Guia Cascais

of 35/35
O SEU GUIA PARA CASCAIS Revista IEFP Vida Activa 58 17 de Março de 2015 CASCAIS VILA MARAVILHOSA
  • date post

    08-Apr-2016
  • Category

    Documents

  • view

    221
  • download

    1

Embed Size (px)

description

Guia da vila de Cascais

Transcript of Guia Cascais

  • O SEU GUIA PARA CASCAIS

    Revista IEFP Vida Activa 58 17 de Maro de 2015

    CASCAIS VILA MARAVILHOSA

  • HotisA Vila de Cascais uma zona histrica, donde foi comemorado o seu 650aniversrio no passado dia 7 de Junho de 2014. No s uma zona histrica,mas tambm uma zona turstica, onde existem cerca de 139 hotis no concelhode Cascais.Segue-se o mapa dos hotis estabelecidos no concelho de Cascais:

    A distribuio feita destes 139 hotis permite que a zona de Cascais seja bemconhecida a nvel internacional, levando ao aumento do turismo.

    De seguida, sero mencionados 3 dos hotis mais conhecidos de Cascais:

  • Estalagem Muchaxo HotelA Estalagem Muchaxo (Hotel dequatro estrelas) est localizada naPraia do Guincho, em pleno ParqueNatural Sintra-Cascais, a poucosminutos de Lisboa e do AeroportoInternacional.

    Renovada e reclassificada para Hotelde quatro estrelas em Janeiro de2012, com mais de 60 anos dehistria, ocupa uma Fortaleza doSculo XVII, desafiando as ondas eos ventos do Oceano Atlntico.

    Num extraordinrio cenrio natural e paisagstico, a Estalagem Muchaxotransmite uma atmosfera nica e personalizada, onde mar e serra se fundemde uma forma mpar, proporcionando um revigorante e inesquecvel contactocom a natureza.

    O seu Restaurante um dos mais reconhecidos na regio, fruto da suamagnfica localizao sobre o mar e da sua gastronomia, especializada empeixes e mariscos da nossa Costa.

    Tambm o Bar, com vista para o mar, com a sua lareira, piano, arquitetura edecorao caractersticas proporciona uma atmosfera nica.

    A Praia do Guincho permite um revitalizante contacto com a natureza e oferecesuporte prtica de desportos como surf, windsurf e kit surf, sendoreconhecida internacionalmente como um dos melhores spots da Europa.

  • Hotel BaaO Hotel Baa em Cascaistem a localizao maisprivilegiada da Costa doEstoril. Situado mesmono centro da vila emfrente Praia dosPescadores oferece umavista deslumbrante daBaa de Cascais.Alvo desucessivas obras deremodelao, o HotelBaa apresenta agora113 quartos, a maioria dos quais com varanda e vista para o mar. No ltimopiso encontrar a Piscina coberta e aquecida (no inverno) bem como o terraoexterior e o Blue Bar, conhecido Sunset Lounge Bar onde poder degustarum cocktail ou uma refeio ligeira enquanto admira a vista da baa e a suaenvolvncia. No rs-do-cho, ao longo da sua convidativa esplanada, comservio de bar e cafetaria, para alm de acesso wi-fi internet grtis,encontrar o Restaurante Baa Grill premiado e reconhecido pela suagastronomia.

    O Hotel Baa dispe ainda de 5 Salas de Reunies e Banquetes, totalmenteequipadas com capacidade at 150 pessoas, assim como Parque deEstacionamento para 90 viaturas. Perto dos campos de golfe e outrosequipamentos desportivos, como o Hipdromo, a Marina de Cascais, o ClubeNaval, as praias, o famoso Casino do Estoril, o Autdromo e o CentroCongressos do Estoril, este hotel familiar oferece um ambiente acolhedor esimptico e um servio de qualidade a todos os que o visitam.

  • Hotel Vila Gal CascaisO Hotel Vila Gal Cascais estsituado sobre o mar e a poucosmetros da famosa Marina deCascais e do centro histrico da vilae foi totalmente renovado em 2009.

    Este hotel em Cascais constitudopor amplos quartos e suites, muitosdeles com uma vista arrebatadorasobre o Oceano Atlntico. O hoteloferece uma ampla rea de jardinscom uma piscina exterior, parqueinfantil, um restaurante com uma estao de show cooking, um bar, salas deeventos com luz natural e salas de massagem.

    O hotel dispe de um sistema de Wi-Fi gratuito em todas as zonas.

    No centro histrico de Cascais passeie na Rua Direita, a principal rua decomrcio da cidade, onde encontrar lojas, irresistveis feirinhas e vendedoresde rua. Aconselhamos uma visita ao Museu Paula Rego, obra do famosoarquiteto Souto Moura, um passeio a p na Marina de Cascais e um mergulhona Praia do Guincho, uma das mais bonitas de Portugal.

    Para mais informaes, capture o cdigo QR seguinte com informaes dosrestantes hotis, preos e marcaes:

  • RESTAURANTE FURNAS DO GUINCHO

    Com uma localizao privilegiada sobre o Atlntico, um design moderno eacolhedor o Restaurante Furnas do Guincho oferece vrios espaos interiorese exteriores projectados sobre o mar, que alinham o bom gosto, versatilidade einsolvncia, transformando este local num ambiente mgico.Aliando bom gosto, versatilidade e envolvncia, transforma este local numambiente mgico, capaz de satisfazer os seus desejos mais especiais.Uma equipa competente e dedicada pe disposio dos clientes o "savoirfaire" do servio e a qualidade da gastronomia mediterrnea. sua espera todos os dias do ano, o Restaurante Furnas do Guinchoproporciona-lhe uma experincia que vai mais alm de um simples jantar.Com uma grande rea de estacionamento com vigilncia e acessibilidadespara deficientes motores, temos todas as comodidades para que se sinta umcliente privilegiado.

