FCC - Questões Comentadas

Click here to load reader

  • date post

    07-Nov-2021
  • Category

    Documents

  • view

    3
  • download

    1

Embed Size (px)

Transcript of FCC - Questões Comentadas

FCC - Questões Comentadas Curso de acordo com os Pronunciamentos Técnicos emitidos pelo CPC
Questões aplicadas pela FCC ao longo de 2016
Questões Extras: Contabilidade de Custos e Análise das Demonstrações
www.igorcintra.com.br
Contabilidade Geral e Avançada – Questões Comentadas – FCC – 2016 2
Seja muito bem-vindo ao curso de questões comentadas da Fundação Carlos Chagas (FCC) de
Contabilidade Geral e Avançada. Ao longo do curso iremos analisar TODAS as questões aplicadas por
esta banca ao longo de 2016.
Ao final da última aula disponibilizarei questões extras de Análise das Demonstrações Contábeis e
Contabilidade de Custos de provas aplicadas no mesmo período.
Antes de falar sobre o curso eu gostaria de agradecer a confiança depositada no meu trabalho.
Tenho absoluta certeza de que após o curso você estará muito bem preparado para encarar
qualquer prova de Contabilidade Geral e Avançada da Fundação Carlos Chagas, pois analisaremos
absolutamente todas as questões aplicadas por esta banca em 2016, identificando tendências para
provas futuras.
Mas este curso será direcionado para qual candidato? Foi elaborado predominantemente para
quem já tem uma base em Contabilidade, mas certamente pode ser bem digerido por alunos que
não sabem absolutamente nada da matéria! Para isso, antes dos tópicos a serem discutidos eu
costumo fazer uma breve revisão dos tópicos mais importantes e que devem ser dominados pelos
alunos.
É curioso verificar que houve, em 2016, a cobrança de algumas questões que julgo “atípicas”. Ou
seja, são questões que não foram cobradas costumeiramente em 2015 (ou antes disso) e podem
ser tendências para 2017. Temos que ficar de olho nestas questões!
O curso será dividido por assuntos, agregando as questões semelhantes em cada aula. Isso é
extremamente importante para que você identifique as variações de questões relacionadas.
Uma dica muito importante é: anote todos os exercícios que você errar. Refaça-os quando terminar
as aulas ou, por exemplo, antes do início da próxima aula. Você deve sempre bater nestes pontos
fracos!
Além disso, fique à vontade para curtir minha página no , onde posto algumas dicas que
podem ser valiosas para sua prova (clique na figura abaixo).
Também aproveito para divulgar meu canal no , onde posto diversos vídeos de forma 100%
gratuita! Inscreva-se clicando no link abaixo!
Contabilidade Geral e Avançada – Questões Comentadas – FCC – 2016 3
Agora que já nos situamos em relação a seu desafio, permita-me uma breve apresentação. Sou
formado em Engenharia Civil pela UNICAMP e atualmente ocupo o cargo de Agente Fiscal de
Rendas do Estado de São Paulo, onde exerço a função de fiscalização direta de tributos. Antes disso,
ocupei o cargo de Auditor Fiscal de Tributos Municipais da Prefeitura de São Paulo e também de
Analista Tributário da Receita Federal do Brasil. Espero poder ajudá-lo com toda a experiência que
adquiri ao longo da minha jornada de “concurseiro”.
O curso será desenvolvido ao longo de 3 aulas e contará com um simulado, de acordo com o
cronograma abaixo.
(disponível)
(disponível)
(disponível)
(disponível)
(disponível)
Para que você conheça um pouco mais sobre o material eu quero oferecer uma degustação do
modo com que o curso será ministrado, analisando dez questões recentes da FCC. Exclusivamente
nesta aula demonstrativa trouxe questões variadas. Então vamos para a análise das questões!
Qualquer dúvida estou à disposição.
Prof. Igor Cintra
Contabilidade Geral e Avançada – Questões Comentadas – FCC – 2016 4
01. (FCC – AFRE – SEFAZ-MA – 2016) No dia 01/12/2014, a empresa comercial Facilito A Venda S.A.
realizou vendas de mercadorias no valor total de R$ 12.800.000,00, sendo que R$ 5.000.000,00 foram
recebidos à vista e o restante para ser recebido integralmente em 01/12/2016. Na data da venda, a
empresa estava praticando, para as suas vendas a prazo, a taxa de juros de 1,099% ao mês que
corresponde a 30% em 2 anos.
No Balanço Patrimonial da empresa Facilito A Venda S.A. de 31/12/2014, o valor evidenciado para o
saldo a receber das vendas efetuadas em 01/12/2014 foi, em reais:
(A) 7.800.000,00.
(B) 7.885.722,00.
