HOSPITAL DAS FORÇAS ARMADAS (HFAR) HOSPITAL DAS FORÇAS ARMADAS (HFAR) O Hospital das Forças...

download HOSPITAL DAS FORÇAS ARMADAS (HFAR) HOSPITAL DAS FORÇAS ARMADAS (HFAR) O Hospital das Forças Armadas…

of 13

  • date post

    13-Feb-2019
  • Category

    Documents

  • view

    214
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of HOSPITAL DAS FORÇAS ARMADAS (HFAR) HOSPITAL DAS FORÇAS ARMADAS (HFAR) O Hospital das Forças...

1

HOSPITAL DAS FORAS ARMADAS (HFAR)

O Hospital das Foras Armadas (HFAR), na dependncia do Chefe do Estado-Maior-

General das Foras Armadas desde maio de 2014, um estabelecimento hospitalar

militar, que se constitui como elemento de retaguarda do sistema de sade militar

em apoio da sade operacional, organizado em dois polos hospitalares, um em

Lisboa e outro no Porto.

Decorrente da sua misso, o HFAR continua a prestar cuidados de sade

diferenciados aos militares das Foras Armadas, bem como famlia militar e aos

deficientes das Foras Armadas.

O QUE H DE NOVO EM 2015 NO POLO DE LISBOA, NO CAMPUS DE SADE

MILITAR DO LUMIAR?

1. O acesso pedonal, realizado pela Rua Csar de

Oliveira permite, atualmente, o acesso dos utentes

pela parte sul do Hospital, evitando que o tenham de

contornar. J no interior das instalaes hospitalares,

esto a ser ultimados, os acessos aos vrios servios

por parte dos utentes, inclusivamente para os

detentores de mobilidade reduzida.

2

2. O novo Centro de Medicina Subaqutica e Hiperbrica (CMSH) um edifcio

construdo para o efeito, que possui 2

cmaras hiperbricas. Construdo de raiz

no Campus de Sade Militar, constitui um

rgo da Marinha, vocacionado para a

sade operacional, estando na

dependncia funcional do HFAR. A atual

localizao do Centro permite aos utentes o acesso imediato a todas as outras

valncias e servios de sade existentes no polo hospitalar de Lisboa, bem como,

o apoio funcional das necessidades do HFAR.

3. O edifcio H04 destinado s consultas externas e exames especiais de vrias

especialidades cirrgicas funciona atualmente em dois pisos. No piso 1 funciona a

Oftalmologia, a Endocrinologia e a sala de tratamento do p diabtico. No Piso 2,

funcionam as restantes especialidades cirrgicas. Os espaos foram ampliados e

requalificados, deixando de funcionar em contentores, passando assim a oferecer

melhores e mais confortveis condies a todos os utentes.

3

4. O Refeitrio nico, localizado no edifcio A04, Piso 0, com a capacidade para

312 lugares sentados, permite a otimizao dos recursos, garantida pela

ampliao do espao e a centralizao da confeo e distribuio de refeies.

As novas instalaes permitem ainda o acesso por parte de todos os utentes com

mobilidade reduzida.

5. O novo edifcio H07 possui dois pisos, um deles destinado exclusivamente a

consultas externas e exames especiais de vrias especialidades mdicas como:

Gastroenterologia; Medicina Interna; Clnica Geral; Neurologia; Alergologia;

Nutrio e Diettica; Consulta da Dor, entre outras e, o outro piso, onde

funcionam os Gabinetes de trabalho mdico e a rea de ensino, formao e

treino. O Piso 0 destina-se a apoio das diversas especialidades existentes no

edifcio.

Os espaos criados esto agora amplos e mais funcionais aos servios a

prestados.

4

6. A instalao de um segundo equipamento de TAC e de outros equipamentos de

diagnstico tecnologicamente sofisticados na Imagiologia. Neste momento

encontram-se a funcionar 2 TAC. Uma delas com capacidade para 128 cortes,

que permite aumentar a fidelidade do diagnstico, assim como a variedade e o

nmero de exames especiais. Foi ainda criada uma sala de Osteodensitometria,

que permite a realizao de exames para avaliar a perda de massa ssea e o

grau de Osteoporose, aumentando assim a capacidade de realizao de exames

complementares de diagnstico.

7. Foi concluda a remodelao do edifcio H03 destinado ao internamento de

medicina e cirurgia, que dispe atualmente de 32 camas adicionais e novos

espaos de estar e de refeio para os utentes. Neste edifcio foi criada uma nova

enfermaria com capacidade para isolamento de doentes.

5

No Piso 0 encontram-se em funcionamento os servios de Ortopedia e Urologia

tendo sido aumentado o nmero de gabinetes/salas de atendimento mdico, de

exame e tratamentos de enfermagem.

8. Foram levadas a cabo, vrias intervenes no Servio de Medicina Fsica e de

Reabilitao. Na rea da reabilitao foi criado um gabinete de Hidroreabilitao

e ampliada a rea de ginsio conferindo dessa forma, melhores condies a todos

os utentes.

6

Pertencendo ao mesmo servio, est j a funcionar uma rea de terapia

ocupacional.