    Acessos: Estrada do Guincho. Avenida Nossa Senhora do Cabo, n1265Dia(s) de Encerramento: No encerraEspecialidades: Sopas: Sopa de peixe. Peixe: Paelha de marisco; Arroz de marisco; Peixegrelhado; Caldeirada de peixe; Feijoada de marisco; Lulas; Peixe ao sal; Peixe assado noforno; Cataplana de marisco. Carne: Carnes grelhadas.Estacionamento: Privativo.Formas de pagamento: Cartes Crdito e Multibanco.Histria: Existente desde a dcada de 50, remodelado em 1993, para melhor servir os seusclientes.Horrio de Encerramento: 23:00Lotao: 300Preo Mdio: 35.00Tipo de Restaurante: Portugus, Peixe e MariscoHorrio de Funcionamento: Das 12:30 s 16:00 e das 19:30 s 23:00.rea para fumadores: Zona Fumadores + Zona No Fumadores

  • Restaurante Luzmar Cervejaria

    Situado numa zona privilegiada a um passo do Atlntico com uma vistamaravilhosa perto da baa de Cascais. O Restaurante Luzmar para os nossosclientes uma sintonia de sabores, e requinte a servir desde 1987 conquistadospelo servio de excelente qualidade.A variedade de peixe e mariscos frescos assim como a variedade da cozinhaPortuguesa faz sempre a vontade e com satisfao o regresso dos nossosestimados clientes.

    Contacto

    TEL: 210484996 FAX: 214868508Restaurante Cervejaria LuzmarAlameda Combatentes Grande Guerra 1042750-326CASCAIS

  • RESTAURANTE QUINTO SABOR

    Comida tpica portuguesa. Muito saborosa desde as entradas sobremesa.Comida alentejana e algarvia.Ambiente muito hospitalar e muito simptico.Muito recomendado.Aceita marcaes.Fechado s 3 feiras.

    Morada: Rua da Torre 1040, Cascais 2750 760Telefone: 214055700

  • Lazer

    Em latim significa "ser lcito", "ser permitido".

    Poder-se- definir lazer, como uma forma de uma pessoa utilizar seu tempo,dedicando-se a uma atividade que aprecie e que no seja considerado

    trabalho.

    Cascais

    O universo possvel do lazer

    .

  • Lazer, entende-se como um conjunto de ocupaes s quais o indivduodesenvolve de livre vontade, seja para repousar, seja para se divertir e se

    entreter

    O lazer no um fenmeno isolado e se manifesta em diferentes contextos emsuas relaes com o mundo.

  • O lazer participa da complexa trama histrico-social que caracteriza a vida nasociedade, e um dos fios tecidos na rede humana de significados, dos

    smbolos e das significaes.

    .

    Desse modo, lazer uma necessidade humana e dimenso da culturacaracterizada pela vivncia ldica de manifestaes culturais no tempo/espao

    social. Assim, o lazer constitudo na articulao de trs elementosfundamentais: a ludicidade, as manifestaes culturais e o tempo/espao social

    Essas e outras manifestaes possuem significados singulares para cadasujeito e para cada grupo humano e, por isso, no podem ser reduzidas adivertimentos, embora eles tambm sejam amplamente vivenciados como

    experincias de lazer.

  • Assim, as manifestaes culturais constituem prticas sociais complexaspermeadas por aspetos simblicos e materiais que integram a vida de cadapessoa e a cultura de cada povo, podendo assumir mltiplos significados: ao

    serem concretizadas em um determinado tempo/espao social, ao dialogaremcom um determinado contexto e, tambm, ao assumirem um papel peculiar

    para os sujeitos, para os grupos sociais, para as instituies e para asociedade que as vivenciam histrica, social e culturalmente.

    Trabalho sobre o tema do Lazer

    Na formao do IEFP

    Curso: criao de sites

    Teresa Pacheco

    Helder

    Cascais, 17 Maro 2015

  • As praias de cascais

    Elaborado por: isabel ferreira e Carlos figueiredo

    CASCAIS Localizao

    Situado a ocidente do esturio do Tejo, entre a serra de Sintra e o oceano Atlntico, o territrio ocupado pelo Concelho de Cascais limitado a norte pelo concelho de Sintra, a sul e a ocidente pelo oceano e a oriente pelo concelho de Oeiras.

    Situado a ocidente do esturio do Tejo, entre a serra de Sintra e o oceano Atlntico, o territrio ocupado pelo Concelho de Cascais limitado a norte pelo concelho de Sintra, a sul e a ocidente pelo oceano e a oriente pelo concelho de Oeiras.

    A ocupao humana na rea que hoje constitui o concelho de Cascais dever remontar ao Paleoltico Inferior, como o atestam os vestgios encontrados a norte de Talade, no Alto do Cabecinho (Tires) e a sul dos Moinhos do Cabreiro.

    Cascais Pr-Histrico

    A ocupao humana na rea que hoje constitui o concelho de Cascais dever remontar ao Paleoltico Inferior, como o atestam os vestgios encontrados a norte de Talade, no Alto do

    Cabecinho (Tires) e a sul dos Moinhos do Cabreiro. Durante o Neoltico assistiu-se ao estabelecimento dos primeiros povoados e utilizao de grutas naturais (como as do

    Poo Velho, em Cascais) e artificiais (como as de Alapraia ou So Pedro), para o culto dos mortos. Os corpos eram a depositados juntamente com oferendas votivas, prtica que se

    manteve para alm do Calcoltico.