(C) 6.000.000,00.
(D) 6.065.940,00.
(E) 12.940.672,00.
Resolução:
Sabe-se que os elementos integrantes do ativo e do passivo decorrentes de operações de longo
prazo, ou de curto prazo quando houver efeito relevante, devem ser ajustados a valor presente com
base em taxas de desconto que reflitam as melhores avaliações do mercado quanto ao valor do
dinheiro no tempo e os riscos específicos do ativo e do passivo em suas datas originais. No caso em
tela utilizaremos a taxa fornecida no enunciado, de 30%.
Este Ajuste a Valor Presente retificará o valor do direito reconhecido na conta patrimonial
“Clientes”, com vencimento em 01/12/2016, tendo como contrapartida a conta de resultado
“Ajuste a Valor Presente de Vendas”, que é uma dedução da Receita Bruta.
Com isso, o valor da Receita de Vendas (líquida) a ser reconhecida pela entidade no ato da venda
será de:
1,30 + $ 5.000.000,00
D – Caixa R$ 5.000.000,00 (AC)
D – Clientes R$ 7.800.000,00 (ANC – RLP)
D – AVP de Vendas R$ 1.800.000,00 (Dedução da Rec. Bruta)
C – Receita Bruta de Vendas R$ 12.800.000,00 (Resultado)
C – AVP de Clientes R$ 1.800.000,00 (Retif. do ANC – RLP)
www.igorcintra.com.br
Contabilidade Geral e Avançada – Questões Comentadas – FCC – 2016 5
O Ajuste a Valor Presente, de R$ 1,8 milhão, será apropriado ao resultado, pelo vendedor, como
receita financeira mensalmente. Assim, em 31/12/2014 o reconhecimento será de R$ 65.940,00,
conforme demonstrado abaixo:
O lançamento desta apropriação é o seguinte:
D – AVP de Clientes R$ 65.940,00 (Retif. do ANC – RLP)
C – Receita Financeira R$ 65.940,00 (Resultado)
Perceba, portanto, que o valor líquido evidenciado no Balanço Patrimonial, em 31/12/2014, para o
saldo a receber das vendas efetuadas em 01/12/2014 será de R$ 6.065.940.00,00.
Clientes R$ 7.800.000,00
( = ) Saldo Líquido R$ 6.065.940,00
Gabarito: D
02. (FCC – Técnico – SEGEP-MA – 2016) Em 30/06/2016, a empresa Barlavento S.A. adquiriu um
terreno no município de Cataventos, dando em troca, nesta mesma data, um lote de três barcos à
vela adquirido em 30/06/2015. A transação teve natureza comercial e os valores justos dos ativos
cedidos e recebidos podiam ser mensurados com confiança. De acordo com o Pronunciamento do
CPC sobre Ativo Imobilizado, o terreno deveria ter sido registrado no reconhecimento inicial pela
empresa Barlavento S.A. pelo
(A) custo histórico dos três barcos à vela.
(B) custo histórico corrigido em 30/06/2016 dos três barcos à vela.
(C) valor justo em 30/06/2016 do terreno adquirido.
(D) custo de reposição em 30/06/2016 dos três barcos à vela.
(E) valor em uso em 30/06/2016 dos três barcos à vela.
Resolução:
Segundo o Pronunciamento Técnico CPC 27 – Ativo Imobilizado, o custo de um item de ativo
imobilizado é equivalente ao preço à vista na data do reconhecimento.
No entanto, um ativo imobilizado pode ser adquirido por meio de permuta por ativo não monetário,
ou conjunto de ativos monetários e não monetários. Neste caso o custo de tal item do ativo
imobilizado é mensurado pelo valor justo a não ser que (a) a operação de permuta não tenha
www.igorcintra.com.br
Contabilidade Geral e Avançada – Questões Comentadas – FCC – 2016 6
natureza comercial ou (b) o valor justo do ativo recebido e do ativo cedido não possam ser
mensurados com segurança.
Zé Curioso: “Professor, e se o valor justo do ativo recebido não for mensurável?”
Se o ativo adquirido não for mensurável ao valor justo, seu custo é determinado pelo valor contábil
do ativo cedido.
Destaca-se que segundo o Pronunciamento Técnico CPC 27:
26. O valor justo de um ativo é mensurável de forma confiável: (a) se a variabilidade da faixa de
mensuração de valor justo razoável não for significativa ou (b) se as probabilidades de várias
estimativas, dentro dessa faixa, puderem ser razoavelmente avaliadas e utilizadas na
mensuração do valor justo. Caso a entidade seja capaz de mensurar com segurança tanto o valor
justo do ativo recebido como do ativo cedido, então o valor justo do segundo deve ser usado para
mensurar o custo do ativo recebido, a não ser que o valor justo do primeiro seja mais evidente.
