Genética - Hematologia

download Genética - Hematologia

of 24

  • date post

    22-Jun-2015
  • Category

    Documents

  • view

    120
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of Genética - Hematologia

DIAGNSTICOEM GENTICA

MOLECULAR

1

Hematologia

DIAGNSTICOEM GENTICA

MOLECULAR

Hematologia

DIAGNSTICOEM GENTICA

MOLECULAR

Hematologia

O

recente avano cientfico e tecnolgico dire-

trombose, sendo os mais frequentes: Fator V de Leiden,

cionado gentica promoveu excepcional

Gene da Protrombina, MTHFR, Cistationa Beta Sinteta-

desenvolvimento no diagnstico laboratorial

se e PAI-I. A pesquisa destes polimorfismos pode defi-

de diversas doenas hematolgicas de natureza he-

nir uma estratgia de ateno especial, aconselhando

reditria e mesmo adquirida. As tcnicas moleculares

a profilaxia primria para doentes assintomticos em

trouxeram simplicidade, rapidez e confiabilidade na

situaes de risco.

deteco de portadores de doenas hematolgicas eno diagnstico preventivo de distrbios hemostticos;o que vem sendo comprovado com a elucidao de alteraes moleculares de diversas doenas, como trombose, talassemia, leucemia, hipertenso, hemocromatose e hiperhomocisteinemia. O diagnstico molecularaplicado a Hematologia Clnica uma ferramenta imprescindvel para a correta avaliao e diagnstico delinfomas e leucemias.Deve-se destacar a importncia da gentica na reade hipercoagulabilidade. O tromboembolismo venoso(TEV) afeta de 1 a 3 indivduos por mil habitantes/ano e estimado que 60% da predisposio a trombose sejaatribuda a componentes genticos. Os fatores genticos envolvidos consistem em mutaes em diferentesgenes que codificam fatores hemostticos, que podemocorrer isolados ou combinados entre si. Esta variabilidade gentica est relacionada com a grande variabilidade nas manifestaes clnicas. Nos ltimos anos

Alm disso, as alteraes genticas de qualquer natureza tm o risco de serem transmitidas aos descendentes diretos. Portanto, o reconhecimento destas alteraes pode motivar a pesquisa familiar, com o intuito deidentificar o grupo de pessoas que pode ter o risco detrombose sem qualquer conhecimento e direcion-lo amedidas de preveno.Este catlogo tambm dirigido ao estudo de diferentes patologias hematolgicas. A base tcnica sobre aqual sustenta esta tecnologia a Reao em Cadeiada Polimerase (PCR), que aportou grande impacto nodiagnstico hematolgico, otimizado por sua varianteReal Time (RT-PCR quantitativa) que pode ser utilizadoem todo tipo de amostra hematolgica (sangue perifrico e medula ssea). De forma complementar, as tcnicas de Sequenciamento e MLPA (Multiplex Ligation-dependent Probe Amplification) permitem abordarcom mais preciso o diagnstico de risco familiar.

vrios polimorfismos genticos foram associados

Para informaes adicionais e atualizaes acercado menu completo de exames acesse o linkwww.hermespardini.com.br/helpdeexames

Alfa talassemia - Estudo molecular

6

Apolipoprotena B-100 defeituosa familiar Estudo molecular

6

Beta Talassemia - Estudo molecular

7

CADASIL - Estudo molecular da arteriopatiacerebral autossmica dominante

7

Cistationina Beta Sintetase - Polimorfismo844INS68

ndiceGene HJV - Mutao Pontula GLY320 VAL

13

Microquimerismo em Transplante de Medula

14

8

PAI-1 - Polimorfismo 4G/5G

14

Enzima Conversora da Angiotensina Polimorfismo I/D da ECA (Hipertenso)

8

Predisposio gentica ahiperhomocisteinemia

15

Fator XII - Estudo molecular da mutao C46T

8

(CBS, MTHFR C677T e MTHFR A1298C)

15

Fator V de Leiden

9

G6PD, mutao 202 (G/A)

9

Predisposio gentica hipertenso (ECAI/D e Protena G C825T)

15

Gene FLT3 - Prognstico molecular de LMA

10

Hemocromatose - Diagnstico molecularda mutao S65C

10

Hemocromatose - Diagnstico moleculardas mutaes C282Y e H63D

11

Hemocromatose - Diagnstico moleculardas mutaes C282Y, H63De S65C

11

Hemocromatose tipo III - Mutao Y250Xno gene TFR2

12

JAK2 V617F (Policitemia vera,Trombocitemia e Mielofibrose idioptica) Metilenotetrahidrofolato redutase Mutaes A1298C e C677T

Protena G (Hipertenso) - Polimorfismo C825T 16Protrombina - Mutao

16

Rearranjo BCL1/JH t(11,14)

17

Rearranjo BCL2/JH t(14,18)

