino. O parto foi realizado no dia 8, na Santa Casa de Capo Bonito, a 230 quilmetros da capital. O caso raro de gravidez extra-uterina s foi ontem divulgado pelo hospital. O vulo fecundado, em vez de descer pela trompa e alojar-se no tero, entrou na cavidade abdominal, fixando-se na ala intestinal. Me e beb passam bem.

3

GABARITO

Neste artigo, publicado pelo jornal O Estado de S. Paulo de 06/03/2001, aparecem vrias grandezas fsicas das quais podem-se destacar: a) tempo, distncia e massa. d) data, distncia e peso. b) data, distncia e massa. e) tempo, data e distncia. c) tempo, distncia e peso.

IMPRIMIR

13. UFPE O fluxo total de sangue na grande circulao, tambm chamado de dbito cardaco, faz com que o corao de um homem adulto seja responsvel pelo bombeamento, em mdia, de 20 litros por minuto. Qual a ordem de grandeza do volume de sangue, em litros, bombeado pelo corao em um dia? a) 102 d) 105 3 b) 10 e) 106 c) 104

Voltar

FSICA - Cinemtica: conceitos bsicos e movimento uniforme

Avanar

14. UFR-RJ Considere uma aeronave viajando a 900 km/h em movimento retilneo e uniforme na rota Rio-Salvador. Num dado trecho, o tempo mdio gasto de aproximadamente 75 minutos. Entre as alternativas abaixo, a que melhor representa a distncia percorrida pela aeronave no determinado trecho : a) 1025 km d) 975 km b) 675 km e) 1125 km c) 1875 km 15. U.E. Londrina-PR Um pequeno animal desloca-se com velocidade mdia igual a 0,5 m/s. A velocidade desse animal em km/dia : a) 13,8 b) 48,3 c) 43,2 d) 1,80 e) 4,30 16. FEI-SP Um trem de 200 m de comprimento atravessa completamente um tnel de 1.000 m em 1 min. Qual a velocidade mdia do trem? a) 20 km/h b) 72 km/h c) 144 km/h d) 180 km/h e) 200 km/h 17. UFMT O grfico abaixo ilustra a marcao de um sinaleiro eletrnico. Nesse tipo de equipamento, dois sensores so ativados quando o carro passa. Na figura, os pulsos vazios correspondem marcao do primeiro sensor, e os pulsos cheios marcao do segundo sensor. Considere que a distncia entre os dois sensores seja de 1 m.

4

GABARITO

Qual(is) veculo(s) teria(m) sido multado(s), considerando que a velocidade mxima permitida no local seja de 30 km/h? 01. Os carros 2 e 4. 02. Os carros 1 e 2. 04. Os carros 1 e 4. 08. Os carros 1 e 3. 16. Nenhum carro seria multado. D, como resposta, a soma das afirmativas corretas. 18. Unifor-CE Certo fabricante de tinta garante cobertura de 16m2 de rea por galo de seu produto. Sendo 1 galo = 3,6 litros, o volume de tinta necessrio para cobrir um muro de 2,0 m de altura e extenso 140 m , em litros, a) 6,0 b) 10 c) 18 d) 25 e) 63 19. ITA-SP Uma partcula, partindo do repouso, percorre no intervalo de tempo t, uma distncia D. Nos intervalos de tempo seguintes, todos iguais a t, as respectivas distncias percorridas so iguais a 3 D, 5 D, 7 D etc. A respeito desse movimento pode-se afirmar que

IMPRIMIR

a) a distncia da partcula desde o ponto em que inicia seu movimento cresce exponencialmente com o tempo. b) a velocidade da partcula cresce exponencialmente com o tempo. c) a distncia da partcula desde o ponto em que inicia seu movimento diretamente proporcional ao tempo elevado ao quadrado. d) a velocidade da partcula diretamente proporcional ao tempo elevado ao quadrado. e) nenhuma das opes acima est correta.

Voltar

FSICA - Cinemtica: conceitos bsicos e movimento uniforme

Avanar

20. UFR-RJMaurice Greene, o homem mais rpido do Planeta. Ex-vendedor de hambrger bate o recorde mundial dos 100 metros em Atenas. No faz muito tempo, Maurice Greene era um dos muitos adolescentes americanos que reforavam o oramento familiar vendendo hambrgeres em Kansas City, sua cidade. Mas ele j corria desde os 8 anos e no demorou a descobrir sua verdadeira vocao. Trocou a lanchonete pela pista de atletismo e ontem tornou-se o homem mais rpido do planeta ao vencer os 100 metros do meeting de Atenas, na Grcia, estabelecendo um novo recorde mundial para a prova. Greene, de 24 anos, correu a distncia em 9 s 79, superando em cinco centsimos de segundo a marca anterior (9 s 84), que pertencia ao canadense Dono Van Bailey desde a final olmpica de Atlanta, em julho de 1996. Jamais um recordista conseguira tal diferena desde a adoo da cronometragem eletrnica, em 1978.O Globo, 17 de junho de 1999.

5

Com base no texto acima, pode-se afirmar que a velocidade mdia do homem mais rpido do planeta de aproximadamente: a) 10,21 m/s d) 10,40 m/s b) 10,58 m/s e) 10,96 m/s c) 10,62 m/s O enunciado a seguir refere-se s questes 5 e 6. Antnia vai correr a maratona (42,195 km) e o nmeros de sua camiseta 186. 21. Vunesp Nas provas dos 200 m rasos, no atletismo, os atletas partem de marcas localizadas em posies diferentes na parte curva da pista e no podem sair de suas raias at a linha de chegada. Dessa forma, podemos afirmar que, durante a prova, para todos os atletas, o a) espao percorrido o mesmo, mas o deslocamento e a velocidade vetorial mdia so diferentes. b) espao percorrido e o deslocamento so os mesmos, mas a velocidade vetorial mdia diferente. c) deslocamento o mesmo, mas o espao percorrido e a velocidade vetorial mdia so diferentes. d) deslocamento e a velocidade vetorial mdia so iguais, mas o espao percorrido diferente. e) espao percorrido, o deslocamento e a velocidade vetorial mdia so iguais. 22. Univali-SC No grande prmio da Austrlia de 1999, na cidade de Melbourne, o piloto brasileiro Pedro Paulo Diniz da escuderia SAUBER foi o 12. colocado. Em uma das voltas alcanou a velocidade de 1800 metros em 16 segundos. Neste caso, a sua velocidade em km/h foi de: a) 450 b) 210 c) 405 d) 380 e) 360 23. UEMS Com base no grfico, referente ao movimento de um mvel, podemos afirmar que: a) a funo horria do movimento S = 40 + 4 t; b) o mvel tem velocidade nula em t = 20 s; c) o mvel passa pela origem em 20 s; d) a velocidade constante e vale 4 m/s; e) o mvel inverte o sentido do movimento no instante t = 10 s.

IMPRIMIR

GABARITO

Voltar

FSICA - Cinemtica: conceitos bsicos e movimento uniforme

Avanar

24. Unifor-CE Um livro de Fsica tem 800 pginas e espessura 4,0 cm. A espessura de uma folha do livro vale, em mm: a) 0,025 d) 0,15 b) 0,050 e) 0,20 c) 0,10 25. UFRS Um automvel, A, faz o percurso de ida e de volta sobre o mesmo trecho, de 20 km, de uma rodovia. Na ida sua velocidade mdia de 60 km/h e na volta sua velocidade mdia de 40 km/h, sendo t A o intervalo de tempo para completar a viagem. Outro automvel, B, faz o mesmo percurso, mas vai e volta com a mesma velocidade mdia, de 50 km/h, completando a viagem em um intervalo de tempo tB. Qual a razo tA / tB entre os citados intervalos de tempo? a) 5 4 b) 25 24 c) 1 d) 25 28 e) 5 6

6

26. UFSE Numa cidade, uma pessoa deseja chegar a um ponto situado a 1,0 km de sua localizao atual, numa direo a 53 ao norte do leste. Todas as ruas que permitem levla ao destino tm direo norte-sul ou direo leste-oeste. A distncia mnima que a pessoa deve percorrer para chegar ao ponto desejado , em km: Dados: sen 53 = 0,80 cos 53 = 0,60 a) 1,0 b) 1,2 c) 1,4 d) 1,6 e) 1,8 27. Cesgranrio Antonio vai correr a maratona (42,195 km). Se Antnio completa a corrida em 4h5min, a ordem de grandeza de sua velocidade mdia de: d) 102 m/s a) 101 m/s b) 100 m/s e) 103 m/s c) 101 m/s 28. U.F. Santa Maria-RS No grfico, representam-se as posies ocupadas por um corpo que se desloca numa trajetria retilnea, em funo do tempo. Pode-se, ento, afirmar que o mdulo da velocidade do corpo: a) aumenta no intervalo de 0 s a 10 s; b) diminui no intervalo de 20 s a 40 s; c) tem o mesmo valor em todos os diferentes intervalos de tempo; d) constante e diferente de zero no intervalo de 10 s a 20 s; e) maior no intervalo de 0 s a 10 s. 29. F.M. Itajub-MG Considerem-se dois pontos A e B, se movimentando sobre uma mesma reta, num mesmo sentido. Na origem dos tempos eles distam 2 000 m. Sendo a velocidade escalar de A igual a 100 km/h e a de B igual a 50 km/h, constantes, em quantas horas A encontra B? a) 0,40 b) 0,25 c) 0,04 d) 2,40 e) 40,00

IMPRIMIR

GABARITO

Voltar

FSICA - Cinemtica: conceitos bsicos e movimento uniforme

Avanar

7

30. UFRN A figura abaixo mostra um corte vertical de uma escavao feita no Oriente Mdio. Os pontos assinalados representam restos de tpicos homens de Neandertal que foram ali depositados h dezenas de milhares de anos. Com o passar do tempo, camadas de sedimento foram cobrindo as sepulturas e, dessa forma, vrios sepultamentos foram feitos, praticamente uns sobre os outros. Da figura, possvel obter-se a profundidade de cada sepultamento. Suponha que os restos mais profundos encontrados sejam da poca em que a espcie Neandertal tpica surgiu na Terra (isto , h cerca de 70 000 anos) e os restos mais superficiais correspondam aos ltimos seres dessa espcie (que viveram h cerca de 30.000 anos). Com base nisso e nos dados da figura, possvel estimar que, no intervalo de tempo entre o primeiro e o ltimo sepultamento, a taxa mdia com que ocorreu a deposio de sedimentos nessa regio foi cerca de: a) 2,50 metros a cada 10 000 anos. c) 0,75 metro a cada 10 000 anos. b) 2,25 metros a cada 10 000 anos. d) 1,25 metro a cada 10 000 anos. 31. UFRS O grfico de velocidade (v) contra tempo (t), mostrado ao lado, representa, em unidades arbitrrias, o movimento retilneo de uma partcula. O quociente d1 / d2 entre a distncia d1, percorrida pela partcula no intervalo de tempo (t1), e a distncia d2, percorrida pela partcula no intervalo de tempo (t2), : a) 3 b) 2 c) 1 d) 1 2 e) 1 3

GABARITO

32. Unifor-CE Um trem parte s 16 h de uma sexta-feira para uma viagem de 500 km. Sabe-se que esse trem, quando em movimento, mantm uma mdia de velocidade de 50 km/h e que, devido ao descarrilamento de outro trem, ficou parado no meio do percurso durante 12 horas. Nessas condies, o trem chegou ao destino s: a) 12 h de domingo. d) 14 h de sbado. b) 2 h de domingo. e) 2 h de sbado. c) 16 h de sbado. 33. U.F. Viosa-MG Em relao ao movimento de uma partcula, correto afirmar que: a) sua acelerao nunca pode mudar de sentido, sem haver necessariamente mudana no sentido da velocidade.