Portanto, no caso em tela, considerando que a transação teve natureza comercial e os valores justos
dos ativos cedidos e recebidos podiam ser mensurados com confiança, conclui-se que o terreno
deveria ter sido reconhecido pelo valor justo dos ativos cedidos (barcos à vela).
Como não há esta opção entre as alternativas apresentadas, restaria a alternativa C como correta.
Gabarito: C
03. (FCC – Analista – Contador – COPERGÁS-PE – 2016) A empresa GásBrasil S.A. está desenvolvendo
novo processo de produção para extração em aterros sanitários. NÃO deve incorporar ao Custo deste
ativo intangível:
(A) gastos com materiais e serviços consumidos ou utilizados na geração do ativo intangível.
(B) custos de benefícios a empregados relacionados a geração do ativo intangível.
(C) taxa de registro de direito legal.
(D) amortização de patentes e licenças utilizadas na geração do ativo intangível.
(E) gastos com o treinamento de pessoal para operar o ativo.
Resolução:
Um ativo intangível deve ser reconhecido inicialmente ao custo. Segundo o Pronunciamento
Técnico CPC 04 – Ativo Intangível:
www.igorcintra.com.br
Contabilidade Geral e Avançada – Questões Comentadas – FCC – 2016 7
66. O custo de ativo intangível gerado internamente inclui todos os gastos diretamente
atribuíveis, necessários à criação, produção e preparação do ativo para ser capaz de funcionar
da forma pretendida pela administração. Exemplos de custos diretamente atribuíveis:
(a) gastos com materiais e serviços consumidos ou utilizados na geração do ativo intangível;
(b) custos de benefícios a empregados relacionados à geração do ativo intangível;
(c) taxas de registro de direito legal; e
(d) amortização de patentes e licenças utilizadas na geração do ativo intangível.
67. Os seguintes itens não são componentes do custo de ativo intangível gerado internamente:
(a) gastos com vendas, administrativos e outros gastos indiretos, exceto se tais gastos puderem
ser atribuídos diretamente à preparação do ativo para uso;
(b) ineficiências identificadas e prejuízos operacionais iniciais incorridos antes do ativo atingir o
desempenho planejado; e
(c) gastos com o treinamento de pessoal para operar o ativo.
Com isso, correta a alternativa E.
Gabarito: E
04. (FCC – Técnico – Contador – Teresina-PI – 2016) A Cia. Investidora possuía, em 31/12/2015, em
seu Balanço Patrimonial, um ativo intangível com vida útil indefinida (ágio derivado de expectativa de
rentabilidade futura), cujo valor contábil era R$ 250.000,00, composto por:
− Valor de custo: R$ 350.000,00.
− Perda por desvalorização reconhecida (em 2014): R$ 100.000,00
Antes de encerrar o exercício social de 2015, a empresa realizou o Teste de Recuperabilidade do Ativo
e obteve as seguintes informações:
− Valor em uso: R$ 280.000,00.
− Valor justo líquido das despesas de venda: R$ 240.000,00.
Com base nas informações acima, o valor contábil apresentado no Balanço Patrimonial da Cia.
Investidora, em 31/12/2015, para este ativo foi, em reais,
(A) 250.000,00.
(B) 280.000,00.
(C) 240.000,00.
(D) 350.000,00.
(E) 210.000,00.
Resolução:
Pelos dados do enunciado conclui-se que o intangível (ágio derivado de expectativa de rentabilidade
futura) possui um valor contábil de R$ 250.000,00. Perceba que há uma perda por desvalorização
reconhecida em 2014 no valor de R$ 100.000,00.
Em 2015, ao realizar novo teste de recuperabilidade, a entidade concluiu que o valor recuperável
do item era de R$ 400.000,00 (maior valor entre o valor justo líquido das despesas de venda e seu valor em uso).
Teoricamente a entidade deveria proceder à reversão da perda por redução ao valor recuperável
reconhecida em 2014, de R$ 100.000,00. Esta é a regra geral, mas como se trata de goodwill isso
não ocorrerá!
Segundo o Pronunciamento Técnico CPC 01:
110. A entidade deve avaliar, ao término de cada período de reporte, se há alguma indicação de que a
perda por desvalorização reconhecida em períodos anteriores para um ativo, exceto o ágio por expectativa
de rentabilidade futura (goodwill), possa não mais existir ou ter diminuído. Se existir alguma indicação, a
entidade deve estimar o valor recuperável desse ativo.
(...)
124. A perda por desvalorização reconhecida para o ágio por expectativa de rentabilidade futura
(goodwill) não deve ser revertida em período subsequente.