9. A Contentorizao do Servio de Informtica permitiu libertar espaos que

sero utilizados para funcionamento de reas operacionais como exemplo, o

internamento.

O QUE H DE NOVO EM 2015 NO POLO DO PORTO?

1. A criao da Unidade de Cuidados Intermdios. Criada fisicamente junto ao

Servio de Urgncia, com capacidade instalada para trs doentes e a equipa de

profissionais de sade que para feito foi constituda, permite potenciar a

capacidade de diferenciao do tratamento dos doentes mais instveis e garantir

7

o adequado ps-operatrio de cirurgias com patologias associadas que

aconselhem uma vigilncia clinica mais cuidada.

2. O reequipamento do Servio de Urgncia e Bloco Operatrio em termos de

aparelhos de monitorizao. A aquisio de novos equipamentos de

monitorizao permite maior rigor e a gesto centralizada da monitorizao.

8

3. A aquisio de monitores/desfibrilhadores para o Servio de Urgncia. A

aquisio de novos e mais modernos monitores/desfibrilhadores permite potenciar

a capacidade de interveno em situaes de emergncia e garantir a evacuao

mdica em condies de segurana.

4. A implementao do novo aparelho de TAC e da mesa de radiologia

convencional. Foi renovada a mesa de radiologia convencional permitindo uma

resposta mais eficaz e instalado um aparelho de TAC de 16 cortes em

substituio do anterior de 4 cortes que permitir uma melhor definio de

imagem contribuindo assim para um mais correto diagnostico.

9

5. A renovao da capela, ainda em curso. No sentido de proporcionar condies

que favoream a reflexo e a orao, o Polo do Porto, beneficiou o espao

utilizado como Capela e dar seguimento em 2016 a esse esforo por forma a

dot-lo de dignidade e conforto que os lugares daquela natureza exigem.

10

6. Em curso, a remodelao do edifcio dos lixos txicos hospitalares.

Aproveitando uma rea devoluta numa zona perifrica do Hospital, est-se a

proceder a preparao dum espao que permita o tratamento diferenciado e em

segurana dos lixos txicos hospitalares.

O QUE EST EM CONCRETIZAO NO POLO DE LISBOA?

1. A ampliao/ remodelao do edifcio H09, que permitir aumentar a capacidade

de resposta no mbito da sade mental. A data prevista para a concluso dos

trabalhos dezembro de 2016.

2. A remodelao do Hospital de Dia Polivalente - no edifcio H07. A data prevista

para a concluso dos trabalhos fevereiro de 2016.

3. A construo do edifcio ECO 1 Ecocentro hospitalar. A data prevista para a

concluso dos trabalhos maro de 2016.

4. A construo de uma rea Comercial com quatro espaos comerciais de apoio

aos utentes. A data prevista para a concluso dos trabalhos fevereiro de 2016.

5. A remodelao do edifcio A01 cafetaria. A data prevista para a concluso dos

trabalhos maro de 2016.

11

6. Melhoramentos no servio de Cardiologia a funcionar nas instalaes do Centro

de Medicina Aeronutica (CMA).

7. A remodelao das cozinhas.

8. A remodelao/ ampliao das redes de distribuio de energia eltrica, gua e

gs.

9. A ampliao da Farmcia Hospitalar. Encontra-se em fase de concluso.

O QUE EST AINDA PLANEADO PARA O POLO DE LISBOA?

1. A ampliao do parque de estacionamento P2 que ficar com uma capacidade

para 500 viaturas, e potencial ampliao para 700 viaturas. A data prevista para a

concluso dos trabalhos dezembro de 2016.

2. A construo do edifcio H05 que aumentar significativamente a capacidade

cirrgica, a hemodilise e o internamento, ficando este ltimo a contar com 200

camas. A data prevista para a concluso dos trabalhos no final de 2017.

3. A construo do edifcio H06, que consiste em vrias plataformas de ligao

entre os edifcios H01 e H02.

4. A remodelao do edifcio A03 criao de trs quartos para apoio a DFA. A data

prevista para a concluso dos trabalhos janeiro de 2016.

5. A remodelao do edifcio A03 espaos dos servios administrativos. A data

prevista para a concluso dos trabalhos dezembro de 2016.

6. A remodelao do edifcio A04 - Direo do Hospital (1 Piso). A data prevista

para a concluso dos trabalhos setembro de 2016.

7. A remodelao do edifcio H01 - Gabinetes de exames especiais e

cardiopneumologia.

8. A beneficiao de arruamentos exteriores.

12

O QUE EST AINDA PLANEADO PARA O POLO DO PORTO?

1. A ligao entre os Plos de Lisboa e Porto do HFAR atravs de fibra ptica,

prevista para o 1 trimestre de 2016.

2. A remodelao da rede informtica do Plo em termos de estrutura e

equipamentos, prevista para o 1 trimestre de 2016.

3. A ampliao e a renovao dos servios de Estomatologia e Oftalmologia,

previstas para o 1 trimestre de 2016.

4. A remodelao da sala OBS da Urgncia, prevista para o 1 trimestre de 2016.