IMPRIMIR

b) sua acelerao nunca pode mudar de direo sem a mudana simultnea de direo da velocidade. c) quando sua velocidade nula em um determinado instante, a sua acelerao ser necessariamente nula neste mesmo instante. d) um aumento no mdulo da sua acelerao acarreta o aumento do mdulo de sua velocidade. e) quando sua velocidade constante, a sua acelerao tambm constante e no nula.

Voltar

FSICA - Cinemtica: conceitos bsicos e movimento uniforme

Avanar

8

34. UFSC Um ratinho afasta-se de sua toca em busca de alimento, percorrendo uma trajetria retilnea. No instante t = 11 s, um gato pula sobre o caminho do ratinho e ambos disparam a correr: o ratinho retornando sobre a mesma trajetria em busca da segurana da toca e o gato atrs do ratinho. O grfico da figura representa as posies do ratinho e do gato, em funo do tempo, considerando que no instante t = 0, o ratinho partiu da posio d = 0, isto , da sua toca. Assinale a(s) proposio(es) correta(s) sobre o movimento do ratinho e do gato: 01. No instante t = 10 s o ratinho encontra-se a 10 m da sua toca, isto , do seu ponto de partida. 02. O ratinho deslocou-se com velocidade constante entre os instantes t = 5,0 s e t = 7,0 s. 04. O movimento do ratinho foi sempre retilneo e uniforme, tanto na ida como na volta. 08. O gato encontrava-se a 5,0 metros do ratinho quando comeou a persegui-lo. 16. O ratinho parou duas vezes no seu trajeto de ida e volta at a toca. 32. O ratinho chega 1,0 segundo antes do gato que, portanto, no consegue alcan-lo. 64. O gato percorre uma distncia maior que a do ratinho, em menor tempo, por isso alcana-o antes que ele possa chegar toca. D, como resposta, a soma das alternativas corretas. 35. Unifor-CE Sendo fornecido o grfico das posies em funo do tempo para certo movimento, a velocidade escalar mdia entre 0 e 8,0 s vale, em m/s, a) 0,25 b) 0,50 c) 1,0 d) 2,0 e) 2,5

GABARITO

36. UFRJ Numa competio automobilstica, um carro se aproxima de uma curva em grande velocidade. O piloto, ento, pisa o freio durante 4 s e consegue reduzir a velocidade do carro para 30 m/s. Durante a freada o carro percorre 160 m. Supondo que os freios imprimam ao carro uma acelerao retardadora constante, calcule a velocidade do carro no instante em que o piloto pisou o freio. 37. UFSC Um trem A, de 150 metros de comprimento, deslocando-se do sul para o norte, comea a atravessar uma ponte frrea de pista dupla, no mesmo instante em que um outro trem B, de 500 metros de comprimento, que se desloca do norte para o sul, inicia a travessia da ponte. O maquinista do trem A observa que o mesmo se desloca com velocidade constante de 36 km/h, enquanto o maquinista do trem B verifica que o seu trem est a uma velocidade constante de 72 km/h, ambas as velocidades medidas em relao ao solo. Um observador, situado em uma das extremidades da ponte, observa que os trens completam a travessia da ponte ao mesmo tempo. Assinale a(s) proposio(es) correta(s): 01. Como o trem B tem o dobro da velocidade do trem A, ele leva a metade do tempo para atravessar a ponte independentemente do comprimento dela. 02. A velocidade do trem A, em relao ao trem B, de 108 km/h. 04. No podemos calcular o comprimento da ponte, pois no foi fornecido o tempo gasto pelos trens para atravess-la. 08. O comprimento da ponte 200 metros. 16. Os trens atravessam a ponte em 35 segundos. 32. A velocidade do trem B, em relao ao trem A, de 108 km/h. 64. O comprimento da ponte 125 metros e os trens a atravessam em 15 segundos. D, como resposta, a soma das alternativas corretas.

IMPRIMIR

Voltar

FSICA - Cinemtica: conceitos bsicos e movimento uniforme

Avanar

38. UFPE O grfico abaixo mostra as posies, em funo do tempo, de dois nibus que partiram simultaneamente. O nibus A partiu do Recife para Caruaru e o nibus B partiu de Caruaru para o Recife. As distncias so medidas a partir do Recife. A que distncia do Recife, em km, ocorre o encontro entre os dois nibus? a) 30 b) 40 c) 50 d) 60 e) 70 39. U.F. Juiz de Fora-MG Numa corrida de 100 m rasos, um velocista cobre o percurso no intervalo de tempo aproximado de 9,0 s. Qual a acelerao aproximada do velocista, supondo que esta seja constante durante o percurso? b) 10 m/s2 c) 5,0 m/s2 d) 2,5 m/s2 a) 12 m/s2 40. PUC-PR Um automvel parte de Curitiba com destino a Cascavel com velocidade de 60 km/h. 20 minutos depois parte outro automvel de Curitiba com o mesmo destino velocidade 80 km/h.

9

Depois de quanto tempo o 2 automvel alcanar o 1 ? . . a) 60 min b) 70 min c) 80 min d) 90 min

e) 56 min

41. F.M. Itajub-MG Suponha dois mveis A e B partindo do repouso de um ponto 0 e seguindo em direes ortogonais entre si. O mvel A tem velocidade constante de 40 m/s. O mvel B tem movimento uniformemente acelerado de 6 m/s2. Depois de 10 s, a distncia, em metros, entre os dois mveis ser de: a) 400 b) 250 c) 700 d) 500 e) 50 42. PUC-PR Dois motociclistas, A e B, percorrem uma pista retilnea com velocidades constantes Va = 15 m/s e Vb = 10 m/s. No incio da contagem dos tempos suas posies so Xa = 20 m e Xb = 300 m.A B B A

GABARITO

O tempo decorrido em que o motociclista A ultrapassa e fica a 100 m do motociclista B : a) 56 s b) 86 s c) 76 s d) 36 s e) 66 s 43. U. Alfenas-MGA revista poca de 2 de agosto de 1999 trouxe uma reportagem sobre a atleta brasileira Maurren Higa Maggi, medalha de ouro no salto em distncia, e prata nos 100 m com barreira nos Jogos Panamericanos de Winnipeg. Segue um pequeno trecho da reportagem: s 18 horas, 25 minutos antes do incio da disputa com as outras 11 atletas, Maurren entrou no Estdio de Atletismo da Universidade de Manitoba para o aquecimento e sobretudo para os arranjos de pista que combinara com o treinador. Zelosa como uma costureira, mediu 37,35 metros a partir da marca que antecede a caixa de salto e marcou o cho com uma fita adesiva. Com o auxlio de um bloco vermelho cedido pelos organizadores do Pan, marcou margem da pista tambm o ponto 31,25 metros. Um terceiro bloco a auxiliou na marcao de 10,95 metros. Os 37,35 metros o espao que Maurren deve percorrer com 19 passadas e num tempo mximo de 4,50 segundos

IMPRIMIR

Supondo que Maurren percorra os 37,35 m em movimento uniformemente variado e parta da marca feita com fita adesiva, a mnima acelerao que a atleta deve imprimir de, aproximadamente: a) 3,69 m/s2 b) 3,09 m/s2 c) 2,47 m/s2 d) 1,47 m/s2 e) 1,08 m/s2

Voltar

FSICA - Cinemtica: conceitos bsicos e movimento uniforme

Avanar

44. FEI-SP Um estdio de futebol com capacidade para 150.000 espectadores possui 10 sadas, por onde passam em mdia 500 pessoas por minuto. Qual o tempo mnimo para esvaziar o estdio em um dia onde 2/3 de seus lugares esto ocupados: 1 1 1 3 a) 4 h b) 3 h c) 2 h d) 4 h e) 1 h 45. Unimontes- MG Um estudante jogou uma esfera de ferro para cima, num local onde se pode desprezar a resistncia do ar. Dos grficos posio tempo e velocidade tempo seguintes, aqueles que melhor representam esse fato descrito esto na alternativa: a)

b)

10c)

d)

GABARITO

46. U. Santa rsula-RJ O grfico abaixo representa a velocidade de um corpo ao longo de uma reta, em funo do tempo. Podemos afirmar que a acelerao do corpo de:

IMPRIMIR

a) 6 m/s2 b) 3 m/s2 c) 2 m/s2

d) 2 m/s2 e) 6 m/s2

Voltar

FSICA - Cinemtica: conceitos bsicos e movimento uniforme

Avanar

47. UERJ Durante um experimento, um pesquisador anotou as posies de dois mveis A e B, elaborando a tabela ao lado. O movimento de A uniforme e o de B uniformemente variado. Determine: a) A acelerao do mvel B , em m/s2, igual a: A. 2,5 B. 5,0 C. 10,0 D. 12,5

Tempo (t) em segundos0 1 2 3 4

Posio em metros A5 0 5 10 15

B15 0 5 0 15

b) A distncia, em metros, entre os mveis A e B, no instante t = 6 segundos, corresponde a: A. 45 C. 55 B. 50 D. 60 48. UFR-RJ O grfico ao lado mostra as velocidades em funo do tempo de dois mveis A e B. Neste caso, pode-se afirmar que: a) a acelerao do mvel A maior que a do mvel B;

11

b) nos 10 primeiros segundos o mvel A percorre 50 m e o mvel B 100 m; c) a acelerao do mvel A 1,0 m/s2 e do mvel B 3,0 m/s2; d) os mveis A e B tm movimento retrgrado; e) as equaes das velocidades, no S.I., so VA = t e VB = 3t. 49. UFR-RJ O grfico abaixo representa os movimentos de dois mveis A e B.

GABARITO

Observando o grfico, pode-se afirmar que: a) em t = 2 s e t = 9 s a velocidade do mvel A igual a velocidade do mvel B; b) a acelerao do mvel A sempre maior que a do mvel B; c) a velocidade do mvel B em t = 2 s nula; d) a velocidade do mvel A em t = 9 s 7 m/s; e) em t = 0 s a acelerao do mvel A 16 m/s2. 50. UFRJ Um paraquedista radical pretende atingir a velocidade do som. Para isto seu plano saltar de um balo estacionrio na alta atmosfera, equipado com roupas pressurizadas. Como nessa altitude o ar muito rarefeito, a fora de resistncia do ar desprezvel. Suponha que a velocidade inicial do paraquedista em relao ao balo seja nula e que a acelerao da gravidade seja igual a 10 m/s2. A velocidade do som nessa altitude 300 m/ s. Calcule: a) em quanto tempo ele atinge a velocidade do som; b) a distncia percorrida nesse intervalo de tempo.

IMPRIMIR

Voltar

FSICA - Cinemtica: conceitos bsicos e movimento uniforme

Avanar

51. E.M. Santa Casa/Vitria-ES Na figura, esto representadas as velocidades, em funo do tempo, desenvolvidas por um atleta, em dois treinos A e B, para uma corrida de 100 m rasos.