125. O Pronunciamento Técnico CPC 04 – Ativo Intangível proíbe o reconhecimento de ágio por
expectativa de rentabilidade futura (goodwill) gerado internamente. Qualquer aumento no valor
recuperável do ágio pago por expectativa de rentabilidade futura (goodwill) nos períodos subsequentes
ao reconhecimento de perda por desvalorização para esse ativo é equivalente ao reconhecimento de ágio
por expectativa de rentabilidade futura gerado internamente (goodwill gerado internamente) e não
reversão de perda por desvalorização reconhecida para o ágio pago por expectativa de rentabilidade
futura (goodwill).
Com isso, o valor contábil em 31/12/2015 permanecerá R$ 250 mil.
Gabarito: A
05. (FCC – ISS Teresina – 2016) No dia 30/04/2015, a empresa Sempre Comprando S.A. adquiriu 80%
das ações da empresa Perspectiva S.A. por R$ 80.000.000,00 e passou a deter controle sobre esta. O
valor pago corresponde a 80% do valor justo líquido dos ativos e passivos adquiridos pela empresa
Sempre Comprando S.A. No ano de 2015, a empresa Perspectiva S.A. apurou um lucro líquido de R$
24.000.000,00. Os valores evidenciados no Balanço Patrimonial de 31/12/2015 e na Demonstração
do Resultado do ano de 2015, nas demonstrações contábeis individuais da empresa Sempre
Comprando S.A., foram, respectivamente, em reais,
www.igorcintra.com.br
(B) Dividendos a Receber = 19.200.000,00 e Resultado de Participação Societária = 19.200.000,00.
(C) Investimentos = 99.200.000,00 e Resultado de Participação Societária = 19.200.000,00.
(D) Dividendos a Receber = 24.000.000,00 e Resultado de Participação Societária = 24.000.000,00.
(E) Investimentos = 104.000.000,00 e Resultado de Participação Societária = 24.000.000,00.
Resolução:
Inicialmente o investimento será reconhecido no ativo da empresa Sempre Comprando S.A. pelo
custo de aquisição, pois o valor pago foi igual ao valor justo líquido dos ativos e passivos adquiridos
(ou seja, não há goodwill nem ganho por compra mais vantajosa). Assim, na data da aquisição a
investidora lançará:
C – Caixa R$ 80.000.000,00 (AC)
Como se trata de controlada, a investidora deverá aplicar o método de equivalência patrimonial
sobre o lucro apurado pela investida. Assim:
= × çã
= $ 24 õ × 80% = $ . . ,
Deste modo, a investidora realizará o seguinte lançamento:
D – Investimentos em Controladas R$ 19.200.000,00 (ANC)
C – Resultado de Equiv. Patrimonial R$ 19.200.000,00 (AC)
Com isso, correta a alternativa C.
Gabarito: C
06. (FCC – AFRE – SEFAZ-MA – 2016) As aplicações financeiras realizadas por uma empresa durante
o ano de 2015 são apresentadas na tabela abaixo, onde são encontradas as informações sobre os
valores aplicados, as taxas de juros compostos para remuneração, as datas das aplicações e de
vencimentos, a classificação feita pela empresa quanto ao objetivo em relação a cada aplicação
financeira e os valores justos de cada aplicação em 31/12/2015.
Data da
juros
01/12/2015 90.000,00 31/12/2018 Mantido até o vencimento 1,5% a.m. 91.500,00
31/10/2015 80.000,00 31/12/2019 Disponível para venda futura 1,2% a.m. 82.000,00
www.igorcintra.com.br
30/09/2015 50.000,00 31/12/2017 Destinados à venda imediata 1,0% a.m. 51.800,00
Ignorando os valores representativos de centavos, o valor total evidenciado no Balanço Patrimonial
de 31/12/2015 para as três aplicações financeiras em conjunto foi, em reais:
(A) 220.000.
(B) 224.796.
(C) 225.300.
(D) 224.946.
(E) 225.150.
Resolução:
Sabe-se que os títulos classificados pela empresa como “Disponível para Venda” e “Destinados à
Negociação” (ou venda imediata) são mensurados pelo Valor Justo. Assim, em 31/12/2015 tais
títulos estarão evidenciados por R$ 82.000,00 e R$ 51.800,00 respectivamente.
Os títulos classificados pela empresa com “Mantidos até o Vencimento” devem ser atualizados de
acordo com a taxa de juros contratada. Assim, em 31/12/2015 seu valor será de R$ 91.350,00 (R$
90.000,00 x 1,015).
