IDENTIDADES CULTURAIS PIAUIENSES NAS ELEIÇÕES MUNICIPAIS DE TERESINA: sentidos produzidos na...

download IDENTIDADES CULTURAIS PIAUIENSES NAS ELEIÇÕES MUNICIPAIS DE TERESINA: sentidos produzidos na recepção das propagandas eleitorais gratuitas de 2012

of 21

  • date post

    13-Jul-2015
  • Category

    Science

  • view

    55
  • download

    1

Embed Size (px)

Transcript of IDENTIDADES CULTURAIS PIAUIENSES NAS ELEIÇÕES MUNICIPAIS DE TERESINA: sentidos produzidos na...

  • IDENTIDADES CULTURAIS PIAUIENSES NAS ELEIES MUNICIPAIS DE

    TERESINA (PI): sentidos produzidos na recepo das propagandas eleitorais gratuitas

    de 2012.

    Egnard Gonzaga de Arago Ferreira1

    Orientadora: Prof. Dra. Janete de Pscoa Rodrigues2

    RESUMO: O presente artigo analisa os sentidos produzidos na recepo das propagandas

    eleitorais gratuitas televisivas (PEGTs) veiculadas nas eleies municipais a prefeito de

    Teresina, no ano de 2012, tendo como referncia as identidades culturais piauienses presentes

    nos discursos dos dois candidatos invocativos das tradies piauienses e nas novas paisagens

    contemporneas nas dinmicas scio urbanas e polticas de Teresina. A pesquisa utiliza uma

    abordagem qualitativa, atravs da anlise de contedo temtica ou categorial ACC, referenciada em Bardin (2012). A coleta de dados aconteceu nos meses de novembro e

    dezembro do ano de 2013, na Universidade Federal do Piau UFPI, Campus Petrnio Portella, no municpio de Teresina (PI). O aporte terico se ancora em autores como: Canclini (2001;

    1997), Escosteguy e Jacks (2006), Martn-Barbero (2003; 1997), Orozco Gmes (2005) e

    Rodrigues (2006), entre outros. Os resultados apontam para produes de sentido de mediaes

    e competncias reveladas nas falas dos eleitores/receptores, onde a identidade cultural piauiense

    percebida de forma significante e emotivamente por esses sujeitos, demonstrando que as

    PEGTs em seus propsitos poltico-eleitorais, interpelam, reconstroem e atualizam o construto

    identitrio cultural de piauiensidade, como forma de captao e influncia do voto do

    eleitor/receptor teresinense.

    Palavras-chave: Identidades Culturais. Mdia. Propaganda Eleitoral. Recepo Miditica.

    1 Introduo

    No Brasil, alm de outras propagandas governamentais, existem dois tipos que muito se

    destacam na poltica: as Propagandas Polticas Partidrias (PPPs) e as Propagandas Eleitorais

    Gratuitas (PEGs), que so veiculadas nos diversos suportes miditicos, ambas regidas por

    legislao especfica e distribudas nos intervalos comerciais normais dos meios de

    comunicao, de acordo com os tempos e o nmero de inseres definidos para cada partido

    e/ou coligao.

    Para Gutbier (2003), as Propagandas Eleitorais Gratuitas Televisivas (PEGTs), aqui

    estudadas so uma das formas que assumem as PEGs, constituindo-se nos mais importantes

    1Mestre em Comunicao pelo PPGCOM/UFPI e especialista em Desenvolvimento Rural pela Universidade

    Federal do Piau UFPI, bacharel em Cincias Sociais e Tecnologia em Programao Econmica e Planejamento Administrativo (UFPI). E-mail: egnard@hotmail.com

    2 Professora do Mestrado do PPGCOM/UFPI - Linha de pesquisa: mdia e produo de subjetividades

  • 2

    produtos da cultura poltico-partidria eleitoral da atualidade e as de maior relevo para a

    divulgao dos candidatos aos cargos pblicos eletivos e suas propostas.

    A televiso, como meio de comunicao de massa, na atualidade, sobressai-se como o

    principal instrumento de campanha nos processos eleitorais, porque, tanto na sua programao

    jornalstica noticiosa de informao e divulgao televisiva, como nas demais dimenses de

    entretenimento e lazer so diariamente confrontadas as diferenas da realidade social, nas quais

    se destacam no s as da rea poltico-partidria e econmica, como tambm as da rea social

    e cultural, constituindo-se num locus privilegiado de (re)construo e sedimentao das

    identidades locais, regionais e nacionais, ressaltado por suas territorialidades, costumes,

    tradies e outras representaes. (GUTBIER, 2003)

    atravs deste meio que as disputas poltico-eleitorais no Brasil mais se acirram e se

    sofisticam, particularmente, pelas dramaturgias utilizadas nas PEGTs realizadas por seus

    idealizadores e interessados, as quais so renovadas no momento tanto das eleies municipais

    e como as gerais orientadas pelos enredos do seriado da poltica nacional tanto do Partido dos

    Trabalhadores PT no poder (situao), como do Partido da Social Democracia Brasileira

    PSDB, na oposio, cujos embates pelo controle poltico de Municpios, Estados e do prprio

    Pas se cristalizam em capitais como Teresina (PI) e outras cidades brasileiras de grande porte,

    como jogos de disputa e de poder na arena poltica brasileira.