Com relao aos tempos gastos pelo atleta nos dois treinos para percorrer os 100 m, podemos afirmar, de forma aproximada, que: a) no treino B o atleta levou 0,4 s a menos que no treino A; b) no treino A o atleta levou 0,4 s a menos que no treino B; c) no treino B o atleta levou 1,0 s a menos que no treino A; d) no treino A o atleta levou 1,0 s a menos que no treino B; e) no treino A e no treino B o atleta levou o mesmo tempo. 52. Fatec-SP Dois corredores partem simultaneamente de um mesmo ponto e percorrem a mesma rua, no mesmo sentido, com velocidades constantes de 4,2 m/s e 5,4 m/s, respectivamente. A distncia entre os dois corredores ser de 60 metros aps: a) 30 segundos. d) 40 minutos. b) 50 segundos. e) 1,0 hora. c) 10 minutos. 53. UFR-RJ Um corpo abandonado de uma altura H (em relao ao solo) em queda livre e, ao passar por um ponto A da trajetria retilnea, possui uma velocidade escalar de 10 m/s. Um observador fixo na terra poder afirmar, quanto ao mdulo do vetor velocidade, em um ponto B situado a 2,2 m de A, que o mdulo do vetor: a) depende da massa do corpo; b) de 12 m/s; c) proporcional ao quadrado do tempo; d) um vetor cujo mdulo constante; e) vale 15 m/s. 54. UFMT Partindo do repouso, um avio percorre a pista de decolagem com acelerao constante e atinge a velocidade de 360 km/h em 25 segundos. Qual o valor da acelerao em m/s2? 55. Unifor-CE Considere as afirmaes acerca do movimento circular uniforme: I. No h acelerao, pois no h variao do vetor velocidade. II. A acelerao um vetor de intensidade constante. III. A direo da acelerao perpendicular velocidade e ao plano da trajetria. Dessas afirmaes, somente: a) I correta. d) I e II so corretas. b) II correta. e) II e III so corretas. c) III correta. 56. Acafe-SC A tabela abaixo relaciona as posies ocupadas por uma partcula em relao a um mesmo referencial que realiza um movimento retilneo uniformemente variado.

12

IMPRIMIR

GABARITO

x(m) t(s)

800

700

200

700

0

10

20

30

A equao horria do movimento da partcula no SI : a) x = 400 + 5t 2t2 d) x = 800 - 10t - 4t2 2 b) x = 400 + 20t + 2t e) x = 800 - 20t + t2 c) x = 800 + 10t + 2t2

Voltar

FSICA - Cinemtica: conceitos bsicos e movimento uniforme

Avanar

57. U. Catlica Dom Bosco-MS Um corpo abandonado de uma altura de 5 m e, ao atingir o solo, sua velocidade, em m/s, tem mdulo igual a: a) 4 d) 10 b) 6 e) 12 c) 8 58. UFSE A funo horria das posies de uma partcula dada, no Sistema Internacional de Unidades, por s = 40 25 t + 3,0 t2. A velocidade da partcula no instante t = 3,0 s , em m/s: a) 43 d) 7 b) 25 e) 16 c) 18 59. UFPR A posio (y), a velocidade (v) e a acelerao (a) de uma partcula que se move ao longo do eixo y so dadas, em funo do tempo (t), pelas equaes:y = 2 + 3t2 + 4t3, v = 6t + 12t2 e a = 6 + 24t, em unidades do SI. Considerando esses dados, correto afirmar: ( ) O deslocamento da partcula entre os instantes t = 0 e t = 2 s 44 m. ( ) A velocidade mdia entre os instantes t = 1 s e t = 3 s 64 m/s. ( ) A velocidade instantnea em t = 2 s igual a 60 m/s. ( ) No instante t = 2 s a velocidade da partcula est diminuindo. ( ) Essas equaes representam o movimento de uma partcula em queda livre. 60. UEMS dado o grfico da posio de um mvel em funo do tempo. A funo horria que melhor representa o movimento do mvel : a) S = 3 t2 12t 12 b) S = 12 t2 3t +12 c) S = 4 t2 + 2t + 6 d) S = 3 t2 + 12t 12 e) S = 4t2 + 2t 6

13

IMPRIMIR

61. U. Catlica de Salvador-BA A figura representa os grficos espao X tempo para dois mveis, A e B, que se movem segundo trajetria retilnea. Nessas condies, correto afirmar: a) A acelerao do mvel A maior do que do B. b) A acelerao do mvel B maior do que a do A. c) A velocidade do mvel B sempre maior do que a do A. d) A velocidade do mvel A sempre maior do que a do B. e) Os dois mveis possuem velocidades iguais em cada instante. 62. U.F. Santa Maria-RS A funo horria para uma partcula em movimento retilneo x = 1 + 2t + t2 onde x representa a posio (em m) e t, o tempo (em s). O mdulo da velocidade mdia (em m/s) dessa partcula, entre os instantes t = 1 s e t = 3 s, : a) 2 d) 12 b) 4 e) 16 c) 6

GABARITO

Voltar

FSICA - Cinemtica: conceitos bsicos e movimento uniforme

Avanar

63. UFMT Um carro passa por um radar colocado em uma estrada longa e retilnea. O computador ligado ao radar afere que a equao horria obedecida pelo carro dada por: x(t) = 2 + 70t + 3t2, onde x medido em km e t em horas. Considerando que o carro equipado com um limitador de velocidade que no permite que ele ultrapasse os 100 km/h e que no instante t = 0h o carro passa exatamente em frente ao radar, correto afirmar que: 01. o radar est a 2 km do incio da estrada (km zero). 02. se a velocidade mxima permitida no trecho for de 60 km/h, o condutor ser multado por excesso de velocidade. 04. a velocidade do carro aumenta a uma taxa de 6 km/h em cada hora. 08. aps 1 hora o carro passar pela cidade mais prxima do radar, que se encontra a 73 km do mesmo. 16. aps 5 horas o controlador de velocidade ser acionado. D, como resposta, a soma das afirmativas corretas. 64. UFPE O grfico abaixo representa a velocidade de um ciclista, em funo do tempo, em um determinado percurso retilneo. Qual a velocidade mdia do ciclista, em km/h, no percurso considerado?

14

a) 10 b) 15 c) 20 65. U.F. Santa Maria-RS

d) 25 e) 30

GABARITO

A figura mostra o grfico da posio x (em m) em funo do tempo t (em s) para uma partcula num movimento retilneo. Essa partcula esteve sob a ao de uma fora resultante no-nula no(s) intervalo(s) de tempo. a) 1 s a 2 s e 3 s a 4 s b) 0 s a 1 s e 4 s a 6 s c) 2 s a 3 s d) 0 s a 1 s, 2 s a 3 s e 4 s a 6 s e) 1 s a 4 s

IMPRIMIR

Voltar

FSICA - Cinemtica: conceitos bsicos e movimento uniforme

Avanar

66. UEMS Um arquelogo descobriu um poo pr-histrico numa cidade de Mato Grosso do Sul. Para calcular a profundidade do poo o arquelogo deixa cair uma pedra que ouvida 3,9 s depois. Sabendo-se que o poo rico de um gs raro e que a velocidade em que o som se propaga neste gs de 50m/s, a profundidade do poo : Considere g = 10m/s2. a) 65 m b) 57 m c) 53 m 67. UFPB Dois automveis 1 e 2, colocados lado a lado, iniciam o movimento, numa avenida retilnea, no mesmo instante t = 0. As velocidades desenvolvidas pelos automveis, em funo do tempo, so descritas no grfico abaixo. Os espaos percorridos pelos automveis 1 e 2 at o instante T so, respectivamente, s1 e s2. Suas correspondentes aceleraes nesse instante T so a1 e a2. Desse modo, correto afirmar que: d) 45 m e) 35 m

15

a) s1 > s2 e a1 = a2 b) s1 < s2 e a1 < a2 c) s1 > s2 e a1 < a2

d) s1 = s2 e a1 < a2 e) s1 < s2 e a1 > a2

GABARITO

68. UFPR Um carro est parado diante de um sinal fechado. Quando o sinal abre, o carro comea a mover-se com acelerao constante de 2,0 m/s2 e, neste instante, passa por ele uma motocicleta com velocidade constante de mdulo 14 m/s, movendo-se na mesma direo e sentido. Nos grficos abaixo, considere a posio inicial do carro como origem dos deslocamentos e o instante em que o sinal abre como origem dos tempos. Em cada grfico, uma curva refere-se ao movimento do carro e a outra ao movimento da motocicleta. I. II. III.

correto afirmar: ( ) O carro alcanar a motocicleta quando suas velocidades forem iguais. ( ) O carro alcanar a motocicleta no instante t = 14 s. ( ) O carro alcanar a motocicleta na posio x = 64 m. ( ) As aceleraes do carro e da motocicleta, em funo do tempo, podem ser representadas pelo grfico II. ( ) Os deslocamentos do carro e da motocicleta, em funo do tempo, podem ser representados pelo grfico I. ( ) As velocidades do carro e da motocicleta, em funo do tempo, podem ser representadas pelo grfico III.

IMPRIMIR

Voltar

FSICA - Cinemtica: conceitos bsicos e movimento uniforme

Avanar

69. UFMT Pelo grfico (abaixo) da velocidade de um ciclista em funo do tempo, pode-se afirmar que o ciclista:

01. manteve sempre a velocidade constante; 02. s acelerou, nunca freou; 04. no final, estava com a velocidade menor que no incio; 08. acelerou 3 vezes e freou 2 vezes; 16. manteve a velocidade constante por 5 perodos de tempo distintos. D, como resposta, a soma das afirmativas corretas.

16

70. PUC-SP Ao iniciar a travessia de um tnel retilneo de 200 metros de comprimento, um automvel de dimenses desprezveis movimenta-se com velocidade de 25 m/s. Durante a travessia, desacelera uniformemente, saindo do tnel com velocidade de 5 m/s. O mdulo de sua acelerao escalar, nesse percurso, foi de a) 0,5 m/s2 b) 1,0 m/s2 pg. 05/02.tif c) 1,5 m/s2 d) 2,0 m/s2 e) 2,5 m/s2 71. ITA-SP Um elevador est descendo com velocidade constante. Durante este movimento, uma lmpada, que o iluminava, desprende-se do teto e cai. Sabendo que o teto est a 3,0 m de altura acima do piso do elevador, o tempo que a lmpada demora para atingir o piso a) 0,61 s b) 0,78 s c) 1,54 s d) infinito, pois a lmpada s atingir o piso se o elevador sofrer uma desacelerao. e) indeterminado, pois no se conhece a velocidade do elevador. 72. UFSE A velocidade escalar de um corpo esta representada, em funo do tempo, pelo grfico:

IMPRIMIR

GABARITO

No intervalo de 0 a 3,0 s, o deslocamento escalar do corpo foi, em metros, de: a) 15 b) 20 c) 25 d) 30 e) 40

Voltar

FSICA - Cinemtica: conceitos bsicos e movimento uniforme

Avanar

73. U.E. Ponta Grossa-PR Sobre um corpo que se movimenta conforme o grfico abaixo, assinale o que for correto.

17

01. A acelerao do corpo no trecho AB igual a 4 m/s2. 02. No trecho BC, a distncia percorrida pelo corpo 200 m e sua acelerao nula. 04. A distncia total percorrida pelo corpo no trecho AD 2200 m. 08. No trecho CD, a acelerao do corpo 1,5 m/s2. 16. A velocidade mdia do corpo no trecho AC , aproximadamente, 46,7 m/s2. D, como resposta, a soma das alternativas corretas. 74. U.F.So Carlos-SP Uma partcula se move em uma reta com acelerao constante. Sabese que no intervalo de tempo de 10s ela passa duas vezes pelo mesmo ponto dessa reta, com velocidades de mesmo mdulo, v = 4,0 m/s, em sentidos opostos. O mdulo do deslocamento e o espao percorrido pela partcula nesse intervalo de tempo so, respectivamente, a) 0,0 m e 10 m. b) 0,0 m e 20 m. c) 10 m e 5,0 m. d) 10 m e 10 m. e) 20 m e 20 m. 75. UFMT O grfico abaixo representa a acelerao, em funo do tempo, de um carro de Frmula 1, que parte do repouso, ao percorrer uma pista de testes destituda de curvas.