Desta forma, o valor total evidenciado no Balanço Patrimonial em 31/12/2015 será de:
Títulos Mantidos até o Vencimento R$ 91.350,00
Títulos Disponíveis para Venda R$ 82.000,00
Títulos Destinados à negociação R$ 51.800,00
TOTAL R$ 225.150,00
Gabarito: E
07. (FCC – Analista – TRF – 2016) Um lote de mercadorias foi adquirido do exterior para
comercialização no Brasil. A compra ocorreu em 15/10/2015 e o preço pago ao fornecedor no
exterior foi R$ 6.000.000,00, sendo que a empresa pagou, adicionalmente, os seguintes encargos
para dispor das mercadorias em condições de venda:
− R$ 600.000,00 de transporte aéreo para trazer a mercadoria do país de origem até o Brasil.
− R$ 240.000,00 de taxas e tarifas alfandegárias para ingresso das mercadorias no Brasil.
− R$ 100.000,00 para transporte da mercadoria do aeroporto até a sede da empresa.
− R$ 150.000,00 correspondente aos seguintes impostos:
− R$ 60.000,00 a título de imposto de importação não recuperável.
www.igorcintra.com.br
Contabilidade Geral e Avançada – Questões Comentadas – FCC – 2016 11
− R$ 90.000,00 a título de outros impostos locais que podem ser compensados com os impostos
incidentes no momento da venda das mercadorias.
Sabe-se que não havia saldo de estoque antes desta compra e que, em dezembro de 2015, a empresa
vendeu noventa por cento das mercadorias que foram importadas. O valor bruto das vendas foi R$
8.500.000,00 e os impostos incidentes sobre estas vendas totalizaram R$ 1.275.000,00. O Resultado
Bruto com Mercadorias apurado pela empresa no ano de 2015, exclusivamente em relação às
mercadorias importadas e vendidas, foi, em reais,
(A) 1.015.000,00.
(B) 3.100.000,00.
(C) 844.000,00.
(D) 925.000,00.
(E) 979.000,00.
Inicialmente vamos calcular o custo dos estoques adquiridos em 15/10/2015.
Preço de Aquisição R$ 6.000.000,00
( + ) Frete (externo) R$ 600.000,00
( + ) Frete (interno) R$ 100.000,00
( + ) Impostos (não recuperáveis) R$ 60.000,00
( = ) Custo de Aquisição R$ 7.000.000,00
Sabe-se que a empresa vendeu 90% das mercadorias adquiridas por R$ 8.500.000,00.
Assim:
( – ) Impostos sobre Vendas (R$ 1.275.000,00)
( = ) Receita Líquida R$ 7.225.000,00
( = ) Lucro Bruto R$ 925.000,00
Gabarito: D
08. (FCC – Técnico – Contador – Teresina-PI – 2016) A empresa Enrascada S.A. está respondendo a
diversos processos relacionados com ações civis, trabalhistas, fiscais e ambientais.
www.igorcintra.com.br
Contabilidade Geral e Avançada – Questões Comentadas – FCC – 2016 12
Para a elaboração do Balanço Patrimonial em 31/12/2015 a empresa tinha as seguintes informações
sobre os vários processos:
Tipo de processo Valor devido estimado (R$) Classificação da Perda
Trabalhista 800.000,00 Provável
Cível 920.000,00 Possível
Fiscal 1.480.000,00 Provável
Ambiental 640.000,00 Remota
Com base nas informações constantes do quadro acima, o valor que deveria ter sido evidenciado no
passivo no Balanço Patrimonial de 31/12/2015, relacionado com os processos citados, foi, em reais,
(A) 2.280.000,00.
(B) 3.840.000,00.
(C) 3.200.000,00.
(D) 920.000,00.
(E) 1.560.000,00.
Uma provisão deve ser reconhecida quando:
(a) a entidade tem uma obrigação presente (legal ou não formalizada) como resultado de evento
passado;
(b) seja provável que será necessária uma saída de recursos que incorporam benefícios
econômicos para liquidar a obrigação; e
(c) possa ser feita uma estimativa confiável do valor da obrigação.
Se essas condições não forem satisfeitas, nenhuma provisão deve ser reconhecida.
Com isso, conclui-se que a entidade deverá constituir duas provisões (trabalhista e fiscal), no valor
de R$ 2.280.000,00.
Com isso, correta a alternativa A.
Gabarito: A
Contabilidade Geral e Avançada – Questões Comentadas – FCC – 2016 13
09. (FCC – AFRE – SEFAZ-MA – 2016) Uma empresa contratou um empréstimo junto a uma instituição
financeira de fomento com as seguintes características:
− Data da obtenção do empréstimo: 01/12/2015
− Prazo total do empréstimo: 8 anos
− Valor do empréstimo: $ 50.000.000,00.
− Taxa de juros contratada: 1,5% ao mês
− Carência de 2 anos com pagamentos semestrais dos juros acumulados em cada semestre. O valor
de cada parcela semestral de juros é R$ 4.672.163,20.