    Cascais Romano

    Como testemunhos do perodo romano destacam-se as villae de Freiria (So Domingos de Rana) e de Casais Velhos (Charneca), assim como o conjunto de dez tanques descobertos na Rua Marques Leal Pancada, em Cascais, parte de um complexo fabril para a salga de peixe. O domnio romano tambm se fez sentir ao nvel da toponmia (caso de Caparide, proveniente do latim capparis, que significa alcaparra) e atravs de algumas inscries,

    maioritariamente funerrias.

    Cascais rabe

    A presena rabe legaou abundantes topnimos, como, por exemplo, Alcoito ou

    Alcabideche, terra natal do poeta Ibn Muqna que, nascido no incio do sculo XI, se referiu sua vivncia agrcola e aos seus moinhos de vento:

    tu que vives em Alcabideche Oxal nunca te faltem

    Nem gros para semear, Nem cebolas, nem abboras.

  • As praias de cascais

    Elaborado por: isabel ferreira e Carlos figueiredo

    Se s homem de deciso Precisas de um moinho

    Que funcione com as nuvens Sem necessidade de regatos.

    Cascais medieval

    Na segunda metade do sculo XII, Cascais era uma pequena aldeia de pescadores e lavradores. O topnimo Cascais parece mesmo derivar do plural de cascal (monte de

    cascas), o que deve relacionar-se com a abundncia de moluscos marinhos a existentes. Ainda assim, o territrio que atualmente alberga o concelho era sobretudo habitado no interior, denunciando a hegemonia das atividades agrcolas e o receio dos ataques dos

    piratas mouros e normandos.

    Administrativamente dependente de Sintra, de cujo termo fazia parte, Cascais, em consequncia da privilegiada situao geogrfica da sua baa, transformou-se num porto de pesca concorrido. Neste contexto, em 7 de junho de 1364 os homens bons de Cascais obtiveram de D. Pedro I a elevao da aldeia a vila que houvesse por si jurisdio e juzes para fazer direito e justia e os outros oficiais que fossem cumpridores para bom regimento deste lugar, comprometendo-se a pagar anualmente Coroa duzentas de libras de ouro, para alm daquilo que j despendiam, o que parece atestar a riqueza da regio, certamente proveniente do pescado.

    O castelo de Cascais dever ter sido construdo depois desta data, visto que em 1370, ano em que se formou o termo de Cascais, D. Fernando pde doar o castelo e lugar de Cascais a Gomes Loureno de Avelar, como senhorio, sucedendo-lhe, entre outros, o Dr. Joo das Regras e os Condes de Monsanto, depois Marqueses de Cascais. Entretanto, apesar da conquista e saque do castelo pelos castelhanos, em 1373, e do bloqueio do porto, em 1382 e 1384, assistiu-se ao crescimento de Cascais no exterior das muralhas e criao, ainda no final do sculo XIV, das parquias de Santa Maria de Cascais, So Vicente de Alcabideche e So Domingos de Rana.

    Graas Linha de Cascais (o nome advm do comboio que liga Cascais com Lisboa), e Marginal (nome da estrada que contorna todo a costa desde o centro de Lisboa at Cascais), quase todas as praias beneficiam de fcil acesso atravs de transporte pblico bem como por transporte privado.

    Vrias praias comunicam entre si atravs do 'paredo', que um passeio martimo em cima da muralha junto s praias, com boa iluminao nocturna, que inclui vrios bancos de descanso, bares, infra estrutura para exerccio fsico, fitness, e excelente para 'jogging'.

    A maior parte destas praias so vigiadas durante a poca de vero e tem ao dispor do banhista, vrios bares, restaurantes e balnerios.

    As praias so to distintas umas das outras que uma pessoa vai encontrar de certeza a sua favorita de entre elas

    A OPINIO DO LEITOR

  • As praias de cascais

    Elaborado por: isabel ferreira e Carlos figueiredo

    A praia dos reis

    Nos primrdios do turismo

    D. Jos tratou os seus males nas termas do Estoril, D. Lus passava o vero na cidadela e D. Carlos divertia-se em regatas na baa de Cascais. Muito antes de a Costa do Sol se tornar uma estncia de luxo, j os monarcas e a corte desfrutavam dos banhos de mar.

    Ao princpio, o Estoril vivia de costas para o mar. No havia hotis com vistas esplndidas nem passeios praia. At praticamente ao sculo XIX, a costa era sinnimo de perigo, sobretudo dos ataques de piratas e corsrios, e era no interior que o povo encontrava o sustento providenciado pelas terras de cultivo.

    Com as suas guas calmas, a baa de Cascais era o local ideal para os barcos que entravam no Tejo com rumo a Lisboa se refugiarem durante as tempestades ou esperarem por ventos e mars favorveis. Esta costa designada de Santo Antnio at ao sculo XX funcionava tambm como sentinela avanada da capital, uma primeira linha de defesa pronta a dar o alarme quando se aproximava uma armada inimiga.

    A importncia de uma linha de costa forte era ainda maior em perodos de guerra com Castela, razo pela qual Cascais ento uma pacata vila piscatria contava com um castelo pelo menos desde 1367, altura em que surge a primeira referncia escrita edificao. Ao longo dos sculos XV, XVI e XVII, muitas outras fortificaes foram erigidas, como a Torre de Santo Antnio de Cascais (inserida no conjunto da cidadela) ou os fortes de Santo Antnio da Barra (conhecido tambm por forte de Salazar, por ter sido habitado

  • As praias de cascais

    Elaborado por: isabel ferreira e Carlos figueiredo

    pelo ditador), de Santo Antnio da Cruz da Assubida (sobre cujas runas foi construdo o Chalet Barros em 1894) e de Santo Antnio do Estoril, de So Teodsio e de So Pedro do Estoril.