IMPRIMIR

GABARITO

A partir das informaes do grfico, julgue os itens. ( ) Considerando uma margem de erro de 50%, pode-se afirmar que a velocidade final do carro de 20 m/s. ( ) A velocidade do carro aumenta inicialmente, mas depois de 30 s diminui. ( ) A velocidade do carro, em t = 60 s, nula. ( ) A acelerao mdia do carro 30 m/s2.

Voltar

FSICA - Cinemtica: conceitos bsicos e movimento uniforme

Avanar

76. Unifor-CE Um mvel se desloca, em movimento uniforme, sobre o eixo x durante o intervalo de tempo de t0 = 0 a t = 30 s. O grfico representa a posio x, em funo do tempo t, para o intervalo de t = 0 a t = 5,0 s. O instante em que a posio do mvel 30 m, em segundos, : a) 10 d) 25 b) 15 e) 30 c) 20 77. Unifor-CE Atira-se uma pedra verticalmente. Ela sobe e, a seguir, volta ao ponto de partida. Desprezando-se a resistncia do ar, o grfico que pode representar a velocidade da pedra em funo do tempo o: a) d)

18b) e)

c)

GABARITO

78. Cefet-PR O diagrama representativo da velocidade de um mvel em horizontal. correto afirmar que:

IMPRIMIR

a) b) c) d) e)

sua acelerao mxima entre os instantes t1 e t2; entre os instantes t0 e t2, o mvel apresenta uma velocidade mdia igual a 0,5 v; o movimento retilneo e acelerado entre os instantes t1 e t2; no instante t0 o mvel parte da posio igual a 0 m; entre os instantes t0 e t1 o mvel est recebendo o impulso de uma fora no nula.

Voltar

FSICA - Cinemtica: conceitos bsicos e movimento uniforme

Avanar

79. UFBA A figura ao lado apresenta um arranjo experimental construdo para determinar o valor da acelerao da gravidade g local. Consiste em um cronmetro digital de grande preciso, que pode ser acionado com incidncia do feixe de luz, um tubo de vidro transparente, um suporte e duas lanternas, uma em cada extremidade, separadas de 1,35 m. Estando as lanternas acesas, o cronmetro abandonado na parte superior do tubo, sendo ligado, ao passar pelo primeiro feixe de luz e desligado, marcando 0,5 segundo, ao passar pelo segundo feixe. Considerando-se o valor mdio da acelerao da gravidade local como sendo 10,0 m/s2, determine, em %, o desvio relativo percentual da medida de g.

80. UFRS Os grficos de velocidade (v) e acelerao (a) contra o tempo (t) representam o movimento ideal de um elevador que parte do repouso, sobe e pra.

19

Com base no enunciado responda os itens 1 e 2. 1. Sabendo-se que os intervalos de tempo A e C so ambos de 1,5 s, qual o mdulo de a0 da acelerao com que o elevador se move durante esses intervalos? a)3,00 m/s2 b) 2,00 m/s2 c) 1,50 m/s2 d) 0,75 m/s2 e) 0,50 m/s2

2. Sabendo-se que os intervalos de tempo A e C so ambos de 1,5 s e que o intervalo B de 6 s, qual a distncia total percorrida pelo elevador? a) 13,50 m b) 18,00 m c) 20,25 m d) 22,50 m e) 27,00 m

GABARITO

81. U. Catlica de Salvador-BA Um corpo em repouso abandonado em queda livre e atinge a velocidade v, ao percorrer uma distncia h. A velocidade desse corpo, ao completar a primeira metade de h, ser igual a: v 2v a) 2v b) 2v c) 3 d) e) 2 2 82. Mackenzie-SP O grfico abaixo mostra a variao da velocidade de um automvel com o tempo, durante uma viagem de 45 minutos. A velocidade escalar mdia desse automvel, nessa viagem, foi de:

v (km / min)IMPRIMIR

1,5 1,0 t (min) 0 2b) 45 km/h

22 24c) 54 km/h

43 45d) 72 km/h e) 80 km/h

a) 36 km/h

Voltar

FSICA - Cinemtica: conceitos bsicos e movimento uniforme

Avanar

83. Univali-SC Num jogo de futebol, um jogador vai cobrar uma falta tentando encobrir a barreira formada pelos adversrios. Ele chuta dando um impulso na bola para cima e para a frente. Se a bola no bater na barreira, ela descrever uma trajetria: a) retilnea horizontal b) retilnea vertical c) parablica d) crculo e) quadrtica 84. Fatec-SP Uma partcula passa pelo ponto A, da trajetria esquematizada abaixo, no instante t = 0, com velocidade de 8,0m/s. No instante t = 3,0s, a partcula passa pelo ponto B com velocidade de 20m/s.

A 0 1,0 2,0 3,0 4,0

B s (m)

Sabendo-se que o seu movimento uniformemente variado, a posio do ponto B, em metros, vale: a) 25 b) 30 c) 45 d) 50 e) 55 85. PUC-RS A velocidade de um carro de Frmula Um reduzida de 324 km/h para 108 km/ h num intervalo de tempo igual a 1,0 s. Sua acelerao tangencial, em mdulo, quando comparada com a acelerao da gravidade (g = 10 m/s2), : a) 3 g b) 4 g c) 6 g d) 8 g e) 12 g

20

86. PUC-RS possvel observar durante o desenrolar de partidas de vlei, que alguns atletas conseguem uma impulso que lhes permite atingir 1,25 m acima do solo. Sendo a acelerao da gravidade igual a 10 m/s2, a velocidade inicial do centro de massa do atleta, em m/s, : a) 7,5 b) 5,0 c) 4,5 d) 3,0 e) 1,5 87. Vunesp O grfico ao lado mostra como varia a velocidade v em funo do tempo t de um corpo que se desloca sobre uma trajetria retilnea e horizontal. O espao percorrido por este corpo, no intervalo de tempo de 0 a 14 s, vale a) 140 m. d) 270 m. b) 210 m. e) 420 m. c) 250 m.

v (m/s) 30 20 10 0 4 8 12 t (s)

GABARITO

88.

U. Caxias do Sul-RS Um corpo desloca-se com acelerao constante e negativa, estando inicialmente numa posio positiva e, instantes aps, invertendo o sentido de seu movimento. O grfico correspondente posio x do corpo em funo do tempo t, que melhor identifica seu movimento, : a) b) c) d) e)

IMPRIMIR

89. FEI-SP Um garoto joga uma chave para um amigo que se encontra em uma janela 5 m acima. A chave agarrada pelo amigo, 2 segundos depois de lanada. Qual a velocidade de lanamento da chave? a) 12,5 m/s b) 10,0 m/s c) 7,5 m/s d) 5,0 m/s e) 2,5 m/s 90. FEI-SP Um trem com velocidade constante, v = 72 km/h faz uma curva no plano horizontal com 500 m de raio. Qual o mdulo da acelerao total do trem? b) 0,8 m/s2 c) 0,5 m/s2 d) 0,4 m/s2 e) 0 m/s2 a) 1,0 m/s2

Voltar

FSICA - Cinemtica: conceitos bsicos e movimento uniforme

Avanar

21

91. PUC-PR A figura representa um avio, que mergulha fazendo um ngulo de 30 com a horizontal, seguindo uma trajetria retilnea entre os pontos A e B. No solo, considerado como plano horizontal, est representada a sombra da aeronave, projetada verticalmente, e um ponto de referncia C. Considere as afirmativas que se referem ao movimento da aeronave no trecho AB, e assinale a alternativa correta: a) A velocidade do avio em relao ao ponto C maior que a velocidade de sua sombra, projetada no solo, em relao ao mesmo ponto. b) A velocidade do avio nula em relao sua sombra projetada no solo. c) A velocidade do avio em relao ao ponto C igual velocidade de sua sombra, projetada no solo em relao ao mesmo ponto. d) A velocidade do avio em relao sua sombra projetada no solo maior que a velocidade de sua sombra em relao ao ponto C. e) A velocidade da sombra em relao ao ponto C independe da velocidade do avio. 92. FEI-SP Em qual dos grficos abaixo temos: no intervalo de 0 a t1 movimento uniformemente variado e no intervalo de t1 a t2 movimento retardado com acelerao variada: a)v

b)

v

c)

v

d)

v

e)

v

t1

t2

t

t1

t2

t t1

t2

t t1 t2

t

t1

t2

t

93. Fuvest-SP As velocidades de crescimento vertical de duas plantas A e B, de espcies diferentes, variaram, em funo do tempo decorrido aps o plantio de suas sementes, como mostra o grfico.

v (cm/semana) A t0 t1

B

t2

t(semana)

GABARITO

possvel afirmar que: a) b) c) d) e) A atinge uma altura final maior do que B. B atinge uma altura final maior do que A. A e B atingem a mesma altura final. A e B atingem a mesma altura no instante t0. A e B mantm altura constante entre os instantes t1 e t2.

IMPRIMIR

94. Unicamp-SP Um automvel trafega com velocidade constante de 12 m/s por uma avenida e se aproxima de um cruzamento onde h um semforo com fiscalizao eletrnica. Quando o automvel se encontra a uma distncia de 30 m do cruzamento, o sinal muda de verde para amarelo. O motorista deve decidir entre parar o carro antes de chegar ao cruzamento ou acelerar o carro e passar pelo cruzamento antes do sinal mudar para vermelho. Este sinal permanece amarelo por 2,2 s. O tempo de reao do motorista (tempo decorrido entre o momento em que o motorista v a mudana de sinal e o momento em que realiza alguma ao) 0,5 s. a) Determine a mnima acelerao constante que o carro deve ter para parar antes de atingir o cruzamento e no ser multado. b) Calcule a menor acelerao constante que o carro deve ter para passar pelo cruzamento sem ser multado.

Voltar

FSICA - Cinemtica: conceitos bsicos e movimento uniforme

Avanar

95. Mackenzie-SP Uma partcula em movimento retilneo uniformemente variado descreve sua trajetria segundo o grfico ao lado, no qual podemos ver sua posio assumida (x) em funo do tempo (t), medido a partir do instante zero. Dos grficos abaixo, aquele que representa a velocidade escalar da partcula em funo do tempo citado o da alternativa:

x (m) 10

3 1 2 34 5 6 78 0 2 5 6 t (s)

a)2 0

v (m/s)

b)1 0

v (m/s)

v (m/s) c) 10

t (s) 5

t (s) 2,5 0 4 8

t (s)

8

4

10

2210 v (m/s)

10 v (m/s)

d)4 0 t (s)

e)4 0 8 t (s)

6

10

96. Vunesp Uma norma de segurana sugerida pela concessionria de uma auto-estrada recomenda que os motoristas que nela trafegam mantenham seus veculos separados por uma distncia de 2,0 segundos.

GABARITO

a) Qual essa distncia, expressa adequadamente em metros, para veculos que percorrem a estrada com a velocidade constante de 90 km/h? b) Suponha que, nessas condies, um motorista freie bruscamente seu veculo at parar, com acelerao constante de mdulo 5,0 m/s2, e o motorista de trs s reaja, freando seu veculo, depois de 0,50 s. Qual deve ser a acelerao mnima do veculo de trs para no colidir com o da frente?

