Guia Pratico isofortego

download Guia Pratico isofortego

of 4

  • date post

    02-Apr-2016
  • Category

    Documents

  • view

    237
  • download

    15

Embed Size (px)

description

Guia Prático passo a passo - Lajes com EPS (isopor). Isoforte-GO (62) 3328-0904 www.isofortego.com.br

Transcript of Guia Pratico isofortego

  • GUIA PRTICOPASSO A PASSO - LAJES COM EPS

    (ISOPOR)

    3328-0904

    www.isofortego.com.br | isofortego@gmail.comBR 153, Kml28 Setor Industrial Aeroporto - Fone: (62) 33280904 -Anpolis - Gois

  • 1o PASSO: TRANSPORTE /ARMAZENAMENTO

    O transporte dever acontecer preferencialmente emcaminhes bas. A ISOFORTE tem uma frota especializada paragarantir uma entrega rpida e segura. As lajotas de EPS devem serarmazenadas ao abrigo da chuva, do vento e so sol, afim de que avariao climtica no altere a soldabilidade das peas

    2o PASSO: ESCORAMENTO / MONTAGEM

    Seu fabricante de lajes mandar junto com as lajotas de EPS,uma planta de montagem aonde constar a altura ideal do EPS, osdetalhes sobre o escoramento, espaamento entre as escoras e otempo que a laje dever permanecer escorada. importantelembrar que, devido ao seu baixo peso, a laje com EPS permite umescoramento mais espaado, com isso economizando tempo ematerial, ou seja, economizando dinheiro!

    Nunca demais lembrar: uma montagem bem feita garantida deuma laje segura, evitando acidentes com operrios e deformaesna laje. Siga risca as informaes que apresentamos abaixo:

    a- Ao iniciar a montagem, com a lajota de EPS (prximo deparede/viga), a lajota deve ser bem encaixada nas vigotas.Lembrando que preciso conferir os encaixes nas pontas etambm no meio da vigota, isso evitar que o EPS desa com aconcretagem.

    b- No corte o EPS sobre a laje, pois os pedaos que sobrampodem cair nas formas das vigas e dos pilares.

    c- Recomenda-se no pisar sobre o EPS menor que 120 mm.Neste caso, use uma tbua como passarela, apoiada sobre asvigotas, para fazer a montagem da laje.

    d- No deixe espao entre as lajotas para que no ocorra perda denata de cimento na concretagem

    3o PASSO: HIDRULICA E ELTRICA

    Para cortar o EPS pode-se usar uma cegueta, estilete, serroteou maarico. Lembramos que o EPS fabricado pela ISOFORTE ummaterial retardante chama ou seja, em caso de incndio, aslajotasde EPS ISOFORTE NO PROPAGAM FOGO

    Hidrulica Eltrica

    As passagens de tubulaes hidrulicas e eltricas podem serfeitas entre o EPS e tambm entre as nervuras de travamento,

    lembrando que as tubulaes sempre devem atravessar asnervuras em sentido transversal, conforme mostra o desenho:

    dti*L

    pontalete de madeira

  • 4o PASSO: CONCRETAGEf

    0 processo de concretagem das lajes com EPS basicamente omesmo indicado para as lajes convencionais, Porm, quatrocuidados especiais devem ser levados em conta:

    a- O concreto deve ser especificado por seu engenheiro calculistaou seu fabricante de laje para evitar que, ao espalhar, ele venha acriar bolhas e no fique uniforme entre as vigas

    b - O concreto deve ser lanado a uma altura mxima de 15 cm,pois um jato lanado de maior altura pode quebrar o EPS.

    c- Para lajotas com espessura menor que 90 mm, o correto espalh-lo aos poucos e uniformemente.

    d- Nunca se deve despejar a massa de concretagem num s lugar,nem mesmo sobre tbua ou madeirite, o que certamente causariadanos as lajotas de EPS, vigas treliadas e escoramento

    5o PASSO: RESVESTIMENTO

    As lajes com EPS. por sua superfcie bastante regular,permitem um revestimento mais delgado, economizando com issoargamassa ou gesso e mo de obra.

    3 mm

    15 mm3 mm

    a 10 mm

    Obs.: Devido s lajotas cermicas no apresentam medidaspadronizadas e constantes, h um gasto maior de concreto na capada laje e de argamassa para revestimento inferior.

    Chapisco para rebocoO procedimento semelhante ao da aplicao de reboco em blocoscermicos. Porm, para que a aderncia da argamassa com o EPSseja perfeita necessrio que se coloque um aditivo no trao dochapisco. conforme especificao no rtulo do aditivo. O chapiscodeve ter uma espessura um pouco maior que a convencional paraevitar fissuras na argamassa. Com a massa mais mole possvelaplicar o chapisco com um rolo de textura, lembrando que o rolodeve ser passado somente em um sentido.

    DICAS DE ADITIVOS:Bianco, Rheomix - 104, Meta 750, Isocril ou Mactacrol

    Gesso-cola

    O gesso-cola pode seraplicado diretamente sobreo EPS, bastando pintar asuperfcie antes com guae cola branca. Deve ser

    usada uma mistura na

    proporo: 7 litros de guapara 1Kg de cola branca, aaplicao do gesso podeser feita logo em seguida.

    NOVIDADEPode ser usado e gesso-cola diretamente na laje, sem pr-chapisco

  • COMPARATIVOLAJE PR-MOLDADA COMUM CLCULO PRTICO RESIDNCIA DE 200m2LAJE COM LAJ. CERMICA H= 12(8+4) OU COM EPS H= 13(9+4)

    PESO ELEMENTOS DE ENCHIMENTO + VIGOTAS !TIPO DE MATERIAL CERMICA EPS

    ENCHIMENTOQUANT. 2.625 lajotas 14,83 m3PESO 9.187 kg 163 kg

    VIGOTASQUANT. 526,3 m 416,7 mPESO 4.737 kg 3.750 kg

    TOTAL 13.924 kg 3.913 kgREDUO DE PESO 10.011 Kg

    TEMPO PARA CARGA A DESCARGA DAS VIGOTAS EENCHIMENTO !TIPO DE MATERIAL CERMICA EPS

    4 HOMENS 6:00 HORAS 3:00 HORAS

    ECONOMIA 50%

    2 VIAGENS COM EPS EQIVALEM A 1 VIAGEM COM CERMICATEMPO PARA MONTAGEM DA LAJE (CONSUMIDOR FINAL)

    TIPO DE MATERIAL CERMICA EPS6 HOMENS 6 DIAS 3 DIAS

    ECONOMIA 50%

    Produtividade EPS10 x Maior

    1 PLACA DE EPS EQIVALE A 5 LAJOTAS

    CONSUMO DE CONCRETO (CAPA)TIPO DE MATERIAL CERMICA EPS

    VOLUME 9,79 m3 8,81 m3ECONOMIA 10%