FACILITADORES: MARIA ANTONIETA IOLANDADOUGLASEDGAREDNASIRLEI.

of 14/14
FACILITADORES: FACILITADORES: MARIA ANTONIETA MARIA ANTONIETA IOLANDA IOLANDA DOUGLAS DOUGLAS EDGAR EDGAR EDNA EDNA SIRLEI SIRLEI
  • date post

    22-Apr-2015
  • Category

    Documents

  • view

    115
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of FACILITADORES: MARIA ANTONIETA IOLANDADOUGLASEDGAREDNASIRLEI.

  • Slide 1
  • FACILITADORES: MARIA ANTONIETA IOLANDADOUGLASEDGAREDNASIRLEI
  • Slide 2
  • O Evangelho Segundo o Espiritismo uma das obras que constituem a codificao da Doutrina Esprita, formando o conjunto de ensinamentos transmitidos pelos Espritos Superiores, organizado e comentado por Allan Kardec. Cdigo Moral da Lei Divina
  • Slide 3
  • PARA: Conceituar a palavra Evangelho associando a mensagem da Boa Nova trazida por Jesus Cristo; Conceituar a palavra Evangelho associando a mensagem da Boa Nova trazida por Jesus Cristo; Identificar no Evangelho a revelao que muda a face do universo, despertando nas criaturas bons sentimentos; Identificar no Evangelho a revelao que muda a face do universo, despertando nas criaturas bons sentimentos; Estimular a necessidade da prtica da mensagem do Cristo, auxiliando a evoluo moral do Ser, construindo e fortalecendo a f. Estimular a necessidade da prtica da mensagem do Cristo, auxiliando a evoluo moral do Ser, construindo e fortalecendo a f.
  • Slide 4
  • Assimilando o conhecimento da essncia do ensino moral de Jesus e oferecendo as diretrizes seguras para a nossa reforma ntima; Inserindo os ensinamentos do Cristo no contexto atual; Inserindo os ensinamentos do Cristo no contexto atual; Identificando o Evangelho como livro de nossa vida - verdade que nos liberta e conduz a vida eterna. Identificando o Evangelho como livro de nossa vida - verdade que nos liberta e conduz a vida eterna.
  • Slide 5
  • Prefcio; Prefcio; Introduo; 27 (vinte e sete) captulos; Coletnea de Preces; Disposto em ordem lgica; Aborda aspectos filosficos, religiosos e cientficos;
  • Slide 6
  • O estudo do Evangelho est inter-relacionado, ou melhor, presente em todas as etapas do estudo sistematizado, constituindo assim, pr- requisito para todas as fases. FONTE BSICA: O Evangelho Segundo o Espiritismo, Allan Kardec, traduo Gullon Ribeiro, FEB, 89 Edio 1984. Captulo II: Meu Reino no deste mundo: Lei do trabalho O Livro dos Espritos, parte 3, Captulo III, questes 674-685/958-962 e O Cu e o Inferno, parte 1 Captulo II, itens 01-09; Captulo II: Meu Reino no deste mundo: Lei do trabalho O Livro dos Espritos, parte 3, Captulo III, questes 674-685/958-962 e O Cu e o Inferno, parte 1 Captulo II, itens 01-09; Captulo III: H muitas moradas na casa de meu Pai O Livro dos Espritos, Captulo III itens 37-42, questes 776 a 793 Progresso dos Espritos parte 2, Captulo I questes 114-117 e A Gnese, Captulo XVIII Item 09; Captulo III: H muitas moradas na casa de meu Pai O Livro dos Espritos, Captulo III itens 37-42, questes 776 a 793 Progresso dos Espritos parte 2, Captulo I questes 114-117 e A Gnese, Captulo XVIII Item 09;
  • Slide 7
  • Captulo IV: Ningum pode ver o Reino de Deus se no nascer de novo O Livro dos Espritos, questes 132, 166-170, 173, 175 e 1010; Obras Pstumas As cinco alternativas da humanidade, pg. 19 a 195; Captulo V: Bem aventurados os aflitos O Livro dos Espritos, questes 394, Captulo XIV parte 2 pg. 144, Captulo VII, questes 392 e 214; O Cu e o Inferno, Captulo V parte 2, pg. 295-327; O Consolador, Captulo I, questes 106, 154 e 240; Captulo VI: O Cristo Consolador A Gnese, Captulo XVII Anunciao do Consolador, itens 35-42; Captulo XI: Amar ao prximo como a si mesmo Lei de Justia, amor e caridade, O Livro dos Espritos, Captulo XI 3 livro, questes 886- 889, 913-917; O Consolador 332-341;
  • Slide 8