    Alm de alguns eventos militares, pouco h a registar na histria do Estoril at ao sculo XIX. A exceo so as suas guas termais, conhecidas pelo menos desde 1527 e utilizadas at hoje, com algumas interrupes, para tratamento do reumatismo, de problemas respiratrios e de doenas de pele. Curiosamente, a primeira meno que se conhece a um balnerio construdo para aproveitar os benefcios daquelas guas pertence a um espio do rei Filipe II, num reconhecimento da costa datado de finais do sculo XVI.

    Terapia de choque

    O mais ilustre visitante dos chamados banhos do Estoril foi D. Jos, que, em 1775 e 1776, ali fez tratamentos para aliviar as chagas das pernas. O monarca chegava mesmo a levar os seus ces de caa para que as feridas dos bichos cicatrizassem mais depressa. Durante a terapia, que decorria nos meses de vero, o rei ficava hospedado com a famlia na quinta do marqus de Pombal, em Oeiras. Para que no faltasse conforto a Sua Majestade, o marqus mandou arranjar, de propsito, a estrada entre Oeiras e o Estoril.

    No entanto, o Estoril s comearia a afirmar-se como destino de veraneio mais de 200 anos depois de D. Jos, graas ao impulso de outros dois monarcas: D. Lus e D. Carlos. Desde o final do sculo XVIII que comeava a espalhar-se pelos pases mais avanados da Europa, com a Inglaterra cabea, o hbito dos banhos de mar. Na altura, eram vistos como uma terapia, semelhante a uma temporada de termas, que ajudava a combater os malefcios da vida na cidade.

    Inicialmente, o tratamento prescrito era radical: sete mergulhos de madrugada, de preferncia saltando da prancha de uma embarcao, e alguns copos de gua do mar. Uma obra de 1821, Aviso acerca dos Banhos de Mar ou Direco Precisa s Pessoas que houverem de fazer Uso deles, aconselhava uma aproximao lenta gua, seguida de sbita imerso e sada aps dois ou trs minutos, para despir logo a roupa com que o tomaram, () limpando muito bem todo o corpo, e passando mesmo a esfreg-lo por algum tempo, () com um pano de linho enxuto. Com vinte destes banhos tomados, num mximo de dois por dia, a pessoa comearia a obter melhorias nas suas maleitas.

    O rei apaixonado pelo mar

    Com o passar dos anos, os mtodos suavizaram-se, mas os benefcios da praia continua-ram a fazer escola. Em 1876, no livro Praias de Portugal, Ramalho Ortigo elogiava o ar martimo, to salutar s pessoas fracas: Pelo simples facto da residncia beira-mar, como numa localidade elevada, o apetite aumenta, a digesto opera-se mais regularmente e mais rapidamente, a respirao exerce-se com mais atividade, o sistema nervoso sobreexcita-se.

    Neste perodo, a temporada beira-mar j se transformara num verdadeiro acontecimento social, uma forma de cio que ia muito para l dos pressupostos teraputicos iniciais. Numa primeira fase, o veraneio estava reservado s classes mais elevadas e endinheiradas, mas rapidamente a moda pegou e a classe mdia comeou a seguir-lhes o

  • As praias de cascais

    Elaborado por: isabel ferreira e Carlos figueiredo

    passo, procurando locais mais econmicos, como a Cruz Quebrada e Algs, s portas de Lisboa.

    A corte e a famlia real no ficaram imunes nova prtica balnear que entrava em voga. Embora quase todos os membros da casa real tomassem banhos no Tejo em frente a Belm desde D. Maria II, ser o rei D. Lus, com a sua ida para Cascais, a transformar as idas ao mar num hbito dirio. Obrigado a abandonar a carreira naval a contragosto para suceder ao seu irmo, D. Pedro V, no trono de Portugal, D. Lus encontra ali o local ideal para matar as saudades do mar e faz da antiga casa do governador da cidadela a sua residncia de veraneio. A paixo pelo oceano leva o monarca a participar na fundao da Real Associao Naval, em 1856, e nas primeiras regatas promovidas em guas nacionais.

    Graas s suas praias, Cascais passava assim a integrar, com Sintra e Lisboa, o tringulo de lazer do rei, que ali chegava em meados de setembro, regressando capital no fim de outubro, apesar do pouco conforto do palcio instalado na cidadela, descrito por uma sobrinha de Napoleo de visita a Portugal, a parisiense Maria Rattazzi, como um casaro mal mobilado e sem nenhuma espcie de atrativos

    Rainha beira da tragdia

  • As praias de cascais

    Elaborado por: isabel ferreira e Carlos figueiredo

    Eram dias descansados, aqueles que o rei e a rainha passavam em Cascais, como descreve o historiador Joo Miguel Henriques em Da Riviera Portuguesa Costa do Sol (Edies Colibri, 2011): D. Lus e D. Maria Pia tomavam banhos de mar na Praia da Ribeira, pela manh, enquanto os seus filhos se dedicavam a esta atividade na Praia da Boca do Asno, mais protegida. O dia era depois ocupado com passeios, excurses e burricadas em famlia at locais mais distantes o Estoril, a Guia ou o Guincho, onde por vezes se organizavam piqueniques e atividades desportivas como a pesca, a vela, o remo, a caa, o tiro aos pombos e a equitao que a imprensa da poca noticiava profusamente, a fim de satisfazer um pblico vido de novas da famlia real.