− Pagamento mensais de 72 parcelas no valor de R$ 1.140.389,55 cada uma, com a primeira
vencendo no final do 25° mês.
− A empresa pagou despesas iniciais (custos de transação), na data do contrato, no valor de R$
1.000.000,00
− O custo efetivo da operação é 1,549% ao mês.
O valor do passivo relativo ao empréstimo obtido apresentado no Balanço Patrimonial de 31/12/2015
foi, em reais:
Resolução:
Para calcular o valor evidenciado no Passivo, relativo ao empréstimo obtido, temos que calcular os
encargos financeiros apropriados no período.
= çã í
Vamos, portanto, verificar qual foi o valor de captação líquida.
çã í = é – çã
çã í = $ 50.000.000 − $ 1.000.000 = $ õ
Com isso o valor dos encargos financeiros apropriados na Demonstração do Resultado de 2015 será
de:
= $ 49.000.000,00 1,549% = $ . ,
www.igorcintra.com.br
Contabilidade Geral e Avançada – Questões Comentadas – FCC – 2016 14
Com isso o valor do passivo relativo ao empréstimo obtido apresentado no Balanço Patrimonial
será de:
= çã í + −
Perceba que até 31/12/2015 não houve pagamento de juros nem parcelas. Com isso:
= $ 49.000.000,00 + $ 759.010,00 = $ . . ,
Assim, correta a alternativa C.
Gabarito: C
10. (FCC – Analista – TRT – 2016) Em relação a elaboração da Demonstração das Mutações do
Patrimônio Líquido,
(A) a emissão de ações da empresa reflete sempre de forma diminutiva no Patrimônio Líquido.
(B) o pagamento de dividendos não provisionado reflete de forma aumentativa no Patrimônio
Líquido.
(C) os ajustes de exercícios anteriores sempre refletem de forma aumentativa no Patrimônio
Líquido.
(D) a capitalização de reservas não reflete no saldo final do Patrimônio Líquido.
(E) a absorção de prejuízos acumulados por reservas de lucros afeta de forma diminutiva no total
do Patrimônio Líquido.
Vamos analisar as alternativas apresentadas!
a) Incorreta. A emissão de ações pela entidade afeta positivamente o Patrimônio Líquido.
D – Caixa ( Ativo)
C – Capital Social ( PL)
b) Incorreta. O pagamento de dividendos não provisionados (ou seja, não reconhecidos no Passivo
Exigível) provoca diminuição no Patrimônio Líquido.
D – Lucros Acumulados ( PL)
C – Caixa ( Caixa)
c) Incorreta. Os ajustes de exercícios anteriores podem refletir de forma aumentativa ou diminutiva
no Patrimônio Líquido.
Contabilidade Geral e Avançada – Questões Comentadas – FCC – 2016 15
d) Correta. Realmente, a capitalização de reservas não influencia o valor final do Patrimônio Líquido,
sendo apenas uma permuta entre elementos do próprio PL. Exemplo:
D – Reserva de Lucros ( PL)
C – Capital Social ( PL)
e) Incorreta. A absorção de prejuízos acumulados por reservas de lucros não afeta o total do
Patrimônio Líquido.
C – Prejuízos Acumulados ( PL)
Gabarito: D
Pessoal, com isso terminamos a “degustação” do curso de questões de Contabilidade Geral e
Avançada aplicadas pela Fundação Carlos Chagas em 2016. Não deixe de se atualizar e ficar por
dentro de todas as questões cobradas pela FCC no ano passado!
Aguardo vocês na Aula 01!
Grande a braço e até a próxima.
Prof. Igor Cintra
Contabilidade Geral e Avançada – Questões Comentadas – FCC – 2016 16
01. (FCC – AFRE – SEFAZ-MA – 2016) No dia 01/12/2014, a empresa comercial Facilito A Venda S.A.
realizou vendas de mercadorias no valor total de R$ 12.800.000,00, sendo que R$ 5.000.000,00 foram
recebidos à vista e o restante para ser recebido integralmente em 01/12/2016. Na data da venda, a
empresa estava praticando, para as suas vendas a prazo, a taxa de juros de 1,099% ao mês que
corresponde a 30% em 2 anos.
No Balanço Patrimonial da empresa Facilito A Venda S.A. de 31/12/2014, o valor evidenciado para o
saldo a receber das vendas efetuadas em 01/12/2014 foi, em reais:
(A) 7.800.000,00.
(B) 7.885.722,00.
(C) 6.000.000,00.
(D) 6.065.940,00.
(E) 12.940.672,00.
