Governança Hidrica

Click here to load reader

  • date post

    15-Aug-2015
  • Category

    Services

  • view

    34
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of Governança Hidrica

  1. 1. Produzir solues e melhorias contnuas gesto de facilidades, customizando recursos e com aprimoramento constante da mo-de-obra. Nossa Misso Nossa Viso Administrar empreendimentos atravs de metodologias que proporcionem a mensurao quantitativa e qualitativa dos servios prestados, otimizando a variabilidade nos processos de trabalho, produzindo como resultado a verdadeira gesto de facilidades. Nossos Valores Prezar por uma gesto assertiva e transparente, em toda sua amplitude, com eficiente emprego de todos os recursos.
  2. 2. Operao Valorizao de pessoas, como catalisador das operaes. Alianas estratgicas. Legislao como base: melhoria contnua Organizao e Disciplina Respeito e tica nos Negcios Desenvolvimento Liderana Ordenao para o desenvolvimento Comunicao e Engajamento Atuao local, viso global Lealdade Sustentabilidade Garantia de transparncia Legalidade Observao de tendncias Boas prticas Aculturamento Legado para operaes futuras Poltica de Gesto
  3. 3. Conhea os Gestores do Projeto
  4. 4. A WGPS acredita que, apesar das diversas disciplinas envolvidas na rotina da administrao de facilidades, a rea e o profissional, devem possuir uma gama de conhecimentos que so estratgicos no seu dia a dia. Nosso pblico variado e inconsistente e esta profisso nos exige jogo de cintura. Assegurar e praticar prtica as normas, os procedimentos e a legislao vigente, so habilidades dos nossos profissionais. Nossos gestores detm habilidades tcnicas, conceituais e humanas.
  5. 5. A WGPS acredita que a combinao destas habilidades imprescindvel ao Gestor de Facilidades, pois o torna um profissional apto a entender as demandas e tomar decises. Em cada organizao o Gestor de Facilidades soluciona problemas, dimensiona recursos, planeja sua aplicao, desenvolve estratgias, efetua diagnstico de situaes, para tomar a deciso mais apropriada possvel.
  6. 6. Para ns, a administrao de facilidades a rea responsvel pela imagem corporativa, por projetos especficos para atendimento legal e todas as atividades indiretas que alavancam o posicionamento estratgico das empresas. Sendo assim, nossos lderes so generalistas na arte de pensar e especialistas na cincia do agir.
  7. 7. A parametrizao das atividades desenvolvidas por meio da aplicabilidade de indicadores e da mensurao atravs de acordos de nveis de servio, nos permite gerenciar quantitativa, qualitativa, transparente e equilibradamente, todos os processos destinados operacionalizao dos empreendimentos, sem prejudicar a flexibilidade e as necessidades especficas de cada cliente, possibilitando o aprimoramento constante da prestao de servios. Modus Operandi
  8. 8. Equipe de Gesto Engenheira de Segurana do Trabalho, com 25 anos de experincia na rea de Gesto da Qualidade e SMS com as seguintes qualificaes : Gerncia de Sistemas de Gesto da Qualidade, calados nas Normas ISO srie 9000, ISO/TS 29001. Participao da implementao, operacionalizao e monitoramento de Sistemas de Gesto da Qualidade nos segmentos de Empreendimentos Integrados, Engenharia de Projeto, Fabricao, Construo e Montagem. Treinamentos na rea da Qualidade e SMS. Execuo de Auditorias da Qualidade e SMS. ANGELA DEPENTOR
  9. 9. Equipe de Gesto Engenheiro de Segurana do Trabalho com carreira desenvolvida em Gesto, com destacada experincia na administrao logstica e no gerenciamento de materiais, elaborao de relatrios gerenciais e liderana de equipes, atuando com foco na reduo de custos, eliminao de falhas, melhoria contnua e excelncias nos produtos e servios. Atuante na formulao e execuo da poltica e nas diretrizes a serem adotadas, identificando as necessidades, planejando, organizando, dirigindo, controlando, coordenando e orientando as atividades, planos, programas e projetos. BRUNO LUCIANO DEPENTOR
  10. 10. Equipe de Gesto Arquiteta e Urbanista, com MBA em Gesto Estratgica e Servios na London Business School, prmios e experincia internacional. Executiva com 13 anos de experincia nas reas de Infraestrutura, Instalaes, Gesto de Trabalho, Construo e Projetos em grandes empresas nacionais e multinacionais no Brasil e no exterior. Comprovada competncia em Facilities Management em prdios administrativos altamente complexos, gesto de todos os processos inerentes ao seu bom funcionamento. Experincia em gerenciamento de servios de infraestrutura em instalaes operacionais, tais como portos, usinas e ferrovias e suas respectivas reas administrativas e na gesto de recursos e prazos. LISETE GOMES
  11. 11. Equipe de Gesto Engenheiro mecnico, com MBA em Gerenciamento de Projetos pela FGV, com 29 anos de experincia na elaborao e superviso de projetos bsicos e de detalhamento de instrumentao, implantao, montagem e comissionamento de sistemas de automao (SDCD, SCADA, PLC) associados a empreendimentos nas reas de petrleo, petroqumica, minerao e gerao de energia.LUIZ CARLOS NERY