    Um dos habituais passeios de D. Maria com os filhos, junto ao mar, quase terminou em desgraa, em 2 de outubro de 1873. Quando estavam a apreciar o oceano revoltoso na praia do Mexilhoeiro, entre a Boca do Inferno e o Farol da Guia, os prncipes foram arrastados por uma onda. D. Maria atirou-se gua de imediato e conseguiu alcanar D. Afonso, mas a famlia s se salvou graas ao auxlio do ajudante do faroleiro da Guia, Antnio de Almeida Neves. A coragem do homem valeu-lhe uma condecorao e uma penso vitalcia de quatro libras por ms.

    Como no poderia deixar de ser, a presena da famlia real levou at costa de Cascais um grande nmero de cortesos, como escreve a historiadora Margarida de Magalhes Ramalho em Estoril A Vanguarda do Turismo (By the Book, 2010): Com ela [a famlia real], vir a corte que se vai instalar nas poucas casas disponveis na vila. Sem qualquer conforto, as principais famlias de Portugal iro ocupar, entre setembro e outubro, modestas casas de pescadores, de brancas paredes caiadas e soalhos gastos, onde destoavam certamente os criados de libr, as carruagens sumptuosas e as preciosas baixelas de prata trazidas dos palcios de Lisboa.

    24 horas de cio

    Tal como a famlia real, os nobres ocupavam os dias com banhos, piqueniques e passeios de barco, a p ou a cavalo. Os seres eram passados no pao da cidadela, enquanto, no lado de fora, a banda de Infantaria 2 tocava o seu repertrio. A vida social foi-se alargando medida que as principais famlias construam palacetes beira-mar e abriam os novos sales aos seus crculos de amizades, organizando festas e quermesses de beneficncia nos jardins.

    Comearam tambm a abrir portas casinos e clubes, dos quais o mais famoso ser o Casino da Praia, inaugurado em 1873, junto praia da Ribeira. O novo ponto de encontro dos veraneantes abria logo pela manh e dispunha de salas de convvio e de jogo, alm de um restaurante com um varandim sobre a praia. Aqui se danava, jogava, conversava e namorava sob o olhar atento das mes. Tambm se recitava poemas e as senhoras ou

  • As praias de cascais

    Elaborado por: isabel ferreira e Carlos figueiredo

    meninas mais prendadas mostravam os seus dotes musicais tocando piano, escreve Margarida de Magalhes Ramalho. Nestes sales fazia-se, no final do vero, a entrega dos prmios das regatas que se realizavam na baa e que contavam sempre com a presena da famlia real.

    Em 1877, Mariano de Carvalho impressionava os presentes no terrao do Casino da Praia com as primeiras experincias com luz eltrica em solo portugus. Um ano depois, a 28 de outubro, dia de aniversrio do prncipe D. Carlos, inaugurava-se oficialmente a iluminao eltrica em Portugal, com candeeiros vindos expressamente de Paris. O Casino da Praia manteve-se como ponto de encontro de eleio das famlias a banhos at fundao do Sporting Club de Cascais, em 1879, uma sociedade desportiva e recreativa na qual s tinha entrada a nata da sociedade da poca.

    Em 1889, sentindo que a morte se aproximava devido a sfilis, dizem uns, ou a cancro, defendem outros , D. Lus decide passar os ltimos dias junto ao oceano que tanto amava, na cidadela, onde falece a 19 de outubro.

    O novo rei mantm a tradio da presena sazonal em Cascais e, no final de agosto de 1891, regressa cidadela, para ali permanecer at novembro. Amante do mar e dos desportos ao ar livre, D. Carlos frequenta a praia, onde toma banho, anda de barco e pesca. tarde, joga tnis no Real Sporting Club, faz tiro aos pombos junto casa do seu secretrio e amigo Bernardo Arnoso (hoje, a sede da Marina de Cascais) ou passeia a cavalo. Aguarelista notvel, D. Carlos aproveita as horas livres para pintar, descreve Margarida de Magalhes Ramalho.

    Imbudo da curiosidade cientfica caracterstica da poca, o rei vai adaptar vrios barcos de recreio para levar a cabo as primeiras campanhas oceanogrficas portuguesas. Na cidadela, instala o primeiro laboratrio de biologia martima do pas, onde estuda as espcies capturadas durante os trabalhos a bordo.

    Aps o assassinato de D. Carlos e do prncipe herdeiro, em 1908, D. Amlia e o jovem rei D. Manuel II no voltam a passar frias em Cascais. No entanto, o fim da monarquia no impediu o desenvolvimento das novas estncias balneares, uma vez que o hbito do veraneio estava j consolidado por esta altura o prprio presidente da Repblica passou algumas temporadas na cidadela.

    Por outro lado, comearam a desenvolver-se praias onde passavam frias algumas importantes famlias republicanas. Foi o caso da Parede, onde surgiram dois sanatrios, no incio do sculo XX, para aproveitar os benefcios do microclima da regio no tratamento da tuberculose ssea.

  • As praias de cascais

    Elaborado por: isabel ferreira e Carlos figueiredo

    Revoluo sobre carris

    Embora comeasse a integrar os guias de viagens nacionais e estrangeiros, a nova estncia apresentava ainda, em finais do sculo XIX, um grande dfice de equipamentos. Para corresponder posse deste privilgio de chique balnear, Cascais, alm da serenidade azul da sua baa e da cidade em que por algum tempo reside a famlia real, dispe apenas de um medocre hotel, de um club de sport e de um casino de aspeto pacato como o de uma botica hospitaleira, onde noite se joga ou bailarica ao piano, escreve Ramalho Ortigo em 1876.

