Iman Maleki Cora Coralina

of 20 /20
IMAN MALEKI TEXTOS PARA REFLEXÃO: Cora Coralina SÉRIE ARTE/REFLEXÃO Obras de gênios da arte e meditação sobre mensagens reflexivas MÚSICA: BACH - Ária Aumente o som!

Embed Size (px)

description

Telas do pintor iraniano Iman Maleki, fundo musical e textos de Cora Coralina

Transcript of Iman Maleki Cora Coralina

Page 1: Iman Maleki Cora Coralina

IMAN MALEKI

TEXTOS PARA REFLEXÃO: Cora Coralina

SÉRIE ARTE/REFLEXÃOObras de gênios da arte e meditação

sobre mensagens reflexivas

MÚSICA: BACH - Ária

Aumente o som!

Page 2: Iman Maleki Cora Coralina

Iman Maleki nasceu em 1976 em Teerã. Em 1999 graduou-se em Desenho Gráfico pela Universidade de Artes de Teerã. Recente-mente, ganhou o prêmio William Boquereau e o “Chairman´s Choice no II Concurso Internacional de Art Renewal. Muitos o consideram o melhor pintor de arte realista do mundo.

"Suas obras competem com as câmeras digitais de 10 megapixels", afir-mam os especialistas!

Iman Maleki

Page 3: Iman Maleki Cora Coralina

Todos os gênios – das artes ou do pensamento, têm um ponto em comum - a inspiração.

Segundo Pietro Ubaldi “a inspiração é um despertar consciente na profundeza do qual está

Deus.”

Vamos admirar a beleza e perfeição dos detalhes de obras de um inspirado pintor, verdadeiras fotografias digitalizadas dos nossos tempos e refletir sobre a beleza e sabedoria inspirada da semi-alfabetizada Cora Coralina, na musicalidade de um gênio da música - Bach

Clique!: admire a obra! Torne a clicar! Medite sobre os textos!

Page 4: Iman Maleki Cora Coralina

Não podemos

acrescentar dias à

nossa vida, mas

podemos acrescentar

vida aos nossos dias.

Todos estamos

matriculados na

escola da vida, onde o

mestre é o tempo

Page 5: Iman Maleki Cora Coralina

Eu sou aquela

mulher que fez a

escalada da

montanha da

vida removendo

pedras e plantando

flores.

Page 6: Iman Maleki Cora Coralina

Vive dentro de mim a

mulher roceira.

Enxerto de terra.

Trabalhadeira.

Analfabeta. De pé no

chão. Bem parideira.

Bem criadeira. Seus

doze filhos, seus

vinte netos.

Page 7: Iman Maleki Cora Coralina

Eu sou aquela mulher

a quem o tempo muito

ensinou. Ensinou a

amar a vida, não

desistir da luta.

Recomeçar na derrota.

Page 8: Iman Maleki Cora Coralina

Não sei... se a vida é

curta ou longa demais

para nós, mas sei que

nada do que vivemos

tem sentido, se não

tocarmos o coração

das pessoas.

Page 9: Iman Maleki Cora Coralina

Nasci em tempos

rudes.

Aceitei contradições,

lutas e pedras como

lições de vida e delas

me sirvo.

Aprendi a viver.

Page 10: Iman Maleki Cora Coralina

Venho do século passado e trago comigo todas as idades do mundo. (Quando completou 95 anos )

Page 11: Iman Maleki Cora Coralina

Que pretendes

mulher?/

Independência,

igualdade de

condições.../

Empregos fora do

lar?/ És superior

àqueles/ que

procuras imitar./ Tens

o dom divino de ser

mãe./ Em ti está

presente a

humanidade.

Page 12: Iman Maleki Cora Coralina

Que eu possa

dignificar minha

condição de mulher,

aceitar suas

limitações e me

fazer pedra de

segurança dos

valores que vão

desmoronando.

Page 13: Iman Maleki Cora Coralina

Não te deixes

destruir...

Ajuntando novas

pedras e

construindo

novos poemas,

recria tua vida,

sempre, sempre.

Page 14: Iman Maleki Cora Coralina

O saber a gente

aprende com os

mestres e com

os livros.

A sabedoria

se aprende é

com a vida e

com os humildes.

Page 15: Iman Maleki Cora Coralina

Poeta é a sensibilidade acima do vulgar. Poeta é o operário, o artífice da palavra. E com ela compõe a ourivesaria de um

verso. Poeta é ser ambicioso, insatisfeito, procurando no jogo das palavras, no imprevisto texto, atingir a perfeição

inalcançável.

Page 16: Iman Maleki Cora Coralina

Muitas vezes basta ser:

colo que acolhe; braço

que envolve,

palavra que conforta;

silêncio que respeita;

alegria que contagia;

lágrima que corre; olhar

que acaricia; desejo que

sacia; amor que

promove.

Page 17: Iman Maleki Cora Coralina

Acredito nos jovens

à procura de

caminhos novos

abrindo espaços

largos na vida.

Creio na

superação

das incertezas

deste fim de

século.

Page 18: Iman Maleki Cora Coralina

O que vale na vida não é o ponto de partida e sim a caminhada. Caminhando e semeando no fim terás o que

colher.

Page 19: Iman Maleki Cora Coralina

Eu sou aquela mulher

a quem o tempo

muito ensinou.

Ensinou a amar a

vida, não desistir

da luta.

Recomeçar na

derrota. Aprendi que

mais vale lutar do

que recolher dinheiro

fácil. Antes acreditar

do que duvidar.

Page 20: Iman Maleki Cora Coralina

IMAGENS: Da Internet

FORMATAÇÃO: J. MEIRELLES

[email protected]

MÚSICA: BACH - Ária