IMPRIMIR

Voltar

FSICA - Cinemtica: conceitos bsicos e movimento uniforme

Avanar

F S IC A

C IN E M T IC A :M O V IM E N T O U N IF O R M E E M O V IM E N T O U N IF O R M E M E N T E VA R IA D O 11. 03 2. e 3. 105 4. c 5. e 6. b 7. a 8. a 9. e 10. d 11. c 12. a 13. c 14. e 15. c 16. b 17. 08 18. e 19. c 20. a 21. a 22. c 23. d 24. c 25. b 26. c 27. b 28. e 29. c 30. d 31. c 32. d 33. a 34. 56 35. e 36. 50m/s 37. 58 38. e 39. d 40. c 41. d 42. c 43. a 44. a 45. c 46. d 47. a) c; b) b 48. e 49. b 50. a) 30s; 4,5km 51. b 52. b 53. b 54. 4m/s2 55. b 56. a 57. d 58. d 59. V V V F F 60. d 61. a 62. c 63. 01 + 02 + 04 + 08 +16 64. a 65. a 66. d 67. c 68. F V F F F V 69. 04 + 08 + 16 70. c 71. b 72. b 73. 26 74. b 75. V F F F 76. d 77. a 78. e 79. 8% 80. 1) b 2) d 81. e 82. d 83. c 84. c 85. c 86. b 87. d 88. a 89. a 90. b 91. a 92. c 93. b 94. a) 3 m/s2; b) 2,4 m/s2 95. a 96. a) d = 50 m; b) a = 3,125 m/s2

IMPRIMIR

G A B A R IT O

Voltar

FSICA - Cinemtica: conceitos bsicos e movimento uniforme

Avanar

F S IC AC IN E M T IC A V E T O R IA L : M O V IM E N T O C IR C U L A R , Q U E D A L IV R E , L A N A M E N T O E C O M P O S I O D E M O V IM E N T O S1. UEGO Um carro parte de Pires do Rio para Anpolis s 7:00 h para um compromisso s 9:00 h a uma velocidade mdia de 90 km/h. No meio do caminho houve um imprevisto que durou meia hora. A distncia entre as duas cidades de 153 km.

1

a) Por causa do imprevisto, o carro chegou com um atraso de 15 minutos. b) Observando a figura, podemos dizer que o vetor que liga Pires do Rio a Anpolis e o vetor que liga Ipor a Santa Helena so paralelos entre si, tm sentidos opostos e tm o mesmo mdulo. c) Uma representao grfica qualitativa da funo horria da velocidade do carro :

d) Um carro reboca um outro numa parte retilnea e sem inclinao de uma dessas estradas a uma velocidade constante. A resultante das foras aplicadas no carro da frente nula mas, para o carro de trs, a resultante a trao exercida pelo cabo que liga os carros.

GABARITO

e) Na rodovia entre Anpolis e Goinia h vrias placas de limite de velocidade indicando a velocidade em km. As pessoas responsveis pelas placas no precisam se preocupar porque essa maneira de indicar a velocidade tambm est correta. 2. Unicap-PE

IMPRIMIR

Os grficos das figuras 01 e 02 representam as componentes horizontal e vertical da velocidade de um projtil. Com base nos referidos grficos, podemos afirmar: ( ) o projtil foi lanado com uma velocidade inicial de mdulo igual a 50 m/s; ( ) o projtil atingiu a altura mxima em 3s; ( ) sabendo que o projtil foi lanado da origem, seu alcance 180 m; ( ) a velocidade do projtil, ao atingir a altura mxima, de 40 m/s; ( ) no instante de 4 s, o projtil possui um movimento acelerado.

Voltar

FSICA - Cinemtica vetorial

Avanar

3. UFSC Descendo um rio em sua canoa, sem remar dois pescadores levam 300 segundos para atingir o seu ponto de pesca, na mesma margem do rio e em trajetria retilnea. Partindo da mesma posio e remando, sendo a velocidade da canoa, em relao ao rio, igual a 2,0 m/s, eles atingem o seu ponto de pesca em 100 segundos. Aps a pescaria, remando contra a correnteza do rio, eles gastam 600 segundos para retornar ao ponto de partida.

2

Considerando que a velocidade da correnteza V CR constante, assinale a(s) proposio(es) correta(s): 01. Quando os pescadores remaram rio acima, a velocidade da canoa, em relao margem, foi igual a 4,00 m/s. 02. No possvel calcular a velocidade com que os pescadores retornaram ao ponto de partida, porque a velocidade da correnteza no conhecida. 04. Quando os pescadores remaram rio acima, a velocidade da canoa, em relao ao rio, foi de 1,50 m/s. 08. A velocidade da correnteza do rio 1,00 m/s. 16. O ponto de pesca fica a 300 metros do ponto de partida. 32. No possvel determinar a distncia do ponto de partida at ao ponto de pesca. 64. Como a velocidade da canoa foi de 2,0 m/s, quando os pescadores remaram rio abaixo, ento, a distncia do ponto de partida ao ponto de pesca 200 m. D, como resposta, a soma das alternativas corretas. 4. ITA-SP Uma bola lanada horizontalmente do alto de um edifcio, tocando o solo decorridos aproximadamente 2 s. Sendo de 2,5 m a altura de cada andar, o nmero de andares do edifcio : a) 5 b) 6 c) 8 d) 9 e) indeterminado pois a velocidade horizontal de arremesso da bola no foi fornecida. 5. UEMS Uma pessoa caminha em solo horizontal com velocidade de 1,8 m/s, num dia chuvoso, mas sem vento. Para melhor se proteger da chuva, ela mantm seu guarda-chuva inclinado como mostra a figura. Em relao ao solo, a trajetria das gotas vertical, mas em relao pessoa inclinada como mostram as linhas tracejadas. Calcule o valor da velocidade com que as gotas esto caindo em relao pessoa. (ngulo de inclinao do guarda-chuva: 53; cos 53 = 0,60) a) 1,2 m/s b) 2,0 m/s c) 3,0 m/s d) 18,20 m/s e) 1,6 m/s 6. UFSE Um projtil lanado com velocidade inicial de 50 m/s, num ngulo de 53 acima da horizontal. Adotando g = 10 m/s2, sen 53 = 0,80 e cos 53 = 0,60, o mdulo da velocidade do projtil no instante t = 4,0 s , em m/s: a) zero d) 40 b) 20 e) 50 c) 30

IMPRIMIR

GABARITO

Voltar

FSICA - Cinemtica vetorial

Avanar

7. UFSC Alguma vez j lhe propuseram a questo sobre um trem trafegando numa via frrea, com velocidade constante de 100 km/h, que avistado por uma vaca que est no meio dos trilhos? Calcule. claro que esta pergunta tem por sua imediata reao: Calcular o qu? E voc recebe como resposta: O susto que a vaca vai levar! Mas ser que ela realmente se assustaria? Para responder a esta questo, desprezando-se os problemas pessoais e psicolgicos da vaca, dentre outras coisas, seria necessrio conhecer: 01. a potncia do motor da locomotiva; 02. a distncia entre a vaca e a locomotiva quando esta avistada; 04. o peso da vaca; 08. o vetor velocidade mdia com que a vaca se desloca; 16. a largura do trem; 32. o comprimento da vaca; 64. o peso do maquinista. D, como resposta, a soma das alternativas corretas. 8. U. Catlica Dom Bosco-MS O movimento de um corpo pode ser o resultado da composio de vrios movimentos realizados simultaneamente. O movimento de um barco em um rio uma composio de movimentos. Se o barco sobe um rio com velocidade constante de 10 m/s, em relao s margens, e desce com velocidade constante de 30 m/s, pode-se concluir que a velocidade da correnteza, em m/s, igual a: a) 8 b) 10 c) 12 d) 15 e) 20 9. Mackenzie-SP Uma pessoa esbarrou num vaso de flores que se encontrava na mureta da sacada de um apartamento, situada a 40,00 m de altura, em relao calada. Como conseqncia, o vaso caiu verticalmente a partir do repouso e, livre da resistncia do ar, atingiu a calada com uma velocidade de: Dado: g = 9,8 m/s2 a) 28,0 km/h d) 100,8 km/h b) 40,0 km/h e) 784 km/h c) 72,0 km/h 10. UFMG Um menino flutua em uma bia que est se movimentando, levada pela correnteza de um rio. Uma outra bia, que flutua no mesmo rio a uma certa distncia do menino, tambm est descendo com a correnteza. A posio das duas bias e o sentido da correnteza esto indicados nesta figura: Considere que a velocidade da correnteza a mesma em todos os pontos do rio. Nesse caso, para alcanar a segunda bia, o menino deve nadar na direo indicada pela linha: a) K b) L c) M d) N 11. Acafe-SC Uma pessoa est tendo dificuldades em um rio, mas observa que existem quatro bias flutuando livremente em torno de si. Todas elas esto a uma mesma distncia desta pessoa: a primeira sua frente, a segunda sua retaguarda, a terceira sua direita e a quarta sua esquerda. A pessoa dever nadar para: a) a bia da direita, pois a alcanar primeiro; b) a bia da frente, pois a alcanar primeiro; c) a bia de trs, pois a alcanar primeiro; d) a bia da esquerda, pois a alcanar primeiro; e) qualquer uma das bias, pois as alcanar ao mesmo tempo.

3

IMPRIMIR

GABARITO

Voltar

FSICA - Cinemtica vetorial

Avanar

12. U. Catlica-GO Julgue os itens A e B, considerando o enunciado a seguir: Na figura ao lado est representada a trajetria de uma pedra que foi atirada de um plano horizontal, de um ponto A, com uma velocidade inicial V0, fazendo um ngulo de 45 com a horizontal. A pedra descreve a trajetria representada em linha pontilhada, atingindo o ponto B. Considere desprezvel a resistncia do ar. a) ( ) No ponto de altura mxima, H, a velocidade da pedra diferente de zero. b) ( ) A velocidade da pedra ao atingir o ponto B, tem valor maior que V0. 13. UFSE Um projtil inicia um movimento em lanamento oblquo, sendo o mdulo de ambas as componentes da velocidade inicial, V0x e V0y, igual a 10 m/s, conforme esquema. Considere que o projtil est submetido somente ao da fora peso, e, portanto, os deslocamentos horizontal e vertical podem ser descritos por x = 10 t e y = 10 t 5 t2, (deslocamentos em metros e tempos em segundos). Essas informaes permitem deduzir a equao da trajetria do movimento que , em metros e segundos, a) y = 0,05 x 0,5 x2 d) y = 5 x + 2x2 2 b) y = 0,10 x 0,010x e) y = x 0,05 x2 c) y = 0,5 x + 2x2 14. UFMG Uma jogadora de basquete arremessa uma bola tentando atingir a cesta. Parte da trajetria seguida pela bola est representada nesta figura:

4

GABARITO

Considerando a resistncia do ar, assinale a alternativa cujo diagrama melhor representa as foras que atuam sobre a bola no ponto P dessa trajetria. a) b) c) d)

15. U.F. Pelotas-RS Um barco de passeio fez a seguinte rota turstica, em formato de tringulo retngulo: Partiu de um ponto A sobre a margem de um rio, no sentido Norte/Sul, at atingir um ponto B. Desse ponto, deslocou-se 5 km perpendicularmente, no sentido Leste/Oeste, at atingir um ponto C. Do ponto C retornou ao ponto de partida A, no sentido ..............., formando, com a margem, um ngulo de 30. Com uma velocidade mdia de 15 km/h, o barco percorreu aproximadamente ............... em torno de ................ Considere sen 30 = 0,5, cos 30 = 0,87 e tan 30 = 0,57 Assinale a alternativa que completa corretamente as lacunas. a) nordeste; 240 m; l h 36 min d) noroeste; 24 km; l h 58 min b) nordeste; 24 km; l h 36 min e) nordeste; 24.000 m; l h 58 min c) noroeste; 2.400 km; l h 58 min

IMPRIMIR

Voltar

FSICA - Cinemtica vetorial

Avanar

16. Fuvest-SP Um motociclista de motocross move-se com velocidade v = 10 m/s, sobre uma superfcie plana, at atingir uma rampa (em A), inclinada de 45 com a horizontal, como indicado na figura. A trajetria do motociclista dever atingir novamente a rampa a uma distncia horizontal D (D = H), do ponto A, aproximadamente igual a: a) 20 m b) 15 m c) 10 m

v g A H 45 D

d) 7,5 m

e) 5 m

17. UEMS Uma correia acopla dois cilindros de raios R1 = 20 cm e R2 = 100 cm, conforme a figura. Supondo que o cilindro menor tenha uma freqncia de rotao f1 = 150 rpm. A freqncia de rotao do cilindro maior, de:

5a) 3 rpm b) 6 rpm c) 30 rpm d) 40 rpm e) 75 rpm 18. U. Potiguar-RN Em um experimento realizado no alto do edifcio da UnP, campus da Salgado Filho, uma pequena esfera lanada horizontalmente com velocidade V0 . A figura ao lado mostra a velocidade v da esfera em um ponto P da trajetria, t segundos aps o lanamento, e a escala utilizada para representar esse vetor (as linhas verticais do quadriculado so paralelas direo do vetor acelerao da gravidade g). Considerando g = 10m/s2 e desprezando a resistncia oferecida pelo ar, determine, a partir da figura o mdulo de v0. a) 10 m/s b) 100 m/s c) 10 km/h d) 1,0 km/s 19. U. Uberaba-MG/Pias Em um jogo de futebol, um jogador lana a bola para o seu companheiro, localizado a certa distncia, em um movimento como o esquematizado na Figura ao lado. Assinale a alternativa incorreta. a) Durante todo o movimento da bola, o mdulo de sua velocidade vertical diminui durante a subida e aumenta na descida. b) A trajetria descrita pela bola pode ser analisada atravs da composio dos movimentos uniforme e uniformemente variado. c) O alcance da bola, distncia mxima percorrida no eixo x, funo do ngulo de lanamento . d) No ponto de altura mxima, a velocidade da bola sempre tangente trajetria, tem o mdulo igual a zero.