    Tambm ao nvel dos transportes se tornava premente uma revoluo. Ela aconteceu, a 30 de setembro de 1889, com a chegada do primeiro comboio a vapor, que ligava Pedrouos, na confluncia de Lisboa e Oeiras, vila de Cascais em apenas hora e meia. O comboio, que chegaria depois ao Cais do Sodr, seria o maior instrumento de desenvolvimento do municpio, registando mais de dois milhes de passageiros anuais no perodo entre 1898 e 1901. A costa de Cascais deixava de estar reservada corte e burguesia endinheirada. A partir de ento, o mais comum dos alfacinhas podia aproveitar o domingo para dar um passeio pela praia, jogar nos casinos ou simplesmente admirar os palacetes e espaos de recreio dos ricos e poderosos.

    Surgiram tambm, nesta poca, empreendimentos imobilirios importantes, como o Monte Estoril, lanado em 1888. Inspirado nas reputadas praias francesas de Cannes, Arcachon e Saint Raphael, o projeto foi idealizado pelo conde de Moser como estao veraneal e hibernal, quase um sanatrio, que devia reunir os atrativos usados no estrangeiro para chamar a concorrncia, servir de refgio populao de Lisboa que precisasse de metalizar o seu sangue e atrair viajantes estrangeiros.

    Os banhos da poa

    A nova estncia balnear, construda numa zona onde pouco mais havia do que trs ou

  • As praias de cascais

    Elaborado por: isabel ferreira e Carlos figueiredo

    quatro casas, comeou por receber sobretudo famlias da alta burguesia lisboeta, mas ganhou novo prestgio a partir de 1892, quando, aps a morte de D. Lus, a rainha ali compra um chalet beira-mar. A presena de D. Maria Pia levou terra muita aristocracia e dotou-a de uma tal animao que o Monte Estoril chegou a rivalizar com Cascais, embora tenha perdido importncia a partir da implantao da repblica.

    Tambm So Joo do Estoril ganhava nova vida, sobretudo a partir de 1890, aproveitando a fama das suas guas termais, os chamados Banhos da Poa. Construdo na altura, o edifcio das termas ainda existe junto praia, servindo hoje de jardim de infncia.

    Em Santo Antnio do Estoril, o ex-libris continuava a ser as termas onde D. Jos se banhara, s quais acorriam cada vez mais pessoas procurando alvio para as suas maleitas. Em 1880, o antigo balnerio substitudo por um novo e vistoso edifcio perto do atual Casino Estoril. Inspirando-se no gosto neo-rabe muito em voga na poca, estas termas faziam lembrar um pequeno palcio das mil e uma noites, escreve Margarida de Magalhes Ramalho. Hoje nada resta do edifcio. Aps vrias remodelaes e quase 50 anos de desativao, abriu em 2010 um novo complexo termal que no guarda seno a memria dos seus antecessores.

    Estoril-les-Bains

    Em 1888, Ramalho Ortigo mostrava esprito visionrio ao escrever: Estoril-les-Bains tornou-se para ns uma necessidade social. A meia hora de Lisboa, por um caminho-de-ferro de luxo, na margem do Tejo, Estoril-les-Bains com o seu grande estabelecimento de banhos, com o seu casino, com as suas salas de pera e concertos, com as suas roletas, com os seus pavilhes enigmticos, com os seus cottages misteriosos e com os seus camares permanentes em ambiente reservados, um imprescindvel complemento da civilizao que felizmente desfrutamos.

    O futuro projetado pelo escritor s comearia a concretizar-se a partir de 1914, pela mo de Fausto de Figueiredo. Impressionado por uma longa temporada que passara na cidade costeira de Biarritz, em Frana, o empresrio decidiu transformar o Estoril numa estncia de luxo capaz de competir com os mais conceituados destinos internacionais. O Casino Estoril, o Palace Hotel e o Hotel do Parque foram algumas das obras emblemticas do projeto, que tambm incluiu quadras de tnis e um dos primeiros campos de golfe em Portugal. A fria imobiliria em volta do novo parque foi tal que, em 1922, o governo se viu forado a legislar no sentido de refre-la.

    Associando pela primeira vez infraestruturas de qualidade ao seu clima extraordinrio, o Estoril ganhou prestgio e comeou a receber, sobretudo a partir dos anos 1930, cada vez mais estrangeiros da alta sociedade vindos de vrios pontos da Europa. Adotando o nome de Costa do Sol, a zona viria a acolher uma enorme quantidade de estrelas de cinema e de refugiados ilustres que aproveitavam a neutralidade do pas numa Europa em guerra. Com eles, chegaram tambm agentes secretos de ambas as partes em conflito, num vaivm entusiasmante que inspirou o escritor Ian Fleming a criar, em 1941, o agente secreto 007, James Bond. Mas essa uma outra histria.

  • As praias de cascais

    Elaborado por: isabel ferreira e Carlos figueiredo

    A expulso das espanholas

    A chegada de um nmero cada vez maior de veraneantes Costa do Estoril fez florescer um importante negcio paralelo: a prostituio. De acordo com o Dirio de Notcias, em 1869, havia em Cascais 46 profissionais do sexo vindas de Espanha, levando Ramalho Ortigo a escarnecer: Assim como pela manh se pergunta para o banho h mar? assim noite se pergunta para o baile h espanholas? .