  12. 12. Equipe de Gesto Know how nas reas de Administrao Predial, Facilities, Utilities, Segurana Patrimonial e Real Estate, adquirido no decorrer de oito anos na gesto de escritrios de padro Triple A, com desempenho avaliado mediante considerveis acordos de nveis de servios e severos KPIs. Socializao da expertise disseminada atravs da ministrao de cursos de aperfeioamento profissional para a WGPS Property Management e atividades de consultoria em Inspees Prediais, de acordo com as disposies constantes da NBR 5674, Procedimentos de Manuteno das Edificaes. Operou como Coordenador de Manuteno no Centro Empresarial Senado, empreendimento dotado de 189.000 m2 , com quatro torres, divididas em dois edifcios, com populao fixa de 10.340 pessoas e flutuante de 3.000, considerado o Triple A nmero um da Amrica Latina, com a Petrobras como monousurio. Atua como Gestor Operacional do Edifcio Sede da Petrobras, na Av. Chile, 65, no Centro do Rio de Janeiro. LUIS EVANGELHO
  13. 13. Equipe de Gesto Bilogo, MBA em Planejamento e Gesto Ambiental. Experincia em gerenciamento de resduos slidos, elaborao e implantao de Plano de Gerenciamento de Resduos Slidos (PGRS) e reas operacionais do Meio Ambiente na indstria e no comrcio. Gesto de contratos com empresas terceirizadas. Socializao da expertise disseminada atravs da ministrao de cursos de aperfeioamento profissional para a WGPS Property Management e atividades de consultoria em sustentabilidade. Responsvel pela implantao do sistema de Gerenciamento de Resduos no Centro Empresarial Senado, empreendimento dotado de 189.000 m2 , com quatro torres, divididas em dois edifcios, com populao fixa de 10.340 pessoas e flutuante de 3.000, considerado o Triple A nmero um da Amrica Latina, com a Petrobras como monousurio. VITOR TAVARES
  14. 14. Diretoria
  15. 15. Diretoria Operacional Conhecimentos adquiridos nas reas de Operao Predial, Facilities e Real Estate, acumulados ao longo de dezesseis anos e desenvolvidos na gesto, de escritrios de padro Triple A, shoppings centers e empreendimentos residenciais multifamiliares, com performance avaliada atravs de agressivos acordos de nveis de servios. Socializao da expertise disseminada atravs da realizao de cursos de extenso, seminrios e palestras, voltados profissionais do segmento de Property Management. Aps dezesseis anos exercendo atividades em favor de terceiros, instituiu a WGPS World Group Of Private Services, uma empresa voltada a gesto predial. LUIZ CLAUDIO ALMEIDA
  16. 16. Diretoria Property Management Experincia adquirida nas reas de Property Management, Facilities, Real Estate e Segurana do Trabalho, acumulada ao longo de 20 anos, desenvolvidos na gesto, de escritrios de padro Triple A, construdos com certificao LEED, shoppings centers, com performance avaliada atravs de agressivos acordos de nveis de servios. Reconhecida na edio 151 da Revista Infra e destacada como Personagem do Mundo Empresarial de Facilities e Real Estate. Socializao da expertise disseminada atravs de publicaes em portais de projetos educacionais, sites de referncia nacional no segmento de Facilities Management, compartilhando, ainda, a vivncia neste mercado mediante a difuso de artigos em revistas do ramo. MAYB FERREIRA
  17. 17. Introduo
  18. 18. 19 PROJETO GOVERNANA HDRICA PARA EDIFICAES A questo da disponibilidade de gua no Brasil realmente interessante. Dados estatsticos mostram que cerca de 70% de toda gua do Brasil encontra-se na regio Amaznica, ocupada por apenas 7% da populao do pas. Comparando-se, a regio Sudeste que detm cerca de 42% da populao e disponibiliza 6% da gua doce brasileira. Por isso, esta desigual distribuio demogrfica da gua doce acaba ocasionando um estado de stress hdrico em pontos das regies Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul, principalmente junto aos centros urbanos, acarretando at mesmo numa disponibilidade por habitante similar a regies desrticas.
  19. 19. 20 PROJETO GOVERNANA HDRICA PARA EDIFICAES Diante desta situao, e ainda da questo da qualidade das guas e da poluio de grande parte dos mananciais brasileiros, cada vez mais claro que a busca pelo Uso Eficiente da gua e a implementao de aes concretas so uma necessidade real, principalmente nas regies com grande adensamento populacional no pas. Represa Atibainha, parte do Cantareira, SP.
  20. 20. Dados Relevantes
  21. 21. 22 PROJETO GOVERNANA HDRICA PARA EDIFICAES Consumimos, em mdia, 354 litros de gua/dia apenas nos sanitrios, considerando dois banhos, trs escovaes de dentes e trs descargas. 354 litros por dia, 2.478 litros por semana, 10.620 litros por ms, 129.210 litros de gua por ano. Este nmero equivale a 177 garrafas PET de 2 litros num nico dia. Um adulto de 60 anos, provavelmente j ter usado mais de 6,5 milhes de litros de gua, utilizando mais de 2,5 vezes o tamanho de uma piscina olmpica (2.500.000 litros).
  22. 22. 23 PROJETO GOVERNANA HDRICA PARA EDIFICAES Uma torneira gotejando desperdia mais de 40 litros de gua por dia. O banho de 15 minutos