02. (FCC – Técnico – SEGEP-MA – 2016) Em 30/06/2016, a empresa Barlavento S.A. adquiriu um
terreno no município de Cataventos, dando em troca, nesta mesma data, um lote de três barcos à
vela adquirido em 30/06/2015. A transação teve natureza comercial e os valores justos dos ativos
cedidos e recebidos podiam ser mensurados com confiança. De acordo com o Pronunciamento do
CPC sobre Ativo Imobilizado, o terreno deveria ter sido registrado no reconhecimento inicial pela
empresa Barlavento S.A. pelo
(A) custo histórico dos três barcos à vela.
(B) custo histórico corrigido em 30/06/2016 dos três barcos à vela.
(C) valor justo em 30/06/2016 do terreno adquirido.
(D) custo de reposição em 30/06/2016 dos três barcos à vela.
(E) valor em uso em 30/06/2016 dos três barcos à vela.
www.igorcintra.com.br
Contabilidade Geral e Avançada – Questões Comentadas – FCC – 2016 17
03. (FCC – Analista – Contador – COPERGÁS-PE – 2016) A empresa GásBrasil S.A. está desenvolvendo
novo processo de produção para extração em aterros sanitários. NÃO deve incorporar ao Custo deste
ativo intangível:
(A) gastos com materiais e serviços consumidos ou utilizados na geração do ativo intangível.
(B) custos de benefícios a empregados relacionados a geração do ativo intangível.
(C) taxa de registro de direito legal.
(D) amortização de patentes e licenças utilizadas na geração do ativo intangível.
(E) gastos com o treinamento de pessoal para operar o ativo.
04. (FCC – Técnico – Contador – Teresina-PI – 2016) A Cia. Investidora possuía, em 31/12/2015, em
seu Balanço Patrimonial, um ativo intangível com vida útil indefinida (ágio derivado de expectativa de
rentabilidade futura), cujo valor contábil era R$ 250.000,00, composto por:
− Valor de custo: R$ 350.000,00.
− Perda por desvalorização reconhecida (em 2014): R$ 100.000,00
Antes de encerrar o exercício social de 2015, a empresa realizou o Teste de Recuperabilidade do Ativo
e obteve as seguintes informações:
− Valor em uso: R$ 280.000,00.
− Valor justo líquido das despesas de venda: R$ 240.000,00.
Com base nas informações acima, o valor contábil apresentado no Balanço Patrimonial da Cia.
Investidora, em 31/12/2015, para este ativo foi, em reais,
(A) 250.000,00.
(B) 280.000,00.
(C) 240.000,00.
(D) 350.000,00.
(E) 210.000,00.
05. (FCC – ISS Teresina – 2016) No dia 30/04/2015, a empresa Sempre Comprando S.A. adquiriu 80%
das ações da empresa Perspectiva S.A. por R$ 80.000.000,00 e passou a deter controle sobre esta. O
valor pago corresponde a 80% do valor justo líquido dos ativos e passivos adquiridos pela empresa
www.igorcintra.com.br
Contabilidade Geral e Avançada – Questões Comentadas – FCC – 2016 18
Sempre Comprando S.A. No ano de 2015, a empresa Perspectiva S.A. apurou um lucro líquido de R$
24.000.000,00. Os valores evidenciados no Balanço Patrimonial de 31/12/2015 e na Demonstração
do Resultado do ano de 2015, nas demonstrações contábeis individuais da empresa Sempre
Comprando S.A., foram, respectivamente, em reais,
(A) Investimentos = 80.000.000,00 e Resultado de Participação Societária = 0.
(B) Dividendos a Receber = 19.200.000,00 e Resultado de Participação Societária = 19.200.000,00.
(C) Investimentos = 99.200.000,00 e Resultado de Participação Societária = 19.200.000,00.
(D) Dividendos a Receber = 24.000.000,00 e Resultado de Participação Societária = 24.000.000,00.
(E) Investimentos = 104.000.000,00 e Resultado de Participação Societária = 24.000.000,00.
06. (FCC – AFRE – SEFAZ-MA – 2016) As aplicações financeiras realizadas por uma empresa durante
o ano de 2015 são apresentadas na tabela abaixo, onde são encontradas as informações sobre os
valores aplicados, as taxas de juros compostos para remuneração, as datas das aplicações e de
vencimentos, a classificação feita pela empresa quanto ao objetivo em relação a cada aplicação
financeira e os valores justos de cada aplicação em 31/12/2015.
Data da
juros
01/12/2015 90.000,00 31/12/2018 Mantido até o vencimento 1,5% a.m. 91.500,00
31/10/2015 80.000,00 31/12/2019 Disponível para venda futura 1,2% a.m. 82.000,00
30/09/2015 50.000,00 31/12/2017 Destinados à venda imediata 1,0% a.m. 51.800,00
Ignorando os valores representativos de centavos, o valor total evidenciado no Balanço Patrimonial
de 31/12/2015 para as três aplicações financeiras em conjunto foi, em reais:
(A) 220.000.