    Dezenas de prostitutas acabaram por ser expulsas da vila, em 1892, sob o protesto de muitos homens. A medida ter sido solicitada pela rainha D. Amlia, preocupada com as escapadelas do marido, que gostava de diversificar as suas companhias femininas. Alis, durante a maior parte do ano, o rei e a rainha levavam vidas separadas debaixo do mesmo teto, no Palcio das Necessidades. Prximo do pao, D. Carlos tinha um prdio de habitao onde se encontrava com as suas amantes, de quem teve vrios filhos ilegtimos.

    A requerimento do cnsul de Espanha foram expulsas de Cascais umas trinta ou quarenta espanholas, que para l tinham ido s sobras da gentilhomeria equestre e pedestre, e que pelos modos, em amazonas intrpidas, no contentes com terem tomado posse da vila, j comeavam a refilar os gatzios para se apoderarem tambm da cidadela, escreveu, em 1892, Fialho de Almeida.

    No entanto, de acordo com o jornalista e escritor, a interdio no se manteve por muito tempo. Primeiro, ela retirou de Cascais a alegria das noites, quando depois da ceia e antes da batota, rapaziada ocorre fazer sobre a areia da praia, um pouco de sexo. Segundo, s prprias senhoras faz falta a castelhanada dessas desbocadas raparigas, que vindas dos prostbulos mdios de Madrid e das fbricas de tabacos de Sevilha, em pouco tempo acham meio de na boa roda, por intermdio dos cavalheiros, interferir um pouco na sociedade ntima das madamas.

    Na vanguarda do desporto

    Cascais foi porta de entrada para vrias modalidades desportivas em Portugal. Vela, remo, natao, polo aqutico, tnis (chamado lawn-tennis, na altura) e at futebol foram alguns dos desportos que chegaram ao pas pela mo da ativa comunidade britnica, que aproveitava a poca do cio para conquistar praticantes e adeptos do sport.

    Alguns dados indicam que o primeiro jogo de tnis entre portugueses decorreu, em 1882, nos campos do Sporting Club de Cascais, que se assumiu como um dos principais difusores da modalidade no pas.

    O primeiro campeo nacional de tnis, Guilherme Pinto Basto, foi tambm o responsvel pela primeira exibio de football em Portugal, em conjunto com os irmos, educados em Inglaterra.

    Em outubro de 1888, um grupo de 23 homens e crianas juntou-se nos terrenos do Sporting Club de Cascais para a partida daquela estranha modalidade jogada com os ps. Se pudssemos assistir ao evento hoje, dificilmente poderamos evitar algumas

  • As praias de cascais

    Elaborado por: isabel ferreira e Carlos figueiredo

    gargalhadas, to desajeitados nos pareceriam os jogadores. Basta pensar nas suas grandes diferenas de idade, no facto de poucos ou nenhuns jogos terem visto at ento e no seu inslito equipamento: cada qual sua moda, uns de camisola s riscas e boina na cabea, outros de camisa e calas vincadas. Isto para no falar do campo de jogo, preparado pelos prprios atletas, que passaram a manh a remover pedras do recinto.

    Porm, a modalidade cativou o pblico e tornou-se prtica comum entre a aristocracia. Em poucos anos, o futebol democratizava-se e transformava-se no rei dos desportos populares

    Praia da ribeira

  • As praias de cascais

    Elaborado por: isabel ferreira e Carlos figueiredo

    Praia da rata

    Qr code praias de cascais

  • A South Adventures, localizada na praia do Tamariz, Estoril, a apenas cincominutos de Cascais e vinte de Lisboa, uma empresa especializada num dosmais bem sucedidos desportos de hoje. Organiza passeios para explorar toda azona de Cascais e Lisboa.

    Clube Naval de Cascais, na Rua Lus Xavier Palmeirim, em Cascais, cursos ouaulas individuais de Windsurf todos os dias, acompanhados por treinadoresespecializados. Uma modalidade que conquista diversos adeptos no mundointeiro. Com equipamento de topo a Escola de Vela BES ministra

  • CASCAIS SURF SCHOOL & SURF CAMP (no centro de Cascais). D aulas ealuga equipamento de Surf em Carcavelos, Guincho & Praia Grande.

    A Escola Kitesurf na Praia do Guincho d cursos e aluga equipamento.

  • O Clube Naval de Cascais, dispe de todo o equipamento para aluguer, e daulas privadas.

    Alternativa grtis para um passeio de bicicleta. Na Cmara Municipal deCascais existem actualmente trs postos:

    - junto estao da CP de Cascais Largo da Estao, Cascais

    - junto ao Posto de Informao de Turismo da Natureza (eco-cabana),sensivelmente em frente Casa das Histrias Paula Rego Av. da Repblica,Cascais

    - na Guia Av. Nossa Senhora do Cabo, Cascais

  • CULTURA EM CASCAISO Centro Cultural de Cascais est instalado na "Casa Cor de Rosa", antigo Convento de Nossa Senhora da Piedade datado do

    sculo XVI, que acolhia a ordem religiosa dos Carmelitas Descalos. O convento foi adquirido pelo Visconde da Gandarinhaem meados do sculo XIX, que o doou Cmara Municipal de Cascais. Em 1994 foram iniciadas obras de restauro do edifcio

    no sentido de a vir a instalar um centro cultural. Inaugurado em Maio de 2000, hoje um espao multidisciplinar, comexcelentes reas para a realizao de exposies e agradveis zonas de lazer.

    Dia(s) de Encerramento: SegundasHorrio de visita: De Tera a Domingo, das 10:00 s 19:00.

    Observaes: Dispe de lojas, cafetaria e ptio.