IMPRIMIR

GABARITO

Voltar

FSICA - Cinemtica vetorial

Avanar

20. ITA-SP Uma partcula move-se ao longo de uma circunferncia circunscrita em um quadrado de lado L com velocidade angular constante. Na circunferncia inscrita nesse mesmo quadrado, outra partcula move-se com a mesma velocidade angular. A razo entre os mdulos das respectivas velocidades tangenciais dessas partculas : 2 3 3 a) 2 b) 2 2 c) d) 2 e) 2 2 21. UFMS Um disco gira com velocidade angular constante de 60 rotaes por minuto. Uma formiga sobre o disco, partindo do centro do disco, caminha sem deslizar na direo radial com velocidade constante em relao ao disco. Supondo que a velocidade da formiga seja 0,15 m/s e o raio do disco igual a 15,0 cm, qual(is) da(s) afirmativa(s) abaixo (so) correta(s)? 01. A velocidade angular do disco de 1,0 rad/s. 02. A formiga realiza, at chegar borda do disco, uma volta completa. 04. Quanto mais a formiga se aproxima da borda do disco, maior a fora centrpeta que atua sobre ela. 08. A acelerao centrpeta sobre a formiga depende da sua massa. 16. A fora centrpeta que atua na formiga proporcionada pelo atrito entre a formiga e o disco. 32. A trajetria da formiga para um observador fixo na Terra a mostrada na figura abaixo:

6

D, como resposta, a soma das afirmativas corretas. 22. Mackenzie-SP Num relgio convencional, s 3 h pontualmente, vemos que o ngulo formado entre o ponteiro dos minutos e o das horas mede 90. A partir desse instante, o menor intervalo de tempo, necessrio para que esses ponteiros fiquem exatamente um sobre o outro, : 360 a) 15 minutos d) minutos 21 b) 16 minutos e) 17,5 minutos 180 c) minutos 11 23. UFPR Um vago de 15 m de comprimento move-se com velocidade constante de mdulo vv = 10 m/s em relao ao solo. Uma bola arremessada de sua extremidade anterior, com velocidade de mdulo vb = 10 m/ s em relao ao vago, numa direo que forma um ngulo q com a horizontal, sem componentes laterais, conforme a figura I. Na figura II esto representadas trs diferentes trajetrias para a bola, sendo A e C parablicas e B vertical. Considere nula a resistncia do ar.

GABARITO

IMPRIMIR

figura 1

figura 2

Nestas condies, correto afirmar: ( ) Para qualquer 0 < < 90 a bola cair dentro do vago. ( ) Somente para = 90 a trajetria da bola em relao ao solo pode ser do tipo A. ( ) Para nenhum valor de a trajetria da bola em relao ao solo pode ser do tipo C. ( ) Para = 30 a bola cai sobre o vago aps 1 s do seu lanamento. ( ) Para um certo valor de q a trajetria da bola em relao ao solo pode ser do tipo B.

Voltar

FSICA - Cinemtica vetorial

Avanar

24. UESC-BA Uma partcula lanada, conforme figura, nas proximidades da superfcie terrestre onde a intensidade do campo gravitacional igual a g. Para que a partcula atinja a altura mxima h, o mdulo da velocidade de lanamento deve ser igual a: 1) gh 2 2) 2gh 3)

(2gh) 2cos

1

4)

(2gh) 2sen

1

5) (gh ) 2 . tg

1

25. PUC-SP Leia a tira ao lado. Calvin, o garotinho assustado da tira, muito pequeno para entender que pontos situados a diferentes distncias do centro de um disco em rotao tm: a) mesma freqncia, mesma velocidade angular e mesma velocidade linear. b) mesma freqncia, mesma velocidade angular e diferentes velocidades lineares. c) mesma freqncia, diferentes velocidades angulares e diferentes velocidades lineares. d) diferentes freqncias, mesma velocidade angular e diferentes velocidades lineares. e) diferentes freqncias, diferentes velocidades angulares e mesma velocidade linear.O Estado de So Paulo

7

26. U.E. Maring-PR O goleiro de um time de futebol bate um tiro de meta e a bola percorre a trajetria esquematizada abaixo. Despreze a resistncia do ar e assinale o que for correto (o ponto B corresponde ao instante em que a bola atinge o solo).

GABARITO

01. No ponto A, a resultante das foras que atua sobre a bola para a direita e para cima. 02. No ponto B, a resultante das foras que atua sobre a bola nula. 04. No ponto A, a velocidade resultante da bola para a direita e para cima. 08. No ponto B, a velocidade resultante da bola nula. 16. No ponto A, a energia total da bola maior que no ponto B. D, como resposta, a soma das alternativas corretas.

IMPRIMIR

27. UFPB Um garoto est brincando de soltar bolas de gude pela janela de seu apartamento. A partir de certo momento, ele resolve medir o tempo de queda dessas bolas. Seu relgio marca 10 horas 4 minutos e l segundo ao soltar uma determinada bola e ela bate, no solo, quando esse relgio marca 10 horas 4 minutos e 3 segundos. Baseado nestes dados, o garoto sabe calcular a altura de onde est soltando as bolas, ignorando a resistncia do ar. O resultado deste clculo : a) 80 m b) 45 m c) 30 m d) 20 m e) 5 m

Voltar

FSICA - Cinemtica vetorial

Avanar

28. Cefet-PR Considere o sistema de polias representado. 1 Nele, R W = R Y = R Z = R X e a freqncia da polia W vale 2 2Hz. Com base nesses dados, possvel dizer que a freqncia da polia Z vale, em Hz: a) 1 8 b) 1 4 c) 1 2 d) 1 e) 2

29. Fatec-SP Duas polias, ligadas por uma correia, executam movimentos 20 cm circulares solidrios e seus raios medem 20 cm e 8,0 cm, respectivamente. Sabendo-se que a polia maior completa 4 voltas a cada segundo, o nmero de voltas que a menor completar nesse mesmo intervalo de tempo : a) 0,5 b) 2 c) 5 d) 10

8 cm

e) 16

8

30. UESC-BA Desprezando-se a fora de resistncia do ar, a acelerao de queda de um corpo nas proximidades da superfcie terrestre , aproximadamente, igual a 10m/s2. Nessas condies, um corpo que cai durante 3 segundos, a partir do repouso, atinge o solo com velocidade igual a v, aps percorrer, no ar, uma distncia h. a) Das grandezas fsicas citadas, tm natureza vetorial: 01. acelerao, velocidade e fora; 02. fora, acelerao e tempo; 03. tempo, velocidade e distncia; 04. distncia, tempo e acelerao; 05. velocidade, fora e distncia. b) Com base na informao, os valores da velocidade v, em m/s, e da distncia h, em m, so iguais, respectivamente, a: 01. 45 e 10 02. 10 e 20 03. 10 e 30 04. 20 e 45 05. 30 e 45 31. UFRS Foi determinado o perodo de cinco diferentes movimentos circulares uniformes, todos referentes a partculas de mesma massa percorrendo a mesma trajetria. A tabela apresenta uma coluna com os valores do perodo desses movimentos e uma coluna (incompleta) com os correspondentes valores da freqncia. MovimentoI II III IV V

GABARITO

Perodo (s)1/4 1/2 1 2 3

Freqncia (Uz)

1

IMPRIMIR

Qual das alternativas apresenta os valores da freqncia correspondentes, respectivamente, aos movimentos I, II, IV e V? a) 1 2 , 1 2 , 1 2 e 2 e 2 1 4 d) 16, 4, e) 1 16 , 1 4 1 4 e 1 16

b) 4, 2, c) 1 4 , 1 2

, 4 e 16

, 2 e 4

Voltar

FSICA - Cinemtica vetorial

Avanar

32. ITA-SP No sistema convencional de trao de bicicletas, o ciclista impele os pedais, cujo eixo movimenta a roda dentada (coroa) a ele solidria. Esta, por sua vez, aciona a corrente responsvel pela transmisso do movimento a outra roda dentada (catraca), acoplada ao eixo traseiro da bicicleta. Considere agora um sistema duplo de trao, com 2 coroas, de raios R1 e R2 (R1 < R2) e 2 catracas R3 e R4 (R3 < R4), respectivamente. Obviamente, a corrente s toca uma coroa e uma catraca de cada vez, conforme o comando da alavanca de cmbio. A combinao que permite mxima velocidade da bicicleta, para uma velocidade angular dos pedais fixa, : a) coroa R1 e catraca R3. b) coroa R1 e catraca R4. c) coroa R2 e catraca R3. d) coroa R2 e catraca R4. e) indeterminada j que no se conhece o dimetro da roda traseira da bicicleta. 33. Unifor-CE Do alto de uma ponte, a 20 m de altura sobre um rio, deixa-se cair uma laranja, a partir do repouso. A laranja cai dentro de uma canoa que desce o rio com velocidade constante de 3,0m/s. No instante em que a laranja inicia a queda, a canoa deve estar a uma distncia mxima da vertical da queda, em metros, igual a: a) 9,0 b) 6,0 c) 4,5 d) 3,0 e) 1,5 Dado: g = 10m/s2 34. FURG-RS Suponha que Ganimedes, uma das grandes luas de Jpiter, efetua um movimento circular uniforme em torno desse planeta. Ento, a fora que mantm o satlite Ganimedes na trajetria circular est dirigida: a) para o centro do Sol; d) para o centro de Ganimedes; b) para o centro de Jpiter; e) tangente trajetria. c) para o centro da Terra; 35. UESC-BA possvel efetuar a transmisso de movimento circular entre duas rodas de dimetros diferentes, ligando-as atravs de uma corrente, sem deslizamento. Nessas condies, se a roda maior girar com freqncia f1 e velocidade angular w1 e a menor, com freqncia f2 e velocidade angular w2, correto afirmar: 1 f2 01) f1 = f2 02) f1 > f2 03) w1 = w2 04) w1 < w2 05) = 2 f1 36. PUC-RS Um astronauta est consertando um equipamento do lado de fora da nave espacial que se encontra em rbita circular em torno da Terra, quando, por um motivo qualquer, solta-se da nave. Tal como est, pode-se afirmar que, em relao Terra, o astronauta executa um movimento. a) retilneo uniforme; b) retilneo com acelerao de mdulo constante; c) circular com acelerao de mdulo constante; d) circular com vetor velocidade tangencial constante; e) circular sujeito a uma acelerao gravitacional nula. 37. ITA-SP Em um farol de sinalizao, o feixe de luz est acoplado a um mecanismo rotativo que realiza uma volta completa a cada T segundos. O farol se encontra a uma distncia R do centro de uma praia de comprimento 2 L, conforme a figura. O tempo necessrio para o feixe farol de luz varrer a praia, em cada volta, : a) arctg (L/R) . T/(2) R b) arctg (2L/R) . T/(2) c) arctg (L/R) . T/ d) arctg (L/2R) . T/(2) e) arctg (L/R) . 2 T/ L L