(B) 224.796.
(C) 225.300.
(D) 224.946.
(E) 225.150.
07. (FCC – Analista – TRF – 2016) Um lote de mercadorias foi adquirido do exterior para
comercialização no Brasil. A compra ocorreu em 15/10/2015 e o preço pago ao fornecedor no
www.igorcintra.com.br
Contabilidade Geral e Avançada – Questões Comentadas – FCC – 2016 19
exterior foi R$ 6.000.000,00, sendo que a empresa pagou, adicionalmente, os seguintes encargos
para dispor das mercadorias em condições de venda:
− R$ 600.000,00 de transporte aéreo para trazer a mercadoria do país de origem até o Brasil.
− R$ 240.000,00 de taxas e tarifas alfandegárias para ingresso das mercadorias no Brasil.
− R$ 100.000,00 para transporte da mercadoria do aeroporto até a sede da empresa.
− R$ 150.000,00 correspondente aos seguintes impostos:
− R$ 60.000,00 a título de imposto de importação não recuperável.
− R$ 90.000,00 a título de outros impostos locais que podem ser compensados com os impostos
incidentes no momento da venda das mercadorias.
Sabe-se que não havia saldo de estoque antes desta compra e que, em dezembro de 2015, a empresa
vendeu noventa por cento das mercadorias que foram importadas. O valor bruto das vendas foi R$
8.500.000,00 e os impostos incidentes sobre estas vendas totalizaram R$ 1.275.000,00. O Resultado
Bruto com Mercadorias apurado pela empresa no ano de 2015, exclusivamente em relação às
mercadorias importadas e vendidas, foi, em reais,
(A) 1.015.000,00.
(B) 3.100.000,00.
(C) 844.000,00.
(D) 925.000,00.
(E) 979.000,00.
08. (FCC – Técnico – Contador – Teresina-PI – 2016) A empresa Enrascada S.A. está respondendo a
diversos processos relacionados com ações civis, trabalhistas, fiscais e ambientais.
Para a elaboração do Balanço Patrimonial em 31/12/2015 a empresa tinha as seguintes informações
sobre os vários processos:
Tipo de processo Valor devido estimado (R$) Classificação da Perda
Trabalhista 800.000,00 Provável
Cível 920.000,00 Possível
Fiscal 1.480.000,00 Provável
Ambiental 640.000,00 Remota
Com base nas informações constantes do quadro acima, o valor que deveria ter sido evidenciado no
passivo no Balanço Patrimonial de 31/12/2015, relacionado com os processos citados, foi, em reais,
(A) 2.280.000,00.
(B) 3.840.000,00.
(C) 3.200.000,00.
(D) 920.000,00.
(E) 1.560.000,00.
09. (FCC – AFRE – SEFAZ-MA – 2016) Uma empresa contratou um empréstimo junto a uma instituição
financeira de fomento com as seguintes características:
− Data da obtenção do empréstimo: 01/12/2015
− Prazo total do empréstimo: 8 anos
− Valor do empréstimo: $ 50.000.000,00.
− Taxa de juros contratada: 1,5% ao mês
− Carência de 2 anos com pagamentos semestrais dos juros acumulados em cada semestre. O valor
de cada parcela semestral de juros é R$ 4.672.163,20.
− Pagamento mensais de 72 parcelas no valor de R$ 1.140.389,55 cada uma, com a primeira
vencendo no final do 25° mês.
− A empresa pagou despesas iniciais (custos de transação), na data do contrato, no valor de R$
1.000.000,00
− O custo efetivo da operação é 1,549% ao mês.
O valor do passivo relativo ao empréstimo obtido apresentado no Balanço Patrimonial de 31/12/2015
foi, em reais:
(A) 50.774.500,00.
(B) 50.750.000,00.
(C) 49.759.010,00.
(D) 49.735.000,00.
(E) 50.778.693,87.
10. (FCC – Analista – TRT – 2016) Em relação a elaboração da Demonstração das Mutações do
Patrimônio Líquido,
(A) a emissão de ações da empresa reflete sempre de forma diminutiva no Patrimônio Líquido.
(B) o pagamento de dividendos não provisionado reflete de forma aumentativa no Patrimônio
Líquido.
www.igorcintra.com.br
Contabilidade Geral e Avançada – Questões Comentadas – FCC – 2016 21
(C) os ajustes de exercícios anteriores sempre refletem de forma aumentativa no Patrimônio
Líquido.
(D) a capitalização de reservas não reflete no saldo final do Patrimônio Líquido.
(E) a absorção de prejuízos acumulados por reservas de lucros afeta de forma diminutiva no total
do Patrimônio Líquido.
www.igorcintra.com.br