Frank Gilbreth

download Frank Gilbreth

of 11

  • date post

    05-Jul-2015
  • Category

    Documents

  • view

    601
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of Frank Gilbreth

OS ESTUDOS DOS MOVIMENTOS NO TRABALHO

Fatos histricos importantes

Frederick W. Taylor 1856 1915 Frank B. Gilbretch 1868 1924 Lilian Gilbreth 1878 1972 Livro: Concrete System 1908 Livro: Bricklaying System 1909 Livro: Motion Study 1911 Livro: Primer of Scienfitic Management - 1912 Primeira Guerra Mundial 1914-1918 Livro: Fatigue Study 1916 Livro: Applied Motion Study 1917 Revoluo Russa - 1917 Henri Ford 1863 1947 Segunda Guerra Mundial 1939-1945 Livro: The Foremen in Manpower - 1947

Seguidores de Taylor Taylor teve vrios associados e seguidores que se tornaram importantes para a administrao cientifica, entre outros, destacam-se: Henry R. Towne: Props, em 1886, que a engenharia de fabricas tivesse igual importncia que a administrao da engenharia e que a American Society of Mechanical Engineers deveria ter um papel de liderana no estabelecimento de uma multiempresa. Henry Gantt: fortemente influenciado por Taylor, criou o sistema de pagamento de incentivo tarefa-bonus (ganha-se um bnus quando se atinge um padro) Henry Ford Princpio da produtividade, princpio da intensificao, princpio da economicidade Frank B. Gilbretch e Lilian Gilbretech

Vida de Frank GilbrethFrank Bunker Gilbreth nasceu em 1868. Ele comeou a fazer observaes sobre movimentos com 27 anos de idade, quando trabalhava como superintendente em uma empresa de construo. Sempre interessado, Frank inventou dispositivos como andaimes mveis, misturadores de concreto, correias transportadoras, barras de reforo, tudo com o objetivo de evitar o desperdcio de movimento.

Vida de Lilian GilbrethLillian Molle nasceu em 1878 e casou-se com Frank em 1904. Superando os preconceitos contra as mulheres, que eram predominantes na poca, Lillian obteve os ttulos de Bacharel e Mestre. Depois de casada com Frank Gilbreth, resolveu se dedicar a psicologia, ajudando seu marido nos estudos sobre fadiga. Em 1912, o casal Gilbreth enfatizam o estudo dos movimentos, em detrimento do estudo de tempos, que era a nfase de Taylor. Ento, foram desenvolvidas tcnicas para evitar o desperdcio de tempo e movimento. Criou-se padres, racionalizando as tarefas de produo e , conseqentemente, aumentando a produtividade.

Estudos dos movimentos no trabalho

Movimentos Elementares

Movimentos Elementares: Gilbreth concluiu que todo trabalho manual poderia ser reduzido a movimentos elementares que englobariam todos os movimentos necessrios para a execuo de qualquer tarefa. Utilizou filmagens para encontrar os movimentos mais econmicos para cada tarefa.A esses movimentos ele apelidou de Therbligs. Os movimentos elementares (therbligs) de Gilbreth: Procurar Escolher Pegar Transportar vazio Transportar cheio Posicionar (colocar em posio) Preposicionar (preparar para colocar em posio) Unir (ligar ou amontoar) Separar Utilizar Soltar a carga Inspecionar Segurar Esperar inevitavelmente Esperar quando evitvel Repousar Planejar

Estudo da fadiga humana Gilberth idealizou um estudo estatstico dos movimentos baseado na anatomia e fisiologia humanas, sobre os efeitos da fadiga na produtividade do operrio. Ele verificou que a fadiga provocava os seguintes efeitos: diminuio da produtividade diminuio da qualidade do trabalho, perda de tempo, aumento da rotao de pessoal, doenas, acidentes, diminuio da capacidade de esforo. Com este estudo pretendia-se racionalizar todos os movimentos, eliminando aqueles que produzem a fadiga.

Formula da eficinciaProcurou estabelecer padres de desempenho, comparando o desempenho, que seria previamente estabelecido (eficincia igual a 100%) com o desempenho real de cada operrio. Em resumo: quanto mais especializado era um operrio, maior era a sua eficincia.

e(eficincia) = p(produtos resultantes) r(recursos utilizados)

Outros estudos de Frank e Lilian

Diviso do Trabalho e Especializao do Operrio Um dos objetivos do estudo dos tempos e movimentos era a diviso do trabalho e a especializao do operrio para elevar sua produtividade. Assim, cada operrio ficou especializado na execuo de uma nica tarefa, para se encaixar aos padres e normas de desempenho estabelecidas pelo mtodo. Desenho de Cargos e Tarefas Desenhar um cargo : especificar suas tarefas ou mtodos de executar tarefas e as relaes com os demais cargos existentes. O desenho de cargos a maneira pela qual um cargo criado e projetado e combinado com outros cargos para execuo de tarefas maiores. Incentivos Salariais Prmios de Produo Para alcanar uma maior colaborao do empregado perante a empresa, Taylor e seus seguidores criaram planos de incentivos salariais e prmios de produo. A idia era a de que a remunerao baseada no tempo no estimulava ningum a trabalhar mais e deveria ser substituda por remunerao baseada na produo de cada operrio. Conceitos de "Homo Economicus" O homem procura o trabalho no porque gosta dele, mas como um modo de ganhar a vida por meio do salrio que o trabalho oferece. O homem motivado a trabalhar apenas pelo medo da fome e necessidade de dinheiro para viver. Assim, as recompensas salariais e os prmios de produo influenciam profundamente os esforos individuais do trabalho. Condies de Trabalho O conforto do operrio e a melhoria do ambiente fsico (iluminao, ventilao, aspectos visuais da fbrica, eliminao do rudo etc.) passaram a ser valorizado, pois eram essenciais para a obteno da eficincia do trabalhador. Padronizao Com a padronizao das mquinas e equipamentos, ferramentas e instrumentos de trabalho, matrias-primas e componentes, no sentido de reduzir a variabilidade e a diversidade no processo produtivo eliminando o desperdcio e aumentando a eficincia. Na Administrao Cientfica, a padronizao passa a ser uma preocupao constante na obteno da eficincia. Superviso Funcional a existncia de diversos supervisores, cada qual especializado em determinada rea, e que tem autoridade funcional sobre os subordinados. Ela pressupe uma autoridade relativa, dividida e zoneada.