17

Rearranjo BCL6

18

Translocao BCR-ABL - Qualitativo

19

Trombofilias - Estudo gentico

20

Trombofilias Plus - Estudo gentico

21

12

Varfarina, anlise molecular ampliada dasensibilidade a -

21

13

Genes VKORC1 e CYP450

21

Alfa talassemia - Estudo molecularA alfa talassemia constitui um grupo de doenas hereditrias, causadas pela deficincia de sntese de cadeiasalfa da hemoglobina. Existem quatro genes da alfaglobina, localizados no par de cromossomos 16 (regio16p13.3) e os fentipos da alfa talassemia so determinados pela deleo de 1, 2, 3 ou 4 desses genes, ou porpequenas mutaes pontuais. De acordo com o nmerode genes deficientes, os fentipos observados so: portador silencioso, trao alfa talassmico, doena da hemoglobina H e hidropsia fetal por hemoglobina Barts,respectivamente. A alfa talassemia 3.7 a forma maiscomum mundialmente, seguida de 4.2, --MED, 20.5, --SEA.O alto grau de miscigenao na formao da populaobrasileira produziu elevadas frequncias de hemoglobinopatias no pas. A alfa talassemia, principalmente 3.7, a alterao de hemoglobina mais comum na populaobrasileira, atingindo 20 a 25% da populao afro-descendente. Em indivduos com microcitose e hipocromia, afrequncia de cerca de 50%, conforme estudos brasileiros.

6

O teste molecular til para confirmar o diagnstico,principalmente em pacientes com microcitose e hipocromia sem anemia, no aconselhamento gentico e emestudos populacionais.

Condio

Mtodo

PCR MultiplexSangue Total em EDTA

Conservao para envio

At 2 dias temperatura ambiente.At 5 dias refrigerado entre 2 a 8C.

Tempo de liberao

25 dias teis

Apolipoprotena B-100 defeituosafamiliar - Estudo molecularA deficincia familiar de apoB100 (FDB) juntamente coma hipercolesterolemia familiar pertencem ao tipo II/a dehiperlipidemia primaria segundo a classificao de Fredrickson. FDB uma enfermidade autossmica dominante que resulta em hipercolesterolemia. As manifestaes clnicas so explicadas pelo acmulo em plasmade LDL devido a apoB100 defeituosa. Estas trocas emapoB100 produzem uma menor afinidade pelo receptorde LDL (responsvel em 80% dos casos). As consequncias so hipercolesterolemia, xantoma tendinoso e arterosclerose prematura, que causa a apario precoce daenfermidade cardio e cerebrovascular e morte prematura. A mutao mais comum a G10699A, a qual resultaem substituio de Arg por Gln (R3500Q). Os portadoresda mutao apresentam maiores nveis de colesterolem relao aos no portadores e, consequentemente,maior risco de doena cardaca isqumica.A FDB um dos problemas genticos mais frequentesque podem ser tratados fenotipicamente atravs demedicamentos que diminuem os lipdios, ou dieta.Localizao: 2q24Hereditariedade: Autossmica dominante

DIAGNSTICO EM GENTICA MOLECULAR - Hematologia

Exames oferecidos: Apolipoprotena B-100 defeituosa familiar - Estudoda mutao R3500Q Apolipoprotena B-100 defeituosa familiar - ScreeningR3500Q, R3500W, H3543Y por sequenciamento Apolipoprotena B-100 defeituosa familiar - Sequenciamento completo

Mtodo

PCR e sequenciamento

Condio

Sangue Total em EDTA

Conservao para envio

Enviar em temperatura ambiente at 2 dias ourefrigerado entre 2 e 8C em at 7 dias.

Tempo de liberao

30 dias teis

Beta Talassemia - Estudo molecularA b-talassemia caracteriza-se por uma reduzida sntesede hemoglobina de cadeia beta que resulta em anemiamicroctica hipocrmica, sangue perifrico anormalcom clulas vermelhas nucleadas e reduo da quantidade de hemoglobina A. Seu surgimento ocorre aproximadamente aos 2 anos de idade com severa anemiae hepatoesplenomegalia. O sequenciamento da regiocodificante do gene HBB detecta mutaes em 99% dosindivduos com talassemia. Delees de extenso varivel do gene b ou do cluster HBB que do como resultadotalassemia-b ou talassemia-b complexas denominadastalasemia-gdb e talasemia-gb so causa muito poucocomum de talassemia-b e seu estudo est disponvelclinicamente e se realiza mediante MLPA.Localizao: 11p15.1Hereditariedade: Autossmica recessiva

Mtodo

PCR e sequenciamento DO GENE HBB

Condio

Sangue Total em EDTA

Conservao para envio

Enviar em temperatura ambiente at 2 dias ourefrigerado entre 2 e 8C em at 7 dias.

Tempo de liberao

20 dias teis

CADASIL - Estudo molecularda arteriopatia cerebralautossmica dominanteA arteriopatia cerebral familiar caracterizada por episdios de enxaqueca que se iniciam a partir da terceiradcada de vida. Evolui com infartos mltiplos subcorticais e demncia entre 50 a 60 anos de idade. As alteraes antomo-patolgicas observadas so depsitosgranulares na camada mdia das arterolas.CADASIL uma doena hereditria, autossmica dominante causada por mutaes no gene Notch3, localizado no cromossomo 19 (q12). Aproximadamente 75% dasmutaes se encontram nos exons 3 e 4 deste gene. Amutao mais frequentemente relacionada doena a substituio de uma citosina por timina na posio268 do exon 3 do Notch3 (R90C).

7

Mtodo

PCR com primers intrnicos flanqueadores dos exons 3e 4 do gene notch3, sequenciamento em duplo sentidoe estudo da sequencia mediante Blast

Condio

Sangue Total em EDTA.

Conservao para envio

Enviar em temperatura ambiente at 2 dias ourefrigerado entre 2 e 8C em at 7 dias.

Tempo de liberao

35 di