    No Piau, grupos polticos locais no ano de 2012 disputaram o governo de Teresina (PI),

    no segundo turno das eleies, polarizadas em duas grandes coligaes poltico-partidrias:

    situao e oposio. A primeira coligao, denominada de A Fora do Trabalho, constituda

    pelo PTB, PMDB, PP, PDT, PR, PV, PTC, PSL, PRP, PHS, PTN, PPL e PRTB foi liderada

    pelo prefeito em exerccio Elmano Frrer, (71 anos), filiado ao Partido Trabalhista Brasileiro

    (PTB), que alm de estar no governo municipal (situao) apoiado pelo bloco poltico que

    governava o Piau (PSB) e o Brasil (PT), nos ltimos 11 anos. A segunda chamada de

    Construindo Novos Caminhos de oposio, constituda pelos partidos polticos: PSDB,

    PSD, DEM, PPS, PSC, PSDC e PT do B. Esta coligao capitaneada pelo Partido da Social

    Democracia Brasileira (PSDB), sob a liderana do candidato a prefeito de Teresina (PI),

    Deputado Estadual Firmino da Silveira Filho (51 anos), que no dia 28 de outubro de 2012,

    destacou-se como candidato vitorioso Prefeitura Municipal de Teresina (PMT), com 51,54%

    dos votos vlidos, correspondentes a 212.741 votos, derrotando o candidato Elmano Frrer, que

    obteve 200.062 votos, ou seja, 48,46% dos votos do eleitorado teresinense. (TRE - PI, 2012)

    Nesse construto, atravs da abordagem da corrente latino-americana dos estudos

    culturais de autores como Canclini (2001; 1997), Escosteguy e Jacks (2006), Martn-Barbero

  • 3

    (2003; 1997), Orozco Gmes (2005), Rodrigues (2006) e outros, que procuramos refletir sobre

    os sentidos produzidos pelos eleitores/receptores alunos da Universidade Federal do Piau

    (UFPI) na recepo das Propagandas Eleitorais Gratuitas Televisivas (PEGTs) dos dois

    candidatos a prefeito, veiculadas no segundo turno das eleies municipais de Teresina(PI), no

    ano de 2012, para estabelecer similitudes e/ou divergncias encontradas na recepo do

    processo comunicacional poltico-eleitoral teresinense, a partir da percepo das identidades

    culturais piauienses presentes nessas propagandas.

    Neste intuito, elegemos como questo norteadora deste estudo, conhecer: - Quais as

    relaes feitas pelos eleitores/receptores, sujeitos da pesquisa, quando interpelados pelas

    identidades culturais piauienses presentes nas PEGTs e as suas opes de voto nos candidatos

    a Prefeito de Teresina (PI) no segundo turno das eleies de 2012?

    Para tanto, realizamos uma pesquisa de natureza qualitativa, descritiva e interpretativa,

    cujos mtodos se fixam a partir da anlise de contedo temtica ou categorial (ACC), doravante

    denominada somente de ACC, referenciada em Bardin (2012) para apresentar os resultados

    alcanados.

    O universo desta pesquisa so os alunos regularmente matriculados nos cursos de

    Comunicao Social e Educao Fsica da Universidade Federal do Piau (UFPI), definido pelas

    facilidades de acesso na sua realizao e que compareceram s urnas em 2012, no segundo

    turno das eleies municipais de Teresina (PI).

    Os sujeitos pesquisados so 30 eleitores/receptores, recm-ingressos na Universidade

    Federal do Piau, sendo 11 alunos do curso de Comunicao Social e 19 do curso de Educao

    Fsica, que aceitaram responder aos dois questionrios (1 e 2). Trata-se de uma amostra

    intencional no estratificada e no proporcional que obedece a critrios predefinidos de

    investigao, em que 14 deles so homens e 16 so mulheres, dentre os quais, 24 se encontram

    na faixa etria de 18 a 24 anos, quatro entre 26 e 29 anos e dois acima de 30 anos de idade.

    Todos em quase sua totalidade pertencentes a classe mdia pobre e das diversas zonas urbanas

    da cidade de Teresina (PI).

    A coleta dos dados desenvolveu-se atravs da aplicao de dois questionrios, nos meses

    de novembro e dezembro de 2013. O primeiro voltado formatao do perfil dos sujeitos da

    pesquisa e o segundo para a coleta dos dados empricos sobre as produes de sentidos dos

    eleitores/receptores alunos da UFPI diante das identidades culturais piauienses percebidas nas

    mensagens das PEGTs (2012).

    Assim, este estudo se justifica entre outros fatores na carncia de conhecimentos

    cientficos e registros bibliogrficos a partir de estudos sistemticos sobre recepo/consumo

  • 4

    miditico televisivo no contexto poltico que contemple necessidades de estudantes,

    pesquisadores e especialistas de comunicao nos procedimentos de publicidade, propaganda

    poltica, anlise de marketing poltico, eleitoral e ps/eleitoral, voltados compreenso das

    estratgias de produo de PEGTs (2012) e, especialmente por enriquecer o debate cultural

    identitrio piauiense que hoje acontece entre pesquisadores e, aqui particularizado na reflexo

    da produo de subjetividades dos eleitores/receptores, alunos da UFPI, na deciso do voto

    quando interpelados pelas identidades culturais do Piaui.

    2 Sentidos de identidades culturais piauienses na produo das PEGTs

    A disputa eleitoral analisada neste estudo revela uma multiplicidade de contedos ao

    oferecer uma diversidade de textos miditicos no processo de recepo/consumo dos eleitores,

    alunos da UFPI, cujas propagandas eleitorais gratuitas televisivas (PEGTs)