9

IMPRIMIR

GABARITO

Voltar

FSICA - Cinemtica vetorial

Avanar

38. UFPE A polia A de raio rA = 12 cm concntrica polia A, de raio rA = 30 cm, e est rigidamente presa a ela. A polia A acoplada a uma terceira polia B de raio rB = 20 cm pela correia C, conforme indicado na figura. Qual deve ser o raio da polia B, concntrica a B e rigidamente presa a ela, de modo que A e B possam ser conectadas por uma outra correia C, sem que ocorra deslizamento das correias?

a) 12 cm

b) 10 cm

c) 8,0 cm

d) 6,0 cm

e) 4,0 cm

10

39. Unicap-PE ( ) Um corpo com M.C.U. possu uma acelerao diretamente proporcional ao quadrado da velocidade. ( ) No M.R.U.V., a velocidade de um mvel varia linearmente com o tempo. ( ) Um carro com 72 km/h freiado uniformemente e para aps percorrer 50 m. Podemos concluir que o mdulo da acelerao aplicado pelos freios de 4m/s2. ( ) O tempo gasto por um trem, de comprimento igual a 100 m, com uma velocidade constante de 36 km/h, para atravessar uma ponte, cujo comprimento idntico ao do trem, de 10 s. ( ) Um ciclista executa 4 pedaladas por segundo. Se a roda traseira possui uma freqncia 12 Hz, podemos concluir que o raio da catraca um tero do raio da coroa.

GABARITO

40. Unicamp-SP O grfico abaixo representa, em funo do tempo, a altura em relao ao cho de um ponto localizado na borda de uma das rodas de um automvel em movimento. Aproxime pi = 3,1. Considere uma volta completa da roda e determine: a) a velocidade angular da roda; b) a componente vertical da velocidade mdia do ponto em relao ao cho; c) a componente horizontal da velocidade mdia do ponto em relao ao cho.

0,6Altura (m)

0,4 0,2 0,0 0,0

IMPRIMIR

0,1 0,2 tempo (s)

0,3

Voltar

FSICA - Cinemtica vetorial

Avanar

41. U. Alfenas-MG Um bloco de massa m descreve um movimento circular numa mesa horizontal lisa, preso a uma mola de constante elstica k. A mola no deformada tem comprimento l, e quando posta a girar em movimento uniforme, sofre uma deformao x. O mdulo da velocidade angular w do sistema : a) = kx m kx m d) = kx

(

+x m

)

b) =

e) = kx +x

k

(

+x mx

)

c) =

m

(

)

11

O enunciado a seguir refere-se s questes de 2 a 4. Em um toca-fitas, a fita do cassete passa em frente da cabea de leitura C com uma velocidade constante v = 4,8 cm/s. O raio do ncleo dos carretis vale 1,0 cm. Com a fita totalmente enrolada num dos carretis, o raio externo do conjunto fita-carretel vale 2,5 cm.

42. Cesgranrio Enquanto a fita totalmente transferida do carretel A para o carretel B, o nmero de rotaes por segundo do carretel A: a) cresce de 1,0 a 2,4; b) cresce de 0,31 a 0,76; c) decresce de 2,4 a 1,0; d) decresce de 0,76 a 0,31; e) permanece constante.

GABARITO

43. Cesgranrio Quando o raio externo do conjunto fita-carretel no carretel A valer 1,5 cm, o do carretel B valer, aproximadamente: a) 2,4 cm b) 2,2 cm c) 2,0 cm d) 1,8 cm e) 1,6 cm 44. Cesgranrio Se a fita demora 30 min para passar do carretel A para o carretel B, o comprimento da fita desenrolada aproximadamente igual a:

IMPRIMIR

a) 86 m b) 75 m c) 64 m d) 45 m e) 30 m

Voltar

FSICA - Cinemtica vetorial

Avanar

UERJ-RJ Utilize as informaes abaixo para responder s questes de nmeros 5 e 6. Em um parque de diverses h um brinquedo que tem como modelo um avio. Esse brinquedo est ligado, por um brao AC, a um eixo central giratrio CD, como ilustra a figura abaixo:

Enquanto o eixo gira com uma velocidade angular de mdulo constante, o piloto dispe de um comando que pode expandir ou contrair o cilindro hidrulico BD, fazendo o ngulo q variar, para que o avio suba ou desa. 3 Dados: AC = 6 m

12

BC = CD = 2 m 2 m BD 2 3 m

3 1,7

45. UERJ-RJ A medida do raio r da trajetria descrita pelo ponto A, em funo do ngulo , equivale a: a) 6 sen b) 4 sen c) 3 sen d) 2 sen 46. UERJ-RJ Quando o brao AC est perpendicular ao eixo central, o ponto A tem velocidade escalar v1. Se v2 a velocidade escalar do mesmo ponto quando o ngulo corresponde v2 a 60, ento a razo igual a: v1 a) 0,75 b) 0,85

GABARITO

c) 0,90 d) 1,00 UERJ Utilize os dados abaixo para resolver as questes de nmeros 7 e 8. Uma das atraes tpicas do circo o equilibrista sobre monociclo. O raio da roda do monociclo utilizado igual a 20 cm, e o movimento do equilibrista retilneo. 47. UERJ O equilibrista percorre, no incio de sua apresentao, uma distncia de 24 metros. Determine o nmero de pedaladas, por segundo, necessrias para que ele percorra essa distncia em 30 s, considerando o movimento uniforme.

IMPRIMIR

48. UERJ Em outro momento, o monociclo comea a se mover a partir do repouso com acelerao constante de 0,50 m/s2. Calcule a velocidade mdia do equilibrista no trajeto percorrido nos primeiros 6,0 s

Voltar

FSICA - Cinemtica vetorial

Avanar

49. U.E. Londrina-PR O que acontece com o movimento de dois corpos, de massas diferentes, ao serem lanados horizontalmente com a mesma velocidade, de uma mesma altura e ao mesmo tempo, quando a resistncia do ar desprezada? a) O objeto de maior massa atingir o solo primeiro. b) O objeto de menor massa atingir o solo primeiro. c) Os dois atingiro o solo simultaneamente. d) O objeto mais leve percorrer distncia maior. e) As aceleraes de cada objeto sero diferentes. 50. Cefet-PR Um corpo de massa 2 kg lanado verticalmente para cima a partir do solo, com velocidade inicial de 80 m/s. Desprezando a existncia de foras resistentes e considerando a acelerao da gravidade igual a 10 m/s2, assinale a afirmativa correta. a) O corpo permanecer no ar durante 8 s. b) Durante a subida, o peso do corpo realiza um trabalho motor. c) Ao atingir a altura mxima, a velocidade e a acelerao do corpo sero nulas.

13

d) A velocidade mdia do corpo no percurso de subida igual a 40 m/s. e) Durante a subida, a energia potencial e mecnica do corpo aumentam. 51. Unioeste-PR Um estudante, realizando um trabalho experimental, abandona verticalmente uma pedra, a partir do repouso, exatamente do alto de um poo. O estudante observa que a pedra gasta 10,0 s para atingir a camada inicial da gua e que o som do baque da pedra na gua foi ouvido 1,40 s aps o momento no qual ele observa que a pedra atinge a gua. Com base apenas nestes dados, desprezando o atrito da pedra com o ar e considerando que o estudante desconhece tanto o valor da acelerao da gravidade no local de seu experimento como a velocidade do som no ar, tal estudante pode concluir que: 01. a relao acelerao da gravidade/velocidade do som no ar (g/vs), nas condies do seu experimento, vale, aproximadamente, 0,028/s; 02. ele est a uma distncia inferior a 490,55 m acima do nvel da gua; 04. tem dados suficientes para chegar a um valor muito preciso da velocidade do som no ar, nas condies de seu experimento; 08. a velocidade do som no ar, nas condies do seu experimento, vale, exatamente, 352,677 m/s; 16. a acelerao da gravidade, naquele local, vale, exatamente, 9,814 m/s2; 32. no tem dados suficientes para chegar a uma concluso precisa a respeito do valor da acelerao da gravidade no local; 64. ele est exatamente a 490,55 m acima do nvel da gua. D, como resposta, a soma das alternativas corretas. 52. FURG-RS No instante t = 0 s, um corpo de massa 1 kg largado, a partir do repouso, 80 m acima da superfcie terrestre. Considere desprezveis as foras de resistncia do ar. Para esse movimento, so feitas trs afirmativas. I. No instante t = 3 s, a velocidade do corpo 30 m/s e est dirigida para baixo. II. Considerando a origem no solo, a equao horria do movimento h = 80 - 5t2. III. No instante t = 2 s, a acelerao do movimento vale 20 m/s2. Quais afirmativas esto corretas? a) Apenas II. d) Apenas I e III. b) Apenas III. e) I, II, e III. c) Apenas I e II.

IMPRIMIR

GABARITO

Voltar

FSICA - Cinemtica vetorial

Avanar

53. U.F. Pelotas-RS Uma pedra lanada para cima, como mostra na figura e, aps 6 s, retorna ao solo. Desprezando a resistncia do ar e considerando g = 10 m/s2, o grfico que representa a posio da pedra em funo do tempo : a) d)

b) e)

14c)

IMPRIMIR

GABARITO

Voltar

FSICA - Cinemtica vetorial

Avanar

F S IC AC IN E M T IC A V E T O R IA L : M O V IM E N T O C IR C U L A R , Q U E D A L IV R E , L A N A M E N T O E C O M P O S I O D E M O V IM E N T O S1. F V V F F 2. V V F V V 3. 56 4. c 5. c 6. c 7. 58 8. e 9. d 10. a 11. e 12. V F 13. e 14. b 15. b 16. a 17. c 18. a 19. d 20. a 21. 02 + 04 + 16 + 32 22. c 23. V F V V F 24. 04 25. b 26. 12 27. d 28. d 29. d 30. a) 01 b) 05 31. b 32. c 33. b 34. b 35. 04 36. a 37. c 38. c 39. V V V F V 40. a) 62 rad/s; b) VV = 0; c) VH = 18,6 m/s 41.c 42.b 43.b 44.a 45.a 46.b 47.2 voltas/seg 48.1,5m/s 49. c 50. d 51. 33 52. c 53. c

1

IMPRIMIR

G A B A R IT O

Voltar

FSICA - Cinemtica vetorial

Avanar

F S IC A

L E IS D E N E W T O N : A P L IC A E S1. UFRN Os automveis mais modernos so fabricados de tal forma que, numa coliso frontal, ocorra o amassamento da parte dianteira da lataria de maneira a preservar a cabine. Isso faz aumentar o tempo de contato do automvel com o objeto com o qual ele est colidindo. Com base nessas informaes, pode-se afirmar que, quanto maior for o tempo de coliso: a) menor ser a fora mdia que os ocupantes do automvel sofrero ao colidirem com qualquer parte da cabine. b) maior ser a fora mdia que os ocupantes do automvel sofrero ao colidirem com qualquer parte da cabine. c) maior ser a variao da quantidade de movimento que os ocupantes do automvel experimentaro. d) menor ser a variao da quantidade de movimento que os ocupantes do automvel experimentaro. 2. Vunesp Num jogo de boliche, uma bola lanada na horizontal contra uma barreira de pinos com o objetivo de derrub-los. As foras que agem sobre a bola, um pouco antes dela atingir os pinos, esto melhor representadas pelo esquema:velocidade

