FUNDAÇÕES E OBRAS DE TERRA

of 53/53
FUNDAÇÕES E OBRAS DE TERRA PROF° GIOVANI ANTONANGELO GRADUAÇÃO ENGENHARIA CIVIL UNESP – BAURU / SP PÓS-GRADUAÇÃO ENG° DE SEGURANÇA DO TRABALHO UNESP – BAURU / SP Fonte: Materiais diversos, como livros, sites e catálogos indicados nas referências.
  • date post

    24-Feb-2016
  • Category

    Documents

  • view

    120
  • download

    1

Embed Size (px)

description

FUNDAÇÕES E OBRAS DE TERRA. PROF° GIOVANI ANTONANGELO GRADUAÇÃO ENGENHARIA CIVIL UNESP – BAURU / SP PÓS-GRADUAÇÃO ENG° DE SEGURANÇA DO TRABALHO UNESP – BAURU / SP Fonte: Materiais diversos, como livros, sites e catálogos indicados nas referências. Fundações - PowerPoint PPT Presentation

Transcript of FUNDAÇÕES E OBRAS DE TERRA

Slide 1

FUNDAES E OBRAS DE TERRA PROF GIOVANI ANTONANGELOGRADUAOENGENHARIA CIVIL UNESP BAURU / SP

PS-GRADUAO ENG DE SEGURANA DO TRABALHOUNESP BAURU / SP

Fonte: Materiais diversos, como livros, sites e catlogos indicados nas referncias. Fundaes

verdade que experincia em fundaes no se transfere, mesmo que se queira, mas adquiri-se na vida prtica pela vivncia. Tambm importante se ter bons mestres como tudo na vida.

Eng. Ferdinando Ruzzante Neto Frases que podem significar o incio dos seus problemas na construo...

O terreno bom. 2. No precisa fazer sondagem. 3. O meu vizinho fez estacas de 6m. 4. Meu pedreiro disse que tem trinta anos de janela ! 5. Se fizer estacas Strauss no precisa de sondagem. 6. A construo leve! Precisa de estacas? 7. Acho que aqui as estacas devem chegar a 4 m! 8. Meu responsvel tcnico s assinou a planta, no fez o clculo de estrutura. 9. Na outra casa que eu fiz eu coloquei quatro brocas por pilar. Fundao: A base de tudo

Um dos principais elementos de uma construo a sua fundao. A fundao quem reponde pela sustentao de uma edificao, suportando todo o carregamento das lajes, alvenarias, vigas e pilares. Portanto fundamental que se conhea em que tipo de solo ir se apoiar nossa edificao, para evitarmos problemas futuros de difcil soluo e custo elevado. Somente com uma sondagem de solo executada por uma empresa de fundaes legalmente habilitada (com registro no CREA) que poderemos analisar as propriedades do solo, que ao contrrio do que muito pensam, variam de cidade para cidade, bairro para bairro e muitas vezes de quadra para quadra. O solo no homogneo, da as grandes diferenas de comportamento e resistncia. O mtodo de fundao mais comum em nossa regio a chamada fundao profunda (estacas), que consiste na perfurao de solo e posterior lanamento de concreto executado com equipamento apropriado. Tal fundao tem como um princpio transmitir ao solo por atrito lateral (estaca e solo) as cargas provenientes dos pilares da edificao, sendo necessrio atingir profundidades superiores a 6 m. O fator determinante ser sempre em funo da carga da estaca, do seu dimetro e da resistncia do solo. O mtodo de fundao mais comum em nossa regio a chamada fundao profunda (estacas), que consiste na perfurao de solo e posterior lanamento de concreto executado com equipamento apropriado. Tal fundao tem como um princpio transmitir ao solo por atrito lateral (estaca e solo) as cargas provenientes dos pilares da edificao, sendo necessrio atingir profundidades superiores a 6 m. O fator determinante ser sempre em funo da carga da estaca, do seu dimetro e da resistncia do solo. de grande relevncia chamar a ateno para as Brocas Manuais, que dificilmente alcanam 3,0 m de profundidade. Trata-se de um sistema com eficincia questionvel, pois na maioria dos casos adotado sem conhecimento do tipo de solo e da carga que tal broca deve suportar. A grande maioria dos problemas ocorre com esse tipo de fundao. O profissional responsvel tcnico da obra quem ir determinar o tipo de fundao que melhor se adapta as condies do terreno, garantindo dessa forma, economia, solidez e segurana para sua construo. Confie sempre a sua obra de fundao a uma empresa especializada e regularmente registrada no CREA, para que voc tenha a garantia e a ART (Anotao de Responsabilidade Tcnica) do servio executado.

Bibliografia BARATA, F. E.: Propriedades de Mecnica dos Solos Uma Introduo ao Projeto de Fundaes, 1984, Livros Tcnicos e Cientficos Editora S/A. CINTRA, J. C. A. & ALBIEIRO, J. H.: Capacidade de Carga e Recalques de Fundaes Diretas, EESC, USP, So Carlos, 1984, 29 p. CINTRA, J. C. A. & ALBIEIRO, J. H.: Capacidade de Carga Estacas, Apostila, EESC-USP. CINTRA, J. C. A. & ALBIEIRO, J. H.: Projeto de Fundaes, Apostila, 1984, Vol. I, EESC-USP. CINTRA, J. C. A.: Carregamento Lateral em Estacas, Apostila, 1983, EESC-USP.