  • Captulo XVII: Sede perfeitos O Livro dos Espritos, questes 625, 893-898 e 907-919; Captulo XXVI: Da de graa o que de graa receber O Livro dos Mdiuns e O Consolador, questes 382-391.
  • Slide 9
  • Exploso/tempestade de idias; Exploso/tempestade de idias; Exposio oral; Exposio oral; Dinmica de grupo (apresentaes dos participantes); Dinmica de grupo (apresentaes dos participantes); Mesa redonda; Mesa redonda; Painel de palavras; Painel de palavras; Dramatizaes (parbolas e histrias de livros); Dramatizaes (parbolas e histrias de livros); Entrevista; Entrevista; Cartazes; Cartazes; Questionrios; Questionrios; Textos auxiliares; Textos auxiliares; CDs com mensagens para meditao. CDs com mensagens para meditao.
  • Slide 10
  • O Estudo do Evangelho uma anlise sensvel e meditativa que d ao homem a compreenso e pacincia para a vida; enche-o de coragem e f, ensina-lhe a servir a Deus atravs de seu semelhante e a conquistar o Reino de Deus pelo entendimento da verdade. O Estudo do Evangelho uma anlise sensvel e meditativa que d ao homem a compreenso e pacincia para a vida; enche-o de coragem e f, ensina-lhe a servir a Deus atravs de seu semelhante e a conquistar o Reino de Deus pelo entendimento da verdade. ( Os Mensageiros, de Andr Luiz)
  • Slide 11
  • O Evangelho como fora poderosa que realiza transformaes morais no mais ntimo das almas e impulsiona os homens para as luzes da redeno. Edgard Armand A luz do Evangelho no uma iluminao que permanece exterior a ns: um fogo que penetra em ns para a operar uma devastao e uma transformao. Madeleine Delbal Somente o Evangelho vivido a Boa Nova. F. Becters F. Becters PENSAMENTOS PARA REFLEXO PENSAMENTOS PARA REFLEXO
  • Slide 12
  • FONTE BSICA: O Evangelho Segundo o Espiritismo, Allan Kardec, traduo Gullon Ribeiro, FEB, 89 ed. 1984. FONTE BSICA: O Evangelho Segundo o Espiritismo, Allan Kardec, traduo Gullon Ribeiro, FEB, 89 ed. 1984. Kardec, Allan, O Livro dos Espritos, Araras, SP, 11 Edio, 1989, Instituto de Difuso Esprita. Kardec, Allan, O Livro dos Espritos, Araras, SP, 11 Edio, 1989, Instituto de Difuso Esprita. Kardec, Allan, O Cu e o Inferno, Rio de Janeiro, 40 Edio, FEB. Kardec, Allan, O Cu e o Inferno, Rio de Janeiro, 40 Edio, FEB. Kardec, Allan, A Gnese, Rio de Janeiro, 34 Edio, 1991. Kardec, Allan, A Gnese, Rio de Janeiro, 34 Edio, 1991. Xavier, Francisco Cndido, O Consolador, Rio de Janeiro, 21 Edio, FEB. Xavier, Francisco Cndido, O Consolador, Rio de Janeiro, 21 Edio, FEB. Denis, Lon, Depois da Morte, Rio de Janeiro, 21 Edio, FEB. Denis, Lon, Depois da Morte, Rio de Janeiro, 21 Edio, FEB. Kardec, Allan, Obras Pstumas, 5 Edio, Araras, SP, Instituto de Difuso Esprita, 1993. Kardec, Allan, Obras Pstumas, 5 Edio, Araras, SP, Instituto de Difuso Esprita, 1993. Kardec, Allan, O Que o Espiritismo, Rio de Janeiro, 38 Edio, FEB. Kardec, Allan, O Que o Espiritismo, Rio de Janeiro, 38 Edio, FEB. Kardec, Fundao Allan, Roteiro Sistematizado, Catanduva, SP, 1 Edio 2005, Boa Nova Editora. Kardec, Fundao Allan, Roteiro Sistematizado, Catanduva, SP, 1 Edio 2005, Boa Nova Editora.
  • Slide 13
  • Autores Diversos, Curso Bsico de Espiritismo, 1 ano, 20 Edio, SP, Edies FEESP 2000, rea de Ensino. Autores Diversos, Curso Bsico de Espiritismo, 2 ano, 5 Edio, SP, Edies FEESP 1997, rea de Ensino. Autores Diversos, Curso de Aprendizes do Evangelho, 1 ano, 3 Edio, SP, Edies FEESP, 1996, rea de Ensino. Autores Diversos, Curso de Aprendizes do Evangelho, 2 ano, 6 Edio, SP, Edies FEESP, 200, rea de Ensino. Peralva, Martins, Estudando o Evangelho, Rio de Janeiro 7 Edio, Departamento Editorial, FEB Calligaris, Rodolfo, As Leis Morais, 3 Edio, FEB, 1983. Calligaris, Rodolfo, Os Sermes da Montanha, FEB, 57 Edio, 1974. Xavier, Francisco Cndido/Emmanuel, FEB, 9 Edio 1982.
  • Slide 14
  • Xavier, Francisco Cndido/Emmanuel, FEB, 4 Edio, 1978. Xavier, Francisco Cndido, Waldo Vieira, Esprito da Verdade, FEB 5 Edio, 1985.