1

Dados: desprezar qualquer efeito do ar sobre a bola e considerar o movimento da esquerda para a direita; as intensidades das foras no esto representadas em escala. a)

GABARITO

b)

c)

d)

e)

IMPRIMIR

3. Mackenzie-SP Duas foras horizontais, perpendiculares entre si e de intensidades 6 N e 8 N, agem sobre um corpo de 2 kg que se encontra sobre uma superfcie plana e horizontal. Desprezando os atritos, o mdulo da acelerao adquirida por esse corpo : a) 1 m/s2 d) 4 m/s2 2 b) 2 m/s e) 5 m/s2 c) 3 m/s2

Voltar

FSICA - Leis de Newton

Avanar

4. UFSE Um caixote de massa 50 kg empurrado horizontalmente sobre um assoalho horizontal, por meio de uma fora de intensidade 150 N. Nessas condies, a acelerao do caixote , em m/s2, Dados: g = 10m/s2 Coeficiente de atrito cintico = 0,20 a) 0,50 b) 1,0 c) 1,5 d) 2,0 e) 3,0 5. Fuvest-SP Na pesagem de um caminho, no posto fiscal de uma estrada, so utilizadas trs balanas. Sobre cada balana, so posicionadas todas as rodas de um mesmo eixo. As balanas indicaram 30000 N, 20000 N e 10000 N. A partir desse procedimento, possvel concluir que o peso do caminho de:

2

a) b) c) d) e)

20000 N 25000 N 30000 N 50000 N 60000 N

6. U.F.So Carlos-SP Os mdulos dos componentes ortogonais do peso P de um corpo valem 120 N e 160 N. Pode-se afirmar que o mdulo de P : a) 140 N b) 200 N c) 280 N d) 40 N e) 340 N 7. UFSE Uma caixa de massa 50 kg arrastada sobre uma superfcie horizontal por uma

GABARITO

fora F , de intensidade 100 N, formando angulo de 37 com a horizontal. Dados: sen 37 = 0,60 cos: 37 = 0,80

Num deslocamento de 2,0 m, o trabalho da fora F vale, em joules: a) 80 d) 1,6 . 103 b) 1,6 . 102 e) 8,0 . 103 2 c) 8,0 . 10

IMPRIMIR

8. FEI-SP Um automvel de massa 1375 kg encontra-se em uma ladeira que forma 37 em relao horizontal. Qual o mnimo coeficiente de atrito para que o automvel permanea parado? Dados: sen (37) = 0,6 e cos (37) = 0,8. a) = 0,25 d) = 1,0 b) = 0,50 e) = 1,25 c) = 0,75

Voltar

FSICA - Leis de Newton

Avanar

9. U.F.So Carlos-SP No site www.agespacial.gov.br, da Agncia Espacial Brasileira, aparece a seguinte informao:O Centro de Lanamento de Alcntara (CLA) vem sendo construdo desde a dcada de 80 e est atualmente preparado para lanar foguetes de sondagem e veculos lanadores de satlites de pequeno porte. Localizado na costa do nordeste brasileiro, prximo ao Equador, a posio geogrfica do CLA aumenta as condies de segurana e permite menores custos de lanamento.

Um dos fatores determinantes dessa reduo de custos se deve inrcia do movimento de rotao da Terra. Graas a essa inrcia, o veculo lanador consome menos energia para fazer com que o satlite adquira a sua velocidade orbital. Isso ocorre porque, nas proximidades do Equador, onde se encontra o CLA: a) a velocidade tangencial da superfcie da Terra maior do que em outras latitudes. b) a velocidade tangencial da superfcie da Terra menor do que em outras latitudes. c) a velocidade tangencial da superfcie da Terra igual velocidade orbital do satlite. d) a acelerao da gravidade na superfcie da Terra menor do que em outras latitudes. e) a acelerao da gravidade na superfcie da Terra maior do que em outras latitudes. 10. UFSE Dois corpos A e B, de massas m e 2 m respectivamente, esto em repouso sobre uma mesa horizontal, sem atrito. Trs foras horizontais so aplicadas simultaneamente no corpo A, que adquire acelerao de mdulo a. Se as mesmas trs foras forem aplicadas simultaneamente ao corpo B, deve-se esperar que ele adquira acelerao de mdulo: a) 4a b) 2a c) a a d) 2 e) 12

3

11. Fatec-SP Dois objetos A e B de massas 1,0 kg e 5,0 kg, respectivamente, esto unidos por meio de um fio. Esse fio passa por cima de uma roldana, como mostra a figura, e o corpo B est apoiado no cho.

GABARITO

correto afirmar que a fora que o corpo B exerce sobre o solo e a trao nesse fio, em newtons, medem, respectivamente: Dado: g = 10 m/s2 a) 0 e 40 d) 50 e 10 b) 40 e 10 e) 50 e 50 c) 40 e 60 12. FEI-SP No esquema de polias ao lado, sabe-se que a mxima fora F que uma pessoa pode fazer F = 30 N. Qual a carga mxima que ela conseguir erguer? a) 30 N d) 180 N b) 90 N e) 240 N c) 120 N

IMPRIMIR

CARGA

Voltar

FSICA - Leis de Newton

Avanar

13. UESC-BA De acordo com a 3 Lei de Newton, tem-se um par ao-reao representado em:

a)

b)

c)

d)

e)

414. Vunesp Uma moeda est deitada, em cima de uma folha de papel, que est em cima de uma mesa horizontal. Algum lhe diz que, se voc puxar a folha de papel, a moeda vai escorregar e ficar sobre a mesa. Pode-se afirmar que isso: a) sempre acontece porque, de acordo com o princpio da inrcia, a moeda tende a manter-se na mesma posio em relao a um referencial fixo na mesa. b) sempre acontece porque a fora aplicada moeda, transmitida pelo atrito com a folha de papel, sempre menor que a fora aplicada folha de papel. c) s acontece se o mdulo da fora de atrito esttico mxima entre a moeda e o papel for maior que o produto da massa da moeda pela acelerao do papel. d) s acontece se o mdulo da fora de atrito esttico mxima entre a moeda e o papel for menor que o produto da massa da moeda pela acelerao do papel. e) s acontece se o coeficiente de atrito esttico entre a folha de papel e a moeda for menor que o coeficiente de atrito esttico entre a folha de papel e a mesa. 15. UFPE Um caminho transporta um caixote em uma estrada reta e horizontal com uma velocidade v, da esquerda para a direita. O motorista aplica os freios imprimindo uma desacelerao constante. Durante a fase de desacelerao, o caixote no desliza sobre a carroceria do caminho. Sabendo-se que as foras que atuam sobre o caixote so: o peso do caixote P, a reao normal da superfcie N e a fora de atrito f, qual dos diagramas abaixo representa as foras que agem sobre o caixote durante a desacelerao?

GABARITO

a)

d)

IMPRIMIR

b)

e)

c)

Voltar

FSICA - Leis de Newton

Avanar

16. U.F.So Carlos-SP O bloco da figura desce espontaneamente o plano inclinado com velocidade constante, em trajetria retilnea.

Desprezando-se qualquer ao do ar, durante esse movimento, atuam sobre o bloco: a) duas foras, e ambas realizam trabalho. b) duas foras, mas s uma realiza trabalho. c) trs foras, e todas realizam trabalho. d) trs foras, mas s uma realiza trabalho. e) trs foras, mas s uma realiza trabalho. 17. UFRN Na correo ortodntica de uma arcada dentria, foi passado, num dos dentes caninos, um elstico. As extremidades desse elstico foram amarradas a dois molares, um de cada lado da arcada, conforme a figura abaixo. A tenso no elstico de 10,0 N e o ngulo formado pelas duas partes do elstico de 90. Nas figuras 1 e 2, esto representadas duas possibilidades para a direo e o sentido da fora resultante, FR, que est atuando sobre o referido dente canino.

5

GABARITO

Assinale a opo na qual se indica, corretamente, a figura que representa FR e o valor de sua intensidade. a) Figura 1 e 14,1 N b) Figura 2 e 14,1 N c) Figura 1 e 10,0 N d) Figura 2 e 10,0 N 18. Fuvest-SP Um carrinho largado do alto de uma montanha russa, conforme a figura. Ele se movimenta, sem atrito e sem soltar-se dos trilhos, at atingir o plano horizontal. Sabe-se que os raios de curvatura da pista em A e B so iguais. Considere as seguintes afirmaes:B A

g

I. No ponto A, a resultante das foras que agem sobre o carrinho dirigida para baixo. II. A intensidade da fora centrpeta que age sobre o carrinho maior em A do que em B. III. No ponto B, o peso do carrinho maior do que a intensidade da fora normal que o trilho exerce sobre ele. Est correto apenas o que se afirma em: a) I d) I e II b) II e) II e III c) III

IMPRIMIR

Voltar

FSICA - Leis de Newton

Avanar

19. UFPB Conforme a figura abaixo, um barco, puxado por dois tratores, navega contra a corrente de um trecho retilneo de um rio. Os tratores exercem, sobre o barco, foras de mesmo r mdulo (F1 = F2), enquanto a corrente atua com uma fora Fc cujo mdulo 1,92 x 104 N.

6

Sabendo-se que o barco e os tratores movem-se com velocidades constantes, que senq = 0,80 e cosq = 0,60, ento o valor de F1 : a) 1,20 x 104 N d) 2,40 x 104 N b) 1,60 x 104 N e) 3, 84 x 104 N 4 c) 1,92 x 10 N 20. Unicamp-SP Algo muito comum nos filmes de fico cientfica o fato dos personagens no flutuarem no interior das naves espaciais. Mesmo estando no espao sideral, na ausncia de campos gravitacionais externos, eles se movem como se existisse uma fora que os prendesse ao cho das espaonaves. Um filme que se preocupa com esta questo 2001, uma Odissia no Espao, de Stanley Kubrick. Nesse filme a gravidade simulada pela rotao da estao espacial, que cria um peso efetivo agindo sobre o astronauta. A estao espacial, em forma de cilindro oco, mostrada abaixo, gira com velocidade angular constante de 0,2 rad/s em torno de um eixo horizontal E perpendicular pgina. O raio R da espaonave 40 m. a) Calcule a velocidade tangencial do astronauta representado na figura.

GABARITO

b) Determine a fora de reao que o cho da espaonave aplica no astronauta que tem massa m = 80 kg. 21. UFPB Uma equipe de corrida de Frmula 1 est testando um novo carro e realiza vrias medidas da fora de resistncia do ar com o carro em alta velocidade. Eles verificam que esta fora depende da velocidade v do carro e de um fator b que varia conforme a posio dos aeroflios (peas na forma de asas, com funo aerodinmica). Para uma determinada configurao dos aeroflios, eles mediram o valor b = 230 kg/m. Analisando-se as unidades do fator b, conclui-se que a fora de resistncia do ar F, dentre as alternativas abaixo, s poder ser: v d) F = 2 a) F = bv2 b b) F = b2v e) F = bv v2 c) F = b

IMPRIMIR

Voltar

FSICA - Leis de Newton

Avanar

22. UFRN O Sr. Nilson dirige distraidamente, a uma velocidade de 60 km/h, pela BR-101, em linha reta (direo do eixo x), quando percebe que h, a 55 m, um redutor eletrnico de velocidade (lombada elet