    Prximos eventos:

    Data: 15-11-2014 a 21-11-2015 Local: Paos do Concelho

    Data: 17-03-2015 a 16-04-2015 Local: Av. Emdio Navarro 310 APara mais informaes consulte : http://www.cm-

    cascais.pt/agenda?cats=738%2C0%2C0%2C0%2C0%2C0%2C0%2C0%2C0%2C0%2C0%2C0%2C0%2C0%2C0%2C0%2C0%2C0&date1&date2

  • Locais a visitar:

    Boca do Inferno

    Cidadela de Cascais

    Museu Conde Castro Guimares

    Parque Marechal Carmona

    Marina

    Centro Histrico

    Praias

  • VILA DE CASCAIS PORTUGAL

    Cascais uma vila portuguesa no Distrito de Lisboa, regio de Lisboa e sub-regio da Grande Lisboa, com cerca de 35 400 habitantes. sede de ummunicpio com 97,40 km de rea e 206 479 habitantes, subdividido em 4

    freguesias.

    Venha descobrir esta vila e todos os seus pontos de interesse e beleza.

    Bruno e Ana Destroy Cascais City 2015

  • Monumentos Da Vila de Cascais

    Casa de Santa Maria

    Iniciada em 1902 com projeto do arquiteto Ral Lino, a Casa de Santa Maria foi mandadaconstruir por Jorge O'Neill para a sua filha D. Teresa. Situada na ponta de Santa Marta,junto ao Farol, e fronteira Marina de Cascais, tida como uma das mais importantespeas do patrimnio artstico de Cascais da poca de 1900.

    Em 1918, a moradia inicial foi alvo de uma importante ampliao, depois de adquirida porJos Lino, irmo de Ral Lino, que voltou a recorrer ao irmo para continuar a obra. dessa data a instalao de um painel de azulejos do fim do sculo XVII, adquirido a umaantiga capela da Quinta da Ramada, em Frielas.Propriedade da famlia Esprito Santo, o Palcio O'Neill acolheu durante a II GuerraMundial vrios exilados polticos de relevo, entre eles a Gr-duquesa Carlota doLuxemburgo, que ali ficou a 25 de Junho de 1940, enquanto aguardava passagem para osEUA. Os Condes de Barcelona e o Rei Umberto de Itlia eram outras visitas habituais.

    Adquirida no incio de 2004 pelaCmara Municipal de Cascais, jum novo plo cultural com nfaseparticular no trabalho de Ral Linoe na arquitetura de veraneio quemarcou o desenho da costa deCascais.

  • Palcio dos condes de Castro Guimares

    O Palcio dos Condes de Castro Guimares, tambm referido como Torre de SoSebastio foi mandado construir no sculo XIX por Jorge O'Neill, descendente dosprncipes de Tyrone e de Glen-Boy, reis da Irlanda, para sua casa de veraneio.

    Em 1910 foi vendida aoscondes de Castro Guimares.O projeto arquitetnico dopalcio foi elaborado porFrancisco Vilaa e osarquitetos responsveis pelaedificao foram AlbrechtHaupt e Luigi Manini.

    Em nossos dias conserva oseu traado original,abrigando o Museu Conde deCastro Guimares, que renetodas as peas da vastacoleo de arte dos condes.

    Trata-se de um Palcio emestilo revivalista, instalado numa pequena enseada.

    Aquando das mars altas, a base do edifcio tocada pelas ondas. O seu estilo conjuga oRomantismo- em voga poca - com uma aparncia de chteau medieval, que culminacom a grande torre. Encontra-se rodeado de um interessante jardim.

    O edifcio tem elementos de origem irlandesa, como os trevos presentes na porta de ferroforjado e na pintura do teto da Sala dos Trevos, a sala de entrada do museu, e o brasode armas de Jorge O'Neill e dos seus antepassados, pintados no teto do torreo.

    Igreja Paroquial

  • de Cascais

    Este templo muito antigo,encontrando-se assinalado nagravura de Cascais na obraCivitates Orbis Terrarum (1572).

    Em 1671, em virtude de umacampanha de obras de restauro ebeneficiao, o culto ter passadopara a capela do Socorro -antecedente da atual Igreja dosNavegantes. O templo foi reabertoao pblico em 21 de dezembro de1681.

    O terramoto de 1755 causou extensos danos igreja, nomeadamente na zona da fachada e do

    coro-alto, impedindo o seu normal funcionamento. Oculto passou a ser celebrado ento na capela de NossaSenhora da Nazar na antiga Casa dos Falcoes. Naocasio tendo sido tambm destruda a Igreja daRessurreio de Cristo, situada entrada da vila, foiconstituda uma nica freguesia englobando as duasanteriormente existentes, tendo a paroquial aglutinadoos dois nomes Parquia de Nossa Senhora daAssuno e Ressurreio.

    As novas obras de recuperao do temploprolongaram-se at ao sculo XIX, datando amais recente campanha do binio 2009-2010.Culminando esta, a 15 de maio de 2010 foiinaugurada, no Largo junto igreja, umaescultura do Beato Joo Paulo II, da autoria deAlves Andr.

  • Algumas sujestes de para futuras visitas:

    Palcio Seixas

    Fortaleza de Nossa Senhora da Luz

    Forte de So Jorge de Oitavos

    Trabalho realizado por:

    Filipe PauloAna Figueiredo

  • INICIATIVAS DO CONCELHO

    CASCAIS_Capa.pdfCascais - Hteis.pdfFinal Restaurantes.pdfLazer-Iefp.pdfpraias cascais isabel carlos.pdfMadalena e Kazimikerz Orleanczyk. Desporto Cascais. Doc2.pdfCultura_ Bruno e Ana Destroy Cascais City.pdfmonumentos cascais.pdfCASCAIS_Contra_Capa.pdf